Vous êtes sur la page 1sur 23

COMO CUIDAR DE SEU BONSAI

O QUE PRECISO SABER PARA TER PLANTAS CADA VEZ MAIS BONITAS?

O QUE FAZER? COMO?

LOCAL - REGA - ADUBAÇÃO

Com estes três itens, você já terá garantido 75% de sucesso no cultivo das plantas em
geral. Portanto, é muito importante que se tenha o conhecimento dos mesmos. São
apenas 03 itens, mas tem que ser os 03...

É DIFÍCIL ENTENDER E CUIDAR DAS PLANTAS ?

Não. Cuidar de plantas é extremamente simples. Só é difícil quando a gente não entende
nada sobre o assunto e aí, realmente achamos tudo muito difícil. Mas difícil mesmo, é
"ter" de cuidar de plantas.

LOCAL DE CULTIVO:

ONDE DEVO COLOCAR O BONSAI? POSSO COLOCÁ-LO DENTRO DE CASA?


TEM QUE TOMAR SOL? TEM QUE TOMAR SERENO? PODE TOMAR VENTO?

Ocorrem duas situações quando você adquire ou ganha um BONSAI: A – Você poderá
usá-lo para enfeitar um ambiente e B – Você irá criar ou cultivar esta planta/Bonsai.

Acontece que a maioria dos locais dentro de sua residência que você poderia usá-
lo para enfeitar, não são adequados para que o mesmo viva bem, tendo em vista que
nestes locais, a quantidade de luz na maioria vezes, é insuficiente.

ENTÃO EU NÃO POSSO COLOCAR PLANTAS NESTES LOCAIS?

Pode sim, o que não pode é você querer que elas fiquem nestes locais “inadequados”
por muito tempo, acima de uma semana.

E ONDE É O LOCAL ADEQUADO PARA ELAS?

O local mais adequado para se cultivar uma planta, é um lugar em que as condições de
luminosidade e temperatura sejam no mínimo semelhantes às de uma varanda. Não
importa se é dentro ou fora de casa o que importa é que se tenha uma quantidade luz e
temperatura semelhante à uma varanda.

EXEMPLOS DE LOCAIS PARA SE CULTIVAR PLANTAS:

Em uma varanda, bem próximo de uma janela, na área de serviço, no terraço, sob uma
leve mas leve sombra de uma árvore etc. Ou seja: em locais que se assemelham à
luminosidade de uma varanda. (Local bem claro e quente)

1
Além de colocar suas plantas/BONSAI nestes “locais adequados”, é preciso que as
mesmas recebam diretamente a luz do sol, durante mais ou menos 03 horas por dia.
Pode ser um pouco mais no inverno, um pouco menos no extremo calor do verão. Faça
testes, observe a reação de suas plantas com relação à quantidade de sol e horário.

Você não deverá "dar banho de sol" levando-as para tomar sol. No local em que
estiverem, deve ter luz direta solar pelo período aproximado de três horas. Os raios
solares passam, incidem nas plantas por três horas e "vai embora".

“PARA CRIAR, CUIDAR OU CULTIVAR PLANTAS, É PRECISO CONHECER,


SER DISCIPLINADO E FREQÜENTE, FAZENDO DOS CUIDADOS DE CULTIVO,
UMA ROTINA.”

(Antônio Celso de Castro)

REGA - COMO FAÇO A REGA?

ENTENDA, NÃO EXISTE OUTRA COISA QUE POSSA MATAR UMA PLANTA
RAPIDAMENTE, QUE NÃO SEJA POR ERRO NA REGA OU EXCESSO DE
ADUBAÇÃO. NÃO EXISTE OUTRA FORMA.

E COMO SE REGA UMA PLANTA/BONSAI ?

Comece a regar bem devagar, por cima da terra em volta do tronco, certificando-se de
que a água esteja penetrando por toda área do solo, até que vaze um pouquinho de água
pelos orifícios de drenagem, situados por baixo do vaso. Parece fácil e é, mas você
ainda pode falhar porque existem situações que podem te confundir.

E QUANDO DEVEREI REGAR NOVAMENTE ?

Você só pode regar novamente apenas quando a terra estiver quase seca, atenção:
somente quando a terra estiver “quase” seca. Pode ser que seja todo dia, pode ser dia
sim, dia não. Vai depender do local em que ele estiver e da temperatura deste local.

E COMO SABEREI QUE A TERRA ESTÁ QUASE SECA OU QUE JÁ É HORA DE


REGAR ?

Existem diversas formas de você ver isto. A terra quando está molhada apresenta
brilho, tem coloração mais escura, pode ser perfurada facilmente com um palito e o tato
também denuncia a presença de umidade. Observe ou faça testes com um palito (tipo
picolé), quando a terra está seca, o palito ou qualquer objeto da espessura de um lápis,
tem dificuldade de penetrar no solo. Faça teste pela coloração, molhe a terra seca e
observe a diferença de cor.

2
ADUBAÇÃO - FERTILIZAÇÃO:

O QUE É ADUBAÇÃO E PARA QUE SERVE ?

Adubar uma planta, é fornecer matérias primas nutrientes para que a mesma possa usar
no processo da fotossíntese e produzir o seu alimento. A planta, como qualquer outro
ser vivo têm de se alimentar e isto acontece a partir do processo de fotossíntese.

Adubar rotineiramente uma planta, proporciona à mesma uma resistência às pragas,


doenças e mantém uma aparência vigorosa e saudável.

QUE TIPO OU MARCA DE ADUBO DEVO USAR?

Existem diversas marcas no mercado e o conteúdo básico dos adubos é: Nitrogênio (N)
- Fósforo (P) e Potássio (K), estes nutrientes são definidos em porcentagens nas
instruções de uso ou na composição do produto. Você deve escolher um que tenha os
três nutrientes em proporções semelhantes. Exemplo: Que tenha N.P.K. 10.10.10 -
significa que tem 10% de cada um dos nutrientes. Outro exemplo: N.P.K. 08.06.08.

A partir da escolha do produto você deverá ler as instruções de uso, onde estará citado
qual a quantidade a ser usada, de que forma usar e em qual freqüência.

Obs.: Você nunca deve alterar as quantidades e nem a freqüência de uso dos adubos,
pois a adubação em excesso pode causar enormes prejuízos e a morte da planta.

ADUBAÇÃO ORGÂNICA:

Além de se fazer a adubação mineral, você deve fazer mensalmente uma adubação
orgânica. Use para isto a torta de mamona, encontrada em casa de produtos veterinários
e agrícolas. Peça orientações sobre a quantidade a ser usada ou siga as orientações da
embalagem do produto.

SOCORRO - PRECISO DE AJUDA !!!

Comprei/ganhei um bonsai e parece que ele não está bem. Tenho cuidado dele
direitinho e não sei o que está acontecendo. Será alguma praga? - Será mal-olhado? -
Plantas são complicadas e difíceis de cuidar!

SERÁ QUE SÃO? - VAMOS VER...

Não é incomum ouvir isto das pessoas. Há muitos anos esta mesma história se repete.
Plantas são muito fáceis de cuidar e dão pouquíssimo trabalho. O que acontece na
MAIORIA das vezes, é que não se tem promovido o cuidado adequado ou nenhum.
Seja por falta de conhecimento ou por falta de vontade, dedicação, etc.

3
Recebo muitos e-mails de pessoas com problemas em seus Bonsai's e quando sou
solicitado, nem sempre é possível resolver o problema, pois a planta já está mais pra lá
do que pra cá.

Então, é muito importante que se procure a solução tão logo o problema se apresente.
Nada de "achar" que é isto ou aquilo. As vezes acontece algum desfolhamento nas
plantas e se "achar" que é obra do outono.

--------------------------------------------------------------------------------

QUAIS SÃO AS SITUAÇÕES OU PROBLEMAS MAIS COMUNS?

--------------------------------------------------------------------------------

FOLHAS MURCHAS OU SECAS:

Na quase totalidade dos casos, isto é provocado por deficiência de rega. Esta deficiência
ocorre por falta de rega, freqüência da rega incorreta esquecimentos ou pouca
quantidade de água usada. As pessoas pensam que por ser o Bonsai uma planta pequena
ou "anã", precisa de uma quantidade ínfima de água. Entenda que quando regamos uma
planta, não damos água a ela, nós molhamos toda a terra do vaso para que ela busque a
quantidade necessária. Veja como cuidar do Bonsai

O que fazer então se parte da planta secou? - Saiba que quando ocorre um stress hídrico,
a primeira providencia é tirar o seu Bonsai do sol. Coloque-o em um local bem claro,
fresco, mas sem incidência direta de luz solar. Faça então uma rega generosa, sem medo
e se ela apenas murchou, logo voltará ao normal.

Se há ramos secos ou quase secos, deve-se podar estes até chegar na parte que apresenta
algum sinal de verde ou de vida. O sucesso vai depender do tanto de agressão que a
mesma sofreu. É uma incógnita!

Durante o tempo de recuperação, sem chances de falhar nos cuidados, ok? Se for
possível, procure uma floricultura que provavelmente poderá ajudar, mas não acredite
em grandes providencias por parte destes se não forem entendidos de Bonsai. (Tipo
trocar terra, fazer adubações especiais...)

--------------------------------------------------------------------------------

FOLHAS AMARELADAS

As plantas podem apresentar folhas amarelas ou amareladas por duas razões: Quando se
está amarelando em grande quantidade e caindo, é por falta de rega adequada, pouca
água, porque se esqueceu de regar ou por viagens.

O que fazer se for viajar? - Se for viagem curta, uns 3 dias, basta molhar bastante e
colocar o Bonsai dentro do banheiro que é um dos locais mais frescos da casa. Se for

4
viagem de 8 a 10 dias, molhe bastante, coloque o vaso do bonsai dentro de um saco
plástico qualquer, junte a borda deste saco ao tronco do Bonsai amarre bem firme de
forma que o saco plástico evite a perda de água. Esta providencia é bem segura. E se for
viagem de 4 a 7 dias? R: Amarre o saco. - E se for acima de 10 dias? - Peça alguém para
cuidar.

Folhas levemente amareladas e caindo pouco: Isto acontece por pequenas deficiências
de rega ou por falta de adubação, principalmente a adubação orgânica. Para solucionar,
veja como cuidar do bonsai na parte de adubação.

Pode ocorrer também, folhas levemente amareladas por ataque de nematóides.


(microscópicos vermes no solo) - Você só saberá depois de ter tomado as providencias
anteriores e se desconfiar que pode ser isto, só com a ajuda de um profissional. E-mail-
me!

--------------------------------------------------------------------------------

PULGÕES (BICHINHOS) NOS BROTOS OU FOLHAS:

É uma situação bem comum quando o Bonsai não está em local adequado. Estes
bichinhos ficam sugando a seiva das plantas e exsudam um liquido adocicado que acaba
atraindo pequenas formigas. Estas formigas não atacam os bichinhos, os protegem e se
alimentam deste açúcar.

O que fazer? - Para estes, você pode diluir uma colher de sobremesa de sabão em pó de
qualquer marca em um copo duplo de água (300 ml) e pulverizar o Bonsai com esta
solução. Faça isto semanalmente por umas 3 semanas ou até que eles desapareçam.

Uma correção: Quanto ao sabão em pó, evite estas marcas muito boas. Evite estes que
dizem que removem a mais difícil sujeira. É que certa vez orientei usar um de "qualquer
marca" e por ser este tipo de sabão em pó, praticamente matou as plantas. Bem, eu
entendo de plantas, não de sabão.

--------------------------------------------------------------------------------

INSETOS QUE SE PRENDEM (AGARRADOS) NAS PLANTAS:

Normalmente é a cochonilha que se apresenta assim, além de deixar as plantas


"meladas". Elas podem estar nas folhas ou em ramos novos. O tratamento é um pouco
mais difícil, porque elas têm uma carapaça ou casca, que as protegem dos inseticidas
para plantas. Não é muito comum achar produtos no mercado para combate a esta praga.
Então a melhor solução é procurar uma floricultura e pedir ajuda.

Se quiser tentar por sua conta faça o seguinte: Misture uma colher de sopa de álcool em
duas de água e pincele o local onde elas estão. Repita isto duas vezes por semana até
perceber que sumiram.

5
--------------------------------------------------------------------------------

FOLHAS ENRUGADAS:

Se seu bonsai apresenta as folhas meio enrugadas, isto pode ser por ataque dos pulgões.
Retire estas folhas e aplique a calda de sabão em pó descrita acima.

--------------------------------------------------------------------------------

BICHINHOS DIVERSOS NAS PLANTAS:

É totalmente natural ocorrer infestação de pequenos insetos que ficam sugando a seiva
das plantas e como já foi dito, uma das razões é por causa destas estarem em locais
inadequados. Quando perceber estes bichinhos, use a calda de sabão em pó e se não for
eficiente, você encontra em supermercados e casas de produtos agropecuários,
inseticidas próprios para usar nestes casos.

--------------------------------------------------------------------------------

MINHOCA NA TERRA DO MEU BONSAI:

Minhoca não faz mal nenhum para as plantas. As minhocas adoram o mesmo solo que
as plantas gostam. Portanto, se tem minhocas na terra do seu bonsai, é sinal que a terra é
boa para elas e se é boa para as minhocas, é ótima para as plantas.

--------------------------------------------------------------------------------

MEU BONSAI APRESENTA FOLHAS MANCHADAS:

Fungos e ácaros são responsáveis por manchas nas folhas. Normalmente estas manchas
são da cor marrom. Não é muito fácil encontrar produtos em pequenas quantidades para
combater os fungos. Normalmente usamos fungicidas que são a base de cobre ou
enxofre. Busque ajuda em casa de produtos agropecuários ou em floriculturas. Quando
digo floricultura, tem de ser uma boa floricultura, ok?

--------------------------------------------------------------------------------

MEU BONSAI NÃO ESTÁ TÃO BONITO QUANTO ANTES:

É comum você adquirir ou ganhar um bonsai e após algum tempo ele se apresentar feio,
magro, ralo, etc. - Isto ocorre porque você não cuidou direito, principalmente na questão
de adubação e talvez por falta de poda. Veja sobre adubação. - Veja sobre poda.

--------------------------------------------------------------------------------

6
MEU BONSAI ESTÁ MUITO MAL, ESTÁ TODO SECO, PARECE ATÉ QUE JÁ
MORREU. O QUE DEVO FAZER PARA ELE FICAR BONITO NOVAMENTE ?

Só Deus!

QUER APRENDER A FAZER UM BONSAI?

1 - É claro que não vai ser por aqui e por estas poucas informações, que você se tornará
um "expert" em Bonsai, mas com certeza poderemos lhe passar informações de maneira
que você consiga um resultado que se assemelha a um Bonsai ou a um "pré-Bonsai".
2 - A primeira coisa que você deve fazer é aprender realmente o que é um bonsai e
como cuidar do mesmo. Se você não souber o que é um bonsai e não souber cuidar dele
ou de plantas, não chegará a lugar nenhum, entendeu? Para tanto, acesse os links acima
e estude bastante.

Tentaremos explicar aqui, como modelar ou fazer um bonsai de copa esférica, ou em


forma de escova.

Se não estudar ou aprender o que é um Bonsai e como cuidar do mesmo, não perca
tempo com isto aqui, ok?

O QUE É UM BONSAI?
Bonsai não é uma planta pequena em um vaso de bonsai ou em um vaso raso e que você
já a tem a mais de 3, 5, 8 ou até 10 anos. Pode ter até 100 anos, mas não quer dizer que
seja um Bonsai.

Para que você possa chamar esta sua planta de Bonsai, no mínimo ela deve parecer com
uma árvore em tamanho pequeno. A sua silhueta deve ser semelhante a uma árvore.

E O QUE É UMA ÁRVORE?

O que caracteriza uma árvore, o que faz você reconhecer uma árvore em qualquer lugar
do mundo, é o seu formato: ela tem um tronco, tem os galhos derivando deste tronco e
tem outros ramos mais finos, cheios de folhas formando a sua copa que pode ser
arredondada, levemente triangular ou até mesmo irregular.

Do tamanho total da árvore, pelo menos um terço é composto do tronco e que é livre de
ramos neste terço, ou seja, não ha ramos ou galhos derivando dele. É Claro que se tem
algumas excessões.

FORMA DA COPA X CARACTERÍSTICA DE IDADE

A forma da copa da árvore, denuncia a sua idade. As árvores mais novas, tem a copa em
forma de taça e nas mais velhas, a sua copa apresenta uma forma de V invertido,
semelhante ao acento circunflexo. ( ^ ) - Esta característica é importante, pois ela dá ao

7
seu Bonsai, além de uma forma de árvore, uma impressão de árvore mais velha ou de
um Bonsai mais velho.

É claramente possível verificar a forma da copa deste Bonsai ao lado, em forma de "V"
invertido. Porque você entende que este Bonsai ao lado parece uma árvore? R- Pelo
fato de ter o tronco, ter a copa e ainda, uma linha imaginária do horizonte, formada pela
superfície do solo e pela forma rasa, (bandeja) do seu vaso. O vaso em forma de
bandeja, dá a impressão de linha do horizonte. Se plantado em um vaso mais alto, este
fator ficaria prejudicado.

Um outro detalhe importante a considerar, é a linha horizontal na parte inferior da copa.


Observe na figura do Bonsai acima e veja que a linha inferior da copa é uma reta. Este
fator contribui para nos dar a impressão de um Bonsai mais velho. Por que? - R. - É que
nas árvores mais velhas, os ramos laterais se pendem naturalmente para baixo. É como
se se estivessem "cansados", diferente nas árvores enquanto novas, que tem os ramos
direcionados para cima e ns dando a impressão de uma forma de taça.

No Bonsai de Serissa ao lado, (clique na figura para ampliar) você pode notar que a
forma de sua copa é diferente do Bonsai acima. A copa do Bonsai, pode ser triangular,
arredondada ou até mesmo levemente irregular, mas nos dois exemplos, destacamos que
são importantes: a forma da copa; que pelo menos 1/3 do bonsai seja reservado ao
tronco e que seja livre de ramos neste terço; a linha reta na parte inferior da copa e que
esteja plantado em um vaso plano, raso.

NOSSA PRETENSÃO

Espero que a partir das orientações que estaremos passando, você consiga fazer um
Bonsai semelhante a este ao lado. Veja que a partir de uma "mudinha" é possível
transformá-la em outra planta, oferecendo como resultado, um pequeno, mas gracioso
Bonsai.

O QUE VOCÊ PRECISA PARA COMEÇAR?


1) Saber como cuidar de um Bonsai ou de uma planta;

2) Saber sobre Terra e Adubação;

3) Aprender sobre as podas de formação;

4) Ter disponível algumas ferramentas tais como: 01 podão, tesoura média ou grande,
canivete bem afiado, palito de 25 cm de comprimento da espessura de um lápis (pode
ser de bambu);

8
5) Vaso(s) comum de plástico, tipo uma cuia, medindo uns 20 cm de largura por 15 cm
de profundidade;

6) Terra para plantar, matéria orgânica ou estercos;

7) Aprender a podar raízes e plantar;

8) Escolher a(s) planta(s) para começar.

Não se preocupe, vamos detalhar tudo isto a seguir.

Considerando que você seguiu os meus conselhos e estudou bastante sobre: Local de
Cultivo, Rega, Adubação e sobre Terra, te garanto que tudo ficará mais fácil.

TERRA PARA PLANTAR

Pode ser que você tenha dificuldade para fazer a mistura mais adequada de terra ou
substrato para plantio, por isto darei aqui algumas receitas e você escolhe a que estiver a
seu alcance.

MISTURA A:

1) Uma parte de terra comum farelada ou granulada (marrom ou preta)

2) Uma parte de grãos de areia (quartzo) com tamanho de 3 a 4 milímetros

3) Meia parte de esterco de gado curtido ou húmus de minhoca

ACHA DIFÍCIL? - TENTE ENTÃO A MISTURA B

MISTURA B:

1) Uma parte de terra comum farelada (que não seja fina igual a pó de café)

2) Uma parte de areia lavada, o mais grossa possível

3) Meia parte de esterco de gado ou de húmus de minhoca.

AINDA ACHA DIFÍCIL? - Então desista porque tem coisas mais difíceis pela frente.
rsrs

9
COMO CONSEGUIR TERRA GRANULADA E AREIA EM GRÃOS

TERRA GRANULADA:

1) Você pode peneirar a terra com uma determinada umidade e assim, sobra na peneira
um montão de caroços. Deixe estes secarem e só use estes para plantar. Os caroços
devem ter a espessura de mais ou menos 3 a 5 milímetros. A peneira deve ter uma
malha de 3 milímetros. É chamada em depósitos de material de construção de peneira
de arroz. Para retirar os caroços de tamanho maior que 5 milímetros, use uma peneira de
café, que tem malha de mais ou menos 7 ou 8 milímetros.

2) Você pode ir a campo com uma enxada e escavar o solo procurando terra farelada.
Lembre-se: evite as terras finas tipo um pó de café. Estas terras finas não servem para
plantar N.A.D.A - São um veneno para as plantas!

AREIA GRANULADA:

Talvez seja a parte mais difícil. Você pode usar peneiras de buracos ou malhas
diferentes e selecionar estas areias ou dar a sorte e encontrar alguma já pronta (tipo para
filtro de piscina) - Não serve aquelas branquinhas, pois são calcárias e isto pode ser
prejudicial. Caso seja mesmo difícil, use areia lavada bem grossa. Elimine com peneira
a parte mais fina da areia. A areia também tem muito pó e é ruim para as plantas.

USE UM POUCO A CABEÇA E VOCÊ VAI SE VIRAR.

Observação:

Se for possível, você pode secar a terra granulada em forno de fogão e quando for
misturar tudo, faça com cuidado para que os grãos da terra não se desfaçam de forma
que se preservem grãos.

FERRAMENTAS

10
As Ferramentas para auxilio no plantio são diversas e cada uma delas tem uma função
ou torna mais fácil e menos sacrificante o trabalho. Você poderá necessitar de mais
ferramentas além das aqui relacionadas e quando for o caso você vai adquirindo. Quais
são estas outras ferramentas? - Você saberá, pois sentirá falta de determinado tipo de
ferramenta para maior qualidade ou resultado.

TESOURA

Deve ser de tamanho médio ou grande (20 cm) e deve ser de boa qualidade, pois irá
podar ramos de até 3 mm de diâmetro. O custo delas gira em torno de uns 3,5 dólares.
As de valor menor do que este lhe deixarão bem estressados. Se possível tenha duas,
uma de uns 12 cm e outra de 20 cm de comprimento.

CANIVETE OU PEQUENA FACA

Estes também devem ser de boa qualidade e seu custo pode variar entre 7 a 30 dólares.
Servirão para dar acabamento em poda dos ramos laterais. Quando podamos estes
ramos sem a ferramenta apropriada, (alicate de corte côncavo - que custa por volta de 70
a 90 dólares) ainda sobra um pedacinho deste ramo e com o canivete você retira o
restante deste pedacinho. Serve para outros usos também, por exemplo: fazer
alporquias.

PODÃO

É uma ferramenta para podar ramos de diâmetro entre 5 a 10 ou 12 mm. Seu custo pode
ficar entre 10 a 20 dólares. Esta ferramenta, como as outras, são indispensáveis. Ela
facilita muito a poda nos ramos mais grossos.

PALITO DE BAMBU OU SEMELHANTE

Estes palitos servirão para acondicionar a terra na hora de plantar. Com eles você
poderá socar a terra por entre as raízes e em espaços que podem se formar quando se
está plantando. Eles devem ser de mais ou menos 20 ou 25 cm de comprimento e ter a
espessura de um lápis. (08 mm) - Onde encontrar? - Ora, você mesmo faz!

CAPITÃO GANCHO

É uma ferramenta que se assemelha à "mão" do capitão gancho. Tem a forma da letra L.
Serve para desembaraçar as raízes, soltar a terra por entre as mesmas e outros usos.
Aqui no Brasil você pode improvisar com uma ferramenta encontrada em lojas que
vendem produtos para marceneiros. É um cortador de fórmica e tem um custo por volta
de 2 a 3 dólares. É uma ferramenta importante também.

LAMINA DE SERRA PARA AÇO

Você usará esta ferramenta para serrar ramos laterais e ramos de diâmetro entre 10 a 25
mm. É uma peça que custa por volta de 2 dólares. No Brasil costuma-se chamar esta
lâmina de "segueta".

11
Bem, com estas ferramentas já é possível começar e a medida que sentir necessidade de
outra ferramenta, você poderá compor este "time" depois. Entenda que estas
ferramentas não são as que nós profissionais usamos, mas com certeza atendem e tem
um custo bem acessível. Um jogo de ferramentas profissionais pode custar a partir de
300 dólares. Melhor começar com as listadas acima.

http://www.celsobonsai.hpg.ig.com.br

Nesta seção você conhecerá tudo sobre os cuidados necessários de um BONSAI. Tudo
que é importante para manter sua planta cada vez mais bonita. São informações básicas
que geralmente se adaptam à maioria das espécies de cultivares.
Se você entender e seguir as informações que serão passadas a seguir, terá sucesso com
praticamente todas as plantas independente de ser um BONSAI ou não. Você não irá
falar mais que não tem "mão boa", não dá sorte com plantas, etc. Mas você precisa
estudar realmente, ler e reler várias vezes.
MAS SERÁ QUE VOU TER TEMPO PARA CUIDAR DELAS?
Olha, eu costumo dizer para as pessoas que, se as plantas estão dando muito trabalho, é
porque alguma coisa está errada, pois as plantas dão pouquíssimo trabalho.

É DIFÍCIL ENTENDER E CUIDAR DAS PLANTAS ?

Não, cuidar de plantas é extremamente simples. Só é difícil enquanto a gente não


entende nada sobre o assunto e aí, realmente achamos tudo muito difícil. Mas difícil
mesmo é "ter" de cuidar de plantas.

MAS DIZEM QUE AS PLANTAS MORREM FÁCILMENTE ...

As plantas não morrem facilmente assim, elas são até muito resistentes. Quando você
conhecer um pouco mais sobre elas, vai concordar 100% comigo. Um tiro de canhão
mata facilmente uma pessoa? Sim, e muitas das vezes, quando uma planta morre é
porque teve cuidados que se assemelham a um tiro de canhão. Aí sim, morre fácil.

NECESSIDADES BÁSICAS

O QUE PRECISO SABER PARA TER PLANTAS CADA VEZ MAIS BONITAS? O
QUE FAZER? COMO?

As necessidades básicas de uma planta são:

A – LOCAL DE CULTIVO E ILUMINAÇÃO

B – REGA CORRETA

C – ADUBAÇÃO OU FERTILIZAÇÃO

Com estes três itens você já terá garantido 75% de sucesso no cultivo das plantas em
geral. Portanto, é muito importante que se tenha o conhecimento profundo dos mesmos.
São apenas 03 itens. Mas tem que ser os 03...

12
B - REGA CORRETA - ÁGUA

AQUI MORA O PERIGO. É AQUI QUE SE MATA UMA PLANTA.

A rega correta é a maior dificuldade que a maioria das pessoas têm. Quando não se
sabe regar uma planta, a morte da mesma é rápida. Sua morte pode ocorrer entre 05 a 20
dias mais ou menos.

"COMPREI/GANHEI UMA PLANTA E A MESMA MORREU RAPIDAMENTE,


NÃO DUROU NEM UM MÊS, NÃO SEI O QUE ACONTECEU, EU ESTAVA
CUIDANDO DELA DIREITINHO ... - AH, EU NÃO DOU SORTE COM PLANTAS,
NÃO TENHO MÃO BOA, FOI MAU OLHADO, PLANTAS MORREM À TOA, SÃO
MUITO DIFÍCEIS DE CUIDAR, DÃO UM TRABALHÃO DANADO."

Isso acontece na maioria da vezes porque você errou na rega e, se estivesse cuidando
dela direitinho, é lógico que a mesma não morreria. Se você não concordar com isso, e
aprender definitivamente como regar corretamente uma planta, vai ficar velho/a e
continuar a dizer: "Ah, eu não dou sorte com as plantas, não tenho mão boa, etc, etc."

ENTENDA, NÃO EXISTE OUTRA COISA QUE POSSA MATAR UMA PLANTA
RAPIDAMENTE, QUE NÃO SEJA POR ERRO NA REGA OU EXCESSO DE
ADUBAÇÃO. NÃO EXISTE OUTRA FORMA. A NÃO SER FOGO, BOMBA
ATÔMICA ....

E COMO SE REGA UMA PLANTA/BONSAI ?

Comece a regar por cima da terra em volta do tronco, bem devagar, certificando-se de
que a água esteja penetrando por toda área do solo, até que vaze um pouquinho de água
pelos orifícios de drenagem, situados por baixo do vaso. Parece fácil e é, mas você
ainda pode falhar porque existem situações que podem te confundir. Veja mais
informações a seguir.

E QUANDO DEVEREI REGAR NOVAMENTE ?

Você só pode regar novamente apenas quando a terra estiver quase seca, atenção:
somente quando a terra estiver “quase” seca. Pode ser que seja todo dia, pode ser dia
sim, dia não. Vai depender do local em que ele estiver e da temperatura deste local.

"MOLHE BASTANTE ATÉ QUE VAZE ÁGUA POR BAIXO DO VASO E SÓ


REGUE NOVAMENTE QUANDO A TERRA ESTIVER QUASE SECA."

13
E COMO SABEREI QUE A TERRA ESTÁ QUASE SECA OU QUE JÁ É HORA DE
REGAR ?

Existem diversas formas de você ver isto. A terra quando está molhada apresenta brilho,
tem coloração mais escura, pode ser perfurada facilmente com um palito e o tato
também denuncia a presença de umidade. Observe ou faça testes com um palito (tipo
picolé): quando a terra está seca, o palito ou qualquer objeto da espessura de um lápis,
tem dificuldade de penetrar no solo. Faça teste pela coloração, molhe a terra seca e
observe a diferença de cor.

CERTA VEZ FUI MOLHAR UM BONSAI E A ÁGUA NÃO QUERIA PENETRAR


NO SOLO. - PORQUE ISTO ACONTECE ?

Isto acontece porque a terra já está quase seca ou já está seca. Por isso é que a
orientação da rega é: “molhe devagar, em volta do tronco, certificando-se de que a água
esteja penetrando no solo ...”

Caso a terra tenha secado muito, você poderá ter uma dificuldade maior para regar,
porque quando a terra seca, a água penetra no solo com muita dificuldade. Neste caso
você tem uma outra opção para molhar a terra: mergulhe o vaso em uma bacia ou
tanque com água, até que cubra a superfície do solo, deixe aí por uns 2 minutos e o
trabalho da rega estará terminado. Ou então, “molhe devagar, em volta do tronco...”

POSSO OU DEVO MOLHAR A TERRA COM PULVERIZADOR ?

Acho que não é confortável o uso de pulverizadores para regar plantas, porque se você
tiver de usar meio litro de água para fazer a rega, terá que dar umas cem bombeadas.
Não demora, seu braço ficará igual ao do POPEYE. Mesmo porque, é muito mais
rápido e fácil, usar um regador de bico fino. Tente com um regador de bico fino e você
verá a diferença.

É PRECISO MOLHAR TAMBÉM AS FOLHAS ?

Molhar as folhas pode ser interessante sim. Primeiro: você pode molhar as folhas
apenas para lavá-las, tirar a poeira. Você pode fazer isto uma a duas vezes por mês.
Você pode usar uma mangueira e direcionar o jato de água nas folhas com um certo
cuidado.

A Segunda razão de se molhar as folhas é para manter um índice de umidade maior e


suas plantas agradecerão. Você pode pulverizar com água até 03 vezes por dia (isto se
der conta), durante aqueles dias de muito calor no verão. Entenda também que isto não é
uma providência indispensável.

Você não deve molhar as folhas de plantas da família dos pinheiros (pinus, tuias,
juníperus, coníferas em geral). Para as plantas desta família você pode ou deve apenas
lavar as folhas 01 ou 02 vezes por mês.

OUVI DIZER QUE NÃO SE PODE MOLHAR MUITO UMA PLANTA, ISSO É
VERDADE ?

14
Depende, primeiro você precisa saber o que é muita água para as plantas. O excesso de
água ocorre não é pela quantidade de água que você usa. Você pode usar 01 litro, 02, 05
e até 1000 litros e isto não vai fazer mal para as plantas, vai fazer mal é para o seu
bolso.

O excesso de água ocorre quando você faz a rega antes da hora, ou seja: a terra ainda
está molhada e você rega novamente, a terra ainda está molhada e você rega... Fazendo
isto continuamente entre 05 a 10 dias a planta poderá começar a sentir e persistindo,
certamente irá morrer. - Manter a terra constantemente úmida é que faz mal para as
plantas.

“MOLHE BEM, BASTANTE, ATÉ QUE VAZE PELOS ORIFÍCIOS DE


DRENAGEM SITUADOS NA PARTE INFERIOR DO VASO E SÓ REGUE
NOVAMENTE QUANDO A TERRA ESTIVER QUASE SECA.”

Mas cuidado para não deixar a planta passar sede também...

DÁ PARA INFORMAR QUANDO DEVO MOLHAR? SE É DIARIAMENTE, DIA


SIM, DIA NÃO, ETC.

É muito difícil acertar a freqüência de rega de uma planta quando a mesma não está com
a gente, pois a freqüência da rega vai depender do local em que a mesma está, da
temperatura deste local e da quantidade de sol que a mesma recebe. - Mas como
referência e apenas como referência, vou dar algumas dicas: - Se a sua planta está no
melhor local possível (veja item “Local de Cultivo”), é bem provável que você deverá
regá-la diariamente no verão. Se o local não é tão satisfatório, talvez a rega seja dia sim,
dia não ou de dois em dois dias. Isto é uma apenas uma referência.

MAS EU CUIDEI DIREITINHO DAS MINHAS PLANTAS, SEGUI TODAS AS


ORIENTAÇÕES DE REGA E MESMO ASSIM ELA SENTIU OU MORREU. O
QUE ACONTECEU?

Volto a dizer, se você tivesse cuidado de sua planta direitinho, é lógico que ela não
morreria. Pode ter havido algo que te fez confundir. Vamos dar alguns exemplos de
situações que podem confundir as pessoas:

A – Quando duas pessoas cuidam do Bonsai.

É muito comum ocorrer problemas nesta situação, porque não se tem um único
responsável e aí pode acontecer de um achar que o outro já molhou a planta ou, molhar
mais do que deveria etc.

B – Quando a terra do Bonsai chega a secar.


Quando isto acontece você tem uma certa dificuldade para regar a planta, pois neste
caso a água tem dificuldade de penetração no solo e caso coincida estar com pressa
neste dia, pode ser que a mesma não seja regada adequadamente. Pode coincidir
também que neste dia fez um extremo calor e você esquecer de molhar no dia seguinte.
Olhe não pense que estas coisas não vão acontecer com você.
C – Pela forma que o Bonsai é plantado.

15
Quando plantamos o BONSAI, deixamos a terra no mesmo nível ou até acima da borda
do vaso. Assim, na hora de regar você tem uma certa dificuldade, pois a água não
penetra rapidamente no solo, passando a vazar por cima da borda do vaso e,
conseqüentemente, não molhando a terra na parte mais profunda, deixando as raízes
sem água. É como se não tivesse regado a planta. Esta forma de plantio é correta, por
isso deve-se regar devagar, certificando-se de que a água esteja penetrando na terra, até
vazar por baixo do vaso.

D – Quando se fica totalmente perdido/a.

Já aconteceram vários casos de alguém dar tanto valor ao Bonsai e ficar totalmente
perdido/a. Mesmo tendo esta pessoa experiência em lidar com plantas, com o BONSAI
parece que esqueceu tudo o que já sabia. Fica tão perdida que já não sabe nem mais
regar uma planta ou faz coisas sem necessidade, achando que com o BONSAI, os
cuidados são diferentes. Relaxe, pois as plantas são muito resistentes, dão pouquíssimo
trabalho e, no caso do BONSAI, os cuidados são semelhantes às outras plantas.

“PARA CRIAR, CUIDAR OU CULTIVAR PLANTAS, É PRECISO CONHECER,


SER DISCIPLINADO E FREQÜENTE E FAZER DOS CUIDADOS DE CULTIVO
UMA ROTINA.” (Antônio Celso de Castro)

OUTROS PROBLEMAS COM PLANTAS, RELACIONADOS À REGA DAS


MESMAS

1 – Você leu pouco sobre como cuidar ou como regar e não entendeu o assunto.

2 – Se você entendeu, não está seguindo as orientações.

3 – Tem o caso das pessoas desleixadas e esquecidas.

4 – Tem o caso das pessoas que não estão nem aí.

5 – Existe também uma situação muito comum, que acontece quando você ganha um
BONSAI em determinada época em que você está muito absorvido/a com alguma coisa
tipo: fazendo vestibular, época de Natal ou outras festas, próximo de fazer uma viagem,
enfim. “Que lindo Bonsai, adorei ter ganhado! Há muito tempo que eu queria um
BONSAI, muito obrigado. Vou colocá-lo aqui em cima da mesa. Nossa como ficou
lindo...” Passados 5 dias, “nossa o BONSAI está estranho, o que será? - Gente, esqueci
de regá-lo”

6 – Quando você viaja e deixa com alguém para cuidar. São poucos os casos em que a
pessoa que fica responsável pelo cuidado do BONSAI na sua ausência, dê conta do
recado. Isto acontece porque esta pessoa, às vezes, não sabe cuidar de plantas ou porque
não colocou o BONSAI nas suas atividades rotineiras. Acho melhor passar para alguém
que saiba, para uma floricultura ou mande para o "Hotel do Bonsai", que vai cuidar do
mesmo na sua ausência.

7 –Tem o caso das pessoas que leram pouco sobre o assunto e acham que sabem tudo.
Quando ocorre o problema com o Bonsai: “Não sei o que está acontecendo, estou
cuidando dele direitinho, este negócio é muito complicado, esse "trem" morre à toa!”

16
Por favor me ajude aí, pois eu vivo do BONSAI. Não existe nada de complicado, difícil,
nem trabalhoso e as plantas não morrem à toa. São até difíceis de morrer!

COISAS CURIOSAS QUE JÁ OUVI AS PESSOAS DIZEREM, PERGUNTAREM


OU COMENTAREM SOBRE O BONSAI

“O BONSAI É LINDO NÉ ... MAS MORRE À TOA”

“OLHA EU ADORO BONSAI, JÁ TIVE TRÊS, MAS TODOS JÁ MORRERAM E


OLHA QUE EU CUIDAVA DELES DIREITINHO... - E EU TENHO UM LÁ EM
CASA, JÁ TEM UM TEMPÃO... - MAL, MAL, JOGO ÁGUA E ELE ESTÁ LINDO”

“É MUITO BONITO, MAS É COMO FILHO PARA CUIDAR”

“VOCÊS TÊM UM SEGREDO QUE NÃO FALAM PARA NINGUÉM”

“TEM ALGUM POZINHO QUE VOCÊS COLOCAM NELE PARA NÃO


CRESCER?”

“O BONSAI É SENSÍVEL DEMAIS”

“ISTO É DE VERDADE ?”

“PARECE DE PLÁSTICO”

“TÊM QUE MOLHAR ?”

“VOCÊS ALTERAM A GENÉTICA DELE PARA NÃO CRESCER?”

“PARA MEXER COM ISTO TEM QUE TER UMA PACIÊNCIA...”

O QUE É ADUBAÇÃO E PARA QUE SERVE ?

Adubar uma planta, é fornecer matérias primas nutrientes para que a mesma possa usar
no processo da fotossíntese, e produzir o seu alimento. A planta, como qualquer outro
ser vivo, têm de se alimentar e isto acontece a partir do processo de fotossíntese.

Quando adubamos uma planta, nada mais estamos fazendo que colocar um estoque de
matérias primas nutrientes disponíveis no solo, para que a mesma possa usar no
processo da fotossíntese e conseqüentemente produzir o seu alimento.

Adubar rotineiramente uma planta, proporciona à mesma uma resistência às pragas e


doenças e mantém uma aparência vigorosa e saudável.

O QUE É A FOTOSSÍNTESE ?

Fotossíntese é uma palavra comum e as pessoas acham que sabem o que é. A grande
maioria, talvez 90% delas, acham que as plantas fazem fotossíntese para produzir
oxigênio.

17
Fotossíntese é um processo químico realizado pelas plantas, para transformar matéria
mineral em matéria orgânica, que é a base de sua alimentação. No processo da
fotossíntese as plantas transformam aqueles minerais nutrientes disponíveis no solo em
um tipo de açúcar que utilizam para se alimentar.

Agora até da para entender porque as abelhas retiram o “mel” das plantas. Todo mundo
sabe disso, mas nunca pararam para pensar porque as plantas produzem “mel” ou
porque têm liquido doce nas plantas.

MAS QUE MINERAIS SÃO ESTES ?

Estes minerais são inteiramente naturais e retirados da própria natureza. Muitos destes
produtos vem do ar, solo ou de rochas e o processo de fabricação ou refinamento nada
mais é que uma seleção, separação ou concentração das partes nutrientes destas rochas
ou solos, brutos.

O que é muito interessante é ouvir bravatas sobre o assunto, como por exemplo: “eu
produzo hortaliças de uma forma inteiramente natural, eu não uso adubos químicos, eu
não uso a química, eu faço um cultivo estritamente orgânico, o meu produto é natural e
mais saudável”

Parece que estas pessoas não entendem nada sobre o assunto, pois na matéria orgânica
usada para fertilização destas “culturas orgânicas”, existem ou contem também, alguns
minerais nutrientes usados pelas plantas para produzir o seu alimento e o uso de
fertilizantes industrializados não é nenhuma “química maléfica”, são totalmente
naturais, extraídos da própria natureza.

O cultivo de hortaliças exige de muito pouco minerais nutrientes, pois as mesmas são
basicamente constituídas de água. - Por exemplo, uma folha de alface tem mais de 90%
de água. - Agora, quando conseguirem uma alta produtividade na cultura do milho e
outros cereais, usando apenas adubação orgânica, aí com certeza concordarei com estas
pessoas.

A matéria orgânica apresenta pouca quantidade de minerais nutrientes e é suficiente


para as hortaliças que são constituídas basicamente de água. Já a cultura do milho,
requer grande quantidade de minerais nutrientes, sendo necessário incorpora-los ao
solo, tendo em vista que nossos solos não contém quantidades adequadas destes.

Os minerais nutrientes são divididos em duas categorias: Macro e Micro nutrientes.

MACRO NUTRIENTES:

Nitrogênio N

Fósforo P

Potássio K

18
Este é o famoso N.P.K. E é como se fosse o arroz, o feijão e carne das plantas e são
usados em maior quantidade pelas mesmas.

Aonde age cada um destes Macro Nutrientes na planta?

Basicamente podemos dizer que:

O Nitrogênio (N) tem ação na parte verde da planta ou seja, favorece a brotação, faz
com que sua planta fique repleta de folhas, com um verde saudável e vivaz.

Já o Fósforo (P) estimula e favorece a floração e frutificação.

E por fim, o Potássio (K), está relacionado com quase todas as funções fisiológicas que
ocorrem dentro da planta. Na fotossíntese determina maior utilização de luz e serve
como catalisador para muitas das reações enzimáticas das células vegetais. Favorece de
maneira geral a tudo que acontece na planta, principalmente em suas raízes, caules e
ramos.

COMO ESCOLHO UMA FORMULAÇÃO DE ADUBO PARA AS PLANTAS?

Os adubos são compostos de diversos minerais e no seu rotulo, vem especificado as


quantidades ou porcentagens destes. Existem formulas tradicionais de adubos como por
exemplo: N.P.K. 4.14.8. significa que este adubo contém 4% de (N) Nitrogênio, 14% de
(P) Fósforo e 8% de (K) Potássio.

Na fórmula acima podemos observar que as quantidades de Fósforo (P) são maiores
e isto significa que este adubo pode atuar nas deficiências de floração e frutificação.
Então se você está tendo algum problema de floração ou frutificação, você deve usar
uma formulação de adubo que seja “carregado” de Fósforo.

Ao passo que se você precisar de atuar no verde da planta, nas suas folhas, você deve
usar uma formulação “carregada” de Nitrogênio (N) como por exemplo: N.P.K. 15.8.8.
- Ou usar o salitre do Chile que contém apenas Nitrogênio, na faixa de 15%.

Com estas orientações, você não precisa mais cair nas armadilhas de vendedores, ou de
rótulos que contém informações indevidas ou enganosas. Não é nenhuma surpresa
encontrarmos adubos que prometem mais flores para sua planta e o mesmo vir
“carregado” de Nitrogênio (N) em sua fórmula.

Neste caso, um adubo "carregado" de Nitrogênio (N) vai favorecer ou estimular a parte
verde da planta, e muitas vezes prejudicando a floração ou frutificação. Se você está
tendo problemas de floração ou frutificação, você deve usar um adubo que seja
“carregado” em Fósforo (P).

Adubos "carregados" em Nitrogênio (N) ou seja, o percentual do mesmo é maior do que


os outros nutrientes, atuam na parte verde da planta e os adubos "carregados" em
Fósforo (P) atuam na floração e frutificação.

19
Saiba também que quando você usa um adubo “carregado” de Nitrogênio, você
desfavorece a floração e a frutificação. Você deve usar as fórmulas de acordo com as
suas necessidades.

Se sua planta está “funcionando” normalmente, você deve usar uma formula de adubo
básica, equilibrada em todos seus componentes ou nutrientes, exemplo: N.P.K.
10.10.10. ou N.P.K. 20.20.20. ou N.P.K. 09.08.08 ou 06.08.06 etc. Note que os
percentuais de nutrientes são semelhantes em suas quantidades.

MAS QUANTO DE ADUBO EU COLOCO NA PLANTA? EM QUAL


FREQÜÊNCIA?

Agora que você já entendeu um pouco sobre os adubos, quando for comprar, a primeira
coisa que você deve fazer é analisar a sua formula ou o seu conteúdo, saber quanto tem
de percentagem de cada nutriente e se determinado adubo vai satisfazer suas
necessidades. A partir da escolha do produto você deverá ler as instruções de uso, onde
estará citado qual a quantidade a ser usada, de que forma usar e em qual freqüência.

Obs.: Você nunca deve alterar as quantidades e nem a freqüência de uso dos adubos,
pois a adubação em excesso pode causar enormes prejuízos ou a morte da planta.

Por serem de custos baixos e sendo seu uso em pequenas quantidades, as pessoas
costumam serem generosas com as plantas: “...custou barato, e eu não gosto de miséria.
Vou caprichar para você minha plantinha querida”. Aí é que a vaca vai pro brejo
mesmo. Excesso na adubação, pode matar a sua planta. (Não era tão querida assim...)

MICRO NUTRIENTES

São dez no total e como o próprio nome sugere, são usados em pequenas quantidades
pelas plantas. Sua ação nas mesmas é muito variada, participam de todo complexo
fisiológico das plantas.

Normalmente os solos são auto suficientes em relação a estes minerais. E você não
precisa se preocupar com o uso dos mesmos. Se você estiver escolhendo um adubo e o
mesmo contiver também micro nutrientes é sinal de que este produto é mais completo
do que um adubo que não os contem.

Micro Nutrientes Principais:

Cálcio, Magnésio e Enxofre.

Micro Nutrientes Secundários:

Cobre, Ferro, Manganês, Zinco, Boro, Cloro e Molibdênio.

PORQUE SE TÊM QUE ADUBAR SEMPRE ?

Quando você prepara uma “terra” para plantar em um vaso, a mesma pode estar rica em
nutrientes. Passado algumas semanas, estes nutrientes tornam-se escassos ou
inexistentes nesta terra, devido ao seu uso pelas plantas e por perdas naturais

20
(lixiviação). É por esta razão que você tem que fazer adubação freqüente. É como se
estivesse “fazendo o supermercado das plantas”, mas sempre de acordo com as
orientações contidas no rótulo do produto.

QUANDO NÃO ADUBAR ?

A – No período que compreende os mês de maio à 15 de julho. Neste caso o período de


descanso das plantas está sendo respeitado.

B – Pouco antes e depois da floração. Se se incrementa o crescimento vegetativo a partir


de adubações, a planta perderia os botões florais. Uma vez que se tenha aparecido os
frutos, pode começar de novo com o processo de adubação

C – Logo após transplantar e cortar raízes, é necessário que o sistema radicular se


regenere. Espere para adubar após 4 semanas.

ADUBAÇÃO ORGÂNICA:

Até então falamos de adubação mineral e agora vamos tratar e conhecer um pouco de
adubação orgânica. É interessante lembrar que para dentro de uma planta só entram
água e minerais, para que então colocar matéria orgânica ou “cocô de vaca” para as
plantas?

QUAIS AS FUNÇÕES DA ADUBAÇÃO ORGÂNICA ?

Quando incorporada ao solo, a matéria orgânica ou estercos diversos, estará:

A – Deixando o solo mais fofo e evitando sua compactação;

B – Retendo uma maior quantidade de umidade no solo;

C – Tornando as plantas mais resistentes à pragas e doenças;

D – Fazendo que as plantas absorvam melhor os nutrientes minerais;

E – Melhorando a estrutura física do solo possibilitando um melhor desenvolvimento


das raízes de sua planta;

F – Alimentando uma série de organismos, desde a minhoca a bactérias diversas.

PARA QUE DAR “COMIDA A ESTES BICHOS” ?

Certa vez uma cliente adquiriu uma planta minha e passados alguns dias, me ligou
dizendo que varias minhocas haviam saído do vaso e estavam passeando por sua sala. –
“Celso o que está acontecendo? O que faço” ?

Resp.: Amarre a sua planta no vaso porque é possível que ela vá fugir também. (As
fugas estavam ocorrendo pelo o fato de se estar regando em excesso a planta, mantendo
a terra constantemente encharcada.)

21
A minhoca é um ser benéfico para os solos e para as plantas. Quando existentes no solo
é sinal de que o mesmo está adequado para elas e estando adequado para as minhocas
estará adequado para as plantas.

A minhoca torna o solo mais arejado devido as galerias que as mesmas fazem quando
de sua movimentação dentro deste. Elas aceleram o processo de humificação da matéria
orgânica pelo fato de se alimentarem desta. Quando a matéria orgânica passa pelo seu
trato digestivo, a mesma sai em forma de fezes, enriquecida de alguns minerais
benéficos às plantas.

“Certa vez li uma reportagem que dizia que na Austrália, as pessoas usavam um método
de avaliar os solos férteis para compra, de acordo com a quantidade de minhocas que
encontravam por metro quadrado.”

Solo habitado por minhocas, é sinal de que o mesmo tem propriedades físicas
adequadas à elas e para as plantas também. São ricos em matéria orgânica, tem umidade
e temperatura na medida certa.

E PORQUE DEVO ALIMENTAR AS BACTÉRIAS ?

As bactérias também se alimentam de matéria orgânica e quando as alimentamos


proporcionamos um aumento das mesmas no solo. Elas melhoram a estrutura física do
solo e o motivo principal é que as mesmas retiram o Nitrogênio do ar e fixam no solo
ou, diretamente nas raízes das plantas.

E já sabemos que o Nitrogênio tem função direta na parte verde das plantas ou seja, na
sua folhagem. Portanto, um solo rico em matéria orgânica, é rico também em
organismos benéficos às plantas, que por sua vez aumentam a quantidade de Nitrogênio
disponível no solo, tornando suas plantas lindas e saudáveis.

EU PRECISO FAZER ADUBAÇÃO ORGÂNICA FREQÜENTEMENTE ?

No caso de jardim ou de plantas em vasos grandes, você deve fazer uma adubação
orgânica a cada 60 dias pelo menos. Você deve colocar uma camada de esterco de 01 a
02 cm de espessura ou 20 litros de esterco por metro quadrado de canteiro de jardim.

Chamamos esta providencia de adubação de cobertura e neste caso você não precisa se
preocupar se o esterco está ou não curtido.

No caso do BONSAI, você não precisa fazer incorporação de matéria orgânica ou


esterco ao solo deste, pois fazemos uma mistura de terra extremamente rica em produtos
orgânicos.

Você pode fazer uso de Torta de Mamona e Farinha de Ossos, encontrados em casa de
produtos agrícolas ("Casa do Fazendeiro"). - Lembramos mais uma vez que você deve
seguir as orientações contidas no rótulo destes produtos.

FIZ ADUBAÇÃO MINERAL EM EXCESSO. E AGORA O QUE FAÇO?

22
Regue copiosamente a planta ou a mergulhe num tanque com água, de forma que o
excesso de adubo se perca por lixiviação. (Lavagem da terra) Esta providencia pode ser
eficaz mas não é totalmente garantida. Tem de torcer e esperar que não haja maiores
problemas ou morte da planta.

23