Vous êtes sur la page 1sur 27

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO – PAREDE

EB2,3 DE SANTO ANTÓNIO – PAREDE


COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA O 2º
CICLO

PARÂMETROS SÓCIO-AFECTIVOS Página | 2

Os Parâmetros, a seguir indicados, do domínio sócio-afectivo são comuns a todas as disciplinas:

Assiduidade/Pontualidade
Material (trazer sempre o material necessário e ter cuidado com a sua apresentação – caderno
diário, fichas de trabalho, livros, instrumentos didácticos, pessoais ou da escola.)
Empenho/Interesse e Participação nas actividades propostas individualmente ou em grupo.
Comportamento.
Relação com os outros (respeito, cooperação e integração)
Cumprimento das regras de funcionamento da aula e de trabalho de grupo.
Responsabilidade, autonomia e espírito crítico.
Respeito pelas diferentes culturas
Auto-avaliação

1. LÍNGUA PORTUGUESA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS

* Compreender e produzir discursos orais.


* Interagir verbalmente de uma forma adequada.
* Ser um leitor fluente e crítico.
* Usar intencionalmente a escrita com correcção linguística e domínio das técnicas de composição de
vários tipos de texto.
* Explicitar aspectos fundamentais da estrutura e do uso da Língua, através da apropriação de
metodologias básicas à compreensão oral e escrita.

Ouvir/Falar

Ao Ouvir:

* Extrair e reter a informação necessária a um determinado objectivo, na compreensão de diferentes


géneros do oral:
* Compreender o essencial da mensagem oral;
* Saber distinguir o essencial do acessório;
* Responder adequadamente a perguntas sobre o que ouve.

Ao Falar:

* Utilizar recursos prosódicos e pragmáticos adequados ao objectivo visado e conhecer o vocabulário e a


complexidade gramatical por ele exigidos:
* Ordenar as ideias;
* Construir frases correctas;
* Usar vocabulário que permita uma expressão oral correcta;
* Pronunciar bem as palavras.

Ler Página | 3

Ao Ler:

* Conhecer estratégias diversificadas para procurar e seleccionar a informação a partir do material


escrito:
* Captar o sentido global do texto;
* Distinguir o essencial do acessório;
* Saber responder a perguntas sobre o que lê.

Em Leitura Silenciosa:

* Decifrar de forma automática cadeias grafemáticas (para apreender o significado global de um texto e
localizar informação).

Em Leitura Oral:

* Pronunciar bem as palavras;


* Respeitar bem a pontuação;
* Dar expressividade às frases.

Escrever

Ao Escrever:

* Fazer a letra legível;


* Respeitar o tema;
* Ordenar as ideias;
* Construir frases correctas;
* Usar vocabulário adequado e variado;
* Utilizar correctamente os sinais de pontuação;
* Não dar erros ortográficos;
* Ser criativo.

Funcionamento da Língua / Gramática de texto

Apropriar-se, pela reflexão e pelo treino, de conhecimentos gramaticais que facilitam a compreensão do
funcionamento dos discursos e o aperfeiçoamento da expressão pessoal.
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 40%

Comportamento / Concentração 5%
Página | 4
Relação / Colaboração com os outros 10%
Empenho / Realização de trabalho (5% -T.P.C.) 15%
Organização (dossiê/materiais…) 5%
Autonomia 5%

COGNITIVO (COMPREENSÃO/CONHECIMENTOS) 60%

ORALIDADE:

Compreensão / Expressão 6%
Leitura 4%

ESCRITA:

Compreensão / Expressão 50%


Aquisição de Conhecimentos (40% - Testes/ 10% - Outros trabalhos: testes,
fichas…)

Outros factores de ponderação (não percentual):

- Assiduidade / pontualidade
- Auto-avaliação

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


NÍVEL UM

* Não procura ser assíduo nem pontual;


* Raramente intervém de forma adequada no processo ensino/aprendizagem, mesmo quando
solicitado;
* Revela falta de esforço para ultrapassar eventuais dificuldades;
* Realiza uma pequena parte do trabalho proposto sem se munir com o material necessário;
* Recusa, por vezes, descodificar mensagens orais;
* Manifesta dificuldades de compreensão/interpretação de diferentes tipos de informação
* Lê sem respeitar as regras da prosódia;
* Revela dificuldades na expressão escrita, redigindo com frequentes erros linguísticos;
* Revela ausência de conhecimentos rudimentares do Funcionamento da Língua.

NÍVEL DOIS

* Apresenta falta de assiduidade e/ou pontualidade;


* Intervém irregularmente no processo ensino/aprendizagem, mesmo quando solicitado;
* Nem sempre realiza o trabalho proposto nem se faz acompanhar do material necessário;
* Revela pouco esforço para ultrapassar as suas dificuldades;
* Revela dificuldades em descodificar mensagens orais;
* Lê com dificuldade em respeitar as regras da prosódia;
* Revela dificuldades na expressão escrita, redigindo com erros linguísticos;
* Denota falta de conhecimentos essenciais do Funcionamento da Língua.
Página | 5
NÍVEL TRÊS

* É assíduo e pontual;
* Intervém regularmente no processo ensino aprendizagem;
* Realiza o trabalho proposto, fazendo-se acompanhar do material necessário;
* Revela poucas dificuldades em descodificar mensagens do domínio oral;
* Exprime-se oralmente com relativa correcção;
* Lê correctamente, segundo as regras da prosódia;
* Revela algumas dificuldades na expressão escrita, redigindo com poucos erros linguísticos;
* Interpreta os conteúdos com adequação.

NÍVEL QUATRO

* É assíduo e pontual;
* Intervém activamente no processo ensino/aprendizagem;
* Realiza bem o trabalho proposto, fazendo-se acompanhar do material necessário;
* Descodifica com alguma facilidade mensagens do domínio oral;
* Exprime-se oralmente com alguma correcção;
* Lê convenientemente segundo as regras da prosódia;
* Revela facilidade na expressão escrita, redigindo sem erros linguísticos graves;
* Interpreta os conteúdos com adequação, relacionando-os facilmente.

NÍVEL CINCO

* É assíduo e pontual;
* Intervém activa e assertivamente no processo ensino/aprendizagem;
* Realiza muito bem o trabalho proposto, fazendo-se acompanhar do material necessário;
* Descodifica facilmente mensagens do domínio oral;
* Exprime-se oralmente com facilidade e correcção;
* Lê expressivamente segundo as regras da prosódia;
* Exprime-se por escrito com desenvolvimento e correcção;
* Interpreta e relaciona os conteúdos com muita adequação.
2. LÍNGUA ESTRANGEIRA - INGLÊS

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS

ASPECTOS GERAIS Página | 6


* Comparecer nas aulas regularmente, sem atrasos.
* Cumprir regularmente as tarefas, procurando não ultrapassar os prazos estabelecidos.
* Trazer para a aula, em devido estado de ordem e de limpeza, o material indispensável à realização do
trabalho.
* Participar regular e oportunamente nas actividades da aula.
* Procurar esclarecer as suas dúvidas.
* Manter-se na aula sem perturbar o trabalho da turma.
* Tentar resolver problemas sem ajuda do professor, consultando e utilizando o material de que dispõe.
* Realizar a maioria dos trabalhos propostos para a aula e para casa.
* Contribuir para a criação, na sala de aula, de um clima de trabalho favorável.

ASPECTOS ESPECÍFICOS

* Usar a Língua Inglesa para comunicar adequadamente em situações do quotidiano e para apropriação
de informação.
* Pesquisar, seleccionar e organizar informação para a transformar em conhecimento.
* Utilizar de forma adequada diferentes tipos de suportes: manuais, dicionários, jornais, revistas,
material audiovisual e multimédia; diferentes tipos de textos; documentos de sistematização de
conhecimentos, novas tecnologias de informação e de comunicação.
* Organizar e utilizar materiais num processo de trabalho autónomo.
* Explorar as oportunidades de relação interactiva para praticar a interacção verbal.

COMPETÊNCIA DE COMUNICAÇÃO.

a) Compreender:

1. Ouvir / ver

* Compreender as ideias gerais e de pormenor de um texto em língua corrente sobre aspectos relativos
à escola, aos tempos livres, temas actuais e assuntos do seu interesse pessoal, quando o discurso é claro
e pausado.

2. Ler

* Perceber, de modo global, as ideias principais de um texto, sabendo recolher delas as informações
necessárias.
* Ler oralmente sem soletrar, mesmo que sem entoação correcta.
* Ser capaz de encontrar uma informação previsível e concreta em textos simples de uso comum.
b) Interagir

1. Ouvir / falar

* Comunicar em situações que se repetem no decurso das aulas.


* Dar e pedir informações de carácter pessoal, relativas a identificação, preferências, actividades e
modo de vida. Página | 7
* Participar numa conversa simples sobre assuntos de interesse pessoal ou geral da actualidade.
* Comunicar em situações do quotidiano que exijam apenas troca de informação simples e directa sobre
assuntos e actividades correntes. Participa em conversas curtas.

2. Ler / escrever

* Construir frases compreensíveis, relativas às unidades ou situações já estudadas.


* Escrever textos compreensíveis ( ainda que simples ), apoiado em elementos fornecidos.
* Reconhecer e usar o vocabulário repetidamente utilizado nas aulas, de acordo com as áreas estudadas
e os exercícios efectuados.
* Compreender mensagens, cartas pessoais e formulários e elaborar respostas adequadas nestas
situações de interacção.
* Responder a inquéritos simples sobre a vida quotidiana.
* Preencher formulários simples ( ficha de identificação, de inscrição, de leitura …)

c) Produzir

1. Falar / produzir

* Produzir enunciados para narrar, descrever, expor informações e pontos de vista.


* Relatar episódios / acontecimentos da vida quotidiana a partir de tópicos.
* Descrição de objectos, lugares, personagens, com ou sem apoio visual ou linguístico.

2. Escrever / produzir.

* Escrever textos curtos e simples relacionados com aspectos da vida quotidiana e sobre assuntos
conhecidos e do seu interesse.

d) Saber aprender

* Adoptar uma atitude de abertura e tolerância face à língua e cultura inglesa.


* Distinguir, de uma forma geral, conteúdos previstos no programa e já trabalhados.
* Resolver acertadamente questões e exercícios que tenham sido mais repetidamente apresentados nas
aulas.
* Obter resultados satisfatórios na maior parte dos testes / trabalhos avaliados.
* Colaborar na concretização do projecto de turma realizando, em tempo, a tarefa que lhe for
destinada.
* Utilizar as orientações de trabalho propostas como repetição, tomada de notas, memorização,
organização da unidade.
* Adaptar a si próprio os desempenhos exigidos por cada tarefa.
* Revelar disponibilidade e capacidade para tratamento de erros;
* Tomar iniciativas com vista à melhoria das aprendizagens como fazer pedidos de esclarecimento,
pesquisar, controlar a atenção e o tempo de execução das tarefas e cooperar com os parceiros na sua
realização.
Página | 8

e) Estilos de aprendizagem:

Visual: descrição de imagens, fotografias, ordenar imagens, quadros exemplificativos;


Auditivo: entrevistas, pequenos diálogos, canções, poemas;
Cinestésico: role play, construção de pequenos diálogos, eventualmente debates;
Ler / escrever: ler textos variados, produção escrita guiada ou livre, quadros de sistematização.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 30%

Assiduidade 2%
Pontualidade 3%
Organização 5%
Interesse / Participação / Responsabilidade 5%
Relação com os outros / Colaboração 5%
Autonomia / Método 5%
Esforço de Progressão 5%

COGNITIVO (CONHECIMENTOS) 70%

Compreensão (Oral e Escrita) 5%+5%

Expressão (Oral e Escrita) 5%+5%

Aquisição de conhecimentos através de trabalhos realizados

- na aula 5%
- em casa 5%
- nos testes 40%

Instrumentos de avaliação:

Fichas de gramática
Fichas de consolidação
Testes formativos
Testes sumativos
Trabalhos de casa
Trabalhos realizados na aula
Oralidade
Composições

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


Página | 9
NÍVEL UM

O aluno é atento, organizado, esforçando-se por progredir e ser sempre melhor, realizando os trabalhos
de casa e está sempre disposto a participar e colaborar nas tarefas propostas. Compreende
praticamente tudo o que lê e ouve, tirando, pelo contexto, o sentido de alguma expressão ou vocábulo
que ainda desconheça. Fale e escreve com certa correcção, não comete erros gramaticais graves e usa
vocabulário adequado e variado. Obtém sempre resultados bastante bons ou muito bons em testes e
outros trabalhos realizados na aula. Sabe resolver por si mesmo qualquer questão. Colabora e tem
espírito de iniciativa. Relaciona-se bem, nunca falta e é pontual.

NÍVEL DOIS

O aluno é atento, organizado, esforçando-se por progredir e ser sempre melhor, realizando os trabalhos
de casa e está sempre disposto a participar e colaborar nas tarefas propostas. Compreende
praticamente tudo o que lê e ouve, tirando, pelo contexto, o sentido de alguma expressão ou vocábulo
que ainda desconheça. Fale e escreve com certa correcção, não comete erros gramaticais graves e usa
vocabulário adequado e variado. Obtém sempre resultados bastante bons ou muito bons em testes e
outros trabalhos realizados na aula. Sabe resolver por si mesmo qualquer questão. Colabora e tem
espírito de iniciativa. Relaciona-se bem, nunca falta e é pontual.

NÍVEL TRÊS

O aluno é atento, organizado, esforçando-se por progredir e ser sempre melhor, realizando os trabalhos
de casa e está sempre disposto a participar e colaborar nas tarefas propostas. Compreende
praticamente tudo o que lê e ouve, tirando, pelo contexto, o sentido de alguma expressão ou vocábulo
que ainda desconheça. Fale e escreve com certa correcção, não comete erros gramaticais graves e usa
vocabulário adequado e variado. Obtém sempre resultados bastante bons ou muito bons em testes e
outros trabalhos realizados na aula. Sabe resolver por si mesmo qualquer questão. Colabora e tem
espírito de iniciativa. Relaciona-se bem, nunca falta e é pontual.

NÍVEL QUATRO

O aluno é atento, organizado, esforçando-se por progredir e ser sempre melhor, realizando os trabalhos
de casa e está sempre disposto a participar e colaborar nas tarefas propostas. Compreende
praticamente tudo o que lê e ouve, tirando, pelo contexto, o sentido de alguma expressão ou vocábulo
que ainda desconheça. Fale e escreve com certa correcção, não comete erros gramaticais graves e usa
vocabulário adequado e variado. Obtém sempre resultados bastante bons ou muito bons em testes e
outros trabalhos realizados na aula. Sabe resolver por si mesmo qualquer questão. Colabora e tem
espírito de iniciativa. Relaciona-se bem, nunca falta e é pontual.

NÍVEL CINCO

O aluno é atento, organizado, esforçando-se por progredir e ser sempre melhor, realizando os trabalhos
de casa e está sempre disposto a participar e colaborar nas tarefas propostas. Compreende
praticamente tudo o que lê e ouve, tirando, pelo contexto, o sentido de alguma expressão ou vocábulo
que ainda desconheça. Fale e escreve com certa correcção, não comete erros gramaticais graves e usa
vocabulário adequado e variado. Obtém sempre resultados bastante bons ou muito bons em testes e
outros trabalhos realizados na aula. Sabe resolver por si mesmo qualquer questão. Colabora e tem
espírito de iniciativa. Relaciona-se bem, nunca falta e é pontual.

3. HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL Página | 10

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS

* Situa-se no espaço e no mundo em que vive, aplicando noções operatórias de espaço e de tempo.
* Conhece os acontecimentos mais importantes do presente e do passado e utiliza noções de evolução e
causalidade.
* Aplica na abordagem da realidade física e social, técnicas elementares de pesquisa e de organização
de dados, recorrendo a técnicas diversas de comunicação.
* Identifica e valoriza elementos do património histórico português.
* Manifesta respeito por outros povos e culturas.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 40%

Assiduidade / Pontualidade
Interesse / Participação / Empenho
Relação com os outros
Autonomia /Responsabilidade / Espírito Crítico
Comportamento

COGNITIVO (CONHECIMENTOS) 60%

Trabalhos de Casa 10%


Fichas de Avaliação 25%
Pesquisa, selecção e tratamento 5%
Participação na aula 15%
Fichas formativas 5%

Instrumentos de avaliação

Fichas de Avaliação
Fichas de trabalho
Participação
Trabalho de Casa
Trabalho de pesquisa
CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL
NÍVEL UM

* Não é assíduo/pontual.
* Nunca traz o material necessário.
* Total falta de empenho, interesse e participação.
Página | 11
* Comportamento muito perturbador desajustado e conflituoso.
* Total ausência de cumprimento de regras, não revela qualquer responsabilidade, autonomia e espírito
crítico.
* Não faz recolha de informação.
* Não identifica/localiza no tempo povos e acontecimentos.
* Não conhece as várias representações do espaço.
* Não conhece as características concretas de sociedades das várias épocas no espaço português.
* Não conhece o vocabulário específico da disciplina.

NÍVEL DOIS

* É pouco assíduo/pontual.
* Frequentemente não traz o material necessário.
* Pouco empenho, interesse e participação.
* Comportamento pouco ajustado.
* Nem sempre cumpre as regras e revela pouca responsabilidade, autonomia e espírito crítico.
* Só faz alguma pesquisa simples
* Identifica mas não localiza no tempo povos e acontecimentos.
* Identifica as várias representações mas não as consegue utilizar.
* Não conhece as características concretas de sociedades de várias épocas do espaço português, mas
não as localiza no contexto histórico.
* Conhece algum vocabulário específico mas não o aplica correctamente.

NÍVEL TRÊS

* Assiduidade e pontualidade regular.


* Traz normalmente o material.
* Revela algum empenho, interesse e participa regularmente.
* Comportamento regular.
* Cumpre regularmente as regras e revela alguma responsabilidade, autonomia e
* Faz pequenas pesquisas e trata-as.
* Identifica/localiza povos e acontecimentos.
* Consegue utilizar as várias representações do espaço e conhece as técnicas de legenda e sistemas de
orientação.
* Distingue as características concretas de sociedades de várias épocas do espaço português.
* Conhece o vocabulário específico e aplica-o.

NÍVEL QUATRO

* É sempre assíduo e pontual.


* Traz sempre o material.
* É empenhado, interessado e participativo.
* Tem um bom comportamento e relaciona-se bem.
* Cumpre bem as regras e revela autonomia e espírito crítico.
* Recolhe informação e trata-a com alguma facilidade.
* Identifica/localiza, selecciona e ordena povos e acontecimentos.
* Consegue utilizar as várias representações do espaço e domina as técnicas de legenda e sistemas de
orientação.
* Distingue as características concretas de sociedades de várias épocas do espaço português e consegue
comparar os seus diversos domínios (sociedade, vida quotidiana, organização política, actividades
económicas, aspectos culturais…)
Página | 12
* Conhece o vocabulário da disciplina e aplica-o com correcção.

NÍVEL CINCO

* É sempre assíduo e pontual.


* Traz sempre o material e muito bem organizado.
* É muito interessado e participativo.
* Tem muito bom comportamento e relaciona-se muito bem.
* Cumpre muito bem as regras e revela autonomia e espírito crítico.
* Recolhe informação e trata-a com bastante facilidade.
* Identifica/localiza, selecciona e ordena povos e acontecimentos e estabelece relações entre eles.
* Consegue utilizar as várias representações do espaço, domina as técnicas de legenda, sistemas de
orientação e consegue interpretar itinerários percursos e rotas.
* Distingue as características concretas de sociedades de várias épocas do espaço português e consegue
comparar e estabelecer relações entre os seus diversos domínios.
* Domina o vocabulário específico da disciplina e aplica-o com muita correcção e oportunidade.

4. MATEMÁTICA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
Finalidades da Matemática:
• Proporcionar aos alunos um contacto com as ideias e métodos fundamentais da Matemática que lhes
permita apreciar o seu valor e a sua natureza
• Desenvolver a capacidade e confiança pessoal no uso da matemática para analisar e resolver situações
problemáticas, para raciocinar e comunicar.
A competência matemática a desenvolver:
• Predisposição e aptidão para raciocinar matematicamente
• Gosto e confiança em desenvolver actividades intelectuais
• Aptidão para discutir com os outros e comunicar ideias e descobertas matemáticas
• Predisposição para procurar entender a estrutura de um problema, desenvolver processos de
resolução, analisar erros e ensaiar estratégias alternativas
• Capacidade de decidir da razoabilidade de um resultado e usar cálculo mental, algoritmos de papel e
lápis ou instrumentos tecnológicos, consoante os casos
• Tendência para procurar ver e apreciar a estrutura abstracta de uma situação em problemas, na
natureza ou na arte
• Tendência para usar a matemática, em combinação com outros saberes, na compreensão de situações
da realidade, bem como o sentido crítico relativamente à utilização de procedimentos e resultados
matemáticos.
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 25% Página | 13


Assiduidade / Pontualidade
Interesse / Participação / Empenho
Relação com os outros
Autonomia /Responsabilidade / Espírito Crítico
Comportamento

COGNITIVO (CONHECIMENTOS) 75%

Testes escritos (diagnóstico, formativos e sumativos) 65%


Fichas de trabalho
Participação nas aulas (intervenções orais, realização de exercícios, registos no
caderno diário …)
Trabalho complementar da aula (estudo, resolução de exercícios, investigação…)
Utilização correcta de instrumentos e materiais da disciplina 10%
Aplicação dos conhecimentos a novas situações

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


Nível 1

* Não realizou os trabalhos de casa/fichas propostas


* Não trouxe/usou o material necessário às aulas
* Recusou-se a participar nas actividades da aula
* Revelou elevada falta de assiduidade/pontualidade injustificadas
* Não revelou autonomia/iniciativa/responsabilidade
* Manifestou total desinteresse pela disciplina de matemática
* Revelou muitas dificuldades de relacionamento com os outros
* Revelou falta de organização
* Perturbou sistematicamente as aulas
* Não adquiriu conhecimentos significativos

Nível 2

* Realizou menos de metade dos trabalhos de casa


* Revelou muita dificuldade na realização das fichas propostas
* Raramente trouxe o material necessário e/ou teve dificuldades na sua utilização.
* Participou irregularmente nas actividades da aula
* Revelou alguma falta de assiduidade/pontualidade injustificadas
* Revelou pouca autonomia/iniciativa/responsabilidade
* Manifestou pouco interesse pela disciplina de matemática
* Teve muita dificuldade em cumprir regras e em relacionar-se com os outros
* Teve muitas dificuldades de organização
* Não adquiriu as competências essenciais definidas para a disciplina
Nível 3

* Fez regularmente os trabalhos de casa


* Realizou as fichas com algumas dificuldades que tentou superar.
* Trouxe o material necessário, mas teve algumas dificuldades na sua utilização/organização.
* Participou regularmente nas actividades da aula
* Foi assíduo e pontual em metade das aulas (injustificadamente) Página | 14
* Revelou alguma autonomia/iniciativa/responsabilidade nas aulas.
* Manifestou algum interesse pela disciplina de matemática
* Apresentou facilidade de relacionamento/dificuldades de colaboração com os outros.
* Geralmente revelou um comportamento correcto nas aulas
* Adquiriu a maioria das competências definidas para a disciplina

Nível 4

* Realizou a maioria dos trabalhos de casa


* Realizou com facilidade as fichas propostas
* Usou, de forma correcta, o material necessário às aulas e foi organizado
* Participou bem nas actividades da aula
* Foi assíduo e pontual na maioria das aulas
* Revelou bastante autonomia/iniciativa/responsabilidade nas aulas
* Revelou interesse pela disciplina
* Apresentou bom relacionamento/colaboração com os outros.
* Cumpriu a maioria das regras de sala de aula.
* Adquiriu e compreendeu bem as competências definidas para a disciplina

Nível 5

* Fez sempre os trabalhos de casa


* Realizou correctamente todas as fichas propostas
* Usou, de forma correcta, o material necessário às aulas e foi muito organizado
* Participou muito e bem nas actividades da aula
* Nunca faltou e foi sempre pontual.
* Foi autónomo, muito responsável e demonstrou muita iniciativa
* Manifestou muito interesse pela disciplina
* Apresentou muito bom relacionamento/colaboração com os outros.
* Cumpriu todas as regras da sala de aula.
* Adquiriu e compreendeu bem as competências definidas para a disciplina, argumentando com sentido
* crítico os seus procedimentos e resultados.

5. CIÊNCIAS DA NATUREZA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
As competências, nestas disciplinas, são desenvolvidas principalmente nos domínios do conhecimento,
Comunicação e atitudes.

No domínio do conhecimento o aluno deve:

* Revelar conhecimentos sobre os conteúdos programáticos.


* Realizar pesquisas bibliográficas, individualmente ou em grupo.
* Realizar observações, executar experiências e interpretar dados.
* Reconhecer os limites da Ciência na resolução dos problemas pessoais, sociais e ambientais.
No domínio da comunicação o aluno deve:

* Exprimir-se de forma clara, oralmente e por escrito e de acordo com a linguagem científica.
* Utilizar diferentes modos de representar a informação: trabalhos, cartazes, etc..
* Produzir textos (resumos, relatórios, relatos de actividades como, por exemplo, de visitas de estudo,
etc.).
* Partilhar informação em actividades de grupo. Página | 15
* Apresentar resultados de pesquisa, utilizando novas tecnologias de informação e comunicação.

No domínio das atitudes o aluno deve:

* Revelar pontualidade e assiduidade.


* Revelar curiosidade e reflexão crítica.
* Avaliar o impacto das Ciências da Natureza na sociedade e no ambiente.
* Ampliar a diversidade de interesses.
* Aceitar outros pontos de vista.
* Assumir uma atitude responsável na realização de tarefas diárias, manifestando atitudes e hábitos de
trabalho (fichas de trabalho, trabalhos de casa, caderno diário, etc.).

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 30%

Assiduidade / Pontualidade
Interesse/Motivação na aula
Autonomia/Iniciativa/Responsabilidade
Comportamento/Cumprimento das regras de sala de aula
Relacionamento/Colaboração com colegas e professores
Organização do material

COGNITIVO (CONHECIMENTOS) 70%

Testes escritos (sumativos e formativos) 50%


Fichas de Trabalho
Realiza com rigor os trabalhos de casa e da aula.
Regista todas as tarefas no caderno diário
Participa regularmente na aula
Apresenta o caderno organizado
Aplicação dos conhecimentos a novas situações

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL

NÍVEL UM

* Não adquiriu conhecimentos.


* Não procurou ser assíduo e pontual:
* Não interveio de forma adequada mesmo quando solicitado.
* Não realizou os trabalhos propostos.
* Nunca fez os trabalhos de casa.
* Não trouxe o material necessário para as aulas.
* Não respeitou as regras de funcionamento das aulas.

NÍVEL DOIS
Página | 16
* Não adquiriu a maior parte dos conhecimentos.
* Nem sempre foi assíduo e pontual.
* Nem sempre interveio de forma adequada mesmo quando solicitado.
* Nem sempre realizou os trabalhos propostos.
* Nem sempre realizou os trabalhos de casa.
* Nem sempre trouxe o material necessário para as aulas.
* Nem sempre respeitou as regras de funcionamento das aulas,

NÍVEL TRÊS

* Adquiriu os conhecimentos essenciais.


* Foi assíduo e pontual.
* Interveio de forma adequada.
* Realizou muitas vezes os trabalhos propostos.
* Realizou muitas vezes os trabalhos de casa.
* Trouxe quase sempre o material necessário para as aulas.
* Respeitou quase sempre as regras de funcionamento das aulas

NÍVEL QUATRO

* Adquiriu quase todos os conhecimentos.


* Foi assíduo e pontual.
* Interveio de forma adequada mesmo se ser solicitado.
* Realizou bem os trabalhos propostos.
* Realizou bem os trabalhos de casa.
* Trouxe o material necessário para as aulas.
* Respeitou as regras de funcionamento das aulas

NÍVEL CINCO

* Adquiriu todos os conhecimentos.


* Foi assíduo e pontual.
* Interveio activamente e de forma adequada.
* Realizou muito bem todos os trabalhos propostos.
* Realizou muito bem os trabalhos de casa.
* Trouxe sempre o material necessário para as aulas.
* Respeitou sempre as regras de funcionamento das aulas.

6. EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
Pretende-se que no final do 5.º ano de escolaridade os alunos sejam capazes, com alguma autonomia,
do seguinte:
* Investigar e seleccionar informação pertinente para a resolução de problemas
* Observar e registar graficamente o real: forma geral, proporção e pormenor em traços lineares
* Reconhecer e representar textura, estrutura e módulo/padrão
* Reconhecer o claro/escuro conducente à representação da tridimensionalidade
* Interiorizar os conceitos de recta, semi-recta, segmento de recta bem como das formas geométricas
básicas (triângulo, quadrado, rectângulo e circunferência/círculo)
Página | 17
* Representar rigorosamente traçados de linhas paralelas, perpendiculares e concorrentes, construir
formas geométricas básicas, dividir o segmento de recta em duas partes e a circunferência em 2, 3, 4 e 6
partes iguais
* Representar a influência da luz na definição da cor (tonalidades)
* Dominar algumas técnicas expressivas de pintura: lápis de cor, lápis de cera, canetas de feltro, guache
e colagem
* Dominar alguns procedimentos tecnológicos de transformação de alguns materiais básicos

Pretende-se que no final do 6.º ano de escolaridade os alunos sejam capazes, com alguma autonomia,
do seguinte:

* Representar graficamente a figura e o rosto humano compreendendo as suas proporções


* Enriquecer a representação gráfica do real, em traçados de superfícies juntando-lhe a textura,
claro/escuro e cor
* Aplicar os conhecimentos de traçados geométricos aprendidos: divisão da circunferência em número
impar de partes (três e cinco partes) e inscrição de polígonos
* Construir mensagens de comunicação visual: cartaz, postal, folheto/desdobrável e Banda Desenhada
* Investigar, recolher e seleccionar informação recorrendo às TIC
* Conhecer outros processos tecnológicos: transformação de materiais, aprofundamentos ou novas
situações

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 40%

Empenho e responsabilidade no trabalho individual e de grupo 15%


Sociabilidade 15%
Autonomia 10%

COGNITIVO (APTIDÕES E CONHECIMENTOS) 60%

25%
Aquisição, compreensão e aquisição de conhecimentos
20%
Domínio de técnicas e de procedimentos
15%
Criatividade

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


NÍVEL UM

* Revela falta de assiduidade e pontualidade


* Não adquiriu as aprendizagens mínimas
* Não revela qualquer interesse pelas actividades da disciplina
* Não sabe interpretar mensagens / códigos visuais simples
* Não domina técnicas simples e não saber seleccionar materiais, ferramentas / utensílios de trabalho
* Não respeita as regras de rigor, higiene e segurança
* Revela muitas dificuldades no relacionamento com os colegas e /ou professores e no cumprimento
das regras estabelecidas

NÍVEL DOIS
Página | 18
* Revela pouca assiduidade e pontualidade
* Tem dificuldade em compreender conceitos específicos básicos
* Demonstra pouco interesse pelas actividades propostas
* Interpreta com muitas dificuldades mensagens / códigos visuais simples
* Demonstra um fraco domínio de técnicas, tendo dificuldades em seleccionar materiais, ferramentas /
utensílios de trabalho
* Revela pouca autonomia
* Nem sempre respeita as regras de rigor, higiene e segurança
* Revela algumas dificuldades no relacionamento com os colegas e /ou professores e nem sempre
cumprir as regras estabelecidas perturbando o trabalho do grupo

NÍVEL TRÊS

* Revela assiduidade e pontualidade


* Interioriza conceitos específicos e aplicá-los com regularidade
* Cumpri com algum interesse e alguma organização as actividades propostas
* Apresenta algumas propostas de actividades
* Sabe interpretar algumas mensagens / códigos visuais
* Demonstra um satisfatório domínio de técnicas, seleccionando materiais, ferramentas / utensílios de
trabalho
* Revela um satisfatório grau de autonomia
* Respeita com regularidade as regras de rigor, higiene e segurança
* Revelar algum sentido crítico e estético
* Interagir com os outros de forma respeitosa, respeitando as regras de trabalho estabelecidas

NÍVEL QUATRO

* Revela assiduidade e pontualidade


* Interioriza conceitos específicos e aplicá-los de forma coerente
* Cumpre com empenho e organização as actividades propostas
* Apresenta propostas pertinentes de actividades
* Sabe interpretar mensagens / códigos visuais
* Demonstra um satisfatório domínio de técnicas, seleccionando materiais, ferramentas / utensílios de
trabalho
* Revela um bom grau de autonomia
* Respeita as regras de rigor, higiene e segurança
* Revela sentido crítico e estético
* Interage com os outros de forma respeitosa estando disponível para os ajudar

NÍVEL CINCO

* Revela assiduidade e pontualidade


* Interioriza facilmente conceitos específicos e aplicá-los de forma coerente
* Cumpre com muito interesse e organização as actividades propostas
* Apresenta propostas inovadoras e pertinentes de actividades
* Sabe interpretar com facilidade mensagens/códigos visuais
* Demonstra um bom domínio de técnicas, seleccionando materiais, ferramentas / utensílios de
trabalho
* Revela um bom grau de autonomia
* Respeita as regras de rigor, higiene e segurança
* Revela sentido crítico e estético
Página | 19
* Interage com os outros de forma respeitosa e cooperativa, cumprindo as regras de trabalho
estabelecidas

7. EDUCAÇÃO FÍSICA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
* Melhorar a aptidão física elevando as capacidades físicas do aluno;
* Assegurar a aprendizagem de um certo número de matérias representativas das diferentes actividades
físicas, promovendo o desenvolvimento multilateral do aluno;
* Promover o gosto pela prática regular das actividades básicas e compreender a sua importância como
factor de saúde e componente de cultura;
* Promover a autonomia, a iniciativa, a responsabilidade pessoal, a cooperação, a solidariedade, a ética
desportiva, a higiene e segurança pessoal e colectiva e a consciência cívica na preservação das condições
de realização das actividades físicas;
* Fomentar estilos de vida saudáveis.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 35%

Parâmetros comuns a todas as disciplinas (ver página 2)

COGNITIVO (COMPREENSÃO/CONHECIMENTOS) 15%

Pretende-se avaliar os “saberes”, isto é, os conhecimentos teóricos, a capacidade


de compreensão e a capacidade cognitiva dos alunos.

PSICO-MOTOR 50%

Pretende-se avaliar o “saber fazer” do aluno, isto é, a expressão motora e o grau de


sucesso alcançado na execução das tarefas propostas.

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


NÍVEL UM

* Não adquire competências, no conjunto dos domínios do conhecimento, das atitudes e da execução
das regras e da execução das acções técnico-tácticas (em situação de exercício critério ou em jogo), em
19% dos conteúdos leccionados.
* Não analisa nem interpreta a realização das actividades físicas seleccionadas, por não ter
conhecimentos sobre técnica, organização e participação, ética desportiva, etc.
* Não conhece nem aplica cuidados higiénicos, bem como as regras de segurança pessoal e dos
companheiros, e de preservação dos recursos materiais.
* Relaciona-se, sistematicamente, com falta de cordialidade e desrespeito pelos outros.
* Não aceita as suas dificuldades, nem se esforça por suprimi-las.
* Não aceita as dificuldades reveladas pelos companheiros.
* Não coopera nas situações de aprendizagem e de organização, não escolhendo as acções favoráveis ao
êxito, segurança e bom ambiente relacional, na actividade da turma.
* Não é assíduo e ou pontual.
* Não traz o equipamento.
* Não realiza ou realiza sistematicamente saltos, corridas e lançamentos não cumprindo correctamente
as exigências elementares técnicas e regulamentos.
* Não realiza as destrezas elementares de solo, aparelhos e acrobática, aplicando os critérios de Página | 20
correcção técnica.
* Não realiza com oportunidade e correcção as acções técnico-tácticas elementares do jogo e as suas
regras.
* Não coopera com os companheiros para o alcance do objectivo dos Jogos Desportivos Colectivos, não
desempenhando com oportunidade as acções solicitadas pelas situações de jogo e as suas regras.

NÍVEL DOIS

* Não adquire competências, no conjunto dos domínios do conhecimento, das atitudes e da execução
das acções técnico-tácticas (em situação de exercício critério ou em jogo), em 49% dos conteúdos
leccionados.
* Analisa e interpreta irregularmente a realização das actividades físicas seleccionadas, utilizando os
seus fracos conhecimentos sobre técnica, organização e participação, ética desportiva, etc.
* Conhece e aplica irregularmente cuidados higiénicos, bem como as regras de segurança pessoal e dos
companheiros, e de preservação dos recursos materiais.
* Relaciona-se, frequentemente, com falta de cordialidade e desrespeito pelos outros.
* Não aceita frequentemente as suas dificuldades, nem se esforça por suprimi-las.
* Não aceita frequentemente as dificuldades reveladas pelos companheiros.
* Coopera irregularmente nas situações de aprendizagem e de organização, não escolhendo
frequentemente as acções favoráveis ao êxito, segurança e bom ambiente relacional, na actividade da
turma.
* Não é frequentemente assíduo e ou pontual.
* Não traz regularmente o equipamento.
* Raramente realiza saltos, corridas e lançamentos cumprindo as exigências elementares técnicas e
regulamentos.
* Realiza as destrezas elementares de solo, aparelhos e acrobática, aplicando poucos critérios de
correcção técnica.
* Raramente desempenha com oportunidade e correcção as acções técnico-tácticas elementares do
jogo e as suas regras.
* Raramente coopera com os companheiros para o alcance do objectivo dos Jogos Desportivos
Colectivos, não desempenhando frequentemente com oportunidade e correcção as acções solicitadas
pelas situações de jogo e as suas regras.

NÍVEL TRÊS

* Adquire competências, no conjunto dos domínios do conhecimento, das atitudes e da execução das
acções técnico-tácticas (em situação de exercício critério ou em jogo), pelo menos em 50% dos
conteúdos leccionados.
* Analisa e interpreta regularmente a realização das actividades físicas seleccionadas, utilizando os seus
medianos conhecimentos sobre técnica, organização e participação, ética desportiva, etc.
* Conhece e aplica regularmente cuidados higiénicos, bem como as regras de segurança pessoal e dos
companheiros, e de preservação dos recursos materiais.
* Relaciona-se regularmente com cordialidade e respeito pelos outros.
* Aceita normalmente as suas dificuldades, e esforça-se medianamente por suprimi-las.
* Aceita razoavelmente as dificuldades reveladas pelos companheiros.
* Coopera regularmente nas situações de aprendizagem e de organização, escolhendo regularmente as
acções favoráveis ao êxito, segurança e bom ambiente relacional, na actividade da turma.
* É regularmente assíduo e pontual.
* Traz regularmente o equipamento.
* Realiza medianamente saltos, corridas e lançamentos cumprindo correctamente algumas das
exigências elementares técnicas e regulamentos.
* Realiza as destrezas elementares de solo, aparelhos e acrobática, aplicando alguns dos critérios de
correcção técnica.
* Desempenha com alguma oportunidade e correcção as acções técnico-tácticas elementares do jogo e
as suas regras. Página | 21
* Coopera regularmente com os companheiros para o alcance do objectivo dos Jogos Desportivos
* Colectivos, desempenhando com alguma oportunidade e correcção as acções solicitadas pelas
situações.

NÍVEL QUATRO

* Adquire competências, no conjunto dos domínios do conhecimento, das atitudes e da execução das
acções técnico-tácticas (em situação de exercício critério ou em jogo), pelo menos em 75% dos
conteúdos leccionados.
* Analisa e interpreta bem a realização das actividades físicas seleccionadas, utilizando os seus bons
conhecimentos sobre técnica, organização e participação, ética desportiva, etc.
* Conhece e aplica bem cuidados higiénicos, bem como as regras de segurança pessoal e dos
companheiros, e de preservação dos recursos materiais.
* Relaciona-se quase sempre com cordialidade e respeito pelos outros.
* Aceita bem as suas dificuldades, e esforça-se quase sempre por suprimi-las.
* Aceita bem as dificuldades reveladas pelos companheiros.
* Coopera bem nas situações de aprendizagem e de organização, escolhendo bem as acções favoráveis
ao êxito, segurança e bom ambiente relacional, na actividade da turma.
* É assíduo e pontual.
* Traz sempre o equipamento.
* Realiza bem saltos, corridas e lançamentos cumprindo correctamente as exigências elementares
técnicas e regulamentos.
* Realiza as destrezas elementares de solo, aparelhos e acrobática, aplicando a maioria dos critérios de
correcção técnica.
* Desempenha com oportunidade e correcção as acções técnico-tácticas elementares do jogo e as suas
regras.
* Coopera bem com os companheiros para o alcance do objectivo dos Jogos Desportivos Colectivos,
desempenhando com oportunidade e correcção as acções solicitadas pelas situações de jogo e as suas
regras.

NÍVEL CINCO

* Adquire competências, no conjunto dos domínios do conhecimento, das atitudes e da execução das
acções técnico-tácticas (em situação de exercício critério ou em jogo), pelo menos em 90% dos
conteúdos leccionados.
* Analisa e interpreta muito bem a realização das actividades físicas seleccionadas, utilizando os seus
óptimos conhecimentos sobre técnica, organização e participação, ética desportiva, etc
* Conhece e aplica muito bem cuidados higiénicos, bem como as regras de segurança pessoal e dos
companheiros, e de preservação dos recursos materiais.
* Relaciona-se sempre com cordialidade e respeito pelos outros.
* Aceita muito bem as suas dificuldades, e esforça-se sempre por suprimi-las.
* Aceita muito bem as dificuldades reveladas pelos companheiros.
* Coopera sempre nas situações de aprendizagem e de organização, escolhendo muito bem as acções
favoráveis ao êxito, segurança e bom ambiente relacional, na actividade da turma.
* É assíduo e pontual.
* Traz sempre o equipamento.
* Realiza muito bem saltos, corridas e lançamentos cumprindo correctamente as exigências elementares
técnicas e regulamentos.
* Realiza as destrezas elementares de solo, aparelhos e acrobática, aplicando os critérios de correcção
técnica.
* Desempenha com muita oportunidade e correcção as acções técnico-tácticas elementares do jogo e as
suas regras.
* Coopera muito bem com os companheiros para o alcance do objectivo dos Jogos Desportivos
Colectivos, desempenhando com muita oportunidade e correcção as acções solicitadas pelas situações
de jogo e as suas regras. Página | 22

8. EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
O aluno deve ser capaz de:

* Reconhecer-se na sua dignidade como ser único e singular, capaz de fazer verdadeiras opções de vida
assertivas e de assumir a responsabilidade dos seus actos.
* Saber estar consigo e gostar de si como ser em desenvolvimento.
* Assumir a sexualidade integrando-a na construção do seu projecto de realização humana.
* Respeitar, valorizar e relacionar-se com os outros na sua diversidade de seres, culturas e formas de
estar.
* Valorizar a cooperação e agir na sociedade de forma criativa, fraterna e solidária.
* Conhecer o Mundo e apreciá-lo.
* Saber julgar criteriosamente a realidade.
* Reconhecer e promover o valor do património histórico, ecológico, cultural e humano.
* Conhecer a importância da dimensão religiosa como parte integrante do individuo e da sociedade.
* Reconhecer a originalidade do Cristianismo e valorizar o contributo da Igreja Católica na construção da
pessoa e da sociedade.
* Entender de forma consciente a proposta da mensagem cristã

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 60%

Atitudes / Comportamento

Assiduidade / Pontualidade

Responsabilidade / Empenho

COGNITIVO (COMPREENSÃO/CONHECIMENTOS) 40%

Participação nas várias actividades organizadas

Participação na aula

Trabalho individual / grupo

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


Nível Dois

* Falta sistematicamente às aulas.


* Tem atitudes de desrespeito pelos colegas e por outros elementos da comunidade educativa.
* Não coopera com os colegas de grupo nas tarefas propostas pelo professor.
* Não organiza o caderno diário.
* Não revela interesse pelos temas propostos e que não participa positivamente.

Nível Três

Aluno cujo perfil satisfaz nas seguintes competências: Página | 23


* Sabe estar consigo e com os outros.
* Pensa, conhece o mundo e pensa criticamente a realidade.
* Valoriza, coopera e age na sociedade de forma criativa e solidária.

Nível Quatro

Revela bom desempenho na maioria dos itens:


* Assíduo.
* Organizado no seu caderno diário/fichas de trabalho e que faz sempre os trabalhos de casa.
* Valoriza e cumpre as regras do diálogo, tolerância e solidariedade.
* Contribui para a criação de um clima favorável dentro da sala de aula.
* Coopera com os outros em tarefas e projectos comuns.
* Respeita, todos os professores e colegas.
* Sabe estar consigo e que se sente um ser em desenvolvimento.

Nível Cinco

Revela muito bom desempenho na maioria dos itens:


* Assíduo.
* Organizado no seu caderno diário/fichas de trabalho e que faz sempre os trabalhos de casa.
* Valoriza e cumpre as regras do diálogo, tolerância e solidariedade.
* Contribui para a criação de um clima favorável dentro da sala de aula.
* Coopera com os outros em tarefas e projectos comuns.
* Respeita, todos os professores e colegas.
* Sabe estar consigo e que se sente um ser em desenvolvimento.

9. EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA EVANGÉLICA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
* É capaz de fazer opções e de assumir responsabilidades.
* Assume a responsabilidade do seu próprio desenvolvimento harmonioso e integral, corpo e mente
interdependentes.
* Projecta e concretiza a sua integração inteligente no tecido social, de forma produtiva, solidária, e com
justiça.
* Reconhece o valor do património cultural e artístico da Humanidade nos seus aspectos social e
estético estabelecendo relações com a dimensão religiosa.
* Reconhece o Universo, a Natureza e o Ser humano como Criação inteligente e intencional de um Deus
interveniente.
* Reconhece a intervenção intencional de Deus na História da Humanidade.
* Desenvolve capacidades para lidar de um modo cristão em relação às limitações e fraquezas dos
outros e de si mesmo.
* Toma consciência das relações existentes entre o homem e o meio.
* Detecta as linhas de separação entre o pensamento secular e o cristão sobre a atitude do homem para
consigo, para com os outros e para com o meio ambiente.
* Apercebe-se dos aspectos práticos do contributo cristão para com a Natureza.
* Desenvolve a reflexão sobre os grandes valores cristãos relativamente ao indivíduo e à Sociedade.
* Aprofunda a reflexão sobre as atitudes perante a existência humana. Página | 24
* Mostra-se sensível ao ponto de vista dos que pensam diferentemente de si.
* Enquadra o ponto de vista cristão na cultura contemporânea.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 40%

Atitudes / Comportamento

Assiduidade / Pontualidade

Responsabilidade / Empenho

COGNITIVO (COMPREENSÃO/CONHECIMENTOS) 60%

Participação nas várias actividades organizadas

Participação na aula

Trabalho individual / grupo

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


Nível Um

* Revela falta de assiduidade e pontualidade.


* Quando está presente não participa nas actividades ou recusa-se a participar nas actividades da aula.
* Não respeita o seu trabalho e o dos outros.
* Prejudica o normal funcionamento da aula.

Nível Dois

* Revela pouca assiduidade e pontualidade.


* Participa irregularmente nas actividades da aula.
* Não revela interesse pelas actividades da aula.
* Geralmente prejudica o normal funcionamento da aula.
* Nem sempre respeita o seu trabalho e o dos outros.
* Não revela rigor no tratamento dos assuntos.

Nível Três

* Normalmente é assíduo, mas nem sempre pontual.


* Participa quando solicitado.
* Geralmente respeita o seu trabalho e o dos outros.
* Revela alguma criatividade/originalidade.
* Revela pouco rigor no tratamento dos assuntos.

Nível Quatro
Página | 25
* Revela assiduidade e pontualidade.
* Participa bem nas actividades da aula.
* Adquire com facilidade os conhecimentos considerados essenciais.
* Respeita o seu trabalho e o dos outros.
* Aplica os conhecimentos adquiridos a situações práticas de vida.
* Comunica com expressividade os seus pontos de vista.
* Revela criatividade/originalidade.
* Reflecte ponderadamente nas questões colocadas.
* Revela algum rigor no tratamento dos assuntos.

Nível Cinco

* Revela assiduidade e pontualidade.


* Participa muito bem nas actividades da aula.
* Comunica com expressividade e clareza os seus pontos de vista.
* Revela muito interesse e bastante responsabilidade na execução dos trabalhos propostos.
* Participa activamente nas actividades da aula.
* Respeita o seu trabalho e o dos outros.
* Revela bastante criatividade/originalidade.
* Reflecte ponderadamente nas questões colocadas.
* Revela rigor no tratamento dos assuntos.

10. ÁREA DE PROJECTO

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
É uma área que procura envolver os alunos na concepção, realização e avaliação de projectos,
permitindo-lhes articular saberes de diversas áreas curriculares em torno de problemas ou temas de
pesquisa ou de intervenção

* Desenvolver competências sociais (comunicação, trabalho em equipa, gestão de conflitos, tomada de


decisões e a avaliação de processos);
* Aprender a resolver problemas, partindo das situações e dos recursos existentes;
* Promover a integração de saberes através da sua aplicação contextualizada
* Realizar aprendizagens e desenvolver as múltiplas capacidades do aluno;
* Desenvolver as vertentes de pesquisa e intervenção, promovendo a articulação dos diferentes
conhecimentos disciplinares e não disciplinares;
* Desenvolver áreas de expressão escrita, oral, tecnológica, artística,...;
* Desenvolver as capacidades de selecção e tratamento de informação;
* Desenvolver a curiosidade intelectual;
* Desenvolver a iniciativa, a persistência, a responsabilidade e a criatividade;
* Aumentar a auto-estima e a autoconfiança;
* Desenvolver as capacidades de auto e hetero-avaliação;
* Criar metodologias de trabalho, sabendo estabelecer etapas e prioridades;
* Desenvolver e aperfeiçoar estratégias de trabalho individual e de grupo;
* Saber ouvir os outros e emitir juízos de valor.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Página | 26
Domínios

SÓCIO-AFECTIVO (COMPORTAMENTOS/ATITUDES) 40%

Competências sociais

COGNITIVO (COMPREENSÃO/CONHECIMENTOS) 60%

Competências na Investigação

Competências na Realização dos Projectos

Competências na Avaliação

CRITÉRIOS PARA A ATRIBUIÇÃO DE NÍVEL


Avaliação de Não Satisfaz

O aluno revela grandes dificuldades em aspectos como por exemplo:

* Cooperação com os colegas; respeito pela opinião dos outros; responsabilidade no desenvolvimento
das actividades; organização do trabalho; interesse; empenho; comunicação com os colegas…;
comportamento, assiduidade…
* Recolha e selecção de informação, organização de matérias; utilização de recursos;
* Progressão na aquisição de conhecimentos; criatividade; rigor; autonomia…
* Avaliação do seu desempenho; do grupo de trabalho e das actividades da turma.

Avaliação de Satisfaz/Satisfaz Bem

Em relação aos comportamentos referidos no quadro anterior, o aluno revela um nível qualitativo
satisfatório/ bom na maioria dos itens apresentados.

11. FORMAÇÃO CÍVICA

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS
É um espaço de diálogo e reflexão sobre experiências vividas e preocupações sentidas pelos alunos,
assim como sobre temas e problemas relevantes da comunidade e da sociedade. O seu objectivo central
é o de contribuir para a construção da identidade e o desenvolvimento da consciência cívica dos alunos.

* Desenvolver nos alunos atitudes de auto-estima, respeito mútuo e regras de convivência que
conduzam à formação de cidadãos tolerantes, autónomos, participativos e civicamente responsáveis.
* Proporcionar aos alunos momentos de reflexão sobre a vida da escola e os princípios democráticos
que regem o seu funcionamento
* Desenvolver a participação activa dos alunos na escola e na sociedade;
* Desenvolver a interiorização de regras de convivência social;
* Reconhecer o valor e a importância do trabalho;
* Conhecer e valorizar a identidade nacional.

Página | 27
12. ESTUDO ACOMPANHADO

COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS

Esta área visa promover a apropriação pelos alunos de métodos e técnicas de estudo, de trabalho e de
organização, assim como o desenvolvimento de atitudes e capacidades que favoreçam uma crescente
autonomia na realização das suas próprias aprendizagens.

* A judar o aluno na identificação e análise de estratégias de estudo em função das suas características
individuais;
* Desenvolver competências de consulta e utilização de diversas fontes de informação;
* Estimular no aluno a capacidade de reconhecer as suas motivações e interesses e de concretizá-las
em actividades.