Vous êtes sur la page 1sur 9

CAPITULO 1 – O MIKROBASIC PRO

Escolhi estudar este software pois tentei por vários meses o amaldiçoado assembly e
não consegui quase nada de útil, os programas enchem paginas e paginas, com muitas sub-
rotinas e fica muito difícil de acompanhar os “GOTO’S” da vida e mais ainda de descobrir onde
que esta a causa do não funcionamento do seu programa. No mikrobasic pro tem muitas
“librarys” que tornam muito fácil a programação, em vez de precisar de umas duas paginas de
assembly para inicializar e acessar o display, você precisa apenas de algumas linhas bem fáceis
de entender e lembrar. Obs.: estou usando a versão 3.2.

TELA DO MIKROBASIC PRO

Obs.: não confundam o mikrobasic pro com o mikrobasic, as diferenças são enormes,
tanto nas librarys quanto no próprio modo de programar em si, apenas a linguagem é a
mesma.

Neste primeiro capitulo vou apenas mostrar como criar um novo projeto, selecionar o
microprocessador correto (eu vou usar apenas o PIC16F877A em todos os exemplos), digitar
um programa básico em basic e compilar para gerar o .HEX.
MÃOS A OBRA

Primeiramente, se tiver algum projeto aberto feche-o: vá em Project – close Project.

Depois vá em Project – new Project. Vai abrir a tela de new Project wizard, conforme abaixo:

Clique em next, vai aparecer a tela onde você deverá escolher o microprocessador que vai
utilizar no seu projeto, selecione P16F877A, conforme a tela abaixo:

Clique em next.
Nesta próxima tela abaixo você escolherá a freqüência que utilizará no cristal oscilador, no
meu caso, eu gosto de usar normalmente cristais de 4MHZ, então a opção para o meu caso é
colocar o valor de 4.000000. (quatro milhões de hertz, ou seja, quatro mega hertz)

Escolha a opção correta e clique em next. Na próxima tela você irá decidir o nome do seu
projeto e a pasta onde ele irá ficar, clique na opção marcada pelo circulo vermelho para
selecionar a pasta e o nome do projeto.
Nesta tela que esta sendo exibida abaixo, você deverá escolher primeiramente a pasta onde
seu projeto ficará, eu recomendo criar uma pasta para cada projeto, pois o mikrobasic pro cria
vários arquivos para cada projeto. No meu caso eu criei o seguinte caminho: c:\curso\capitulo1
e nomeei o projeto como capitulo1, o mikrobasic pro já associa a extensão .mbppi
automaticamente ao arquivo. Clique em salvar.

Vai aparecer a tela anterior já com o caminho e o nome do projeto, clique em next.
A tela abaixo é para adicionar arquivos ao projeto (nível avançado), clique apenas em next.

Nesta tela abaixo você tem a opção de selecionar as librarys que você vai usar para trabalhar
no seu projeto. Inicialmente marque include all (incluir todas) conforme esta na imagem, isto
não aumenta o tamanho do seu arquivo .hex, aumenta um pouco o tempo para compilar o seu
projeto. Futuramente, quando já estiver mais familiarizado com o mikrobasic pro, deverá
selecionar apenas as librarys que pretende usar no seu projeto, e poderá também adicionar
novas a qualquer momento. Depois clique em next.
Vai ser exibida uma tela indicando que você conseguiu criar o seu projeto com sucesso, clique
em finish.

Seu programa vai ficar semelhante a imagem abaixo, pronto para você começar a digitar suas
instruções, mas ainda falta configurar os fusíveis do microprocessador.
Para configurar os fusíveis vá em Project – Edit Project e vai abrir a tela de configuration bits,
marque todas opções para conforme abaixo. Para o oscilador eu uso a opção HS que deveria
ser para cristais maiores que 4MHZ, mas não tive problemas ainda, porém o recomendado
mesmo é XT para 4MHZ e HS para 10MHZ, mude se tiver problemas.

Clique em ok.

Vamos agora digitar o primeiro programa em basic, que vai ficar colocando nível 1 e nível 0 no
portb do pic em intervalos de um segundo. Simplesmente deixe o seu programa na janela do
mikrobasic pro exatamente igual esta abaixo, vou descrever cada parte dele a seguir.

program capitulo1

main:

TRISB = %00000000

PORTB = %00000000

pisca:

Delay_ms(1000)

PORTB = %11111111

Delay_ms(1000)

PORTB = %00000000

goto pisca

end.
Agora detalhando cada comando:

Linha 1: program capitulo1 /// este é o nome do projeto que você definiu anteriormente

Linha 2: main: /// este é o inicio da rotina principal, sempre começa com main: e terminar
com end.

Linha 3: TRISB = %00000000 /// este comando é igual ao do assembly, e é para tornar todos os
pinos do portb saídas (lembre-se 0=saída e 1=entrada), o sinal de porcentagem seguido dos
oito zeros indica que se trata de uma numero binário, se eu fosse definir os pinos de 0 a 3
como entrada e os pinos de 4 a 7 como saída eu deixaria assim: %00001111

Linha 4: PORTB = %00000000 /// este comando coloca todos os pinos do portb em nível 0

Linha 5: pisca: /// este é um label que indica um ponto para onde o comando goto (“vá para”
em português) poderá saltar.

Linha 6: Delay_ms(1000) /// este é um comando de espera, que faz o microprocessador ficar
parado, sem executar nenhuma outra instrução até acabar o tempo marcado entre os
parêntese. Neste caso o delay é de 1000 milissegundos, ou seja, 1 segundo.

Linha 7: PORTB = %11111111 /// este comando coloca todos os pinos do portb em nível 1

Linha 8: Delay_ms(1000) /// espera 1 segundo novamente

Linha 9: PORTB = %00000000 /// este comando coloca todos os pinos do portb em nível 0

Linha 10: goto pisca /// este comando salta para o label pisca:, recomeçando todo o processo
novamente.

Linha 11: end. /// este comando indica que aqui é o fim do programa, nada abaixo dele será
mais compilado
Pronto, com o seu primeiro programa digitado é só clicar em file – save para salvar, depois
clicar em Project – build para compilar, se digitou tudo certo vai ficar igual a tela a seguir e o
arquivo projeto1.hex vai estar disponível para gravar no microprocessador ou para simular no
proteus (próximo capitulo).