Vous êtes sur la page 1sur 52

Meninas vestem rosa

Crônicas/ Romance

Ano: 2009

Autor: Gleisom Peixoto

Brasil

Primeira Edição

Meninas vestem rosa

Página | 1
Meninas vestem rosa

Meninas vestem rosa

Página | 2
Meninas vestem rosa

De: Gleisom Peixoto

Página | 3
Meninas vestem rosa

As mulheres de minha vida de olhos


e coração aberto lhes dedico está
obra.

Página | 4
Meninas vestem rosa

Aline

Página | 5
Meninas vestem rosa

Entre.

Não gosto que fique ai parado,


fingindo que não liga. Estou
terminando tudo reage vai. É
difícil amar alguém como você.

Sinto falta de reação de um grito


que seja. Eu beijei seu melhor
amigo estou acabando tudo entre
nos dois. Diz que me odeia que me
ama me implora para ficar ou me
manda para o inferno, só não fica
calado me olhando como se nada
houvesse acontecido.

(Hoje está frio. Eu deveria ter


trago um casaco. Vamos deixar o
sorvete para amanhã, acho que
deveríamos entrar e pedir sua mãe
que nos faça um chá daqueles que
só ela sabe)

O Que?

Página | 6
Meninas vestem rosa

Acordei assustada, a cama úmida.


Um calor que senti. Pare de falar
nestas coisas e vá dormir. O sono
me foge e meu pensamento é de um
homem louro de corpo malhado que
nunca vi, ele me abraça me aperta
eu quase me afogo. Sinto minhas
coxas tremerem e me queima a alma.
Tentou um banho frio? Melhor que
tente. Foi pior ele estava no
banheiro nu. Aquela água! Quase
morri. Vou ao medico logo cedo.
Receita-me um remédio e durmo
tranquila. Meu pai ficou furioso
acha que aos treze anos voltei a
urinar na cama. Recebi o
chingamento feliz, muito melhor
que contar a ele que são sonhos
com um homem louro que nunca vi.

Página | 7
Meninas vestem rosa

Choro. Naquela cena quase no fim


do filme em que ele diz que nunca
a esquecerá e vai embora. Cruel.
Se meu namorado faz isto arrumo
outro assim oh. Em um estante. Eu
não sou destas não comigo a fila
anda. Estes carinhas vão chegando
com fala mansa, aquela pegada
forte, ma seu não me iludo com
isto. Piso na bola eu troco.
Falando nisto o ator do filme é
igual o cara louro que eu sonhava.
Fiquei pegando fogo, é lógico que
ele ficou achando que era por ele.
Eu fechei os olhos e curti a
noite. Beijei um sapo imaginando
um príncipe.

Coitado? Coitada de mim. Sei lá se


ele não faz o mesmo.

Vivemos outros tempos é direito


igual até na traição.

A cabeça é livre. Podemos imaginar


o que quisermos. Vamos.

Página | 8
Meninas vestem rosa

Paralelepípedo tudo na escola é


muito chato as meninas querem
copiar meu cabelo minha maquiagem
minhas roupas e estão de olho no
meu namorado, uma hora destas dou
uma de louca e furo elas com este
maldito estilete rosa que meu pai
me deu, já lhe disse que detesto
rosa, estou a meses de olho na
blusinha preta com decote que vi
no shopping e ele vem com estas
coisas rosa quantas vezes terei
ainda que gritar pai meninas não
vestem rosa. Espera ai. Nem parece
que ficamos lutando por nossos
direitos. Vou muito colocar
aquelas fitinhas no cabelo, o que
meu namorado vai pensar que sou
uma menininha. Pai meu sutiã é P
detesto calcinha grande e faz
tempo que sei de onde vêm os
bebês.

E meu namorado é um chato porque


fica conversando com a Bia ele
sabe que detesto aquela vaca.

Página | 9
Meninas vestem rosa

Era TPM.

Acabou com meu dia. Briguei com


meu pai meu namorado, a vaca da
Bia é que gostou, ainda apronto
uma para ela. Que vergonha. Meu
pai nem fala comigo, o bom que é
ganhei roupas novas, fiquei foi
triste os olhinhos dele. É do meu
pai. Ficou abalado me vejo casada
e ele me vê menina de fraldas.
Deve ser duro para ele cuidar
sozinho de uma menina de quinze
anos. Vou tomar mais cuidado.
Chamá-lo para irmos ao cinema
assistir um filme bem infantil ou
ir ao parque ele adora, acho que
assim mudo aqueles olhos.

A Bia é outra conversa. Vou dar


uma surra nela, você vai ver. Eu
não mexo com o namorado de ninguém
agora ela vem querendo pegar o
meu. Não vai. Ele é meu homem.

Página | 10
Meninas vestem rosa

Ele terminou comigo. É terminou.


Eu já comi três caixas de
chocolate, vou virar uma baleia
encalhada, eu falei na cara dele,
na cara. Sou uma mulher de
opinião, sou. Juro que sou. Fui
logo falando ou continua namorando
comigo ou fica amigo da Bia, o
canalha disse então tudo bem fico
amigo da Bia. Eu mato os dois,
cada lagrima desta que estou
chorando eles vão chorar em dobro.
Minha maquiagem esta toda borrada
eu comendo chocolate sem parar e
eles lá rindo da minha cara. Ele
sabe que a Bia me odeia e quer
tudo que é meu e fica conversando
com ela, não podia.

É hoje vou chamar a turma toda e


acabamos com ela vai ser uma surra
daquelas. Vou pegar meu homem de
volta e depois termino com ele
digo que cansei que não quero mais
que toda a briga desgastou o amor.
Amor. Nunca o amei. Era só farra.
Só farra. Tem que ser. Não posso

Página | 11
Meninas vestem rosa

me queimar. Se brigar por um


garoto o que vão falar de mim. Que
saco. Falem o que quiserem não
devo nada a ninguém. Meu pai vai
me matar se ficar sabendo. O que
eu faço. Você também não fala
nada. Fica ai parado, vamos me
ajuda eu gosto dele, não sei se
muito, sei que gosto, ele beija
bem é um gato, as meninas todas.
Olha todas mesmo ficam de olho
grande nele. E eu não quero que
ele fique com a vaca da Bia.

Calma. Calma. Eu tenho que pensar.

Implorar. Péssima idéia. Vou ficar


aqui em casa curtindo minha fossa
ele vai ligar. Será? Ai eu quero
meu pai. Paiiiii. Ótimo conto
estas coisas para ele e nunca mais
saio de casa. Pode deixar não é
nada não, coisa boba, continua
vendo o jogo vai. Vou dormir
amanha é outro dia.

Página | 12
Meninas vestem rosa

Bia

Página | 13
Meninas vestem rosa

Gosto. De passar o batom com os


dedos e dar uma mordidinha nos
lábios. Esta pele morena estes
seios GG é disto que ela tem
inveja. Ele era meu amigo muito
antes dela aparecer, eu sabia que
ele me escolheria. Eu transo com
ele. Ela fica dando uma de
mocinha. Acha que me engana. Aline
é uma vaca. Vaca despeitada. Veio
com aquele papo de ela ou eu e
acabou ficando sozinha. Boba. Eu
faria diferente, na verdade eu fiz
diferente. Fiquei na minha dando
uma de sonsa amiguinha e mordi. O
gato é meu. Esquece. Aquela tonta
não vai fazer nada. Bater-me?
Coitada! Ela mais quantas?

Sou muito mais eu, e se ela fizer


isto vai ser ótimo ele tem pavor
destas atitudes, ganho sem volta.

Página | 14
Meninas vestem rosa

Na escola sou rainha. Quando passo


parece que o mundo me segue, os
meninos ficam babando. O professor
de educação física aquele tarado
não tira os olhos das minhas
pernas, faço questão de vestir um
short bem apertado mal consigo
respirar, minhas coxas ficam um
encanto. Sou muito gostosa.
Detesto namorado no pé. Gosto de
ser livre. Ele é diferente. Não da
a mínima para ninguém, a gente é
que não consegue ficar sem ele.

Página | 15
Meninas vestem rosa

Meu primeiro beijo foi aos dez


anos. Um primo. Acho. Lembro
perfeitamente do terceiro este foi
ótimo. No sitio do pai da Aline,
ainda éramos amigas, vamos mudar
de assunto. Não gosto de falar
nesta menina. Eca. O Fabio foi meu
primeiro namorado serio, um mala
pegajoso e ciumento durou um ano
mais por causa do meu pai que
gosta muito dele e me deixava sair
sem preocupação. O Fabio era
destes meninos que vivem na igreja
maior cara de santo.

Um safado me dava maconha eu


ficava locona a gente transava na
sala da casa dele enquanto a avó
dele assistia novela no quarto. Se
não fosse o ciúme estaríamos
juntos até hoje. Época boa.

Ele é muito melhor de cama. Não


bebe não fuma e detesta drogas.
Perfeito.

Página | 16
Meninas vestem rosa

Cueca para ficar em casa, aquelas


com carinhas e desenhos de
bichinhos.

Branca ir à missa, sair com papai


mamãe, quando vou à casa dos meus
avos.

Vermelha e bem grande naqueles


malditos dias. Culpa da Eva. Culpa
nada se não fosse ela estaria tudo
muito certinho.

Azul quando vou aos jogos do


cruzeiro com meu pai, cruzeirense
fanático, chega ser chato. Detesto
futebol. São tantas coisas que uma
menina tem que fazer para agradar
o pai e conseguir uma mesada a
mais, liberdade para sair com as
amigas e principalmente pouca ou
nenhuma implicância com o
namorado.

Preta é a que eu adoro. Deixa-me


bonita. Mulher. Gosto de ficar me
olhando no espelho, levanta minha
bunda fica perfeita.

Página | 17
Meninas vestem rosa

Nenhuma é a que usava quando saia


com Fabio para visitar a vovozinha
dele. Aquele santo dizia que
calcinha só atrasava a festa.

Rosa é a que uso com ele. Ele


adora rosa, fica olhando beijando,
me deixa... Esquece. Coisa minha e
dele. Devo ter umas vinte rosa
todas que ele me deu. Pequenas, é
claro.

Minha mãe ainda compra aquelas de


flores grandes. Não uso. Fica lá.

Agora?

Safado.

Página | 18
Meninas vestem rosa

Amigas é tudo. A melhor parte do


dia é quando estou com elas. Os
detalhes de como foi à noite com o
namorado, as comparações. É tudo
diversão. Uma pizza imensa muito
refrigerante e brigadeiro adeus
dietas. Esta pronta a farra.

Quase não falamos de homens. O


papo gira em torno de outras
mulheres, as roupas cabelo unha
maquiagem sapato bolsa acessório
calcinha sutiã meia moda carro
celulite dietas as vagabundas que
tentam roubar nossos homens e
sexo. Comemos pipoca assistimos a
um filme bem romântico, choramos
muito, ai falamos mais um
pouquinho dos namorados rimos
muito deles e vamos dormir par ano
outro dia começar tudo outra vez.

Página | 19
Meninas vestem rosa

Não vou mentir. Tem um momento


sim. Que eu fecho a porta do
quarto, fico olhando para o teto.
Minha mãe colocou estrelas que
brilham no escuro, eu gosto de
contá-las. E toda noite conto uma
por uma. Já sei de cor e salteado
quantas tem. Encanta-me contar
estrelas, volto a ser menina,
esqueço que tenho que acordar
beliscar as bochechas, tomar banho
frio para a pele ficar mais fresca
passar uns quatro cremes no rosto
maquiar retocar os esmaltes
escolher uma roupa diferente da do
dia anterior, não que meu namorado
vá reparar, ele nunca repara em
nada, minhas amigas sim e se algo
estiver errado a roupa repetida o
sapato fora de moda, no próximo
encontro de amigas eu vou ser o
motivo da zuaçao. Fico linda vou
para o shopping sou vista, volto
outro banho outra maquiagem roupa
sapato brincos mochila.

Sou paquerada. Paquero.

Página | 20
Meninas vestem rosa

Tento escapar das mãos safadas do


professor de educação física, mas
de forma que ele pense que estou
muito afim dele mantendo minhas
notas sempre altas.

Conto as estrelas, tudo se apaga.


Fico triste por não saber se ele
me ama se valeu apena acabar com
uma amizade de infância. Sinto
saudades da Aline e daquele beijo
no sitio do pai dela, o melhor
beijo de toda minha vida.

Vou dormir contando estrelas.

Página | 21
Meninas vestem rosa

Danielle

Página | 22
Meninas vestem rosa

Eu falei Aline fica na sua. Eu


cuido disto, você é minha amiga. E
bandida é assim mexeu com uma
mexeu com todas, vou puxar o
canivete na cara dela, marcar
aquela carinha bonita, quero ver
se rouba o namorado de outra.

Você conhece Aline conversou com


ela, entende. Não me deixou fazer
nada, tive que ficar na minha,
guardar o canivete para depois. Eu
juro que ainda corto a cara dela.

O canivete foi presente da minha


avó que Deus a tenha. Esta sim era
bandida das valentes, capo um cara
que tentou abusar dela com este
canivete, e me deu de presente
quando fiz doze anos. É meu melhor
amigo.

E não tenho medo de usar.

Página | 23
Meninas vestem rosa

Fico.

E se penso no amor choro.

Parece fim de tarde quando meus


olhos marejados se encontram
sozinhos, vejo aquelas meninas de
saia rodada e tanta esperança de
algo bom acontecer, quase esqueço
quem sou coloco uma fita rosa no
cabelo e saio brincando de boneca.
Se não fossem as cicatrizes. Penso
que ninguém saberia o que
aconteceu. Noite calma o vento
leve como aqueles que tentam e não
conseguem levantar plumas azuis.
Vi a foto. Ele parece distante.
Quando entra na sala minhas penas
tremem quero correr gritar contar
a verdade, e o medo me interrompe.
As mãos dele eram tão leves, a voz
rouca convidava a entrega com
facilidade familiar, fiquei calada
os toques tornaram-se constantes.

Na sala minha mãe serve biscoitos,


meu pai lê jornal, acerta os
bigodes e toma um gole de café.

Página | 24
Meninas vestem rosa

Meu irmão brinca com o canivete


que ganhou de meu avô. Ele senta
do meu lado pede que toque algo.
Meus dedos finos começam a
deslizar sobre o pino e sinto as
mãos grossas dele nas minhas coxas
pouco desenvolvidas. Paro a musica
meu pai abaixa o jornal, minha mãe
continua a comer rosquinhas de
leite receita tradicional de
família. Meu irmão larga o
canivete sobre a mesa, levanto
caminho como se fosse pegar um
pouco de suco, ele fica me olhando
com reprovação, quase grita “volte
para o piano quero sentir suas
coxas de menina”. Sem que percebam
pego o canivete, meu pai continua
a ler minha mãe comendo rosquinhas
quando percebem algo, ele já esta
gritando o sangue escorre por suas
pernas o jornal caído no chão se
mistura as rosquinhas receita de
família.

Página | 25
Meninas vestem rosa

Comigo é diferente faço ameaças e


os garotos ficam longe de mim,
quase todo mundo conhece parte da
historia de minha avó. Fico na
minha. No recreio jogo peteca com
duas amigas as quais protejo. Não
sei bem de que as protejo. Gosto
de pensar que precisam de mim. Em
casa sou quieta, passo horas no
computador vendo tatuagens que
nunca tenho coragem de fazer, não
vou mentir para você olho as fotos
de alguns gatos naqueles sites
pornôs, é um delírio. Penso que
nós as meninas deveríamos ser mais
como os garotos nesta questão
sexual. Com meninas é puro recato.
Cuidado ao falar ao agir. Assusta
aos homens saber que conhecemos
nosso corpo, que gostamos de
sentir prazer. Eles podem tudo.

Você se pudesse me responder


confessaria que também curte
pornografia e que sente certo
arrepio quando um daqueles garotos
malhados da academia passa
encostando-se a você?

Página | 26
Meninas vestem rosa

Não sou pervertida.

Tenho este outro lado, não é fácil


ser durona o tempo todo. Ah
momentos que quero ser tratada
como garota, muito bem tratada e
não sou santa não quero recato,
quero pegada.

Não.

Tenho vontade de experimentar.

Ouço meus pais algumas noites na


maior selvageria. Coloco musica
alta no meu MP3. Eles parecem
animais no cio. Gosto de ouvir.
Coloco a musica por que são meus
pais seria estranho me masturbar
ouvindo eles. Ela é muito gostosa.

Eu arriscaria ser “bi” com ela e


ele na cama.

Nossa vamos mudar de assunto estou


começando a me sentir uma puta.

E você gostando.

Página | 27
Meninas vestem rosa

Luiza

Página | 28
Meninas vestem rosa

Adoro tecnologia.

Tenho celular que filma, tira


fotos é MP3, TV, rádio FM, cartão
de memória com 4GB. Vou ao cinema
cinco vezes por semana, tenho MSN
ORKUT fico seis horas por dia na
internet, tenho dois blogs, que
atualizo todos os dias.

Namorados?

Quatro. Um de Alagoas, um do
Paraná, um de São Paulo e outro da
Grécia. Um gato lindo e muito
rico. Disse que vira ao Brasil em
breve. Conheci todos na net, não
os conheço pessoalmente nos
falamos por telefone MSN, lógico
que um não sabe do outro, me
mandam presentes, estão sempre por
aqui. É só acessar e lá estão eles
prontos para me dar amor e
carinho. Sou muito romântica.
Gosto que me mandem poesias e
flores virtuais é um luxo lindo
que não prejudica o meio ambiente.

Página | 29
Meninas vestem rosa

Tenho muitas amigas na minha


comunidade do Orkut e vários
seguidores nos blogs. Foi de lá
que me encontrou? Não foi?

Ela falou de mim?

Cadela.

Não quero falar mais com você.


Tenho que entrar na net. Mando-te
um e-mail depois.

Olha gosto da minha vida e do meu


mundo do jeitinho que ele é. Não
quero ninguém xeretando minha vida
fazendo perguntas querendo mostrar
que algo esta errado. Se estiver
errado ótimo. É minha vida, vivo
como quiser.

Página | 30
Meninas vestem rosa

Não falo com Luiza a uns cinco


anos, ela namorava um cara muito
legal, um destes nerds. Que todo
mundo sabe que no futuro vai ser
nosso patrão e vamos pagar caro
por cada zuaçao. Os dois eram os
melhores com a internet. Criavam
programas dois deles deu maior
grana para eles. É com esta grana
que ela vive, ou acha que vive.
Passa os dias na internet sai de
casa só para vir ao colégio e ir
ao cinema. Ver aquelas comedias
românticas cheia de açúcar.

Ela é linda esperta muito


inteligente, quase todos os
garotos da escola querem sair com
ela, ela fica lá com aqueles
namorados virtuais. O mundo não é
seguro viver envolve riscos. Foi
muito triste quando ele morreu
naquele assalto, eu queria que ela
percebesse que apenas ele morreu.
Ela está viva.

O mundo virtual é legal. Este


mundo aqui é duro, mas é nosso
mundo é a vida de verdade. Sei lá.

Página | 31
Meninas vestem rosa

Talvez conversando com você ela


perceba algo. E acorde. Tenho
saudades dela. Mal fala comigo.
Entra e sai da escola quase que
invisível.

O tempo está passando.

No ultimo natal comprei uma


blusinha rosa para ela escrito
“estou viva”.

Devolveu sem usar com um bilhete


rude que finjo nunca ter recebido.

Sinto falta dela.

Página | 32
Meninas vestem rosa

Solange

Página | 33
Meninas vestem rosa

Estou tão gorda.

Não vai tirar fotos?

Vai?

Detesto fotos, ficam me acusando.


Gorda.

Adoro chocolates. No começo eu


comia por carência afetiva assim
falou meu psicólogo (o qual
frequento duas vezes por semana)
agora como por gosto mesmo duas ou
três barras por dia, como pizza,
bebo refrigerante, sem culpas. Não
que goste de ser gorda. Ou aceite
com naturalidade as brincadeiras
os apelidos sem graça e a falta de
espaço nos cinemas no ônibus e as
roupas que gosto e nunca servem.
Estás coisas incomodam me fazem
chorar aumentam a conta bancaria
da minha psicóloga. É a minha
vida. Eu passaria por tudo isto
com tranquilidade. Uma barra de
chocolate e os apelidos ficam
engraçados, eu brigo os donos do

Página | 34
Meninas vestem rosa

cinema, vou de taxi. Duro mesmo é


ele. Ele não me nota. Passa por
mim. Entende passa. Com este
tamanho todo que tenho, ele passa
e vai. Não adianta arrumar os
cabelos, vestir um vestido
decotado. Tenho os seios grandes,
chama atenção de alguns caras, ele
não nota. Duvido que meu nome. Nem
deve saber que eu exista. Já
tentei emagrecer, tomei uns
remédios malucos, fiz todo tipo de
dieta e nada. Continuo gorda e
quanto mais gorda mais invisível
para ele.

É melhor eu ir para casa, não


gosto muito de ficar na rua, os
olhares as pessoas me incomodam.

Página | 35
Meninas vestem rosa

Fabiana

Página | 36
Meninas vestem rosa

Vou me casar toda de branco.

Co minhas duas filhas segurando a


calda do vestido. Uma calda enorme
de dar voltas na igreja.

Minha prima veio com esta conversa


que não posso me casar de branco
porque não sou virgem. E daí.
Quanta moçinha não casou de branco
tendo dado muito mais do que eu?

Não sou hipócrita.

Conversei com o padre, no começo


ele protestou, veio contando
historias falando em moral bons
costumes, honrar a Deus. Eu falei
uma frase. “Quem nunca pecou que
atire a primeira pedra” sabe o que
ele respondeu? “marcamos para
quando?”

Caso na quinta feira dia 27 de


agosto às 21 horas e 35 minutos na
igreja mátrios toda de branco com
minhas filhinhas segurando a calda
enorme. Meu futuro marido é um
anjo assumiu as meninas como se

Página | 37
Meninas vestem rosa

dele fossem sem perguntas. Vai


fazer uma grande festa, vamos
viajar para Natal, ficar lá uma
semana, minha mãe vai olhar as
meninas, quando voltarmos a nossa
casinha estará toda arrumada e
perfumada e tenho uma certeza que
vamos ser muito felizes.

Os pais dele não vão ao casamento


são contra mais pelo fato de eu
ser negra do que ter duas filhas é
uns branquelos conservadores
preconceituosos de araque com um
filho maravilhoso que já disse a
ele aposto que é adotado, pois tem
um coração que em nada se parece
com aquela família.

Página | 38
Meninas vestem rosa

Nayara

Página | 39
Meninas vestem rosa

Desculpe por minha filha não estar


aqui para falar com você. Meu
marido a internou ontem pela
quinta vez. A oito dias ela comia
apenas folhas de alface, suas
pernas são duas varetas finas que
não conseguem sustentar seu corpo.
Era uma menina linda. Morena,
cabelos cacheados um corpão.

Foi culpa dele. Este rapazinho da


escola, tal de...

Não lembro o nome dele, sei apenas


que tem fama de pegar todas as
menininhas. Disse que minha filha
esta gordo que se perdesse uns
quilos namorava com ela. Ela não
consegue parar de emagrecer,
estamos sempre vigiando e
internado. Mãe sente as coisas e
tenho sentido que minha filha vai
morrer. Estou para te fazer um
pedido fale para todas elas que
são lindas que Deus fez cada uma
de um jeito todo especial e
ninguém tem o direito de falar o
contrario. Eu queria que fossem
Página | 40
Meninas vestem rosa

fortes que se enxergassem como


realmente são. E não desta forma
deturpada que querem. Culpar a
mídia as modelos as celebridades
os estilistas não culpo eles e
culpo a todos, vamos sim divulgar
que cada pessoa tem a sua beleza a
e que nenhum de nos tem que ser
igual ao outro para ser aceito.
Amar. Se amar como é.

Podemos pintar os cabelos, dar um


colorido nas unhas, acho bonito um
silicone. Tudo é valido, menos
ferir a alma os sentimentos. Uma
palavra acabou com a vida daminha
filha, um capricho. Eu queria que
todos fossem fortes e que antes de
mudar seus corpos percebessem suas
almas.

Quero minha filha de volta.

Desculpa. Tenho que ir. Estes


podem sem os últimos minutos dela.

Página | 41
Meninas vestem rosa

Dayse

Página | 42
Meninas vestem rosa

Oitenta e sete anos. Completos.

Minha infância foi divertida,


muitos irmãos, tios, primos,
finais de semana no campo em
clubes. Namoradinhos.

Adolescência faculdade normal, sem


grandes aventuras uns sete
namorados. Duas bebedeiras. Uma
festa muito louca, da qual juramos
nunca comentar.

Casei-me com um homem perfeito.

Tive quatro filhos.

Uma vida normal. E completaria


hoje oitenta e sete anos sem
nenhuma tristeza se não fosse o
fato de nunca...

(A senhora Dayse Silva Gonzáles


veio a falecer durante a
entrevista após algumas pesquisas
e conversas com parentes e amigos.
Descobrimos que sua grande
tristeza foi. Não vou contar. Sabe
certas coisas na vida devem ser

Página | 43
Meninas vestem rosa

mantidas como segredos. Dayse


viveu linda e plenamente para
família para os amigos para o
marido e é assim que vão lembrar-
se dela. Durante toda uma vida de
tentas conquistas uma única coisa
lhe fazia triste, mas uma tristeza
tão sua que ninguém nunca notou
algo que seu coração conservou
para si e assim vai permanecer.).

Página | 44
Meninas vestem rosa

Rafaella

Página | 45
Meninas vestem rosa

Uso salto alto mine saia, cabelos


soltos blusa justa com decote,
falo inglês, Frances, espanhol e
português, gosto de receber flores
vermelhas, uso batom discreto um
relógio presente de meu pai, amo
cinema tetro e beber um bom vinho
no fim de noite.

Gosto de homens educados, com


barba por fazer, cabelos curtos,
um corpo bem definido, ganhe mais
do que eu. Faça um sexo divertido
maravilhoso e beije muito bem.

Meus cabelos longos e compridos


parecem caminhar com o vento, vivo
muito bem em um apartamento que
comprei no centro da cidade.

Na minha adolescência um escritor


destes que tem mais sonhos que
dinheiro e mais beleza de alma que
do corpo se disse apaixonado por
mim.

Página | 46
Meninas vestem rosa

Lembro de ele sair chorando após


confessar seu amor e ouvir de mim
que só queria amizade.

Hoje não sei onde Lee esta. E


aceitei participar disto por um
único motivo. Ele gosta de ler
talvez compre este livro e lendo
me encontre e ouça-me gritando sei
que um pouco tarde que eu fui tão
covarde em não dizer que te amo.

Página | 47
Meninas vestem rosa

Coisas que eles deveriam saber

Página | 48
Meninas vestem rosa

Mandem rosas

De todas as cores

Todos os dias

Sussurrem palavras de carinho e


palavras de pecado

Respeite

Seja canalha

Seja poeta

Seja amante

Seduza

Seja seduzido

Leve para cama

Durma abraçadinho

Fale palavras bonitas ao amanhecer

Defenda-nos

Cozinhe

Abrace

Não tenha medo de dizer: “te amo”

Página | 49
Meninas vestem rosa

Compre chocolates

Repare no cabelo

Nas unhas

Nos olhos

Diga que somos lindas

Perfumadas

Chame-nos de mulher

Namorada

Mãe amante

Filha

Faça-nos sentir importante

Nos leve para viajar

Ao cinema

Ao parque

Ame-nos

Ame

Ame

Sempre

Página | 50
Meninas vestem rosa

Este livro é uma conversa frente


ao espelho, sem pretensões.

Elas falaram através de minha


pena. Falaram de seus sentimentos.
E vão continuar falando. Este
livro é apenas o começo de uma
historia que a vida vai continuar
contando. Seja bem-vindo ao mundo
onde as meninas não vestem mais
rosa.

Gleisom Peixoto

Página | 51
Meninas vestem rosa

Página | 52