Vous êtes sur la page 1sur 8

Plano de Actividades 2010-

2011

Situação de Partida

Pontos Fortes Pontos fracos


 Uma equipa estável.  A inexistência de um catálogo informatizado.
 Localização/ Área / Instalações  Recursos humanos (sem formação na área das bibliotecas).
 Horário de funcionamento adequado.  Necessidade de reforçar o trabalho articulado com departamentos e
 Apetrechamento do CRE (equipamentos/mobiliário). docentes.
 Fundo documental, diversificado e organizado.
 Actualização constante do fundo documental.
Factores
 Registo permanentemente actualizado de todo o tipo de existências:
Internos
documentos impressos, áudio, vídeo, DVD e CD.
 Níveis crescentes de empréstimo domiciliário e de requisição de recursos
para a sala de aula.
 Integração do CRE nos documentos orientadores do Agrupamento.  Necessidade de reforçar a articulação entre o CRE e as diferentes escolas
 Um elevado número de alunos que frequenta o centro de recursos educativos. do Agrupamento, assegurando a partilha de materiais produzidos e de
Factores  Boa receptividade da comunidade escolar ao CRE. actividades.
externos  Necessidade de reforçar a cooperação entre o CRE e as bibliotecas
municipais de S. Lázaro e da Penha de França.

Áreas de Intervenção prioritária para 2010/2011

 Promover formação formal e informal da equipa

 Continuar com a informatização do fundo documental

 Agilizar a Divulgação/Difusão da informação

 Apoiar o desenvolvimento curricular

 Reforçando a articulação curricular do CRE com as Estruturas Pedagógicas e os Docentes;

 Promovendo e dinamizando actividades no âmbito das literacias da informação, tecnológica e digital;

 Valorizando o papel dos procedimentos e atitudes nos processos de aprendizagem, indispensáveis à formação da cidadania e à aprendizagem ao longo da vida.

 Estabelecer parcerias com as bibliotecas municipais de S. Lázaro e da Penha de França a fim de apoiar as escolas do 1º ciclo e Jardim de Infância, optimizando recursos e actividades.

 Incrementar as relações com a comunidade extra-escolar, abrindo, progressivamente, as actividades realizadas ao exterior.

1
Plano de Actividades 2010-
2011

LINHAS ORIENTADORAS

Projecto Educativo:

1. QUALIDADE EDUCATIVA E DOS SABERES


1.1 Do domínio das literacias (cientificas, ética, informática e tecnológica, saúde e outras)
Lema da BE/ CRE:
1.2 Da cultura e da Língua Portuguesa
1.3 Do rigor e da exigência conceptual
2. DIMENSÃO SOCIAL DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM Espaço de apoio ao processo de ensino e promotor de aprendizagens ao
2.1 Do saber estar em diferentes contextos longo da vida
2.2 Do esforço, do mérito e do trabalho em parceria
2.3 Da explicitação das atitudes e dos critérios
3. Inclusão – Valorização e respeito pela diversidade social, cultural e linguística.

Prioridades 2010/2011:

1. Responsabilização colectiva na alteração dos contextos onde surgem resultados escolares menos
positivos;
2. Incremento da utilização de metodologias e técnicas pedagógicas diversificadas;
3. Indução nos alunos da adopção de hábitos, métodos e técnicas de estudo e de trabalho que
ultrapassem a conveniência do desempenho num determinado momento do seu percurso escolar
com vista a uma classificação.
4. Organização e gestão curricular que crie oportunidades de aprendizagem para todos, sem
diminuição do nível de exigência.

OBJECTIVOS

1. Contribuir para uma boa organização, funcionamento e gestão integrada do CRE no Agrupamento, rentabilizando recursos, possibilidade de acesso a programas e projectos;
2. Reforçar o trabalho em rede - cooperação/parcerias a nível interno (Escola e Agrupamento) e externo (Bibliotecas Municipais);
3. Desenvolver e informatizar o fundo documental, tornando-o diversificado, actual e acessível;
4. Fomentar o uso da biblioteca escolar como recurso;
5. Apoiar o processo de ensino e aprendizagem;
6. Promover o desenvolvimento de competências no âmbito da Literacia da informação, tecnológica e digital;
7. Incentivar hábitos e competências de leitura;
8. Rentabilizar as potencialidades do CRE no Agrupamento
9. Aferir os níveis de desempenho do CRE.
Plano de Actividades 2010-
2011

I - Organização e funcionamento

Actividades
1. Organização e gestão do fundo documental
 Gestão da colecção
 Tratamento técnico do fundo documental: registo, catalogação, classificação e etiquetagem
 Informatização do fundo documental
2. Apoiar a Comunidade Escolar na utilização do espaço e dos recursos
Ao longo do ano lectivo  Contribuir para a correcta utilização do fundo documental por parte dos utilizadores;
 Incentivar e apoiar na utilização do material didáctico existente;
 Cooperar com os professores responsáveis pelas áreas curriculares não disciplinares, pelos serviços de apoios especializados e educativos e
clubes, informando sobre os recursos existentes e definindo estratégias de trabalho conjuntas.
 Preparar caixas de recursos para as salas de aula, previamente requisitados pelos respectivos docentes;
 Promover a requisição domiciliária de livros e outro material;
 Apoiar os alunos nos vários sectores do CRE
 Auxiliar os alunos em métodos de técnicas de pesquisa, recolha de informação em obras de referência ou noutros suportes.
3. Gestão
 Participar nas Reuniões Concelhias
 Reunir periodicamente com a equipa e com a Coordenadora da Biblioteca escolar do 1º ciclo, integrada no Agrupamento;
 Reunir com a Directora e com todos os professores colaboradores para aferir normas de funcionamento;
 Avaliar sistematicamente o plano de actividades e definir os respectivos planos para a melhoria.
4. Formação
 Organizar acções de formação informal sobre a BE/CRE para os novos professores colaboradores.
 Participar, com a equipa da BE/CRE, na acção de formação “Coordenação e Dinamização de Bibliotecas Escolares”, a promover pelo CF
António Sérgio.
Produção de materiais educativos / pedagógicos:

 Elaborar dossiês temáticos;

 Produção de materiais de apoio à adequada utilização da Internet;

 Modelo de pesquisa de informação a ser utilizado por todo o Agrupamento …


Plano de Actividades 2010-
2011

II - Utilização do CRE como recurso

Ligação do CRE ao PTE e a


outros programas e projectos Objectivos Destinatários Intervenientes/
curriculares de acção, inovação Dinamizadores
pedagógica e formação
existentes na
Escola/Agrupamento
Promover a aquisição/desenvolvimento de competências no
Ao longo do ano lectivo Plano Tecnológico da Educação âmbito da utilização das TIC. Docentes/Alunos Equipa PTE
Promover a diversificação de metodologias e dinâmicas na
sala de aula.
Promover uma aprendizagem, cada vez mais centrada no
aluno.
Promover o conto como elemento pedagógico e a sua
Plano Nacional de Leitura importância na comunicação. Estimular o gosto pela leitura.
Incentivar a escrita.

Promover o gosto pelas actividades matemáticas.


Plano de Acção da Matemática Utilizar o jogo com estratégia de aprendizagem.
Todas as turmas Todos os
Utilizar as TIC na construção e consolidação de
do Agrupamento Docentes das
conhecimentos.
respectivas
turmas, em
parceria com a
Adoptar comportamentos promotores de hábitos de saúde e
BE/CRE
Projecto Educação para a Saúde bem-estar.
Adquirir competências que permitam fazer escolhas
individuais conscientes e responsáveis ao nível de hábitos
de saúde e bem-estar.
Desenvolver o espírito crítico visando o exercício de uma
cidadania activa.
Programa do Agrupamento Envolver as Escolas dos diferentes níveis educativos na
“ Festejar a República” realização de iniciativas e actividades comemorativas Comunidade
da Implantação da República, apelando à divulgação de educativa
informação histórica e à reflexão sobre os ideais
republicanos, envolvendo alunos, professores, pais e
encarregados de educação.
Consolidar de uma consciência europeia através da Turmas do 2º e 3º
aprendizagem da arte e da cultura dos nossos parceiros ciclo envolvidas no
Projecto Comenius europeus. Assim, são vários os tópicos a ser estudados e projecto.
trabalhados pelos nossos alunos e que vão desde a
escultura, à pintura, à música, ao teatro, etc...
Plano de Actividades 2010-
2011

III – Actividades a promover pelo CRE

1º Período Recepção dos novos utilizadores da Formação informal dos novos 5ºano Prof. Bibliotecária
BE / CRE. Entrega do guia do utilizadores.
utilizador (de 20 a 24 de Set.) Formandos “Novas Oportunidades”
Celebração do “Dia das Bibliotecas Fomentar a partilha de ideias Comunidade educativa do Prof. bibliotecária
Escolares”, em Portugal. (Texto entre docentes e alunos sobre o Agrupamento Prof. Rogério Feio
colaborativo) tema "Diversidade Desafio
(25 de Outubro) Mudança, tudo isto na
Biblioteca Escolar".
Promover um espaço de
comunicação entre utilizadores
da BE / CRE, utilizando pela
primeira vez a página Web da
Escola.
Leitura em ambientes digitais Promover a Leitura e a Professora bibliotecária
explorando as possibilidades Literacia. Prof. Ana Araújo
facultadas pela Web, como o
hipertexto, ebooks, blogues…
Participação no concurso”Quem Estimular hábitos de leitura. Alunos do 2º ciclo Professora bibliotecária
conta um conto…acrescenta um Professores de LP do 2º ciclo
ponto” Iniciativa do PNL em
colaboração com o semanário Sol.

Promoção do concurso “ Direitos Conhecer/relembrar a Alunos do 2º e 3º ciclo Professora bibliotecária


humanos” Declaração Universal dos Delegada de Geografia
(10 de Dezembro) Direitos Humanos e promover a
dignidade e o respeito por
todas as pessoas numa
perspectiva de paz e de
cooperação.
2ºPeríodo Leitura em ambientes digitais Promover a Leitura e a Alunos do Agrupamento Professora bibliotecária
explorando as possibilidades Literacia. Prof. Ana Araújo
facultadas pela Web, como o
hipertexto, ebooks, blogues…
Promover o domínio da literacia Alunos do Agrupamento Prof. bibliotecária em cooperação
Semana da Matemática no CRE matemática no que diz respeito com o Departamento de
(14 a 18 de Fevereiro) à capacidade de analisar, Matemática e Ciências
raciocinar e comunicar ideias Experimentais, trabalhando em
com eficiência quando se parceria com a SPM.
colocam, formulam, resolvem e
interpretam problemas
matemáticos em situações
diferenciadas.
Plano de Actividades 2010-
2011

“ Semana da Leitura “ Fomentar o prazer de ler. BE / CRE


Tema: Leitura – Energia – Floresta Sensibilizar para a importância Prof. bibliotecária
(21 e 25 de Março) da leitura como suporte à Prof. Ana Araújo
progressão das aprendizagens. Coordenadora do Dep. de Ciências
Alertar para a preocupação
crescente com o ambiente e a
sustentabilidade.
Promover a interacção da BE
com toda a comunidade
educativa.
Comunidade de Leitores Sensibilizar para a leitura Docentes / Alunos do 2º e 3º ciclo BE / CRE
(Docentes: 1º Encontro 13 de Jan. partilhada. (Docentes) Prof. Bibliotecária
Alunos - data a determinar) Promover a Leitura e a Prof. Ana Araújo
Literacia. (Alunos)

Entrudo “Caretos de Podence” – Sensibilizar os alunos para Alunos do 5º Ano BE/CRE (Equipa)
Exposição alguns aspectos da nossa
(durante a semana antes do cultura.
Carnaval)

Semana SeguraNet Usar as TIC de forma segura, Alunos do Agrupamento Prof. Bibliotecária
(7 a 13 de Fevereiro) crítica e esclarecida. Prof. Rogério Feio
“Palavras ditas” Promover o gosto pela audição Comunidade educativa BE / CRE
Comemoração do dia mundial da de poesia. Prof. bibliotecária
poesia Prof. Ana Araújo
(20 de Março)

Participação no BIBLIOFILMES Promover o uso da Internet Comunidade educativa BE/CRE


FESTIVAL – curtas-metragens como ferramenta de produção e Prof. bibliotecária
sobre/ inspiradas em livros e comunicação de informação. Prof. Paulo Tomaz
bibliotecas (youTube) Estimular e apoiar iniciativas de Prof. Cristina Campos
alunos e docentes que
promovam a biblioteca escolar
e valorizem o livro.
3ºPeríodo Comunidade de Leitores Sensibilizar para a leitura Docentes / Alunos do 2º e 3º ciclo BE / CRE
(datas a determinar) partilhada. (Docentes) Prof. Bibliotecária
Promover a Leitura e a Prof. Ana Araújo
Literacia. (Alunos)

Avaliação Aferir os níveis de desempenho Directora Equipa


(Final de Maio/Junho) do Centro de Recursos Alunos e Docentes da Escola sede e
Educativos da Escola nº 26, do 1º ciclo.
Plano de Actividades 2010-
2011

Confrontar os dados com os


Elaboração do relatório/ factores críticos de sucesso e Equipa
Divulgação dos resultados os perfis de desempenho.
(Junho / Julho) Preencher o modelo de auto-
Prof. Bibliotecária
avaliação
Comunicar os resultados ao
Prof. Bibliotecária
Conselho Pedagógico
Confrontar os resultados com
os perfis de desempenho Comunidade escolar Conselho Pedagógico/Prof.
(atribuir um nível a cada Câmara Municipal Bibliotecária
subdomínio) RBE
Definir um plano para a Conselho Pedagógico/Prof.
melhoria Bibliotecária
Comunicar os resultados ao
Agrupamento e a outros Directora/ Prof. Bibliotecária
interlocutores
Incluir uma síntese dos
resultados no Relatório de
Directora/Prof. Bibliotecária
Auto-avaliação do
Agrupamento
A Prof. Bibliotecária
Plano de Actividades 2010-
2011