Vous êtes sur la page 1sur 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

INSTITUTO DE PSICOLOGIA
PLANO DE ENSINO

IDENTIFICAÇÃO:
Departamento de Psicanálise e Psicopatologia
Período letivo: 2011/1
Disciplina: Psicopatologia II-A
Habilitação: Psicólogo – Código: PSI 03014
Etapa aconselhada: 4ª – Créditos: 04
Horário: segunda-feira, das 18:30h às 21:50h
Sala: 203
Docente: Amadeu de Oliveira Weinmann

EMENTA/SÚMULA:
Fundamentação teórico-metodológica do diagnóstico em Psicopatologia através da
descrição, análise e interpretação dos processos de formação das estruturas clínicas.
Estudo de procedimentos para a investigação dos processos psicopatológicos de psicose,
neurose, perversão, somatose, adições e estados limites. Leitura e interpretação de casos
clínicos.

OBJETIVOS:
• Dar continuidade ao estudo do psicopatológico, por meio dos métodos da
hetero-observação, da auto-observação e da escuta psicanalítica.
• Propiciar aos estudantes as condições para a construção de elaborações
conceituais rigorosas acerca do psicopatológico.

COMPETÊNCIAS:
• Descrever e interpretar relações entre processos psíquicos e comportamentais.
• Analisar fenômenos psicopatológicos e construir projetos terapêuticos.
• Elaborar relatos de casos clínicos.

HABILIDADES:
2

• Levantar informação bibliográfica em indexadores, periódicos, livros, manuais


técnicos e outras fontes especializadas, em meios gráficos e eletrônicos.
• Ler e interpretar comunicações e relatórios na área da Psicopatologia.
• Utilizar o método de observação e outros métodos de investigação psicológica.
• Descrever e interpretar manifestações verbais e não verbais como fontes
primárias de acesso a estados subjetivos.

METODOLOGIA:
• Aulas expositivas.
• Seminários.
• Apresentação de trabalhos.
• Palestras de professores convidados.
• Debate de filmes.

EXPERIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM:
• Leituras.
• Participação em seminários.
• Elaboração de textos sobre os temas estudados.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
• Assiduidade.
• Participação nos seminários.
• Apresentação de trabalhos.
• Elaboração de textos que explicitem a competência do aluno de analisar
processos psicopatológicos.

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO:
• Reelaboração de textos que não explicitem a competência do aluno de analisar
processos psicopatológicos.

PROGRAMA:
• O recalque como operação fundante da estrutura neurótica.
• A formação de sintomas nas neuroses histérica, obsessiva e fóbica.
3

• Neurose e psicose: diagnóstico diferencial.


• Fetichismo e perversão.
• A castração e a cisão do sujeito.
• Os fenômenos psicossomáticos.
• Adições.
• Estados limítrofes.
• Os casos clínicos de Freud.

CRONOGRAMA:

14/3: Apresentação do programa.


21/3: Repressão, de Freud.
28/3: caps. 4 e 5 de Inibições, sintomas e ansiedade, de Freud.
4/4: caps. 6 e 7 de Inibições, sintomas e ansiedade, de Freud.
11/4: Neurose e psicose e A perda da realidade na neurose e na psicose, de Freud.
18/4: Fetichismo e A divisão do ego no processo de defesa, de Freud.
25/4: Quando o simbólico falha em recobrir o somático: um estudo das neuroses
atuais, em Freud, de Weinmann; e Psicossomática: duas abordagens de um mesmo
problema, de Capitão e Carvalho.
2/5: Do ideal ascético ao ideal estético: a evolução histórica da anorexia nervosa, de
Weinberg; e Estudos psicanalíticos sobre anorexia: quando se come “nada”, de Fuks e
Pollo.
9/5: Contribuições para a clínica psicanalítica com adolescentes usuários de drogas e
toxicômanos, de Torossian; e Psicanálise e redução de danos: articulações possíveis?,
de Conte.
16/5: palestra com a Profa. Dra. Milena da Rosa Silva sobre casos limítrofes. Leitura
indicada: A problemática do falso self em pacientes de tipo borderline: revisitando
Winnicott, de Naffah Neto.
23/5: Semana Acadêmica.
30/5: Fragmento da análise de um caso de histeria, de Freud.
6/6: Análise de uma fobia em um menino de cinco anos, de Freud.
13/6: Notas sobre um caso de neurose obsessiva, de Freud.
20/6: História de uma neurose infantil, de Freud.
4

27/6: A psicogênese de um caso de homossexualismo numa mulher, de Freud. Entrega


do trabalho final.
4/7: Avaliação da disciplina.
11/7: Recuperação.

BIBLIOGRAFIA:

American Psychiatric Association (2002). DSM-IV-TR: manual diagnóstico e


estatístico de transtornos mentais. 4. ed. Porto Alegre: Artes Médicas.
Capitão, C.; Carvalho, E. (2006). Psicossomática: duas abordagens de um mesmo
problema. In: PSIC – Revista de psicologia da Vetor Editora [online], São
Paulo, v. 7, n. 2, p. 21-29, jul./dez. Acessado em 21 de janeiro de 2011, em:
http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psic/v7n2/v7n2a04.pdf.
Conte, M. (2004). Psicanálise e redução de danos: articulações possíveis? In: Revista da
Associação Psicanalítica de Porto Alegre, Porto Alegre, v. 11, n. 26, p. 23-33,
abr.
Dalgalarrondo, P. (2008). Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. 2. ed.
Porto Alegre: ArtMed.
Freud, S. (1996). Fragmento da análise de um caso de histeria (1905). In: Edição
standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de
Janeiro: Imago. v. 7.
Freud, S. (1996). Análise de uma fobia em um menino de cinco anos (1909). In: Edição
standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de
Janeiro: Imago. v. 10.
Freud, S. (1996). Notas sobre um caso de neurose obsessiva (1909). In: Edição standard
brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro:
Imago. v. 10.
Freud, S. (1996). Repressão (1915). In: Edição standard brasileira das obras
psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago. v. 14.
Freud, S. (1996). História de uma neurose infantil (1918). In: Edição standard brasileira
das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago. v.
17.
5

Freud, S. (1996). A psicogênese de um caso de homossexualismo numa mulher (1920).


In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund
Freud. Rio de Janeiro: Imago. v. 18.
Freud, S. (1996). Neurose e psicose (1924). In: Edição standard brasileira das obras
psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago. v. 19.
Freud, S. (1996). A perda da realidade na neurose e na psicose (1924). In: Edição
standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de
Janeiro: Imago. v. 19.
Freud, S. (1996). Inibições, sintomas e ansiedade (1926). In: Edição standard brasileira
das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago. v.
20.
Freud, S. (1996). Fetichismo (1927). In: Edição standard brasileira das obras
psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago. v. 21.
Freud, S. (1996). A divisão do ego no processo de defesa (1940). In: Edição standard
brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro:
Imago. v. 23.
Fuks, B.; Pollo, V. (2010). Estudos psicanalíticos sobre anorexia: quando se come
“nada”. In: Revista latinoamericana de psicopatologia fundamental [online],
São Paulo, v. 13, n. 3, p. 412-424, set. Acessado em 21 de janeiro de 2011, em:
http://www.scielo.br/pdf/rlpf/v13n3/a03v13n3.pdf.
Naffah Neto, A. (2007). A problemática do falso self em pacientes de tipo borderline:
revisitando Winnicott. In: Revista brasileira de psicanálise [online], v. 41, n. 4,
p. 77-88, dez. Acessado em 21 de janeiro de 2011, em:
http://pepsic.homolog.bvsalud.org/pdf/rbp/v41n4/v41n4a08.pdf.
Organização Mundial da Saúde (2008). CID-10. 8. ed. São Paulo: Edusp.
Torossian, S. (2003). Contribuições para a clínica psicanalítica com adolescentes
usuários de drogas e toxicômanos. In: Revista da Associação Psicanalítica de
Porto Alegre [online], Porto Alegre, v. 11, n. 24, p. 61-74, mai. Acessado em 26
de janeiro de 2011, em:
http://www.appoa.com.br/download/Revista24%202.PDF.
Weinberg, C. (2010). Do ideal ascético ao ideal estético: a evolução histórica da
Anorexia Nervosa. In: Revista latinoamericana de psicopatologia fundamental
[online], São Paulo, v. 13, n. 2, p. 224-237, jun. Acessado em 21 de janeiro de
2011, em: http://www.scielo.br/pdf/rlpf/v13n2/05.pdf.
6

Weinmann, A. (2005). Quando o simbólico falha em recobrir o somático: um estudo das


neuroses atuais, em Freud. In: Pulsional: revista de psicanálise, São Paulo, v.
18, n. 182, p. 74-85, jun.