Vous êtes sur la page 1sur 3

» APARECIDA DA BABILÔNIA

Ter, 14 de Agosto de 2007 11:16

Nesta quarta, dia de Nossa Senhora Aparecida da Babilônia, o Santuário espera receber
cerca de 30 mil fiéis e visitantes de São Carlos e região que prestarão suas homenagens à
santa. Ao longo do dia, serão realizadas cinco missas. Toda a infra-estrutura necessária à
realização dessa tradicional festa, desde a mobilização de agentes de trânsito até a
disponibilização de guias de turismo, já foi providenciada pela Prefeitura. Em 2008, o Santuário
vai receber investimentos que ultrapassam R$ 820 mil.

BABILÔNIA ESTÁ PREPARADA PARA RECEBER DEVOTOS

O Santuário de Nossa Senhora Aparecida da Babilônia já está preparado para receber os fiéis,
que vão prestar nesta quarta, dia 15, suas homenagens à santa. A organização espera receber
30 mil pessoas de São Carlos e região. Cinco missas serão realizadas durante todo o dia: às
7h, 9h, 11h, 13h, 15h e 17h, sendo que a celebração das 11h terá a participação do bispo Dom
Paulo Sérgio Machado. A Prefeitura oferece infra-estrutura necessária para a organização da
festa, mobilizando agentes de trânsito, guardas municipais, Defesa Civil, fiscais e a equipe do
SAMU. O Departamento de Fomento ao Turismo disponibilizará guias que darão o apoio
necessário durante os festejos.

Segundo o padre José Carlos Frederice, pároco do santuário, mais de 400 pessoas estão
envolvidas na organização da comemoração e toda a renda obtida nesse dia será revertida à
preservação do Santuário. “A festa já é tradição e nós esperamos um aumento significativo no
número de fiéis. Já a empresa de ônibus de São Carlos vai oferecer mais condições de
locomoção às pessoas”, explica. A Viação Athenas Paulista vai disponibilizar transporte das 6h
às 18h. Os coletivos vão partir de 20 em 20 minutos da Praça Antônio Prado (antiga Estação
Ferroviária) e do Santuário. A passagem custa R$ 2,10 e o usuário também pode utilizar o
cartão Bis.

Por conta da vinda de visitantes, as concessionárias de rodovias, a Polícia Militar e a Polícia


Rodoviária também foram acionadas. O trânsito deverá ser monitorado por conta do grande
fluxo de pessoas que visitarão a igreja. A Secretaria de Transporte, Trânsito e Vias Públicas já
disponibilizou agentes de trânsito para orientar a entrada e saída de veículos e o
estacionamento dos carros no local. “Essa festa já é tão tradicional que recebemos pessoas de
toda a área central do Estado e nos preparamos para acolher os fiéis sem transtornos”, disse o
diretor do Departamento de Fomento ao Turismo, Emiliano Saran Azevedo.

1/3
» APARECIDA DA BABILÔNIA
Ter, 14 de Agosto de 2007 11:16

Frederice ressalta que muitos comerciantes se interessaram em montar barracas para a


comercialização de alimentos, artesanato e brinquedos. A estimativa é que aproximadamente
70 barracas sejam montadas no entorno da igreja. “Também reservamos locais para que o fiel
possa se alimentar com tranqüilidade e descansar”, explica.

Investimentos
O prefeito Newton Lima vem lutando para inserir o Santuário da Babilônia no turismo religioso
regional. Tanto é que em julho, durante encontro com a ministra do Turismo, Marta Suplicy,
conquistou a liberação de R$ 452 mil para as obras de urbanização e duplicação do trecho de
1 km que liga a parte interna do Santuário de Nossa Senhora Aparecida da Babilônia à rodovia
doutor Paulo Lauro, a SP-215. O custo total do projeto é de R$ 565 mil, R$ 452 mil liberados
pelo Ministério do Turismo, cabendo ao município uma contrapartida de R$ 113 mil.

Na ocasião, o prefeito lembrou que a comunidade católica e o padre José Carlos estão felizes
pela conquista que já era um compromisso assumido pela Prefeitura durante a visita do
ex-ministro do Turismo Walfrido dos Mares Guia à cidade. “Nós apresentamos essa proposta
sabendo que cada vez mais romeiros vêm a nossa capela da Babilônia, e era necessário
melhorar as condições de acesso ao santuário. A ministra Marta Suplicy considerou a
importância da obra para o turismo da região e nos liberou os recursos. Esse é mais um
presente para as comemorações dos nossos 150 anos e nós damos um passo muito
importante para fortalecer o turismo religioso”, afirmou.

Ainda em julho, Newton Lima recebeu em seu gabinete o deputado estadual Rui Falcão, que
se comprometeu a destinar, por meio de emendas parlamentares, R$ 257 mil para a execução
de obras internas do santuário, que vão resultar em melhorias no estacionamento, sanitários,
via sacra e mirante. O padre José Carlos afirmou, à época, que a cidade e a comunidade
católica estavam em festa. “Estamos comemorando os 150 anos da cidade e 100 anos desta
Diocese. Para o santuário de Nossa Senhora da Babilônia, a liberação dessa verba representa
a atenção e o respeito desse governo com a tradição católica, proporcionando que essa região
seja mais conhecida em todo o Brasil e incentivando, sobretudo, o turismo religioso”, disse.

Na opinião do diretor do Departamento de Fomento ao Turismo, “os recursos vão colaborar


para o fomento do turismo religioso forte em nossa cidade e na região, melhorando a
infra-estrutura turística do local, e a obra de duplicação vai minimizar o problema de
congestionamento que existe durante os eventos no local por ter hoje uma via simples de
trânsito”.

História
Segundo relatos de antigos moradores de São Carlos, houve um incêndio de grandes
proporções no mês de agosto na Invernada e na mata da Fazenda da Babilônia. Não se sabe
ao certo se isso ocorreu em 1860 ou 1870. Na manhã seguinte, pessoas que passavam pelo
local do incêndio notaram que uma árvore permanecia intacta, com galhos e folhas verdes e
com estranho brilho. Ao se aproximarem, viram no pé da árvore uma imagem de Nossa
Senhora da Conceição. Ninguém soube explicar como a imagem e a árvore não foram
atingidas pelo fogo que destruiu cerca de dez alqueires de floresta. Ali mesmo rezaram ao pé
da imagem.

2/3
» APARECIDA DA BABILÔNIA
Ter, 14 de Agosto de 2007 11:16

A partir daquele dia, muitas pessoas das fazendas vizinhas passaram a orar diante da imagem
ao pé da árvore. Com o passar do tempo foi construída uma pequena capela que funcionou até
por volta de 1920. Nessa época foi iniciada a construção da nova igreja, sendo interrompida em
seguida para, novamente em 1944, reiniciar os trabalhos de construção do que hoje é o
santuário dedicado a Nossa Senhora Aparecida da Conceição da Babilônia. O dia 15 de agosto
foi instituído feriado municipal.

(14/08/07)

3/3

Centres d'intérêt liés