Vous êtes sur la page 1sur 2
ESTADO DA PARAÍBA MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA XI CONCURSO PÚBLICO DE INGRESSO NA CARREIRA DO

ESTADO DA PARAÍBA MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA XI CONCURSO PÚBLICO DE INGRESSO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO

COMISSÃO DO CONCURSO

PROVA ESCRITA - QUESTÕES SUBJETIVAS

DIREITO CONSTITUCIONAL

Questão nº 01

O controle de constitucionalidade repressivo é somente exercido pelo Poder Judiciário? Responda e justifique.

DIREITO CONSTITUCIONAL

Questão nº 2

Discorra sobre o princípio do Promotor Natural.

 
 

DIREITO PENAL

 

Questão nº 3

Estabeleça inconsciente e dolo eventual.

a

diferença

entre

culpa

consciente,

culpa

DIREITO PENAL

Questão nº 4

Cite, aborde e exemplifique três princípios aplicáveis à resolução dos denominados conflitos aparentes de normas penais.

DIREITO PROCESSUAL PENAL

Questão nº 5

Há distinção entre Prorrogação de Competência e Delegação de Competência? Justifique.

DIREITO PROCESSUAL PENAL

Questão nº 6

 

A sentença de pronúncia produz coisa julgada? Justifique.

DIREITO CIVIL

Questão nº 7

Focalize, em todas as suas formas, a responsabilidade dos pais, tutores e curadores pela reparação civil decorrente de atos ilícitos praticados por menores e incapazes.

ESTADO DA PARAÍBA MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA XI CONCURSO PÚBLICO DE INGRESSO NA CARREIRA DO

ESTADO DA PARAÍBA MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA XI CONCURSO PÚBLICO DE INGRESSO NA CARREIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO

COMISSÃO DO CONCURSO

Questão nº 8

DIREITO CIVIL

Marcos mantém entidade familiar estável com Márcia. Antes de iniciar essa união, o varão adquiriu três imóveis. Durante a convivência, Marcos precisou alienar um dos imóveis adquiridos antes de conhecer Márcia. Diante desta situação, pergunta-se:

  • a) É preciso a outorga uxória de Márcia para ser concretizada validamente a alienação do referido imóvel? Por que?

  • b) Se o imóvel que se pretendia vender tivesse sido adquirido durante a união estável modificar-se-ia a situação? Por que?

  • c) E se, em vez de uma união estável, Marcos e Márcia fossem casados em regime de separação total de bens, seria necessária a outorga para a venda do imóvel adquirido antes do casamento? Por que?

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

Questão nº 9

Na hipótese de ser promovida Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa, contra magistrado de Tribunal, na qual se pleiteia desde a sua propositura, entre outras coisas, o afastamento do promovido do exercício do cargo e a perda dos direitos políticos, deve referida ação ser proposta na primeira instância ou originariamente perante um Tribunal? Responda e justifique.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL

Questão nº 10

Ariosto alegou, em preliminar de contestação, falta de interesse de agir e coisa julgada. Ao sanear o processo, o Juiz repeliu a objeção de coisa julgada e transferiu, para apreciação posterior à instrução, a preliminar relativa ao interesse. O réu agravou retidamente dessa decisão. Foi proferida sentença extinguindo o processo por falta de interesse, acolhendo-se, pois, a preliminar levantada pelo Réu. Benedito, autor e parte vencida, apelou dessa sentença e Ariosto, nas contra-razões, não reiterou o pedido de apreciação do agravo retido. O Tribunal deu provimento à apelação, afastando a decretação de carência, mas acolheu a alegação de existência de coisa julgada, mantendo a extinção do processo sem julgamento do mérito. O Tribunal julgou acertadamente? Qual o fundamento legitimador da decisão ou qual a regra infringida? Responda e justifique.