Vous êtes sur la page 1sur 3

POUCAS NOTAS PARA A ELABORAÇÃO DE SEU PROJETO, DISSERTAÇÃO OU TESE.

Aldo de A. Barreto

Escrever um projeto ou a própria dissertação de mestrado ou tese de doutorado é uma


tarefa cheia de opções, onde muitas pessoas se perdem nas formalidades acadêmicas. Em
uma conceituação ampla podemos dizer que diferente da dissertação a tese é uma
proposição não provada, mas claramente definida, colocada para os pares de uma área de
conhecimento, envolve sempre uma pesquisa com evidências para a demonstração da
proposição emitida; a enunciação representa uma novidade para o campo em que se
executa a pesquisa modificando-o teórica e/ou tecnicamente.

A dissertação, bem mais simples, é uma análise substantiva sobre tema relevante da área
de estudo, uma analise informacional sobre ponto polêmico. Um tratado sobre assunto
prioritário, uma sondagem corroborando ponto de vista do autor ou a descrição de uma
modelo para um caso especifico. A dissertação não se defende, não necessita
necessariamente, de uma pesquisa ou de demonstrar evidências de algo novo para a área.

Mas tanto um projeto de tese, quanto de dissertação devem meditar sobre os itens abaixo.

A tese é o primeiro momento de um processo dialético, onde se expõe uma nova


proposição, e em caso de impugnações necessita ser defendida. É uma afirmação teórica,
com possíveis aplicações práticas ou conceituais sobre particularidades do objeto de
estudo, que não existia antes da pesquisa. Deve ser uma preocupação que existe desde
muito tempo e sempre recorrente na mente do estudioso que, deve ser estar na sua
produção bibliográfica e suas participações em reuniões de pesquisa.

Acredito que nem sempre a tese está explicitada nas hipóteses, muitas vezes considerada
uma suposição inicial pela qual a imaginação antecipa o conhecimento, com o fim de
explicar ou prever a possível realização de um fato e deduzir-lhe as conseqüências. A
hipótese pode ser uma pressuposição inicial fixada e assumida como sendo uma
configuração já existente o que não é o caso da tese. Como um conjunto de antecipações
provisórias torna-se um dado na enunciação do problema.

Os objetivos, também, não devem ser confundidos com a tese. São as metas que o
enunciante pretende atingir em seu projeto de pesquisa. Os objetivos representam as
estratégias a serem alcançadas na configuração do processo para evidenciar a tese. Se uma
tese pretende provar: ‘A linguagem é essencial para a representação da informação’ um
dos objetivos poderá ser: estabelecer as diferentes linguagens de codificação da
informação. São as alternativas de ação para determinar as evidencias da Tese.

A justificativa do trabalho demonstra a necessidade deste para a área específica e


principalmente o arcabouço teórico de apoio para a execução do trabalho e de sua inserção
na de ciência da informação.

A metodologia precisa estar claramente explicitada. Uma metodologia é um sistema de


princípios, práticas e procedimentos a serem aplicados ao problema especifico. Assim a
metodologia terá sempre duas etapas: a) uma descrição de como será abordado o tema
pesquisado e suas condições quantitativas, qualitativas e filosóficas de explanação; b) um
conjunto de procedimentos e seus instrumentos para a execução das ações metodológicas
de cada etapa da pesquisa.

Na parte inicial cabe indicar o tipo de pesquisa que está sendo realizada: se é uma pesquisa
explicativa, exploratória; se tem elementos experimentais (onde e como). Trata-se de uma
metodologia única e já utilizada ou um conjunto de condições metodológicas novas? É
puramente quantitativa ou tem elementos qualitativos?

Ainda, na parte inicial é indicado o corpus da pesquisa e a indicação de qual o conjunto


específico de documentos, dados, informações irão constituir esse corpo, qual a parte do
corpus existente será usado em termos quantitativos ou qualitativos. O Corpo da pesquisa
pertencerá a um determinado universo de pesquisa que necessita também ser definido
para se observar suas características e a relação do universo com o corpus da pesquisa.

A segunda parte da metodologia necessita explicitar os métodos da pesquisa a serem


utilizados: quais os instrumentos serão utilizados (questionários, entrevistas, estudo de
caso). Indicar o passo a passo das etapas que irá seguir, em uma ordem que seja racional
com as ações propostas constituindo os elementos necessários para evidenciar a tese
proposta.

Caso a pesquisa empreste conceitos e explicações de outra área será da maior importância
lembrar que não se pode, simplesmente, transpor teorias e conceitos emprestados da outra
área de conhecimento. Esta transmutação de idéias, do pensar em si tem que respeitar as
características existentes e manifestas da área de ciência da informação, do objeto
informação em si, com todas as suas condições, características e singularidades.

ROTEIRO para checar seu projeto ou tese ou dissertação

1 Título:  Ótimo;
  Bom;
  Regular;
  Ruim;
  Péssimo.

1.1. Reflete o conteúdo?
1.2. As palavras utilizadas são apropriadas?

2 Clareza do Texto: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

2.1. Existem com as informações mínimas?
2.2. Parágrafos adequados para Leitura?

3 Estilo: Ótimo;
 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

3.2. O conteúdo está correto?

4 Apresentação dos Dados s: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

4.1. tratamento das figuras e tabelas?

5 Resumo: Ótimo;
 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

5.1. O resumo é estruturado, semi-estruturado ou não-estruturado?
5.2. O resumo contém todos os itens necessários e de forma adequada?

6 Introdução: Ótimo;
 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

6.1. Qual é o problema que está sendo respondido?


6.2. Por que foi necessária a realização da pesquisa?
6.3. Existe uma ou mais revisões sistemáticas do assunto?
6.4. Como serão utilizados os resultados desta pesquisa?
6.5. Quais são as principais perguntas que serão respondidas?
6.6. Existiam hipóteses a serem testadas? As hipóteses foram explicitadas?

7. Justificativa, revisão da literatura, marco teórico:


Ótimo; Bom;
 Regular; Ruim;
 Péssimo.

7.1. Foram esquecidos artigos históricos ou clássicos?
7.2. Foi obedecida uma cronologia?
7.3. Como foi abordadoo arcabouço teórico a ser adotado?

8. Métodos e instrumentais: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

8.2. Qual foi o tipo de estudo utilizado?


8.3. Qual foi o local onde foi realizada a pesquisa (Quais entidades envolvidas)?
8.4. Qual o "corpos da pesquisa"no estudo e sua qualificação?
8.4.1. Quais foram os critérios de inclusão adotados?
8.4.2. Quais foram os critérios de exclusão adotados?
8.4.3. Como foi realizado o recrutamento dos doentes?
8.6. Quais as variáveis estudadas?
8.6.3. Como foram mensuradas?
8.7. Como foi descrito o método estatístico?
8.7.2. Foram apresentados os detalhes de como foi realizada a análise estatística?

9. Resultados alcançados: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

9.1.1. Quando foi iniciada e terminada a pesquisa?


9.1.5. Foi apresentado um organograma da pesquisa?
9.2. As hipóteses estudadas são coerentes?
9.2.1. São apresentadas de forma apropriada?

10. Discussão no corpo da pesquisa: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

10.1. Foram enfatizados os principais resultados?


10.2. Foram discutidas as limitações do estudo?
10.3. Foram discutidas as forças e fraquezas em relação a outros estudos?
10.4. Qual o significado do estudo? Possíveis mecanismos e implicações para a ciência da
informação?
10.5. Quais são as perguntas não respondidas e as pesquisas futuras?

11. CONCLUSÕES: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

11.1. Estão adequadas e corretas? (Estão de acordo com os objetivos? Estão de acordo com
os métodos? Estão de acordo com os resultados?)

12. Referências: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

12.1. ABTN?
12.2. O mesmo estilo foi utilizado em toda a tese?

13. Anexos: Ótimo;


 Bom;
 Regular;
 Ruim;
 Péssimo.

13.1. Foram apresentados os dados individuais?
13.2. Os anexos são relevantes?

Além dos itens acima apresentados existem ao menos seis itens que são fundamentais
serem respondidos para determinar a qualidade do projeto, tese e dissertação . Este itens
devem ser avaliados em conjunto . Os itens são:

a) Os erros ortográficos e de concordância são acidentais?


b) O estilo de redação é direto, claro e objetivo?
c) A seqüência de raciocínio utilizado é lógica e faz sentido?
d) Com que profundidade o tema é abordado?
e) O que dizem as entrelinhas?
f) A impressão e o encadernamento são de boa qualidade?