Vous êtes sur la page 1sur 23

Manual de Operação,

Configurações e Especificações

INT300
Gerenciador
Remoto de Energia

Versão 2.1a

www.albacore.com.br
Manual INT300

! Cuidados e Precauções
Devido às tensões e correntes envolvidas, a instalação e o uso do INT300 devem obedecer aos cuidados e
precauções descritos neste manual. O não cumprimento dessas especificações/orientações implica em perda imediata da
garantia do produto e podem ocasionar danos ao equipamento, riscos de superaquecimento, curtos-circuitos e choque
elétrico.

• Nunca exceda as potências e tensões máximas recomendadas (veja itens 4 e 7).


• Jamais retire a tampa do equipamento.
• Não exponha o produto a ambientes que contenham poeira ou umidade em excesso.
• Não utilize, instale ou manipule o INT300 próximo à água ou a dispositivos de aquecimento.
• Não conecte ou retire o cabo da entrada serial com o dispositivo ligado.
! • Evite executar conexões das tomadas de energia com o equipamento ligado.
• Se ocorrerem odores anormais ou fumaça, desligue o INT300 imediatamente da energia e
entre em contato com nosso suporte técnico.
• Recomendamos a instalação do INT300 em uma rede de energia compatível com as
especificações do produto e sob a proteção de disjuntores .

! Garantia e Suporte Técnico


O INT300 está garantido contra qualquer defeito de fabricação pelo prazo de um ano a contar da data da
compra do equipamento. Da mesma forma, o Software Aplicativo INT300 Console, que acompanha o produto, tem
suas características funcionais garantidas pelo mesmo prazo. Defeitos no equipamento, decorrentes de causas externas,
tais como surtos elétricos, descargas atmosféricas ou má utilização não serão cobertos pela garantia e implicará em seu
cancelamento total. A Albacore não se responsabilizada por eventuais prejuízos causados direta ou indiretamente por
defeitos que possam ocorrer com os equipamentos ligados ao INT300 ou às dependências onde está instalado.
Todas as conexões do INT300 devem ser feitas por meio de conectores e cabeamento adequados e executados por
um profissional capacitado. Qualquer indício de solda, alterações dos circuitos internos ou ligações fora das especificações
implicarão no cancelamento da garantia.
A responsabilidade da Albacore fica limitada apenas ao conserto (incluindo mão-de-obra e componentes eletrônicos
defeituosos) da unidade do INT300 que apresentar defeitos de fabricação, ou correções no aplicativo INT300 console,
caso este não realize suas funções conforme especificado. Despesas de transporte à sede da Albacore (ida e volta), bem
como seguro, serão de inteira responsabilidade do solicitante.
A Albacore oferece suporte técnico de instalação do produto durante 90 (noventa) dias a partir da data de
aquisição. Este suporte visa apenas sanar eventuais dúvidas pontuais sobre a operação do equipamento e do aplicativo
INT300 Console. Serão recusados suportes que extrapolem o conceito de dirimir dúvidas pontuais e específicas.
Encaminhe suas dúvida quanto a instalação ou operação desse equipamento através do e-mail
suporte@albacore.com.br .

! Licença de Uso do Software Aplicativo INT300 Console


O programa de computador aplicativo INT300 Console é propriedade intelectual da Albacore,
protegida pela legislação vigente . O usuário poderá instalá-lo em seus computadores para uso exclusivo com o
equipamento INT300. O uso com outros equipamentos deverá ser objeto de autorização por escrito da
Albacore.
Fica vedado ao usuário a descompilação do programa e seus componentes ou qualquer uso de
engenharia reversa para a obtenção do código fonte.
O uso indevido do programa e seus componentes ou qualquer violação do direito de propriedade
implica na finalização da cessão de uso deste software, estando o infrator sujeito a responder por estes atos.

Versão 2.1a - 2
Manual INT300

Índice

Cuidados e Precauções 2
Garantia e Suporte Técnico 2
Licença de Uso do Software Aplicativo INT300 Console 2

1) Apresentação 4

2) Exemplos de aplicação 5
a) Conexão serial direta 5
b) Conexão via Terminal Server
(utilizando virtualizador de portas COM “Realport” ou socket TCP/IP) 5
c) Conexão via Modem/Celular Modem 6
d) Ligação de equipamentos elétricos diversos 6

3) Indicadores e conexões 7
3.1) LEDs 7
3.2) Conectores 7
Painel Frontal 7
Painel Traseiro 8

4) Acionamento de cargas – Considerações e Limites Máximos 8

5) Instalação do equipamento 10

6) Operação 11
6.1) Aplicativo INT300 Console 11
6.1.1) Instalando o INT300 Console 11
6.1.2) Configurando o INT300 Console 12
6.1.3) Criando uma nova conexão 12
6.1.4) Configurando uma conexão “serial” 13
6.1.5) Configurando uma conexão ‘TCP / IP’ (Ethernet) 14
6.1.6) Configurando uma conexão utilizando Modems 14
6.1.7) Alterando uma configuração 16
6.1.8) Removendo uma conexão ole 16
6.1.9) Ajustando o comportamento da aplicação 16
6.1.10) Operação 18

7) Especificações 20
7.1) Características e Funcionalidades 20
7.2) Interface Serial RS232 20
7.3) Conexões de Energia 21
7.4) Ambiente de Operação 21
7.5) Dimensões 21

Anexo 1 – Envio de comandos diretamente pela serial 22

Anexo 2 – Esquemas de ligação do cabeamento serial incluso 23

A Albacore reserva-se o direito de alterar os dados contidos neste manual sem prévio aviso.
Todas as marcas e nomes citados neste manual pertencem aos seus respectivos proprietários.

Versão 2.1a - 3
Manual INT300

1 Apresentação

A instalação de equipamentos em locais em que a presença de operadores não seja constante passou a
ser muito corriqueira nos dias atuais. É comum também que equipamentos como roteadores, computadores,
access points, entre outros, “travem” e que um reset físico seja necessário. A régua de energia INT300 foi
especialmente desenvolvida para executar um ”reset remoto” nestes equipamentos, evitando assim
deslocamentos desnecessários de técnicos aos locais de instalação. Dessa forma, haverá uma diminuição
significativa dos custos de manutenção de sistemas e sites e,
em muitos casos, haverá também um aumento na segurança
das pessoas, sobretudo em situações em que deslocamentos a
locais perigosos ou ermos puderem ser evitados.

O gerenciador remoto de energia INT300 atua como


uma régua de energia que permite ligar e/ou desligar
INT300 - Frente
remotamente equipamentos de informática como
computadores, servidores, roteadores, HUBs, switch, access
point, entre outros. Também permite ligar/desligar PABX,
equipamentos de monitoração e segurança, eletrodomésticos,
lâmpadas e motores de pequeno porte. Para cargas de alta
corrente, poderá ser utilizado contatores de potência
externos. A função “Pulsar”, permite a execução do
reboot/reset de equipamentos.
INT300 - Verso

Cada uma de suas 3 tomadas é comutada de modo a


fornecer a mesma tensão aplicada à entrada. Todo o circuito
de comando interno é alimentado por fonte chaveada de alto desempenho, o que permite sua utilização com
tensões que podem variar de 127 VCA a 230 VCA. Aplicações especiais, que utilizam tensões de 125 VCC,
também podem ser fazer uso desse equipamento.

O acesso ao equipamento é realizado por meio de uma porta serial. Através de comandos, controlam-se
as tomadas de energia. O equipamento é fornecido com um eficiente software aplicativo (INT300 Console) de
fácil e seguro manejo. Pode-se ainda interagir com o INT300 através de aplicações desenvolvidas pelo usuário
ou através de integração às aplicações existentes.

Os comandos podem ser enviados diretamente à sua porta serial RS232 (física ou virtualizada) ou ainda
via TCP/IP (utilizando-se um Terminal Server com Socket RAW). Um Modem (ou Modem Celular) também
poderá ser utilizado para transmitir comandos ao INT300.

Versão 2.1a - 4
Manual INT300

2 Exemplos de aplicação

A) Conexão serial direta

B) Conexão via Terminal Server (Serial Converter)


(utilizando virtualizador de portas COM “Realport” ou socket TCP/IP)

Versão 2.1a - 5
Manual INT300

C) Conexão via Modem/Celular Modem

D) Ligação de equipamentos elétricos diversos

Versão 2.1a - 6
Manual INT300

3 Indicadores e conexões

Painel Traseiro

Painel Frontal

3.1) LEDs

O INT300 possui 4 LEDS em seu painel frontal :

• Led Vermelho: Além de indicar que o equipamento está ligado, permite verificar
a atividade na interface serial. Quando há atividade, o LED pisca.

• Led Verde 1: Indica o estado da saída 1.


• Led Verde 2: Indica o estado da saída 2.
• Led Verde 3: Indica o estado da saída 3.

3.2) CONECTORES

Devido às tensões e correntes envolvidas, recomendamos a leitura da página 02 “Cuidados e

! Precauções” e da página 08 “Acionamento de cargas – Considerações e Limites Máximos”


antes de conectar ou ligar este equipamento.

Painel Frontal
- Porta Serial - Conector DB9F.
Interface Serial RS232. Velocidade de 9600 bps, 8 bits de dados, sem paridade, 1 bit por parada, sem controle
de fluxo (8-N-1). Os parâmetros da serial são fixos.

Acompanham cabos para conexão do INT300 em porta serial (INT960) e para conexão com modems
(INT961).

Versão 2.1a - 7
Manual INT300

Painel Traseiro
- INPUT
Tomada macho padrão IEC (Fase/Neutro/Terra em 110V, Fase/Fase/Terra em 220V).
Acompanha cabo de conexão.
Entrada de energia: 110V/127 VCA ou 220/230 VAC.
Corrente Máxima de entrada 10 Amperes.
Obs : O INT300 também é compatível com 125 VCC, utilizado em subestações de energia, por exemplo.

- FUSE (FUSÍVEL)
Utilizar apenas fusíveis de 10A.

- OUTPUTs 1 , 2 e 3
Tomada fêmea NEMA 5-15P (Fase/Neutro/Terra em 110V, Fase/Fase/Terra em 220V).
Saídas de energia (de acordo com a entrada): 110V/127 VAC, 220/230 VAC ou ainda 125 VCC.
Veja detalhes de potência máxima de saída no item 4 abaixo.

4 Acionamento de cargas – Considerações e Limites Máximos

O INT300 foi desenvolvido com o objetivo principal de provocar operações de DESLIGA/LIGA em


equipamentos de informática que necessitem de reinicialização remota. O “reset remoto” realizado em um
equipamento que tenha “travado” pode representar uma expressiva economia a uma empresa, uma vez que
dispensará o envio de um técnico ao local.

Cada uma das saídas do INT300 é comandada por um relé que abrirá o circuito quando acionado. Ou
seja, quando uma saída estiver ativada ou “viva”, fornecendo tensão ao equipamento, o relé estará em repouso
(relé do tipo “normalmente fechado”). Quando a saída for transferida ao estado aberto, ou seja sem tensão de
saída, o relé será acionado, interrompendo o circuito. Quando se solicita um “reset”, a saída passa do estado
ativo para o estado aberto momentaneamente e retorna ao estado ativo. Neste processo, o relé interno sai do
estado de repouso, é acionado (alimentado) e retorna ao repouso.

A primeira consideração a ser realizada na utilização do INT300 consiste na avaliação da(s) carga(s) a
ser(em) comutada(s):

A corrente total das cargas não pode exceder a corrente total da régua: 10 A.

Versão 2.1a - 8
Manual INT300

O INT300 foi projetado para trabalhar com até 3 tomadas elétricas ligadas ao mesmo tempo, desde
que a soma das potências das tomadas não exceda a potência máxima do conjunto, nem exceda a potência
máxima por tomada.

Entrada Saídas

110 / 127 VCA


110 / 127 VCA Potência Máxima Total (3 tomadas) – 1100 W (10A)
Potência máxima por tomada – 1100W
220 / 230 VCA
220 / 230 VCA Potência Máxima Total (3 tomadas) – 2200 W (10A)
Potência máxima por tomada – 1400W

Entrada Saídas
125 VCC
125 VCC Potência Máxima Total (3 tomadas) – 1250 W (10A)
Potência máxima por tomada – 1100W

Tomando como exemplo a rede elétrica de 110 VCA, a potência máxima total permitida para 3 tomadas
é de 1100W. Se ligarmos na tomada um computador cujo consumo é 400W, restará para as outras duas
tomadas apenas 700W (1100-400). Se acrescentarmos agora, na tomada 2, um computador que consome
500W, restará apenas 200W (700-500) para a tomada 3.

Outro exemplo, ainda na rede de 110 VCA: Se ligarmos um equipamento que consome 1000W (um
servidor por exemplo) em uma das tomadas, restará apenas 100W para as outras duas. Caso o equipamento a
ser ligado em outra tomada exceda o consumo de 100W, não poderá ser ligado.

Exemplo para a rede de 220V: poderemos ligar, por exemplo, dois equipamentos – um em cada
tomada - que consumam 1000W cada um (dois servidores por exemplo). Caso tenhamos um equipamento que
consuma 1500W, não poderemos ligá-lo a régua, pois a potência máxima por tomada é de 1400W, apesar da
potência total de 2200W não ter sido alcançada.

Qualquer tipo de carga poderá ser ligada à régua, desde que os limites estipulados não sejam
ultrapassados.

Cuidado deve ser tomado com cargas que produzam


picos elevados de correntes ao serem ligadas, como por exemplo motores:
o fusível pode não suportar o pico inicial, mesmo que a carga esteja dentro do limite de operação em regime
normal. No caso de motores, recomenda-se que apenas um motor de até 1/4HP seja conectado à régua.

Versão 2.1a - 9
Manual INT300

Dicas :
1) Caso ligue computadores à régua, não ligue os monitores. Um monitor do tipo CRT pode consumir até
300W.
2) Ligar equipamentos à rede elétrica de 220V permitirá a conexão de equipamentos de maior potência,
uma vez que a limitante é a corrente.

• Nunca exceda as potências e tensões máximas recomendadas.


• A ligação de motores diretamente nas tomadas do INT300 está limitada à potência máxima

! de ¼ de HP.
• O não cumprimento dessas especificações/orientações implica em perda imediata da
garantia do produto e pode ocasionar danos ao equipamento e riscos de superaquecimento,
curtos-circuitos e choque elétrico.

5 Instalação do equipamento

O INT300 pode ser instalado na posição horizontal (em cima de uma mesa ou rack) ou ainda na
posição vertical (afixado em uma parede ou divisória).

Devido às tensões e correntes envolvidas, recomendamos a leitura do item “Cuidados e

! Precauções” (página 2) e do item 4 “Acionamento de cargas – Considerações e Limites


Máximos” (página 8) antes de conectar ou ligar este equipamento.

Para instalar o INT300 na posição vertical, utilize as duas abas de fixação e os dois parafusos
adicionais inclusos com o equipamento. Proceda da seguinte forma:
A) Com uma chave de fenda ponta Philips, retire os dois parafusos de fixação da tampa do gabinete do
INT300, conforme a figura abaixo.

Versão 2.1a - 10
Manual INT300

B) Com uma chave de fenda ponta Philips, parafuse as duas abas de fixação às laterais do
equipamento, utilizando dois parafusos em cada aba.

C) O equipamento está pronto para ser instalado pelas abas,


na posição vertical.

Atenção:
Utilize parafusos, porcas e/ou buchas adequadas
ao tipo de superfície e ao peso do INT300.

6 Operação

O INT300 pode ser operado a partir do software aplicativo INT300 Console, que acompanha o
produto. No Anexo 2 (página 23), veja detalhes sobre como operar o INT300 através de comandos enviados
diretamente através de sua porta serial.

6.1) Aplicativo INT300 Console


O aplicativo INT300 Console permite interagir com o INT300. Suas principais funcionalidades são:
• Obter estado atual das saídas (individual ou todas)
• Ligar/Desligar as saídas (individual ou todas)
• Pulsar (individual ou todas)

6.1.1) Instalando o INT300 Console


Pré-requisitos:
• PC com Sistema Operacional Windows® 98 (segunda edição), Me, 2000, XP, 2003 ou Vista;
• 50 Mb de espaço em disco;
* Memória RAM (suficiente para executar o java runtime environment (JRE) versão 1.5)
** O INT300 Console possui uma JRE embutida.

Versão 2.1a - 11
Manual INT300

Instalação:
Insira o CD que acompanha o produto e execute o arquivo Setup.exe. O instalador é intuitivo e vai
guiá-lo durante o processo de instalação.

6.1.2) Configurando o INT300 Console


O primeiro passo a ser realizado logo após a instalação do INT300 Console é configurá-lo. O
formulário de configuração poderá ser acessado utilizando a opção: Configurar->Parâmetros do menu principal.

Figura 1
Conforme podemos observar na Figura 1, o formulário de configuração possui duas sessões :
• Conexões: Permite Adicionar, Alterar ou Remover conexões que serão associadas ao INT300.
Podemos configurar três tipos de conexões: ETHERNET (TCP/IP), SERIAL ou MODEM. Esses tópicos
serão detalhados mais adiante.
• Preferências: Permite alterar os parâmetros que controlam o comportamento da aplicação: tempos
(time out para envio de comando, duração do pulso), confirmação de envio de comando, autenticação
e log.

6.1.3) Criando uma nova conexão


Após pressionar o botão ‘Adicionar’ na sessão de ‘Conexões’, será exibido um formulário (Figura 2). As
seguintes informações serão solicitadas:

Versão 2.1a - 12
Manual INT300

• Descrição do equipamento: Essa informação será útil para identificar a localização física do
equipamento e eventualmente o propósito do mesmo. Ex: Régua do CPD – equipamentos missão
crítica.
• Tipo de Conexão : A conexão poderá ser efetuada utilizando as portas SERIAIS do PC (físicas ou
virtualizadas), via ETHERNET (TCP/IP) utilizando um Terminal Server conectado ao INT300 ou
utilizando um par de MODENS (veja diagramas de aplicação nas páginas 05 e 06). Todas as portas
seriais do PC serão mapeadas e estarão disponíveis nas caixas de seleção que estão associadas às
opções ‘Serial’ e ‘Modem’.

Figura 2

6.1.4) Configurando uma conexão “serial”


Para configurar uma conexão serial (figura 3), selecione a opção ‘Serial’ e escolha na caixa de seleção a
porta COM correspondente.

Figura 3

Versão 2.1a - 13
Manual INT300

6.1.5) Configurando uma conexão ‘TCP / IP’ (Ethernet)


Para configurar uma conexão TCP/IP (Ethernet) (figura 4), selecione a opção ‘TCP/IP’ e informe nos
campos correspondentes o endereço IP do Terminal Server que está conectado ao INT300 e a porta TCP.
Lembrando que a configuração do número da porta TCP é efetuada no Terminal Server e o tipo de conexão
deverá ser ‘Socket Raw’.

Figura 4

6.1.6) Configurando uma conexão utilizando Modems


Para configurar esse tipo de conexão (Figura 5), será necessário utilizar um par de modems e uma linha
telefônica. Um modem deverá estar presente no PC que está rodando o INT300 Console (poderá ser um
modem externo ou interno). O outro modem deverá ser um modem externo (ou celular com modem acoplado)
e será conectado diretamente à porta serial do INT300. O modem externo conectado ao INT300 deverá ser
configurado para atendimento automático, o DCD deverá estar habilitado e a velocidade máxima fixada em
9600 bps (veja o manual de instalação e configuração do seu modem para efetuar esses ajustes).
Nota: Para modems do tipo externo, a ser acoplado à portal do INT300, utilize o cabo serial cruzado que
acompanha o produto INT961 (veja detalhes na página 22).

Descrição do parâmetros :
• Caixa de seleção da COM : Escolha a COM que está associada ao dispositivo MODEM (interno ou
externo) conectado ao PC que está rodando o INT300 Console.
• Prefixo Discagem : Informe o prefixo de discagem do modem. A maioria dos modems aceitam o prefixo
ATDT. Alguns modems do tipo celular aceitam somente o prefixo ATD. OBS: Caso o modem não inicie
a discagem adicione um ‘espaço em branco’ logo após o prefixo de discagem.
• Aguardar tom de discagem : Habilite essa opção caso você esteja utilizando uma linha telefônica
convencional ou deixe desabilitada caso você esteja utilizando um ramal (PABX). Se essa opção estiver
habilitada o modem aguardará pelo tom antes de efetuar a discagem.
• Discar ___ para obter linha : Se você estiver utilizando um ramal do PABX, informe nesse campo o
número que você utiliza para obter uma linha externa. Exemplo: 0, (nesse caso será discado o zero e a
virgula indica uma pequena pausa antes de enviar o número a ser discado para o modem).
• Telefone : Informe nesse campo o número a ser discado. No exemplo da figura 5 estamos efetuando
a discagem para um ramal. Informe apenas números.
• String conexão : Informe nesse campo a string de conexão que o modem que está conectado ao PC
(INT300 Console) retorna logo após o estabelecimento da conexão com o modem externo que está
conectado ao INT300. Observação : a maioria dos modens retorna a string CONNECT.

Versão 2.1a - 14
Manual INT300

• Timeout conexão : Informe nesse campo quantos segundos o INT300 Console aguardará pela
conexão dos modens após o envio do número a ser chamado.

Figura 5

Na guia ‘Saídas’ (Figura 6) temos:

Figura 6

Saída 1
Descrição : Descreva o equipamento que está sendo alimentado pela saída 1. Exemplo: Roteador
CISCO.
Duração do Pulso: Tempo (em segundos) em que estado da saída 1 permanecerá invertido. Por
exemplo, se o estado da saída1 estiver ligado e for acionado o comando pulsar a saída permanecerá
desligada por 5 segundos e após esse tempo retornará para o estado original (ligado) durante o ciclo do
comando pulso, simulando um reboot/reset.

Versão 2.1a - 15
Manual INT300

Saída 2
Descrição : Descreva o equipamento que está sendo alimentado pela saída 2. Exemplo: Servidor Web.
Duração do Pulso : Tempo (em segundos) em que estado da saída 2 permanecerá invertido. Por
exemplo, se o estado da saída2 estiver ligado e for acionado o comando pulsar, a saída permanecerá
desligada por 10 segundos e, após esse tempo, retornará para o estado original (ligado) durante o ciclo
do comando pulso, simulando um reboot/reset.

Saída 3
Descrição: Descreva o equipamento que está sendo alimentado pela saída 3. Exemplo: Servidor Oracle.
Duração do Pulso: Tempo (em segundos) em que estado da saída 3 permanecerá invertido. Por
exemplo, se o estado da saída3 estiver ligado e for acionado o comando pulsar, a saída permanecerá
desligada por 15 segundos e, após esse tempo, retornará para o estado original (ligado) durante o ciclo
do comando pulso, simulando um reboot/reset.

6.1.7) Alterando uma configuração


Selecione uma conexão previamente criada (Figura 1) e pressione o botão ‘Alterar’. Para ajuda sobre
como preencher os campos verifique o tópico “Criando uma nova conexão”.

6.1.8) Removendo uma conexão


Selecione uma conexão previamente criada (Figura 1) e pressione o botão ‘Remover’.

6.1.9) Ajustando o comportamento da aplicação


Na sessão de
‘Preferências’ podemos
ajustar alguns parâ-
metros que controlam o
comportamento da
aplicação (Figura 7).

Figura 7

Versão 2.1a - 16
Manual INT300

Descrição dos parâmetros :

• Timeout: Tempo de espera pela resposta para cada comando enviado ao dispositivo INT300 em
segundos.

• Confirma comandos?: Caso essa opção seja habilitada será solicitada ao usuário a confirmação para
envio de cada comando.

• Tempo para verificação estado: Caso esse parâmetro seja alterado para um valor maior que zero,
será efetuada uma solicitação do estado de todas as portas no tempo especificado em segundos (auto
refresh).

• Tempo do Pulso Padrão: Informe nesse campo o tempo do ciclo do pulso em segundos. As
configurações das saídas utilizarão esse tempo como referência (figura 6).

• Controle de acesso?: Caso essa opção seja habilitada, será solicitada autenticação para utilização do
INT300 Console. Ao habilitar essa opção informe a senha e a confirmação da mesma.

• Log
o Status - Quando Ativado habilita o log.
o Nível - É possível escolher qual o tipo de evento será capturado :
 Erros: Serão capturados somente eventos de erros (ERROR).
 Avisos: Serão capturados eventos de avisos (WARN) e erros (ERROR).
 Informações: Serão capturados eventos de informações (INFO), avisos (WARN) e erros
(ERROR).
 Depuração: Serão capturados eventos de depuração (DEBUG), informações (INFO),
avisos (WARN) e erros (ERROR).
Observação: O arquivo de log (int300.log) encontra-se no diretório de instalação da
aplicação.

• Botão Aplicar: Não se esqueça de pressionar o botão ‘Aplicar’ para que as informações sejam
gravadas.

Versão 2.1a - 17
Manual INT300

6.1.10) Operação
Para conectar-se a um dispositivo INT300, cuja conexão já foi previamente configurada, utilize a caixa
de seleção ‘Dispositivo’ (Figura 8).

Figura 8

Após efetuar a seleção, a conexão com o dispositivo INT300 será estabelecida, de acordo com o meio
previamente escolhido (SERIAL, ETHERNET ou MODEM). O estado de todas saídas será obtido e os painéis
correspondentes às saídas serão atualizados (Figura 9).

Versão 2.1a - 18
Manual INT300

Figura 9

Painel de comandos
O INT300 Console disponibiliza um painel de comandos (parte superior) onde é possível interagir com todas as
saídas. Descrição das funcionalidades :
• Desligar Todas: Todas as saídas serão desligadas.
• Ligar Todas: Todas as saídas serão ligadas.
• Estado: Obter o estado (LIGADO/DESLIGADO) de todas as saídas.
• Desconectar: Desconecta o equipamento (INT300) previamente selecionado e permite selecionar
outro.

Comandos específicos para uma determinada saída


O INT300 Console possui um painel de visualização para cada saída. É possível interagir com cada uma
delas. Os comandos disponíveis são os seguintes :
• Ligar: Liga a saída
• Desligar: Desliga a saída
• Estado: Obtêm estado atual da saída (LIGADO/DESLIGADO)
• Pulsar: Permite inverter o estado da saída e em seguida retornar para o estado anterior. É possível
simular um ‘reboot/reset’, caso o estado atual da saída seja LIGADO. O tempo em que o estado da

Versão 2.1a - 19
Manual INT300

saída permanecerá invertido deverá ser especificado no parâmetro ‘Duração do Pulso’ nas
configurações da conexão (Figura 6).

Efetuando Reset remoto do equipamento (INT300)


Utilize a opção do menu Utilitários -> Reset para efetuar a reinicialização do INT300. Após a
reinicialização, TODAS as saídas retornam com o estado de LIGADO. O sistema, por segurança, pedirá
confirmação antes de sua execução.

7 Especificações

7.1) Características e Funcionalidades


• Possui interface amigável e de fácil operação;

• Permite configurar múltiplos Gerenciadores Remotos de Energia (INT300);

• Permite conexão aos Gerenciadores Remotos de Energia (INT300) através de interface SERIAL (física ou

virtualizada), TCP/IP (utilizando Terminal Server com Socket RAW), Modem;


• Permite configurar a duração de cada ciclo de pulso (Reboot/Reset);

• Permite interagir (ligar/desligar/obter estado/pulsar) com as saídas individualmente ou todas;

• Permite habilitar controle de acesso ao aplicativo;

• Possui LOG, permitindo escolher quatro níveis de eventos: depuração, informação, avisos e erros;

• Permite solicitar confirmação para o envio de cada comando, essa opção é configurável;

• Compatível com Microsoft Windows® 98SE, 2000, Me, Xp e Vista


• Inclui os seguintes cabos seriais:
- INT960 - Cabo Console: utilizado para ligar um PC na porta serial do INT300.
- INT961 - Cabo Modem: utilizado para ligar um modem na porta serial do INT300 e permitir acesso
remoto.

7.2) Interface Serial RS232


• Visualização do funcionamento através de LEDs;
• Interface serial com velocidade de 9600 bps;
• Conector DB9 Fêmea (DTE).

Versão 2.1a - 20
Manual INT300

7.3) Conexões de Energia

Entrada Saídas

110 / 127 VCA


110 / 127 VCA Potência Máxima Total (3 tomadas) – 1100 W (10A)
Potência máxima por tomada – 1100W
220 / 230 VCA
220 / 230 VCA Potência Máxima Total (3 tomadas) – 2200 W (10A)
Potência máxima por tomada – 1400W

Entrada Saídas

125 VCC
125 VCC Potência Máxima Total (3 tomadas) – 1250 W (10A)
Potência máxima por tomada – 1100W

7.4) Ambiente de Operação


• Temperatura ambiente: 0ºC a 60ºC;
• Umidade relativa do ar: 5% a 85% (sem condensação).

7.5) Dimensões e Peso


• Altura: 4,5 cm; Profundidade: 12,7 cm; Largura: 18,2 cm.
• Peso: 700 g.

Versão 2.1a - 21
Manual INT300

Anexo 1 - Esquemas de ligação do cabeamento serial incluso

INT960
Utilizado para interligar o INT300 com PCs ou Terminal Servers.

Comprimento: 60 cm
Tipo de Cabo: manga, 3 fios, 28 awg, blindado.

Ligar no INT300 Ligar no PC

INT961
Utilizado para interligar o INT300 com Modem.

Comprimento: 60 cm
Tipo de Cabo: manga, 3 fios, 28 awg, blindado.

Ligar no INT300 Ligar no Modem

Versão 2.1a - 22
Manual INT300

Anexo 2 - Envio de comando diretamente pela porta serial

O INT300 aceita comandos enviados diretamente à sua entrada serial, sem a utilização do software
INT300 Console. A estrutura simples de comandos permite que o usuário desenvolva sua própria aplicação ou
ainda insira estes comandos dentro de aplicações já existentes, levando parte ou todas as funcionalidades do
INT300 para dentro de sua própria aplicação.

Relação de comandos do INT300 e seus respectivos retornos (resposta):


COMANDO DESCRIÇÃO RESPOSTA
C00 Desliga todas as saídas R00
C01 Liga todas as saídas R01

C10 Desliga a saída 1 R10


C11 Liga a saída 1 R11
C12 Consulta o estado da saída 1 R12

C20 Desliga a saída 2 R20


C21 Liga a saída 2 R21
C22 Consulta o estado da saída 2 R22

C30 Desliga a saída 3 R30


C31 Liga a saída 3 R31
C32 Consulta o estado da saída 3 R32

C97 Consulta a versão do software Versão


C99 MASTER RESET R99/PWR
- Ao ligar energia PWR

Para efetuar a conexão com a porta serial do INT300, utilize as seguintes configurações:

Versão 2.1a - 23