Vous êtes sur la page 1sur 6

TÍTULO DO PROGRAMA

Comércio de Sucata: Vendendo Lixo para a China

SINOPSE DO PROGRAMA

O documentário “Comércio de Sucata: Vendendo Lixo para a China”,


mostra um novo tipo de comércio, feito a partir do reprocessamento de
resíduos: metais, plásticos e outros produtos que estão sendo
enviados à China para reciclagem. A sugestão do professor de
Geografia é discutir com os alunos como os países tratam os
diferentes tipos de sucata, a reorganização espacial e os impactos
desse comércio.

CONSULTOR
Jorge Luiz Barcellos da Silva – GEOGRAFIA
™ MATERIAL NECESSÁRIO PARA REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE:
- Lápis;
- Borracha;
- Caderno para anotações;
- Folhas sulfite;
- Atlas.

™ PRINCIPAIS CONCEITOS QUE SERÃO TRABALHADOS

- Paisagem
- Zonas econômicas especiais
- Rural
- Urbano
- Território
- Mobilidade da população
- Reciclagem
- Sustentabilidade

™ DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE
(PODEM SER INCLUÍDOS GRÁFICOS E IMAGENS.)

O presente trabalho é sugerido para problematizar a dimensão geográfica da questão relativa ao


tratamento da sucata na escala da China e do Japão, assim como em outros países.

Quando o professor estiver discutindo como alguns países tratam os diferentes tipos de sucata, é
interessante sugerir que os alunos pensem em como essas ações se materializam espacialmente.
Em outras palavras: enfatizar a reorganização do espaço a partir da maneira como cada país dá
tratamento à sucata.

É importante solicitar aos alunos um levantamento inicial sobre o que são as zonas econômicas
especiais da China. Essas anotações, coletadas individualmente, buscando identificar as razões e
características desses territórios, são questões importantíssimas a serem equacionadas. Para
subsidiar a pesquisa inicial, ver no anexo trecho selecionado do texto sobre o crescimento
econômico e a competitividade chinesa (http://www.ipea.gov.br/pub/bccj/bc073.htm).

Nesse sentido, destacamos algumas indagações como exemplos iniciais para o trabalho:

• Que tipos de indústrias ali estão territorializadas;


• Quem são os homens e mulheres que constituem a força de trabalho destes lugares;
• Quais minérios (liste dois ou três) são utilizados nestes territórios especiais;
• E fundamentalmente, como essas dinâmicas (industriais, populacionais e de
aproveitamento econômico de matérias primas) alteram as paisagens dos lugares.
.

Essas informações serão importantes para organizar a leitura geográfica de como a China trata a
sucata em seu território.
Esse material coletado operacionaliza o primeiro momento de reconhecimento das estratégias
adotadas pelos países, relacionadas à sucata.

O segundo momento deve ser a sistematização dessas informações.


Os alunos (em grupos de no máximo três componentes) devem organizar, por meio de um mapa, a
leitura espacial dos processos pesquisados no item anterior.
Esse mapeamento estimula o aluno a pensar em como utilizar a linguagem cartográfica, como, por
exemplo, pensar o uso de cores e legendamento. Busca desenvolver os raciocínios sobre os
significados das localizações da distribuição territorial das indústrias, do deslocamento da
população do campo para a cidade. Saber onde estão os minérios na China, assim como o papel
da proximidade territorial entre China e Japão.

Com essa análise regional em diferentes escalas (primeiro no território chinês, depois nas relações
entre China e Japão) o professor pode estimular a realização de outros tipos de investigações, por
exemplo:
Como é tratada questão da sucata no território brasileiro?
O Brasil tem legislação específica para tratar a sucata (produzida internamente e vinda de fora do
país)?
O Brasil tem projetos (oficiais) específicos de reciclagem de lixo eletrônico, plástico e etc.?
Com essa perspectiva, a proposição de pesquisa é:

• Identificação de como funciona a legislação sobre essa temática no território brasileiro


(http://www.meioambiente.gov.br/sitio/).
• Com pesquisa também em organismos internacionais, em especial na Organização das
Nações Unidas (http://www.onu-brasil.org.br/).
• Identificação de projetos oficiais relativos à reciclagem de lixo no país (no caso, os
exemplos podem ser locais, regionais e/ou nacionais).

O professor deve organizar a classe em grupos (de 4 a 5 alunos), e estes, em posse das
informações, irão ler e organizar seus resumos. Cada grupo deve ler para a classe o seu resumo e
assim os outros grupos podem complementar suas anotações.
Por último a classe deve elaborar um painel coletivo sobre:

• Como o Brasil e os organismos internacionais tratam essa delicada questão.


• Exemplos de projetos oficiais relacionados à reciclagem do lixo no país, estado ou
município.

Nessa atividade a diversificação de linguagens deve ser estimulada. Nesse sentido, os alunos
poderão utilizar cartazes, fotografias, mapas, desenhos, recortes de jornal, letras de música e etc.

Esse trabalho deve ser apresentado para a série e, posteriormente, exposto na escola em uma
reunião de pais.

™ RESUMO DA ATIVIDADE
A. Trabalhar os conceitos: Paisagem, Zonas econômicas especiais, Rural, Urbano, Território,
Mobilidade da população, Reciclagem, Sustentabilidade.

B. Investigação sobre as características industriais e a reorganização do território chinês.

C. Elaboração de mapa sobre a dimensão geográfica da industrialização chinesa.

D. Pesquisar a legislação no âmbito da utilização de sucata no Brasil, além de órgãos


internacionais, como a ONU.

E. Fazer um levantamento de como a sucata, em geral, é tratada aqui no Brasil e no município


onde se situa a escola.

F. Apresentar este levantamento em uma exposição para a série e para o restante da escola.

G. Apresentar este levantamento em uma reunião de pais.

™ COMO AVALIAR ESSE TRABALHO?


Esse trabalho pode ser avaliado em etapas.

1. Dentro do trabalho no pequeno grupo - sobre as características da reorganização do território


chinês - espera-se articulações, evidenciando como os processos relativos à industrialização,
mobilidade da população e aproveitamento de recursos naturais alteram as paisagens.

2. A construção do mapa deve evidenciar um legendamento capaz de ordenar o que se deseja


mostrar (aqui atentar para o uso de ícones, pontos, cores e representações de fluxos).

3. Avaliar os resumos sobre como funciona a legislação desta temática no território brasileiro, bem
como organismos internacionais, em especial a Organização das Nações Unidas, verificando a
identificação dos projetos oficiais relativos à reciclagem de lixo no país
4. Analisar a capacidade de sintetização nos painéis finais da classe.

™ EM QUAL ANO OU ANOS DO ENSINO MÉDIO SERIA MELHOR


APLICAR ESSE TRABALHO?

Esse trabalho pode ser aplicado no terceiro ano do Ensino Médio, pois articula uma série de
temáticas já desenvolvidas na Geografia das séries anteriores. Além disso, apresenta interfaces
possíveis de serem exploradas por outras matérias, como o caso da História (processo histórico da
China após Mao Tse Tung), Biologia/Química (a reciclagem de produtos como o plástico e minerais
pesados, a ideia de sustentabilidade) e Matemática (as grandezas recicladas na China são de que
ordem?).

™ PALAVRAS-CHAVE

- Zonas econômicas especiais;


- Reorganização do território chinês;
- Mobilidade da população chinesa;
- Comércio de sucata;
- Reciclagem;
- Sustentabilidade.

™ SUGESTÕES DE LEITURAS

• Jabour, Elias. “China: infraestrutura e crescimento econômico”. São


Paulo:Anita Garibaldi, 2008.
• Parag Khanna. “O segundo mundo – impérios e influência na nova ordem
global”. Editora Intrínseca. 2008.(Especialmente capítulo V, págs. 335-377.)

• Simielli, M.E. “Geoatlas”. Editora Ática.2008.