Vous êtes sur la page 1sur 24

CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CONTABILIDADE DE
CUSTOS

PROF. JOSUÉ

2011
PROGRAMA
PROFESSOR: Josué Silva
CURSO: Ciências Contábeis – 5º Semestre – Noturno – 2011
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 80 horas

OBJETIVOS

Oferecer aos alunos a iniciação e o desenvolvimento do aprendizado da Contabilidade


de Custos. Desenvolver a capacidade de abordar os conceitos básicos e gerais da
Contabilidade de Custos como sistema de informação e como parte integrante da
Contabilidade Geral. Abordar os conceitos fundamentais no campo da Contabilidade
de Custos para avaliação dos estoques e outros fundamentos que suportarão a análise
de custos.

EMENTA

Introdução à Contabilidade de Custos. Algumas classificações e nomenclaturas de


custos. Esquema básico da contabilidade de custos. Critério de rateio dos custos
indiretos. Contabilidade de custos por departamentalização. Materiais diretos. Mão de
obra direta. Custeio por ordem de produção e custeio por processo. Apresentação do
CPC 16 – Estoques. Aspectos fiscais relativos à avaliação de estoques e apuração de
custos.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE DE CUSTOS


1.1. Introdução à contabilidade de custos
1.2. Integração entre contabilidade de custos, financeira e contabilidade gerencial
1.3. Terminologia contábil – contabilidade de custos

2. ALGUMAS CLASSIFICAÇÕES E NOMENCLATURAS DE CUSTOS


2.1 Classificação dos gastos (despesa, custo, investimento e perda)
2.2 Classificação dos custos (fixo, variável, direto e indireto)

3. ESQUEMA BÁSICO DE APURAÇÃO DE CUSTOS


3.1 1º passo: a separação entre custos e despesas
3.2 2º passo: a apropriação dos custos diretos
3.3 3º passo: a apropriação dos custos indiretos
3.4 Esquema básico de apuração de custos
3.5 Contabilização dos custos

2
4. CRITÉRIO DE RATEIO DOS CUSTOS INDIRETOS
4.1 Critérios de rateio dos custos indiretos
4.2 Aplicação dos custos indiretos de fabricação

5. APURAÇÃO DE CUSTOS POR DEPARTAMENTALIZAÇÃO – CUSTEIO POR ABSORÇÃO


5.1 Por que departamentalizar
5.2 Que é departamento e como se classifica
5.3 Departamento e centro de custos
5.4 Esquema completo da contabilidade de custos
5.5 Contabilização dos custos

6. MATERIAIS DIRETOS
6.1 Material direto – controle e valorização
6.2 Critérios de avaliação dos estoques

7. MÃO DE OBRA DIRETA


7.1 Mão de obra direta – controle e valorização

8. CUSTEIO POR ORDEM DE PRODUÇÃO, E CUSTEIO POR PROCESSO


8.1 Sistema de custeamento por ordem de produção
8.2 Sistema de custeamento por processo

9. APRESENTAÇÃO DO CPC 16 – ESTOQUES


9.1 Detalhamento e aplicação do pronunciamento

10. ASPECTOS FISCAIS RELATIVOS À AVALIAÇÃO DE ESTOQUES E APURAÇÃO DE


CUSTOS
10.1 Conceito e aplicação

MÉTODO DE ENSINO

Aulas expositivas com utilização do quadro branco para demonstração dos conceitos
teóricos, práticos e das tendências atuais.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
MARTINS, Eliseu. CONTABILIDADE DE CUSTOS. 9. ed. São Paulo: Atlas. 2003.
CREPALDI, Silvio Aparecido. CURSO BÁSICO DE CONTABILIDADE DE CUSTOS. 5. ed. São
Paulo: Atlas. 2010.
FERREIRA, José Antônio Stark. CONTABILIDADE DE CUSTOS. 1. ed. São Paulo: Prentice-
Hall. 2007.

3
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
LEONE, George Sebastião Guerra. CURSO DE CONTABILIDADE DE CUSTOS: contém
critério do custeio ABC. 2. ed. São Paulo: Atlas. 2000.
SANTOS, Joel José dos. CONTABILIDADE E ANÁLISE DE CUSTOS. 5. ed. São Paulo: Atlas.
2009.
HANSEN, Don R.; MOWEN, Maryanne M. Gestão de Custos: Contabilidade e Controle.
1. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001.

4
Classificação dos Custos

EXERCÍCIO Nº 1

Ao final de 2009 havia 100 unidades do produto AC no estoque de produtos acabados,


com custos de $4.000,00. Em 2010 foram produzidas 900 unidades desse produto por
$45,00 cada e vendidas 800 unidades por $100,00 cada. Nesse ano de 2010 as
despesas foram de $20.000,00.

Pede-se:
a) O custo dos produtos vendidos.
b) O saldo do estoque de produtos acabados.

EXERCÍCIO Nº 2

Uma empresa Formandos inicia suas atividades em 01/01/2009. Neste ano ocorre o
seguinte:

Compra de matéria-prima $ 50.000,00


Aluguel da fábrica $ 15.000,00
Mão-de-obra Direta $ 30.000,00
Salários administrativos $ 45.000,00
Despesas Comerciais $ 22.000,00
Manutenção da fábrica $ 18.000,00
Consumo de matéria-prima $ 40.000,00

Foram fabricadas 200 unidades do produto AC e vendidas 150 unidades por $ 1.200,00
cada.

Determine:
a) O custo dos produtos vendidos
b) O saldo do estoque de produtos acabados.
c) O lucro operacional. Para isso elabore a DRE

EXERCÍCIO Nº 3

A empresa Cerveja Tatuí teve a seguinte movimentação no período:

 Matérias-primas compradas no período: 400.000,00


 Devolução, no período, de 10% das compras acima
 Mão-de-obra direta do período: 100.000,00
 Custos Indiretos de Fabricação do período: 500.000,00

1
Calcule os valores:

a) Custo da Produção do período;


b) Custo da produção acabada do período;
c) Custo da produção vendida do período, para cada uma das seguintes
alternativas:
I) Não havia estoques iniciais ou finais de produtos acabados ou em elaboração e
nem de matérias-primas;
II) O estoque inicial de matéria-prima era de R$ 80.000,00 no mês, não havendo
outros estoques iniciais ou finais;
III) O estoque inicial de matéria-prima era de R$ 100.000,00, o estoque inicial de
produtos em elaboração era de R$ 250.000,00, o estoque final de produtos acabados
era de R$ 300.000,00 e não havia outros estoques iniciais ou finais;
IV) O estoque inicial de produtos em elaboração era de R$ 100.000,00, o inicial de
produtos acabados, de R$ 50.000,00, o final de produtos em andamento, de R$
120.000,00, o final de matéria-prima, de R$ 160.000,00, e não havia outros estoques
iniciais ou finais;
V) O estoque inicial de matéria-prima era de R$ 80.000,00, o final, de R$
120.000,00, o inicial de produtos em elaboração era de R$ 150.000,00 e o final de R$
200.000,00, o inicial de produtos acabados era de R$ 100.000,00 e o final de R$
180.000,00

EXERCÍCIO Nº 4

Considere que em um determinado mês a produção de ZINCO tenha sido de 1.500


unidades. Os custos incorridos nesse mês foram: fixos = $ 100.000,00 e variáveis = $
200.000,00. Se a produção tivesse sido de 2.000 unidades, qual teria sido o custo total?
Determine também os custos unitários.

EXERCÍCIO Nº 5.1

A Equipamentos de Escritório Timpa Ltda. fabrica e vende arquivos de metais, e iniciou


suas operações em 01/01/2001. Os custos incorridos são os seguintes:
(V = Variável) (F = Fixo)

Matéria Prima 140.000 – V


Mão de Obra Direta 30.000 – V
Energia da Fabrica 5.000 – V
Mão de Obra Indireta 10.000 – V
Mão de Obra Indireta 16.000 – F
Outros Custos Indiretos de Fabricação 8.000 – V
Outros Custos Indiretos de Fabricação 24.000 – F
Despesas Mercadológicas 122.850 – V
Despesas de Atendimentos ao Cliente 40.000 – F
Despesas Administrativos 50.000 – F
2
Os custos variáveis de produção são variáveis em relação às unidades produzidas. Os
demais custos variáveis estão relacionados às unidades vendidas.

As informações dos estoques são:

Inicial Final
(01-01-2001) (31-12-2001)
Matéria Prima Zero quilo 2.000 quilos
Produtos de Fabricação Zero unidades Zero unidades
Produtos Acabados Zero unidades ?

A produção em 2001 foi de 100.000 unidades, e usa-se 2 quilos de matéria-prima para


cada unidade de produto acabado.
As receitas de 2001 foram $ 436.800. O preço de venda por unidade e o preço do quilo
de matéria prima manteve-se estável durante o ano. O valor do estoque de produtos
acabados no fim do ano é calculado pelo custo médio unitário de fabricação para o ano
de 2001. O estoque de produtos acabados em 31-12-2001 era de $ 20.970.

Pede-se:

1. Custo total do estoque de matéria prima em 31-12-2001.


2. Unidades totais de estoque de produtos acabados em 31-12-2001
3. Preço de vendas nas unidades para o exercício de 2001
4. Lucro Operacional para o exercício de 2001 (Apresentar os cálculos)

EXERCÍCIO Nº 5.2

A administração da empresa prevê que para o exercício de 2002 o preço de venda


unitário e os custos variáveis não vão se alterar, e os custos fixos também serão os
mesmos.
São previstas vendas de 122.000 unidades e o estoque final (31-12-2002) de produtos
desejados é de 12.000 unidades.
Suponha que o estoque final de matérias primas e produtos em fabricação seja zero. O
estoque final de produtos acabados é custeado pelo custo médio unitário do ano de
2002. A empresa usa o método PEPS de avaliação dos estoques, e a Administração
pediu que você preparasse uma demonstração de resultados orçada (PRÓ-FORMA)
para o exercício de 2002.

Pede-se:

1. Quantas unidades de produtos acabados deveriam ser produzidos em 2002?


Apresente seus cálculos.
2. Prepare uma demonstração de resultados para o exercício de 2002.

3
Esquema Básico da Contabilidade de Custos

EXERCÍCIO Nº 1

A Cia. “MIMI” iniciou suas atividades em 1 o /01/19x6 e, em 31/12/19x6 o seu


balancete era formado pelas seguintes contas:
* Compras de Matérias Primas 20.000
* Vendas 25.000
* Mão de Obra Indireta 3.650
* Despesas de Entrega 2.000
* Despesas Administrativas 2.500
* Materiais Diversos Consumidos na Fábrica 6.200
* Despesas Com Materiais de Escritório 35
* Equipamentos de Entrega 2.000
* Duplicatas a Receber 4.800
* Depreciação – Equipamentos de Entrega 200
* Depreciação – Equipamentos de Produção 3.000
* Caixa 1.385
* Despesas Financeiras 900
* Depreciação Acumulada – Equip. Produção 1.000
* Depreciação Acumulada – Equip. Entregas 400
* Empréstimos 8.270
* Capital 35.000
* Equipamentos de Produção 15.000
* Mão de Obra Direta 8.000

A empresa fabricou os produtos A, B e C nas seguintes quantidades: A = 75.000 kg; B


= 45.000 kg; C = 30.000 kg. A matéria prima é a mesma para cada produto. O custo de
mão-de-obra direta são alocados aos produtos conforme as horas apontadas de
produção, tendo sido neste ano: A= 3.000 H/hom, B= 2.000 H/hom e produto C= 6.000
H/hm.
Os Custos Indiretos são alocados aos produtos conforme os respectivos custos diretos.

Dados os ajustes:
a) O estoque final de matérias primas foi avaliado em R$ 8.000; e
b) O estoque final de produtos acabados era igual a 40% do total fabricado de
cada um.

Pede–se:

a) Determine o valor da produção de cada um dos três produtos;


b) Determine o valor do estoque final e o lucro bruto para cada um dos três produtos,
sabendo que as vendas foram: R$ 12.000 para o produto A, R$ 7.500 para B e R$ 5.500
para C;

4
c) Abra razonetes com os saldos do balancete dado e contabilize as compras, a
apropriação dos custos dos produtos, sua transferência para estoque e sua baixa pela
venda;
d) Elabore a Demonstração de Resultados de 19x6 e o Balanço Patrimonial de
31/12/19x6.

EXERCÍCIO Nº 2

A Cia. “MARANATA” apresentou em 31/12/2005 o seu balancete com as seguintes


contas:
* Compras de Matérias Primas 30.000
* Mão de Obra Indireta 4.000
* Despesas de Entrega 5.000
* Despesas Administrativas 6.000
* Materiais Diversos Consumidos na Fábrica 6.500
* Despesas Com Materiais de Escritório 40
* Equipamentos de Entrega 3.000
* Duplicatas a Receber 740
* Depreciação – Equipamentos de Entrega 500
* Depreciação – Equipamentos de Produção 3.500
* Caixa 3.000
* Despesas Financeiras 1.000
* Depreciação Acumulada – Equip. Produção 5.000
* Depreciação Acumulada – Equip. Entregas 1.000
* Empréstimos 4.480
* Capital 30.000
* Equipamentos de Produção 15.000
* Mão de Obra Direta 8.000

A empresa apresentou no ano o seguinte mix de produtos, produção mensal e preço


de venda unitário:

PRODUTOS VOLUME PRODUÇÃO VOLUME VENDA PREÇO DE VENDA


Produto A 1.200 1.000 18,00
Produto B 2.000 2.000 9,00
Produto C 3.000 2.500 7,50

A empresa fabricou os produtos A, B e C consumindo as seguintes quantidades: A =


70.000 kg; B = 40.000 kg; C = 40.000 kg. A matéria prima é a mesma para cada
produto. O custo de mão-de-obra direta são alocados aos produtos conforme as horas
apontadas de produção, tendo sido neste ano: A= 3.000 H/hom, B= 2.000 H/hom e
produto C= 5.000 H/hm.
Os Custos Indiretos são alocados aos produtos conforme os respectivos custos de mão-
de-obra Direta.

5
Dados os ajustes:

a) O estoque final de matérias primas foi avaliado em R$ 8.000; e


b) Os estoques iniciais de Produtos Acabados, são os seguintes:

PRODUTOS QUANTIDADE CUSTO UNITÁR CUSTO TOTAL


Produto A 200 16,00 3.200
Produto B 400 6,00 2.400
Produto C 300 4,50 1.350

Pede–se:

a) Determine o valor da produção de cada um dos três produtos;


b) Determine o CPV e o estoque final para um dos três produtos;
c) Determine o lucro bruto para cada um dos três produtos;
d) Abra razonetes com os saldos do balancete dado e contabilize as compras, a
apropriação dos custos dos produtos, sua transferência para estoque e sua
baixa pela venda;
e) Elabore a Demonstração de Resultados de 19x6 e o Balanço Patrimonial de
31/12/19x6.

EXERCÍCIO Nº 3

A Cia. “Nossa Senhora do Carmo” apresenta em X0 as seguintes informações:

A empresa apresentou durante X1 os seguintes movimentos:

* Compras de Matérias Primas 100.000


* Mão de Obra Indireta 50.000
* Despesas de Entrega 20.000
* Despesas Administrativas 40.000
* Materiais Diversos Consumidos na Fábrica 10.000
* Despesas Com Materiais de Escritório 500
* Depreciação – Equipamentos de Produção 15.000
* Despesas Financeiras 2.000
* Mão de Obra Direta 50.000

A empresa apresentou no ano o seguinte mix de produtos, produção mensal e preço


de venda unitário:

PRODUTOS VOLUME PROD. VOLUME VEND P. DE VEND.


Produto A 3.000 4.000 22,00
Produto B 3.000 2.500 50,00

6
A empresa fabricou os produtos A e B consumindo as seguintes quantidades: A =
15.000 kg; B = 5.000 kg. A matéria prima é a mesma para cada produto. O custo de
mão-de-obra direta são alocados aos produtos conforme as horas apontadas de
produção, tendo sido neste ano: A= 4.000 H/hom e B= 6.000 H/hom.

Os Custos Indiretos são alocados aos produtos conforme os respectivos Custos


diretos.

Dados os ajustes:
c) O estoque inicial de matéria-prima foi avaliado em R$ 4.000;
d) O estoque final de matéria-prima foi avaliado em R$ 6.000; e

Os estoques iniciais de Produtos Acabados, são os seguinte:

PRODUTOS QUANTIDADE CUSTO UNITÁR CUSTO TOTAL


Produto A 1.000 38,00 38.000,00
Produto B 1.000 30,00 30.000

Obs: as vendas, as compras e os materiais de consumos serão todos à vista.

BALANÇO PATRIMONIAL DE X0
Ativo Circulante 82.000 Passivo Circulante 20.000
Caixa 10.000 Empréstimo 20.000
Estoque M.Prima 4.000
Prod.Acabados 68.000

Ativo Permanente 135.000 Patrimônio Líquido 197.000


Imobilizado 150.000 Capital 197.000
(-) Depreciação -15000

ATIVO 217.000 PASSIVO + P.L 217.000

Pede – se:
a) Determine o valor da produção de cada um dos três produtos;
b) Determine o CPV e o estoque final para um dos três produtos;
c) Determine o lucro bruto para cada um dos três produtos;
d) Abra razonetes com os saldos do balancete dado e contabilize as compras, a
apropriação dos custos dos produtos, sua transferência para estoque e sua
baixa pela venda;
e) Elabore a Demonstração de Resultados de 19x6 e o Balanço Patrimonial de
31/12/19x6.

7
EXERCÍCIO Nº 4

Na linha de produção da “LIFE ALIMENTOS S.A”, foram produzidas, durante o mês


de agosto de 2007, 100.000 caixas de Vinagre de Vinho Tinto e 200.000 litros de
Vinagre de Vinho Tinto à granel.
Para esta produção foram utilizados 900.000 litros e 200.000 litros respectivamente
de vinho, no valor global de $ 870.000. Sabe-se que, para produzir 100.000 caixas de
Vinagre em Caixa, gasta-se 80% do total de mão-de-obra direta que para produzir
200.000 litros de Vinagre à granel. O total de mão-de-obra direta foi $ 50.000.
Esta empresa utiliza uma máquina que, por problemas de corrosão, tem sua
depreciação alocada em função da matéria-prima utilizada; foi adquirida por $ 594.000
e têm sua vida útil limitada ao processamento de 39.600.000 litros de matéria-prima.
Existem ainda os Custos Indiretos de fabricação, dos quais $ 25.000 são a Supervisão
da fábrica no mês, $ 80.000 são o consumo de energia elétrica, $ 100.000 são a
depreciação das outras máquinas, e outros custos diversos que somam $ 200.000.
Todos esses Custos Indiretos são apropriados de acordo com as horas dispensadas
na fabricação de um e outro produto, sabendo-se que são necessários 30 minutos para
produzir uma caixa de vinagre e 5 minutos para produzir um litro de vinagre a granel.

Pede-se:
Faça um quadro de apropriação dos custos totais aos produtos.

8
Critério de Rateio dos Custos Indiretos - CIF

EXERCÍCIO Nº 1

A Cia. Só Suco de Jundiaí produz sucos de Laranja e Manga em um único


departamento. De acordo com as informações, os custos incorridos foram:

Sucos Sucos
Laranja Manga Total
Mão de Obra Direta 30.000 15.000 45.000
Matéria Prima 125.000 250.000 375.000
Total Custos Diretos 155.000 265.000 420.000
Custos Indiretos Fabricação ? ? 600.000
Custo Total ? ? 1.020.000
Tempo total de fabricação 10.000 h 6.000 h 16.000 h

Pede–se:

a) Complete o mapa de Custo dos Produtos, utilizando quatro diferentes critérios de


rateio.
b) Se o custo fosse tomado como base para fixação do preço de venda, o que
aconteceria com cada produto?

EXERCÍCIO Nº 2

Uma empresa fabricante dos Produtos Alto, Médio e Baixo, teve os seguintes custos e
despesas no ano de 19x8:

Matéria-prima utilizada $ 450.000,00


Depreciação de equipamentos produtivos $ 90.000,00
Depreciação do prédio da administração $ 15.000,00
Depreciação do imóvel da área comercial $ 25.000,00
Manutenção dos equipamentos de produção $ 45.000,00
Gastos com Marketing $ 20.000,00
Outros materiais de produção $ 210.000,00
Energia elétrica da fábrica. $ 200.000,00
Salário dos executivos $ 300.000,00
Seguros dos equipamentos produtivos $ 60.000,00
Salários e encargos da contabilidade $ 100.000,00
Comissão de vendas $ 200.000,00
Salários e encargos da fábrica $ 900.000,00
Frete de entrega $ 30.000,00
Materiais de escritório da administração $ 5.000,00
TOTAL $ 2.700.000,00

9
Classifique as contas acima em Custos de Produção, Despesas administrativas e
Despesas de Vendas e apure o montante de cada grupo.
A seguir, calcule os custos dos produtos, considerando:

a) Dos salários e encargos da fábrica, 65% correspondem à mão-de-obra direta e 35%


à mão-de-obra indireta.

b) O custo da matéria-prima é alocado aos produtos conforme requisições das Ops,


tendo sido neste ano: produto ALTO= 25% do valor requisitado; produto MÉDIO=
45% do valor requisitado; e produto BAIXO= 30% do valor requisitado.

c) O custo da mão-de-obra direta é alocado aos produtos conforme as horas


apontadas de produção, tendo sido neste ano: produto ALTO= 40% das horas
apontadas; produto MÉDIO= 35% das horas apontadas; e produto BAIXO= 25% das
horas apontadas.

d) Os custos indiretos de fabricação são rateados aos produtos conforme o tempo de


fabricação (considere o custo da mão-de-obra direta como proporção do tempo
apurado).

e) Calcule o custo dos produtos ALTO, MÉDIO e BAIXO do exercício anterior,


considerando que os custos indiretos são rateados aos produtos conforme o custo
da matéria-prima requisitada.

f) Calcule o custo dos produtos ALTO, MÉDIO e BAIXO do Exercício 3, considerando


que os custos indiretos são rateados aos produtos conforme os respectivos custos
diretos.

EXERCÍCIO Nº 3

Temos os seguintes dados de custo, produção e venda:

PRODUTOS
Tênis Sapato
Matéria Prima ($) 276.000 440.000
Mão de Obra Direta ($) 618.500 337.000
C.I.F Total ($) 2.360.000,00
Tempo de Fabricação (Horas) 8.060 6.270
Volume de Produção 107.872 62.468
Volume de Venda 75.500 37.500
Preço Venda Unitário 44,50 54,00

Com base nos dados e informações acima, preparar:

a) Demonstrativo do custo de cada produto apurado pela Contabilidade de


Custos.

10
Obs: O trabalho de rateio do CIF efetuado de forma incorreta pela Contabilidade de
Custo baseou-se na proporção do custo de Mão de Obra Direta.

b) Demonstrativo do custo de cada produto calculado de acordo com a técnica


adequada.

Obs: Os custos variáveis correspondem à 60% do C.I.F


Os Deptos correspondentes aos dados acima estão estruturados para atender uma
demanda de 16.800 horas, sendo 55% em função do produto Tênis.

c) Resultado apurado em cada uma das situações anteriores, a nível de produtos e


total da empresa.

11
Departamentalização

EXERCÍCIO Nº 1

Os custos Indiretos de Fabricação da Cia. Plástico Timpa S.A foram os seguintes


durante fevereiro/2006: Aluguel, $ 50.000; Energia Elétrica, $ 100.000; Materiais
Indiretos, $ 150.000; Mão-de-obra Indireta, $ 200.000.

O aluguel é atribuído inicialmente apenas à Administração Geral da Fábrica.

A energia consumida foi distribuída da seguinte maneira: Montagem, $ 40.000;


Injeção, $ 19.000; Mistura, $ 20.000; Almoxarifado, $ 6.000; Manutenção, $ 5.000 e
Adm Geral, 10.000.

Os materiais indiretos utilizados foram apropriados por meio de requisições de cada


departamento: Montagem, $ 55.000; Injeção, $ 40.000; Mistura, $ 25.000;
Almoxarifado, $ 5.000; Manutenção, $ 20.000 e Adm Geral, $ 5.000.

O total de Mão-de-Obra Indireta foi assim apropriado: Montagem, $ 40.000;


Injeção, $ 50.000; Mistura, $ 30.000; Almoxarifado, $ 5.000; Manutenção, $ 10.000 e
Adm Geral, $ 65.000.

Apurar o Custo Indireto total de cada Departamento e o de cada produto com base
no seguinte:

a) Os Custos da Administração Geral são distribuídos aos demais Departamentos à


base da área ocupada; a Montagem ocupa 35% da área total, a Injeção ocupa
30% da área total, a Mistura ocupa 15% da área total, o Almoxarifado 10% da
área total, a Manutenção 10% da área total.
b) A Manutenção presta serviços somente aos Departamentos de produção e o
rateio é feito à base da produção de cada um. A Mistura, a Injeção e a
Montagem produziram, respectivamente, 25%, 35% e 40% do total.
c) O Almoxarifado distribui seus custos: 25% para a Mistura, 35% para a Injeção e
40% para Montagem.
d) A empresa produz Bacias e Baldes. A Bacia (200.000 u no mês) passa apenas
pela Mistura e Injeção e o Balde (150.000 u no mês) passa por todos os
Departamentos. A distribuição dos custos indiretos da c.c Mistura e c.c Injeção
aos respectivos produtos é feita na base do custo direto.

Bacias Baldes Total


Matéria-prima $ 160.000 $ 250.000 $ 410.000
MOD $ 40.000 $ 50.000 $ 90.000
Total $ 200.000 $ 300.000 $ 500.000

Elaborar o Mapa de Rateio dos Custos Indiretos de Produção e dos Custos Totais e
contabilizar a apropriação dos Custos.

12
EXERCÍCIO Nº 2

A Life Alimentos fabrica 150.000 caixas de Vinagre de Vinho e 100.000 caixas de


Vinagre de Álcool.

Os Custos Diretos referentes a esses produtos, em certo mês, forma: Vinagre de


Vinho, $ 600.000, e de Álcool, $ 200.000. Os custos Indiretos foram os seguintes:
Aluguel, $ 100.000; Energia, $ 50.000; Materiais Indiretos, 300.000, e a Mão de Obra
Indireta, $ 100.000.

Sabe-se que:

a) O aluguel é distribuído aos Departamentos de acordo com suas áreas.


b) O consumo de Energia é medido por Departamento.
c) Os materiais indiretos, a depreciação têm como base de rateio o número de
horas de mão-de-obra total utilizada em cada departamento.
d) A Fermentação e o Envase recebem cada um 45% dos custos da Adm. Geral,
10% dos custos deste último Departamento são apropriados à Manutenção.
e) A Manutenção é realizada por ordem de serviço e, tem se apurado que à
Fermentação cabe 60% e o Envase 40%.
f) A distribuição dos custos indiretos aos produtos é feita em função do total das
horas trabalhadas em cada departamento produtivo:
Fermentação: 4.000 hrs
Envase: 5.000 hrs

Dados coletados no período:


Adm Geral Manutenção Fermentação Envase
Área 500m2 50m2 1.500m2 2.000m2
Consumo Energia 400 Kw 600 Kw 35.000 Kw 45.000 Kw
Horas de MOT 3.000 h 1.600 h 4.000 h 5.000 h

Pede-se:
a) Elaborar o Mapa de Rateio dos Custos Indiretos de Fabricação.
b) Apurar o custo total de cada produto.
c) Contabilizar a apropriação dos custos.
d) Comparar com o custo apurado pela departamentalização sem
departamentalização (rateio com base nos custos diretos)

EXERCÍCIO Nº 3

A Indústria Bicicletas MIMI Ltda., apresenta o seguinte mix de produtos, produção


mensal e preço de venda unitário:

PRODUTOS Volume Produção Volume de Vendas Preço de Venda


CROSS 7.000 8.000 140,0
BIKE 10.000 9.500 105,0
CECI 5.000 5.000 120,0

13
O tempo unitário despendido na fabricação dos produtos, nos dois departamentos
existentes é o seguinte:-

PRODUTOS Depto Montagem Depto Pintura


CROSS 0,70 0,15
BIKE 0,90 0,80
CECI 0,30 0,70

Os custos unitários são os seguintes:

ITENS DE CUSTO CROSS BIKE CECI


Quadro 25,0 35,0 28,0
Peças 30,0 35,0 35,0
MOD 15,0 25,0 20,0
Total 70,0 95,0 83,0

Os custos Indiretos de Fabricação e as Despesas Operacionais, mensais, são os seguintes:

ITENS Custos Indiretos Despesas


Depreciação 90.000
Energia Elétrica 95.000
Mão de Obra Indireta 155.000
Aluguel 200.000
Administrativas 150.000
Despesas com Vendas 148.250
Despesas Financeiras 60.000
Totais 540.000 358.250

Sabe-se que:
a) A depreciação foi apropriado por meio de ativos pertencentes a cada
Departamento, sendo: Compras R$ 2.000; Almoxarifado R$ 5.000; Adm Produção R$
8.000; Montagem R$ 30.000 e Pintura R$ 45.000
b) A energia elétrica consumida foi distribuída percentualmente nos departamentos,
da seguinte forma: Compras 2%; Almoxarifado 5%; Adm. Produção 3%; Montagem
60% e Pintura 30%.
c) A mão de obra indireta foi apropriado de acordo com a folha de pagamento, sendo o
seguinte: Compras R$ 40.000; Almoxarifado R$ 10.000; Adm. Produção R$ 15.000;
Montagem R$ 40.000 e Pintura R$ 50.000.
d) O aluguel é atribuído inicialmente em partes iguais para o Departamento de
Montagem e Pintura.
e) Apurar o Custo Indireto de Fabricação total de cada Departamento e a distribuição
entre os departamentos como segue na tabela abaixo.

Compras Almoxarif. Adm.Prod. Montagem Pintura Total


Compras 10% 10% 35% 45% 100%
Almox. 15% 50% 35% 100%
Adm.Prod 60% 40% 100%
14
f) O critério de rateio do C.I.F para os produtos é com base nas horas de fabricação dos
departamentos produtivos.

Os estoques iniciais de Produtos Acabados, são os seguintes:

PRODUTOS Quantidade Custo Unitário Custo Total


Cross 1.000 80,0 80.000
Bike 600 120,0 72.000
Ceci 300 97,0 29.100

Pede-se:

a) Elaborar o Mapa de Rateio dos Custos Indiretos de Fabricação;


b) Apurar o custo total de cada produto;
c) Apurar o Lucro Bruto para cada um dos produtos;
d) Elabore a Demonstração de Resultados do período;
e) Contabilizar a apropriação dos custos;
f) Comparar o Lucro Bruto que seria apurado a cada produto, sem
Departamentalização, se o rateio fosse à base do custo direto.

15
Materiais Diretos

EXERCÍCIO Nº 1

Uma indústria adquiriu, no ano de 2.004, $ 80.000 de materiais, estando nesse valor
18% de ICMS. Utilizou 80% desse total na elaboração de 16.000 kg de certo produto,
gastando mais $ 40.000 com outros custos. Dessa produção sobraram 25% não
vendidos no fim do ano; a parte vendida rendeu uma receita bruta de $ 100.000, onde
também estão 18% de ICMS.
Em 2.005, a empresa utilizou o restante do material adquirido em 2.004, e com mais
$ 15.000 produziu 4.000 Kg do seu produto. Vendeu essa produção e o que sobrara
não vendido do ano anterior pela receita líquida (excluídos já os 18% de ICMS) de $
44.280.
Contabilize as Operações de 2.004 e 2.005.

16
Mão-de-obra Direta

EXERCÍCIO Nº 1

Com os dados abaixo, determinar o total de custos por hora por homem do
Departamento de Esfriamento da Cia.Anchieta S.A:

 Salário pago para cada um dos três operários: 7,50/hora


 Regime de trabalho de cada um deles: 44 horas/semanais ; entre faltas
abonadas e feriados cada um deixa de trabalhar 12 dias por ano, em média.
 Encargos Sociais da empresa: Recolhimento ao INSS e demais entidades,
Previdência 20,0%; FGTS, 8,5%; Seguro-acidentes do trabalho, 3,0%; Salário-
educação, 2,5%; SESI ou SESC, 1,5%; SENAI ou SENAC, 1,0%; INCRA, 0,2%;
SEBRAE, 0,6%; 13º Salário e férias de 30 dias corridos.
 Os três optaram por receber 1/3 das férias em dinheiro

EXERCÍCIO Nº 2

Com os dados abaixo, determinar o total de custos por hora por homem do
Departamento de Esfriamento da Cia.Anchieta S.A:

 Salário pago para cada um dos três operários: 7,50/hora


 Regime de trabalho de cada um deles: 44 horas/semanais ; entre faltas
abonadas e feriados cada um deixa de trabalhar 12 dias por ano, em média.
 Encargos Sociais da empresa: Recolhimento ao INSS e demais entidades,
Previdência 20,0%; FGTS, 8,5%; Seguro-acidentes do trabalho, 3,0%; Salário-
educação, 2,5%; SESI ou SESC, 1,5%; SENAI ou SENAC, 1,0%; INCRA, 0,2%;
SEBRAE, 0,6%; 13º Salário e férias de 30 dias corridos.
 Os três optaram por gozar as férias 30 dias.

17
Produção por Ordem

EXERCÍCIO Nº 1

A empresa Anchieta S/A usa um sistema de custos por ordem. Os seguintes dados
do mês de Dezembro/05 resumem as operações de produção desse mês.

a) Materiais adquiridos a prazo por $ 18.000 estando nesse valor 18% de ICMS;
b) Materiais requisitados e mão-de-obra utilizada.

Número da O.P Materiais Mão-de-Obra Direta


50 2.600 2.000
51 2.300 900
52 1.000 500
53 3.500 3.000
54 1.500 500
55 2.500 1.200
Para fábrica (CIF) 800 1.000

c) Custo indireto aplicado à taxa de 45% dos custos de materiais;


d) Ordens concluídas: 50, 51,52 e 54;
e) As ordens 50,51 e 52 foram expedidas e os clientes faturadas em $ 9.200, $
5.000 e $ 4.000, respectivamente;
f) Custos indiretos incorridos por conta, $ 3.700;
g) Depreciação das máquinas, $ 1.000;
h) Despesas do período foram de $ 3.000;
i) Venda das OP 50,51 e 52 por R$ 18.700 à prazo, onde estão 18% de ICMS

Pede-se para X1
1) Preparar uma tabela das ordens de produção.
2) Lançar nos Razonetes as transações
3) Montar a DRE (ABS) e o Balanço Patrimonial de X1
4) Montar a DRE (Variável) e o cálculo do P.E.

BALANÇO PATRIMONIAL DE X0
ATIVO PASSIVO
Caixa 15.000 Fornecedores 30.000
Estoque M.Prima 7.000

Ativo Permantente Patrimônio Líquido


Imobilizado 120.000 Capital 100.000
(-) Depreciação 12.000
Total do Ativo 130.000 Total Passivo+P.L 130.000

18
Produção Contínua: Custeio por Processo

EXERCÍCIO Nº 1

A Plast. Garrafa S.A produz garrafas pet de 1 litros para refrigerantes. No 1º


semestre incorreu nos seguintes custos:

Matéria-prima $ 500.000 (aplicada em vários pontos da produção)


Mão-de-obra Direta $ 150.000
Custos Indiretos $ 300.000
Total $ 950.000

Não havia estoques no início do 1º semestre; e nesse semestre conseguiu-se


produzir 5.000.000 unidades, ficando, em 30-6-6x9, 600.000 unidades processadas até
sua metade.

No 2º semestre iniciou-se a produção de outras 6.600.000 de garrafas e conseguiu-


se o término de um total 6.500.000. Restaram ainda, em 31-12-x9, 700.000 unidades
em fase de processamento, num estágio também de 50%. Nesse 2º semestre houve os
seguintes custos:

Matéria-prima $ 600.000 (aplicada em vários pontos da produção)


Mão-de-obra Direta $ 160.000
Custos Indiretos $ 300.000
Total $ 1.060.000

Determine qual foi o custo médio de fabricação do primeiro e do seguindo


semestres e o valor dos estoques finais de produtos em elaboração com base no Preço
Médio.

19
Questionário de Avaliação

O objetivo deste instrumento de avaliação é colher informações sobre os diferentes


aspectos desta matéria. Estas informações são de fundamental importância para o
contínuo aperfeiçoamento de nossa matéria. Os comentários são particularmente
importantes, principalmente ao assinalar Péssimo e Ruim, no sentido de esclarecer
qual foi a maior dificuldade encontrada.

1º Semestre 2011

20