Vous êtes sur la page 1sur 1

b) Quantos elétrons passam por uma seção

Física transversal do fio 4 em cada segundo? (carga


elétrica elementar = e = 1,6 . 10–19C).
Solução:
Professor Carlos Jennings a) A soma das correntes que chegam ao nó é
igual à soma das que saem dele. Saindo do nó,
temos:
Aula 118 i2 + i3 = 15A+ 21A = 36A
Chegando ao nó:
Eletrodinâmica I i1 = 20A
Leis de OHM Então, pelo fio 4, deve chegar uma corrente i4
= 16A, para totalizar também 36A.
Corrente elétrica – É o movimento ordenado de b)16A = 16C/s
portadores de carga elétrica, ou seja, um fluxo de 1,6 . 10–19C → 1 elétron 01. (Desafio da TV) Um chuveiro de 2400W,
portadores de carga num determinado sentido. 16C → n elétrons funcionando 4 horas por dia, durante 30
n = 1,0 . 1020
Gerador elétrico
dias, consome a energia elétrica, em kWh,
Diz-se de todo sistema capaz de gerar correntes de:
elétricas, operando para converter alguma moda- a) 288 b) 320 c) 18.000
lidade de energia não-elétrica em energia elé-
Intensidade da corrente elétrica trica. Pilhas, baterias e usinas hidroelétricas são d) 288.000 e) 0,32
exemplos de geradores.
Seja Q a soma dos módulos de todas as cargas 02. (UFPE) Alguns cabos elétricos são feitos de
que atravessam uma seção transversal de um Diferença de potencial elétrico (ddp)
condutor, num certo intervalo de tempo: Considere o fio metálico representado abaixo, vários fios finos, trançados e recobertos
cujas extremidades estão ligadas ao pólo de um com um isolante. Um certo cabo tem 150
gerador. Entre elas, existe uma diferença de po-
tencial (ddp) ou tensão elétrica, cujo valor fios, e a corrente total transmitida pelo cabo
absoluto vamos representar por U. é de 0,75A quando a diferença de potencial
A intensidade i da corrente elétrica, nesse
é 220V. Qual é a resistência de cada fio,
condutor, é definida por: individualmente, em kΩ?
Q
∆t
i = –––
03. (Unifesp) A linha de transmissão que leva
Unidade no SI: C/s = ampère = A.
Uma intensidade de corrente de 10A, por energia elétrica da caixa de relógio até uma
exemplo, significa que passam 10C de carga residência consiste de dois fios de cobre
pela seção em cada segundo. A ddp indica:
Sentido convencional da corrente elétrica • a energia potencial elétrica que cada coulomb com 10,0m de comprimento e seção reta
O sentido que se convencionou para a corrente
de carga entrega ao fio na forma de energia com área 4,0mm2 cada um. Considerando
que a resistividade elétrica do cobre é ρ =
térmica, quando se desloca pelo fio, de uma
elétrica no condutor é o sentido dos potenciais
extremidade à outra;
1,6 . 10-6Ω.m:
decrescentes, como indica a figura anterior. Note
Ou
• a energia potencial elétrica que o gerador
que esse sentido é oposto ao sentido real do
movimento dos elétrons livres. No caso de a) calcule a resistência elétrica r de cada fio
repõe em cada coulomb de carga que se
portadores móveis positivos (como íons positivos
desloca pelo gerador, de um terminal a outro. desse trecho do circuito.
em soluções eletrolíticas), o sentido do movi-
Se, num certo intervalo de tempo, o fio recebe do
mento dos portadores coincide com o sentido b) Se a potência fornecida à residência for
gerador uma quantidade de energia elétrica E, a
convencional.
potência elétrica Pot, consumida ou dissipada de 3.300W a uma tensão de 110V,
Relação entre as correntes elétricas em um nó pelo fio (ou fornecida pelo gerador), é dada por:
calcule a potência dissipada P nesse
Nó é o ponto de um circuito elétrico em que mais E
∆t
Pot =––––
de dois fios condutores estão interligados (ponto trecho do circuito.
P da figura abaixo). Unidade no SI: J/s = watt = W.
Uma lâmpada operando numa potência de 04. (UFRS) Quando uma diferença de
100W, por exemplo, consome 100J de energia
potencial é aplicada aos extremos de um
elétrica em cada segundo.
Por outro lado, se há uma ddp igual a U volts fio metálico, de forma cilíndrica, uma
entre as extremidades do fio, isso significa que 1 corrente elétrica i percorre esse fio. A
coulomb de carga entrega ao fio U joules de
energia. Se, num certo intervalo de tempo, passa mesma diferença de potencial é aplicada
uma carga de módulo Q coulombs pelo fio, a aos extremos de outro fio, do mesmo
energia E entregue a ele será:
1 coulomb → U joules material, com o mesmo comprimento, mas
Em qualquer intervalo de tempo, a quantidade de Q coulombs → E joules com o dobro do diâmetro. Supondo os dois
elétrons que chega ao nó é igual à que sai dele. E=Q.U
Então: fios à mesma temperatura, qual será a
Então, a soma das intensidades das correntes
Pot =–––– = –––– = U. ––– ⇒ Pot = U. i corrente elétrica no segundo fio?
elétricas que chegam ao nó também é igual à E Q.U Q
soma das que dele saem: ∆t ∆t ∆t
i1 + i2 = i3 + i4 a) i b) 2 i c) i / 2
Quilowatt-hora (kWh)
É uma importante unidade de medida de energia. d) 4 i e) i / 4
Aplicação Equivale à energia consumida, por exemplo, por
um aparelho que opera com potência de 1kW 05. (Cesgranrio) O gráfico a seguir representa
A figura mostra quatro fios condutores
interligados no ponto P. Em três desses fios, durante 1h. as intensidades das correntes elétricas que
estão indicados os sentidos (convencionais) das 1kWh = 1kW . 1h = 103W . 3600s = 3,6 . 106J
percorrem dois resistores ôhmicos R1 e R2
correntes elétricas: Resistência elétrica
em função da ddp aplicada em cada um
Considere um condutor submetido a uma
diferença de potencial U e percorrido por uma deles. Abaixo do gráfico, há o esquema de
corrente elétrica de intensidade i: um circuito no qual R1 e R2 estão ligados
em série a uma fonte ideal de 12V.
Nesse circuito, a intensidade da corrente
elétrica que percorre R1 e R2 vale:
Sua resistência elétrica R é definida por: a) 0,8A b) 1,0A c) 1,2A
i1 = 20A, i2 = 15A e i3 = 21A (constantes). U
a) Qual a intensidade e o sentido da corrente R = –––– d)1,5A e) 1,8A
i
elétrica i4 no fio 4? Unidade no SI: V/A = ohm = Ω.