Vous êtes sur la page 1sur 23

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Aula _01 18 Agosto

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Aula _01

18

Agosto 2009

 

1.

Relação entre termodinâmica e transferência de calor

2.

Mecanismos básicos de transferência de calor

3.

Uso da conservação de energia

 

4

.

C

on

d

ut

ibilid d

a

e t

é

i

rm ca

d

i

os mater a s

i

5.

Exercício

 

1

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Termodinâmica Quando dois sistemas

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Termodinâmica

Quando dois sistemas termodinâmicos com temperaturas distintas são colocados em contato térmico, ocorre uma transferência de energia através das suas fronteiras. Esse processo é denominado transferência de energia na forma de calor, ou apenas transferência de calor. Pela segunda lei da termodinâmica, o calor é transferido no sentido da maior para a menor temperatura.

Em termodinâmica, a quantidade de calor transferida num processo de um i

e

todas as formas de energia do sistema no processo considerado:

s s ema gera men e

i

t

l

t

é

btid

d

P i

i

L

l

d

ã

d

o

a

a

r me ra

e , envo ven o a conservaç o

= W + (E − E ) Q 1 − 2 1 − 2 2
=
W
+
(E
E )
Q 1
2
1
2
2
1

Se o lado direito desta equação for avaliado, a troca de calor no processo pode ser obtida.

Por outro lado, se a quantidade de calor trocada no processo for avaliada de forma independente, esta equação pode ser utilizada para obter a troca de trabalho, ou então a variação da energia do sistema.

2

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Em engenharia, é muito

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Em engenharia, é muito importante determinar a rapidez com que os processos ocorrem. Neste caso, as taxas de troca de calor e trabalho são relacionadas com taxa de variação da energia de um sistema através da Primeira Lei na forma

Q &

W &

dE

dt

1

2

=

1

2

+

Analogamente, se a taxa de troca de calor for determinada, esta relação permite a avaliação da taxa de troca de trabalho ou da taxa de variação da energia do sistema em consideração.

3

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Transferência de Calor Refere-se

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Transferência de Calor

Refere-se à avaliação da taxa ou da rapidez da transferência de energia na forma de calor num dado processo de um sistema. Esta avaliação é feita através de leis particulares, associadas aos mecanismos básicos de transferência de calor.

Esta disciplina possui uma forte componente de engenharia na sua própria natureza.

Mecanismos básicos:

engenharia na sua própria natureza. Mecanismos básicos : Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

4

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Condução térmica : mecanismo

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Condução térmica: mecanismo de transferência de calor associado à difusão de energia devido à agitação molecular no interior da matéria, sem movimento macroscópico aparente.

da matéria , sem movimento macroscópico aparente . Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

5

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Lei particular da condução

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Lei particular da condução: Equação de Fourier:

Num campo de temperatura:

Numa direção x:

q"

x

= −

k

T

x

r

q" r = − kT

k: condutibilidade térmica do material [ W / m K ]

• caracteriza uma propriedade do material

• obtida experimentalmente

.

6

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exemplo de aplicação: Fonte:

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Exemplo de aplicação:

Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exemplo de aplicação: Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

7

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Convecção térmica : mecanismo

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Convecção térmica: mecanismo de transferência de calor composto pela difusão de energia numa interface sólido-fluido e pelo seu transporte posterior pelo movimento macroscópico do fluido.

posterior pelo movimento macroscópico do fluido . Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

8

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Lei particular : (Equação

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Lei particular: (Equação de Newton)

q" = h.(T − T ) w ∞
q"
=
h.(T
T
)
w

h: coeficiente convectivo [W/m 2 K] • não é uma propriedade • calculado por meio de análise ou então obtido experimentalmente

9

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exemplos de aplicação: Fonte:

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Exemplos de aplicação:

Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exemplos de aplicação: Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

10

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Radiação térmica : mecanismo

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Radiação térmica: mecanismo que ocorre devido à emissão de ondas eletromagnéticas (ou fótons) de qualquer superfície que esteja a uma temperatura absoluta finita. Ao contrário dos mecanismos anteriores, a radiação térmica não requer um meio material para a sua propagação. Ela se propaga melhor no vácuo, mas passa também através de gases e de materiais transparentes ou translúcidos.

Lei particular: Equação de Stefan-Boltzmann:

E: poder emissivo da superfície [ W / m 2 ]; T: temp. termodinâmica [K]

E = ε σ T

4

ε: emissividade hemisférica global da superfície (valor entre 0 e 1)

σ: constante de Stefan-Boltzmann :

8 [ W / m 2 K 4 ]

5 67 10

,

.

.

: 8 [ W / m 2 K 4 ] 5 67 10 − , .

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

11

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Radiação térmica que incide

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Radiação térmica que incide sobre uma superfície: irradiação G [W/ m 2 ].

• parcela absorvida pela superfície incidente: α

• parcela refletida: ρ

• parcela transmitida através do corpo: τ

Note que α + ρ + τ = 1

Superfícies opacas possuem τ = 0 e neste caso α + ρ = 1

Quando uma superfície pequena a T s é completamente envolvida por uma superfície muito maior a T v , a taxa de troca de calor por radiação térmica entre elas pode ser obtida por

q

= ε

AE

b

(T )

s

− α

A G

a

= ε

A

σ

4

(T

s

4

T

v

)

Nesta equação foram feitas as seguintes hipóteses:

α= ε (superfície cinzenta)

G

a

= σT

4

v

(emissão da superfície envolvente aproximada como aquela de um corpo negro a T v )

12

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exemplo de aplicação: Fonte:

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Exemplo de aplicação:

Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exemplo de aplicação: Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

13

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Uso da Conservação de

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Uso da Conservação de Energia

• Como ferramenta na solução de problemas.

1. em termos instantâneos:

E &

in

+

E &

g

• 2. num intervalo de tempo:

Note que

E

st

= ∆

U

+ ∆

E

in

+ E

g

KE

+ ∆

PE

E &

out

E

out

=

dE

st

dt

= ∆E

st

KE + ∆ PE − E & out − E out = dE st dt =

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

14

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Num sistema fechado :

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Num sistema fechado:

de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Num sistema fechado : Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

1. Instantaneamente:

&

q W =

dU

dt

2. Num intervalo de tempo:

Q W = ∆U

Quais as condições de validade destas equações?

15

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Para um sistema aberto

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Para um sistema aberto em regime permanente:

m(u &

+

pv

+

V

2

2

+

gz)

i

m(u &

+

pv

+

V

2

2

+

gz)

o

+

q

&

W

=

0

i − m(u & + pv + V 2 2 + gz) o + q −

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

16

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Balanço de energia numa

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Balanço de energia numa superfície

Na ausência de geração e armazenamento:

E &

in

E &

out

=

0

Para a superfície indicada:

q

"

cond

q

"

conv

q

"

rad

= 0

• Estas duas equações são válidas tanto em condições de

regime permanente

quanto em

regime transitório.

de regime permanente quanto em regime transitório. Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass

Fonte: Incropera&DeWitt, Fundamentals of Heat and Mass Transfer, 5th ed., 2002, J.Wiley

17

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 A propriedade de transporte

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

A propriedade de transporte condutividade térmica varia em geral de acordo com a fase do material (gás, líquido ou sólido), com a sua característica de condutor ou isolante elétrico, e também com a sua temperatura. Estas variações são ilustradas nos gráficos apresentados a seguir.

18

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 • Variação de k

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

• Variação de k com a fase do material

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 • Variação de k

19

Altemani

FEM

DE

Prof.

II/09

g

ases

20

EM 570 Transferênci a de Calor I

Altemani FEM DE Prof. II/09 g ases 20 EM 570 Transferênci a de Calor I
Altemani FEM DE Prof. II/09 g ases 20 EM 570 Transferênci a de Calor I

Altemani

FEM

DE

Prof.

II/09

lí q uidos

21

EM 570 Transferênci a de Calor I

Altemani FEM DE Prof. II/09 lí q uidos 21 EM 570 Transferênci a de Calor I
Altemani FEM DE Prof. II/09 lí q uidos 21 EM 570 Transferênci a de Calor I

Altemani

FEM

DE

Prof.

II/09

sólidos

22

EM 570 Transferênci a de Calor I

Altemani FEM DE Prof. II/09 sólidos 22 EM 570 Transferênci a de Calor I
Altemani FEM DE Prof. II/09 sólidos 22 EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I

EM 570 Transferênci a de Calor I FEM DE Prof. Altemani II/09 Exercício 1.63 (5 a

FEM

DE

Prof.

Altemani

II/09

Exercício 1.63 (5 a edição) Um duto de seção retangular é suspenso num ambiente onde o ar e as superfícies das paredes encontram-se à mesma temperatura T = T v = 5 °C. O duto possui 15 m de comprimento e a sua seção transversal é de 350 x 200 mm.

(a) Se a superfície do duto não for isolada e a sua temperatura superficial média for de 50 °C, estime a taxa de perda de calor do duto para o

, interface do duto com a atmosfera, 4 W/m 2 K.

ambiente .

A emissividade superficial é de 0 5 e o coeficiente convectivo na

(b) Se um escoamento de ar aquecido entra no tubo a 58 °C com uma velocidade média de 4 m/s e a taxa de perda de calor é igual àquela da parte (a), qual a temperatura do ar na saída? A densidade e o calor específico do ar são respectivamente iguais a 1,10 kg/m 3 e 1008 J/kgK.

23