Vous êtes sur la page 1sur 8

SISTEMA PARA BALANCEAMENTO DE LINHAS DE MONTAGEM

BASEADO NO MÉTODO COMSOAL

Eduardo Takashi Togawa


Júlio Vital Diniz de Paula
Alberto José Álvares
Universidade de Brasília, Departamento de Engenharia Mecânica e Mecatrônica, Graco - Grupo de Automação e
Controle, CEP 70910-900, Brasília, DF.
togawa@zaz.com.br, juliodepaula@yahoo.com & alvares@alvarestech.com

Resumo. Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um programa para o balanceamento de linhas de montagem baseado no
método COMSOAL.O problema de balanceamento de linha consiste em arranjar os processos individuais em estações de forma que
o tempo de cada estação montada seja aproximadamente o mesmo. Assim, este tempo determinará o fluxo de produção, havendo um
aumento da produtividade. Atualmente o uso de computadores nos permite uma maior rapidez e eficiência para realizar
determinados tipos de trabalho de forma mais conveniente que a manual. O procedimento do algoritmo COMSOAL é de realizar
iterações e assim obter soluções diversas para ficar com a melhor delas. O sistema desenvolvido visa facilitar o problema de
organização de uma linha de montagem de forma a se formar estações com tempo de ciclo determinado. Esta organização de
processos em estações de trabalho visa melhorar a produção de uma linha de montagem evitando a formação de gargalos na
mesma.

Palavras chave: Balanceamento de Linha, COMSOAL, Manufatura, Produtividade, Montagem.

1. Introdução

Atualmente o desenvolvimento tecnológico se encontra em estágio bastante avançado, destacando-se o grande


avanço da informática. Com isso, o uso de computadores para a realização de tarefas que antes eram feitas apenas de
forma manual passaram a ser realizadas com maior confiabilidade, eficiência e rapidez pelas máquinas processadas.
Em muitas áreas os computadores já são considerados ferramentas essenciais para a realização de trabalhos,
podendo-se destacar a área de aquisição de dados, de controle e de projetos para realização de tarefas extremamente
complexas e demoradas.
Neste trabalho ele é utilizado, juntamente com uma ferramenta de programação muito poderosa, para a realização
do balanceamento de linhas de montagem de uma fábrica de forma a se obter uma produção ótima para o produto que se
deseja obter.
O problema de balanceamento de linha consiste em combinar as tarefas individuais de processamento e montagem
para que o tempo total exigido em cada estação de trabalho seja aproximadamente o mesmo (Ferreira,1998). Se os
elementos de trabalho podem ser agrupados de modo a que todos os tempos em cada estação sejam exatamente iguais,
ter-se-á o caso de um balanceamento perfeito da linha, e conseqüentemente a produção será suave. Entretanto, na
maioria das situações práticas é muito difícil alcançar um balanceamento perfeito. Quando os tempos das estações de
trabalho são diferentes, a estação mais lenta determina a taxa de produção global da linha.
Como exemplo deste problema podemos citar o controle remoto de um aparelho qualquer que deve ser montado
numa linha dedicada. A tarefa total de montagem do produto deve ser dividida em elementos mínimos de trabalho.
Cada elemento do controle deve ser montado sobre a placa de silício do mesmo. Dos elementos a serem posicionados
sobre a placa podemos citar os resistores, capacitores, e dos processos podemos enumerar a soldagem, a embalagem.
Fica claro que para soldarmos os elementos da placa, devemos primeiro colocá-los na posição correta. Logo o
processo de soldagem tem como predecessor a colocação dos itens do circuito, assim como a embalagem tem como
predecessores todos os demais elementos.
Além das restrições de precedência, existem outros tipos de restrições à solução do problema de balanceamento.
Estas referem-se às restrições no arranjo das estações em vez da seqüência dos elementos de trabalho. O primeiro tipo
de restrição no arranjo das estações chama-se restrição de área, que pode ser positiva ou negativa. Uma restrição de área
positiva significa que certos elementos de trabalho devem ser localizados próximos uns dos outros, preferivelmente na
mesma estação. Por exemplo, todos os elementos de pintura devem ser efetuados juntos, pois uma estação especial
semi-fechada deve ser utilizada. Uma restrição de área negativa indica que certos elementos de trabalho poderão
interferir uns com os outros, e deverão portanto localizar-se afastados. Por exemplo, um elemento de trabalho que
requer ajuste fino ou manuseio delicado não deve ser localizado próximo a uma estação que gera ruídos e vibrações
elevados.
Uma outra restrição no arranjo das estações é a restrição de posição. Esta é encontrada na montagem de produtos
grandes tais como automóveis. O produto é bem grande para um operador executar o trabalho em ambos os lados.
Portanto, para acelerar e facilitar o trabalho, operadores são localizados em ambos os lados da linha.
O balanceamento de linhas torna-se então uma etapa muito importante tanto no planejamento quanto na execução
de um produto, pois com ele uma produção se tornará mais organizada, rápida, havendo assim uma melhora na
produtividade desta linha. Com ela há uma administração mais otimizada dos recursos disponíveis para a montagem e
fabricação.
O método de balanceamento de linha que aqui está apresentado, o COMSOAL, não está equipado para lidar com as
restrições de arranjo das estações convenientemente. Entretanto, em situações reais, tais restrições devem ser
consideradas no projeto do sistema de manufatura.

2. Revisão Bibliográfica / Estado da Arte

2.1 Considerações iniciais.

Vários são os métodos existentes de balanceamento de linhas de montagem e estes se diferem no que se diz
respeito às restrições que eles fazem às linhas de produção. Os métodos podem ser heurístico, que significa que eles
baseiam-se na lógica e bom senso ao invés de uma prova matemática. Nenhum desses métodos garante uma solução
ótima, mas eles provavelmente levarão a boas soluções que aproximam-se do verdadeiro ótimo.
Alguns métodos ainda levam em conta a produtividade de cada funcionário da empresa, caso trate-se de uma
montagem ou produção manual. No caso do método COMSOAL isso não é levado em conta, sendo apenas considerado
o tempo médio de montagem de cada componente.
Conforme sabemos, toda programação exige um algoritmo para o desenvolvimento de um programa e um método
deve ser seguido para se conseguir realizar o desenvolvimento deste algoritmo. O método utilizado neste trabalho foi o
COMSOAL, escolhido pela sua simplicidade e eficiência.
Para a criação do software foi utilizada a ferramenta Borland C++ Builder versão 5.0, pois ele fornece todos os
recursos que fazem com que um programa torne-se de fácil uso e ainda possui ferramentas que facilitam a sua
implementação.
O programa desenvolvido fornece recursos de construção de linhas de montagem, edição de linhas de montagem,
recursos que permitem o armazenamento em disco da linha criada e do melhor resultado obtido por este método, além
de possibilidade de impressão de linhas de montagem e outros recursos mais simples que visam facilitar o uso do
software criado.
A chave para a redução de inventário sem perdas econômicas e sem aumento das despesas operacionais é a
produção sincronizada (Alvares et al.,1991). Assim, o software criado objetiva uma produção otimizada e baseia-se na
administração de gargalos.

2.2. COMSOAL

O algoritmo utilizado para o desenvolvimento do programa foi o COMSOAL cuja sigla significa Computer Method
of Sequencing for Assembly Lines. É um método desenvolvido pela empresa Chrysler e relatado pela Arcus em 1966.
(Groover, 1987).
Este método de balanceamento de linha, apesar de não ter sido o primeiro, atraiu mais atenção do que aqueles que o
precederam devido a sua simplicidade e eficiência.
O procedimento deste algoritmo é realizar iterações através de uma seqüência de alternativas de soluções e ficar
com a melhor delas.
A seguir, na Tabela 1, está mostrada uma tabela de entrada para a realização do balanceamento de linhas de
montagem.
Tabela 1. Exemplo de uma linha de mo ntagem para realização de balanceamento utilizando-se o método COMSOAL.
(Groover, 1987).
Elemento
Número Descrição do processo Tempo
predecessor
1 Processo 1 0.2 -
2 Processo 2 0.4 -
3 Processo 3 0.7 1
4 Processo 4 0.1 1,2
5 Processo 5 0.3 2
6 Processo 6 0.11 3
7 Processo 7 0.32 3
8 Processo 8 0.6 3,4
9 Processo 9 0.27 6,7,8
10 Processo 10 0.38 5,8
11 Processo 11 0.5 9,10
12 Processo 12 0.12 11
Assim, o algoritmo pode ser descrito da seguinte forma:

Passo 1: Construa a lista A (Tabela 2), a partir da tabela de entrada, mostrando todos os elementos de trabalho em uma
coluna e o número total de elementos que precedem imediatamente cada elemento em uma coluna adjacente.
Tabela 2. Exemplo da lista criada com base no passo 1 e na Tabela 1.
Número de
Elemento predecessores
imediatos
1 0
2 0
3 1
4 2
5 1
6 1
7 1
8 2
9 3
10 2
11 2
12 1

Passo 2: Construa a lista B (Tabela 3), mostrando todos os elementos da lista A que não possuem predecessores
imediatos.
Tabela 3. Exemplo da lista criada com base no passo 2 e na Tabela 2.
Elementos com nenhum
predecessor imediato
1
2

Passo 3: Selecione aleatoriamente um dos elementos da lista B.


Passo 4: Elimine o elemento selecionado no passo 3 das listas A e B e atualize ambas as listas, se necessário.
Passo 5: Selecione novamente um dos elementos da lista B tal que seja adequado para o tempo de ciclo.
Passo 6: Repita os passos 4 e 5 até que todos os elementos tenham sido alocados em estações dentro do tempo de ciclo
(Tc).
Passo 7: Retenha a solução atual e repita os passos de 1 a 6 na tentativa de determinar uma solução melhor. Se uma
solução melhor for obtida, ela deve ser retida.
Tabela 4. Exemplo da linha de montagem criada com base no método COMSOAL e com os elementos da linha de
montagem descritos na Tabela 1.
Estação Elementos Tempo Tempo parcial
1 1 0.2
2 0.4
5 0.3
4 0.1 1.0
2 3 0.7
6 0.11 0.81
3 8 0.6
10 0.38 0.98
4 7 0.32
9 0.27 0.59
5 11 0.5
12 0.12 0.62
3. Arquitetura do Sistema

O presente projeto apresentou como proposta o desenvolvimento de um sistema para o balanceamento de linhas de
montagem baseado no método COMSOAL. Para isso escolheu-se a linguagem de programação Borland C++ Builder
5.0, devido aos inúmeros recursos oferecidos por esta ferramenta e a grande interatividade que ela propicia ao usuário.

O programa criado visa oferecer ao usuário um ambiente bastante amigável, independente do grau de conhecimento
deste sobre computadores para realizar o balanceamento de linhas de montagem.
A arquitetura básica do sistema criada está ilustrada na Figura 1.

Figura 1. Arquitetura básica do sistema.

Inicialmente, o programa apresenta uma tela principal (Figura 2) que aparece ao se executar o programa. Ela
permite ao usuário escolher o que ele deseja fazer, seja editar (Botão Editar linha de montagem) ou realizar o
balanceamento de linhas de montagens (Botão Realizar balanceamento). Ainda nesta tela o usuário pode ler as
instruções para esclarecer dúvidas sobre a correta utilização do programa (Botão Instruções) e verificar informações
adicionais sobre o programa (Botão Sobre).
A partir de uma linha de montagem já criada ou que ainda será criada, o usuário pode, após a entrada de parâmetros
para realização do balanceamento (Botão Entrada de Parâmetros), realizar o balanceamento desta linha de montagem.
Para sair do programa basta o usuário estar na tela principal do programa a clicar sobre o botão Sair.

Figura 2. Tela principal do programa de realização de balanceamento baseado no método COMSOAL.


O software criado em Borland Builder C++ 5.0 possui ainda uma série de facilidades ao usuário, como a
possibilidade de navegação nos discos do computador para a busca de arquivos. O programa é capaz de salvar a linha de
montagem criada, o resultado do balanceamento de linhas de montagem e ainda pode realizar a impressão destas linhas.
Os arquivos são salvos em formato texto, de acordo com o padrão ASCII. O sistema esta disponível em
ftp://graco.unb.br/pub/alvares/sim/trabalhos_sim_2000/comsoal/
Existem ainda outros softwares para balanceamento de linhas de montagem baseados em outros métodos, como o
SISBALIM, utilizado no balanceamento da linha de montagem de refrigeradores da empresa Consul da Santa Catarina.
Este software é comercial e implementa o algoritmo COMSOAL de forma customizada para o processo produtivo da
empresa. Comparado com este, o novo software criado mostra-se muito mais moderno, de fácil utilização e com uma
grande interatividade para com o usuário.

4. Resultados e Análise

A seguir ilustra-se uma linha de montagem criada no bloco de notas (Figura 3) que foi passada para o programa
(Figura 4) para a realização do balanceamento.

Figura 3. Descrição da linha de montagem de um controle remoto de portões automáticos da Empresa Rossi.
Várias linhas de montagem foram editadas e algumas já existentes foram adicionadas ao programa (Figura 4) para a
verificação da eficiência da realização do balanceamento implementado no programa. O resultado da linha de
montagem ilustrada está apresentado na Figura 5.

Figura 4. Tela do programa que mostra uma linha de montagem criada baseada na montagem do controle remoto do
portão eletrônico da Empresa Rossi.
Figura 5. Tela do programa que realiza o balanceamento da linha de montagem.
Para a realização do balanceamento da linha de montagem da Figura 4, o tempo de ciclo escolhido foi de 2
minutos para cada estação e o número de iterações foi de 100. Assim, o programa organizou os processos de modo que
cada estação estivesse com um tempo de ciclo máximo de 2 minutos.
É importante observar que para um elemento estar encaixado em uma estação, ele não pode possuir nenhum
elemento predecessor.
A melhor forma de se organizar essa linha de montagem, baseado nesse tempo de ciclo e no número de iterações
desejados, foi dividir os processos em 7 estações, possuindo a estação 1 os processos 1, 2 e 5, totalizando 2 minutos
exatos na montagem desses componentes. A estação 2 realiza a montagem dos processos 3 e 4 (1,5 minutos). A estação
3 o processo 7 (1,7 minutos). A estação 4 o processo 6 (0,7 minutos). A estação 5 o processo 8(1,6 minutos). A estação
6 o processo 9 (1,8 minutos). A estação 7 o processo 10 (0,5 minutos).
O processo 10 não pode ser realizado sem que estejam realizados todos os demais processos, conforme
especificado na edição da linha de montagem. Isto é claro, pois o produto só deve ser embalado após estar totalmente
pronto.
Para comparação do resultado oferecido pelo programa criado, o exemplo da linha de montagem para realização
de balanceamento utilizando-se o método COMSOAL da Tabela 1 foi adicionado ao mesmo e o resultado obtido com o
número de iterações igual a 50 é o apresentado na Tabela 5.
Comparando o resultado da Tabela 5 com o resultado da Tabela 1 observa-se que existe uma pequena diferença
quanto à ordem dos elementos 7 e 10. Este fato pode ser atribuído ao número de iterações que o exemplo adotou, não
mencionado. Apesar disto, o número de estações é o mesmo nos dois casos sendo o menor possível para este tempo de
ciclo adotado.
Caso o tempo de ciclo fosse maior, o número de estações poderia ser menor, pois algum processo poderia ser
encaixado em uma outra estação sem exceder esse tempo máximo permitido. Com isso, poderia haver uma melhor taxa
de produção do produto, sendo esta uma melhor alternativa de produção.
Com os resultados obtidos de várias linhas de montagem editadas, observa-se que o programa possui uma grande
eficiência quanto à realização do balanceamento de linhas de montagens e obedece criteriosamente o método
COMSOAL adotado.
Tabela 5. Resultado obtido com o software criado a partir da linha de montagem da Tabela 1.

Estação Elementos Tempo Tempo parcial


1 2 0.4
1 0.2
4 0.1
5 0.3 1.0
2 3 0.7
6 0.11 0.81
3 7 0.32
8 0.6 0.92
4 9 0.27
10 0.38 0.65
5 11 0.5
12 0.12 0.62

5. Conclusões

No presente trabalho foi desenvolvido um sistema para balanceamento de linhas de montagem baseado no método
COMSOAL. Para isso, utilizou-se o compilador Borland C++ Builder 5.0.
Os resultados obtidos por diversas linhas de montagem testadas mostraram-se coerentes com o proposto pelo
algoritmo COMSOAL.
Portanto, o programa desenvolvido está de acordo com o proposto, além de possuir ferramentas adicionais ao
usuário e elevada interatividade.
A grande vantagem do uso deste tipo de software para o balanceamento de linhas de montagem está no fato da
grande rapidez e eficiência com que esta tarefa é executada, podendo-se assim, em um curto espaço de tempo, obter
uma solução ótima ao sistema em estudo.

6. Referências

Alvares, A. J., Lafratta, F. H., Volkmer, R., Almeida, M. C., Bernard, G. S., 1991, “CIM – Computer Integrated
Manufacturing, Aspectos Relevantes Para Sua Implantação” .
Dias, Adilson de Souza, 2000, “Desenvolvendo em Borland C++ Builder 5.0. Rio de Janeiro”, Ciência Moderna
LTDA.
Groover, Mikell P., 1987, “Automation, Production System and Computer Integrated Manufacturing”. New Jersey,
Prentice-Hall.
João Carlos E. Ferreira,1998, "Sistemas Integrados de Manufatura", Apostila do Curso de Graduação, UFSC,
Departamento de Engenharia Mecânica.
Schildt, Herbert, 1995, “C: The Complete Reference. Berkeley, McGraw-Hill”.
Schildt, Herbert, 1998, “C++: The Complete Reference. Berkeley, McGraw-Hill”.
DEVELOPMENT OF A LINE BALANCING SYSTEM BASED ON COMSOAL METHOD

Eduardo Takashi Togawa


Universidade de Brasília, Departamento de Engenharia Mecânica e Mecatrônica, CEP 70910-900, Brasília, DF.
togawa@zaz.com.br

Júlio Vital Diniz de Paula


Universidade de Brasília, Departamento de Engenharia Mecânica e Mecatrônica, CEP 70910-900, Brasília, DF.
juliodepaula@yahoo.com

Alberto José Alvares


Universidade de Brasília, Departamento de Engenharia Mecânica e Mecatrônica, CEP 70910-900, Brasília, DF.
alvares@alvarestech.com

Abstract - In assembly lines, the production flow depends upon the total time ("t") assigned to each workstation, meaning that "t"
determines line productivity. The line balancing problem is to arrange the individual processing and assembly tasks at the
workstations so that "t" is approximately the same in each workstation (cycle time). Such balancing could be accomplished
manually; however, the use of computer tools allows a more complete enumeration of possible solutions to a line balancing problem
than is practical with a manual solution method. The COMSOAL (Computer Method of Sequencing Operation for Assembly Lines)
algorithm procedure is one such tool that iterates through a sequence of alternative solutions and chooses the more suitable one.
This paper presents an assembly line balancing system based on the COMSOAL algorithm. The system was developed in Borland
C++ Builder 5.0, chosen for being a middle level, easily programmable language, and allowing the development of highly user-
interactive programs. It provided results consistent with the method's proposed goals, in addition to being user friendly.

Keywords: Line Balancing, COMSOAL, Borland C++ Builder 5.0,Production, assembly.