Vous êtes sur la page 1sur 10

Ministério Público Federal

Procuradoria da República no Estado do Ceará


Comissão de Recrutamento e Seleção para Estágio

Prova de Seleção para Estágio na Área de Direito


2007
Instruções para a prova
01. Este Caderno de Provas, composto de 10 páginas numeradas de 1 a 10 (incluída esta
de rosto), consta de 50 (cinqüenta) questões objetivas;
02. Cada questão consta de 04 itens, dos quais apenas 01 responde corretamente ao
enunciado.
03. Verificar se o Caderno de Provas não contém erros de reprodução que comprometam a
perfeita leitura do mesmo.
04. O candidato disporá de 03 (três) horas para a realização da prova objetiva, incluindo-se aí o
tempo necessário ao preenchimento do Gabarito Definitivo.
05. Durante a prova, o candidato não poderá levantar-se, nem se comunicar com os outros
candidatos.
06. A correção das provas será feita unicamente através do Gabarito Definitivo, que segue
anexo a este Caderno de Provas.
07. Para o preenchimento do Gabarito Definitivo, o candidato deverá transcrever a letra
correspondente ao item julgado como resposta correta para cada questão.
08. Preencha o Gabarito Definitivo somente com caneta, valendo-se de letra de forma, como
segue abaixo:

Questão Item Questão Item Questão Item Questão Item Questão Item
1 A 11 B 21 C 31 D 41 A
2 A 12 B 22 C 32 D 42 A
.......................................................................................................
09. Eventuais rasuras no Gabarito definitivo implicarão na sumária anulação da questão.
10. Não haverá reposição de Gabarito Definitivo rasurado.
11. Identifique e assine seu Gabarito Definitivo nos espaços pré-determinados.
12. É permitido ao candidato transcrever as suas respostas no gabarito rascunho.
13. O caderno de provas ficará retido, não havendo, em hipótese alguma, posterior devolução
ao candidato.
__________________________________
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

semente...” (linhas 18 e 19), é correto


LÍNGUA PORTUGUESA afirmar que:

TEXTO 1 (QUESTÕES DE 1 A 5) a) A concordância verbal operou-se com


“modificações genéticas” e “tipo de
01 A controvérsia sobre os semente...”, respectivamente.
02 transgênicos não é uma excentricidade b) Em ambos os trechos, o verbo grifado deveria,
03 brasileira, mas um assunto que eletriza o obrigatoriamente, estar flexionado no plural,
04 mundo. Na verdade, irrompeu assim que as concordando com o sujeito expresso em
05 colheitas geneticamente modificadas percentual.
06 chegaram ao mercado dos anos 90. Os c) Quando o sujeito expresso por número
07 primeiros protestos foram dos ambientalistas percentual vem seguido de adjunto no
08 europeus e dos grupos de defesa dos singular, a concordância verbal pode com este
09 consumidores. Na Europa, que restringe a se operar.
10 importação e a venda desses grãos, há d) Sendo o sujeito expresso por número
11 boicotes organizados contra os produtos em percentual, o verbo só concordará com ele se
12 supermercados e protestos em praça pública. estiver anteposto.
13 No Brasil, por decisão judicial, só podem ser
14 plantados em lavouras experimentais. O 4. O prefixo “super”, que entra na formação
15 panorama é inteiramente diferente nos da palavra “supermercados” (linha 12), tem
16 Estados Unidos. Lá, 60% de todos os o mesmo valor semântico de “supra”.
17 alimentos processados apresentam Estão corretamente grafadas as palavras
18 modificações genéticas. Na Argentina, 90% da da opção:
19 soja origina-se desse tipo de semente, a área
20 plantada saltou de 36.000 hectares para 6,9 a) supra-citado, superelegante, supra-sensível.
21 milhões de hectares nos últimos quatro anos. b) super-realidade, super-estrutura, super-
22 Com alta produtividade e mais resistentes a homem.
23 herbicidas, a soja permitiu a nossos vizinhos c) super-lotação, super-homem, supra-renal.
24 uma economia de mais de 200 milhões de d) supra-orbital, supra-solar, superexcitação.
25 dólares em 2000. Um sinal claro de que, pelo
26 menos do ponto de vista econômico, os 5. Trocando-se a palavra “herbicidas” (linha
27 transgênicos são um sucesso. 23) por estiagens, o a que a antecede :

a) deve receber acento indicativo de crase.


b) teria obrigatoriamente que se fundir com o
(Folha de São Paulo, 28/09/2002.) artigo a, flexionar-se no plural e receber o
acento indicativo de crase.
1. Infere-se do texto que: c) continua simples preposição, portanto não
deve receber acento indicativo de crase.
a) A aceitação aos transgênicos é diretamente d) receberá acento indicativo de crase
proporcional ao nível de desenvolvimento do facultativamente.
país.
b) A complexidade de que se reveste o assunto TEXTO 2 (QUESTÕES DE 6 A 8)
transgênicos tira dos países subdesenvolvidos
a possibilidade de redenção econômica. A etimologia
c) A ciência já se posicionou em relação aos
transgênicos. 01 A observação da origem das
d) A liberação para o consumo dos transgênicos 02 palavras caracteriza o que normalmente se
deve contemplar a vontade do povo. 03 denomina etimologia. Para muitas pessoas,
04 esse estudo é de particular interesse,
2. Substituem, no texto, “excentricidade” 05 justamente pela possibilidade de revelar
(linha 02) e “eletriza” (linha 03), 06 relações e conexões históricas insuspeitas e,
respectivamente: 07 eventualmente, esclarecedoras. O próprio
08 nome etimologia revela, etimologicamente,
a) Extravagância, entusiasma. 09 essa maneira de encarar a questão. O termo
b) Peculiaridade, enobrece. 10 étimo prende-se, em grego, à idéia de
c) Casualidade, motiva. 11 “verdade”, sugerindo que o sentido original de
d) Polêmica, domina. 12 um vocábulo é, de certo modo, o seu sentido
13 “verdadeiro”.
3. Considerando os trechos “...60% de todos 14 A etimologia, de fato, nos permite
os elementos processados apresentam 15 o acesso a um sem-número de dados
modificações genéticas (linhas 17 e 18) e 16 interessantes sobre o idioma que falamos. Por
“... 90% da soja origina-se desse tipo de 17 exemplo, ser, em latim é esse (daí que
18 falamos da essência de alguma coisa) Mas
2/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

19 nem todas as formas do verbo português ser IV – Não assistia o professor o direito de
20 têm essa origem. Uma parte da conjugação reclamar.
21 desse verbo se origina de sedere, que significa Estão corretos os itens:
22 “sentar”. Ocorre que, em latim, esse verbo era a) I, II e III.
23 bastante freqüente. Não era empregado b) I, II e IV.
24 apenas no sentido próprio de repousar em um c) II, III e IV.
25 assento, mas também na acepção de d) I ,III e IV.
26 assentar. Por isso, encontramos essa raiz em
27 vocábulos ligados à moradia, como sítio,
28 residência e sedentarismo. O presidente DIREITO CONSTITUCIONAL
29 também é aquele que “senta diante de”
30 (literalmente, um pré-sentante). O local onde 9. A escolha do Procurador Geral da
31 uma firma se estabelece (onde ela se assenta) República ocorre:
32 constitui sua sede. Abreviado, esse vocábulo
33 indica a sede de uma região eclesiástica, a) Mediante escolha pelo Presidente da
34 como na expressão Catedral da Sé (sé<sede). República em lista tríplice, após escolha
35 É a raiz de assistir, literalmente sentar diante ocorrida em eleição democraticamente
36 de: uma sessão é uma “sentação” (daí o realizada entre os membros do Ministério
37 espanto de Maria da Glória Novak, professora Público.
38 de latim da USP, quando, em um cinema, lhe b) Em face da autonomia do Ministério
39 disseram que, para a próxima sessão, só Público, atualmente não poderá haver
40 haveria lugar “em pé”. A professora se viu qualquer interferência do Presidente da
41 obrigada a comentar que o oferecimento, além República no processo de escolha
42 de desconfortável, constituía um absurdo c) O Procurador-Geral da República é
43 etimológico...). apenas nomeado pelo Presidente da
República, dentre membros da carreira
( não obrigatoriamente do Ministério
Público Federal), após aprovação do seu
(Beazorti, Paulo. O indo-europeu em nome, por maioria absoluta do Senado
busca da língua-mãe. In: Revista Discutindo Federal.
Literatura, Ano I, nº 3, p. 14.) d) É requisito constitucional que se trate de
um membro do Ministério Público com
6. O espanto da professora Maria da Glória notável saber jurídico e reputação ilibada.
Novak sustenta-se no fato de que a palavra
“sessão” (linha 37) e a atitude “em 10. De conformidade com doutrina
pé”(linha 41) apresentam: consagradora da denominada
“inconstitucionalidade progressiva”, a
a) Uma contradição etimológica. proibição contida no art. 128, parágrafo 5º,
b) Um emprego indevido. inciso II, alínea “b”, da Constituição
c) Uma relação insuspeita. Federal, segundo a qual é vedado ao
d) Uma afirmação contundente. membro do Ministério Público “exercer a
advocacia”:
7. As aspas utilizadas nas palavras “verdade”
(linha 11) e “verdadeiro” (linha 13) têm por a) Não permite ao referido membro, em
finalidade, respectivamente: hipótese alguma, exercer a advocacia, por
se tratar de uma vedação constitucional, a
a) indicar um neologismo e assinalar uma ironia. qual deve receber peremptória
b) destacar um arcaísmo e valorizar o sentido interpretação literal e restritiva.
básico da palavra. b) Se autorizado expressamente pelo
c) enfatizar o sentido básico de uma palavra e Procurador Geral da República, poderá
assinalar um deslocamento semântico. exercê-la, em caso específico.
d) anular o valor semântico da palavra e conferir c) Somente permite-lhe o exercício da
ao vocábulo um sentido polissêmico. advocacia em determinadas
circunstâncias.
8. Considere a regência do verbo assistir d) A autorização a que se refere o item “b”,
(linha 36) nas orações abaixo: acima colocado, deve também ser
referendada pela Câmara Criminal do
I - Assistir em Fortaleza é marcar um encontro Ministério Público Federal.
diário com o sol.
II – O bom médico assiste o paciente, 11. São órgãos do Poder Judiciário:
pensando na vida e não na conta bancária.
III- O espetáculo a que assisti foi maravilhoso. a) Apenas o Supremo Tribunal Federal, o
Superior Tribunal de Justiça, os Tribunais
Regionais Federais e Juizes Federais, os
3/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

Tribunais e Juizes do Trabalho, os b)pode gerar pedido de inconstitucionalidade,


Tribunais e Juizes Eleitorais, os Tribunais baseado tão-somente no desatendimento de
e Juizes dos Estados e do Distrito Federal suas indicações.
e Territórios. c)o preâmbulo não faz parte compositiva da
b) O Tribunal de Contas da União, o Constituição Federal e, portanto, nada do que
Supremo Tribunal Federal, o Superior nele se contem faz-se obrigatório ao
Tribunal de Justiça, os Tribunais legislador.
Regionais Federais e Juizes Federais, os d)trata-se de um elemento constitucional
Tribunais e Juizes do Trabalho, os totalmente desnecessário, tanto é assim que
Tribunais e Juizes Eleitorais, os Tribunais existem Constituições não escritas, as quais,
e Juizes dos Estados e do Distrito Federal assim, não têm preâmbulo.
e Territórios.
c) O Tribunal de Contas da União, as Juntas 14. Em face da supremacia da Constituição
de Conciliação e Julgamento, o Supremo Federal:
Tribunal Federal, o Superior Tribunal de
Justiça, os Tribunais Regionais Federais e a) uma disposição de lei complementar
Juizes Federais, os Tribunais e Juizes do federal anterior à sua promulgação, que
Trabalho, os Tribunais e Juizes Eleitorais, seja com ela incompatível é passível de
os Tribunais e Juizes dos Estados e do argüição de inconstitucionalidade.
Distrito Federal e Territórios. b) de acordo com o item anterior (item “a”),
d) O Tribunal de Contas da União, as Juntas dita disposição não é passível de argüição
de Conciliação e Julgamento, os Juizes de de inconstitucionalidade.
Paz, o Supremo Tribunal Federal, o c) deverá ser submetida à argüição de
Superior Tribunal de Justiça, os Tribunais inconstitucionalidade através de Ação
Regionais Federais e Juizes Federais, Direta de Inconstitucionalidade, a ser
Tribunais e Juizes do Trabalho, os proposta perante o Supremo Tribunal
Tribunais e Juizes Eleitorais, os Tribunais Federal.
e Juizes dos Estados e do Distrito Federal d) será argüida sua inconstitucionalidade
e Territórios. através do controle difuso.

12. Sobre a inamovibilidade do Juiz: 15. Sobre o Congresso Nacional:

a) O Tribunal de Justiça não pode transferir o a) Detém competência especial para dispor
Juiz da Comarca, mas pode avocar dele o sobre o plano plurianual de investimentos.
processo, sem ferir a citada garantia. b)Dita competência é da Câmara dos
b) O Tribunal de Justiça não pode sequer Deputados e não do Congresso Nacional.
avocar o processo, sob pena de c)Dita competência é do Senado e não do
desatendimento ao princípio da Congresso Nacional.
inamovibilidade. d)Tal competência não é do Congresso
c) Ocorrendo crime hediondo, com grave e Nacional, nem do Senado Federal ou da
profunda comoção pública nacional, no Câmara dos Deputados, mas sim, do
qual o Juiz se queda inerte, sem decretar Presidente da República.
a custódia preventiva, requerida pelo
Promotor de Justiça da Comarca, o
processo pode ser avocado pelo Tribunal DIREITO PENAL
de Justiça, para análise e adoção das
providências cabíveis. 16. Mark, de origem holandesa, foi flagrado
d) Se o Juiz, na hipótese do item anterior vendendo substâncias entorpecentes no
(item “c”), se sentir inseguro, pode e deve interior de um Navio privado, de bandeira
remeter os autos ao Tribunal de Justiça, australiana no qual trabalhava, quando se
para o exercício da jurisdição pela achava ancorado no Porto do Mucuripe, em
Segunda Instância, que é colegiada e Fortaleza. Qual das medidas abaixo poderia ser
mais segura (desaforamento). aplicada ao caso, segundo a legislação
brasileira?
13. Não sendo o preâmbulo da Constituição a) nenhuma medida poderia ser aplicada ao
Federal, um dispositivo técnico-formal do estrangeiro, tendo em vista que o fato aconteceu
corpo desta, mas apenas uma tomada de dentro de uma embarcação de propriedade
posição programático-ideológica do privada, de bandeira alienígena.
legislador constituinte, pode-se dizer que: b) o preso seria entregue ao Comandante da
embarcação, que é a autoridade competente para
a)não pode gerar pedido de apurar e punir qualquer infração praticada no
inconstitucionalidade, baseado tão-somente interior do Navio.
no desatendimento de suas indicações.
4/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

c) a legislação brasileira seria aplicada sem ou de terceiro. Diante do tipo descrito é


restrições, considerando-se que o crime possível concluir que:
aconteceu em porto nacional, sendo, portanto,
competente para o processo as autoridades a) somente o funcionário público pode praticar
brasileiras. esse crime.
d) uma embarcação estrangeira, mesmo quando b) o não funcionário público pode ser co-autor do
se encontra em porto brasileiro não perde a delito.
prerrogativa internacionalmente reconhecida de c) o particular que se beneficia do crime também o
ser considerado um espaço de seu próprio país e, pratica.
assim, ficar a salvo de medidas policiais ou d) o funcionário comete o crime ainda que a posse
judiciais sobre quaisquer fatos ocorridos em seu do bem não decorra do cargo.
interior.
21. Para haver Concurso de Pessoas - Art. 29
17. O que se entende por ULTRATIVIDADE das do Código Penal -, é necessário que os agentes
leis temporárias e excepcionais? concorram, de qualquer forma, para o
resultado.
a) significa que as leis temporárias e excepcionais Segundo a doutrina mais autorizada, é certo
ultrapassam seu prazo de vigência para alcançar assegurar que:
fatos acontecidos depois que deixaram de viger.
b) quer significar que essas normas legais a) autor é somente aquele que pratica,
retroagem para alcançar fatos ocorridos antes de diretamente, o núcleo do tipo penal.
sua vigência. b) é também autor aquele que colabora para a
c) ultratividade quer dizer normas com vigência obtenção do resultado.
indefinida. c) aquele que fornece apoio moral e material é
d) a ultratividade é um fenômeno que permite também considerado autor.
possa a norma ser aplicada mesmo depois de ter d) é considerado autor o indivíduo que paga a
deixado de existir, conquanto que tenha o fato execução do crime.
ocorrido durante sua vigência.
22. Segundo a teoria, a pena tem por finalidade
18. O Art. 156 do Código Penal diz que: impor uma sanção ao autor da infração penal,
Subtrair o condômino, co-herdeiro ou sócio, como retribuição do ato praticado, bem como
para si ou para outrem, a quem legitimamente a para evitar a repetição de novas violações,
detém, a coisa comum. Diante dessa redação devendo funcionar, sobretudo, como efeito
pode-se afirmar que: pedagógico. Portanto, são características da
sanção penal:
a) trata-se de crime próprio.
b) o cônjuge ou companheiro de união estável a) individualidade, temporariedade,
pode ser sujeito ativo desse crime. proporcionalidade e inderrogabilidade.
c) é impossível o furto de coisa comum em uma b) proporcionalidade, pessoalidade e
sociedade comercial. executoriedade.
d) todas as opções estão corretas. c) individualidade, temporariedade e
inderrogabilidade.
19. Omitir, em documento público ou d)pessoalidade, executoriedade e temporariedade.
particular, declaração que dele devia constar,
ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa
ou diversa da que devia ser escrita, com o fim DIREITO PROCESSUAL PENAL
de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar
a verdade sobre fato juridicamente relevante – 23. O prazo de conclusão do inquérito policial
Art. 299 do CP - FALSIDADE IDEOLÓGICA. na Justiça Federal com indiciado preso é:
Qual o elemento subjetivo do tipo penal em
referência e onde pode ser localizado? a) 5 dias
b) 10 dias
a) dolo genérico e no fazer inserir declaração c) 15 dias
falsa; d) 20 dias
b) dolo específico e nele inserir (o próprio agente
pratica a ação); 24. Se comparecer mais de uma pessoa com
c) dolo específico, com o fim de. direito à queixa, terá preferência na ordem
d)dolo específico ou culpa, na hipótese de omitir legal?

20. Há crime de peculato – Art. 312 do CP -, a) ascendente em linha reta


quando o funcionário público se apropria ou b) irmão
desvia dinheiro, valor, ou qualquer outro bem c) cônjuge
móvel público ou particular, de que tem a d) descendente em linha reta
posse em razão do cargo, em proveito próprio
5/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

25. Assinale a alternativa verdadeira quanto à 31. A citação, como sabido, é o ato judicial
prisão preventiva: chamando o réu para integrar à lide, daí que
são conseqüências dela decorrentes:
a) pode ser decretada em qualquer infração penal.
b) em nenhuma hipótese pode ser decretada em a)tornar prevento o juízo e interromper a
crime culposo.
prescrição.
c) em nenhuma hipótese pode ser decretada em
crime punido com detenção. b)induzir à litispendência.
d) só pode ser decretada em crime doloso punido c)fazer litigiosa a coisa e constituir em mora o
com reclusão. devedor.
d) nenhuma das respostas anteriores.
26. Da decisão do juiz que julga procedente a
exceção de suspeição, cabe: 32. O Mandado de Segurança,Instituto
genuinamente brasileiro possui natureza de:
a) apelação
b) correição parcial a) recurso cível.
c) recurso em sentido estrito
b) ação civil.
d) nenhuma das anteriores
c) direito fundamental.
27. Qual o recurso processual adequado para d) recurso constitucional.
combater decisão do juiz que revoga a prisão
preventiva: 33. Sabe-se que a competência consiste no
fracionamento da função jurisdicional, a fim de
a) apelação possibilitar a cada juiz ou tribunal, o exercício
b) mandado de segurança da jurisdição, assim, é correto afirmar que:
c) correição parcial
d) recurso em sentido estrito
a) competência absoluta é improrrogável;
28. Em relação ao habeas corpus assinale a b) a incompetência relativa pode ser modificada;
alternativa falsa: c) a incompetência absoluta pode ser declarada
de ofício;
a) pode ser concedido de ofício d) todas as opções estão corretas.
b) em primeira instância não há intervenção do
Ministério Público
c) comporta concessão de liminar 34. A Ação Civil Pública destina-se à proteção
d) não é hábil para reconhecimento da prescrição de:

29 De acordo com o entendimento atual do STF a) direitos difusos, individuais privados e coletivos.
quanto ao crime de sonegação fiscal: b) direitos difusos, coletivos, individuais
homogêneos e individuais indisponíveis.
a) as instâncias penal e administrativa são c) direitos coletivos e individuais homogêneos.
independentes. d) direitos indisponíveis, difusos, coletivos e
b) a instância penal é dependente da
individuais disponíveis.
administrativa.
c) a instância administrativa é dependente da
penal. 35. O Ministério Público intervirá em todas as
d) as instâncias administrativa e penal são questões em que haja interesse público
interdependentes. evidenciado pela natureza da lide ou qualidade
da parte – art. 82,III, CPC – porém, caso não se
DIREITO PROCESSUAL CIVIL dê essa intervenção a conseqüência será:

30. Qual dos abaixo relacionados é a) a nulidade insanável.


considerado Princípio Fundamental ou Supra b) mera irregularidade se não houver prejuízo à
Princípio do Processo Civil? parte.
c) a anulabilidade do processo, visto que depende
a) o da isonomia. da parte argüir esse defeito.
b) o do contraditório. d) irregularidade sanável com a superveniente
c) o do devido processo legal. intervenção do Ministério Público em segundo
d) o do direito de ação. grau de jurisdição.

36. Ação é um direito subjetivo público,


autonômo e abstrato de pedir ao Poder
6/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

Judiciário uma decisão sobre uma determinada


pretensão, em face disso, faz-se necessário a) Vicio de forma
preencher as seguintes condições: b). Ilegalidade do objeto
c). Desvio de finalidade
a) ter a parte legitimidade, interesse de agir e d). Vicio de inexistência dos motivos
capacidade processual.
40. Visa, eminentemente, o procedimento
b) possuir interesse, capacidade postulatória e
licitatório:
capacidade processual.
c) capacidade postulatória, interesse e a). A contratação do adjudicatário.
possibilidade jurídica do pedido. b). Obter a proposta mais vantajosa para a
d)possuir legitimidade, interesse e possibilidade Administração sem descuidar da proteção dos
jurídica do pedido. direitos dos possíveis contratados.
c). A vinculação com o instrumento convocatório,
mesmo que após sua publicidade venha a
DIREITO ADMINISTRATIVO Administração reconhecer impropriedades no seu
bojo.
37. Marque a assertiva falsa com relação aos d). Obter o menor preço, sempre.
princípios da Administração Pública
a) A expressão “não é competente quem quer, 41. Os casos abaixo que acarretam a
mas quem pode” decorre do princípio da suspensão do servidor público federal de até
eficiência. 90 dias são:
b). O ato administrativo expropriatório tem seu
fundamento no princípio da supremacia do a). Retirar, sem prévia anuência da autoridade,
interesse público qualquer documento ou objeto da repartição e
c). Mediante o princípio da autotutela a proceder de forma desidiosa
Administração Pública mantém o controle interno b). Cometer a outro servidor, salvo em situações
exercido sobre seus atos administrativos, em de emergência e transitórias, atribuições estranhas
qualquer nível hierárquico e independentemente ao cargo que ocupa e exercer atividade
de provocação de terceiros. incompatível com o seu cargo.
d). Os princípios da razoabilidade e da c). Aliciar subordinados no sentido de se filiarem a
proporcionalidade, embora não mencionados no partido político e utilizar recursos materiais da
caput do art. 37 da Constituição Federal, não repartição em serviços particulares
foram olvidados pelo legislador ordinário, achando d). Recusa a ser submetido a inspeção médica e
guarida na lei 9.784/99. cometer a outro servidor atribuições estranhas ao
cargo que ocupa, exceto em situações de
38. Sobre os poderes da Administração emergência e transitórias
Pública, marque a correta
42. Marque o item correto:
a). Sabendo que o ordenamento jurídico pátrio a). Segundo a Constituição Federal de 1988,
consagrou a liberdade como regra, a intervenção somente se desapropriará nos casos de utilidade
estatal do poder de polícia somente se justifica ou necessidade pública ou interesse social,
pela razoabilidade e, em qualquer caso, a mediante prévia e justa indenização em dinheiro,
discricionariedade do agente público ressalvando os casos de emissão de títulos da
b). O poder regulamentar, exercido dívida pública na expropriação de área urbana não
exclusivamente pelo Presidente da República e edificada, sub-utilizada ou não utilizada, incluída
pelos Governadores dos Estados Membros, é no plano diretor do respectivo município
instrumento hábil à correção de eventuais b). A administração dos bens públicos
equívocos de conteúdo material e formal da norma compreende a utilização e a conservação do
regulamentada patrimônio público. No entanto, excepcionalmente,
c). Do poder hierárquico, que permite o admite-se a alienação desde que se efetive
escalonamento no plano vertical de órgãos e exclusivamente sob a forma de venda, permuta ou
funções na estrutura organizacional, decorre o doação.
binômio delegação/avocação, ressalvados os c). As terras tradicionalmente ocupadas pelos
casos de competência exclusiva índios pertencem à União e possuem as mesmas
d). O poder disciplinar corresponde ao dever de características dos bens públicos, exceto a
punição administrativa em face de cometimento de imprescritibilidade dos direitos sobre as mesmas.
faltas funcionais, conforme critérios e d). A preservação dos recursos naturais pelo
procedimentos discricionários do agente Estado materializa-se: a) pelas limitações
hierarquicamente superior administrativas de uso, sem impedir a normal
utilização econômica do bem, nem retirar a
39. A falta de motivação, que fosse legalmente propriedade do particular; e b) pela
exigível, de um ato administrativo, caracteriza: desapropriação individual e remunerada do bem,

7/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

transferindo-o para o domínio público a quem tributo devido, sendo este quem efetua o
incumbirá sua preservação lançamento.
II - A decadência a que se refere o art. 156, do
43. Julgue os itens a seguir: CTN, que trata das modalidades de extinção do
I.O ordenamento jurídico brasileiro, no tocante crédito tributário, é aquela que deve ser entendida
à responsabilidade dos entes públicos, adotou como uma regra decadencial diferenciada
a Teoria Objetiva na modalidade do Risco daquelas oriundas do art. 173 e 150, § 4º, do
Integral, uma vez que são admitidas as mesmo código, já que esta regra está a se referir
alegações de excludentes de não à decadência do direito do Fisco de lançar o
responsabilidade. crédito Tributário, mas, na verdade, ao direito do
II.O ordenamento jurídico pátrio, no tocante à Fisco ao próprio crédito.
responsabilidade estatal, adotou a Teoria III – A extinção de punibilidade, pelo pagamento
Objetiva na modalidade do Risco do tributo devido, estende-se ao crime de
Administrativo, no qual não são admitidas as contrabando ou descaminho.
alegações de excludentes de IV – O emprego da analogia não poderá resultar
responsabilidade. na exigência de tributo não previsto em lei.
III.No tocante à Responsabilidade Civil do V – suspende a exigibilidade do crédito tributário o
Estado, quando esta decorrer de um ato depósito do seu montante integral.
omissivo a responsabilidade do Estado será
Subjetiva, devendo a prejudicado provar a a) apenas II, IV e V estão corretos.
culpa da administração, demonstrando que o b) apenas I, II, III e V estão corretos.
serviço obrigatório inexistia, funcionou mal ou c) nenhum está correto.
foi indevidamente retardado. d) todos estão corretos.
IV.As empresas estatais exploradoras de
atividade econômica respondem 46. À luz do direito tributário, assinale a
objetivamente pelos danos causados, alternativa incorreta.
bastando que a vítima prove a ação danosa, o a) O parcelamento do débito é causa de
dano sofrido e o nexo causal entre a ação e o suspensão do crédito tributário.
dano. b) Consoante entendimento do STF, os
Está(ão) correto(s) o(s) item(ns): emolumentos judiciais são tributos da espécie
a) I, III e IV. taxa.
b) II e IV. c) Os gerentes de pessoas jurídicas de direito
c) III. privado são pessoalmente responsáveis pelos
d) II e III. créditos correspondentes a obrigações tributárias
resultantes de atos praticados com excesso de
poderes ou infração de lei, contrato social ou
DIREITO TRIBUTÁRIO estatutos.
d) Na exegese das normas que estabelecem
44. Em relação aos tributos e suas espécies, exclusão ou suspensão do crédito tributário, é
assinale a alternativa correta. admitida a interpretação extensiva, mas é vedada
a) O tributo tem função extra-fiscal quando seu a utilização de analogia que resulte em exigência
objetivo principal é a interferência no domínio de tributo não-previsto em lei.
econômico, não se limitando apenas à simples
arrecadação de recursos financeiros. 47. Com base nos princípios jurídicos da
b) A obrigação acessória surge com a ocorrência tributação marque a alternativa correta.
do fato gerador, tem por objeto o pagamento de a) A majoração do IPI – Imposto sobre produtos
tributo ou penalidade pecuniária e extingue-se industrializados, através de Decreto do Poder
juntamente com o crédito dela decorrente. Executivo fere o princípio da legalidade.
c) Para determinação da natureza jurídica do b) A lei poderá ser aplicada em relação a fatos
tributo é essencial a destinação legal do produto geradores ocorridos antes de sua vigência, se, em
da arrecadação. relação as penalidades, for mais favorável ao
d) O Código Tributário Nacional dispõe, contribuinte/infrator.
expressamente, que os tributos são os impostos, c) Sempre que possível, os tributos terão caráter
taxas, contribuições de melhoria, as contribuições pessoal e serão graduados segundo a capacidade
sociais e os empréstimos compulsórios. econômica do contribuinte.
d) A União, os Estados e os Municípios poderão
45. Assinale a alternativa correta: cobrar impostos sobre o patrimônio, renda e
I - O chamado lançamento por declaração ou serviços, uns dos outros, abrangendo as
misto é aquele em que tanto o contribuinte como o atividades das próprias pessoas políticas de direito
Fisco concorrem para tal lançamento. Inicia-se a público.
atividade pela apresentação de declaração pelo
contribuinte e, em cima dela, o Fisco calcula o 48.. Em relação ao crédito tributário assinale a
alternativa correta.
8/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

I - A atividade administrativa de lançamento é


discricionária.
II - O lançamento por declaração é o lançamento
feito quanto aos tributos cuja legislação atribua ao
sujeito passivo o dever de antecipar o pagamento
sem prévio exame da autoridade administrativa no
que concerne à sua determinação, opera-se pelo
ato em que a referida autoridade, tomando
conhecimento da atividade assim exercida pelo
obrigado, expressamente a homologa.
III - Suspendem a exigibilidade do crédito
tributário, a concessão de medida liminar ou de
tutela antecipada, em outras espécies de ação
judicial.
IV - Excluem o crédito tributário a prescrição e a
decadência.
V - A ação para a cobrança do crédito tributário
prescreve em cinco anos, contados da data da sua
constituição definitiva.

a) apenas I, II estão erradas.


b) apenas I, II, III e IV estão erradas.
c) apenas I, III e V estão corretas.
d) apenas III e V estão corretas.

49. Em relação ao surgimento da obrigação


tributária assinale a alternativa incorreta.

a) O fato gerador da obrigação tributária principal


é a situação definida em lei como necessária e
suficiente à sua ocorrência.
b) A hipótese de incidência do imposto de renda é
a aquisição da disponibilidade econômica ou
jurídica de renda ou de proventos de qualquer
natureza, sendo irrelevante que tal aquisição se
tenha verificado em decorrência de atividade lícita
ou ilícita.
c) Em nenhuma hipótese, as convenções
particulares, relativas à responsabilidade pelo
pagamento de tributos, podem ser opostas à
Fazenda Pública, para modificar a definição legal
do sujeito passivo das obrigações tributárias
correspondentes.
d) A solidariedade tributária não comporta
benefício de ordem.

50. Em relação a competência tributária


assinale a alternativa correta.

a) A competência tributária pode ser transferida,


mediante lei, para entidade estatal distinta ou para
pessoa jurídica não estatal.
b) União, Estados, Municípios e Distrito Federal
não podem delegar capacidade tributária ativa.
c) É vedado à União, instituir isenções de tributos
da competência dos Estados, do Distrito Federal
ou dos Municípios.
d) Constitui delegação de competência o
cometimento, a pessoas de direito privado, do
encargo ou da função de arrecadar tributos.

9/10
Procuradoria da República no Estado do Ceará - Seleção para Estágio em Direito 2007 – Prova Objetiva

Prova de Seleção para Estágio na Área de Direito


2007
Gabarito Rascunho

Candidato : _____________________________________________ Inscrição __________

Questão Item Questão Item Questão Item Questão Item Questão Item

1 11 21 31 41
2 12 22 32 42
3 13 23 33 43
4 14 24 34 44
5 15 25 35 45
6 16 26 36 46
7 17 27 37 47
8 18 28 38 48
9 19 29 39 49
10 20 30 40 50

10/10