Vous êtes sur la page 1sur 2

Direito do Trabalho I

Prof. Aline Martins

DIREITOS CONSTITUCIONAIS TRABALHISTAS

Art. 7º, CF/88:


Tavares (2006, p. 720): “a Constituição foi extremamente generosa, tratando de açambarcar
diversos dos direitos trabalhistas presentes na História jurídica nacional, criando, ainda,
outros, em caráter inovador”.
Classificação: Tavares (2006, p. 720-722):
 Direitos relacionados ao contrato de trabalho: incisos I, II, III e XXI;
 Direitos relacionados ao trabalho e remuneração: incisos IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XI, XII,
XVI e XXIII;
 Direitos relacionados à duração do trabalho: incisos XIII, XIV, XV, XVI e XVII
 Direitos relacionados à discriminação no trabalho, direitos da mulher e do menor:
incisos XVIII, XIX, XX, XXV, XXX, XXXI, XXXII e XXXIII;
 Direitos relacionados à segurança e medicina do trabalho: incisos e XXVIII.
Os direitos do trabalhador, além de constarem na maioria das constituições dos países que
vivem em regime de Estado Democrático de Direito, pertencem também aos direitos humanos
de Tratados Internacionais que atualmente possuem status de norma constitucional.
Direitos sociais coletivos do trabalhador: direito de associação profissional ou sindical: art. 8°;
direito de greve: art. 9°; direito de representação: art. 10 e 11.
Direito de associação profissional ou sindical: Araújo e Serrano Jr. (2006, p. 224): constitui-se
“um desdobramento do direito de associação, sendo que, com exceção de algumas
peculiaridades, aplica-se aos sindicatos e associações profissionais o mesmo regime jurídico do
direito de associação”.
Programa de ação para direitos básicos dos trabalhadores: aprovada na Cúpula Mundial sobre
Desenvolvimento Social (1995): direitos básicos:
 Proibição de trabalho forçado e infantil.
 Liberdade de associação e negociação coletiva.
 Igualdade de remuneração por um trabalho de igual valor.
 Não discriminação no trabalho.
86º Conferência Internacional do Trabalho (Genebra 98) discutiu desafios da globalização,
lembrando dos direitos fundamentais em sua declaração:
 Liberdade sindical e reconhecimento ao direito da negociação coletiva.
 Eliminação de formas de trabalho forçado e obrigatório.
 Abolição efetiva do trabalho infantil.
 Eliminação da discriminação em emprego ou ocupação.
Liberdade sindical: liberdade de associação. Convenção 87, OIT: liberdade irrestrita de fundar,
administrar, atuar e filiar-se. ATENÇÃO: esta convenção encontra-se em processo de
ratificação, contudo, se ratificada colidirá com o artigo 8º da CF. Corre em paralelo um projeto
para alteração do dispositivo.
Direito ao trabalho: art. 6º CF/88. Seguro desemprego – vedação de dispensa arbitrária,
discriminatória ou desnecessária - estabilidade – continuidade do vínculo. Sistema de dispensa
justificada (Comunidade Européia).
Direito ao descanso e ao lazer: limitação da jornada diária e semanal. Intervalo intra e
interjonada, DSR, férias anuais. Remuneração noturna superior à diurna.
Direito ao salário: renda mínima à subsistência que garanta a dignidade do ser humano. Salário
mínimo, piso salarial, irredutibilidade, proteção ao salário, participação nos lucros, reajustes
periódicos.
Proibição de discriminar: CF: art. 3º IV, art. 5 º, caput, I, XXX e XXXI. Discriminação de
candidatos, no desenvolvimento do trabalho, na ruptura do contrato.
Direitos da personalidade: honra e moral. Direito à intimidade e privacidade, à imagem,
liberdade de pensamento, liberdade de modo de vida.
Proteção à vida e integridade física: Art. 5 º CF. Regras de medicina e segurança do trabalho,
adicional de periculosidade e insalubridade.

ATIVIDADE EXTRA-CLASSE:
Os direitos do trabalhador foram relacionados na CF/88, art. 6º, como direitos sociais, e nos
art. 7º ao 11, em espécie. Qual a implicância social desses direitos presentes na Constituição?
Você concorda com isso? Por que?