Vous êtes sur la page 1sur 2

ESTADO DE GOÍAS

MUNICÍPIO DE PLANALTINA
SECRETARIA MUNICPAL DE EDUCAÇÃO
ESCOLA MUNICIPAL PROFº CARLOS ALVES DOS PASSOS FILHO

Planaltina, Goiás. 14 de abril de 2016.

Professora: Giselda Morais Rodrigues do Amaral

1º ano “B” Vespertino

RELATÓRIO DA PSICOGÊNESE 2º BIMESTRE

Analisando a escrita no processo de alfabetização, não somente com


foco na grafia, mas também nas estratégias, na fala e nas expressões
esboçadas pelas crianças foi realizado o teste da psicogênese.

Foi escolhido o texto “A Lenda da Vitória Régia, aproveitando o clima de


festas juninas e as palavras escolhidas foram: Carolina, sapato, noiva, vai. E
a frase: “A noiva vai casar”. Como na ocasião vários alunos não estavam
presentes e foi desenvolvida uma sequência de atividades durante a semana
em preparação para a festa junina. A história foi recontada por varias vezes,
com o acréscimo de mais elementos culturais no texto e assim outras palavras
também foram usadas: culinária, pipoca, balão e céu. E frase: “O céu está
colorido de balões”.

Para que houvesse tempo de trabalhar individualmente com cada


criança, orientei que ilustrasse a história contada de acordo com as
preferencias de cada criança o momento de maior apreciação da história.

Dentre os 15 alunos frequentes, o diagnóstico da Psicogênese da


Escrita foi realizado com 13 alunos que compareceram durante a semana,
sendo que: uma aluna, Debora, é atendida pelo Ensino Especial, sendo
acompanhada por professora de apoio e seus resultados são registrados por
PIE. E o aluno, Paulo Duarte, está fazendo uma experiência como ouvinte na
turma de 2º ano.

Entre os alunos analisados, Josué Inácio, Leandro de Oliveira, Breno,


Erick Gabriel, são classificados no nível, Silábico Sem Valor Sonoro. Onde
eles utilizam letras, mas ainda não consegue antecipar quantas letras são
necessárias, já se preocupando com a quantidade de letras. Sendo que Josué
e Breno não frequentou o G5, causa que pode justificar esse nível, pois houve
uma evolução.
No nível Silábico Com Valor Sonoro, temos 03(três) alunos: Leandro
Lopes, Maria Vitória e Rute, onde elas estabelecem relação entre a pauta
sonora e escrita; demostra maior preocupação com quais letras utilizar;
fazendo uso convencional das letras e está descobrindo a silaba oral.

Gustavo, Maria Eduarda, Wendy e Luana alcançaram o nível de


silábica alfabética. Reconhece e grafa fonemas simples, fazendo
correspondência entre som e letras, mas ainda oscila entre sílabas – letra e
fonema – letra.

Maria Fernanda e Bianca estão alfabéticas. Já estabelecendo relação


entre a pauta sonora e escrita; já descobriu como representa a sílaba no texto,
podendo até omitir letras em sílabas complexas, mas descobriu que as letras
representam fonemas e não sílabas.

A turma é uma turma maravilhosa e muito agitada com muitos


problemas pontuais com um aluno em questão de disciplina, que são oriundos
de problemas familiares, a grande maioria tem correspondido aos estímulos de
alfabetização.