Vous êtes sur la page 1sur 40

29 de março de 2006 5h 35 minutos

O Sol nasce no escuro

Simulação do eclipse total em Barra do Cunhaú, RN

Helder da Rocha

“Olhei enquanto ele abria o sexto selo. Houve um grande terremoto. O Sol tornou-se negro como um saco de carvão, e a Lua tornou-se como sangue.” (Apocalipse 6:12)

O Olho de deus

O Olho de deus Olho de Odin: representação do Sol como um olho em inscrição rupestre

Olho de Odin: representação do Sol como um olho em inscrição rupestre em Dowth, Irlanda

do Sol como um olho em inscrição rupestre em Dowth, Irlanda Eclipse total do Sol fotografado

Eclipse total do Sol fotografado na Austrália em 2003

O dragão que engole o Sol

Chineses: o Eclipse do Sol era causado por um dragão que engolia o Sol Eles lançavam suas flechas ao céu e faziam barulho para espantar o dragão

flechas ao céu e faziam barulho para espantar o dragão Dois astrólogos chineses, há 4000 anos,

Dois astrólogos chineses, há 4000 anos, foram enforcados por não terem previsto um eclipse que teria ocorrido em 21 de outubro de 2134

Colombo salvo pelo eclipse

Contam que Cristóvão Colombo aproveitou-se da informação de que um eclipse iria ocorrer para fingir ter controle sobre

a natureza e ganhar

a confiança dos

índios jamaicanos.

de que um eclipse iria ocorrer para fingir ter controle sobre a natureza e ganhar a

A crucificação e os eclipses

Outra crença antiga é que houve um eclipse do Sol seguido de um eclipse da Lua na ocasião da crucificação de Jesus como mostram vários quadros da antiguidade, como o do pintor Rafael, ao lado

“Desde a sexta hora até a nona hora se difundiram trevas sobre toda a ”

Terra

(Mateus, 27:45)

Rafael , ao lado “Desde a sexta hora até a nona hora se difundiram trevas sobre
O que é um eclipse da Lua •   Eclipses ocorrem quando há alinhamento entre

O que é um eclipse da Lua

Eclipses ocorrem quando há alinhamento entre Lua, Terra e Sol Um eclipse da Lua acontece quando a Terra faz sombra na Lua Como a Terra é muito maior que a Lua, sua sombra cobre a Lua inteira

Veja uma animação!

faz sombra na Lua •   Como a Terra é muito maior que a Lua, sua

O que é um eclipse do Sol

A Lua descreve uma órbita elíptica em torno da Terra e o tamanho do seu disco visto da Terra varia conforme a distância A órbita também é inclinada, de forma que na maior parte do tempo não há conjunção com o Sol Isto resulta em três tipos de eclipse

Parcial Total Anular

•   Isto resulta em três tipos de eclipse –   Parcial –   Total –

Veja uma animação!

Sombra e penumbra

A sombra da lua possui dois

componentes:

-Sombra, causada por ocultação total -Penumbra, causada por

ocultação

-   Sombra , causada por ocultação total -   Penumbra , causada por ocultação Sombra

Sombra

Penumbra

parcial

-   Sombra , causada por ocultação total -   Penumbra , causada por ocultação Sombra

Eclipse anular ou anelar

Um eclipse é anular quando a Lua, mesmo estando completamente alinhada com o Sol, não consegue cobri-lo completamente por estar muito distante

consegue cobri-lo completamente por estar muito distante www.mallorcaplanetarium.com Eclipse anular de 3 de outubro
consegue cobri-lo completamente por estar muito distante www.mallorcaplanetarium.com Eclipse anular de 3 de outubro

www.mallorcaplanetarium.com

Eclipse anular de 3 de outubro de 2005, visto da Espanha

Eclipse total

Um eclipse solar é total se a Lua cobrir totalmente o Sol Quanto mais próxima da Terra estiver a Lua, maior será a duração do eclipse

da Terra estiver a Lua, maior será a duração do eclipse Eclipse total de 1919 visto
da Terra estiver a Lua, maior será a duração do eclipse Eclipse total de 1919 visto

Eclipse total de 1919 visto em Sobral, CE. Este eclipse foi fundamental para provar a teoria da Relatividade de Einstein

www.mallorcaplanetarium.com

Eclipse parcial

Um eclipse solar é parcial quando ele atinge seu ponto máximo e não cobre completamente o Sol Isto pode ocorrer quando apenas a penumbra da Lua alcança a Terra, mas não a sua sombra Eclipses totais são parciais nas localidades que estão na sua penumbra

alcança a Terra, mas não a sua sombra •   Eclipses totais são parciais nas localidades
Foz do rio São Francisco Campina Maceió Grande
Foz do rio
São Francisco
Campina
Maceió
Grande

Recife

Onde acontece o eclipse de março

O melhor lugar para observar o eclipse será na praia de Malembá (entre a baía de Tibau do Sul e ponta de Tabatinga)

Penumbra

(onde o Sol será parcialmente coberto)

93%

Sombra

(onde o Sol será totalmente encoberto)

Natal

João Pessoa

96%

99%

100%

O Sol no auge do Eclipse % do Sol encoberto
O Sol no auge do Eclipse
% do Sol encoberto

Maceió (89%)

Recife (96%)

João Pessoa e Campina Grande

(99%)

Natal (100%)

Cidades onde o Sol nascerá parcialmente encoberto

Fortaleza: 92,8% Salvador: 69,2% Belém: 18,6%

Belo Horizonte: 13,8% Brasília: 2,6%

Por onde passa a sombra

Penumbra Natal Sombra Tabatinga Currais Pipa Novos Baía Formosa Caicó Araruna Picuí Baía da Traição
Penumbra
Natal
Sombra
Tabatinga
Currais
Pipa
Novos
Baía Formosa
Caicó
Araruna
Picuí
Baía da Traição
João Pessoa
Sombra da
totalidade
Campina
Grande

Mais perto

PraiaPraia dede MalembáMalembá Tibau do Sul Fonte: maps.google.com e NASA
PraiaPraia dede MalembáMalembá
Tibau do Sul
Fonte: maps.google.com e NASA

Visão panorâmica

Vis ão panorâmica

http://www.clocktower.demon.co.uk/eclipse2006t/brazil.htm

Mapa com cidades e divisas

http://www.clocktower.demon.co.uk/eclipse2006t/brazil.htm Mapa com cidades e divisas
O caminho da sombra Caminho percorrido pela sombra da Lua: nesta faixa o eclipse será

O caminho da sombra

Caminho percorrido pela sombra da Lua:

nesta faixa o eclipse será total

Aqui, ao meio dia o céu irá fica escuro por mais de 4 minutos

Países

Países

Como assistir ao eclipse

Procure um local alto ou com horizonte desobstruído na direção da nascente

Certifique-se que realmente é a nascente (no dia do eclipse, o Sol nascerá praticamente no leste)

Nunca use binóculos ou telescópios

O Sol pode queimar sua retina e destruir o telescópio

Nunca olhe para o Sol diretamente

Use proteção adequada (filtro seguro) Use projeção indireta (telescópio refrator)

Proteja seus olhos

Durante o eclipse, há momentos em que a luz do Sol encoberto aparenta estar mais fraca ou amarelada Não se iluda: olhar diretamente para o Sol pode queimar a sua retina, mesmo que ele esteja quase completamente encoberto SEMPRE use proteção adequada JAMAIS use binóculos ou telescópios para olhar o diretamente para o Sol

Binóculos e telescópios requerem filtros especialmente criados para olhar para o Sol

Para olhar diretamente

Use filtros de qualidade

Evite negativos ou radiografias que possam não estar completamente escuras Evite vidro esfumaçado pois um risco na fumaça pode deixar passar luz nociva à retina

Prefira

Máscaras de soldar, no. 14 Filtros e óculos projetados especificamente para olhar para o Sol diretamente (só servem para isto; não são óculos escuros de uso normal)

Centro do Eclipse Longitude 35° 06’ W Latitude 06° 09’ S
Centro do Eclipse
Longitude 35° 06’ W
Latitude 06° 09’ S

Primeiro contato

35° 06’ W Latitude 06° 09’ S Primeiro contato 4h 42m 25s em Natal Não dá

4h 42m 25s

em Natal

Não dá para ver!

Faltam ainda mais de 40 minutos para o Sol nascer

Um Sol pontiagudo

Simulação do nascer do Sol em 29/03/2006 na praia do Madeiro (Tibau do Sul, RN)

Nascer do Sol no RN

Praia de Malembá, 29/03/2006 Longitude 35° 06’ W Latitude 06° 09’ S

A Lua surge no horizonte

às 05h 22m 52s

O Sol aparece

S A Lua surge no horizonte às 05h 22m 52s O Sol aparece O nascer do

O nascer do Sol começa às

05h 23m 25s mas ele estará invisível oculto pela Lua

às 05h 23m 55s

O Sol termina de nascer às 5h 25m 31s

Segundo contato

Segundo contato Início da totalidade 5h 35m 02s em Natal

Início da totalidade 5h 35m 02s

em Natal

Um minuto e meio de trevas

Um minuto e meio de trevas 3° 00’ Final da totalidade 2° 30’ Início da totalidade
Um minuto e meio de trevas 3° 00’ Final da totalidade 2° 30’ Início da totalidade

3° 00’

Final da

totalidade

Um minuto e meio de trevas 3° 00’ Final da totalidade 2° 30’ Início da totalidade
Um minuto e meio de trevas 3° 00’ Final da totalidade 2° 30’ Início da totalidade

2° 30’

Início da

totalidade

Duração total:

1m 36s

A totalidade é o único momento em que se pode olhar para o Sol a olho nu sem proteção

O dia torna-se noite Vênus Mercúrio Veja uma simulação do Eclipse na sua cidade!

O dia torna-se noite

Vênus Mercúrio Veja uma simulação do Eclipse na sua cidade!
Vênus
Mercúrio
Veja uma simulação do
Eclipse na sua cidade!

A coroa solar

A coroa solar é a “atmosfera” do Sol É visível apenas durante o eclipse total

Não a vemos normalmente por causa do brilho do Sol, que a ofusca

  É visível apenas durante o eclipse total –   Não a vemos normalmente por causa

Terceiro contato

Proteja sua vista!

Terceiro contato Proteja sua vista! Fim da totalidade 5h 36m 33s em Natal

Fim da totalidade 5h 36m 33s

em Natal

Anel de diamante

Um dos fenômenos mais belos que acontece durante um eclipse total Ocorre antes e depois da Lua encobrir todo o Sol Não se pode mais olhar diretamente para o Sol sem proteção adequada

Não se iluda com a luz fraca!

Veja o vídeo de um eclipse!

A Lua se afasta

A Lua se afasta Depois da totalidade, o eclipse ainda continua por mais 58 minutos, até

Depois da totalidade, o eclipse ainda continua por mais 58 minutos, até que a Lua descubra o Sol por completo

Eclipse anular (Espanha, 2003)

ainda continua por mais 58 minutos, até que a Lua descubra o Sol por completo Eclipse

Fonte: NASA

Termina o eclipse

Termina o eclipse Depois de mais de uma hora e meia, o espetáculo finalmente chega ao

Depois de mais de uma hora e meia, o espetáculo finalmente chega ao fim às 6h34.

O Sol volta a brilhar com toda a sua intensidade.

Razões para não perder este eclipse

Os últimos eclipses totais do Sol na região ocorreram há muito tempo

20 de maio de 1947, total em Salvador 25 de janeiro de 1944, total da Amazônia ao Ceará 01 de outubro de 1940, total em Recife, Campina Grande e João Pessoa com duração de + de 3 minutos

Os próximos vão demorar

14 de outubro de 2023, eclipse anular na Paraíba e Pernambuco (antes do por do Sol) 12 de agosto de 2045, eclipse total na Paraíba e Pernambuco (antes do por do Sol com cerca de 4 minutos de duração)

Não deixe de ver este espetáculo!

Um eclipse é um belíssimo e raro espetáculo Marque no seu calendário e não esqueça de acordar para ver o Sol nascer nesse dia especial! Se possível, vá assistir ao espetáculo diante do mar, na região onde a lua cobrirá o Sol totalmente

do mar , na região onde a lua cobrirá o Sol totalmente Eclipse total do Sol

Eclipse total do Sol fotografado na Antártida pelo “caçador de eclipses” Fred Bruenjes (http:// www.moonglow.net/ccd/)

Não esqueça!

Acorde cedo e esteja no lugar do eclipse pelo menos uma hora antes do Sol nascer Certifique-se sobre a posição onde o Sol nasce (nem todos os litorais estão virados para o leste) NUNCA olhe para o Sol com a vista desprotegida (mesmo que apenas 1% dele esteja visível)

Leve máscaras ou óculos adequados para olhar diretamente para o Sol (filtro de soldador no. 14), ou equipamento de projeção para vê-lo indiretamente

Uma experiência espiritual

“Lá estava o olho de Deus novamente, assustador e magnífico. Após a luz azul-metálica nos envolver por completo, fui invadido por uma vaga sensação de terror, ao mesmo tempo primordial e sublime. Essa luz não vinha deste mundo, mas de um mundo que existe além do tempo; mais uma vez, passados 34 anos, eu vislumbrava o eterno nos céus.”

Marcelo Gleiser, físico e escritor, ao presenciar pela segunda vez, aos 40 anos um eclipse total do Sol (trecho de “O fim da terra e do céu”)

Fontes

Ronaldo Rogério de Freitas Mourão. O Livro de Ouro do Universo. Ediouro, 2000. Enos Picazio. Os Eclipses de 2006 (página Web, IAG-

USP) www.astro.iag.usp.br/~picazzio/eclipses2006/eclipses2006.html

Sheridan Williams. Eclipse Page. http://

www.clocktower.demon.co.uk/eclipse2006t/

Tabela com todos os eclipses de 1700 a 2001. http://

eclipse.astronomie.info/sofi/inter/INTER.HTM

Marcelo Gleiser. O fim da Terra e do Céu: o apocalipse na Ciência e na Religião. Companhia das Letras, 2001. Jorge Almeida. O Céu na Ponta dos Dedos (portal de

astronomia) http://astrosurf.com/ceu/eclipsetotal2006.html

Fred Espenak. NASA Eclipse page

http://sunearth.gsfc.nasa.gov/eclipse/SEmono/TSE2006/TSE2006.html

Nos veremos nas dunas do litoral rio- grandense, para assistir ao nascimento dramático do dia 29 de março!

helder.darocha@gmail.com

www.helderdarocha.com.br/astronomia