Vous êtes sur la page 1sur 27

ÍNDICE

Ministério de Louvor...........................................................................................................pág 2

Qual A Diferença Entre Louvar E Adorar??.......................................................................pág 4

Louvor dos Verdadeiros adoradores..................................................................................pág 6

Características dos Ministros de Louvor............................................................................pág 9

Salmista ou Artista?.........................................................................................................pág 11

Algumas Formas de louvar a Deus..................................................................................pág 12

Laços e Embaraços.........................................................................................................pág 13

Há Nuvens no Céu – Igreja Aeronave.............................................................................pág 18

Algumas Orientações.......................................................................................................pág 19

Ministério de Dança – Artéria ......................................................................................... pág 20

Carta aos Levitas.............................................................................................................pág 23

Uma palavra à aqueles que querem estar no centro da vontade de Deus Ap Rina........pág 24
MINISTÉRIO DE LOUVOR

LOUVOR: ATO DE LOUVAR, ELOGIO, GLORIFICAÇÃO, EXALTAÇÃO, POR AQUILO QUE


DEUS É, E POR TUDO AQUILO QUE ELE FEZ E FAZ EM NOSSAS VIDAS E NA DOS
OUTROS.

Enquanto louvamos:

• Cura (alma e do corpo);

• Libertação (de opressão demoníaca);

• Restauração (da comunhão entre os irmãos e das alianças com Deus);

• Paz (às almas dos aflitos e ansiosos);

• Alegria (aqueles que choram);

• Perdão (de um para com os outros);

• Salvação (aos incrédulos);

• Sinais (aos incrédulos);

• Comunhão (entre os irmãos e entre Deus e a igreja);

• Bênçãos materiais (Deus aumenta a fé para recebê-las);

• Edificação espiritual (ensinamentos e doutrinas);

• Renovação (da mente, do corpo e da alma);

QUEM SÃO OS MINISTROS DE LOUVOR?

Instrumentistas, cantores, técnicos de áudio e vídeo, os que manuseiam retro projetor. Enfim
todos os que estão envolvidos direta ou indiretamente com este ministério.

“Portanto que comais, que bebais, fazeis tudo para a glória de Deus” (1Cor. 10:31)

Fundamentando nessa passagem, entendendo que o louvor deve estar presente na vida em
tudo que fizermos. Ele deve ser manifestado no falar, pensar, vestir, trabalhar, estudar, orar
e cantar.

2
QUAL A DIFERENÇA ENTRE LOUVAR E ADORAR??
0
- LOUVAR
Durante muito tempo, pensou-se que louvor e adoração fossem idênticos. Contudo o
Senhor tem nos ensinado que não são e que precisamos fazer distinção entre eles, nos
momentos que passamos com ele para que o nosso relacionamento seja mais completo.
O louvor é festa – Salmo 100:1,2 – lemos: “Celebrai com júbilo ao Senhor;
todas as terras. Servi ao Senhor com alegria, apresentai-vos diante dele com
cânticos”.
Devemos nos apresentar diante de Deus com entusiasmo, alegria e principalmente
gratidão. Precisamos expressar louvor com tanto fervor e devoção, que ninguém tenha
dúvida de que estamos adorando a Deus. Exemplo: Igreja Lapa – Menina dançando toda
sensual na frente do altar.
Louvar é guerrear – 2 Cor. 10:4,5 – lemos: “Porque as armas da nossa milícia
não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruição das fortalezas.
Derrubamos raciocínios e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus,
e levamos cativo todo pensamento à obediência a Cristo”.
A Bíblia fala que a nossa guerra é contra os principados e potestades, contra os
dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões
celestes – Ef. 6: 12, 13.
Dispomos de bombas atômicas espirituais contra o império das trevas, tais como o
louvor, a adoração, o jejum e a intercessão, podemos usá-las em conjunto com a palavra de
Deus, o sangue do Cordeiro e o nome de Jesus.
Outro versículo importante é o de Isaías 30.32. Diz ali:
“Cada pancada castigadora, com a vara, que o Senhor lhe der, será ao som de
harpas e tamborins; e combaterá vibrando golpes contra eles.”

Isso quer dizer que as pancadas, ou ataques não serão com armas carnais,
bombas, rifles, canhões e mísseis. Serão dadas com música, louvor e adoração a Deus; e o
Senhor “Combaterá contra eles” ao som de instrumentos.
Exemplo: Expulsamos um demônio com louvores.
Rei Josafá (2 Cr. 20.1-30) – Jejuaram e entoaram louvores e Deus lhe deu a vitória
contra uma grande multidão de inimigos.
3
Paulo e Silas (Atos 16.19) açoitados e presos, louvaram em alta voz e o poder de
Deus veio sobre aquele lugar e a cadeia de todos se soltaram.
- ADORAR
Você foi planejado para adorar a Deus!!!
Deus criou você para a satisfação Dele, você existe para benefício, glória, propósito
prazer de Deus, compreendido esta verdade plenamente você jamais se sentirá
insignificante. Deus não te ama pelo que você faz, mas pelo que você é para ele. Você é tão
importante para Deus, e Ele o considera valioso o suficiente para mantê-lo consigo por toda
eternidade, que maior relevância você poderia alcançar.
Adorar a Deus precisa ser teu maior prazer, um dos maiores dons que Deus lhe deu
foi à capacidade de apreciar o prazer. Ele o adotou com cinco sentidos e emoções, para que
você pudesse experimentá-lo. Não podemos nos esquecer que Deus também tem emoções.
Ele possui sentimentos intensos. A Bíblia diz que Deus sofre, fica enciumado, se ira, sente
compaixão, piedade, tristeza e comiseração, bem como alegria, regozijo e satisfação. Deus
ama, se deleita, sente prazer, exulta, desfruta e até mesmo ri!
DAR PRAZER A DEUS É O QUE SE CHAMA DE ADORAR!
A Bíblia diz que Deus se agrada somente daqueles que O adoram e confiam no seu
amor. Adoram a Deus com um coração contrito e apaixonado, sem nenhuma resistência ou
barreira, não esperando receber nada em troca.
Qualquer atitude que venha agradar a Deus é um ato de adoração, e adoração é
muito mais que música.
Os antropólogos perceberam que a adoração é um impulso universal, posto por
Deus na estrutura do nosso ser – uma necessidade intrínseca de nos ligarmos a Deus.
Adorar é tão natural quanto comer e respirar. Quando não conseguimos adorar a Deus,
sempre achamos um substituto, ainda que no fim sejamos nos mesmo. Exemplo: Nathan,
filho do Ap. Rina e Pra. Denise, quando alguém diz “eu adoro jogar futebol, ele logo fala, não
você gosta muito de jogar futebol, adorar apenas a Deus, porque ele aprendeu que adorar
apenas a Deus”.
Todos os momentos do culto são um ato de adoração!!
Adorar é um estilo de Vida!!!

O PREÇO DE PROSTAR-SE - Jesus falou para a mulher Samaritana em João 4:23


– “Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são
estes que o Pai procura para serem seus adoradores”.

4
Adoradores significa proskunetes – “aquele que pratica proskuneos” que significa:
“ABAIXAR O CORPO OU DOBRÁ-LO; PROSTAR-SE LITERALMENTE, EM
HOMENAGEM A ALGUÉM; FAZER REVERÊNCIA A ALGUÉM; AGRADAR”.

Esse é o tipo de adorador que falta, o que se prostra diante do trono de Deus com
reverência, humilhação e reconhecimento que Ele é o Reis dos reis e Senhor dos Senhores.
A adoração não é para você, é para Deus. Logicamente, a maioria dos cultos de adoração
também tem elementos de comunhão entre os irmãos, edificação e evangelização; e
existem benefícios na adoração, mas nós não adoramos para a nossa satisfação. Nossa
MOTIVAÇÃO é glorificar e AGRADAR ao Criador. É INACEITÁVEL VER LEVITAS
INDIFERENTES EM MEIO AOS LOUVORES E ADORAÇÃO, POR QUALQUER QUE
SEJA O MOTIVO, EXEMPLO...
A adoração sempre nos permite manter o enfoque desta eterna verdade: “Senhor,
tu és tudo, e em ti vivo, me movo e existo. Sem ti, nunca fui e nunca serei nada” (Atos
17.28). Ao prostrar-se diante do trono, temos a oportunidade de lembrar-nos dessa
realidade. O ato de prostrar perante alguém demonstra humilhação ou rendição. É um
conhecimento da própria fraqueza diante de alguém muito poderoso que nós. Alguns
sentem vergonha de se prostrarem na congregação, preocupam-se com o que os outros
podem pensar, como será que Deus se sente diante desses????
Isaías 29:13 – Deus reclama de uma adoração sem entusiasmo, hipócrita e
mecânica. O coração do Deus não é tocado pela tradição na adoração, mas pela paixão e
empenho. “Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas
o seu coração está longe de mim. A adoração que me prestam é feita só de regras
ensinadas por homens”.
Não dependa das suas emoções para O adorar, demonstre com atitudes práticas
que você é um verdadeiro adorador.

ADORAÇÃO NÃO É PARTE DA SUA VIDA; ELA É SUA VIDA.

Não o adore somente nos cultos da igreja, pois nos foi dito: Salmo 105: 4 –
“Procurem ajuda do Senhor, estejam sempre na sua presença e cantem glórias e louvem ao
Senhor desde do nascer até o pôr-do-sol”. Na Bíblia, as pessoas louvam ao Senhor no
trabalho, em casa, na batalha, na prisão e até mesmo na cama!

5
Assim quer comam, bebam ou façam qualquer coisa, façam para a glória de Deus (1
Cor. 10:31) e tudo o que fizerem façam de todo o coração como para o Senhor, e não para
homens.

LOUVOR DOS VERDADEIROS ADORADORES – Procura-se Verdadeiros adoradores

Nós somos, de acordo com a Palavra de Deus, espírito, alma e corpo.

NOSSO ESPIRITO: Lugar criado por Deus, com a sua imagem e semelhança, a fim
de que nele houvesse comunhão plena com o homem; mas por causa do pecado, este lugar
se tornou morto. Veja Gn 2: 17; Rm 6:23; Tg 1:15.
NOSSA ALMA: Esta é a área da nossa vida que contém nossas emoções, nosso
caráter, personalidade, vontade, pensamentos e intenções do coração. Hb 4.12.
NOSSO CORPO: É esta massa de carne e ossos que carregam nossa alma e o
nosso espírito, e que dão expressão a tudo o que fazemos e o que somos. (Por exemplo,
apertar as mãos e abraçar quem está por perto!)

Como Louvamos e adoramos a Deus?


Louvor: Louvar significa admirar, falar bem, elogiar, engrandecer. Embora nós não
nos apercebamos, diariamente estamos louvando muitas coisas ao nosso redor, como por
exemplo, quando de manhã você elogia o café que sua mulher preparou, com aqueles “ovos
com bacon” ou, quando seu filho faz aquele desenho que mais parece arte contemporânea,
que você vira de todos os lados para tentar entender... e assim mesmo você diz:....-filho, que
coisa mais linda!!! Ou quando seu cachorro vem abanando o rabo, ou quando seu peixinho
dourado no aquário faz uma nova acrobacia, quem sabe?!
Bem como você vê, louvor faz parte do nosso cotidiano, e quando louvamos a Deus
nós estamos admirando o que Ele faz, os atributos do seu caráter, como a sua fidelidade,
sua bondade, seu amor, seus atos de justiça, sua longanimidade, sua retidão, sua justiça,
sua misericórdia, e estamos usando nossa alma para fazer isto. Agora qualquer um pode
fazer isto! A natureza, por exemplo, também pode louvar a Deus, veja Sl 19:1. Como você
pode ver, louvor é algo que qualquer um pode dar a qualquer coisa ou pessoa. (Veja Sl
9:11/ 33:2 / 67:3 / 42:12 e Rm 8:19).
Adoração: Mas quando abordamos o tema de adoração, temos que entender que,
por causa da queda do homem, nosso espírito ficou totalmente incapaz de realizar a função
principal da nossa vida, que é termos comunhão entre nosso espírito e o Espírito de Deus.
Isto só foi possibilitado novamente pela obra da cruz. Não existe adoração, senão, quando

6
entendemos que não podemos entrar na presença do Altíssimo e adorá-Lo em espírito
senão através de Jesus Cristo.
Esta, sem dúvida é a revelação mais importante para aquele que quer viver uma
vida de Louvor e Adoração. Adoração não vem da beleza das melodias que cantamos, nem
ao menos da poesia e da arte do escritor, adoração nasce do momento que recebemos a
revelação de que nosso espírito estava morto em delitos e pecados e Ele nos dá vida, de
que nos fez uma geração eleita, sacerdócio real, nação santa. Que não éramos
merecedores mas Ele nos acolheu, é sentir gratidão inexprimível, ama-Lo pelo que Ele é e
não pelo que nos faz. (Ef. 2:1 / Pe 2:9 / Mt 16:13-23)

Como o nosso caráter: Ajuda-nos ou atrapalha-nos


Seu caráter representa a somatória das coisas que você crê e faz, se seu caráter
tem um critério ou gabarito correto então sua conduta também será correta, em outras
palavras, não é suficiente cantar boas canções, expressar sentimentos, gritar, dançar, etc.
Precisamos ter uma vida que é condizente com aquilo que estamos cantando! Se
você é uma pessoa que visivelmente é um “adorador” nos finais de semana, e no seu
trabalho, tem hábitos que desonram o evangelho, seu caráter vai influenciar diretamente na
qualidade da sua adoração. Bem, não estamos falando de alguém que não é convertido,
falamos de pessoas que já fizeram de Jesus seu Senhor e Salvador, mas seu caráter ainda
tem um “backgroung”do passado.
Veja em Rm 6:4 o que a palavra de Deus tem a nos dizer para este tipo de pessoa,
que embora esteja vivendo a vida cristã, está distante de expressar com a sua conduta o
novo nascimento que Jesus disse que teríamos. “Fomos, pois, sepultados com ele na
morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela
glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida”.
Ande nos Espírito.......
As obras da carne foram as únicas coisas que restaram da nossa velha vida.
Quando Jesus destruiu o corpo do pecado na cruz e nós o sepultamos pelo batismo, foi
aniquilada de uma vez por todas a nossa velha natureza! Glória a Deus! Mas o que
acontece conosco que mesmo depois de passarmos por esta experiência definitiva, ainda
assim continuamos a pecar?
Deixe-me ser sincero com você. Imagine que os anos que você viveu debaixo do
seu orgulho, auto-suficiência, do espírito deste mundo, do deus deste século, Satanás, os
costumes do Egito ensinaram-no a ser e a ter um caráter inclinado às coisas erradas! Certo?
Bem, Jesus destruiu o pecado em sua vida, não o seu caráter! Lembre-se que seu
caráter faz parte de sua alma, bem como a sua personalidade. Deus não deseja que não
7
tenhamos personalidade ou caráter, mas nós estávamos sendo doutrinados durante grande
parte de nossa vida pelo pecado, e embora este poder do pecado não opere mais em sua
vida, você tem ai dentro muitos anos de “Escola de Pecadores”. Então neste novo reino
você precisa limpar, libertar, curar, reeducar sua mente ( Tt 2:12 / Rm 12:1-2 e 8:13).
Faça um grande depósito
Como vimos em Rm 12:1 e Tt 2:12, é a palavra de Deus que irá limpar, reeducar,
reprogramar nossa mente, então faça um grande depósito da Palavra viva de Deus em seu
coração. Você lembra quando Pedro teve a revelação pelo Espírito sobre quem Jesus era
(Mt 16:13-23)?
É deste tipo de coisa que precisamos, não leitura dinâmica da Palavra, mas
precisamos da revelação destas verdades que vão reconstruir nosso caráter. Faça um
grande depósito da Palavra em sua vida, e você verá que não somente seu caráter vai
mudar como também sua profundidade de adoração será aumentada grandemente. Em 2
Pe 1:4 aprendemos que à medida que tomamos posse das preciosas promessas feitas pela
Palavra de Deus nos tornamos co-participantes de sua natureza. Este é o caminho para que
sejamos adoradores que vão adora-Lo em espírito e em verdade.
Vista-se para Festa
Se você fosse convidado de honra para ir a uma linda festa, para estar junto ao
dono da festa, em evidência, como se vestiria, se portaria e se mostraria? Provavelmente
com a sua melhor roupa. Muito limpo, perfumado como melhor perfume, melhor sapato,
cabelos arrumados, enfim, tudo do melhor.
Quando subimos no altar da adoração estamos entrando em um palácio, onde há
muitos convidados, mas nós vamos como escolhidos pelo Dono da festa, vamos ficar junto
ao homenageado, aquele que merece e recebe toda atenção e louvor, e gratidão, e
admiração, e amor!
Precisamos estar limpos, e perfumados, e bem vestidos, e com um semblante de
alegria, com cara de festa. Mas não só por fora, mas sim por dentro, no corpo, na alma, e no
espírito, inteiros!!
Que impressão vamos passar aos convidados? Como vamos contagiá-los? Como
iremos recebê-los? Devemos nos aparecer muito com o Dono da festa, ou seja, limpos,
puros, livres, saudáveis, perfumados e alegres.
“1 PE 2:5 ...vós também, quais pedras vivas, sois edificados como casa espiritual para
serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais, aceitáveis a Deus por Jesus
Cristo. TM 3:10 E também estes sejam primeiro aprovados, depois exercitem o diaconato, se forem
(irrepreensíveis). EF 5:27 para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem
qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível”.

8
CARACTERÍSTICAS DOS MINISTROS DE LOUVOR

a) Buscam o Senhor através da oração e leitura da Bíblia. “Bem–aventurado os


que trilham caminhos retos, e andam na lei do Senhor. Bem-aventurado os que guardam os
seus estatutos, e o buscam de todo coração. De todo o meu coração te busco; não me
deixes desviar de seus mandamentos”. (Sl.119:1,2,10)
b) São humildes - “Bem-aventurado os humildes de espírito, porque deles é o
reino do céus. Deus resiste aos soberbos, mas da graça aos humildes”. (Mt.5:3/Tg. 4:6)
“Pois quem te faz diferente? E que tens tu que não tenhas recebido? O musico tem
uma tendência de querer se mostrar, e creio que qualquer pessoa que estivesse no lugar
dele também seria atingido por esse desejo. Isso é perigoso porque agindo assim, ele estará
tentando ficar com a gloria que pertence a Deus. Desta forma agiu o maligno”. (Ez. 28:16) e
também Herodes (At. 12:22-33).
c) São habilidosos para trabalhar - “Cantai-lhe um cântico novo, tocai bem e com
jubilo”(Sl.33.3) Leiam também 1 Samuel 16:18;
d) Procuram ser pessoas segundo o coração de Deus - “Achei Davi, filho de
Jessé, homem segundo o meu coração, que executará toda a milha vontade”. (At13:22);
e) Procuram sempre aprender e se aperfeiçoar cada vez mais - ”...o
entendimento adquiri habilidade”.(Pv1:5);

f) Possuem unção de Deus para exercer suas respectivas atividades. “Mas


estabelece os levitas sobre o tabernáculo do Testemunho, sobre os meus utencilios, e sobre
os que lhe pertence. Eles transportarão o tabernáculo e todos os seu utensílios; eles o
administrarão, e se acamparão ao redor dele” (Nm 1:50);
g) Possuem consciência de que dependem de Deus para tudo que fizerem

“Todas as minhas fontes estão em ti” (Sl.87:7);

h) São fieis no dízimo - “E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que
recebe dízimos, pagou dízimos” (Hb 7:9);

i) São responsáveis em tudo - Horário, ensaio, em casa, no trabalho, na escola,


etc..;

j) São íntegros, retos e tementes à Deus;

k) São entusiasmados - A palavra entusiasmado significa, dentre outros,


exaltação ou arrebatamento extraordinário daquele que está sob inspiração divina, ou seja,

9
estar entusiasmado e esta cheio da inspiração divina. Em outras palavras, é estar cheio do
Espírito Santo;

l) Procuram ser atraentes no falar, no vestir, sem ferirem ética, a disciplina,


o pudor e os preceitos bíblicos.

m) São prudentes. ( Moderados, comedidos, cautelosos, sensatos, ponderados);

n) São quebrantados. (maleáveis, abertos à correção e ao ensino);

o) Não fazem acepção de pessoas;

p) Por estarem investidos de autoridade, exercendo como um ministério


pastoral, devem preencher os requisitos de Tito 1:6-9

“...irrepreensível, marido de uma só mulher, tenha filhos fieis, que não possam ser
acusados de dissolução, nem são desobedientes...nem irascível, nem dado ao vinho, nem
espancados, nem cobiçoso de torpe ganância. Deve ser hospitaleiro, amigo do bem, sóbrio,
justo, piedoso, temperante. Deve reter firme a fiel palavra.”O v.6, adaptado para os solteiros,
conclama-os a não serem pessoas que namoram desordenadamente, tornando-se malvisto
pela congregação;
q) Vivem o papel de líderes da congregação, junto com os outros líderes.

Deve, estar preparados para visitar, orar pelas pessoas, participarem de mutirões,
festas vigílias, conversam com todos, indiscriminadamente. São ministros de louvor 24 horas
por dia;

r) São submissos à liderança da congregação;

s) São cumpridores exemplares das normas particulares da congregação e


também estão de comum acordo com a visão da igreja;

t) São reverentes, mesmo em meio a danças, palmas, brados de louvor e


alegria. Não tem atitudes leviana diante do Senhor, pois honram sua presença majestosa,
lembrando também que é fundamental esta totalmente ligado no trono sem se distrair, pois
somos aqueles que tem a responsabilidade de levar a igreja da adoração à presença de
Deus;

u) Participam sempre que possível de todas as atividades da congregação, e


não somente aquelas que atuam;

v) Aprendem a trabalhar em equipe;

w) São santos (separados) e vivem exclusivamente para Deus. O Senhor não


pode agir por intermédio de uma pessoa contaminada pelo mundanismo. “Sede santos
porque eu, sou o Senhor vosso Deus, sou santo” (Lv. 19:2)

10
SALMISTAS OU ARTISTAS?:

Buscando no dicionário o significado oficial da palavra salmista deparei-me com isto:


“compositor de salmos; o que canta”.
Logo a palavra Salmos: “O cântico sagrado dos hebreus e dos cristãos que contém
louvores à Deus”.
Salmista tem um significado mais profundo: dá entender que é uma pessoa que,
além de executar bem sua arte, é consagrado por Deus e separado por Ele. Também
podemos entender que é alguém que sabe a respeito da necessidade da unção do Espírito
Santo em sua vida, assim como em sua música. Como em tudo, temos que lembrar que só
porque alguém lhe dá o título de salmista não o faz salmista, e sim a maneira de viver dessa
pessoa é que lhe confere o título.
É importante lembrar que Deus não se impressiona com uma bela voz ou com uma
perfeita musicalidade, mas com certeza, com uma vida de santidade, sacrifício, de temos a
Deus, pois a nossa autoridade espiritual, deve ser reconhecida nas regiões celestiais, pois é
lá que travamos a nossa verdadeira batalha. Por outro lado para Deus devemos apresentar
o melhor. Em Salmos 33:1-3 “Cantem de alegria ao Senhor, você que são justos; aos que são
retos fica bem louvá-lo. Louvem ao Senhor com harpa; ofereçam-lhe música com lira de dez cordas.
Cantem-lhe uma nova canção, toquem com habilidade ao aclama-lo”.

Não há lugar para estrelas quando o sol da Justiça está brilhando!!


Por isso cuidado com o Ego!!!!
Que as pessoas que nos cercam possam ver em nossas vidas tudo aquilo que viram
em um grande salmista de outro tempo: DAVI – Um homem segundo o coração de Deus,
simples, humilde e puro. Salmo 51.17 – “Os sacrifícios que agradam a Deus, é um espírito
quebrantado e contrito, a este Deus não desprezará”.

Vamos analisar a história que está em I Samuel 16. O Rei Saul teve um problema
sério com um espírito maligno que Deus permitiu que o atormentasse (o mais provável era
que Deus desejasse que Saul se arrependesse dos seus maus caminhos que estava
começando a tomar, e por isso permitiu que isto lhe acontecesse, mas esse é outro estudo).
Vemos a ordem dada pelo rei Saul: vs.17 – “Buscai-me, pois, agora, um homem que
saiba tocar bem, e trazei-me”.

O que Saul nunca imaginaria era se deparar com a pessoa que lhe trouxeram. Bem,
um músico! Mas por sua vez era um verdadeiro homem de Deus, alguém de quem as
pessoas diziam o seguinte:

11
“Eis que aqui eu vi um filho de Isaías de Belém, que sabe tocar, e é valente e forte e homem
de guerra, sábio em palavras, de boa aparência, e Jeová está com ele.” ( I Samuel 16:18)

ALGUMAS FORMAS BÍBLICAS DE LOUVAR A DEUS

ADORADOR: Pessoas preparadas para a tarefa de conduzir o povo na


adoração à presença de Deus.

ADORAR É MUITO MAIS DO QUE PEDIR É OFERTAR !!!!

Prostrando-se (de bruços, com o ventre e o rosto no chão)

(Gn. 17:3, 2Cr 29:28; Sl 95:6; Sl 99:9; Ez 43:3);

Ajoelhando-se (Sl 95:6; Fl 2:10);

Com palmas (Sl 47:1; Sl 98:8; Is 55:12);

Levantando as mãos (Sl 63:3; Sl 77:2; Sl 134:2; Sl 141:2; 1Tm 2:8);

Falando (Sl 26:4; Sl 40:16; Sl 71:23,24);

Com brados de triunfo (Ed 3:11; Sl 5:11; Sl 47:1; Sl 132:9, 16; Is 12:6);

Com alegria (Sl 35:27)

Com cântico (Sl 35:27; Sl 47:1; Sl 89:15; Sl 95:1; Pv 29:6)

Com todo tipo de instrumento musical (2 Sm 6:5,15; Sl 150:3-5)

Com danças (Ex 15:20; ! Sm 18:6; 2 Sm 6:14,15; Sl 150:4; Ec 3:4; Jr 31:1-4,13)

“Sacrifício de louvor”

Expressão física de uma atitude espiritual.

Gl. 5:16 – “Digo porém: Andais no Espírito e não satisfareis a obra da carne”.

12
Laços e embaraços

LACOS E EMBARAÇOS

Laços: armadilha, estratagema, elaborado pelo inimigo. “E ao servo do Senhor não


convém contender, mas sim ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente;
corrigindo com mansidão os que resistem, na expectativa de que Deus lhes conceda o
arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, e que desprendam dos laços do
diabo, por quem haviam sido presos, para cumprirem a vontade de Deus” (2 Tm 2:24-26)

Embaraços: impedimento, dificuldade, obstáculos, hesitação, perturbação, existente


naquele que louva. O ser humano, por si só, é embaraçado e tem dificuldade em se
organizar. “Portanto, visto que nós também estamos rodeados de tão grande nuvem de
testemunhas, deixemos todo embaraço, e o pecado que tão perto de nós rodeia, e corramos
com perseverança a carreira que nos está proposta” (Hb 12:1)

Detalhamento dos laços e embaraços:


a) Pecado: O pecado é um laço armado pelo inimigo, no qual a pessoa cai muitas
vezes. Em seguida, torna-se um embaraço que precisa ser desfeito, pois “...as vossas
iniqüidades fazem divisão entre vós e vosso Deus”(Is 59:2).
Jesus disse em Marcos 5:8; “Bem aventurado os puros de coração porque eles
verão a Deus”. O pecado no meio da congregação é atrativo para demônios, causador de
bloqueios e um grande obstáculo ao fluir do Espírito. O pecado não confessado inibi a
pessoa diante do Senhor.
Conhecendo tais verdades, ore e, caso o dirigente da reunião não leve a
congregação a um momento de confissão de pecados, os ministros de louvor deverão fazê-
lo. Todos devem orar pedindo perdão pelos pecados, pois, “se confessarmos o nossos
pecados. Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda
injustiça”( 1Jo 1:9)

b) Peso: Após ser presa pelo laço do pecado, a pessoa pode se ver embaraçada pelo
peso da consciência. O fato de a pessoa não ter certeza de que foi perdoado por
13
Deus dá a ela um senso de condenação que a impede de louvar tranqüilamente. Nem
dirigente nem o povo conseguirá louvar com a consciência assim. Ore a Deus e leve
todos a Fazer o mesmo, a fim de se desvencilharem desse peso e tomarem posse de
Romanos 8:1, que diz que “nenhuma condenação há para os que estão em Cristo
Jesus”.
c) Distração: Roupas indecorosas e extravagantes, excesso de movimento do corpo,
dirigentes demonstrando apatia ou excesso de animação, relógio de parede,
instrumentistas demonstrando suas habilidades de forma excessiva, transparências
mexendo ou voando, decoração exagerada, são apenas algumas das coisas que
tiram a atenção das pessoas durante a reunião. Muitos não se dão conta que estão
sendo usados pelo inimigo neste aspecto. É difícil para um homem louvar a Deus
tendo á sua frente uma irmã com roupas demasiadamente curtas. Aliás, tenho minhas
dúvidas se pessoas que agem assim conseguem louvar a Deus, pois suas almas
estão desconcentradas no que estão fazendo. Atitudes como estas atrapalham quem
dirige a reunião, bem como os demais irmãos. No ministério, coisas assim são
inadmissíveis, principalmente porque aqueles que estão á frente são muito mais
observados.
Já tive oportunidade de ver irmãs dirigindo o louvor, num palco alto, trajando
minissaia. Observei também homens com roupas tão justas que nem andar direito. Conheci
músicos que, antes de se converterem, se vestiram decentemente, porém, quando entraram
para a Igreja, e se integraram a grupos evangélicos de rock, funk, pagode e outros,
distorceram toda a visão e passaram a se vestir como nem fora da Igreja se vestiram um
dia. Não por culpa do ritmo, é claro. Já conheci também outros que se vestiam
indecentemente antes de se converterem, e não deixaram de assim se vestir após a
conversão. A igreja tem uma proposta de melhorar a pessoa e não piorar. Certas fantasias
ligadas ao tipo de música que se canta devem ser usadas quando de trabalhos
evangelísticos fora ou dentro do templo. Ore para que Deus mude a mentalidade de irmãos
e irmãs que insistem em usar roupas sedutoras, que provocam e, se precisar, intervenha
junto à direção da congregação. Não se esqueça de fazer isso com muito amor (I Tm 5:1).
d) Indisposição: É um laço do inimigo que traz mal-estar e incômodo. As pessoas que
se deixam vencer por este mal perdem muitas oportunidades de serem abençoadas.
O Louvor ungido, atraente e dinâmico não deixará brechas para que a indisposição
alcance as pessoas. Ore, tapando essa brecha e aja com sabedoria, estimulando a
participação das pessoas.
e) Desilusão: Um dos embaraços advindo da insatisfação acumulada é a desilusão, a
decepção e o desengano. Pessoas que estão desiludidas como o Senhor, com a
igreja, com o sistema da congregação ou com algum irmão, não conseguem louvar. O

14
Senhor é único que pode apagar a mancha da alma das pessoas. Ore sempre para
anular esse embaraço, muitas vezes causado por laços sucessivos, e que vem nublar
o louvor pessoal e congregacional. Promova reconciliação entre os irmãos antes,
durante e após o louvor.
f) Insatisfação: A falta de prazer em esta na casa de Deus advém, muitas vezes, de
laços sucessivos, que podem resultar até em abandono dos caminhos do Senhor, por
parte da pessoa. Ministros desesperados e insatisfeitos com a administração da
congregação, com o Senhor, ou com os irmãos, gera conflitos, desavenças, rebeldia
e, por fim, destruição. É exatamente isso que o maligno quer. Num clima de
insatisfação o louvor não flui. Ore fervorosamente ao Senhor, para que esse mal não
atinja o ministério de louvor e a congregação.
g) Cegueira: estado de quem tem razão obscurecida, o discernimento ou o raciocínio
perturbado. Falta de lucidez, de inteligência ou de bom senso. A cegueira é um laço
que tem atingido os crentes e descrentes (2Co 4: 3,4; Mc 4:15; Mt 16:16-23; Rm 1:21;
Lc 8:12). A cegueira não permite que a pessoa veja que Deus esta presente e pronto
a fazer algo pela vida dela. A cegueira cristaliza-se na incredulidade e na apatia. Os
cristãos cegados tornam-se mundanos, frios e insensíveis. Orem para que caiam as
escamas que cegam os olhos dos incrédulos “... o deus deste século cegou os
entendimentos dos incrédulos...” (2 Co 4:4)
h) Tradicionalismo: um laço que, alimentado pelo conflito de gerações e posições
doutrinárias fortes, embaraços inevitáveis, causa problemas de relacionamento no
seio da comunidade. Pessoas tradicionais têm apego e amor às tradições e aos usos
antigos e têm dificuldade em aceitar as mudanças da sociedade à qual pertence a
igreja. Por isso, sempre desaprovarão o louvor em suas formas mais liberais. As
pessoas aprisionadas na tradição normalmente são carrancudas, proibitivas e quase
nunca se emocionam na presença de Deus. Ore para que elas sejam libertas do laço
do tradicionalismo.
i) Orgulho: É um laço que leva as pessoas a ter um conceito elevado ou exagerado de
si própria; soberba; amor-próprio demasiado. Tiago 4:6 é claro ao dizer que “Deus
resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”. No culto não há lugar para
soberba. Peça a Deus que derrame humildade em nossos corações a fim de que
possamos vê-lo. “Bem aventurado os humildes de coração, porque deles é o reino
dos céus” (Mt 5;3).
j) Dúvida: a dificuldade em crer, descrença ou ceticismo é um laço onde muitos são
presos. É também uma desconfiança. Quando existe desconfiança no coração, os
olhos cegados não conseguem enxergar o mover de Deus. A dúvida é uma barreira

15
que vai crescendo com tempo, até se tornar incredulidade. Se “a fé é a certeza das
coisas que se esperam, e a prova das coisas não se vêem” (Hb.11:1).
k) Incredulidade: É um embaraço da falta de fé, bem como o laço que cega os olhos.
Muitas vezes advinda do meio em que se vive, a incredulidade não permite que as
pessoas vejam que Deus é capaz todas as coisas. O incrédulo precisa ver para crer;
agindo como Tomé. Em meio aos choros e sorrisos, Deus está operando em muitas
vidas. A incredulidade é um embaraço que deve ser desfeito antes do início do louvor
e permanentemente, pois à medida que o louvor for se ampliando, novas
manifestações ocorrerão, capturando os propensos à incredulidade e os prontos para
criticar. Ore para que não haja incredulidade no meio da igreja e todos vejam a
operação de Deus.
l) Barreira: É um embaraço que vai desde o pecado até preconceitos quanto a ritmos,
instrumentos, músicas, pessoas, etnias e outros. Também se evidencia quando o
ministro de louvor é alguém, despreparado a esse fato é perceptível a todos. Esse
obstáculo deve ser vencido com oração, esforço e disciplina. Levante as mãos e se
oponha a toda e qualquer barreira, em nome de Jesus.
m) Timidez: A timidez é um embaraço natural, uma barreira que precisa ser vencida,
usando-se a sabedoria e o bom senso. Vencer a timidez não é algo que se consegue
da noite para o dia. Ore, procure a ajuda de profissionais, faça o máximo de esforço e
observe aqueles que não tem essa dificuldade. Quem quer vencer precisa lutar.
Haverá tímidos dirigindo o louvor e tímidos na platéia. Vencida essa barreira, o louvor
será mais livre e espontâneo.
n) Cansaço: O cansaço é um impedimento comum que precisa ser vencido, porque
podemos muito mais do que aparentar ou acharmos que podemos. Precisamos
aprender a economizar as nossas forças nas horas que antecedem ao louvor, e
equilibrar o uso delas quando estamos louvando. Se não for possível isto, o ministro
de louvor deve fazer o povo a fazer um esforço incomum. As pessoas precisam
enxergar que, muitas vezes, são capazes de ficar horas e horas dançando, andando
de bicicleta ou fazendo outra atividade física qualquer, até mesmo fora de hora, e que
deixam vencer por 30 minutos de louvor. “Tudo posso naquele que me fortalece” (Fp
4:13). Verifique se a culpa não está no louvor mal dirigido, nos músicos mal
ensaiados, no ambiente impróprio, na indisposição e falta de motivação pessoal ou
outro motivo qualquer. Colocamos muita a culpa no diabo quando, muitas vezes, a
culpa é da nossa própria maneira embaraçada de viver.
o) Preguiça: Embaraço evidenciado na negligência, indolência e combatido por
Salomão em provérbios 6:6-11 / 24: 30-34. Durante o louvor alguns estarão apáticos

16
devido à preguiça, da qual não conseguem ou não querem se desvencilhar. Ore para
que esse quadro de preguiça seja mudado e o povo se torne alegre e disposto.
p) Impaciência: A impaciência é um embaraço natural daqueles que não sabem
esperar, chegando à torna-se irritação e ira. Alguns querem entrar no Santo dos
Santos logo no início do louvor. Outros nunca perdoam falhas técnicas, não toleram
atrasos ou prolongamentos, não sabem aguardar o desenvolver progressivo da igreja
ou dos ministros. Uma pessoa impaciente e ansiosa possui brecha fácil para o
inimigo. Clame a Deus para que a paz, o sossego e o mover do Espírito Santo
encham o local da reunião, inundando as pessoas.
q) Falta de compromisso: É um embaraço do ser humano que o leva a não cumprir
suas obrigações ou promessas feitas. O descompromissado é também chamado de
irresponsável. Muitos são extremamente responsáveis em casa, na escola, no
trabalho, porém são verdadeiros irresponsáveis na igreja. Aquele que se deixa
influenciar pelos demônios que sugerem a falta de compromisso está em falta com
Deus. Chegando atrasado, fazer a obra relaxadamente, faltar, estar apático, mentir e
enganar são algumas das características do descompromissado. Antes que se inicie
o louvor, peça a Deus elimine os demônios que sugerem a falta de compromisso ao
qual não deve faltar jamais, é uma honra e um prazer. Não se pode deixar o diabo
roubar a benção da comunhão com Deus.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

O fato orarmos anulando todos os laços e embaraços não é garantia de pleno


sucesso no louvor, porque muitos outros fatores também pesam.
A oração anulando laços e embaraços deve acontecer, se possível, em conjunto
entre ministério de louvor e o ministério da Palavra. Não podemos gastar tempo que foi
separado para o louvor congregacional anulando estratégias do inimigo se assim
ocorressem, muito dos presentes não compreenderiam, pois podem ser de outras
congregações ou pessoas não integradas ao contexto da igreja. Porém se o inimigo resolver
agir, podemos quebrar a regra e agir contra ele, mesmo durante o louvor.

17
HÁ NUVENS NO CÉU.... AERONAVE – IGREJA

Como vimos anteriormente existem alguns laços e embaraços, os quais tentam nos
pegar a todo instante. Como se fossem algumas nuvens que começam a aparecer no céu
azul.
Nuvem significa impedimento. Quais são os impedimentos espirituais?
Os ministros de louvor devem orar pedindo a deus que anulem as ações do inimigo,
que provavelmente ocorrerão durante o louvor. Pois como iremos ver no desenho a seguir,
como uma nave que esta pronta para decolar, precisa estar em equilíbrio. Imagine só se o
avião que esta preste a decolar com seus passageiros, e apenas uma asa funciona, será
que ele vai sair do chão? Certamente a resposta será NÃO. Nós somos essa nave, o nosso
combustível (alimento): Palavra, Jejum e Oração, o “tanque” tem que estar sempre cheio, e
as asas da Musicalidade e da Unção têm que estar funcionando para que este avião
consiga levantar o vôo e ir para a presença de Deus!!!
Para atingirmos os céus, precisamos vencer as nuvens: (Is.40:31) “mas os que
esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm
e não se cansam, caminham e não se fatigam”.
“Somos como as águias não temos medo da tempestade, enfrentamos no nome de
Jesus”. Amém.
COMBUSTIVEL – PALAVRA, ORACAO E JEJUM

ASA DA ASA DA UNÇÃO


MUSICALIDADE

Motor: Força da unidade

18
Algumas Orientações

• Uma visão (visão + visão = divisão)

• Fazer reuniões semanalmente, para ensaios e para buscar a presença de Deus.


Sem uma reunião começa a cada um fazer o que acha melhor: torre de babel –
precisamos falar a mesma língua.

• Visão apostólica: Em qualquer Igreja Bola de Neve no mundo precisamos estar na


mesma unção e visão.

• A visão não rouba a espontaneidade, mas há um padrão/referencial.

A velocidade do crescimento não pode nos roubar a qualidade!


(Oséias 4:6 – “Meu povo é destruído por falta de conhecimento”)
- Muitos de vocês dentro das multiplicações das células foram sendo levantados
como levitas
- Outros na multiplicação dos cultos, também foram em pouco tempo levantados
como levitas
- Outros já estão há muito tempo no ministério, mas uma reciclagem, uma
ministração específica, sempre alimenta, traz refrigério, e nos traz a memória pontos
importantes!

Não basta ser usado é preciso ser aprovado!

Um homem prega, canta e toca bem um instrumento pode levar a platéia às


lágrimas. Contudo se isso não ocorrer pelo Espírito Santo, não são lágrimas de louvor, mas
de emoção não de unção. E temos que aprender a conquistar essa unção sendo um
verdadeiro adorador. Ex. levita homossexual – por isso não se engane por aquilo que os
seus olhos vêem, sem intimidade com Deus não há unção. Ex. Cachaça e água, parecem
ser iguais porém são muito diferentes.
Se você tiver buscando fazer a vontade de Deus, sem buscar o Deus da obra, você
não estará no centro da vontade de Deus.

19
Você vai se auto-analisar, e não pense “ah! Essa palavra é para fulano ou sicrano”,
mas que ela sirva para cada um de nós.

MINISTÉRIO DE DANÇA – ADORAÇÃO C/ DANÇA

ARTÉRIA

O que é a dança?
Dança em aramaico significa alegria!!!!
Como expressarmos a alegria? Através do sorriso, pulando, gritando, dançando.
A Bíblia foi escrita em aramaico e hebraico, Antigo Testamento, e troinê, grego
popular, no Novo Testamento.
Então, em vários versículos vemos a dança, encontramos um convite, uma ordem
no imperativo:
• Louvem ao Senhor com danças – Sl 149:3

• Louvem ao Senhor com tambores e com danças – Sl 150: 4

Quando se fala em dança na Bíblia logo lembramos de Davi, que dançava em


gratidão ao Senhor o qual escreveu Salmos convidando a adoração. E como Davi era um
homem segundo o coração de Deus, que seguia as escrituras e fazia o que agrada a Deus,
portanto a dança agrada o Pai.
Outro Exemplo bíblico é Miriã, que logo no começo das escrituras Êxodo 15.20
dançou ao Senhor. E não eram só homens que dançavam para Deus, os anjos também
dançavam.

DANÇA CELESTIAL
No livro de Ezequiel vemos a adoração no céu dos quatros seres viventes e dos
querubins, onde os mesmos dançavam em volta do trono proclamando a Santidade do
Senhor.
Os querubins dançavam com movimentos das asas e ritmados ao som da voz do
Onipotente e de suas próprias asas.

OS CÉUS E A TERRA PROCLAM S SUA GLÓRIA


No novo testamento vemos a parábola do filho pródigo (Lc 15.22-25) onde a volta do
que se havia se perdido foi comemorado com danças.
20
Tipos de adoração
Dança/ Adoração aos Reis dos Reis
Onde é feita a adoração ?
Púlpito/ Igreja / casa - Lugar de adoração, sagrado
Glória é de Deus, reconhecê-la
Necessidade do Senhor, humildade
Engrandecer ao Senhor , falar do seu amor
Corpo santuário do Espírito Santo

Dança Profana/ Culto a Satanás


Ex. Herodias (Mt 14, 1-12/ Mc 6:14 – 29) na atualidade: Tchan, umbanda, Rouge,
dança do ventre.
Palco/ terreiros – lugar de artistas, incenso para satanás
Ego, Glória do homem
Soberba
Zomba-se de Deus com o pecado. Ex. espetáculo Lord of dance
Canal de sensualidade, luxuria

Você pode dizer que não dança para o diabo, mas enquanto você brilha, você
recebe aplausos, o Pai não é engradecido.
E Deus não divide a glória Dele com ninguém. Tg 4:6 – “Deus resiste aos soberbos
mas dá graça aos humildes”.
Portanto ou a adoração é para Deus, ou para satanás, não tem meio termo.
Pois o Senhor é entronizado em meio aos louvores.

Dança é um conjunto de movimentos ritmados e coreografia que pode ser:


Livre: dirigida pelo Espírito Santo ( s/ coreografia preparada)

21
Técnica: Clássico, contemporânea, jazz, street dance. O street dance é um estilo de
dança com movimentos mais livres, agora se tornou um tipo de dança mais técnica.
Podemos classificar as técnicas como danças de celebração profética, adoração e
dança de guerra.
A dança é um linguagem visual e universal, um instrumento de comunicação
poderoso para proclamação do evangelho, podendo ser realizada com música, louvores
instrumentais onde os movimentos seriam a letra, ou também até sem música, que leva o
nome de Pantomia.
Hoje se fala muito em dança na igreja, mas ainda há muito preconceito, o que não
deixa de ser um problema pela falta de visão cultural das pessoas.
Nosso objetivo é de resgatar essa adoração (Jr. 31:4), os artistas e quebrar
muralhas do preconceito colocado sutilmente pelo inimigo, como por exemplo: a questão do
homem dançar e acabar sendo questionada a sua própria sexualidade. Na palavra de Deus
observamos que os hebreus dançavam sem distinção de sexo ou até mesmo de idade. (Jr.
31.13).
Outro Preconceito é em relação aos gêneros musicais, como o Axé e muitos outros
que acabam sendo associados a movimentos corporais de maneira vulgar.
Enfim, a adoração verdadeira para Jesus não é exterior, mas sim interior, devendo
partir do coração sinceramente apaixonado por Jesus, de um coração íntimo com o Senhor,
porque o Pai não procura bailarinos, músicos ou cristãos, mas Ele realmente procura
aqueles que o adore em espírito e em verdade. (João 4.23).
Por isso, ame, cante, louve, glorifique, exalte-O, pois só Ele é digno de toda honra e
toda Glória!!!!!!!!

22
CARTA AOS LEVITAS

Ele te deu o dom de descobrir o tom,


Ele te deu a voz para desatar os nós,
Dos sentimentos teus e dos momentos meus.
E viu que era bom ouvir “aquele som”.
Então te deu o mar, o leito do luar,
Então ele te fez sonhar e fez poetizar.
E te encheu de amor para saber compor,
Para entender a dor do homem sofredor.

Ele te deu a honra de estar no altar


E conduzir a Igreja quando vai cantar.
Ele te fez artista.
Ele te deu um grito.
Ele te deu a chave para velejar.
No mar do coração de tantas emoções,
Desilusões e medos então....

Ele te deu um quê, eu sei bem por quê,


Para entender e ver o que ninguém vê,
Tirar do impossível o visível som.
Não queira nunca não, buscar explicação.
Navega na unção da tua explicação
E agradeça a Deus o dom que Ele te deu.
Pois só será feliz aquele que aprendiz
Que diz: “Es tu Senhor a fonte do meu louvor”

Ele te deu a honra de saber cantar.


Ele te deu a chance de poder tocar.
Ele te deu a graça.
Ele te deu a força.
Porém, dependendo dele para conquistar
O vento, o tempo, o ar, o mar.
Aprenda a aprender e cante e toque para ensinar,
Para falar de Cristo, enfim, para louvar....

23
Uma palavra à aqueles que querem estar no centro da vontade de Deus:

Assim como Jesus, precisamos nos envolver com a obra do Pai. Um escritor
anônimo captou a essência da mordomia pastoral diante do Senhor com uma exortação no
sentido que se realize a obra de Deus de acordo com sua palavra:
Apegue-se ao trabalho. Não recue porque o leão ruge; não pare para jogar pedras
nos cachorros do diabo; não perca tempo caçando os coelhos destes. Realize o seu
trabalho. Deixe os mentirosos e suas mentiras, deixe os sectários discutirem, deixe os
críticos mal dizerem, deixe os inimigos acusarem, deixe o diabo fazer o pior; mas cuide para
que nada o impeça de cumprir com alegria o trabalho que Deus lhe incumbiu.
Ele não mandou ser admirado e estimado, e nunca ordenou que defendesse o seu
caráter. Ele não o posicionou para contradizer as falsidades ( acerca de você mesmo) que
os servos de Satanás ou de Deus talvez comecem a espalhar, ou para investigar cada
rumos que ameace a sua reputação. Se você agir assim não obterá resultados satisfatórios,
estará trabalhando para si mesmo, não para o Senhor.
Mantenha-se no trabalho do mestre, que seu alvo seja fixo como uma estrela, você
pode ser assaltado, injuriado, caluniado, ferido, rejeitado, incompreendido ou acusado de
motivações impuras; bem como afrontado pelos inimigos, traído pelos amigos, desprezado e
rejeitado pelos homens. Mas tenha determinação e zelo inabalável, a fim de perseguir o
grande propósito e objetivo de sua existência, até que finalmente possa dizer: “Completei o
trabalho que tu me destes”.

Com carinho,

Pastor Rinaldo

24
Igreja Evangélica Bola de Neve
25
Rua Turiassú, 734 – Perdizes – Fone/Fax: (11) 3672-6010

Ficha Cadastral - Levitas

Nome:___________________________________________________________ Sexo (_)M (_)F


Endereço _______________________________________________________________________
CEP: _______________ Bairro: ______________ Zona:_________ Cidade: ___________ UF____
Fone res: (__) _________________ Fone Com (__)______________ Cel: (__) ________________
Estado Civil: ___________________ Data de Nascimento: ___/___/____
Local de Nascimento: Cidade _________________ UF: ____ Profissão: ____________________
Data Aprox. Conversão: ____/____/_____ Data de Início de Freq à Igreja ____/_____/_____
Email: __________________________________________

Atua em qual segmento do ministério?


(__) Mesa de Som
(__) Retroprojetor
(__) Vocal
(__) Instrumento – Quais? ___________________________
(__) Dança – Qual ritmo? ____________________________

Já Foi membro de outra igreja?


(__) Sim – qual? ___________________________________
(__) Não
Experiência profissional? (gravação de cd)
(__) Sim – quais? __________________________________
(__) Não – qual? ___________________________________

Já foi levita em algum ministério?


(__) Sim – qual? ___________________________________
(__) Não

Freqüenta alguma célula?


(__) Sim – qual? _______________________________

26
(__) Não

Está envolvido em algum ministério da igreja


Participou de algum ministério? (membro)
(__) Sim – qual? ___________________________________
(__) Não

Estuda a noite?
(__) Sim – qual? ___________________________________
(__) Não

Qual tempo para se dedicar no ministério?

Considerações:

27

Centres d'intérêt liés