Vous êtes sur la page 1sur 80

MATERIAL

COMPLEMENTAR
HISTÓRIA – GEOGRAFIA – Ciências – MATEMÁTICA – Linguagens – INGLÊS

6-º Ano
VOLUME

1
ÍNDICE – VOLUME 1

História....................................................................................................................................................................3
Geografia............................................................................................................................................................11

Ciências.................................................................................................................................................................21

Matemática...................................................................................................................................................31

Linguagens................................................................................................................................................... 49
Inglês........................................................................................................................................................................75

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________
3
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Para a representante adjunta do escritório da UNESCO


HISTÓRIA no Brasil, Marlova Jovchelovich noleto, ao inscrever a roda
de capoeira na lista do patrimônio imaterial da humanidade, a
Módulo 1 UNESCO reconhece a relevância de uma das manifestações
populares mais expressivas da cultura brasileira e valoriza a
01. influência da herança africana na nossa história e na nossa
“A História é a disciplina que se refere aos homens, cultura.”
a tantos homens quanto possível, a todos os homens do
Disponível em: <www.unesco.org>.
mundo enquanto se unem entre si em sociedade, trabalham,
lutam e se aperfeiçoam a si mesmos.”
04. A notícia publicada no site da UNESCO afirma que as
ANTÔNIO, Gramsci. Disponível em: <wilsonprado13.blogspot.com.br>. rodas de capoeira foram acrescentadas à lista de patrimônio
imaterial da humanidade. Pesquise o que é patrimônio
A partir do trecho acima e de seus conhecimentos, explique cultural imaterial.
qual o objetivo da História.
05. A lista de patrimônio cultural imaterial da Humanidade
02. Analise a imagem abaixo: é feita pela UNESCO, como afirma a notícia, acima. Defina o
que é UNESCO e qual a sua função.

06. Imagine que você é um historiador e encontrou vestígios


de uma sociedade que não desenvolveu a escrita. É possível
estudar a história dessa sociedade? Justifique sua resposta.

07. Tudo que o ser humano produz pode ser considerado


uma fonte histórica, ou seja, é capaz de conservar e transmitir
informações. Existem vários tipos de fontes históricas que
estão dividas em grupos específicos, marque a afirmativa
Disponível em: <www.brasilescola.com>. em que a fonte se encontra relacionada ao grupo correto:

Essa imagem anterior é uma foto das pirâmides egípcias. (A) Joias – documentos escritos.
Esses monumentos podem ser considerados fontes histó- (B) Testamentos – fonte iconográfica.
ricas? Justifique sua reposta. (C) Entrevista – relatos orais.
(D) Cartuns – documentos audiovisuais.
03.
“O patrimônio cultural de uma nação, de uma região ou 08.
de uma comunidade é composto de todas as expressões “A História é a ciência encarregada do passado da
materiais e espirituais que lhe constituem, incluindo o meio humanidade (...) A pessoa que se ocupa desta disciplina é
ambiente natural”. o historiador.”
Declaração de Caracas – 1992. Disponível em: <coral.ufsm.br>. Disponível em: <www.infoescola.com>.

De acordo com o que você estudou, explique a importância do Sobre a História e sua função, podemos afirmar que:
patrimônio cultural.
(A) a História busca compreender os fatos apenas de
Leia o fragmento abaixo e responda as questões 4 e 5: sociedades antigas.
(B) embora a História utilize o método científico, ela não é
“A capoeira é uma manifestação cultural afro-brasileira considerada efetivamente como uma ciência.
muito conhecida em todo o Brasil e também de reconhecido (C) a partir da História podemos entender o processo de
valor internacional. A prática, que é ao mesmo tempo luta, permanências e mudanças que ocorreram ao longo dos
dança, esporte e arte, agora junta-se ao círio de nazaré (PA), tempos.
ao frevo (PE), às expressões orais e gráficas dos wajapis (D) a História é completa por si mesma, dessa forma não
(AP) e ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano que já são necessita do auxílio de outras disciplinas.
reconhecidos como patrimônio imaterial da humanidade.
4
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
09. Sobre a definição de História e o ofício do historiador, 02. De acordo com a imagem, é correto afirmar que:
podemos afirmar que:
1O DE JANEIRO 24 DE RAMADA 23 DE TEVET
(A) o trabalho do historiador é investigar os eventos que
DE 2000 DE 1378 DE 5760
ocorreram ao longo do tempo nas sociedades utilizando
as fontes históricas.
(B) a História é feita apenas por pessoas de grande impor- OCIDENTAL
ISLÂMICO JUDAICO
(Gregoriano)
tância histórica em uma determinada sociedade.
(C) Embora o historiador utilize diversos tipos de fontes
históricas, o documento escrito é o de maior impor- Baseado no A base é a Lua. Calendário lunar,
tância, pois sempre são verdadeiros. ciclo solar, tem Inicia-se com a pare da criação
(D) os sujeitos históricos são apenas pessoas que tiveram como referência fuga de Maomé do mundo
grande destaque em diversos momentos da história de o nascimento de de Meca, 622 conforme a
uma sociedade. Cristo d.C. Bíblia.
Disponível em: <historiademestre.blogspot.com.br>.
10. Sobre a memória e sua relação com a História, assinale
V para as afirmativas verdadeiras e F para as alternativas
(A) o calendário islâmico começa a ser contado a partir do
falsas.
século VI d.C.
(B) a data referente ao calendário ocidental é 1o de Janeiro
( ) As memórias não são impor tantes e por isso as
do século XXI d.C
sociedades tentam evitá-las.
(C) enquanto o calendário islâmico foi criado no século
( ) Existem dois tipos de memória: a individual, quando é
VII d.C, o calendário judaico foi criado bem antes do
fruto das vivências pessoais; e as coletivas, quando
nascimento de Cristo.
são construídas por um grupo de pessoas.
(D) o calendário islâmico se encontra no mesmo século que
( ) Os historiadores utilizam as memórias para entender
o calendário ocidental, tendo como diferença apenas o
alguns aspectos da sociedade.
dia e o mês.
( ) Os historiadores aceitam as memórias como uma
verdade absoluta do passado, por isso não é necessário
03. Nos estudos históricos, é comum a divisão do tempo
uma investigação científica.
em períodos, pois a história lida com etapas muito longas.
O século é uma das medidas de tempo mais utilizadas na
Módulo 2 história. De acordo com seus conhecimentos, marque a
01. De acordo com seus conhecimentos sobre as medidas alternativa em que o ano corresponde corretamente ao seu
de tempo, podemos afirmar que: século:

I. O ano 501 pertence ao século V. (A) 1500 – século XIV.


II. Os anos 1920 e 1930 pertencem a primeira década do (B) 1990 – século XX.
século XX. (C) 55 – século V.
III. O século XIX é composto pelos anos 1801 até 1900. (D) 2000 – século XXI.
IV. O ano 1309 pertence a segunda década do século XIV.
04. Sobre as características dos períodos históricos, é
(A) Apenas I e II estão corretas. correto afirmar, exceto:
(B) As afirmativas corretas são III e IV.
(C) Apenas a III está correta. (A) A divisão do tempo em períodos históricos auxilia o
(D) Nenhuma das afirmativas é verdadeira. trabalho do historiador.
(B) Os períodos históricos são divididos levando em conta
eventos considerados marcos de grandes transforma-
ções nas sociedades.
(C) A Idade Antiga tem como marco inicial a invenção da
escrita.
(D) O período da Idade Contemporânea tem como marco
final a Revolução Francesa.
5
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

05. Imagine que você é um professor de História e precisa as avaliações, cursos, os feriados, as férias, períodos em
explicar para os alunos do 6o ano a matéria “tempo histórico que o ano se divide, os dias letivos, as atividades extracur-
e cronológico”. Com suas palavras, faça um pequeno riculares (como campeonatos interclasse, festa junina, entre
parágrafo explicando o tema para os seus alunos. outros) e as atividades pedagógicas (como trabalho coletivo
na escola, conselho de classe e paradas pedagógicas).”
Analise a imagem abaixo e depois responda as questões Disponível em: <educador.brasilescola.com>
6, 7 e 8:
Janeiro Como descrito acima, o calendário escolar é de grande
o Fev
br e importância tanto para os alunos quanto para os funcionários
D ezem rei
ro no decorrer do ano letivo. Pensando nisso, imagine que você é
o responsável por formular o calendário de sua escola. Dessa
bro

forma, crie um calendário escolar que você gostaria de utilizar

Mar
vem

na sua escola. Lembre-se de mencionar a quantidade de aulas,

ço
No

férias, eventos extracurriculares, entre outros elementos.


Outubro

Módulo 3
Abril

01.
ro
mb e

Ma
Set

io

to Jun
os ho
Ag
Julho

Geografia Indígena – Parque do Xingu. São Paulo: Instituto Socioambietal/MEC, 1996. p. 55


Disponível em: <3.bp.blogspot.com>.

06. Os povos indígenas, como qualquer outro povo, têm


o seu próprio calendário, ou seja, o seu próprio modo de
marcar os dias e meses. A imagem acima representa um
calendário indígena. Qual a base utilizada para dividir os
meses?

07. O calendário que utilizamos é diferente desse repre-


sentado acima. Nosso calendário é chamado gregoriano.
Explique o porquê dele possuir esse nome.

08. Explique, baseado no que estudou, por que existem


diversos calendários.

09. “A história de qualquer sociedade só pode ser estudada


Disponível em: <www.farolliterario.com.br>
através da escrita, pois sem ela a sociedade não possui
história”. Essa afirmativa está correta? Justifique.
A imagem acima é a capa de uma história em quadrinhos
10. na qual o protagonista é Sherlock Holmes, um detetive
“O calendário escolar é de extrema importância, pois que utiliza a metodologia científica e a lógica dedutiva para
ele é um elemento constitutivo da organização do currículo desvendar um mistério.
escolar. É ele que mostra a quantidade de horas que os Podemos afirmar que o trabalho do historiador se assemelha
professores de cada matéria terão para usar em sala de aula, ao trabalho do detetive? Justifique sua resposta.
6
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
02. Sobre o ofício do historiador, marque V para as afirma- 04.
tivas verdadeiras e F para as afirmativas falsas. “Os griots são os guardiães, intérpretes e cantores
da História oral de muitos povos africanos. Na língua
( ) O historiador tem como objetivo estudar e compreender mandinga, são conhecidos como jali e na África Central,
as ações humanas desde os tempos primitivos até os como mbomvet. Todos eles possuem uma função social
dias atuais. bastante semelhante e de grande relevância. Os griots
( ) A metodologia utilizada pelo historiador se caracteriza cantam a história épica da África e os mitos dos diferentes
na análise de diversas fontes históricas. povos, ou elogiam os méritos dos heróis e personagens
( ) Embora existam diversas fontes históricas, o historiador do passado, geralmente acompanhados por instrumentos
só confia nos documentos escritos. musicais, como a kora ou o xilofone.”
Disponível em: <www.ruadireita.com>.
03.
“As fontes de que os historiadores se utilizam para Podemos considerar os griots uma fonte histórica?
produzirem seus conhecimentos sobre o passado vão muito Justifique.
além dos documentos escritos, preservados nos arquivos
históricos.” 05. Uma das fontes históricas que teve seu valor reco-
Rafael Evangelista. Nas fronteiras entre o cinema e a história. nhecido no século XX são as fontes orais. Pensando nisso,
Disponível em: <www.comciencia.br>.
escolha um membro de sua família e faça uma entrevista
com ele sobre a sua infância. Após a entrevista, elabore um
As fontes históricas são divididas em diferentes grupos, texto com os dados coletados.
assinale a alternativa que a imagem exemplifica uma fonte
histórica da cultura material:
Módulo 4
(A)
01. O Código de Hamurabi é um conjunto de leis criadas na
Mesopotâmia. Esse código possui grande importância na
história por ser o primeiro código de leis escrito. Pensando
nisso, qual é a impor tância do código de leis para a
Disponível em: <viagemmundo.com.br>. sociedade?

(B) 02. Defina economia.

03.
“A maior parte da população conhece a incidência dos
impostos pagos diretamente, enquanto boa parte se esquece
dos impostos diluídos no consumo do dia a dia, como a
Disponível em: <cleofas.com.br>.
tarifa do ônibus, a compra no supermercado ou um jantar
(C) no restaurante”, comenta Christian Travassos, economista
da Fecomércio-RJ.
Disponível em: <economia.ig.com.br>.

Disponível em: <www.fumdham.org.br>. O economista Christian Travassos comenta sobre os


impostos pagos pela sociedade. O que são impostos?
(D)
04. Explique o que é governo.

05. Diferencie o Estado laico do Estado teocrático.

Disponível em: <www.eshoje.jor.br>.


7
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

06. Analise a imagem abaixo: Podemos afirmar que o tipo de governo citado no trecho
anterior é:

(A) Monarquia absoluta.


(B) República.
(C) Monarquia parlamentar.
(D) Teocrático.

09. A partir de seus conhecimentos sobre o comércio e a


economia, podemos afirmar que:

(A) Definimos comércio como uma troca de produtos entre


duas ou mais pessoas.
(B) Só é comércio quando é utilizado moedas.
(C) Embora o Estado seja um importante agente econômico,
ele não interfere na economia.
(D) O capital faz parte da economia, porém não tem relação
com os agentes econômicos.

10.
“Na região da Ilha de Marajó, uma importante civi-
lização se desenvolveu entre os anos 400 e 1300 d.C.
A civilização marajoara era composta por excelentes enge-
Disponível em: <portaleconomia.com.br>. nheiros que construíram aterros artificiais que se elevavam
até 12 metros acima do solo. Tal requinte também se refletia
A imagem representa o escambo. A partir de seus conhe- na criação de sua cerâmica. De caráter cerimonial, seus
cimentos, defina o que é escambo? desenhos correspondem ao mundo simbólico e religioso
dos marajoaras.”
07. Leia as definições dos governos e cite o nome de cada Rui Dantas. Os primeiros brasileiros: Brasil ancestral.
um: Disponível em: <historia.abril.com.br>

a. O poder político é exercido de acordo com as leis Podemos afirmar que o texto acima descreve uma parte da
religiosas. cultura da civilização marajoara, pois o texto:
__________________________________________
(A) retrata os modos de vida da civilização marajoara.
b. Governo liderado por um presidente. (B) descreve os aspectos da religião dos marajoaras, único
__________________________________________ elemento que compõe a cultura.
(C) explica a língua, pois esta é a principal base a cultura
c. O poder administrativo se encontra nas mãos do rei.
marajoara.
__________________________________________
(D) exemplifica os aspectos das escritas dos marajoaras, pois
este é o mais importante para a civilização marajoara.
08.
“A Revolução Islâmica fez do Irã uma república baseada Módulo 5
nos preceitos religiosos do islamismo. O Irã é um país do
Oriente Médio muito presente nos noticiários por conta de seu 01. Sobre os mitos, marque V para as afirmativas verda-
governante autoritário e agressivo. Muito do que o país é hoje deiras e F para as afirmativas falsas.
é fruto de uma revolução ocorrida na década de 1970 que
colocou os dogmas da religião islâmica acima de todos os ( ) Os mitos se baseiam em comprovações científicas.
valores democráticos comuns nos outros países do mundo.” ( ) Os mitos são criações humanas para tentarem explicar
Disponível em: <www.infoescola.com>. os fenômenos da natureza, a origem do mundo e do
homem.
8
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
( ) Os mitos não se preocupam com a veracidade, pois 04. Analise a charge atentamente.
não obedecem a realidade e a lógica.
Charles Darwin criou a teoria
( ) Os historiadores não utilizam os mitos para seus
evolucionista, porém, essa
estudos, pois consideram grandes mentiras inventadas
teoria não foi bem aceita por
pelas sociedades antigas. uma parte da sociedade. A
charge ao lado foi publicada
02. na revista Hornet, e ironiza e
“De acordo com as lendas e mitos indígenas, a criação critica a teoria desenvolvida
destes povos é curiosa. O mito Tupi-Guarani faz referência da por Darwin. Sobre a teoria
existência de um Criador que tinha como coração o sol. O tataravô de Darwin e a critica contida
desse Sol soprou uma fumaça do cachimbo sagrado e a Mãe na charge, podemos afirmar
Terra nasceu. Ela, por sua vez, convocou sete anciães e disse que:
que queria criar uma humanidade ali. Navegando em uma canoa Disponível em: <alogicadosabino.files.
(como se fosse uma cobra de fogo no céu), eles foram levados (A) A ironia está ligada a wordpress.com>.

até a Terra e logo criaram o primeiro ser humano e disseram-lhe ideia de que a própria
que ele seria guardião da roça. Os anciãos se transformaram em natureza seleciona os seres vivos que irão evoluir.
arco-íris e por eles o homem pode descer até a Terra. Nomeado (B) Os criadores da charge representam Darwin como
de Nanderuvuçu (Pai Antepassado). Das águas do Grande Rio macaco, ironizando a ideia do teórico de que o homem
e o macaco possuem um ancestral comum.
Nanderykei-cy, os anciões criaram a Mãe Antepassada. Juntos
(C) Como Darwin acredita que os seres vivos foram criados
geraram a humanidade e o pai se transformou em Sol e a mãe
exatamente como são por Deus, os autores da charge
em Lua que seriam os tataravós dos índios.”
tentam mostrar que ele está errado.
Disponível em: <indios-brasileiros.info>. (D) Darwin afirma que os indivíduos de uma mesma
espécie tendem a se tornarem idênticos, nesse caso
O mito indígena acima está ligado à seguinte teoria: há a finalização do processo evolutivo.

(A) Seleção natural. 05. Leia a tirinha abaixo e depois responda o que se pede:
(B) Big Bang.
(C) Evolucionismo.
(D) Criacionismo.

03. Sobre o povoamento do planeta, marque V para as


afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.

( ) A maior parte dos estudiosos acredita que o primeiro Disponível em: <www.umsabadoqualquer.com>

continente povoado foi a África.


( ) A idade de um fóssil é calculado através da utilização de A tirinha acima representa uma conversa entre Deus (cristão)
e Darwin. A historinha feita por Carlos Ruas possui certa
Carbono 14 que consegue medir com precisão qualquer
comicidade se o leitor tem o conhecimento sobre as duas
quantidade de tempo.
teorias de origens da Terra. Explique o porquê de Darwin
( ) O fóssil de Luzia encontrado em Lagoa Santa iniciou achar que a ação de Deus foi uma indireta, para isso utilize
novos questionamentos sobre o processo de povoa- as teorias e informações da própria tirinha.
mento da América.
( ) Sobre o povoamento do continente americano, só existe
uma única teoria que afirma que os seres humanos
atravessaram o Estreito de Bering.
9
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Leia a história em quadrinhos e depois responda as questões 6 e 7:

Disponível em: <image.slidesharecdn.com>.

06. Na história em quadrinhos, o índio conta para a turma “O desenvolvimento de cada criatura não contrasta com o
da Mônica como os indígenas chegaram à América utilizando conceito de criação, pois a evolução pressupõe a criação
umas das teorias de povoamento americano. Explique que de seres que evoluem.”
teoria é essa. Disponível em: <veja.abril.com.br>.

07. Existe outra teoria de povoamento da América? 08. Com suas palavras, defina a teoria criacionista.
Justifique sua reposta.
09. O papa Francisco cita a teoria do Big Bang. Defina essa
Leia com atenção a reportagem abaixo e depois responda teoria.
as questões 8, 9 e 10:
10. Por muitos anos, a teoria criacionista e a teoria do
“O papa Francisco afir mou nesta segunda- evolucionismo eram consideradas opostas uma a outra,
-feira a acadêmicos que as teorias do Big Bang e da porém, o papa Francisco, líder máximo da religião católica,
Evolução são reais, não contradizem o cristianismo surpreendeu o mundo ao afirmar que ambas as teorias se
e fazem par te dos planos divinos. “O Big Bang não complementam. Você concorda com a afirmação do papa
contradiz a intervenção criadora, mas a exige”, disse. Francisco? Justifique sua resposta.
10
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________
11
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

05. Leia o poema abaixo e responda o que se pede


GEOGRAFIA
O Lugar
Módulo 1
Meu lugar é o meu paraíso se ali tenho o que
preciso e o que tenho, por simples que seja,
01. A Geografia tem como interesse: me faça viver, sonhar, sorrir, e pra mim seja
(A) o estudo da língua portuguesa. algo de profundo prazer e porvir.
(B) o estudo da paisagens e lugares do nosso cotidiano. Falo do gosto – na vida – de ter forças pra lutar,
(C) o estudo da história da sociedade urbana.
pra abraçar o rosto do amanhecer, da tarde, do
(D) o estudo da flora, fauna e invertebrados.
anoitecer e de todos os (inumeráveis)
02. Como podemos definir o espaço geográfico do nosso próximos – amigos,
cotidiano? alguns dos quais até apresento:
minha árvore, meus pássaros, meu riacho,
03. Apresente dois exemplos históricos/geográficos de
ou mesmo o singelo banco em que me sento,
como a sociedade transformou o espaço geográfico?
onde por vezes até, refletindo, me acho...
04. Observa as imagens abaixo e responda o que se pede. Geografia em Poesias: tempos, espaços, pensamentos...
Disponível em: <sites.google.com>. Acesso: 20 nov. 2014.

Foto 1 a. Com base na leitura do poema, explique o que é o


“lugar” para o autor.
b. Todas as crianças e adolescentes vivem em lugares
como destacado no poema? Justifique sua resposta.
06.
Frota de veículos nas capitais quase
dobra em 10 anos
A frota das 12 principais capitais do Brasil praticamente
dobrou em dez anos. O crescimento médio no número de
veículos foi de 77%, sem que a infraestrutura viária e os
órgãos de controle do trânsito acompanhassem o ritmo. Em
Disponível em: <defensoresdanatureza.com.br>. Acesso: 20 nov. 2014. São Paulo, a metrópole que mais ganhou carros em números
Foto 2 absolutos, as ruas receberam 3,4 milhões entre 2001 e
2011. As 12 principais metrópoles somam 20 milhões de
veículos, o que corresponde a 44% da frota nacional.
Disponível em: <observatoriodasmetropoles.net>. Acesso em: 20 nov. 2014.

O aumento da frota de veículos no espaço geográfico das


cidades provoca as seguintes consequências, exceto:
(A) congestionamento nas ruas e avenidas das cidades.
(B) poluição do ar nos grandes centros urbanos.
(C) abertura de novas avenidas e ruas nos centros urbanos.
(D) migração intensa da população urbana para o espaço
rural.

Disponível em: <www.ufmg.br>. Acesso: 20 nov. 2014. 07. As paisagens podem ser transformadas naturalmente
pelos fenômenos geológicos e atmosféricos. Dentre as
a. Qual foto representa um espaço transformado pela
opções abaixo, qual o grupo de fenômenos totalmente
sociedade? Foto: _________.
naturais altera lentamente ou rapidamente as paisagens?
b. Justifique a sua escolha acima.
12
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
(A) Vento, chuva e hidrelétrica. (A) Homogêneo, onde todos são iguais.
(B) Terremotos, furacão e construção de casas. (B) Heterogêneo, marcado por desigualdades.
(C) Radiação solar, deslizamento de terras e abertura de (C) Rural, pois cita a vida tranquila do campo
ruas. (D) Urbano, marcado pela vida tranquila da cidade.
(D) Tufão, tsunami e vulcanismo.
10. Observe o gráfico.
08. Marque V para as opções verdadeiras e F para as falsas. Milhões de pessoas
Em % do Total
( ) A cidade é uma construção da sociedade, por isso é 100% 200
um espaço geográfico. 190,8
Urbana
( ) As atividades agrícolas e minerais pouco interferem na 75% 169,8 150
Rural 146,8
alteração dos espaços geográficos.
( ) A migração de pessoas do meio rural para o meio 50% 119,0 100
urbano promoveu o crescimento das cidades. 93,1
( ) O aumento da produção industrial é um fator para a 25% 70,1 50
degradação do meio ambiente. 51,9
( ) A rua que foi um dos lugares do lazer das crianças, hoje 0% –
passou a ser dominada pelos transportes. 1950 1960 1970 1980 1991 2000 2010
(A) V, F, V, V, V. IBGE, 2010. Disponível em: <www.beefpoint.com.br>. Acesso: 21 nov. 2014.

(B) F, F, V, V, F. O gráfico de linhas apresenta o crescimento da população


(C) V, V, V, V, F. brasileira nos espaços urbanos. Esse crescimento gerou
(D) V, F, V, F, V. mudanças significativas das cidades. Marque a afirmativa
que não representa uma mudança espacial das cidades.
09. Lei a letra da música e faça o que se pede.
(A) Aumento do número de prédios nos bairros.
A Cidade (B) Aumento do número de parques ecológicos.
Chico Science (C) Aumento do número de shopping Center.
(D) Aumento do número de carros e ônibus.
(...) E a cidade se apresenta
(E) Aumento do número de escolas e hospitais.
Centro das ambições
Para mendigos ou ricos
E outras armações Módulo 2
Coletivos, automóveis,
Motos e metrôs 01. As paisagens estão caracterizadas corretamente,
Trabalhadores, patrões, exceto:
Policiais, camelôs
(A) As paisagens representam apenas as áreas naturais e
A cidade não pára rurais.
A cidade só cresce (B) As paisagens representam as áreas naturais e modifi-
O de cima sobe cadas pela sociedade.
E o de baixo desce(...) (C) As paisagens mudam a partir dos fenômenos naturais
e ações da sociedade.
Disponível em: <letras.mus.br>. Acesso: 21 nov. 2014. (adaptado) (D) As paisagens podem ser bonitas ou feias dependendo
O autor da música apresenta a cidade com um espaço de quem as veem.
13
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

02. Qual das paisagens a seguir não é parecida e nem faz 03. Ruas, avenidas, prédios, casas, comércios, bancos e
parte do seu cotidiano? shopping Center, fazem parte da paisagem das cidades. A
rua faz parte do seu cotidiano direto, seja para brincar ou
(A) simplesmente como passagem. Explique como é a rua onde
você mora.

04. Por que nas grandes cidades a rua deixou de ser um


espaço apropriado para as brincadeiras, como jogar bola,
empinar pipa e correr?

05. Observe a tirinha.

Disponível em: <meutransporte.blogspot.com.br>.


Acesso em: 28 nov. 2014.

(B)

Disponível em: <diariodoverde.com>. Acesso em: 28 nov. 2014.

Qual é a ideia de progresso transmitida pela tirinha?

(A) O respeito às paisagens naturais e manutenção das


florestas.
(B) O uso dos recursos naturais como o corte das árvores
e mudança espacial.
(C) A manutenção das áreas naturais e o cuidado com as
Disponível em: <pt.wikipedia.org>. Acesso em: 28 nov. 2014.
árvores.
(D) A criação de espaços agradáveis e o replantio de
(C) árvores.

06. Qual das representações de Brasília foi feita a partir de


imagens de satélites?

(A)

Disponível em: <4.bp.blogspot.com>. Acesso em: 28 nov. 2014.

(D)

Disponível em: <bairrosdebelohorizonte.webnode.com.br>.


Acesso em: 28 nov. 2014.
14
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
(B) 08. Observe o grafite abaixo.

Disponível em: <i.eurosport.com>.


(C)
O grafite é uma forma de arte presente nas paisagens
urbanas de diversas cidades no mundo e no Brasil. O grafite
exposto foi feito no portão de uma escola em São Paulo,
no período da última copa do mundo realizada no Brasil em
2014. A afirmativa correta sobre a crítica feita pelo artista é:

(A) A criança não gosta de futebol, por isso não queria que
a copa do mundo se realizasse no Brasil.
(B) A criança chora de alegria, pois pela primeira vez verá
uma copa do mundo no seu país.
(C) A criança chora de fome, enquanto altos recursos são
gastos nos estádios para a copa.
(D) (D) A criança queria ver os seus ídolos do futebol, como
não conseguiu ingresso, está chorando.

09. As paisagens abaixo foram transformadas por ativi-


dades humanas. Cite o nome dessas atividades e explique
como esses espaços foram alterados.

Disponíveis em: <palavrasintrepidas.blogspot.com.br>.


Acesso em: 28 nov. 2014.

07. Nas representações de Brasília, na questão anterior,


observa-se que a cidade foi planejada com a forma de um
(a):

(A) avião.
Disponível em: <www.portaltailandia.com.br>.
(B) tabulheiro de xadrex.
(C) ilha.
(D) ave.
15
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

(A) É um mapa topográfico, pois representa o relevo


brasileiro.
(B) É um mapa hidrográfico, pois representa a hidrografia
brasileira.
(C) É um mapa geológico, pois representa a geologia
brasileira.
(D) É um mapa político, pois representa os estados, capitais
e cidades brasileiras.

03. As legendas são úteis, pois:

(A) apresentam a simbologia do que será tratado no mapa.


Disponível em: <tecnicoemineracao.com.br> (B) apresentam os pontos cardeais para a orientação do
mapa.
10. Existem várias formas de registrar as paisagens. Quais (C) apresentam a redução da área real do espaço
são os instrumentos que você conhece, utilizados para cartografado.
registra-la? (D) apresentam as distâncias no mapa e em relação à área
real.
Módulo 3
04. Faça a leitura do mapa abaixo, observando a posição
do Sol e o horário.
01. As convenções cartográficas têm a finalidade de facilitar
a leitura do mapa. Marque a opção que não representa uma
convenção cartográfica.

(A) Legenda. (C) Orientação.


(B) Bússola. (D) Título.

02. Qual é o tipo de mapa apresentado abaixo?


Disponível em: <revistaescola.abril.com.br>. Acesso em : 07 dez. 2014.

Disponível em : <chicomarchese.files.wordpress.com>.
Acesso em: 07 dez. 2014 .

Após a interpretação do mapa, indique as cidades localizadas


a Oeste de Belo Horizonte.

(A) Caeté, Sabará e Santa Luzia.


(B) Contagem, Ribeirão das Neves e Betim.
(C) Nova Lima, Rio Acima e Brumadinho.
(D) Santa Luzia, Taquaraçu de Minas e Jaboticatubas.
16
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
05. As duas representações seguintes mostram o Brasil com 10. Observe a imagem.
tamanhos diferentes. Na leitura desses mapas, qual deles
apresenta mais detalhes do território brasileiro?

A B

Disponível em: Google Earth. Acesso em: 7 dez. 2014.

A imagem acima representa a cidade de Palmas, planejada


para ser a capital de Tocantins. Quais são as evidências de
Disponível em: <revistaescola.abril.com.br>. Acesso em: 07 dez. 2014. que Palmas é uma cidade planejada?
(A) O mapa A, pois além do Brasil, apresenta outros países.
(B) O mapa A, pois são mostradas as fronteiras do Brasil
com outros países.
Módulo 4
(C) O mapa B, pois apresenta os estados brasileiros e
importantes cidades do país. 01. A ciência que estuda a origem do universo e o sistema
(D) O mapa B, pois além de apresentar os estados brasi- solar é a
leiros, mostra as rodovias do país.
(A) biologia.
06. Qual a importância das escalas na leitura de um mapa? (B) matemática.
(C) astronomia.
(A) Saber o conteúdo apresentado no mapa.
(D) oceanografia.
(B) Descobrir as distâncias entre os lugares no mapa.
(C) Saber as orientações no mapa.
02.
(D) Fazer a leitura do mapa através de símbolos.
Como surgiu o universo?
07. Responder essa questão de forma que agrade a todos,
“O Homem desde os tempos remotos procurou um meio ou pelo menos a grande maioria, está, sem dúvida alguma,
de registrar suas passagens por lugares e delimitar territórios. entre os maiores desafios que alguém ou qualquer instituição
Os mapas foram a primeira forma de expressão utilizada, possa encontrar. A origem do universo é uma das grandes
surgindo antes mesmo da escrita.” interrogações do homem, e está entre aquelas que mais
VESENTINI, J. William e VLACH, Vânia.
geram polêmica e desentendimentos.
Geografia: o espaço natural e a ação humana. Ed. Ática,2012. Pg. 69.
Disponível em: <www.recantodasletras.com.br>. Acesso: 8 dez. 2014 .

Dê exemplos de como as sociedades primitivas registravam Como mencionando no texto, existem ainda muitas dúvidas
os lugares de vivência? sobre a origem do universo. No entanto, a teoria científica
mais aceita é a:
08. Por que a cartografia desenvolveu-se bastante no
período das grandes navegações, entre os séculos XIV e (A) criacionista.
XVI? (B) do Big Bang.
(C) da explosão de vários vulcões.
09. Qual é a diferença entre um mapa político e um mapa (D) dos terremotos terrestres.
temático?
17
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

03. Sobre a imagem abaixo e seus conhecimentos do Qual é a sequência correta?


sistema Solar, marque a opção falsa.
(A) C, E, C, E. (C) E, C, E, C.
(B) C, C, C, E. (D) E, E, E, C.

06. O movimento das marés ocorre por um fenômeno


astronômico, que pode ser explicado pela (o):

(A) ação dos ventos, principalmente no verão.


(B) movimento de rotação e translação da Terra.
(C) efeito de atração que a Lua exerce sobre a Terra .
(D) influência dos terremotos terrestres.

Disponível em: <portaldoprofessor.mec.gov.br>. 07. Plutão era oficialmente o nono planeta do Sistema Solar.
O “rebaixamento” aconteceu em 24 de agosto de 2006,
(A) A Terra é o terceiro planeta mais próximo do Sol. quando a União Astronômica Internacional (IAU) votou em
(B) A Terra e demais planetas do Sistema Solar se localizam uma nova definição de planeta. Como podemos definir um
na Via Láctea. planeta?
(C) A Terra está localizada no centro do Sistema Solar.
(D) A Terra é considerada um planeta rochoso. 08.
É por uma dessas coincidências incríveis que o Sol
04. Marque a opção correta. e a Lua parecem, no céu, ter mais ou menos o mesmo
tamanho. Além de propiciar fenômenos fascinantes, como
(A) O Sol é o Sistema Solar. os eclipses, esses dois objetos ajudaram a dar pistas sobre
(B) O Sol é uma Galáxia. as dimensões do Sistema Solar. São os dois únicos corpos
(C) O Sol é um grande planeta. celestes a se apresentarem, a olho nu, como discos, em vez
(D) O Sol é uma estrela. de pontos luminosos.
Coleção explorando o Ensino: Astronomia.
05. Simplificadamente, dizemos que um eclipse do Sol Fronteira Espacial, parte 1, volume 11. MEC. pg.111 e 112.
ocorre quando a Lua passa na frente, sua e o da Lua quando
ela passa dentro da sombra da Terra, a qual é opaca e Por que a Lua e o Sol parecem ter o mesmo tamanho?
iluminada pelo Sol, como você sabe.
09. Por que a Terra e os outros planetas do Sistema Solar
ÓRBITA DA LUA giram ao redor do Sol sem se desprenderem?

SOL LUA TERRA 10. Qual a importância da radiação Solar para a manutenção
da vida no planeta Terra?
FIGURA SIMPLIFICADA E FORA DE ESCALA

Módulo 5
Escreva C para certo ou E para errado na frente de cada
afirmação abaixo,
01. O planeta Terra possui diversos movimentos, sendo
( ) Eclipses lunares só ocorrem na lua cheia. os principais o de rotação e o de translação. Marque a
( ) Quando os eclipses solares estão ocorrendo, podem opção que indica de que tipo são esses movimentos,
ser vistos por todos na Terra. respectivamente.
( ) O tipo de eclipse representado esquematicamente na
figura é um eclipse solar. (A) Em torno do Sol e em torno de si mesma.
( ) Os eclipses solares e lunares estão relacionados com (B) Em torno da Lua e em torno de si mesma.
os solstícios e equinócios, respectivamente. (C) Em torno de si mesma e em torno do Sol.
(D) Em torno de si mesma e em torno da Lua.
18
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
02. Marque a opção que indica o tempo aproximado, Apenas dois, o acendedor do único lampião do Polo
respectivamente, do movimento completo de rotação e do Norte e o seu colega do único lampião do Pólo Sul, levavam
movimento completo de translação da Terra. vida ociosa e descuidada: trabalhavam duas vezes por ano”.
O Pequeno Príncipe. Antoine de Saint-Exupéry
(A) 365 horas e 24 dias.
(B) 24 horas e 365 dias. 05. O fenômeno natural que determina o ritmo dos movi-
(C) 365 dias e 24 horas. mentos do exército aludido no texto é:
(D) 24 dias e 365 horas.
(A) O movimento da Terra em torno do Sol, a translação.
(B) O movimento da Terra em torno de si mesma, a rotação.
03. O movimento de rotação da Terra define os dias e as
(C) O movimento pendular dos polos sul e norte da Terra.
noites. Já o movimento de translação define:
(D) O movimento dos continentes, conhecido como deriva
continental.
(A) As estações do ano.
(B) As horas do relógio.
06. O último parágrafo do texto indica que:
(C) As passagens dos cometas.
(D) As fases da lua. (A) Nos polos, durante uma época do ano, não têm noites.
(B) Nos polos praticamente não há presença humana.
04. Ao longo do ano vemos coleções de moda serem (C) Nos polos, nunca ocorrem noites.
lançadas com nomes primavera-verão e outono-inverno. De (D) Nos polos as pessoas não gostam de trabalhar.
qual do movimento da Terra os profissionais da moda pegam
emprestados os nomes paras suas coleções? 07. Observe o mapa abaixo.

(A) Movimento da Terra em torno da Lua.


(B) Movimento da Terra em torno de si mesma.
(C) Movimento da Terra em torno do Sol.
(D) Movimento da Terra em torno de seu eixo.

As questões 5 e 6 devem ser respondidas com base no


trecho do livro O Pequeno Príncipe, do francês Antoine de
Saint-Exupéry. Leia-o com atenção e responda o que se
pede em seguida:

“Para dar-lhes uma ideia das dimensões da Terra,


eu lhes direi que, antes da invenção da eletricidade, era
necessário manter, para o conjunto dos seis continentes,
um verdadeiro exército de quatrocentos e sessenta e dois
mil, quinhentos e onze acendedores de lampiões.
Isto fazia, visto um pouco de longe, um magnífico efeito.
Os movimentos desse exército eram ritmados como os de
um balé de ópera. Primeiro vinha a vez dos acendedores
Considerando o movimento da Terra e observando o mapa
de lampiões da Nova Zelândia e da Austrália. Esses, em
acima, em quais estados brasileiros o dia amanhece
seguida, acesos os lampiões, iam dormir. Entrava por sua
primeiro.
vez a dança dos acendedores de lampiões da China e da
Sibéria. E também desapareciam nos bastidores. Vinha a
vez dos acendedores de lampiões da Rússia e das Índias. 08. Se os movimentos de rotação e translação parassem, o
Depois os da África e da Europa. Depois os da América que aconteceria com os dias e as noites? E o que aconteceria
do Sul e os da América do Norte. E jamais se enganavam com as estações do ano?
na ordem de entrada, quando apareciam em cena. Era um
espetáculo grandioso.
19
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

09. Qual a diferença entre Solstício e Equinócio. Quando ocorrem os solstícios e os equinócios, quais são
as características de cada?
10. Observe a figura abaixo
Cícurlo Ártico Equinócio
Trópico de Câncer 21-22 de março
Equador Sol vertical no Equador
Trópico de Capricórnio

Sol

Solstício Solstício
21-22 de junho 21-22 de dezembro
Sol vertical na Sol vertical na
latitude 23,5’ N latitude 23,5’ S
Equinócio
22-23 de setembro
Sol vertical no Equador

Disponível em: <fisica.ufpr.br>. Acesso em: 05 dez. 2014. (adaptado).

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________
20
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________
21
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

03. Quais os planetas do Sistema Solar que têm sistema


CIÊNCIAS de anéis?

Módulo 1 04. Qual a principal vantagem das bases de lançamento de


foguetes do Brasil em Alcântara (MA) e na Barreira do Inferno
01. As imagens a seguir destacam a constelação de (RN) sobre uma base de lançamento como Cabo Canaveral
Escorpião observada em dois locais diferentes, a olho nu. na Flórida, por exemplo?

05. Qual é o efeito da força gravitacional da Lua sobre o


movimento de rotação da Terra?
Constelação de Escorpião,
observada em uma
06. Por que se veem mais estrelas cadentes depois da
PEQUENA cidade do interior.
meia-noite do que antes da meia-noite?

07. O que é, na realidade, uma estrela cadente?

08. Quanto vale 1 ano-luz em quilômetros?


Constelação de Escorpião,
observada em uma GRANDE 09. Por que a existência de uma atmosfera é biologicamente
cidade. essencial como condição de vida de um planeta? Cite pelo
menos 2 motivos.

10. Qual a origem das crateras lunares? Se a área da Terra


A diferença na quantidade de estrelas observadas em cada é maior que a da Lua, por que observa-se na Lua um número
uma das imagens pode ser explicada devido à: muito maior de crateras do que na Terra?

(A) diferença no número de estrelas de cada constelação.


(B) maior ocorrência de luzes artificiais na grande cidade Módulo 2
do interior.
(C) variação de luminosidade característica das estrelas. 01. Observe a imagem abaixo:
(D) maior poluição atmosférica e alta temperatura da cidade
grande. Próxima de Centauro
- luz
nos
02. Encontre no caça palavras alguns astros do sistema
4,2a
solar. Sol

M A Q W T F M A R T E U S F I
E L X S H J K I T Y B V N P O
R I E S A T U R N O M C X Z A Terra 8,3 minutos-luz
C U N Q Z B B N M I O F S O L
U H J K L Ç P I O U E A B N M Disponível em: <slideplayer.com.br>.

R Z D T F A U M J K L D R E Y
I G H E U D R E U M O C E L X Distâncias no espaço são medidas em anos-luz. O que é
O L X R X I C A P Y U F D S B um ano-luz?
Z S V R L N I T I D H L P P U
(A) Um ano-luz é a distância do Sol até a Terra.
R U O A Q W E R T T Y U L I O
(B) É um ano que tem mais luz do Sol devido às boas
E N L Y P A S F E G H J U K L
condições meteorológicas.
W T Ç R Ç Z X C R V B N T M A (C) Um ano-luz é a distância que a luz percorre em um ano.
X B J C E H H G F D S A A O P (D) Um ano-luz é a distância da Terra à lua.
S N E T U N O W E R T Y O U I
F I K B M N B V C X Z E W Q S
22
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
02. A tabela a seguir apresenta algumas características dos A que movimento está relacionado o período correspondente
planetas do Sistema Solar. a um ano terrestre?

(A) Translação da Lua em torno da Terra.


Distância
Diâmetro Temperatura Tipo de (B) Translação do Sol em torno da Terra.
Planeta ao Sol
(em km) (em °C) superfície (C) Translação da Terra em torno do Sol.
(em UA)*
(D) Rotação da Terra ao redor de um eixo.
Mercúrio 4.878 0,387 –180 a 430 rochosa
04. Observe a imagem e responda:
Vênus 12.100 0,723 464 rochosa

Terra 12.756 1,000 15 rochosa

Marte 6.786 1,524 –125 a 25 rochosa

Júpiter 142.984 5,203 –110 gasosa

Saturno 120.536 9,539 –140 gasosa

Urano 51.108 19,191 –214 gasosa

Netuno 49.538 30,069 –200 gasosa


*UA (unidade astronômica), que equivale a 150 milhões de quilômetros.

O que é sistema solar?


Com base nessa tabela pode-se afirmar que:
(A) O sistema solar é formado de um Sol e tudo que gira
(A) os planetas rochosos possuem diâmetros maiores que em torno dele incluindo os planetas.
os gasosos. (B) O sistema solar é formado por todas as estrelas da
(B) Mercúrio apresenta a maior temperatura por estar mais galáxia.
próximo do Sol. (C) O sistema solar é o ciclo de vida de uma estrela, de
(C) os maiores planetas do nosso Sistema Solar são uma anã amarela para uma gigante vermelha e então
gasosos. para uma anã branca.
(D) os menores planetas do nosso Sistema Solar são (D) O sistema solar é o Sol, sua coroa, e manchas e
gasosos. erupções solares.

03. Observe o calendário 2015: 05. Em relação ao Universo. Assinale a afirmativa


verdadeira.

(A) Os planetas descrevem órbitas circulares em torno do


Sol.
(B) Gravitando entre as órbitas de Mar te e Júpiter
encontram-se os pequenos astros como o planetoide
Plutão.
(C) A teoria do “Big Bang” procura explicar a origem do
planeta Terra, como tendo sido resultante da explosão
de um átomo de hidrogênio formando a luz da estrela
Sol e da Terra. 
(D) Entre todas as galáxias, a Via - Láctea é a que mais nos
interessa, pois nela está situado o Sistema Solar. 
23
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

06. Qual a principal composição de um cometa. IV. Os meteoros são pequenos astros, formados por três
partes: núcleo, cabeleira e calda.
V. A lua, na fase minguante, vai passando de cheia a nova
e sua superfície, vista da Terra, vai diminuindo.

São verdadeiras:

(A) II, IV, V.


(B) I, III, IV.
(C) II, III, V.
(D) III, IV, V.
(A) Poeira cósmica, enxofre e metais líquidos.
(B) Rochas, poeira, gelo e gases congelados. 10. Um aparelho utilizado na exploração do espaço pode
(C) Hidrogênio, hélio, metais sólidos e ozônio. entrar na órbita de um planeta, sobrevoá-lo ou até pousar
(D) Hidrocarbonetos, gesso, carvão e poeira cósmica. nele para tirar fotos e fazer análises do solo. Alguns são
movidos a energia solar, outros a energia nuclear. Marque a
07. Tem uma noite em que a Lua está na fase “cheia” isto alternativa que indica o nome desse aparelho:
é, vemos todo o disco dela iluminado pelo Sol. O Japão fica
do lado oposto ao Brasil no globo terrestre. Se a Lua é cheia

Disponível em: <gaea-assiss.blogspot.com.br>.


no Brasil, qual é a fase dela no Japão?

(A) Cheia.
(B) Crescente.
(C) Minguante.
(D) Nova.

08. Assinale as afirmativas verdadeiras e as falsas.

( ) A forma da Terra é sem dúvida esférica, porém não é Spirit


uma esfera perfeita, pois há um pequeno achatamento
nos pólos. 

Disponível em: <www.publico.pt>.


( ) O ano-luz é a distância percorrida por um raio luminoso,
em um ano, à razão de 300 km por hora.
( ) Constelação é o agrupamento de estrela que tendem
ao nosso imaginário a formar figuras.
( ) A duração do movimento de rotação da Terra tem em
média 23,93 horas.

(A) V – F – V – V. (C) V – F – V – F.
(B) V – V – V – V. (D) V – V – V – F.
Rosetta “Philae”
09. Leia atentamente:
(A) Foguete espacial.
I. A Terra é um astro iluminado por uma estrela, em torno (B) Sonda espacial.
da qual desenvolve um movimento de rotação. (C) Telescópio espacial.
II. As galáxias, que existem aos milhares, são formadas (D) Satélite artificial.
por estrelas, planetas, satélites, asteroide e outros
astros.
III. As estrelas, devido a frequentes explosões, liberam
energia, provocando fortíssimo calor.
24
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Módulo 3 Milhares de pessoas reuniram-se hoje (13) na região de
Queensland, no Noroeste da Austrália, para assistir ao eclipse
01. Tem uma noite em que a Lua está na fase “cheia” isto é, total do Sol, apesar do mau tempo. O raríssimo fenômeno,
vemos todo o disco dela iluminado pelo Sol. O Japão fica do que durou pouco mais de dois minutos, ocorre quando:
lado oposto ao Brasil no globo terrestre. Se a Lua é cheia no
Brasil, qual é a fase dela no Japão? (A) a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra, deixando uma
zona do planeta às escuras.
(A) Cheia. (C) Minguante. (B) a Lua fica localizada atrás da Terra.
(B) Crescente. (D) Nova. (C) a Terra se interpõe entre a Lua e o Sol.
(D) o Sol fica na frente da Terra.
02. Um eclipse ocorre quando um astro é ocultado, total ou
parcialmente, por um outro astro que se interpõe entre ele e 04. Observe a figura sobre os eclipses:
um observador. O eclipse entre o Sol, a Lua e a Terra pode
ser solar ou lunar, conforme a posição relativa entre eles. Na Eclipse lunar
figura a seguir representamos as fases da Lua (posições: A,
B, C, D) , a Terra e um feixe de luz solar.
Lua Terra Sol
B

Luz solar Eclipse solar


C Terra A

Terra Lua Sol


D

Considerando a Terra como referencial, analise as afirmativas Sobre os eclipses lunar e solar, podemos afirmar:
a seguir.
(A) No eclipse lunar a luz projeta no sol.
I. A fase da Lua é cheia quando ela se encontra na posição (B) No eclipse solar a luz projeta na Terra totalmente.
A. (C) Ocorre quando a Lua se interpõe entre a Terra e o Sol,
II. Quando ocorre o eclipse do Sol, a Lua encontra-se na ocultando completamente a sua luz numa estreita faixa
posição C. terrestre.
III. Durante um eclipse lunar, a Lua encontra-se na posição (D) Em ambos os eclipses ocorre o mesmo processo.
A.
05. Observe a imagem abaixo:
Sobre essas afirmativas, pode-se afirmar que:

(A) todas são corretas.


(B) apenas I e II são corretas.
(C) apenas II e III são corretas.
(D) todas são incorretas.

03. Leia a notícia abaixo do último dia 13 de novembro de


2012 marque a alternativa correta:
Ela representa:
Milhares de pessoas observam eclipse
total do Sol na Austrália (A) O eclipse do Sol.
O eclipse também pôde ser visto parcialmente no Norte (B) O eclipse da Lua.
da Nova Zelândia, em ilhas do Pacífico e em partes centrais (C) A fase da Lua Crescente.
do Chile - 13.11.2012 (D) A fase da Lua Minguante.
25
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

06. Observe a figura: 10. Na noite do dia 18/05/2010 para o dia 19/05/2010, um
astrônomo fotografou o céu em três horários diferentes. Nas
C fotos, ele destacou a constelação do Cruzeiro do Sul.
D B
Quarto
Crescente Crescente Crescente

E Cheia Nova A Raios de Sol

Minguante Quarto Minguante


Minguante
F H
G

18/05 – 19h 18/05 – 22h 19/05 – 01h

A B C D E F G H
As mudanças de posição da constelação do Cruzeiro do Sul
registradas nas fotos se devem ao
Na fase de Lua Nova a Lua não é visível porque:
(A) Movimento das estrelas.
(B) Movimento das constelações.
(A) A face iluminada não está voltada para a Terra.
(C) Movimento de rotação da Terra.
(B) A face iluminada não está voltada para o sol.
(D) Movimento de rotação da galáxia.
(C) A Lua projeta a sua sombra na Terra.
(D) Nasce uma nova Lua enquanto que outra morre.
Módulo 4
07. Com relação ao nosso satélite natural Lua está correto
afirmar: 01. Leia o fragmento de texto a seguir:

(A) A Lua é considerada um astro luminoso devido a este Tais mudanças nas par tes superficiais do globo
estar sempre iluminada; pareciam, para mim, improváveis de acontecer se a Terra
(B) A pequena força gravitacional existente na Lua é fosse sólida até o centro. Desse modo, imaginei que as
responsável pela ausência de atmosfera. partes internas poderiam ser um fluido mais denso e de
(C) Quando a Lua encontra-se entre o Sol e a Terra temos densidade específica maior que qualquer outro sólido que
a chamada eclipse Lunar; conhecemos, que assim poderia nadar no ou sobre aquele
(D) Para que haja um eclipse solar as posições devem ser fluido. Desse modo, a superfície da Terra seria uma casca
Sol, Terra e Lua. capaz de ser quebrada e desordenada pelos movimentos
violentos do fluido sobre o qual repousa.
08. O efeito das fases da Lua pode ser atribuído essencial- Benjamin Franklin, 1782, em uma carta para o geólogo francês Abbé J. L. Giraud-Soulavie
mente à: in PRESS, frank et al. Para entender a Terra. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

(A) Reflexão da luz do Sol na Lua. Sobre a estrutura interna da Terra, pode-se afirmar que:
(B) Refração da luz do Sol na Lua.
(C) Reflexão da luz do Sol na Terra. (A) a crosta é uma camada única constituída de uma placa
(D) Refração da luz do Sol na Terra. tectônica dividida em duas seções.
(B) a litosfera é a camada mais densa e se mantém em
09. Tem uma noite em que a Lua está na fase “cheia” isto movimento devido às correntes convectivas.
é, vemos todo o disco dela iluminado pelo Sol. O Japão fica (C) as camadas da Terra são separadas umas das outras
do lado oposto ao Brasil no globo terrestre. Se a Lua é cheia por áreas denominadas “descontinuidades”.
no Brasil, qual é a fase dela no Japão? (D) ela é formada por camadas alternadas, de densidades
semelhantes, que diminuem da superfície para o centro.
(A) Cheia (E) o núcleo divide-se em duas partes: superior e inferior
(B) Crescente e seu material é o magma.
(C) Minguante
(D) Nova
26
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
02. O estudo das ondas sísmicas e dos campos magné- (A) I – Núcleo interno, II – Núcleo externo, III – Manto e
ticos permitiu o descobrimento e a caracterização de três IV – Crosta.
importantes camadas internas da Terra: a Litosfera, o Manto (B) I – Núcleo externo, II – Núcleo interno, III – Manto e
e o Núcleo. Com relação a esse tema, estão corretas as IV – Crosta.
afirmações abaixo: (C) I – Crosta, II – Núcleo externo, III – Manto e IV – Núcleo
interno.
( ) O Manto envolve o Núcleo terrestre, ocupa a maior parte (D) I – Núcleo interno, II – Manto, III – Núcleo externo e
do volume do planeta e se comporta como um fluido IV – Crosta.
que se move lentamente. (E) I – Crosta, II – Manto, III – Núcleo externo e IV – Núcleo
( ) A Crosta Oceânica, uma porção da Litosfera, é Interno.
composta fundamentalmente por rochas graníticas e
não apresenta, em suas camadas inferiores, rochas 05. Verifique a figura a seguir e identifique as camadas da
basálticas. Terra que ela representa e, na sequência, identifique qual das
( ) Sob a Litosfera existe uma camada de rocha menos alternativas traz a associação correta dessas camadas.
rígida, conhecida como Astenosfera; trata-se de uma
zona de baixa velocidade sobre a qual “flutuam” as
placas litosféricas.
( ) O Núcleo é formado basicamente por níquel e alumínio;
essa camada, que produz o campo magnético do planeta,
apresenta elevadas temperaturas.
( ) A Litosfera acha-se dividida em blocos mais ou menos
rígidos designados como “placas”; essas placas são
deslocadas por correntes de convecção que se formam
no Manto.

A opção correta é:

(A) F – F – V – V – V. (C) F – V – F – F – V.
(B) V – F – V – F – V. (D) V – V – F – F – F.

03. A porção sólida da Terra é uma camada mais ou menos (A) I – Núcleo interno, II – Núcleo externo, III – Manto e
rígida, apresentando uma espessura variada. Tal camada é o(a) IV – Crosta.
(B) I – Núcleo interno, II – Manto, III – Núcleo externo e
(A) magma. (C) troposfera. IV – Crosta.
(B) litosfera. (D) criosfera. (C) I – Crosta, II – Núcleo externo, III – Manto e IV – Núcleo
interno.
04. Verifique a figura a seguir e identifique as camadas da (D) I – Núcleo externo, II – Núcleo interno, III – Manto e
Terra que ela representa e, na sequência, identifique qual das IV – Crosta.
alternativas traz a associação correta dessas camadas. (E) I – Crosta, II – Manto, III – Núcleo externo e IV – Núcleo
Interno.

IV 06. A Terra é como uma cebola: é dividida em várias camadas.


II Entre essas diferentes formas que compõem a estrutura interna
do nosso planeta, qual(is) dela(s) pode(m) ser considerada(s)
III sólida(s).
I
(A) somente a crosta terrestre.
(B) somente o manto.
(C) somente o núcleo.
(D) a crosta e o núcleo interno.
(E) o manto externo e a crosta.
27
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

07. As afirmativas a seguir abordam certos aspectos 10. Minerais, rochas e solos são elementos fundamentais
relacionados às rochas encontradas na crosta terrestre. da dinâmica de transformação da Natureza. As questões a
Analise-as. seguir versam sobre esses elementos: os fatores de sua
formação e interação e a importância de sua conservação.
( ) As rochas que afloram na superfície terrestre não
apresentam sempre o mesmo aspecto; isso decorre a. Dê exemplo de um tipo de rocha magmática e aponte
da ação dos seguintes fatores: origem, composição os principais minerais que a constituem.
química, textura e estrutura das rochas. b. Cite um fator fundamental para a origem das rochas
( ) As rochas vulcânicas, ao contrário das sedimentares, metamórficas.
caracterizam-se pela abundância de poros e de fósseis, c. Aponte os principais tipos de intemperismo; a ação
pois se formam na superfície da crosta terrestre. que realizam sobre as rochas e os principais fatores
( ) O granito é a mais comum das rochas intrusivas; condicionantes de cada um deles.
caracteriza-se pela textura desorientada e granulação C.I. Tipos de intemperismo:
grossa. No Brasil, os granitos surgem em terrenos dos C.II. Ação que produzem:
Escudos pré-cambrianos. C.III. Principais fatores de cada tipo de intemperismo:
( ) As ocorrências de rochas basálticas, em várias regiões d. Indique uma das razões que justificam as preocupações
brasileiras, testemunham fases de vulcanismo, de com as condições atuais de conservação dos solos no
diferentes idades, que se verificaram no País, em face Estado do Ceará.
da complexa dinâmica crustal.
( ) As rochas sedimentares clásticas ou detríticas são
aquelas que resultam da precipitação de determinados Módulo 5
compostos químicos, como, por exemplo, carbonatos,
01. O bloco diagrama representa o processo de formação
sílica e outros.
de um fenômeno natural de grande magnitude, decorrente
da movimentação de placas tectônicas.
08. A Terra é como uma cebola: é dividida em várias
camadas. Entre essas diferentes formas que compõem a
estrutura interna do nosso planeta, qual(is) dela(s) pode(m)
ser considerada(s) sólida(s).

(A) somente a crosta terrestre


(B) somente o manto
(C) somente o núcleo
(D) a crosta e o núcleo interno
(E) o manto externo e a crosta

09. No dia 26 de dezembro de 2004, logo após o natal,


a região indo-asiática, mais particularmente Sumatra, foi Assinale a alternativa sobre o local e as condições de
assolada por um tsunami que atingiu três continentes e 12 movimentação das placas tectônicas e o consequente
países. Estimou-se o número de 163 mil mortos apenas na fenômeno natural.
ação direta do tsunami e calculou-se que o número total de
mortes tenha chegado a 300 mil, contando as vítimas de (A) No fundo do oceano, com terremoto em profundidade,
epidemias, como a cólera, o tifo, etc. sem deslocamento do solo e propagação de ondas
Paulo Roberto de Moraes, É possível prever as ondas do horror?. gigantes; tsunami.
mundo em Fúria, ano 1, n. 1, 2005, p. 22-23. (adaptado).
(B) Em superfície, sem deslocamento do solo oceânico e
propagação de ondas gigantes; maremoto.
a. Explique os principais mecanismos que atuam na (C) No fundo do oceano, com deslocamento do solo sem
formação de um tsunami. propagação de ondas; terremoto.
b. Quando ocorre um tsunami, por que as ondas são quase (D) No fundo do oceano, com terremoto em profundidade,
imperceptíveis em alto mar, enquanto na costa podem deslocamento do solo e propagação de ondas gigantes;
atingir até 50 metros de altura? tsunami.
28
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
02. A teoria da “tectônica de placas”, hoje mais do que 05. A teoria da Tectônica de Placas explica como a dinâmica
comprovada empiricamente, explica fenômenos como interna da Terra é responsável pela estrutura da litosfera,
vulcões, terremotos e tsunamis. Segundo essa teoria, as sendo incorreto afirmar:
placas tectônicas
(A) A litosfera é a parte rígida que compõe a crosta terrestre;
(A) atritam entre si nas extremidades da Terra, derretendo é segmentada em placas que flutuam em várias direções
as calotas polares. sobre o manto.
(B) movem-se porque flutuam debaixo dos solos dos (B) O movimento das placas pode ser convergente ou
oceanos, causando abalos no continente. divergente, aproximando-as ou afastando-as, ou ainda
(C deslizam sobre o magma do interior da Terra e deslizando-as uma em relação à outra.
chocam-se em alguns pontos da crosta. (C) O tectonismo é responsável por fenômenos como
(D) movimentam-se em conjunto, desenvolvendo abalos formação de cadeias montanhosas, deriva dos conti-
sísmicos coordenados e previsíveis. nentes, expansão do assoalho oceânico, erupções
vulcânicas e terremotos.
03. (D) As placas continentais e oceânicas possuem seme-
O ‘tsunami’ que matou, em dezembro de 2004, muitos lhante composição mineralógica básica, uma vez que
milhares de habitantes de países banhados pelo Oceano essas placas compõem a crosta terrestre.
Índico já estava quase esquecido quando, em final de maio
de 2006, um forte tremor de terras na ilha de Java (Indonésia) 06.
fez novas vítimas, que chegam a cerca de 5 mil mortos. Inicialmente, o mundo era um só, existindo apenas
um continente denominado Pangeia. Com os passar dos
Os dois fenômenos, tsunamis e terremotos, milênios, as ____________________ foram se movi-
mentando, o que proporcionou a fragmentação do gigante
(A) estão relacionados às estruturas geológicas cristalinas, continental. Então, dois novos supercontinentes surgiram:
predominantes na região. a __________________ e a _________________. Mais
(B) representam ocorrência comum nas regiões situadas tarde, as movimentações da crosta continuaram, graças
no centro de uma placa tectônica. à ação das ____________________, possibilitando a
(C) resultam dos desequilíbrios geotérmicos que ocorrem formação dos atuais continentes.
no núcleo, parte central da Terra.
(D) têm origens semelhantes, pois ocorrem devido à Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas
movimentação das placas tectônicas. acima.

04. Um tsunami (do japonês, onda de porto) é uma onda (A) Placas Tectônicas, Laurásia, Gondwana, camadas
(ou uma série delas) que ocorre após perturbações abruptas litosféricas.
que deslocam verticalmente a coluna de água. (B) Formações Rochosas, Laurásia, Gondwana, células de
convecção
(C) Placas Tectônicas, Eurásia, Antártida, movimentações
Uma das 36 gravuras pedogênicas.
da série Fuji, (D) Formações Rochosas, Eurásia, Hierópolis, movimen-
elaboradas entre tações pedogênicas.
1823 e 1829, mostra (E) Placas Tectônicas, Laurásia, Gondwana, células de
um tsunami. convecção.

07. A teoria da “tectônica de placas”, hoje mais do que


Sabe-se que esse fenômeno pode ser ocasionado comprovada empiricamente, explica fenômenos como
vulcões, terremotos e tsunamis. Segundo essa teoria, as
(A) por derretimento abrupto de gelo das calotas polares. placas tectônicas
(B) por movimentos sísmicos na crosta oceânica.
(C) pelo aquecimento rápido da atmosfera provocado pelo (A) atritam entre si nas extremidades da Terra, derretendo
efeito estufa. as calotas polares.
(D) pelo aquecimento de águas oceânicas profundas. (B) movem-se porque flutuam debaixo dos solos dos
oceanos, causando abalos no continente.
29
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

(C) deslizam sobre o magma do interior da Terra e


chocam-se em alguns pontos da crosta.
(D) movimentam-se em conjunto, desenvolvendo abalos
sísmicos coordenados e previsíveis.
(E) encostam uma na outra e bloqueiam seu movimento
natural, causando abalos nos mares.

08.
Zonas sísmicas De acordo com essa teoria, esse desenho esquemático
ilustra o (a)

(A) colisão de placas ocênica e continental.


(B) mecanismo de subdução de placas litosféricas.
(C) gênese dos arcos de ilhas e subsidência magmática.
(D) formação tricheiras oceânicas.
(E) expansão do assoalho submarino e a ascensão do
magma.

10. Com base no esquema a seguir, pode-se classificar o


movimento de criação da dorsal identificada como:

a. Por que ocorrem sismos e quais suas consequências?


b. Justifique a ausência de sismos de grande magnitude
no Brasil.

09. Teoria da Tectônica de Placas compreende que a


litosfera é segmentada por fraturas, formando um mosaico
de placas que deslizam horizontalmente, arrastando os
continentes por cima da astenosfera. As placas são geradas
junto às dorsais oceânicas, com a formação do assoalho
oceânico, e são destruídas nas fossas oceânicas, ditas
zonas de subducção. A Cordilheira dos Andes é formada
pela colisão de placas convergentes, ou seja, duas placas (A) Movimento convergente.
que se movem uma em direção à outra. Fossas oceânicas (B) Movimento tangencial.
e margens continentais ativas são formadas nesses eixos (C) Movimento transformante.
de colisão. Assim A Teoria da Tectônica de Placas explica (D) Movimento divergente.
diversos tipos de estrutura verificados na Litosfera. Observe (E) Movimento marítimo.
a ilustração a seguir
30
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________
31
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

04. Ana Laura durante o ano fez algumas apostas na loteria


MATEMÁTICA I e, para sua surpresa, foi contemplada em uma das apostas
pois fez a quina (acertou 5 dos 6 números sorteados). O
Módulo 1 prêmio líquido recebido totalizou o montante de cento e vinte
nove mil reais. Deste valor Ana Laura destinou cinquenta
01. Santos Dumont nasceu em 20 de julho de 1873, no Sítio mil reais a doações e o restante depositou em sua conta
de Cabangu, no Distrito de João Aires, Estação Rocha Dias, poupança.
encravada na região da Serra da Mantiqueira, nos arredores Analisando o número que representa a quantia depositada
do Município de Palmira, rebatizada como Santos Dumont, na poupança, assinale a alternativa correta.
em Minas Gerais.
Identifique a alternativa em que o número 1873 foi escrito (A) o valor é menor que R$ 79.000,00.
por extenso corretamente. (B) a soma dos valores absolutos dos algarismos número
é igual a 16.
(A) mil e oito centos, setenta e três. (C) o valor absoluto do algarismo da dezena de milhar é
(B) mil, oitocentos e setenta e três. 70.000.
(C) um, oito, sete e três. (D) o valor relativo do algarismo da unidade de milhar é
(D) um mil e oitocentos, setenta e três. 70.000.
(E) dezoito, setenta e três. (E) o número tem apenas uma classe.
02. João decidiu contratar os serviços de uma empresa 05. O medidor de energia elétrica de uma residência,
por telefone através do SAC (Serviço de Atendimento conhecido por “relógio de luz”, é constituído de quatro
ao Consumidor). O atendente ditou para João o número pequenos relógios, cujos sentidos de rotação (giro) estão
de protocolo de atendimento da ligação e pediu que ele indicados conforme a figura:
anotasse. Entretanto, João não entendeu um dos algarismos
ditados pelo atendente e anotou o número 1 3 _ 9 8 2 0 7, MILHAR CENTENA DEZENA UNIDADE
sendo que o espaço vazio é o do algarismo que João não
entendeu.
De acordo com essas informações, a posição ocupada pelo 1
0
9 9
0
1 1
0
9 9
0
1
algarismo que falta no número de protocolo é a de: 2 8 8 2 2 8 8 2

3 7 7 3 3 7 7 3
(A) centena. 4
5
6 6
5
4 4
5
6 6
5
4

(B) dezena de milhar.


(C) centena de milhar. Disponível em: <www.enersul.com.br. Acesso em: 26 abr. 2010. (adaptado)

(D) milhão.
(E) centena de milhão. A medida é expressa em kWh. O número obtido na leitura
é composto de 4 algarismos. Cada posição do número é
03. Marcos ganhou um cadeado codificado para sua bicicleta. formada pelo último algarismo ultrapassado do ponteiro.
Ao cadastrar a senha para este cadeado, percebeu que o número O número obtido pela leitura em kWh, na imagem, é
que a representa deveria possuir 5 dígitos. Após a gravação
desta nova senha, escreveu as seguintes informações acerca (A) 2.614.
dos algarismos que a compunha. (B) 3.624.
(C) 2.715.
• os valores absolutos da unidade de milhar e da dezena (D) 3.725.
simples são iguais e, quando somados, resultam em (E) 4.162.
6 unidades;
• o algarismo 0 ocupa a posição da centena simples; 06. Com relação ao número obtido na questão anterior,
• na primeira ordem encontra-se o algarismo 1; responda:
• o valor relativo do algarismo que ocupa a 5a ordem
corresponde a 40000. a. Quantas ordens ele possui?
b. Quantas classes ele possui?
Diante do exposto, identifique qual era a senha do novo c. Qual é o valor relativo do algarismo 2?
cadeado de Marcos. d. Escreva o número por extenso.
32
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Texto para as próximas questões. Texto para as próximas questões.

O Censo 2010 compreendeu um levantamento minucioso Os três pontos turísticos mais


de todos os domicílios do país. Nos meses de coleta de
visitados no mundo
dados e supervisão, 191 mil recenseadores visitaram 67,6
milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros para Uma relação elaborada pela conceituada revista
colher informações sobre quem somos, quanto somos, onde de turismo “Travel + Leisure” apontou o Grande Bazar,
estamos e como vivemos. Os primeiros resultados definitivos, localizado na cidade turca de Istambul, como a atração
divulgados em novembro de 2010, apontaram uma população turística mais visitada do mundo. O mercado, sediado em
formada por 190.732.694 pessoas. uma construção datada do século XV, recebe anualmente
91.250.000 visitantes. Em segundo lugar ficou a praça El
Disponível em: <www.ibge.gov.br>. Acesso em: 11 dez. 2014.
Zócalo, situada na Cidade do México e com média anual de
85.000.000 visitantes, seguida na lista pela Times Square,
No texto aparecem 4 números que se referem a quantificação em Nova York, que recebe 50.000.000 turistas.
de pessoas, residências ou munícipios. Com base nestes
Disponível em: <veja.abril.com.br>. Acesso em: 09 dez 2014. (adaptado)
quatro números, responda as questões.

07. Dentre os quatro números, qual deles é o maior? E o 02. O ponto turístico que recebe mais visitantes no mundo
menor? foi o Grande Bazar. Escreva o número que representa a
quantidade de visitantes que ele recebe anualmente por
08. Escreva por extenso a quantidade de domicílios extenso.
visitadas pela equipe do IBGE para realização do Censo 2010.
Identifique o valor absoluto e relativo de cada algarismo. 03. A praça El zócalo, situada na Cidade do México, recebe
anualmente um total de 85.000.000 visitantes. Considerando
09. Escreva em algarismos romanos a quantidade de este número, podemos afirmar que:
municípios brasileiros que foram visitados.
(A) o seu precedente é igual a 74.999.999.
10. (B) o consequente par equivale a 86.000.000.
(C) este número possui 8 classes.
No dia 28 de fevereiro de 2013 o alemão Joseph Alois
(D) a soma dos valores absolutos dos algarismos que o
Ratzinger, Papa Bento XVI, abdicou (renunciou) do pontificado,
compõe é igual a 13.
tendo permanecido Papa de 2005 até agora. Na história da
(E) 85.000.001 é o seu precedente.
Igreja Católica constam alguns papas que renunciaram ou
foram obrigados a fazê-lo. O último Papa que havia renunciado
04. Segundo a revista “Travel + Leisure” o Grande Bazar,
foi Gregório XII no ano MCDXV.
localizado na cidade turca de Istambul, recebe anualmente
Disponível em: <exame.abril.com.br>. Acesso em: 13 mar 2013. (adaptado) 91.250.000. Arredondando este número para a centena de
milhar mais próxima obtemos:
Com base nestas informações, calcule há quantos anos um
papa não renunciava ao pontificado. (A) 91.400.000
(B) 91.300.000
(C) 91.200.000
Módulo 2 (D) 91.100.000
01. Utilizando os seus conhecimentos acerca dos “Números (E) 91.000.000
Naturais”, analise cada afirmativa abaixo e classifique em V
(verdadeira) ou F (falsa). Justifique a(s) falsa(s). 05. Uma empresa de telefonia deverá instalar um telefone
público, conhecido por orelhão, em cada quarteirão da
( ) De 1 até 299 existem 150 números pares. região central de uma cidade. Jonas fará a instalação na
( ) Entre os números 1 e 200 existem 198 números naturais. Avenida B, que é cortada por 15 ruas, sendo responsável
( ) O maior número natural com três algarismos é repre- pelos quarteirões, dos dois lados da avenida, entre a Rua 1
sentado por 987. e a Rua 10. Quantos orelhões serão instalados por Jonas?
( ) O precedente do menor número natural com dois
algarismos é o número 9. 06. Quantos números fazem parte da sequência (0, 5, 10,
15, 20, ..., 1000)?
33
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

07. Quantos algarismos foram utilizados para escrever a 100


100

sequência acima? 90

Número de Residências
80
70
08. No combate a um incêndio, foram utilizados 28 60
50
caminhões com capacidade de armazenar 3.000 litros 40
35
30
de água cada um. Se, para extinguir o mesmo incêndio, 30 20 15
houvesse apenas caminhões com capacidade para 4.000 20
10
litros de água cada, então teria a quantidade mínima de 0
Nenhum
caminhões necessária para apagar o incêndio que é igual: Tv A Tv B Tv C Tv D
canal

(A) ao antecessor do número natural 18. O número de residências atingidas pela pesquisa foi de
(B) a um número par.
(C) ao sucessor do número natural 22. (A) 100.
(D) ao consecutivo do número natural 19. (B) 135.
(E) a um número ímpar. (C) 150.
(D) 200.
09. A primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna (E) 220.
aconteceu em Atenas, na Grécia, no ano de 1896. O último
ocorreu em 2016, na cidade do Rio de Janeiro. Houve 02. Segundo dados do IBGE, Censo de 2010, o número de
interrupção dos jogos nos períodos de 1914 a 1918 e de habitantes das capitais da região Sudeste está descrito na
1939 a 1945, por causa das duas grandes guerras mundiais. tabela a seguir.
Aconteceu, ainda, uma edição comemorativa das Olimpíadas
em 1906, na cidade de Atenas. Sabendo-se que os Jogos
Capitais No de Habitantes
Olímpicos ocorrem de quatro em quatro anos e levando-se
em conta as informações dadas, o número total de Olimpíadas Belo Horizonte 2.375.151
efetivamente realizadas desde 1896, é igual a:
Vitória 327.801
(A) 27. Rio de Janeiro 6.320.446
(B) 28.
(C) 29. São Paulo 11.253.503
(D) 30.
(E) 31. Em quanto o número de habitantes de São Paulo excede a
soma dos habitantes das outras três capitais?
10. Determine a quantidade de algarismos que são neces-
sários para numerar da página 1 até a página 344 do livro de 03. A proclamação da República no Brasil ocorreu em
Matemática adotado no 6o ano do Ensino Fundamental no 1889. Entretanto, ao registrar essa data um aluno trocou
CMBH. o algarismo da 4a ordem pelo algarismo da 2a ordem. A
diferença entre o número errado e o número certo é:
(A) 344 algarismos.
(B) 924 algarismos. (A) 99.
(C) 434 algarismos. (B) 3.877.
(D) 915 algarismos. (C) 6.903.
(E) 744 algarismos. (D) 6.930.
(E) 10.708.
Módulo 3
04. No Campeonato Brasileiro, série A, par ticipam
01. Uma pesquisa de opinião foi realizada para avaliar os 20 clubes em jogos de ida e volta. Analisando o público
níveis de audiência de alguns canais de televisão, entre as 20 pagante, que compareceu nos estádios, listamos na tabela a
h e as 21 h, durante uma determinada noite. Os resultados seguir os 5 maiores e os 5 menores públicos do Brasileirão
obtidos estão representados no gráfico de barras a seguir: 2014.
34
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Texto para as próximas questões.

A energia que cada alimento possui será gradativamente


liberada e utilizada pelo corpo para a realização de várias
funções, como digestão, respiração, prática de exercícios.
Imagine que um aluno de uma Etec consumiu em seu
almoço 4 colheres de sopa de arroz com feijão; salada com 4
folhas de alface e meio tomate, temperada com meia colher de
sopa de azeite e uma pitada de sal; 1 copo de suco natural de
abacaxi; 1 coxa de frango e, quando saiu da mesa, não resistiu
Disponível em: <globoesporte.globo.com>. Acesso em: 10 dez. 2014. aos brigadeiros, que sua irmã trouxe da festa de uma amiguinha,
comendo 1 sobremesa.
Comparando o jogo com maior público com o que teve o
menor público, quantos torcedores a mais compareceram Tabela de calorias dos alimentos
no primeiro?
Alimento Quantidade Kcal
05. Carolina está juntando seu dinheiro para comprar
um bicicleta. Ela possui em seu cofrinho a quantia de Arroz com feijão 2 colheres de sopa (40 g) 75
R$ 257,00. Ganhará no mês do seu aniversário R$ 50,00 de sua Alface 2 folhas (20 g) 4
tia, R$ 120,00 de seus pais e R$ 78,00 de seus avós. Sabendo Tomate 1 unidade (100 g) 20
que a bicicleta custa R$ 490,00, responda:
Azeite de oliva 1 colher de sopa (10 g) 90
a. O dinheiro de Carolina será suficiente para a compra Vinagre 1 colher de sopa (15 g) 3
desta bicicleta? Sal branco refinado 1 colher de chá (6 g) 0
b. Quanto sobrará ou faltará para a quantia desejada?
Suco de abacaxi natural 1 copo de 240 ml 100
06. Qual é a diferença entre o maior número com três Coxa de frango 1 unidade (100 g) 144
algarismos e o maior com três algarismos distintos? Brigadeiro 1 unidade (30 g) 96
Disponível em: <www.faac.unesp.br>. Acesso em: 2 ago. 2011. (adaptado).
07. Clara vai ao mercado comprar latas de creme para
fazer os doces do seu aniversário. Chegando lá encontra 09. Calcule a quantidade de quilocalorias (kcal) que foram
uma lata de creme pelo preço de R$ 3,00 e uma caixa com ingeridas no almoço por este aluno.
seis dessas latas por R$ 12,00. Clara necessita comprar 28
dessas latas de creme. 10. Tendo como base apenas as quilocalorias (kcal)
Quanto, no mínimo, ela gastará? ingeridas no almoço e considerando que todas as funções
do corpo desse aluno consumiram 500 kcal, calcule a
(A) R$48,00. quantidade de energia de que ele ainda dispõe da que foi
(B) R$56,00. ingerida.
(C) R$60,00.
(D) R$66,00. Módulo 4
(E) R$84,00.
01. Marina trabalha de segunda a sábado, 8 horas por dia e
08. Um copo cheio de água tem 325 g. Se jogarmos metade ganha em média R$ 27,00 por hora trabalhada. Supondo que
da água fora, esse valor cai para 180 g. A massa do copo Marina tenha trabalhado o máximo de horas em uma semana
vazio é: e que o valor recebido não sofra nenhum desconto, determine
a quantia recebida por esta semana.
(A) 20 g.
(B) 25 g. 02. Lucas, ao comprar um videogame cujo preço à vista era
(C) 35 g. R$1.345,00, deu R$300,00 de entrada e pagou o restante
(E) 45 g. em 12 prestações de R$105,00. Calcule quanto Lucas teria
economizado se tivesse comprado o videogame à vista.
35
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

03. A professora de Matemática de Pedrinho fez a seguinte lotado e o preço do ingresso variou de acordo com o setor
pergunta: “Em uma divisão, o resto é igual a 7; o quociente é escolhido. A tabela a seguir mostra os valores dos ingressos
igual a 3; e, o divisor é igual a 5. É possível ou impossível? e o número de pagantes por setor:
Por quê?” Qual deveria ser a resposta de Pedrinho para ser
considerada verdadeira? Setor Preço (em reais) Pagantes
A 1.000,00 6.000
(A) Impossível, pois o resto é maior do que o divisor.
(B) Possível, pois o resto é ímpar. B 600,00 10.000
(C) Impossível, pois o resto é maior do que o quociente.
C 400,00 15.000
(D) Possível, pois o resto é maior do que o divisor.
(E) Possível, pois o resto é maior do que o quociente. D 200,00 44.000

04. Num bolão, sete amigos ganharam vinte e um milhões, Assinale a afirmativa correta:
sessenta e três mil e quarenta e dois reais. O prêmio foi
dividido em sete partes iguais. Logo, o que cada um recebeu, (A) 6.000 pessoas entraram sem pagar ingresso.
em reais, foi: (B) A arrecadação do setor A foi maior que a do setor C.
(C) Se todos os presentes tivessem pago o mesmo valor do
(A) 3.009.006,00. ingresso, para que a arrecadação total fosse a mesma,
(B) 3.009.006,50. esse valor ficaria entre R$ 350,00 e R$ 360,00.
(C) 3.090.006,00. (D) Ao todo, 65.000 pessoas pagaram ingresso.
(D) 3.090.006,50. (E) O setor de maior arrecadação foi o que teve o menor
valor de ingresso.
05. Em uma escola estão matriculados 500 alunos no
período matutino. Desejando organizar melhor as turmas Texto para as próximas questões.
e equilibrar o número de alunos em cada uma, decidiu-se
que todas as salas tivessem 35 alunos. Diante destas Daniela fez uma tabela mostrando a quantidade de água que
informações, responda: gastava em algumas de suas atividades domésticas.

a. Quantas turmas completas a escola possui no período Atividade Consumo Frequência


da manhã?
b. Uma turma ficou incompleta devido ao número de 150 litros por
alunos. Quantos alunos deverão ser matriculados para Lavar roupa 1 vez por dia
lavagem
completar esta turma?
Tomar banho de 90 litros por
06. O SBT, em parceria com a Nestlé, criou um novo 1 vez por dia
15 minutos lavagem
programa de perguntas e respostas chamado “Um milhão
na mesa”. Nele o apresentador Silvio Santos faz perguntas Lavar o carro 100 litros por
1 vez por semana
sobre temas escolhidos pelos participantes. O prêmio com mangueira lavagem
máximo é de R$ 1.000.000,00 que fica, inicialmente, sobre
uma mesa, distribuídos em pacotes com notas de R$ 20,00. Para economizar água, ela reduziu a lavagem de roupa a 3
Cada pacote é formado por mil notas. Em quantos pacotes vezes por semana, o banho diário a 5 minutos e a lavagem
está dividido o prêmio do programa? semanal do carro a apenas um balde de 10 litros.
(A) 150. 08. Quantos litros de água Daniela gastava por semana?
(B) 125.
(C) 100. 09. Quantos litros de água ela passou a economizar por
(D) 75. semana?
(E) 50.
10. Em uma divisão cujo divisor é 29, temos o quociente
07. O estádio de Londres é o mais leve estádio olímpico igual a 15. Sabendo que o resto dessa divisão é o maior
já construído no mundo e tem a capacidade para 80.000 possível, determine o valor do seu dividendo.
pessoas. Na cerimônia de encerramento, o estádio ficou
36
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Módulo 5 08. O valor de 44 × 94 × 49 × 99 é igual a:

01. Observe a sequência de figuras formadas por bolinhas. (A) 1313


(B) 1336
(C) 3613
(D) 3636
(E) 129626

09. O número de bactérias em uma cultura duplica a cada


Figura 1 Figura 2 Figura 3 Figura 4 hora. Se, inicialmente, existiam 8 bactérias nesta cultura, ao
final de 10 horas o número de bactérias será igual a:
Escreva a quantidade de bolinhas de cada figura através de
(A) 24.
uma potência.
(B) 27.
(C) 210.
02. Considerando que 210 = 1.024, calcule o valor de:
(D) 213.
(E) 215.
a. 29
b. 211
10. A ciência e a tecnologia, no decorrer da nossa história,
c. 220
vêm atuando para facilitar o trabalho humano. Atualmente, a
calculadora facilita e agiliza os cálculos, sendo uma ferramenta
03. A qual expoente devemos elevar a base 10 para
largamente difundida e presente, até em telefones celulares.
obtermos 100 mil?
No entanto, há operações com alguns números naturais que
apresentam características particulares, dispensando o uso
04. A raiz quadrada de um número é igual a 20. Encontre
de calculadoras.
o valor deste número.
Observe e analise os quadrados de números naturais
05. Utilizando as propriedades de potência, simplifique as
formados apenas pelo algarismo 1.
expressões. (Atenção: não é necessário calcular a potência.)
12 = 1
a. 32 × 34 × 3
112 = 121
b. 105 × 109 ÷ 1010
1112 = 12321
c. (2 × 3)5
2 11112 = 1234321
d. 77 111112 = 123454321

06. Considerando os conhecimentos acerca da poten- Se o número 1 234 567 654 321 é o quadrado de um número
ciação, analise cada afirmativa julgando em V (verdadeira) natural que possui n algarismos iguais a 1, então n é igual a
ou F (falsa).
(A) 6.
a. ( ) A metade de 26 é igual a 26 ÷ 2 = 25. (B) 7.
b. ( ) O triplo de 39 é igual a 327. (C) 8.
c. ( ) 11000 = 1000 (D) 9.
d. ( ) 10000 = 1

07. Calcule o valor de cada expressão. MATEMÁTICA II


a. 64 + 36 Módulo 1
b. 25 − 1 − 16 01. O quadro a seguir mostra o número de vagas oferecidas
( )
2
c. 100 pelo Colégio Pedro II, para o ingresso de alunos no ano letivo
de 2016.
37
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Nº de Os resultados obtidos permitiram que estados,


Modalidade municípios e o governo federal estabelecessem as regiões
vagas
prioritárias do país para a intensificação das campanhas de
Grupamento I (3 anos) 24 doação de sangue.
Grupamento II (4 anos) 48 A campanha deveria ser intensificada nas regiões em
que o percentual de doadores por habitantes fosse menor
1o ano do Ensino Fundamental 481 ou igual ao do país.
2o ano do Ensino Fundamental 56 Disponível em: <www.bvsms.saude.gov.br.> Acesso em: 2 ago. 2013 (adaptado).

6o ano do Ensino Fundamental 346 As regiões brasileiras onde foram intensificadas as


campanhas na época são:
1a série do Ensino Médio Regular 580
1a série do Ensino Médio Integrado – (A) Norte, Centro-Oeste e Sul.
152
Técnico em Informática (B) Norte, Nordeste e Sudeste.
(C) Nordeste, Norte e Sul.
1a série do Ensino Médio Integrado –
16 (D) Nordeste, Sudeste e Sul.
Técnico em Meio Ambiente
(E) Centro-Oeste, Sul e Sudeste.
1a série do Ensino Médio Integrado –
16
Técnico em Instrumento Musical 03. Uma pesquisa realizada por estudantes da Faculdade de
Estatística mostra, em horas por dia, como os jovens entre
PROEJA – Técnico em Administração 216
12 e 18 anos gastam seu tempo, tanto durante a semana (de
PROEJA – Técnico em Informática 72 segunda-feira a sexta-feira), como no fim de semana (sábado
e domingo). A seguinte tabela ilustra os resultados da pesquisa:
Disponível em: <www.cp2.g12.br>

Quantas das modalidades acima apresentam uma quantidade Durante a No fim de


Rotina Juvenil
de vagas maior que o número de vagas oferecido para o semana semana
6o ano do Ensino Fundamental?
Assistir à televisão 3 3
02. O Ministério da Saúde e as unidades federadas
promovem, frequentemente, campanhas nacionais e locais Atividades domésticas 1 1
de incentivo à doação voluntária de sangue, em regiões
com menor número de doadores por habitante, com o Atividades escolares 5 1
intuito de manter a regularidade de estoques nos serviços
hemoterápicos. Em 2010, foram recolhidos dados sobre Atividades de lazer 2 4
o número de doadores e o número de habitantes de cada
região, conforme o quadro seguinte: Descanso, higiene e alimentação 10 12

Outras atividades 3 3
Taxa de doação de sangue, por região, em 2010
Número de Doadores/ De acordo com esta pesquisa, quantas horas de seu tempo
Região Doadores
habitantes habitantes gasta um jovem entre 12 e 18 anos, na semana inteira (de
Nordeste 820.959 53.081.950 1,5% segunda-feira a domingo), nas atividades escolares?

Norte 232.079 15.864.454 1,5% Texto para as próximas questões.


Sudeste 1.521.766 80.364.410 1,9%
No quadro a seguir, foram apresentados os casos de
Centro-Oeste 362.334 14.058.094 2,6% dengue no Brasil, por região, nos anos de 2010 a 2014.
Sul 690.391 27.386.891 2,5% Analisando esses dados, responda às questões:

Total 3.627.529 190.755.799 1,9%


38
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF

Região 2010 2011 2012 2013 2014

Norte 98.632 119.398 42.158 49.547 48.376


Nordeste 176.854 195.365 222.913 152.357 89.935
Sudeste 478.003 361.350 251.738 918.226 311.639
Sul 42.008 35.978 4.772 66.903 22.988
Centro-Oeste 216.051 51.941 68.010 265.456 116.169
Total: 1.011.548 764.032 589.591 1.452.489 589.107
Disponível: <portalsaude.saude.gov.br>

Com base nos dados acima, responda às questões:

04. Qual região registrou o maior número de casos ao Texto para as próximas questões.
longo dos 5 anos apresentados no quadro acima? Em que
momento esse número foi registrado? Seis atletas, identificados pelas letras A, B, C, D, E e
F, participaram de uma corrida de Quixajuba até Pirajuba.
05. Qual região registrou o menor número de casos ao O atleta A saiu na frente, B saiu em seguida, e assim
longo dos 5 anos apresentados no quadro acima? Em que sucessivamente, até o atleta F, que saiu por último. O atleta
momento esse número foi registrado? D venceu a corrida e o atleta E terminou em último lugar.
A tabela mostra quantas vezes o atleta indicado na linha
06. A tabela a seguir mostra o preço, em reais, das ultrapassou o atleta indicado na coluna. Por exemplo, o
passagens para viagens entre duas das cidades A, B, C, D número 5 na casa rosa indica que o atleta D ultrapassou
e E. Note que o preço de ida e o preço de volta entre duas cinco vezes o atleta C durante a corrida.
mesmas cidades podem ser diferentes. Pablo quer sair de
uma dessas cidades e visitar todas as demais gastando o
mínimo possível. Quanto Pablo irá gastar?

A B C D E

A 3 1 2 5

B 2 2 1 4

C 1 3 2 1

D 2 5 4 3
07. Quantas vezes o atleta F ultrapassou o atleta B?
E 5 2 1 4
08. Qual número deverá ser escrito na casa amarela?
(A) 4 reais.
(B) 5 reais. 09. Qual número deverá ser escrito na casa verde?
(C) 6 reais.
(D) 9 reais. 10. Em que ordem os atletas terminaram a corrida?
(E) 11 reais.
39
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Módulo 2 (D) os adolescentes consomem, em quatro dos oito


grupos alimentares citados, mais do que o dobro do
01. No gráfico, estão representadas as populações das recomendado pelos nutricionistas.
cidades I, II, III, IV e V, em 1990 e 2000, em milhares de (E) o número de porções consumidas de carnes e ovos e
habitantes. Por exemplo, em 1990, a população da cidade de feijões e leguminosas supera o número de porções
II era de 60.000 habitantes e, em 2000, a cidade IV tinha consumidas de arroz, pães, massa, batata e mandioca.
150.000 habitantes.
03. Uma pessoa, ao fazer uma pesquisa com alguns alunos
de um curso, coletou as idades dos entrevistados e organizou
esses dados em um gráfico.

Qual cidade teve o maior aumento absoluto de população Que idade apareceu com maior frequência?
de 1990 a 2000?
(A) 9.
(B) 12.
02. O gráfico apresenta uma comparação entre as porções
(C) 15.
que os alunos pesquisados consomem dos grupos alimen-
(D) 18.
tares citados, bem como as porções recomendadas por
(E) 21.
nutricionistas.
04. Considerando os dados da questão anterior, responda:
a. Quantas pessoas foram entrevistadas?
b. Utilizando uma calculadora, calcule a média da idade
dos entrevistados.

05. Uma pesquisa de mercado foi realizada entre os consu-


midores das classes sociais A, B, C, e D, que costumam
participar de promoções tipo sorteio ou concurso. Os dados
comparativos, expressos no gráfico, revelam a participação
desses consumidores em cinco categorias: via Correios
(juntando embalagens ou recortando códigos de barra),
via internet (cadastrando-se no site da empresa/marca
promotora), via mídias sociais (redes sociais), via SMS
(mensagem por celular) ou via rádio/TV.

A partir da análise dos dados do gráfico, pode-se concluir que:

(A) o número de porções consumidas de óleo e gorduras


é o triplo do número recomendado.
(B) o número de porções consumidas de leite, queijo e
iogurte está acima do número recomendado.
(C) os alunos consomem doze porções de açúcares e doces
para cada porção de verduras e legumes consumida.
40
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Uma empresa vai lançar uma promoção, utilizando apenas Analisando os dados percentuais do gráfico, qual a diferença
uma categoria nas classes A e B (A/B) e uma categoria nas entre o maior e o menor centro em crescimento no polo das
classes C e D (C/D). indústrias?

De acordo com o resultado da pesquisa, para atingir o maior (A) 75,28.


número de consumidores das classes A/B e C/D, a empresa (B) 64,09.
deve realizar a promoção, respectivamente, via: (C) 56,95.
(D) 45,76.
(A) Correios e SMS. (E) 30,07.
(V) internet e Correios.
(C) internet e internet. 08. As notas da Avaliação Mensal de Matemática foram
(D) internet e mídias sociais. registradas no gráfico seguinte:
(E) rádio/TV e rádio/TV.

06. A média mínima para um aluno ser aprovado em certa


disciplina de uma escola é 6.
A distribuição de frequências das médias dos alunos de uma
classe, nessa disciplina, é dada abaixo:

Se, para atingir a média, o aluno deve tirar no mínimo 5


pontos, quantos alunos atingiram ou ficaram acima da média
nessa prova?

09. Para o cálculo da inflação, utiliza-se, entre outros, o Índice


Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que toma
Quantos alunos foram aprovados? como base os gastos das famílias residentes nas áreas urbanas,
com rendimentos mensais compreendidos entre um e quarenta
07. A cidade de Guarulhos (SP) tem o 8o PIB municipal salários mínimos. O gráfico a seguir mostra as variações do
do Brasil, além do maior aeroporto da América do Sul. IPCA de quatro capitais brasileiras no mês de maio de 2008.
Em proporção, possui a economia que mais cresce em
indústrias, conforme mostra o gráfico.

Disponível em: <www.ibge.gov.br>. Acesso em: 05 jul. 2008 (adaptado).

Com base no gráfico, qual item foi determinante para a


inflação de maio de 2008?
41
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

10. O gráfico que segue apresenta a taxa de desmatamento


Dia Cotação (em reais)
anual na Amazônia legal. Analise-o e, a seguir, marque a
alternativa incorreta. 10/08 3,44
11/08 3,49
12/08 3,47
13/08 3,51
14/08 3,48
Disponível em:<www.economia.uol.com.br>. Acesso em 15 ago. 2015.

Considerando esses valores, construa uma representação


Disponível em: <www.anodafloresta.com.br>. Acesso em: 30 ago. 2011 (adptado).
gráfica para visualizar a variação dessa semana.

(A) O maior desmatamento em km2/ano ocorreu no ano de 04. O gráfico mostra a variação dos preços de alguns
1995. produtos alimentícios no primeiro semestre em certa região.
(B) O desmatamento vem caindo desde 2004, apesar de
ter sofrido uma elevação no ano de 2008. arroz
(C) O desmatamento vem decrescendo desde o ano de feijão
1997. milho
(D) O desmatamento quase dobrou de 1994 para 1995. preços por kg
(E) Juntos, os anos de 1988, 2003 e 2004 somam mais
de 70.000 km2 de desmatamento.

Módulo 3
01. Explique em qual situação o gráfico de segmentos é o
mais indicado.

02. A mãe de Ana anotou a variação da altura de sua filha

maio
eiro

abril

o
ro

març

junh
durante o primeiro ano de vida. Veja a tabela:
janei

fever

Idade Altura
Com base no gráfico, é possível afirmar com certeza que:
Ao nascer 49 cm
1 mês 52 cm (A) o milho sempre foi mais barato que o arroz e o feijão.
(B) o preço do arroz foi o mais estável no período.
3 meses 56 cm (C) o feijão sempre custou mais caro que o milho.
(D) nunca houve dois produtos com o mesmo preço.
5 meses 62 cm
(E) o produto com menor variação de preços foi o feijão.
7 meses 66 cm
05. O dono de uma farmácia resolveu colocar à vista do
9 meses 69 cm público o gráfico mostrado a seguir, que apresenta a evolução
do total de vendas (em reais) de certo medicamento ao longo
Utilizando um gráfico de segmento, represente essas do ano de 2011.
informações graficamente.

03. O ano 2015 foi marcado pela crise econômica no país.


O aumento no dólar foi apenas um de seus reflexos. Durante
o mês de agosto, em uma semana de muita variação, a
cotação do dólar comercial fechou de acordo com a tabela:
42
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
De acordo com o gráfico, os meses em que ocorreram,
respectivamente, a maior e a menor venda absolutas em
2011 foram:

(A) março e abril.


(B) março e agosto.
(C) agosto e setembro.
(D) junho e setembro.
(E) junho e agosto.

06. O gráfico abaixo, retirado do Boletim Epidemiológico


16, de 2016, do Ministério da Saúde, registra os casos de
dengue por semana, no Brasil, nos anos de 2014, 2015 e De acordo com o gráfico, o mês em que ocorreu a maior
início de 2016. diferença entre o volume de chuva esperada e o volume de
Casos prováveis de dengue chuva registrada foi no mês de:

(A) dezembro de 2013.


(B) janeiro de 2014.
(C) março de 2014.
(D) janeiro de 2015.

08. No gráfico a seguir, mostra-se como variou o valor do


dólar, em relação ao real, entre o final de 2001 e o início
de 2005. Por exemplo, em janeiro de 2002, um dólar valia
cerca de R$2,40.
Sinan Online (atualizado em a13/07/2015; b04/01/2016; c07/03/2016). Dados sujeitos a
alteração por semana epidemiológica de início de sintomas, Brasil, 2014a, 2015b e 2016c.

Com base no gráfico, pode-se afirmar que:

(A) o maior número de casos de dengue ocorreu em 2014.


(B) o número de casos de dengue tem comportamento
crescente próximo da vigésima segunda semana.
(C) os dados das 7 primeiras semanas de 2016 indicam
uma diminuição do número de casos em relação a 2014 Banco Central do Brasil
e 2015.
(D) o gráfico de 2015 permite afirmar que houve mais de Durante esse período, a época em que o real esteve mais
um milhão de casos em 2015. desvalorizado em relação ao dólar foi no:
(E) o maior número de casos ocorre em cada ano na décima
quarta semana. (A) final de 2001.
(B) final de 2002.
07. Na figura a seguir, vê-se o gráfico comparativo entre (C) início de 2003.
a quantidade de chuva esperada e a quantidade de chuva (D) final de 2004.
registrada no sistema de Captação de Água Cantareira. (E) início de 2005.
43
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

09. O gráfico abaixo mostra o registro das temperaturas Com base nessas informações, podemos afirmar que:
máximas e mínimas em uma cidade, nos primeiros 21 dias
do mês de setembro de 2013. (A) O período de maior precipitação foi o de maior tempe-
ratura média e com maior número de casos de dengue
notificados.
(B) O período com menor número de casos de dengue
notificados também foi o de maior temperatura média.
(C) O período de maior temperatura média foi também o de
maior precipitação.
(D) O período de maior precipitação não foi o de maior
temperatura média e teve o maior número de casos de
dengue notificados.
(E) Quanto maior a precipitação em um período, maior o
número de casos de dengue notificados.

Módulo 4
01. Explique em qual situação o gráfico de setor é o mais
indicado.

02. Elabore uma pesquisa em que os dados coletados


possam ser representados em um gráfico de setores.
Assinale a alternativa correta, com base nos dados apre- Atenção: você deverá elaborar a pesquisa e aplicá-la.
sentados no gráfico.
03. (ENEM PPL – modificada) Existem hoje, no Brasil,
(A) No dia 13, foi registrada a menor temperatura mínima cerca de 2 milhões de pessoas que sofrem de epilepsia. Há
do período. diversos meios de tratamento para a doença, como indicado
(B) Entre os dias 3 e 7, as temperaturas máximas foram no gráfico:
aumentando dia a dia.
(C) Entre os dias 13 e 19, as temperaturas mínimas
diminuíram dia a dia.
(D) No dia 19, foi registrada a menor temperatura máxima
do período.
(E) No dia 19, foi registrada a menor temperatura do
período.

10. O gráfico mostra o número de casos notificados de


dengue, a precipitação de chuva e a temperatura média, por
semestre, dos anos 2007 a 2010, em uma cidade brasileira.
Número de casos notificados
Precipitação de chuva (mm)

Temperatura média (°C)

Considere um estado do Brasil, onde 400.000 pessoas


sofrem de epilepsia. Nesse caso, determine o percentual
de pessoas que conseguem se recuperar com o uso de
medicamentos, ou se curar a partir da cirurgia para retirada
da porção doente do cérebro.

Disponível em: <sic2011.com>.


44
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
04. Em uma prova de desempenho, os alunos de uma (C)
escola tiveram os seguintes resultados:

Categoria Percentual de Alunos


Regular 5%
Bom 20%
Muito Bom 55%
(D)
Excelente 20%

Para melhor visualizar a distribuição desses alunos, repre-


sente essas informações em um gráfico de setores.

05. A tabela abaixo mostra como é distribuída a população


brasileira por regiões da federação, com base em dados do
censo de 2010. 06. Numa pesquisa dos candidatos a prefeito de uma
cidade, têm-se os candidatos Pedro Divino, Maria Bemvista
População e José Inocêncio.
Região
(em milhões) Com relação ao gráfico das intenções de votos, a seguir, qual
Norte 15,8 é a porcentagem dos votos correspondente ao candidato
José Inocêncio?
Nordeste 53,0

Sudeste 80,3

Sul 27,3

Centro 14,0

Disponível em: < www.ibge.gov.br> (A) 25%.


(B) 35%.
Qual dos gráficos de setores a seguir melhor representa os (C) 45%.
dados dessa tabela? (D) 65%.

(A) 07. Considerando os dados da questão anterior, responda:


qual candidato ganhou a eleição?

08. Um agência de viagem entrevistou 50 idosos pergun-


tando-lhes quantas viagens eles tinham feito para o exterior.
O gráfico a seguir apresenta os resultados dessas entrevistas.
Três ou mais vezes 8%

(B) Duas vezes


12%
Nenhuma vez
50%
Uma vez
30%
45
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Baseando-se na informação gráfica, qual percentual dos


entrevistados viajou pelo menos uma vez?

09. A pizza é, sem dúvida, o alimento preferido de muitos


paulistas. Estima-se que o consumo diário no Brasil seja
de 1,5 milhão de pizzas, sendo o estado de São Paulo
responsável por 53% desse consumo. O gráfico abaixo exibe
a preferência do consumidor paulista em relação aos tipos
de pizza.

Módulo 5
01. O número de consultas mensais realizadas, em 2006,
por um posto de saúde está representado no gráfico
abaixo. Em quantos meses foram realizadas mais de 1.200
consultas?

Com base nas informações, qual é a pizza preferida pelo


consumidor paulista?

10. Foi realizado um levantamento nos 200 hotéis de uma


cidade, no qual foram anotados os valores, em reais, das
diárias para um quarto padrão de casal e a quantidade de
hotéis para cada valor da diária. Os valores das diárias
foram: A = R$200,00; B = R$300,00; C = R$400,00 e
D = R$600,00. 02. Considerando os dados da questão anterior, determine
em quais meses o número de consultas ficou entre 1.000 e
Na tabela, tem-se a porcentagem de cada valor: 1.200.

03. Veja na tabela o resultado da pesquisa feita em um bairro


Valor da Diária Percentual de uma grande cidade sobre os modos de ir ao trabalho:

A 25%

B 25%

C 40%

D 10%

Identifique no gráfico a seguir, os setores que representam


as quantidades de hotéis pesquisados, em porcentagem, de
acordo com o valor da diária (A, B, C e D).
46
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Com base nessa tabela, qual é a alternativa correta? Com base nessas informações, identifique as afirmativas
corretas:
(A) Metade dos entrevistados vai a pé ao trabalho.
(B) O meio de transporte mais utilizado pelos entrevistados ( ) João Pessoa e Campina Grande estão entre os quatro
para ir ao trabalho é a bicicleta. municípios mais populosos e entre os quatro com maior
(C) 50% dos entrevistados vão ao trabalho de ônibus. densidade demográfica.
(D) A maioria dos entrevistados vai ao trabalho de carro ou ( ) A soma das áreas dos dois municípios mais populosos
de ônibus. é menor do que a área do município que tem a menor
(E) 1.500 entrevistados vão ao trabalho de carro. densidade demográfica.
( ) Monteiro e Pombal estão entre os quatro municípios
04. A tabela a seguir fornece algumas informações sobre com maior área geográfica e entre os quatro com menor
população, área geográfica e densidade demográfica de 10 densidade demográfica.
municípios paraibanos, no ano de 2007. ( ) A soma das populações dos dois municípios com menor
densidade demográfica é maior do que a população do
Área Densidade município que tem menor área geográfica.
Município População Geográfica Demográfica ( ) João Pessoa é o 8o município em área geográfica.
(em km²) (hab/km²)
05. O gráfico abaixo representa a quantidade aproximada
João
674.762 211 3.197,9 de animais adotados, ao longo de cinco anos, em uma
Pessoa
determinada cidade.
Campina
371.060 621 597,5
Grande
Santa Rita 122.454 727 168,4
Patos 97.276 513 189,6
Bayeux 92.891 32 2.902,8
Sousa 63.783 842 75,8
Cabedelo 49.728 31 1.604,1
Pombal 31.524 889 35,5
Monteiro 29.980 986 30,4
Sumé 16.456 838 19,6
Qual foi a média anual de animais adotados, ao longo dos
Disponível em: <www.ibge.gov.br>. Acesso em: 15 ago. 2009 (adaptado).
cinco anos, nessa cidade?

06. O gráfico expõe alguns números da gripe A/H1N1. Entre as categorias que estão em processo de imunização, uma já
está completamente imunizada, a dos trabalhadores da saúde.
Números da campanha contra a gripe A/H1N1
47
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

De acordo com o gráfico, entre as demais categorias, a que


Gols marcados Gols sofridos
está mais exposta ao vírus da gripe A/H1N1 é a categoria de
Craques do Momento 8 4
(A) indígenas.
(B) gestantes. Independentes 1 6
(C) doentes crônicos. EC Boleiros 4 ***
(D) adultos entre 20 e 29 anos.
(E) crianças de 6 meses a 2 anos. Esmeralda FC 5 ***

07. Considerando os dados da questão anterior, determine Sabe-se que o time Esmeralda FC sofreu dois gols a mais que
a categoria que está menos exposta ao vírus da gripe A/ o time EC Boleiros. Quantos gols sofreu o time Esmeralda FC?
H1N1.
(A) 2.
08. Um cientista trabalha com as espécies l e II de bactérias (B) 3.
em um ambiente de cultura. Inicialmente, existem 350 (C) 4.
bactérias da espécie l e 1.250 bactérias da espécie II. O (D) 5.
gráfico representa as quantidades de bactérias de cada (E) 6.
espécie, em função do dia, durante uma semana.
10. Para testar a qualidade de um combustível composto
apenas de gasolina e álcool, uma empresa recolheu oito
amostras, em vários postos de gasolina. Para cada amostra
foi determinado o percentual de álcool e o resultado é
mostrado no gráfico abaixo. Em quantas dessas amostras
o percentual de álcool é maior que o percentual de gasolina?

amostra 8
amostra 7
amostra 6
amostra 5
amostra 4
amostra 3
Em que dia, dessa semana, a quantidade total de bactérias amostra 2
nesse ambiente de cultura foi máxima? amostra 1
10 20 30 40 50 60 70 80 90 % álcool
09. Um jornal publicou a tabela de um campeonato de
futebol formado por quatro times, apresentando os gols
marcados e os gols sofridos por cada time. Por uma falha
de impressão, a tabela saiu com dois números borrados,
conforme reprodução a seguir:
48
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
49
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

02. O texto abaixo faz parte de uma campanha nacional em


PORTUGUÊS E LINGUAGENS favor da doação de sangue. Leia-o e responda ao que se
pede.
Módulo 1
Texto II
01. No módulo 1, você estudou que os seres humanos
são seres de linguagem, pois representamos, de formas
diferentes, tudo aquilo que existe, e até o que não existe
mas pode ser imaginado. Por meio dessas representações
acontece a interação e a comunicação entre as pessoas. Há
comunicação quando emitimos uma mensagem que pode
ser compreendida. Ou seja, comunicação é o processo
de que o homem dispõe para transmitir suas ideias, senti-
mentos, informações, etc. Analise as placas colocadas
abaixo e responda ao que se pede.

Texto I
Revista Educação, no 244, p. 76.

a. A propaganda é um gênero textual cuja finalidade é


convencer o leitor e divulgar um produto, um serviço ou
uma ideia. A propaganda lida, em vez de anunciar um
produto, tenta convencer o leitor sobre um ideia. Que
ideia é essa? Explique qual é a finalidade comunicativa
dessa peça publicitária.
b. Essa propaganda pretende influenciar o comportamento
do leitor. Para isso, faz apelos. Identifique quais palavras
indicam apelo, convite, sugestão ou incentivam o leitor a
acatar o que é proposto no texto.
c. Uma propaganda impressa geralmente apresenta alguns
elementos básicos: imagem, argumentos, símbolo do
anunciante e slogan.
• No propaganda acima, qual elemento recebe maior
destaque?
a. Indique para cada uma das placas os seguintes
• A imagem, que traz um bebê, vem acompanhada
elementos de comunicação:
do seguinte trecho: Rafael, 15 anos. Explique qual
• a mensagem transmitida por cada uma delas; argumento, usado para convencer o leitor a doar
• o código em que essa mensagem é transmitida; sangue, está por trás desse trecho.
• o contexto em que cada uma dessas placas poderia ser d. Slogans são frases curtas, fáceis de memorizar, cujo
encontrada. objetivo é nos fazer lembrar imediatamente da marca
b. Pense e responda de forma geral: de um produto ou de uma ideia. Na propaganda que
• Essas placas são frequentemente encontradas em estamos analisando, há um slogan com a função de
meios urbanos. Quem geralmente é o emissor ou chamar a atenção do leitor:
locutor responsável por colocá-las nas ruas? “Ajudar tá no sangue”.
• Qual o objetivo desse locutor? • Explique a ideia que esse slogan quer transmitir?
• A quem se destina a mensagem veiculada por essas • Indique pelo menos duas estratégias presentes nesse
placas, ou seja, qual seria o provável leitor destinatário? slogan que o faz ser de fácil memorização pelo leitor.
c. Agora conclua: essas placas instauram um processo de
comunicação? Justifique sua resposta.
50
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
e. Agora que você já interpretou os principais pontos Por favor, telefone; preciso beber
dessa propaganda, identifique os seguintes elementos alguma coisa rapidamente.
da comunicação:
Pra semana...
• o emissor ou anunciante; O sinal...
• o público-alvo dessa campanha publicitária; Eu procuro você...
• a principal mensagem transmitida por essa propaganda;
Vai abrir, vai abrir...
• o canal usado para circular ou transmitir a mensagem;
• o código usado para elaborar a mensagem; Prometo, não esqueço
• o contexto a que a mensagem se refere. Por favor, não esqueça, não esqueça, não esqueça
f. Agora conclua: qual dos elementos da comunicação Adeus...
indicados na questão anterior mais se destacou nessa
Disponível em: <www.uniesp.edu.br>. Acesso em 1o dez. 2014.
propaganda?
a. O poema retrata um momento rápido de comunicação
03. A seguir você lerá o poema “Sinal fechado”, que apresenta
entre dois interlocutores. A partir de informações
dois personagens que se encontram inesperadamente em um
presentes no texto e através de dados que podem
sinal de trânsito. Essas pessoas parecem querer conversar, mas
ser inferidos pelo contexto, tente caracterizar esses
a correria do dia a dia não permite que o encontro se concretize.
interlocutores.
Leio o texto.
b. O título do poema, Sinal fechado, pode ser interpretado
de duas maneiras. Explique esse duplo sentido presente
Texto III
no título.
Sinal fechado c. As frases apresentadas no texto são curtas, o que
garante ao texto a rapidez exigida pelo diálogo, que
Olá, como vai? ocorre quando um semáforo está fechado.
Eu vou indo, e você, tudo bem? • Identifique o canal de comunicação usado para trans-
mitir a mensagem, ou seja, o meio físico pelo qual são
Tudo bem, eu vou indo correndo,
veiculadas as informações.
pegar meu lugar no futuro. E você? • Dê exemplos de palavras e de expressões usadas para
Tudo bem, eu vou indo em busca de um sono estabelecer ou iniciar o diálogo entre as personagens.
tranquilo, quem sabe? • Transcreva um trecho mostrando a falta do que dizer
Quanto tempo... no momento.
Pois é, quanto tempo...
04. A seguir você lerá um texto retirado do site da Revista
Me perdoe a pressa Superinteressante. Esse texto objetiva divulgar as conclusões
é a alma dos nossos negócios... de uma pesquisa científica.
Oh! Não tem de quê.
Texto IV
Eu também só ando a cem
Quando é que você telefona É possível morrer de rir?
precisamos nos ver por aí Por incrível que pareça, existem relatos de pessoas que
Pra semana, prometo, talvez morreram dessa forma estranha. O clínico geral e homeopata
Nos vejamos, quem sabe? Eduardo Lambert, autor do livro A Terapia do Riso – A Cura
Pois é, quanto tempo... pela Alegria, conta uma dessas histórias, que teria aconte-
cido com um de seus pacientes: “Ele tinha vários problemas
Tanta coisa que tinha a dizer
de saúde e muita depressão, que começou a melhorar com
Mas eu sumi na poeira das ruas. tratamento homeopático. Um dia, num reencontro entre
Eu também tenho algo a dizer, velhos amigos, teve um acesso de riso, caiu no chão de
Mas me foge a lembrança.
51
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

tanto rir e acabou morrendo”. Porém, tudo indica que mortes 05. Leia a tirinha abaixo, de Maurício de Souza.
desse tipo ocorrem não por causa do riso em si, mas por
Texto V
algum tipo de problema cardíaco prévio ou porque a pessoa
se engasgou seriamente. Por isso, não dá para colocar uma
bela risada no banco dos réus. Pelo contrário, o ato de rir
costuma ser considerado um aliado da boa saúde.
“Ele estimula nosso cérebro a produzir mais endorfinas,
substâncias químicas que dão a sensação de bem-estar
mental e corporal, protegem o coração contra infartos,
o cérebro contra derrames, e ainda fortalecem a defesa
imunológica do organismo”, diz Eduardo. Para quem enfrenta
problemas com a balança, é bom anotar: uma risada bem
gostosa trabalha 28 músculos faciais e pode queimar cerca
de 10 calorias. Outra curiosidade é que o riso em excesso
também pode ser sintoma de algumas doenças, como certos
tipos de epilepsia, que causam surtos de gargalhadas.
Disponível em: <mundoestranho.abril.com.br>. Acesso em1o dez 2014.

a. Identifique, a par tir da leitura do texto acima, os


seguintes elementos da comunicação:
• o emissor, ou seja, aquele que produz e envia a
mensagem;
• o receptor, ou seja, aquele que recebe a mensagem;
• a mensagem, ou seja, o conteúdo das informações
transmitidas;
• o canal de comunicação usado para divulgar e transmitir
a mensagem.
b. Considerando todo o contexto a que a mensagem se
refere, marque a alternativa que indica corretamente o
objetivo do texto lido:
( ) A expressão de emoções, atitudes, sentimentos do
emissor da mensagem. Maurício de Sousa. Chico Bento, no 363, dez. 2000.
( ) Convencer o destinatário da mensagem, fazendo-o
mudar de comportamento. a. Identifique os seguintes elementos da comunicação na
( ) Estabelecer um diálogo, ou seja, um contato entre o tira acima:
emissor e o receptor do texto.
( ) Transmitir uma informação sobre a realidade científica • os interlocutores;
de forma direta e objetiva. • o canal de comunicação usado para transmitir a
c. Segundo o texto, o ato de rir costuma ser considerado mensagem;
um aliado da boa saúde. Indique, de acordo com o texto, • o código usado para elaborar a mensagem;
os benefícios de uma boa risada. • o conteúdo da mensagem;
• o contexto a que a mensagem se refere.
b. A partir da leitura texto acima, percebe-se que seu
humor é gerado pelo duplo sentido da palavra repetir.
Mostre que essa palavra adquire, na tirinha, sentidos
diferentes para cada interlocutor.
52
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
c. Sobre a linguagem usado por Chico Bento é correta a Texto VII
seguinte afirmação.
( ) Sua linguagem é regional, pois todas as pessoas do
sertão e do sul do país falam como ele.
( ) Sua linguagem é formal, uma vez que é difícil compre-
ender o que ele pretende comunicar.
( ) Sua linguagem é muito antiga e recebe, por isso, muito
prestígio e valor na sociedade.
( ) Sua linguagem tem padrão informal e corresponde à
maneira “caipira” de falar.

06. Na charge colocada abaixo, o aluno relata à professora


que não está estendendo bem as regras da nova ortografia da
língua portuguesa. Leia esse texto e atente para a construção
da fala do aluno.

Texto VI

No quadrinho acima, observamos um problema de comu- a. Indique qual a principal mensagem transmitida pelos
nicação entre os personagens. Assinale a alternativa que versos acima.
apresenta o elemento da comunicação que levou a esse b. Quais recursos foram usados para chamar a atenção
problema: do receptor para a própria mensagem.

(A) Canal. 08. O texto que você lerá é uma conversa telefônica, um
(B) Código. gênero textual cuja característica é o uso da linguagem
(C) Referente. coloquial, o uso de expressões que denotem sentimentos e
(D) Mensagem. emoções, e a proximidade entre os interlocutores.
(E) Emissor.
Texto VIII
07. A seguir você lerá um poema que explora o espaço da
folha de papel, a disposição ou o desenho das palavras para Trimmm...Trimmmm.....
produzir arranjos visuais. O objetivo do poeta é chamar a
– Alô?
atenção para a própria mensagem transmitida.
– Alô! É a Luciene?
– Sim, quem tá falando?
53
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

– Sou eu a Rafaela! – Ah! Rafa, não é todo mundo que tem a ficha limpa
– Oi Rafaela, o que foi? Parece que tá assustada? para solicitar a presença da policia, né?
– Estou mesmo, você não sabe o que me aconteceu? – Ah! É, não tinha pensado nisso, mas graças a Deus,
Estou tremendo até agora... acabou tudo bem, quer dizer pra mim, porque o seu Miguel
passou desta pra melhor!
– O que foi menina?
– Aí! Rafaela, só você mesma! Depois de tudo isso você
– Lu, mal acordei e me deparei com uma cena de
ainda tem senso de humor?
cinema a minha porta.
– Claro! Não tá vendo como a vida pode ser curta!
– O que foi? Estou ficando preocupada com você!
Ontem o homem tava vendendo saúde e agora já era. Mas
– Acordei como de costume às 6 horas, fui ao banheiro, agora depois de conversar com você estou mais tranquila,
escovei os dentes, estava tomando banho quando de repente tava precisando falar com alguém. Ainda bem que hoje é
tocou a campainha, saí correndo me enxugando às pressas... sábado e não tenho que ir trabalhar! Beijos Lu e até mais!
– E ai? – Beijos, Rafa, qualquer coisa me liga... Tchau
– Quando cheguei até a porta, olhei pelo olho mágico – Tchau.
e não vi ninguém, fiquei intrigada, mas resolvi voltar para
me trocar. Assim que me virei, tocou a campainha de Luciene Maria da Silva. Disponível em: <100leitores.blogspot.com.br>.
Acesso em: 1o dez. 2014.
novo, pensei, só pode ser brincadeira! Saí de toalha e tudo!
Menina... Você não imagina o que me aconteceu... a. Concluída a leitura, identifique os seguintes elementos
– Fala, Rafaela! Estou ansiosa.... da comunicação:
– Lu, tinha um homem caído próximo à soleira, fiquei • os interlocutores;
com muito medo, mas me aproximei pra ver... • o conteúdo da mensagem transmitida;
– Rafaela, você é louca? • o código usado para transmissão da mensagem;
– Chamei-o e ele não respondeu, resolvi mexer com • o canal de comunicação ou meio físico pelo qual a
ele, toquei-o com os dedos, mas ele não se mexeu, percebi mensagem é transmitida.
que estava frio, meu coração disparou.... Só aí que percebi b. Retire do texto palavras e expressões que mostram que
tratar-se de um cadáver. os interlocutores são próximas, íntimas e conhecidas.
– Saí correndo, e entrei no apartamento, tranquei a
09. Leia a carta colocada abaixo:
porta e a fechadura, corri para o telefone e liguei pra polícia.
– Rafa, que loucura... Texto IX
– Calma... você ainda não sabe da pior!
Nova Andradina, 4 de maio de 2009.
– O que foi?
– Os policias chegaram logo, mas me interrogaram Oi, Magda,
como se eu fosse uma assassina! Acredita nisso? Fiz minha primeira amiga na nova escola. Ela se chama
– Pelo amor de Deus, que maluquice foi essa? Érica e também gosta de gibis. Ontem ela veio aqui em casa
– Pra você ver, depois de esclarecidos os fatos, e a gente brincou muito. Minha mãe e a mãe dela também
descobriram que se tratava do Senhor Miguel, lembra dele? ficaram amigas e combinaram um rodízio. Um dia a mãe da
O advogado da Milena! Érica nos levará para a escola, em outro dia será a minha
mãe. Assim não ficaremos mais horas e horas na perua.
– Lembro e aí?
Sobra mais tempo para brincar, assistir televisão e escrever
– Ele teve um ataque fulminante, menina, e morreu ali no para você.
corredor mesmo, que horror, foi à noite, mas como ninguém
Um beijo de sua prima,
viu ou fingiu que não viu, só foi encontrado à hora que eu
o achei. Agora fico me perguntando por que a pessoa que Anita.
tocou minha campainha, não ligou pra polícia? Disponível em: <www.professoraedenilsa.com.br>.

*perua: veículo que transporta pessoas.


54
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
a. Após a leitura do texto, é possível afirmar que: Módulo 2
( ) Magda se mudou para uma nova escola. 01. Leia a seguir o trecho de um poema, gênero textual com
( ) quem escreveu a carta foi a mãe de Anita. características específicas: versos, estrofes, rimas, ritmo e
( ) as Mães de Anita e Érica sempre foram amigas. jogos ou brincadeiras com as palavras.
( ) as meninas não irão mais de perua para a escola.
Texto I
b. Encontre os seguintes elementos da comunicação na
carta lida anteriormente:
O poema
Um poema como um gole d’água bebido no escuro.
• o emissor ou remetente da carta;
• o receptor ou destinatário da carta; Como um pobre animal palpitando ferido.
• a mensagem veiculada na carta; Como pequenina moeda de prata perdida para sempre
• o código usado para elaboração da mensagem; na floresta noturna.
• o canal usado para transmissão da mensagem; Um poema sem outra angústia que a sua misteriosa
• o contexto a que o conteúdo se refere. condição de poema.
Triste.
10. Leia a seguinte letra de música.
Solitário.
Texto X Único.
Paciência Ferido de mortal beleza
QUINTANA, Mário. 80 anos de poesia. São Paulo: Globo, 2003, p. 84.
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma a. Nesse fragmento, Mário Quintana dá ênfase a que
A vida não para componente da comunicação: emissor, receptor,
mensagem, código, canal ou referente?
Enquanto o tempo acelera e pede pressa b. Considerando o elemento da comunicação em
Eu me recuso faço hora vou na valsa destaque, informe qual das seis funções da linguagem
A vida é tão rara predomina no texto?
c. Mostre como o título “O Poema” reforça ou justifica a
Enquanto todo mundo espera a cura do mal função de linguagem predominante neste texto de Mário
E a loucura finge que isso tudo é normal Quintana.
Eu finjo ter paciência 02. Leia a seguir um trecho do romance A hora da Estrela,
penúltimo romance e último livro publicado em vida pela
E o mundo vai girando cada vez mais veloz
escritora brasileira Clarice Lispector.
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência Texto II
(...)
“Enfim o que fosse acontecer, aconteceria. E por
Lenine. Disponível em: <www.vagalume.com.br>. Acesso em: 3 dez. 2014. enquanto nada acontecia, os dois não sabiam inventar
acontecimentos. Sentavam-se no que é de graça: banco
Após lida a letra da canção, indique os seguintes elementos de praça pública. E ali acomodados, nada os distinguia do
da comunicação: resto do nada. Para a grande glória de Deus.
Ele: – Pois é.
a. emissor;
Ela: – Pois é o quê?
b. receptor;
c. mensagem; Ele: – Eu só disse pois é.
d. código; Ela: – Mas “pois é” o quê?
e. contexto; Ele: – Melhor mudar de conversa porque você não me
f. canal. entende.
Ela: – Entender o quê?
55
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Ele: – Santa Virgem, Macabéa, vamos mudar de em segundo lugar na competição, com 1.293 medalhas e
assunto e já. 3,5 milhões de estudantes cadastrados.
Ela: – Falar então de quê? A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas
Ele: – Por exemplo, de você. Públicas é dividida em três níveis. O primeiro é composto por
estudantes do 6o e 7o anos do ensino fundamental, o segundo
Ela: – Eu?!”
por alunos do 8o e 9o anos e o 3o nível por estudantes do
Clarice Lispector. A hora da estrela.
ensino médio. O objetivo é estimular e promover o estudo da
matemática entre os alunos das escolas públicas, além de
a. No trecho acima, temos um registro direto de um contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica.
diálogo. Descreva como se deu a conversa entre o A competição é promovida pelos ministérios da Educação
casal acima. e da Ciência e Tecnologia e realizada pelo Instituto Nacional
b. Indique qual função da linguagem predominou no de Matemática Aplicada (Impa) e pela Sociedade Brasileira
fragmento acima. Em seguida, justifique sua resposta com de Matemática (SBM).
palavras ou expressões presentes no trecho lido.
Alessandra Alves. Postado em 1o dez. 2014.
Disponível em: <www.em.com.br>. Acesso em 28 nov. 2014.
03. A notícia caracteriza-se por ser um relato jornalístico
produzido por profissionais da informação que buscam a. Identifique qual o principal fato relatado na notícia lida.
divulgar os acontecimentos com a maior rapidez e clareza b. Qual função da linguagem predominou na notícia Minas
possível. Ou seja, esse gênero textual relata de forma imediata fica em primeiro lugar nas olimpíadas de matemática
um fato atual, que realmente aconteceu, e é veiculado em das escolas públicas? Justifique sua resposta.
algum veículo de informação: rádio, tevê, jornal, revista ou
internet. Leia a seguir um exemplar desse gênero textual. 04. Leia a seguir alguns versos de Manuel Bandeira.

Texto III Texto IV


Canção do vento e da minha vida
Minas fica em primeiro lugar na olimpíada
de matemática das escolas públicas O vento varria as folhas,
No total, os estudantes mineiros conquistaram 153 O vento varria os frutos,
medalhas de ouro, 413 de prata e 1.080 de bronze, O vento varria as flores...
totalizando 1.646 medalhas. E a minha vida ficava
Pela oitava vez consecutiva, Minas Gerais ficou em Cada vez mais cheia
primeiro lugar na Olimpíada Brasileira de Matemática das De frutos, de flores, de folhas.
Escolas Públicas (Obmep). O resultado da décima edição foi
[...]
publicado na última sexta-feira, pelo site do campeonato. Os
mineiros não só ganharam mais medalhas, como também O vento varria os sonhos
ficaram em primeiro lugar no número de medalhas de ouro. E varria as amizades...
No total, foram 153 de ouro, 413 de prata e 1.080 de bronze, O vento varria as mulheres...
totalizando 1.646 medalhas. E a minha vida ficava
Entre os estudantes que se destacaram na disputa Cada vez mais cheia
está Gabriel Brito Alkmim. O aluno disse preferir ciências à De afetos e de mulheres.
matemática, mas mesmo assim conquistou a medalha de
ouro na categoria do 6o ano do ensino fundamental. “Foi a O vento varria os meses
primeira vez que fiz a prova e ganhar medalha de ouro me E varria os teus sorrisos...
deixa muito feliz”, contou Gabriel, que estuda na Escola O vento varria tudo!
Estadual Eloy Pereira, em Montes Claros. E a minha vida ficava
(...) Cada vez mais cheia
Em todo o país, mais de 18 milhões de estudantes De tudo.
fizeram as provas da 10a edição do torneio. São Paulo ficou
BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1967.
56
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Predomina no texto a função da linguagem: b. A propaganda (ou texto publicitário) caracteriza-se pela
criatividade. De que forma a fotomontagem presente no
(A) fática, porque o autor procura testar o canal de texto lido se relaciona com a ideia de doar órgãos?
comunicação. c. Identifique qual função da linguagem predomina na
(B) metalinguística, porque o autor explica o significado propaganda lida e explique por que essa função é
das expressões. bastante comum em textos publicitários.
(C) conativa, pois o leitor é incentivado a participar de uma
ação. 06. Você lerá a seguir um trecho de uma resenha crítica,
(D) referencial, pois são apresentadas informações sobre um gênero textual cuja finalidade é orientar o leitor de uma
fatos reais. revista ou de um jornal, estimulando-o ou desestimulando-o
(E) poética, pois se destaca a linguagem artística, literária a consumir um objeto cultural, isto é, um livro, um filme, um
e poética. CD, uma peça de teatro, um concerto de música clássica, um
show de música popular, uma exposição de artes plásticas, etc.
05. A propaganda é um gênero textual que cuja finalidade
é convencer o leitor e divulgar um produto, um serviço ou Texto VI
uma ideia. Para isso, apresenta argumentos e usa recursos Resenha de Midnight Memories
especiais da linguagem verbal, e muitas vezes, da linguagem
não verbal. Leia a seguir uma propaganda que fez parte da “Essa é a única resenha que você irá ler sobre o novo
campanha “Olho, Pulmão e Coração”, da ATX-BA, que tratava álbum do One Direction, Midnight Memories, antes do lança-
da importância da doação de órgãos. mento oficial do CD que será em 25 de Novembro.
Os meninos do 1D me pediram para ser a única jorna-
Texto V
lista a ouvir suas novas músicas. E ouvir Midnight Memories
não me desapontou – É um dos melhores álbuns da boyband.
Sem sombra de dúvidas, Midnight Memories marca o
amadurecimento do 1D como banda – levando-os para uma
direção longe do grupo pop teen. No geral, o álbum tem muito
mais guitarras do que os seus dois últimos álbuns.
O CD tem uma vibe rock dos anos 70 que lembra a
banda Queen, e a melancolia é evidente em algumas faixas,
claramente escritas com a turnê de estádios do ano que vem
em mente. Duas músicas foram co-escritas por Harry e foram
fortemente influenciadas pelo som do Mumford & Sons, em
um sinal da banda de aumentar sua credibilidade musical.
Os vocais individuais de todos os cinco garotos foram
bem exibidos, mais do que em seus álbuns anteriores, com
Louis e Zayn tendo mais solos.
Curiosamente, os rapazes passaram um tempo
separados para gravar o álbum, com Louis e Liam traba-
lhando em dupla, enquanto Niall juntou-se a seus amigos
do McFLY.
Os temas das letras das músicas são parte da grande
mudança na vida pessoal dos garotos nos últimos dois anos.
Revista Educação, nº244, p. 76. Mas, como era de esperar, as canções são dominadas por
temas de amor jovem e decepções amorosas.”
a. O objetivo dessa propaganda é vender algum produto,
convencer o leitor de uma ideia ou divulgar a prestação Dan Wootton. 17 nov. 2013.

de algum serviço. Justifique sua resposta.


57
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

( )
Procura da poesia (fragmento)
[...]
Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te
provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra e seu poder de silêncio.
[...]
ANDRADE, Carlos Drummond de. Nova reunião: 19 livros de poesia.
2. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1985.
The Sun.

( )
a. Qual o objeto cultural foi analisado na resenha crítica Tablet – [Ingl.] – Substantivo masculino. Inform. 1 –
lida? Computador de uso pessoal que possui tela sensível ao
b. Identifique qual o emissor responsável pela crítica lida. toque. 2. Tipo especial de caneta, usada para registrar notas
c. Após a leitura do texto, pode-se afirmar que a jornalista diretamente na tela do computador.
se posiciona de modo favorável ou desfavorável ao
objeto cultural analisado? Dicionário Aurélio

d. Com relação às funções da linguagem, qual delas


predominou na resenha de Midnight Memories? ( )
Justifique sua resposta. “Sim, mas não esquecer que para escrever não –
importa – o – quê o meu material básico é a palavra. Assim
07. Entre os seis elementos da comunicação, a função é que esta história será feita de palavras que se agrupam em
metalinguística destaca o código, ou seja, o sistema de sinais frases e destas se evola um sentido secreto que ultrapassa
usado para a transmissão de uma mensagem. Nesse tipo de palavras e frases.
função da linguagem a mensagem se utiliza do código para Clarice Lispector.
se referir a um elemento do próprio código. Ou seja, usa-se
a linguagem para falar dela mesma. Ocorre metalinguagem, ( )
por exemplo, quando a palavra é utilizada para falar sobre a Ribeirão Preto, SP – Uma quadrilha assaltou o Banco
própria palavra, um poema fala sobre o poema ou sobre o Nossa Caixa de São Simão, na região de Ribeirão Preto,
escritor ou ainda sobre o processo de escrever poemas. 314 quilômetros ao norte de São Paulo, na manhã desta
quinta-feira. [...] Funcionários e seguranças foram rendidos
a. Assinale o único fragmento em que não predomina a e trancados, e dois assaltantes pegaram o dinheiro do cofre,
função metalinguística. valor não divulgado. A PM foi avisada às 10h30. Não há
pistas do bando.
O Estado de S. Paulo, 23 jan. 2003.
58
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
b. Explique em que medida a função metalinguística da (A) o discurso do locutor tem como foco o próprio código.
linguagem está presente no quadro colocado a seguir: (B) os sentimentos do locutor se destacam no texto.
(C) o interlocutor é o foco na construção da mensagem.
Texto VII (D) o referente é o elemento que se sobressai em detrimento
As meninas dos demais.

09. A principal marca da função emotiva é o uso da primeira


pessoa gramatical, ou seja, o uso dos pronomes eu e nós. No
entanto, essa função da linguagem também é caracterizada
pelo emprego de pontos de exclamação, de reticências, de
interjeições que expressam emoção (“Ai!”, “Opa!”, “Ui”,
por exemplo) e do uso intenso de adjetivos, principalmente
quando se expressa opinião, sentimento ou desabafo. Leia
o trecho do poema “Espera”, de Florbela Espanca.

Texto IX
Espera
“(...)
Teu amor fez de mim um lago triste:
Quantas ondas a rir que não lhe ouviste,
Quanta canção de ondinas lá no fundo!

Espera... espera... ó minha sombra amada...


Vê que pra além de mim já não há nada
As meninas, Velázquez. (Óleo sobre tela, 318 cm × 276 cm. E nunca mais me encontras neste mundo!...”
Museo do Prado, Madri) Disponível em: <www.santoandre.sp.gov.br>. Acesso em 28 nov. 2014.

08. Nos textos em geral, é comum a manifestação simul- Explicite as características da linguagem emotiva ou expres-
tânea de várias funções da linguagem, com o predomínio, siva presentes no poema lido.
entretanto, de uma sobre as outras. Leia o trecho abaixo:
Texto VIII 10. Identifique a função da linguagem que predomina em
cada um dos textos abaixo:
Desabafo
a.
Desculpem-me, mas não dá pra fazer uma croni-
cazinha divertida hoje. Simplesmente não dá. Não tem
como disfarçar: esta é uma típica manhã de segunda-feira.
A começar pela luz acesa da sala que esqueci ontem à
noite. Seis recados para serem respondidos na secretária
Disponível em: <ftp.comprasnet.se.gov.br>. Acesso em 28 nov. 2014.
eletrônica. Recados chatos. Contas para pagar que venceram
ontem. Estou nervoso. Estou zangado.
CARNEIRO, J. E. Veja, 11 set. 2002.

No fragmento da crônica “Desabafo”, a função da linguagem


predominante é a emotiva ou expressiva, pois:
59
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

b. Depois de dois anos, acabaram com o futebol feminino


Dengue do Vasco, e aí bateu desespero. Já tinha sido convocada
uma vez para a seleção brasileira, então pensava assim: ‘Se
Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue é voltar para Alagoas, será que eu vou ter outra oportunidade
uma doença viral que se espalha rapidamente no mundo. de ir para a seleção? Será que eles vão me esquecer?’”.
Nos últimos 50 anos, a incidência aumentou 30 vezes, com
ampliação da expansão geográfica para novos países e, na e.
presente década, para pequenas cidades e áreas rurais. É
estimado que 50 milhões de infecções por dengue ocorram
anualmente e que aproximadamente 2,5 bilhões de pessoas
morem em países onde a dengue é endêmica.
<portalsaude.saude.gov.br>. Acesso em 17 nov. 2014.

c. Sinal fechado
Paulinho da Viola

– Olá! Como vai? <crispetravicius.wordpress.com>. Acesso em 01 dez 2014.

– Eu vou indo. E você, tudo bem?


f.
– Tudo bem! Eu vou indo, correndo pegar meu lugar
no futuro... E você? Pronome [...] palavra que representa um nome, um
termo com a função de um nome, um adjetivo ou toda uma
– Tudo bem! Eu vou indo, em busca de um sono oração que a segue ou antecede. [...]
tranquilo...
HOUAISS, Antônio. Dicionário Houaiss da língua portuguesa.
Quem sabe? Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. p. 2310.
– Quanto tempo!
– Pois é, quanto tempo!
Módulo 3
– Me perdoe a pressa – é a alma dos nossos negócios!
– Qual, não tem de quê! Eu também só ando a cem! 01. As dimensões continentais do Brasil são objeto de
– Quando é que você telefona? Precisamos nos ver reflexões expressas em diferentes linguagens. Nossa extensão
por aí! territorial provoca diferenças de toda ordem: na fauna, na
flora, na paisagem, no clima, nos aspectos culturais e nos
– Pra semana, prometo, talvez nos vejamos...Quem
diferentes modos de usar a língua. Esse tema aparece no
sabe?
seguinte poema:
– Quanto tempo!
– Pois é...quanto tempo! Texto I
Disponível em: <www.vagalume.com.br>. Acesso em 28 nov. de 2104.
“(...)
d. Trecho de um relato pessoal da jogadora Marta Vieira Que importa que uns falem mole descansado?
da Silva, eleita pela FIFA em 2010 a melhor jogadora de Que os cariocas arranhem os ‘erres’ na garganta?
futebol do mundo pela quinta vez consecutiva. Que os baianos e capixabas escancarem as vogais?
“Saí de Dois Riachos para realizar um sonho e, por ele, Que tem se os quinhentos réis meridional
tive que enfrentar dificuldades. Fiquei no Rio sem receber Vira cinco tostões do Sul pro Norte?
salário por vários meses, morando na concentração do
Juntos formamos este assombro de misérias e
Vasco. E olha que o salário era nada mais do que uma ajuda
grandezas,
de custo, o que me obrigava a abrir mão de várias coisas.
Não podia nem ir à praia porque tinha que pegar ônibus e Brasil, nome de vegetal!
nem dinheiro para o ônibus eu tinha. (...)”
60
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
03. Os diferentes usos que se fazem da língua são chamados
Vocabulário de variedades linguísticas. Essas variedades ocorrem pela
Capixaba: pessoa que nasceu em Vitória, capital do influência de variados fatores: a situação comunicativa, a
Espírito Santo. região e o grupo social das pessoas que utilizam a língua.
Réis: plural de Real. As variedades sociais consideram a idade, o grau de esco-
Meridional: regiões do Sul, do lado do sul. larização, a condição socioeconômica e a área profissional
das pessoas. Identifique o falante de cada um dos discursos,
ANDRADE, Mário de. Poesias completas. 6. ed. São Paulo: Martins Editora, 1980.
assinalando os parênteses segundo a lista abaixo:
a. O texto poético trata das variedades linguísticas
causadas pelas diferentes: a. Fala de uma pessoa que trabalha com marketing de um
político
( ) situações formais e informais de comunicação. b. Fala de um médico
( ) regiões do país em que a língua é empregada. c. Fala de um professor de academia de ginástica
( ) profissões das pessoas que usam a língua. d. Fala de um cantor de rap
( ) de faixa de idade dos falantes de uma língua. e. Fala de um frequentador de pagode
f. Fala de um surfista
b. Na questão anterior, você identificou a variedade linguística
retratada no trecho acima. Agora, justifique sua resposta ( ) “Tem gente que nasce com coração maior ou menor, com
com exemplos retirados do texto I. vários defeitos. Essas são as cardiopatias congênitas, né,
o coração pode nascer com inúmeros defeitos. Agora,
02. Leia a tira a seguir. o tamanho do coração também tem a ver com outros
problemas que não são congênitos, como a insuficiência
Texto II coronariana.”
CHICA, ESSE CLARO, ELE DÁ SUPONHA QUE VOCÊ BASTA DIZER:
( ) “O cavaquinho me atura há mais ou menos uns 14, 15,
SEU DICIONÁRIO
“PORTUGUÊS
DICAS DE COMO
SE INFORMAR
QUER SABER ONDE
ESTÁ E ONDE PEGAR
“NOSSINHORA,
ONCOTÔ? ONQUIÉ
20 anos. Eu não sei, eu acho que eu já nasci tocando
MINEIRÊS” TEM SOBRE PONTOS
UMA SEÇÃO DE
FRASES ÚTEIS?
TURÍSTICOS, POR
EXEMPLO.
A CONDUÇÃO MAIS
PRÓXIMA...
O PONDIÔNS
MAIPERTIN?”.
esse troço, é mais um instrumento, né, mais uma arma
pra segunda sem lei, pra gente aturar aí esse pessoal
que infelizmente, né, não dão muito espaço, não dão
mais espaço pra gente, pro samba autêntico, samba
bom, samba de fato, samba de Cartola, de Nelson,
Disponível em: DJOTA. “Só dando gizada”. Correio Popular.
Campinas, 12/08/2003. In: ABAURRE, M. L. M. et alii. Português: de Donga, de João da Baiana, Pixinguinha, Bide e
contexto, interlocução e sentido. São Paulo: Moderna, 2008, p.205. Marçal, entendeu, que não tocam e a gente enfrenta a
segunda-feira, e aqui uma arma é o cavaco, a outra, o
Sobre a tira, analise as afirmativas.
violão de sete cordas, a flauta, como o tio Pixinguinha
I. Pode-se identificar, no último quadrinho, a fala de um tocava, o pandeiro, o Joseli e o surdo recuperado, o
nordestino, exemplo de variação linguística regional. surdo, no lugar da tambora, nada contra, né, tambora
II. Pela fala apresentada no último quadrinho, observa-se que ou tantam, mas o surdo, que é um instrumento adicional
no falar mineiro geralmente as sílabas finais das palavras pra aguentar esse excesso de lei que tem por aí, que,
não são pronunciadas. infelizmente, não viabilizam a música de qualidade no
III. O produtor da tira usou seu conhecimento das varie- rádio, né? Nas AM, nas FM, você ouve muita música
dades linguísticas existentes entre as regiões do país importada do que música nacional”.
para produzir efeitos de humor. ( ) “É importante que a gente faça a maromba, que a gente
utilize o trabalho de maromba que é pro corpo ficar
Estão corretas as afirmativas: sarado, pra que a gente possa ficar casca grossa.”
(A) I, II e III. ( ) Foi no Cristal Grafiti. A onda veio abrindo inteira, dropei
(B) II, III, apenas. no crítico, fiz o bottom turn de backside, subi e dei um
(C) I apenas. rasgadão. Aí deixei cair lá embaixo, subi novamente, dei
(D) I e II, apenas. outra rasgada e, quando ela engordou, adiantei, dei um
cutback bem agachado e bati na espuma. Veio a junção e
mandei uma esbagaçada, depois foi aquela marolagem,
enganação.
61
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

( ) “Então a nossa filosofia é mostrar pras pessoas, né, 05. Os textos abaixo fazem parte da campanha publicitária
tentar passar pras pessoas que elas podem brilhar, que de uma empresa fabricante de produtos eletrônicos. Leia-os
elas são importantes (...) Então nós viramos pro negro e para responder à questão.
falamos: pô, negócio seguinte, tu é bonito, tu não é feio
como dizem que tu é feio. Teu cabelo não é ruim como Texto IV
dizem que teu cabelo é ruim, entendeu? Meu cabelo é
crespo, entendeu? Existe cabelo crespo, existe cabelo Noel querido,
liso. Não tem essa de cabelo bom, cabelo ruim. Por que
No próximo dia 24 vou oferecer uma ceia para alguns
que cabelo de branco é bom e meu cabelo é ruim?”
amigos em minha casa, en petit comité. Eu adoraria poder
( ) “Olha, hoje em dia, uma campanha, qualquer que seja,
contar com a sua presença. E, se você quiser trazer um
sai muito cara e não se admite mais nenhum esforço
presente para a anfitriã, não vou me importar, pelo contrário,
em qualquer organização do país ou do mundo que não
até dou uma sugestão: você já viu a nova linha de monitores
use informática para melhorar seu controle de custos,
de plasma da Gradiente? É um must! Design clean, tecno-
melhorar a divulgação de suas mensagens junto aos
logia de última geração. Ficaria o máximo ao lado de minhas
clientes, melhorar a organização da campanha. Então
obras modernistas. Apenas um pedido, querido. Por favor,
a informática serve para tudo isso, é a ferramenta
não entre pela chaminé para não assustar os convidados.
moderna e que está penetrando em todas as empresas.”
Um beijo.
04. Leia a charge colocada abaixo para responder à questão ____________________
seguinte: Seu nome

Texto III Texto V

E aí, Papai Noel, Belê?


A parada é a seguinte: eu, ___________________,
tô muito a fim, a finzaço mesmo, de ter um Mini System
Titanium da Gradiente no meu quarto, aquele que reproduz
MP3 com 5.000 Watts de potência, tá ligado? Sabe como
é: eu queimo uns CDs MP3, convido a mina para ouvir um
som da hora, a gente troca umas ideias e aí, meu velho,
você tá ligado, né? E então? Quebra essa pra mim, mano.
O senhor, que já tá velhinho, não sabe como é difícil hoje
em dia agradar a mulherada.
<ateliedasletras.blogspot.com>
VEJA, dez. 2003.

A charge acima traz um exemplo de variação linguística ao a. Os dois textos mostram duas variedades linguísticas
destacar o modo de falar de algumas pessoas da zona rural. que envolvem a situação ou o momento em que os
Explique como o efeito de humor é construído na charge, usuários estão fazendo uso da língua: a linguagem
levando em consideração a variação linguística. formal e a linguagem informal. Escreva um parágrafo
caracterizando e diferenciando essas duas variedades
linguísticas.
62
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
b. Preencha o quadro abaixo com as alternativas a seguir, 06. (Unicamp-adaptada) É sabido que as histórias de Chico
de acordo com o que melhor caracteriza cada texto. Bento são situadas no universo rural brasileiro. Leia a tira a
seguir e atente para a variedade linguística utilizada por esse
personagem.
Texto IV Texto V
Texto VI

a. A variedade linguística empregada na tira acima:


( ) é repleta de gírias adolescentes.
( ) corresponde à variedade padrão.
( ) segue as regras da língua escrita.
( ) exemplifica a variedade caipira.
• Linguagem mais empregada em situações comuns do
dia a dia. b. Explique qual é o principal recurso utilizado para caracte-
• O uso de palavras estrangeiras – en petit comité, must rizar o modo de falar das personagens na tira.
– revela que o locutor pretende passar uma imagem
chique e refinada ao Papai Noel. c. É possível afirmar que o modo de falar caracterizado
• Linguagem própria de grupos mais jovens. na tira só ocorre em ambientes rurais brasileiros?
• Linguagem mais empregada em situações solenes, Justifique.
menos descontraídas.
• Emprego de gírias e de expressões próprias da língua d. Considerando todos os elementos presentes nos dois
falada. quadrinhos, responda: Por que a árvore plantada por
• Predomínio da norma padrão. Chico Bento representa uma esperança?
• Nesse texto, o locutor se dirige ao Papai Noel de forma
polida, formal e respeitosa. 07. Geralmente o diminutivo está associado à ideia de
c. Retome o texto construído em linguagem informal e coisas pequenas, menores que o normal (cadeirinha,
identifique o que se pede. bolinho, ratinho). Mas na linguagem informal ele pode estar
• redução de palavras; associado às ideias de carinho, afeto, valorização ou de
• gírias e expressões próprias da linguagem popular; pouco-caso, desprezo e ironia.
• uso de palavras no diminutivo associado à ideia de
carinho, afeto e valorização. Leia os dois textos e responda ao que se pede.

d. Marque a alternativa que traz um item que não foi Texto VII
importante para a produção dos textos 4 e 5: Inimigos
( ) Papai Noel como a figura a quem se pedem presentes. O apelido de Maria Teresa, para Norber to, era
( ) O Natal como época de ganhar presentes. “Quequinha”. Depois do casamento, sempre que queria
( ) A qualidade dos produtos fabricados pela empresa. contar para os outros uma da sua mulher, o Norberto pegava
( ) A escritura de cartas a Papai Noel pedindo presentes. sua mão, carinhosamente, e:
( ) O consumo de produtos eletrônicos somente pela classe
– Pois a Quequinha...
social privilegiada.
E a Quequinha, dengosa, protestava:
– Ora, Beto!
63
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

Com o passar do tempo, o Norberto deixou de chamar a. Norberto e Maria Teresa, no texto 7, tratam-se por meio
Maria Teresa de Quequinha; se ela estivesse ao seu lado e de diminutivos. Identifique dois diminutivos usados
ele quisesse se referir a ela, dizia: pelo marido para se referir a sua esposa ao longo do
– A mulher aqui... casamento.
b. O texto VII mostra que, no decorrer do casamento,
Ou, às vezes:
o casal foi gradativamente se distanciando um do
– Esta mulherzinha... outro. Explique como a mudança no relacionamento
Mas nunca mais de Quequinha. do casal pode ser percebida pelo uso dos diminutivos
(O tempo, o tempo. O amor tem mil inimigos, mas o empregados por Norberto.
pior deles é o tempo. O tempo ataca em silêncio. O tempo c. O termo selinho, presente no texto VIII, é bastante utilizado
usa armas químicas.) na linguagem atual. O diminutivo no uso dessa palavra serve
Com o tempo, Norberto passou a tratar a mulher por para enfatizar que se trata de um beijo:
“Ela”. ( ) indiscreto.
( ) demorado.
– Ela odeia o Charles Bronson.
( ) engraçado.
– Ah, não gosto mesmo. ( ) indecente.
Deve-se dizer que o Norberto, a essa altura, embora a ( ) breve.
chamasse de Ela, ainda usava um vago gesto de mão para
indicá-la. Pior foi quando passou a dizer “essa aí” e apontar d. O vocabulário do texto VIII mostra que o jornalista optou por
com o queixo. uma variedade linguística mais descontraída e informal. A
seguir foram selecionadas e destacadas algumas palavras
– Essa aí...
e expressões coloquiais próprias da linguagem popular, que
E apontava com o queixo, até curvando a boca com estavam presentes nesse texto. Retome o contexto em que
um certo desdém. essas palavras foram usadas e explica o significado de cada
(O tempo, o tempo. O tempo captura o amor e não o uma delas.
mata na hora. Vai tirando uma asa, depois a outra...) • “Primeiro, Hebe Camargo, toda animada, pediu a Sílvio
Hoje, quando quer contar alguma coisa da mulher, o Santos um ‘selinho’”
Norberto nem olha na sua direção. Faz um meneio de lado • “ – tascou um beijinho na boca do músico.”
com a cabeça e diz: • “Hebe fingiu brabeza e Sílvio riu muito.”
–Aquilo... • “Tirei uma onda, foi só uma bicotinha”

Luis Fernando Veríssimo. Novas comédias da vida privada. 08. Leia a seguir um pronunciamento feito pela presidenta
Texto VIII Dilma Rousseff à nação brasileira na noite da sexta-feira,
21/06/13, em cadeia nacional de rádio e TV para falar sobre as
Selinho, sim, mas só para poucos. Primeiro, Hebe manifestações e protestos que tomaram as cidades brasileiras
Camargo, toda animada, pediu a Sílvio Santos um “selinho” em 2013, as chamadas Jornadas de Junho. Na mensagem, a
(beijinho). Não ganhou: “Nem selinho, nem selo, nem selão”, presidenta reconheceu a importância dos protestos, criticou a
ouviu dele, categórico. violência e o vandalismo de alguns manifestantes e disse que
Em seguida, Gilberto Gil entrou no palco, de mão o governo vai tomar medidas para atender às reivindicações.
estendida para cumprimentá-lo. O que fez o apresentador?
Disse “selinho”, esticou os lábios e zás – tascou um beijinho Texto IX
na boca do músico. A cena foi ao ar de madrugada, no Minhas amigas e meus amigos,
encerramento do Teleton, a Maratona beneficente exibida
pelo SBT. Gil ficou surpreso. Hebe fingiu brabeza e Sílvio riu Todos nós, brasileiras e brasileiros, estamos acompa-
muito. “Tirei uma onda, foi só uma bicotinha”, diz ele. “Tudo nhando, com muita atenção, as manifestações que ocorrem no
tem uma primeira vez”. país. Elas mostram a força de nossa democracia e o desejo da
juventude de fazer o Brasil avançar.
Veja, 07 nov. 2001, pág. 101.
64
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Se aproveitarmos bem o impulso desta nova energia O defunto vivo
política, poderemos fazer, melhor e mais rápido, muita coisa
que o Brasil ainda não conseguiu realizar por causa de Em alguns arraiais do interior mineiro, quando morria
limitações políticas e econômicas. Mas, se deixarmos que alguém, costumavam buscar o caixão na cidade vizinha, de
a violência nos faça perder o rumo, estaremos não apenas caminhão. Certa feita, vinha pela estrada um caminhão com
desperdiçando uma grande oportunidade histórica, como sua lúgubre encomenda, quando alguém fez sinal, pedindo
também correndo o risco de colocar muita coisa a perder. carona. O motorista parou.
Como presidenta, eu tenho a obrigação tanto de ouvir a – Se ocê não se incomodá de ir na carroceria, junto ao
voz das ruas, como dialogar com todos os segmentos, mas caixão, pode subir.
tudo dentro dos primados da lei e da ordem, indispensáveis O homem disse que não tinha importância, que estava com
para a democracia. pressa. Agradeceu e subiu. E a viagem prosseguiu.
O Brasil lutou muito para se tornar um país democrático. Nisto começa a chover. O homem, não tendo onde se
E também está lutando muito para se tornar um país mais esconder da chuva, vendo o caixão vazio, achou melhor
justo. Não foi fácil chegar onde chegamos, como também deitar-se dentro dele, fechando a tampa, pra melhor abrigar-se.
não é fácil chegar onde desejam muitos dos que foram Com o balanço da viagem, logo pegou no sono.
às ruas. Só tornaremos isso realidade se fortalecermos a Mais na frente, outra pessoa pediu carona. O motorista
democracia – o poder cidadão e os poderes da República. falou:
Os manifestantes têm o direito e a liberdade de – Se ocê não se importá de viajar com o outro que está
questionar e criticar tudo, de propor e exigir mudanças, de lá em cima, pode subir.
lutar por mais qualidade de vida, de defender com paixão
O segundo homem subiu no caminhão. Embora achasse
suas ideias e propostas, mas precisam fazer isso de forma
desagradável viajar com um defunto num caixão, era melhor
pacífica e ordeira.
que ir a pé para o povoado.
(...)
De tempos em tempos, novos caronas subiam na
<www2.planalto.gov.br>. Acesso em 29 nov. 2014. carroceria, sentavam-se respeitosos em silêncio, em volta
do caixão, enquanto seguiam viagem.
Você estudou que há diversos modos de usar a língua. Viu
Avizinhando-se o arraial, ao passar num buraco da estrada,
que a sociedade elegeu algumas formas de escrever e de
um tremendo solavanco sacode o caixão e desperta o dormi-
falar como língua padrão, que passou a ser a língua oficial.
nhoco que se escondera da chuva dentro dele.
Essa variedade da língua eleita como oficial é chamada de
norma padrão. Todas as demais variedades linguísticas que Levantando devagarzinho a tampa do caixão e pondo
não se enquadram na norma culta são denominadas norma a palma da mão pra fora, fala em voz alta:
popular ou coloquial. – Será que já passou a chuva?
Foi um corre-corre dos diabos. Não ficou um em cima do
a. No pronunciamento lido, predomina a norma padrão ou caminhão. Dizem que tem gente correndo até hoje.
a norma coloquial da língua? WEITZEL, Antônio Henrique. Folclore literário e linguístico. Juiz de Fora, MG. EDUFJF, 1995.
b. Justifique a resposta dada no item anterior, mostrando
por que a variedade linguística predominante é mais a. O conto que você leu está registrado por escrito, mas
adequada à situação de comunicação do texto lido. contém certas expressões típicas da língua falada,
c. Recorra a jornais, revistas, livros ou à internet e encontre conhecidas como marcas de oralidade. Indique dois
um texto construído de acordo com a norma padrão e trechos do texto que demonstrem o uso dessas carac-
um outro texto em que predomina a norma popular ou terísticas da linguagem oral.
coloquial. b. Observe que as marcas de oralidade estão presentes no
texto, sobretudo, nas falas das personagens. Explique
09. A seguir você lerá um conto popular, ou seja, uma por qual motivo o autor, ao criar um diálogo na escrita,
narrativa de fatos imaginados ou fictícios, que muitas vezes procurou usar marcas de oralidade nas falas das
tem sua origem na tradição oral. Trata-se de uma história personagens.
transmitida de uma geração a outra de forma oral, isto é, de c. Justifique por que a linguagem mais informal, carregada
boca a boca. de marcas da oralidade, é mais adequada ao conto
popular.
65
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

10. Agora é a sua vez de praticar! a. De acordo com o texto, é correto afirmar que:

a. Em duplas, você deve elaborar dois pequenos textos. ( ) e-mails devem sempre ser escritos em linguagem
formal, pois não são bilhetes.
1o texto: Elabore uma carta ao diretor da escola, ( ) não se pode usar marcas da oralidade em e-mails, pois
solicitando permissão, para, com seus colegas, usar o elas acarretam erros gramaticais.
laboratório de informática da escola nos fins de semana. ( ) em certas situações, a correspondência por e-mail deve
Seu pedido deverá ser redigido em linguagem clara e ser mais cuidadosa e correta.
direta, explicando o motivo para que o diretor autorize ( ) uma boa redação de um e-mail é aquela que sempre
o uso dos computadores. tem maior grau de informalidade.
2o texto: Imagine que seu diretor aprovou seu pedido feito
no 1o texto. Elabore um aviso para comunicar aos colegas b. O e-mail é um tipo de texto que surgiu com a internet.
que o laboratório poderá ser utilizado e que você espera Pelo texto, pode-se entender que:
a presença de todos para fazerem uma competição
de games no próximo fim de semana. Seu texto deve ( ) a internet tem exigido maior atenção quanto ao nível de
estimular seus colegas a participarem da disputa. formalidade dos e-mails.
b. Quando escrevemos ou pronunciamos um texto, temos ( ) o e-mail surgiu apenas por causa da necessidade de
de levar em consideração a situação de comunicação se comunicar dentro das empresas.
que nos envolve, a região em que estamos e o grupo ( ) a informalidade dos e-mails tem atrapalhado a comu-
social a que pertencemos. Considerando os textos nicação em ambientes empresariais.
que você elaborou, pode-se afirmar que existe uma ( ) a produção e o lucro das empresas estão prejudicados
linguagem mais certa que outra? pela crescente utilização de e-mails.

Módulo 4 c. Considere a frase: “Nesses casos, ele aproxima-se da fala.”


Nesse trecho, a palavra sublinhada se refere a:
01. O texto abaixo trata da redação de e-mails. Leia-o e
responda ao que se pede. ( ) bilhete.
( ) grau de informalidade.
Texto I ( ) redator.
( ) e-mail.
Adapte-se ao nível de formalidade
02. (ENEM-adaptado) O texto seguinte traz uma opinião de
Quando um e-mail é enviado no lugar de um bilhete,
um jornalista americano sobre a internet. Leia-o e responda
a linguagem usada pode ter maior grau de informalidade.
à questão:
Nesses casos, ele aproxima-se da fala, embora seja
importante considerar que a mensagem será lida. Um dos Texto II
problemas de comunicação surge do fato de o redator
Para Carr, internet atua no
escrever como se falasse, com frases mal organizadas e
sem clareza. Mesmo que o texto seja informal, devem-se comércio da distração
evitar erros que comprometam a imagem do redator e da Autor de “A Geração Superficial” analisa a
empresa em que ele trabalha. influênciada tecnologia na mente
Quando o e-mail substitui um comunicado oficial da O jornalista americano Nicholas Carr acredita que a
empresa, a formalidade aumenta, por causa da mensagem internet não estimula a inteligência de ninguém. O autor
e do destinatário do texto. Aí é preciso considerar as explica descobertas científicas sobre o funcionamento do
características da redação empresarial. Tropeços são mais cérebro humano e mostra influência da internet em nossa
facilmente evitados quando se tem o hábito de leitura de forma de pensar.
textos bem escritos.
Para ele, a internet torna o raciocínio de quem navega
NÓBREGA, M. H. da Revista Língua Portuguesa. Segmento, ano III, n. 33. jul. 2008. p. 40-41. mais raso, além de prejudicar a atenção de seus usuários.
66
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Mais: Carr afirma que há empresas obtendo lucro com 04. Ao longo do módulo 4, você estudou algumas questões
nossa falta de atenção. “Quanto mais tempo passamos polêmicas relacionadas ao internetês. Leia a seguir um
on-line e quanto mais rápido passamos de uma informação trecho de uma reportagem sobre essa linguagem que foi
para a outra, mais dinheiro as empresas de internet ganham”, criada para atender às exigências do ambiente virtual.
avalia.
“Essas empresas estão no comércio da distração e Texto IV
são experts em nos manter cada vez mais famintos por
informação fragmentada em partes pequenas. É claro que O internetês na escola
elas têm interesse em nos estimular e tirar vantagem da
nossa compulsão por tecnologia.” O internetês – expressão grafolinguística criada na
internet pelos adolescentes na última década – foi durante
ROXO, E. Folha de S. Paulo. 18 fev. 2012 (adaptado).
algum tempo um bicho de sete cabeças para gramáticos
e estudiosos da língua. Eles temiam que as abreviações
Explique o título dado ao texto (“Para Carr, internet atua no fonéticas (em que “casa” vira ksa; e “aqui” vira aki)
comércio da distração”). Mostre qual é a crítica do jornalista comprometessem o uso da norma culta do português para
norte-americano Nicholas Carr sobre a internet. além das fronteiras cibernéticas. Mas ao que tudo indica, o
temido internetês não passa de um simpático bichinho de
03. O texto abaixo explica uma prática que contraria as uma cabecinha só. Ainda que a maioria dos professores e
regras da “netiquetas”, as boas maneiras que devem ser educadores se preocupe com ele (alertando os alunos em
adotadas nos ambientes de interação digital. sala), a ocorrência do internetês nas provas escolares, em
vestibulares e em concursos públicos é insignificante. O
Texto III “problema” é, no fim das contas, menor do que se imaginou.
O que é bullying virtual – Nos simulados de redação que passo e corrijo não
ou cyberbullying? identifico a presença do internetês. É bem verdade que tenho
o cuidado de orientar os alunos a não trazer esse “dialeto”
É o bullying que ocorre em meios eletrônicos, com para as provas. Em cada ambiente você usa uma roupa,
mensagens difamatórias ou ameaçadoras circulando por não dá pra ir a um casamento com a mesma roupa utilizada
e-mails, sites, blogs (os diários virtuais), redes sociais e na praia. Talvez, até por eu alertar, não tenham aparecido
celulares. É quase uma extensão do que dizem e fazem na esses problemas nas provas que passo”, diz Mônica
escola, mas com o agravante de que as pessoas envolvidas Domingos, professora de português do Progresso, que dá
não estão cara a cara. cursos preparatórios para as provas de concurso público
Dessa forma, o anonimato pode aumentar a crueldade das polícias militar e civil e para a Ordem dos Advogados
dos comentários e das ameaças e os efeitos podem ser do Brasil (OAB).
tão graves ou piores. “O autor, assim como o alvo, tem
RAMPAZZO, Fabiano. “O internetês na escola”.
dificuldade de sair de seu papel e retomar valores esquecidos In: Revista Língua Portuguesa. São Paulo, ano 3, n. 40, p. 28, 2009.
ou formar novos”, explica Luciene Tognetta, doutora em
Psicologia Escolar e pesquisadora da Faculdade de Educação a. De acordo com o texto, o internetês foi, durante algum
da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). tempo, um bicho de sete cabeças para gramáticos e
<revistaescola.abril.com.br>. Acesso em: 3 ago. 2012 (adaptado).
estudiosos da língua. Explique o que o jornalista quis
dizer com a expressão um bicho de sete cabeças.
a. Após a leitura do texto, explique com sua palavras o b. Após a leitura da reportagem O Internetês na escola,
que é o cyberbullying. podemos afirmar que o jornalista Fabiano Rampazzo
b. Segundo o texto, a prática do bullying pode se agravar com concorda ou não com os estudiosos da língua que
as novas tecnologias de comunicação. Identifique qual fator criticam o uso das abreviações, a ausência dos acentos
faz com que as ameaças e as difamações feitas na escola e que consideram errada a nova linguagem presente no
se agravem nos meios eletrônicos. ambiente virtual? Justifique sua resposta com um trecho
c. Comprove sua resposta dada na letra B com um trecho retirado do texto.
retirado do texto.
67
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

c. A expressão bichinho de uma cabecinha só expressa o a. Imagine-se em um bate-papo com um colega pelo whats
mesmo que o trecho: app. Elabore, usando alguns dos internetês presentes no
texto 5, um pequeno diálogo entre vocês.
( ) “Em cada ambiente você usa uma roupa”. b. Explique por quais motivos a linguagem abreviada dos
( ) “O ‘problema’ é, no fim das contas, menor do que se internetês é bastante usada em diálogos realizados em
imaginou.” blogs, e-mails ou chats de bate-papo.
( ) “onde ‘casa’ vira ksa; e ‘aqui’ vira aki”. c. Muitas pessoas acreditam que o internetês é criado
( ) “que dá cursos preparatórios para as provas de sempre a partir da economia de caracteres de uma
concurso público”. palavra, ou seja, a partir da redução do número de
d. Segundo o texto, “em cada ambiente você usa uma letras dessa palavra. Mas há internetês que não
roupa, não dá pra ir a um casamento com a mesma obedece a esse critério de redução e, apesar de ser
roupa utilizada na praia”. A partir desse trecho é correto usado frequentemente pelos internautas, não menor que
afirmar que: sua palavra correspondente na norma culta do idioma.
Marque a alternativa em que a palavra presente não foi
( ) na opinião da professora Mônica, seus alunos sabem criada pela sua redução:
como se vestir.
( ) assim como a vestimenta, há uma linguagem adequada ( ) “vc”
a cada ocasião. ( ) “naum”
( ) o internetês deve ser utilizado quando se está na praia. ( ) “qnt”
( ) o emprego do internetês é sempre inadequado aos ( ) “net”
alunos.
06. Leia a reportagem colocada abaixo.
05. Leio o texto colocado a seguir.
Texto VI
Texto V O internetês
O ABC do internetês Quem gosta da internet e a utiliza com certa frequência já
deve ter observado uma “novidade linguística” bem marcante,
Um pequeno glossário das abreviações mais populares
que vem provocando boas discussões.
na internet
São comuns, principalmente entre os mais jovens, o uso de
vc: você alg: alguém palavras abreviadas e o desrespeito às regras da ortografia:“tb
blz: beleza ans: anos axo q vc naum deve viajá pq tá xato”(também acho que você
kd: cadê axo: acho não deve viajar porque está chato).
fds: final de semana q: que Quanto às abreviações, sinto informar aos nossos
net: internet nd: nada adolescentes que se trata de uma “novidade velha”. Quando
tb: também ñ: não fiz meu curso de Letras (fins da década de 60 e início da de
tah: tá naum: não 70), abreviar já era hábito. Só assim conseguíamos anotar
tc: teclar, digitar, conversar a v: a ver os ensinamentos de nossos mestres universitários. Era uma
flw: falou xau: tchau “taquigrafia” necessária: tb (também), q (que), vc (você), pq
fmz: firmeza att: atualizar (porque)...
tdo: tudo add: adicionar O uso da letra “m” para substituir o til (naum = não) é um
qdo: quando acc: aceitar retorno às nossas raízes. Para quem não sabe, a origem do til
pq: porque bjs: beijos é a letra “n”. Observe duas curiosidades: 1a) em espanhol, o
eai: oi abs: abraços nosso VERÃO é “verano” e a forma verbal PÕE (do verbo PÔR)
qnt: quantos é “pone” (do verbo “PONER”); 2a) o ditongo nasal /ão/ pode
ser grafado “ão” (estão, cantarão) ou “am” (falam, cantaram),
Revista Língua Portuguesa – 2/2009 – Edição 40 (adaptado). conforme a tonicidade.
68
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
A grafia (axo, xato) já é defendida por muita gente, mas b. Após ter concluída a leitura do texto, deduza: segundo
essa brincadeira pode criar vícios irreversíveis. Em textos o jornalista, a visualização constante dos internetês
oficiais, todos nós devemos seguir o sistema ortográfico (palavras abreviadas) pode ter qual consequência para
vigente, que é baseado não só na fonética mas também na a escrita do adolescente?
etimologia (origem das palavras). c. O texto termina advertindo que o internetês é interessante
A verdade é que nós sabemos ortografia por memória e criativo, mas também preocupante. Explique o conselho
visual, e não por “decoreba” de regrinhas. Ninguém perde que o autor deixa para a garotada com relação às
tempo pensando se HOJE tem “h” ou não, se CASA é com “s” diversas formas de linguagem que podemos usar para
ou “z”, se CACHORRO é com “x” ou “ch”. O que nos faz saber nos comunicar.
ortografia é a leitura e o bom hábito de escrever. Não temos
dúvida na hora de escrever palavras usuais, aquelas que vemos 08. (ENEM-adaptada) O texto a seguir é um trecho de
e escrevemos com frequência. Isso significa que a visualização uma conversa por meio de um programa de computador
e o uso constante das palavras fora da grafia oficial podem criar que permite comunicação direta pela internet em tempo
“dúvidas eternas”. real, como o Facebook. Esse tipo de conversa, embora
escrita, apresenta muitas características da linguagem
O uso de TÁ por ESTÁ é uma tendência da linguagem
falada, segundo alguns linguistas. Uma delas é a interação
coloquial brasileira. É marca da nossa oralidade. Outra carac-
ao vivo e imediata, que permite ao interlocutor conhecer,
terística da nossa língua oral é a omissão do “r” no infinitivo
quase instantaneamente, a reação do outro, por meio de
dos verbos (vou falá, vendê, parti). É um fenômeno chamado
suas respostas e dos famosos emoticons (que podem ser
apócope (perda de fonema no fim do vocábulo). Hoje, em
definidos como “ícones que demonstram emoção”).
Português, o infinitivo dos verbos termina no “r” (vou falar,
vender, partir).
Texto VII
Tudo isso pode ser muito interessante e criativo, mas é
preocupante. A nossa garotada precisa estar consciente de que João diz: oi
esta forma de linguagem é grupal, é localizada, é adequada Pedro diz: blz?
unicamente numa situação específica. É preciso que saibam que
João diz: na paz e vc?
a linguagem da maioria, dos textos oficiais, da vida profissional
é a língua padrão. E a escola não pode se omitir: é lá que os Pedro diz: tudo trank
jovens poderão entrar em contato e conhecer a língua padrão. João diz: oq vc ta fazendo?
Todas as formas de linguagem são válidas e adequadas a (...)
cada situação, inclusive a língua padrão. Como diz nosso mestre Pedro diz: tenho q sair agora...
e acadêmico Evanildo Bechara: “É preciso sermos poliglotas João diz: flw
dentro da nossa própria língua”.
Pedro diz: vlw, abc
<galileu.globo.com>. Acesso em: 30 de nov. de 2014.
Para que a comunicação, como no Facebook, se dê em
a. Segundo o texto, as abreviações são uma novidade tempo real, é necessário que a escrita das informações seja
velha. Com quais finalidades as palavras abreviadas rápida, o que é feito por meio de:
eram utilizadas pelo autor da reportagem “O internetês”
quando ele estava na faculdade? a. frases completas, escritas cuidadosamente com
acentos e letras maiúsculas.
b. Você estudou que o internetês representa um desejo de
tentar reproduzir virtualmente a dinâmica das conversas b. frases curtas e simples com abreviaturas padronizadas
orais. Retire do texto dois exemplos de internetês que pelo uso (“vc”,“vlw”, etc.).
mostram a relação existente entre a linguagem da c. uso de reticências no final da frase, para que não se
internet e a língua oral. Em seguida, explique cada um tenha que escrever o resto da informação.
desses intenetês.
d. uso de expressões formais de acordo com a variante
07. Ainda sobre a reportagem O internetês, responda: padrão da língua.

a. De acordo com a reportagem, o que nos faz saber


ortografia?
69
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

09. Leia a seguir a letra da música “Pela internet”, de Gilberto Gil. a opção de bate-papo na internet, basta escolher a sala que
deseja “entrar”, identificar-se e iniciar a conversa. Geralmente,
Texto VIII as salas são divididas por assuntos, como educação, cinema,
Pela internet esporte, música, sexo, entre outros. Para entrar, é necessário
escolher um nick, uma espécie de apelido que identificará o
Gilberto Gil
participante durante a conversa. Algumas salas restringem
Criar meu web site a idade, mas não existe nenhum controle para verificar se a
Fazer minha home-page idade informada é realmente a idade de quem está acessando,
Com quantos gigabytes facilitando que crianças e adolescentes acessem salas com
conteúdos inadequados para sua faixa etária.
Se faz uma jangada
AMARAL, S. F. “Internet: novos valores e novos comportamentos”. In: SILVA, E. T.(Coord.). A
Um barco que veleja leitura nos oceanos da internet. São Paulo: Cortez, 2003 (adaptado).

Que veleje nesse informar


Texto X
Que aproveite a vazante da infomaré
Que leve um oriki do meu orixá
Ao porto de um disquete de um micro em Taipé

Um barco que veleje nesse infomar


Que aproveite a vazante da infomaré
Que leve meu e-mail até Calcutá
Depois de um hot-link
Num site de Helsinque
Para abastecer
<etras.terra.com.br>. Acessado em 30 nov. 2014 (adaptado).
Disponível em: <virginiarocha.blogspot.com.br>. Acesso em 30 nov. 2014.

a. Você estudou que o neologismo é um fenômeno linguístico a. Os textos IX e X tratam de situações virtuais de comu-
caracterizado pela criação de novas palavras e expressões. nicação. Julgue as afirmações colocadas abaixo em V
A letra da música “Pela internet” foi construída a partir de (verdadeiro) ou F (falso):
palavras que recentemente foram incorporadas à nossa
língua. Retire do texto e explique o significado de pelo menos ( ) O chat possibilita que ocorra diálogo sem a exposição
4 neologismos. da identidade real dos indivíduos, que podem recorrer
b. As novas palavras surgem para suprir uma necessidade a apelidos fictícios.
dos falantes. A invenção da internet, por exemplo, trouxe
( ) O chat disponibiliza salas de bate-papo sobre diferentes
consigo diversos neologismos.
assuntos com pessoas pré-selecionadas por meio
Além da palavra internetês, outras palavras novas
de um sistema de busca monitorado e atualizado por
apareceram e são amplamente utilizadas. Tente explicar
quais prováveis motivos podem justificar a surgimento autoridades do governo.
dos neologismos relacionados à internet. Se for preciso, ( ) O chat seleciona previamente conteúdos adequados à
pesquise sobre o assunto. faixa etária dos usuários.
( ) O chat limita a quantidade de participantes conectados
10. Leia os textos colocados abaixo para responder à nas salas de bate-papo, a fim de garantir a qualidade e
próxima questão. eficiência dos diálogos, evitando mal-entendidos.
( ) O diálogo representado na tirinha do texto X não pode ser
Texto IX compreendido, pois usa palavras informais.
O chat e sua linguagem virtual ( ) o texto X exemplifica uma conversa virtual em que duas
pessoas estão conectadas ao mesmo tempo.
O significado da palavra chat vem do inglês e quer dizer ( ) No texto X, os interlocutores tentam reproduzir virtual-
“conversa”. Essa conversa acontece em tempo real, e, para mente a dinâmica das conversas orais.
isso, é necessário que duas ou mais pessoas estejam conec- ( ) Os símbolos =0) e :P são exemplos de emoticons cons-
tadas ao mesmo tempo. São muitos os sites que oferecem truídos com os sinais presentes no teclado do computador.
70
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
b. Segundo o texto IX, o chat proporciona a ocorrência 02. Leia a charge abaixo para responder à questão seguinte.
de diálogos instantâneos com linguagem específica.
Explique as principais características dessa linguagem Texto II
da internet, justificando sua resposta com exemplos
retirados do texto X.

Módulo 5
01. A figura abaixo é parte de uma campanha publicitária.
Leia-a para responder à próxima questão.
Texto I

Disponível em: <kdimagens.com>.

a. O sentido da charge é construído pela combinação


de informações dadas pela imagem e pelas palavras.
Com base no contexto da ilustração, explique os dois
sentidos da expressão “rede social”.
b. Justifique sua resposta dada na letra a com elementos
da linguagem verbal e elementos da linguagem não
verbal apresentados no texto II.

Com ciência ambiental, no. 10, abr. 2007 . 03. Leia o trecho colocado a seguir para responder à
próxima questão.
A partir da leitura dos recursos visuais (linguagem não
verbal) e das palavras (linguagem verbal) é correto concluir Texto III
que:
“eu gostava muito de passeá... saí com as minhas
(A) o aumento da biodiversidade em outros países depende colegas... brincá na porta di casa di vôlei... andá de patins...
do comércio ilegal do Brasil. bicicleta... quando eu levava um tombo ou outro... eu era
(B) a manutenção do mico-leão-dourado em jaula garante a::... a palhaça da turma... ((risos))... eu acho que foi uma
a preservação da espécie. das fases mais... assim... gostosas da minha vida foi... essa
(C) o comércio ilegal de animais é uma ameaça para a fase de quinze... dos meus treze aos dezessete anos…”
biodiversidade nacional. A.P.S., sexo feminino, 38 anos, nível de ensino fundamental.
Projeto Fala Goiana, UFG, 2010 (inédito).
(D) o Brasil foi o primeiro país do mundo a eliminar o tráfico
ilegal de mico-leão-dourado.
Um aspecto presente no relato pessoal lido que o caracteriza
como modalidade falada da língua é:

(A) o predomínio de linguagem informal marcada por


pausas.
(B) o vocabulário regional desconhecido em outras partes
do país.
(C) a realização do plural conforme as regras da gramatical
tradicional.
(D) a presença de frases incompreensíveis a um leitor.
71
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

04. (UFBA) Leia os textos colocados a seguir e responda a. O fragmento transcrito (texto IV) representa qual das
ao que se pede. modalidades da linguagem: a fala ou a escrita?
b. Considerando as diferenças indicadas no texto V,
Texto IV identifique pelo menos três características enumeradas
no quadro acima que justifiquem sua resposta dada na
– Por outro lado, uma casa moderna como é, como a letra a.
gente pode descrever?
– Como é que a gente pode descrever uma casa moderna. 05. Leia a seguinte anedota.
Bem, uma casa moderna... Isso aí vai depender muito do... da
pessoa que faz a casa, né, ou que mora na casa, ou que quer Texto VI
a casa. Mas, pelo menos, você já vê que essas casas, por Bichos preguiça
exemplo...Deix’eu ver se eu consigo estabelecer uma diferença
maior entre uma e outra. Não sei se... porque elas são, assim, Juca Pacatão e seu filho, Felismino, tinham fama de
bem distantes uma da outra, né, a única coisa que existe de serem os sujeitos mais preguiçosos do mundo. Em uma
semelhante mesmo é que todas têm... (rindo) todas... a gente manhã de inverno, ainda deitados, travaram o seguinte
entra em qualquer uma e sai de qualquer uma delas. Mas a ... diálogo:
a moderna, de qualquer forma, você teria um... uma arquitetura – Felismino!
toda moderna... eh ... você vê, por exemplo, o emprego de – Qui é, pai?
um material mais novo, você vê portas, por exemplo, do tipo
– Se tivé choveno nóis hoje não vai trabaiá não.
de ... como é que se chama? (risos)
– Claro que não, pai.
MOTA, Jacyra; ROLLEMBERG, Vera (Orgs.). A linguagem falada culta na
cidade de Salvador: Diálogos entre informante e documentador. – Intão levanta e vai vê se tá choveno...
Salvador: Instituto de Letras da UFBA, 1994, p. 90.
– Levantá pra quê, pai? Chama os cachorro e se eles
tivé moiado é pruquê tá choveno...
Texto V
Disponível em: Almanaque Brasil de cultura popular, ano 1, n. 9, p. 30, dez. 1999.
Linguagem falada × Linguagem escrita
Entre as características distintivas mais frequentemente a. Você estudou que a comunicação humana se estrutura
apontadas entre as modalidades falada e escrita, estão as a partir de alguns elementos. Retome o diálogo lido na
seguintes: anedota “Bichos Preguiça” e identifique os seguintes
componentes dessa conversa:
• interlocutores;
Fala Escrita • canal em que se dá a comunicação;
• código em que a mensagem é transmitida;
não planejada planejada • contexto a que a mensagem se refere.
fragmentada não fragmentada b. Na anedota, os falantes fazem uso de uma variante
linguística coloquial. Aponte quais palavras ou expres-
incompleta completa sões revelam essa variedade linguística.
c. Explique o que torna a anedota engraçada, ou seja, o
pouco elaborada elaborada que provoca o humor no texto lido.

predominância de frases predominância de frases 06. Nos meios de comunicação de massa (jornal, televisão,
curtas e simples complexas rádio e outros), a linguagem das propagandas tem incorpo-
rado alguns usos comuns na língua falada do Brasil. Leia o
KOCH, Ingedore G. Villaça. A inter-ação pela linguagem. 3. ed. São Paulo: Contexto, 1997.
p. 68. (Coleção Repensando a língua portuguesa).
anúncio publicitário colocado a seguir.
72
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
Texto VII 07. Leia a tira colocada abaixo.
Texto VIII
QUILÔMETROS E
QUILÔMETROS PRA
EU FAZER O QUE
QUISER!

OBA! FINALMENTE TENHO FAZER UMA


UM ESPAÇO LIVRE QUE MALUQUICE
PRA EU BRINCAR! CAPRICHAR! MUITO
LOUCA!

ALGO QUE PARA BEM...


HUM...
NINGUÉM FICAR NA
NUNCA DEIXA
HISTÓRIA!
FEZ! EU
VER... É...

Ã...

SEI LÁ! DEU


a. Identifique o que se pede abaixo: BRANCO!
• o locutor do texto lido, ou seja, o anunciante responsável
pela propaganda;
• algumas características que compõem o perfil do
receptor dessa propaganda, isto é, seu público-alvo; Ziraldo. “O Menino Maluquinho”. In: Jornal do Brasil. Rio de Janeiro, 13 set. 1992.

• a mensagem transmitida;
• o canal em que se dá a comunicação. a. O Menino Maluquinho é bem conhecido, está sempre
fazendo maluquices. Na tirinha anterior, ele está
b. No anúncio, uma gíria bastante conhecida foi usada feliz porque tem muito espaço para brincar, só que,
criativamente para gerar um duplo sentido. repentinamente, não se lembra de nada para fazer. Essa
Identifique que gíria é essa e explique como ocorre esse falta de ideia do Maluquinho é representada mediante
duplo sentido. dois elementos, um verbal e outro não verbal, que são,
c. Além do uso da gíria, a publicidade analisada também respectivamente:
faz uso de outras marcas da linguagem coloquial.
Retire dois exemplos que comprovem essa afirmação ( ) o uso de “algo” e o olhar surpreso do menino no 5o
e justifique sua resposta, mostrando com qual objetivo quadrinho.
essas expressões informais foram usadas. ( ) a expressão “deu um branco” e o espaço restrito no 1o
d. Identifique qual a função da linguagem predomina quadrinho.
na propaganda lida. Mostre por que essa função da ( ) o uso das reticências e o olhar desconfiado do menino
linguagem prevalece em textos publicitários. no 5o quadrinho.
( ) a expressão “deu um branco” e o espaço em branco
no último quadrinho.
( ) a expressão “deu um branco” e o espaço limitado nos
cinco primeiros quadrinhos.
73
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

b. Apesar do espaço enorme para brincar, Maluquinho b. Ao longo do poema, a forma verbal “fiz” é repetida. Tal
acaba brincando com o videogame. A atitude dele: repetição é empregada para indicar:
( ) revela uma “maluquice muito louca”. ( ) dúvida.
( ) demonstra o menino criativo que ele é. ( ) ênfase.
( ) confirma sua intenção no primeiro quadrinho. ( ) lamento.
( ) contraria a intenção revelada no início do texto. ( ) negação.
( ) reforça o desejo de caprichar na escolha da brincadeira. ( ) imaginação.

c. Nossa língua é riquíssima e nos oferece vários elementos c. “Cibernauta” é uma palavra nova, criada a partir de
para expressar o que sentimos e pensamos. No penúltimo outras que já existem. As palavras a seguir, retiradas
quadrinho, o uso frequente das reticências indica que o do dicionário ou do uso cotidiano, são algumas delas:
Menino Maluquinho: “Ciberespaço: ambiente virtual criado por uma rede de
computadores.”; “Internauta: que navega pela internet.”
( ) não sabe o que fazer. De acordo com essas informações, o significado de
( ) fica surpreso com sua ideia genial. “Cibernauta” seria:
( ) fica dividido entre brincar e estudar.
( ) não se decide diante de tantas opções. ( ) capitão de uma navegação.
( ) interrompe seu raciocínio diante do espaço. ( ) viajante do espaço virtual.
( ) navegante do espaço sideral.
d. No primeiro e último quadrinhos, as expressões faciais ( ) viajante de uma nave espacial.
do Menino Maluquinho mostram, respectivamente, os ( ) navegante do mundo imaginário.
sentimentos de:
09. Leia o texto a seguir e responda as questões seguintes.
( ) euforia e alívio.
( ) alegria e depressão. Texto X
( ) animação e desprezo.
( ) entusiasmo e decepção. Gerente – Boa tarde. Em que eu posso ajudá-lo?
( ) excitação e menosprezo. Cliente – Estou interessado em financiamento para
compra de veículo.
08. Leia o poema a seguir.
Gerente – Nós dispomos de várias modalidades de
Texto IX crédito. O senhor é nosso cliente?
Cibernauta Cliente – Sou Júlio César Fontoura, também sou
Do meu computador funcionário do banco.
fiz nave espacial, Gerente – Julinho, é você, cara? Aqui é a Helena! Cê tá em
Brasília? Pensei que você inda tivesse na agência de Uberlândia!
da nave fiz casa,
Passa aqui pra gente conversar com calma.
da casa fiz asa,
BORTONI-RICARDO, S. M. Educação em língua materna.
da asa fiz voo, São Paulo: Parábola, 2004 (adaptado).

do voo fiz ilusão


a. Identifique os seguintes elementos presentes na
e nunca saí do chão. comunicação que se deu no texto lido:
João Manuel Ribeiro
• os interlocutores (emissor e receptor);
• a mensagem transmitida;
a. A alternativa que melhor resume o texto é:
• o canal em que se dá a comunicação.
( ) O ser humano é essencialmente sonhador.
( ) A imaginação não faz parte da temática do poema. b. Qual função da linguagem predomina no diálogo acima.
( ) O ser humano não necessita das inovações tecnológicas. Por quê?
( ) A personagem só se preocupa em criar brinquedos c. Na representação escrita da conversa telefônica entre a
novos. gerente do banco e o cliente, observa-se que a maneira
( ) A personagem adora o mundo das histórias em de falar da gerente foi alterada de repente. Qual motivo
quadrinhos. explica essa alteração.
74
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
10. Literatura de cordel são narrativas típicas do Nordeste, A partir da análise da linguagem utilizada no poema, infere-se
geralmente impressas em papel-jornal, reunidas em pequenos que o eu lírico revela-se como falante de uma variedade
cadernos e colocadas à venda penduradas em barbante linguística específica. Esse falante, em seu grupo social, é
(cordel) nas feiras e nos mercados. Leia a seguir um trecho identificado como um falante:
de um cordel.
(A) escolarizado proveniente de uma grande cidade.
Texto XI (B) sertanejo morador de uma área rural.
Iscute o que tô dizendo, (C) idoso que habita uma comunidade urbana.
(D) escolarizado que habita uma comunidade do interior do
Seu dotô, seu coroné:
país.
De fome tão padecendo (E) estrangeiro que imigrou para uma comunidade do sul
Meus fio e minha muié. do país.
Sem briga, questão nem guerra,
Meça desta grande terra
Umas tarefa pra eu!
Tenha pena do agregado
Não me dêxe deserdado
Daquilo que Deus me deu.
PATATIVA DO ASSARÉ. “A terra é naturá”. In: Cordéis e outros poemas.
Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 2008.

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_________________________________________________________________________________________________________________________________________________
75
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

INGLÊS d.

Chapter 1

01. Complete the sentences with a subject pronoun.

a. ________ am Brazilian.
b. ________ are my sisters. ___________________________________________
c. This is my friend. ________ is Paul.
d. ________ aren’t African. We are American. e.
e. Are ________ from Rio de Janeiro or São Paulo?

02. Write the name of these occupations (jobs) and include


the article a or an:

a.

___________________________________________
f.

___________________________________________

b.
___________________________________________

g.

___________________________________________
c.
___________________________________________
h.

___________________________________________

___________________________________________
76
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
03. Choose the incorrect sentence according to the indefinite Chapter 2
article.
01. Cross the odd one out.
a. They are dentists.
b. Are you a dentist? a. scared.
c. Renan is an engineer. b. frightened.
d. Karen is a artist. c. happy.
e. My mother is an engineer. d. tired.
e. bored.
04. Unscramble the sentences:
a. I / My / is / Marcos / name / and / tall / am. 02. Make the sentences interrogative.
__________________________________________________
a. I am a student.
__________________________________________________
__________________________________________________
b. doctor / am / a / I. __________________________________________________
__________________________________________________
b. You are a dentist
__________________________________________________
__________________________________________________
c. tall / thin / short / and / I / I / am / am / not. __________________________________________________
__________________________________________________
c. William and Jimmy are engineers.
__________________________________________________
__________________________________________________
d. students / not / are / brother / father / / my / and. __________________________________________________
__________________________________________________
d. We are not doctors.
__________________________________________________
__________________________________________________
e. singers / the / are / girls. __________________________________________________
__________________________________________________
e. Cassia is tall and thin.
__________________________________________________
__________________________________________________
__________________________________________________
05. Choose three people you know and describe them
physically.
03. Choose the alternative where the short answer is
correct.
01) _____________________________________________
_____________________________________________ a. Is she Maria? Yes, I am.
b. Are they friends? Yes, they aren´t.
02) _____________________________________________ c. Am I a pilot? No, I am.
_____________________________________________ d. Are we from Recife? No, we aren´t.
e. Is Kyle at work? No, he is.
03) _____________________________________________
_____________________________________________
77
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

04. Complete the sentences with is, are, am. Chapter 3


a. My father and my brother _________ students. 01. Find the numbers in the crossword.
b. I _________ not Chinese.
c. Karen _________ my best friend. 4 – 5 – 6 – 10 – 11 – 12
d. _________ you a doctor?
e. He _________ not a nurse. W S T W E L V E
f. _________ I a good friend? I E I E T E M V

05. Replace the pictures by an adverb of place or a feeling S T O T I S I X


adjective.
O E L E V E N A

S N G H T H E E
a. Daniela is . She is at .
F U R I F O U R

E T W O E V I F
Daniela is ________________. She is at ________________.
02. Complete with a word, then answer the questions about
you.

b. The kids aren’t . They are at . a. What’s your ______________?


__________________________________________________
__________________________________________________

The kids aren’t ________________. They are at b. How ______________ you?


________________. __________________________________________________
__________________________________________________

c. Where ______________ you?


c. I am . I am at . __________________________________________________
__________________________________________________

d. ______________’s your nationality?


I am ________________. I am at ________________. __________________________________________________
__________________________________________________

03. Complete the words:


d. Nadia is . She is at the .
a. J ___ P ____ N
b. M ___ X ___ C ___

Nadia is ______________. She is at the ________________. c. ___ ___ STR ___ L ___ ___
d. CH ___ N ___
e R ___ SS ___ ___
f. SP ___ ___ N
78
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
04. Write the nationalities Chapter 4
a. Brazil 01. Write T (true) or F (false).
__________________________________________________.
a.

@iStockpho.com/carbouval
b. The U.S.A.
__________________________________________________.
c. The United Kingdom
__________________________________________________.
d. Russia ( ) This is a pencil.
__________________________________________________.
b.

@iStockpho.com/kopirin
e. Mexico
__________________________________________________.
f. Spain
__________________________________________________.
( ) This is a book, an eraser and a pencil.
05. Write questions for the answers.
c.

@iStockpho.com/Picsfive
a. _________________________________________
____________________________________________?
She is from Argentina.

b. _________________________________________ ( ) This is a pencil case.


____________________________________________?
d.
@iStockpho.com/DonNichols

Debora is 12 years old.

c. _________________________________________
____________________________________________?
Martin is Uruguayan.
( ) These are pencils and erasers.
d. _________________________________________
e.
@iStockpho.com/nini

____________________________________________?
My mother is 38.

e. _________________________________________
____________________________________________?
My name is Rachel. ( ) This is a propelling pencil.
79
Material Complementar – 6º Ano EF Vol. 1

02. Unscramble and write the name of the school object. Chapter 5
a. SSCSSIRO 01. What is the preposition? Match the columns:
_____________________________________________ a. ( ) between

©iStockphoto.com/Johny87
b. EPN
_____________________________________________
c. RAEESR
_____________________________________________
d. RERUL
_____________________________________________

e. CLACNIMEAH LINCPE
_____________________________________________
b. ( ) next to

©iStockphoto.com/joruba
03. Match the opposites.

SMALL • • NEW

CHEAP • • GOOD

OLD • • EXPENSIVE

BAD • • BIG c. ( ) behind


©iStockphoto.com/majesticca
04. Escreva as frases abaixo no plural.
a. This is my book.
_____________________________________________
_____________________________________________.

b. That is her notebook.


©iStockphoto.com/zaricm

d. ( ) in front of
_____________________________________________
_____________________________________________.

05. Complete with a possessive adjective.

a. She is my sister. __________ name is Carol.


b. Max and Julia are married. _____ house is new.
c. I have a car. _____ car is old.
d. Lucy and Mike have a lot of friends. _____ friends are
from England.
e. What is ______ father’s name?
80
Vol. 1
Material Complementar – 6º Ano EF
02. Imagine this is your town. Look and answer the questions.

b. Where is Mike? (in front of)

_____________________________________________

04. Choose the odd one out.

(A) bookstore.
(B) clothes store.
(C) drugstore.
BUS
(D) fast food restaurant.
(E) park.

05. Olhe ao seu redor e escreva 3 frases usando as prepo-


Disponível em: <roble.pntic.mec.es>.
sições abaixo em relação a você e alguns colegas, ou se
a. Where is the library? preferir pode usar alguns objetos.
_____________________________________________
Example: I am in front of Paul. Or I am behind João. Or My
_____________________________________________ pencil is in front of my book.
b. Where is the school?
a. behind
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
_____________________________________________
03. Look at the pictures and answer the questions use the b. between
prepositions in parentheses to help you.
_____________________________________________
_____________________________________________
c. Opposite to
a. Where is Lucy? (next to) _____________________________________________
_____________________________________________

_____________________________________________