Vous êtes sur la page 1sur 7

Glossário - Termos técnicos:

Nome: Gilsimar Farias


Curso: Técnico de Informática Desenvolvimento de Sistemas
Turno: Noturno

Administrador Linux

System Administrator Administrador de Sistema É aquele que instala,


configura e faz a manutenção
do sistema
Argument Argumento Um parâmetro que controla a
operação de um programa ou
comando.
Exchange Area Área de Troca Partição especial ou arquivo
necessários para a alocação
temporária de páginas da
memória, fornecendo maior
rapidez de acesso
Library Biblioteca Coleção de rotinas que
executam operações que são
requisitadas por diversos
programas. Podem ser
compartilhadas, significando
que as suas rotinas residem
em arquivos diferentes do
programa que as utiliza
Path Caminho um caminho que indica a
localização de um arquivo ou
diretório.O caminho é um
caminho absoluto se ele
fornece o caminho completo,
começando com o diretório
raiz e incluindo cada
subdiretório. Caso contrário, o
caminho é um caminho
relativo.
System Call Chamada ao Sistema É uma rotina que executa uma
função de baixo nível durante
o processamento de um
programa.
Encryption Criptografia Processo pelo qual se esconde
o conteúdo do arquivo contra
acessos de terceiros. Muito
utilizado em transações feitas
pela Internet (por exemplo
cartão de crédito). Utiliza
chaves para garantir a
segurança dos dados.

Home directory (home) Diretório inicial(home) um diretório oferecido para


arquivo e diretórios pessoais
de um usuário
Distribution Distribuição Uma distribuição que pode ser
distribuída por qualquer
empresa especializada em
Linux. Não difere das outras
distribuições quanto a
características do Linux.
Dependencies Dependências Dependências são requisitos
existentes entre os pacotes
(veja Pacote). Alguns pacotes
podem depender de outros
para ser instalados, e com
isso programas que
manipulam pacotes (veja
RPM) não instalam pacotes
com dependências não
resolvidas.
Devices Dispositivos Existem dois tipos de
dispositivos: de bloco e de
caractere. Um dispositivo de
bloco armazena em blocos de
tamanho fixo, cada um deles
com o endereço próprio (o
disco rígido é um exemplo).
Um dispositivo de caractere
libera ou aceita um conjunto
de caracteres sem
endereçamento,
desrespeitando a estrutura de
bloco (por exemplo, um
mouse). Os dispositivos
podem ser acessados no Linux
através do diretório /dev.
Domain Domínio Um grupo de computadores e
dispositivos em uma rede que
são administrados como uma
unidade, com regras e
procedimento comuns. Dentro
da Internet, domínios são
definidos pelo endereço IP
(veja IP). Tudo que faz parte
de um endereço IP faz parte
de um mesmo domínio.
Geralmente, o endereço IP é
representado por um nome de
domínio (por exemplo,
conectiva.com.br), mas um
nome de domínio pode
representar vários endereços
IP.
Emulate Emular Capacidade de um programa
ou dispositivo imitar outro
programa ou dispositivo. Um
exemplo de emulação são
impressoras que emulam um
outro tipo de impressora, e
que podem, por isto, realizar
operações que são feitas na
impressora verdadeira.
Softwares de comunicação
frequentemente oferecem
drivers de emulação de
terminal para que a máquina
possa emular um terminal em
particular.
IP Address Endereço IP Veja IP.

Export Exportar Um modo de formatar dados


para que possam ser
utilizados por outra aplicação.
Este termo é utilizado também
quando se deseja que uma
certa
aplicação/máquina/diretório/si
stema de arquivos possa ser
visualizada por outra
máquina. A ação contrária é
chamada de importar.

Format Formatar Preparar uma mídia


(geralmente um disco rígido
ou um disquete) para leitura
ou escrita. Durante o processo
de formatação o sistema
operacional remove a
informação contida na mídia,
testa o disco para verificar a
sua confiabilidade (verificando
as partes danificadas da
mídia) e cria novamente um
sistema de arquivos para a
utilização da mídia.
Recomenda-se a formatação
da mídia antes de utilizá-la.
Group Grupo Forma de assinalar direitos
específicos para uma certa
classe de usuários. Por
exemplo, todos os usuários
que estejam trabalhando em
um projeto X podem ser
adicionandos ao grupo de
nome projX. Podem ser
configuradas permissões de
acesso ao grupo e recursos do
sistema, como, por exemplo,
espaço em disco.
Image Imagem Pode denotar, primeiramente,
um formato gráfico. Outro
significado para imagem é
quando se refere a um
arquivo imagem. Este arquivo
contém uma cópia exata (ou
seja, a imagem) do conteúdo
do disquete. Como o disquete
contém informações do
sistema de arquivos além dos
dados contidos nos arquivos,
o arquivo de imagem não tem
utilidade até que seja gravado
em um disquete. Ele serve
para criar ou recriar um
disquete de inicialização.
Startup Inicialização É a sequência de operações
executadas a partir do
momento em que o
computador é ligado, até o
sistema estar pronto para a
sua utilização.
Graphical interface Interface gráfica É o seu ambiente de trabalho,
que contém janelas
executando programas e
tarefas. A interface gráfica, na
maioria das vezes, é
controlada pelo mouse.
Command Line Linha de comando Ambiente do shell (veja
Shell), onde os caracteres são
lidos através da sua interface
e interpretados. Qualquer
processo executado em um
shell pode ter sua própria
linha de comando (por
exemplo, parâmetros de um
comando).
Memory Memória Local para armazenamento e
acesso (geralmente rápido) de
dados. Existem dois tipos de
memória: Física, que consiste
numa séria de chips (veja
RAM) e a Virtual, que consiste
na utilização de certas partes
do disco rígido como memória
Module Módulo No Linux, um módulo é uma
coleção de rotinas que
executam funções de sistema,
podendo ser dinamicamente
carregados e descarregados
do kernel em execução.
Normalmente contém
programas de controle de
dispositivos e são bastante
dependentes do kernel.
Runlevels Níveis de execução Também conhecidos como run
levels, descrevem um certo
estado operacional de seu
sistema, e este se comporta
de maneira diferente em cada
nível de execução.
Browser Navegador Programa que traduz uma
página web e lhe mostra na
tela através da interação do
usuário,
Package Pacote Arquivo que contém um
software e possui um formato
particular que visa facilitar a
sua instalação, atualização ou
remoção.
Manual Pages Páginas de Manual É uma forma de
documentação. Também
conhecidas como man pages,
são páginas com descrições
sobre comandos e programas
em geral existentes nos
sistemas UNIX e Linux. Para
informações sobre um
comando, basta digitar man
comando.
Permission Permissão Conjunto de identificadores
que controla o acesso aos
arquivos. No Linux as
permissões são controladas
por três campos: usuário
(acesso do dono dos
arquivos), grupo (acesso de
um grupo a um conjunto de
arquivos) e outros (todos
aqueles que não se encaixam
em nenhum dos casos
anteriores). Cada campo
possui um conjunto de três
bits (acesso à leitura, escrita e
execução).
Mount Point Ponto de Montagem Um diretório sob o qual um
sistema de arquivos pode ser
acessado após ter sido
montado.
Process Processo Também chamado muitas
vezes de job, um processo
pode ser considerado uma
instância de um programa ou
de um comando em execução
em um sistema Linux.
Protocol Protocolo Conjunto de regras que
organizam e sincronizam a
comunicação entre várias
máquinas, tanto em nível de
software como de hardware.
Veja FTP e HTTP
Reset Reinicializar Também conhecido como
Reset. É a ação que faz com
que a máquina volte ao
estado inicial e recomece o
processo de inicialização. É
também uma interrupção
rápida da energia elétrica que
faz com que a máquina
reinicie a partir do zero.
File System Sistema de Arquivos É o método de
armazenamento das
informações no disco rígido.
Diferentes sistemas
operacionais usam diferentes
sistemas de arquivo,
dificultando um pouco o
compartilhamento do
conteúdo. Em sua maioria os
sistemas de arquivo são
estáticos, mas outros são
dinâmicos, como o sistema de
arquivos /proc, que produz os
dados dinamicamente a partir
dos dados disponíveis no
kernel.
X Window System Sistema de Janelas X Chamado muitas vezes de
Sistema X ou apenas X (X
Window System), consiste em
uma coleção de programas,
protocolos e rotinas que
organizam e mantêm a
interface gráfica para o
usuário. É utilizado na maioria
das plataformas UNIX e
clientes também podem rodar
em outros sistemas de janelas
populares. O protocolo X
permite que aplicações
possam rodar tanto na
máquina local como através
da rede, provendo
flexibilidade em
implementações
cliente/servidor.
Superuser Superusuário É a conta utilizada pelo
administrador do sistema para
o acesso a arquivos e à
manutenção e configuração do
sistema. Também conhecida
como conta de root.
Internationalization Internacionalização Ato de projetar e escrever
programas que podem ser
facilmente configurados para
interagir com o usuário em
mais de um idioma.
Frequentemente denominada
"i18n", em razão do número
de letras entre o i inicial e o n
final
Disassemble Desmontar Ato de impedir ou finalizar o
acesso a um sistema de
arquivos (veja Sistema de
arquivos). O ato contrário é
chamado de montar.
Root Directory Diretório Raiz o único diretório que não tem
nenhum diretório pai.Todos os
outros diretórios são filhos.
Account Conta Criada pelo administrador do
sistema, uma conta é a
combinação do nome de
acesso do usuário mais sua
senha.
Customer Cliente É o computador que envia as
solicitações ao servidor.

© linuxnarede - Todos os direitos reservados.


Linux é uma marca registrada de Linus Torvalds.

Linux Guia do Administrador do Sistema.

Editor: Rubens Prates


Novatec Editora Ltda.