Vous êtes sur la page 1sur 7

setor 1214

12140509

12140509-SP

Aulas 35 e 36
LANÇAMENTO HORIZONTAL E OBLÍQUO

O movimento de um corpo lançado horizontalmente no vá- 2. (FUVEST) Em decorrência de fortes chuvas, uma cidade do
cuo (ou em circunstâncias tais que a resistência do ar possa ser interior paulista ficou isolada. Um avião sobrevoou a cidade,
desprezada) é a composição de uma queda livre com um MRU com velocidade horizontal constante, largando 4 pacotes de
na horizontal. alimentos, em intervalos de tempos iguais. No caso ideal, em
O movimento de um corpo lançado obliquamente no vá- que a resistência do ar pode ser desprezada, a figura que
cuo (ou em circunstâncias tais que a resistência do ar possa ser melhor poderia representar as posições aproximadas do
desprezada) é a composição de um lançamento vertical com avião e dos pacotes em um mesmo instante é:
um MRU na horizontal. a) d)

Exercícios g
g

1. Duas bolinhas idênticas A e B partem ao mesmo tempo de


uma certa altura h acima do solo, sendo que A cai em queda
livre e B tem uma velocidade v0 horizontal.

b) e)

g
g

c)

Comentário:
Assinalar a alternativa correta. Em relação à Terra, o movimento de um pacote é um lan-
a) As duas chegam juntas ao solo. çamento horizontal, que pode ser considerado a compo-
b) A chega primeiro ao solo. sição de um MRU horizontal com uma queda livre.
c) A chega logo depois de B.
No caso em questão, a velocidade de lançamento é igual
d) A ou B chega primeiro, dependendo da velocidade ini-
à do avião, e, em conseqüência, na direção horizontal os
cial v0 de B.
movimentos dos pacotes e do avião são idênticos. Por-
e) A ou B chega primeiro, dependendo da altura do lança-
mento.
tanto em relação ao avião o movimento dos pacotes é
uma queda livre, que é um MRUA.
Como o esquema indica as posições dos pacotes em in-
tervalos de tempo iguais, a distância entre dois pacotes
consecutivos é crescente.

ALFA-5 ★ 850750509 31 ANGLO VESTIBULARES


3. (FUVEST-adaptada) Durante um jogo de futebol, um chute 4. Um corpo de massa m é lançado obliquamente no vácuo
forte, a partir do chão, lança a bola contra uma parede com velocidade inicial 100m/s, que forma um ângulo de 60º
próxima. Com auxílio de uma câmara digital, foi possível com a horizontal. Com relação ao movimento desse corpo,
reconstruir a trajetória da bola desde o instante em que são feitas 3 afirmações. Indicar as que estão corretas, des-
ela atingiu a altura máxima (ponto A) até o ponto que ba- prezando-se a resistência do ar.
teu na parede (ponto B). Os pontos A e B estão repre- I — No ponto mais alto do lançamento, a velocidade é mí-
sentados na figura sem escala. Desprezar a resistência do nima e vale 50 m/s.
ar e considerar g = 10 m/s2. Determinar: II — As velocidades do corpo ao passar pelos pontos A e B
a) O tempo gasto pela bola para se deslocar do ponto A de mesma altura apresentam a mesma intensidade.
ao ponto B. III — Se o corpo é lançado de uma superfície horizontal,
b) A velocidade da bola no instante em que passa por A. o tempo de subida é igual ao de descida.
c) A intensidade da velocidade da bola no instante em que
passa por B. I) Certa.
vx = v0 cos θ = 100 ⋅ cos 60
vA ⎛1⎞
vx = 100 ⎜ ⎟ = 50 m/s
A x ⎝2⎠

II) Certa.
Em ponto de mesma altitude apresentam a mesma
5,0 m energia potencial e, em conseqüência, a energia ciné-
tica também é.
B III) Certa.
4,2 m O lançamento oblíquo apresenta simetria
6m

1
a) y = gt2
2
0,8 = 5 t2
t = 0,4 s
b) x = vA ⋅ t ORIENTAÇÃO DE ESTUDO
6 = vx ⋅ 0,4
vA = vx = 15 m/s  Livro 1 — Unidade I
Caderno de Exercícios — Unidade I
c) v 2B = v 2x + v2y
vx = vA = constante = 15 m/s
Tarefa Mínima
vy = gt = 10 ⋅ 0,4 = 4 m/s
AULA 35
vB ≈ 15,52 m/s • Leia o item 3 (só até Velocidade num Instante t qualquer), cap. 5.
• Resolva os exercícios 1 e 2, série 6.

AULA 36
• Leia o item Decomposição do Lançamento Oblíquo, cap. 5.
• Resolva os exercícios 3 e 4, série 6.
• Resolva os exercícios 1, 2 e 3, série 7.

Tarefa Complementar
AULA 36
• Resolva os exercícios 5, 6 e 7, série 6.
• Resolva os exercícios 4, 5 e 6, série 7.

ALFA-5 ★ 850750509 32 ANGLO VESTIBULARES


Aulas 37 e 38
GRAVITAÇÃO: HISTÓRICO E LEI DE NEWTON

LEI DA ATRAÇÃO GRAVITACIONAL DE NEWTON 2. (CESGRANRIO) A força de atração gravitacional entre dois
corpos celestes é proporcional ao inverso do quadrado da dis-
M m tância entre os dois corpos. Assim é que, quando a distância
entre um cometa e o Sol diminui da metade, a força de atra-
F F ção exercida pelo Sol sobre o cometa:
a) diminui da metade.
b) é multiplicada por 2.
c) é dividida por 4.
d) é multiplicada por 4.
r e) permanece constante.

Matéria atrai matéria na razão direta do produto das massas


e na razão inversa do quadrado da distância. m⋅M
F=G
r2
M⋅m
F=G m⋅M
r2 F’ = G
⎛ r ⎞2
⎜ ⎟
⎝2 ⎠
Exercícios m⋅M
F’ = 4G
1. Qual é a força de atração gravitacional entre duas esferas, de r2
massas de 100kg cada uma, sabendo-se que a distância en-
tre o centro de uma e o centro da outra é 1m. (Considere G F’ = 4F
igual a 6,7 × 10 –11 N ⋅ m2/kg2)
a) 104 N
b) 102 N
c) 6,7 N
d) 6,7 × 10 – 9 N
e) 6,7 × 10 – 7 N

Gm1m2 ORIENTAÇÃO DE ESTUDO


F=
r2
 Livro 1 — Unidade III
10 2 × 10 2 Caderno de Exercícios — Unidade III
= 6,7 × 10 – 11 ⋅ = 6,7 × 10 – 7 N
12
Tarefa Mínima
AULA 37
• Leia os itens 1 a 8, cap. 6.
• Leia os exercícios resolvidos 1 e 2, cap. 6.
• Resolva os exercícios 1, 2 e 3, série 6.

AULA 38
• Resolva os exercícios 7, 8 e 9, série 6.

Tarefa Complementar
AULA 38
• Resolva os exercícios 4 a 6 e 10 a 12, série 6.

ALFA-5 ★ 850750509 33 ANGLO VESTIBULARES


Aula 39
CAMPO GRAVITACIONAL

Definição g (intensidade do campo gravitacional)



→ P
g= gsup
m

Intensidade:

P M M
g= =G 2 =G
m r (R + h)2

Direção: vertical
Sentido: para baixo
(gx)h

1g
h 4 sup

r
(gx)sup
1g
9 sup
R

(x)m R 2R 3R 4R

r (distância do centro)

ALFA-5 ★ 850750509 34 ANGLO VESTIBULARES


2. O campo gravitacional na superfície da Terra tem intensidade
Exercícios 10m/s2. Qual a intensidade do campo gravitacional a uma al-
1. (Santa Casa-SP) Um planeta tem o dobro do raio e o dobro tura 0,1R, sendo R o raio da Terra?
da massa da Terra. Se a aceleração da gravidade na superfície
da Terra é g, na superfície do planeta considerado será:
h = 0,1R
g
a) g = GM/(R + h)2
2 R
(g)sup = GM/R2
b) 2 ⋅ g
c) g2 (M)
d) g
e) n.d.a.
Sendo:
GM
(g)T = GM/R2 (g)sup = a intensidade do campo gravitacional na su-
2R R2
R

(M)
perfície da Terra,
(2M) GM
(g)X = G2M/(2R)2 g= a intensidade do campo gravitacional a uma
(R + h)2
Sendo altura h da superfície da Terra.
(g)T a intensidade do campo gravitacional na superfície da GM
Terra, g=
(R + 0,1R)2
(g)X a intensidade do campo gravitacional na superfície do
planeta X. GM
g=
(1,1R)2
GM
(g)T =
g = ⎛⎜
R2 1 ⎞ GM
⎟ 2
⎝ 1,21 ⎠ R
G2M
(g)X = g ≈ 0,83 ⋅ (g)sup
(2R)2
g ≈ 8,3 m/s2
Então:
G2M
(g)X =
(2R)2

(g)X = ⎛⎜ ⎞⎟
2 GM
⎝ 4 ⎠ R2
ORIENTAÇÃO DE ESTUDO

(g)X = ⎛⎜ ⎞⎟ (g)T
1
⎝ 2⎠  Livro 1 — Unidade III
Caderno de Exercícios — Unidade III

Tarefa Mínima
• Leia os itens 9 e 10, cap. 6.
• Leia os exercícios resolvidos 3 e 4, cap. 6.
• Resolva o exercício 16, série 6.

Tarefa Complementar
• Resolva os exercícios 18 e 19, série 6.

ALFA-5 ★ 850750509 35 ANGLO VESTIBULARES


Aula 40
ÓRBITA CIRCULAR

Se um corpo de massa m está em órbita circular em torno de um corpo de massa M, m


sendo M >> m, então:
ac = g ac = g

sendo
ac a aceleração centrípeta do corpo em órbita; M

g a intensidade do campo gravitacional criado pelo corpo de massa M em um ponto qualquer


da órbita.

2. Com os dados da questão anterior, considere um ponto B


Exercícios a uma altura h = 3R. Determinar:
1. (FFP) Supondo a Terra perfeitamente esférica e desprovida a) o campo gravitacional no ponto B;
de atmosfera, qual deverá ser a velocidade de um corpo b) a velocidade com que o corpo deve ser lançado do ponto
para que, lançado, horizontalmente, entre em órbita circular B para entrar em órbita circular.
rasante?
(Dados: raio da Terra = R = 6 400 km. GM 1 10
a) gh = = gsup = = 0,625 m/s2
g próximo à superfície: 10 m/s2 ) (R + 3R) 2 16 16

v = 公g僒⋅僒
r = 公僒 r = 公僒
g ⋅僒 10僒僒 僒僒
× 6,4 ×僒僒
106 b) vh = 公僒
rg = 公僒 (R僒僒 僒僒
+ 3R)gh
v = 公6 僒4僒僒 僒僓
× 106 = 8 × 103 m/s vh = 公4
僒R僒⋅ g僒
h = 4000 m/s
v = 8 km/s
1º- veloc. astronáutica.

ALFA-5 ★ 850750509 36 ANGLO VESTIBULARES


3. (FUVEST) Satélites utilizados para telecomunicações são 4. (FUVEST) Dentro de um satélite em órbita em torno da Ter-
colocados em órbitas geoestacionárias ao redor da Terra, ou ra, a tão falada “ausência de peso”, responsável pela flutua-
seja, de tal forma que permaneçam sempre acima de um ção de um objeto dentro do satélite, é devida ao fato de que:
mesmo ponto da superfície da Terra. Considere algumas con- a) a órbita do satélite se encontra no vácuo e a gravidade
dições que poderiam corresponder a esses satélites: não se propaga no vácuo.
I. ter o mesmo período, de cerca de 24 horas; b) a órbita do satélite se encontra fora da atmosfera, não so-
II. ter aproximadamente a mesma massa; frendo assim os efeitos da pressão atmosférica.
III. estar aproximadamente à mesma altitude; c) a atração lunar equilibra a atração terrestre e, conseqüen-
IV. manter-se num plano que contenha o círculo do equa- temente, o peso de qualquer objeto é nulo.
dor terrestre. d) a força de atração terrestre, centrípeta, é muito menor
O conjunto de todas as condições, que satélites em órbita geo- que a força centrífuga dentro do satélite.
estacionária devem necessariamente obedecer, corresponde a e) o satélite e o objeto que flutua têm a mesma aceleração,
produzida unicamente por forças gravitacionais.
a) I e III.
b) I, II, III.
c) I, III e IV.
d) II e III.
e) II e IV.

Para que um satélite seja geoestacionário, o plano de seu


movimento deve conter o círculo do Equador (IV) e sua velo-
cidade angular deve ser igual à do movimento de rotação da
Terra. Portanto seu período é de 24 horas (I). ac = g
ac = g
De acordo com o Princípio Fundamental da Dinâmica:
Rc = m ⋅ aC
mg = maC
g = aC

公 公
3 僒僓僓僓僓
僒僓僓僓僓
G ⋅ MT G ⋅ MT
R= 3 ∴ H= – RT
ω T2 ω T2
Assim, as altitudes de todos os satélites geoestacionários
são iguais (III) e independentes de suas massas.

Pólo Norte
Terra
P

RT H ORIENTAÇÃO DE ESTUDO
r
 Livro 1 — Unidade III
Caderno de Exercícios — Unidade III

Tarefa Mínima
• Leia os itens 11 e 12, cap. 6.
• Leia os exercícios resolvidos 5 e 6, cap. 6.
• Resolva os exercícios 23 a 26, série 6.

Tarefa Complementar
• Resolva os exercícios 27 a 31 e 34, série 6.

ALFA-5 ★ 850750509 37 ANGLO VESTIBULARES

Centres d'intérêt liés