Vous êtes sur la page 1sur 8

O RAPAZ DE BRONZE

ANÁLISE DA OBRA
O RAPAZ DE BRONZE

VOCABULÁRIO:

CAPÍTULO PRIMEIRO

Buxo- arbusto espontâneo que fornece madeira muito dura;


Avencas- planta que nasce espontâneamente; muito cultivada em estufas;
Gladíolos- planta bolbosa com flores;
Caramanchão- construção ligeira de ripas de madeira ou em ferro, coberta com plantas trepadeiras;
Glicínias- planta trepadora;
Tojo- arbusto com espinhos;
Ráfia- fibra ou fio resitente;
Bolbos- corpo da planta que está enterrado;
Muguet- planta com flor;
Nardos- planta com forte perfume;
Campânulas- forma de sino ou de vaso invertido.

CAPÍTULO SEGUNDO

Podar- cortar a rama inútil das árvores, vinhas, etc;


Cetim- tecido de seda ou algodão;
Snob- pessoa presunçosa; convencida;
Melancólico- triste; abatido;
Haste- caule da planta; tronco.

CAPÍTULO TERCEIRO

Gipsofila- planta com pequenas flores brancas ou rosadas;


Grilheta- anel de ferro que existe na ponta de uma corrente;
Garupa- parte posterior do cavalo entre o lombo e a cauda;
Corça- mamífero ruminante conhecido como cabrito-montês.

CAPÍTULO QUARTO

Miosótis- planta de flores azuis;


Losangos- figura geomátrica com dois ângulos agudos e dois obtusos;
Nenúfar- planta aquática de flores brancas, amarelas ou azuis;
Junquilho- planta com flores amarelas, muito aromática.
O RAPAZ DE BRONZE

CAPÍTULO PRIMEIRO- AS FLORES

O JARDIM

- grande
- contém uma grande variedade de flores
- dividido em pequenos jardins de buxo
- tem uma estufa
- tem ruas compridas entre muros de camélias
- tem um pomar, um pinhal e um campo de trigo e papoilas
- tem um grande parque com plátanos, lagos e grutas

AS FLORES E PLANTAS DO JARDIM

- tílias - gladíolos
- bétulas - orquídeas
- rosas - begónias
- magnólias - tulipas
- buxos - nardos
- camélias - glicínias
- avencas - girassóis
- papoilas - cravos
- urze - flores de tojo
- fetos - flor do muguet

O ESPAÇO O TEMPO AS PERSONAGENS

Um jardim maravilhos Incerto; indefinido: As plantas e as flores do jardim


“Era uma vez...” (destacam-se os gladíolos)

TIPO DE NARRADOR- Narrador Ausente;

PRIMEIRO CAPÍTULO:

- É a Introdução da obra (descrição do jardim e apresentação das flores);

- Recursos Expressivos: Personificação- “- Nos jardins antigos- diziam os gladíolos- há sempre


azulejos.”
Enumeração- “ (...) um jardim maravilhoso cheio de grandes tílias,
bétulas, carvalhos, magnólias e plátanos.”
O RAPAZ DE BRONZE

CAPÍTULO SEGUNDO- O GLADÍOLO

No jardim nasce um gladíolo


ainda mais vaidoso que os outros

O seu nome é Gladíolo

GLADÍOLO:

- deseja ser colhido para uma festa, mas não o é;

- fica triste e decide organizar uma festa no jardim.

DIA NOITE DIA NOITE

As flores e as plantas As flores ficam No jardim manda No jardim


estão presas e não se libertas e podem a dona da casa e o manda o Rapaz
mexem (é a sua noite). andar(é o seu dia). jardineiro. de Bronze.

RAPAZ DE BRONZE

é uma estátua que fica é o “rei do jardim” e de dia não se pode autoriza o
numa ilha pequena no todas as plantas mexer, mas de noite Gladíolo a
meio de uma lago. obedecem-lhe. salta, dança e fala. dar a festa.

- Recursos Expressivos: Comparação- “ (...) tem uma casa toda feita de vidros como uma estufa.”
O RAPAZ DE BRONZE

CAPÍTULO TERCEIRO- FLORINDA

ORGANIZAÇÃ
O
DA FESTA

LOCAL MÚSICA ILUMINAÇÃO


Clareira dos Plátanos orquestra de cucos, rãs, pirilampos
pica-paus, rouxinóis,
melros, moscardos,
sapos-tambores.

FLORINDA

- tem sete anos e é a filha do jardineiro;

- por ser uma pessoa e ser muito bonita,


é escolhida para decorar uma jarra na festa

O JARDIM
É UM
LOCAL MÁGICO

de noite as flores e as plantas de dia as flores também falam


saem do seu lugar, falam, dançam, apesar de estarem presas à terra.
saltam...
O RAPAZ DE BRONZE

CAPÍTULO QUARTO- A FESTA

NA FESTA

o Gladíolo está interessado na Tulipa Florinda conhece o Rapaz de Bronze


mas esta recusa-se a dançar com ele e e descobre a magia do jardim.
não lhe dá atenção nenhuma.

O GALO CANTA E TERMINA A FESTA

O Rapaz de Bronze leva Florinda a casa antes do dia nascer


No dia seguinte, Florinda pensa que tudo não passou de um sonho

- Recursos Expressivos: Sensações- Sensação Auditiva: “ Os passos do Rapaz de Bronze faziam


estalar no chão os ramos secos”.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

SALTO NO TEMPO
(um avanço de oito anos)
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

- Tem agora quinze anos

FLORINDA - Numa noite passa pelo Jardim e o Rapaz de Bronze transforma-se e aparece-lhe

- Florinda finalmente acredita em tudo o que viu e passou

*FLORINDA E O RAPAZ DE BRONZE DÃO AS MÃOS E VÃO PASSEAR PELO JARDIM*


O RAPAZ DE BRONZE

SEQUÊNCIA DA HISTÓRIA:

• Apresentação de personagens
(plantas e flores)
PRIMEIRO CAPÍTULO
• Localização da história no tempo
(INTRODUÇÃO)
e no espaço
• Descrição do jardim

• Surgimento do Gladíolo e do
SEGUNDO CAPÍTULO Rapaz de Bronze
(DESENVOLVIMENTO/ • Início e avanço da acção: o
MOMENTO DE AVANÇO) Gladíolo decide organizar uma
festa

TERCEIRO CAPÍTULO • Organização da festa pela


(DESENVOLVIMENTO/ Comissão de Flores
MOMENTO DE AVANÇO) • Apresentação da Florinda

QUARTO CAPÍTULO • Surgimento de Florinda


(DESENVOLVIMENTO/ • Realização da festa
CONCLUSÃO) • Avanço de oito anos no tempo
• Florinda reencontra o Rapaz de
Bronze e a magia do Jardim
O RAPAZ DE BRONZE

PERSONAGENS PRINCIPAIS

O GLADÍOLO O RAPAZ DE BRONZE FLORINDA

Retrato Físico R. Psicológico Retrato Físico R. Psicológico Retrato Físico R. Psicológico

é uma vaidoso lindo, alto justo cabelo simpática


planta com amável e verde íntegro loiro, alegre
flores cor responsável (pois era conciliador olhos azuis incrédula
de laranja invejoso uma amável boca divertida
c/ iniciativa estátua responsável vermelha, sonhadora
sentimental feita de amigo pele macia
mentiroso bronze) e branca

PERSONAGENS SECUNDÁRIAS

- A DONA DE CASA - A ROSA

- O JARDINEIRO - OS BUXOS

- A ORQUÍDEA - O CARVALHO

- A BEGÓNIA - A MÃE DA FLORINDA

- A TULIPA - A GLICÍNIA

- O NARDO - O ROUXINOL

- O CRAVO

CARACTERÍSTICAS DE ALGUMAS PLANTAS E FLORES

Os gladíolos- vaidosos; convencidos; invejosos e mundanos.

Os buxos- tinham uma voz pequenina, húmida e verde e não eram invejosos.

As camélias- sonhadoras; pouco mundanas (não tinham perfume).

As tulipas- simples e elegantes; são plantas nobres.

A flor do muguet- pequeninas mas com um perfume muito forte.