Vous êtes sur la page 1sur 4

UNIVER RSIDADE FEDERAL L DE GOIÁÁS

Escola de Engenharia
E E a Elétrica e de Compuutação
Curso de Graduação
G em Engenh haria Mecâânica
Discciplina: Ciêência dos Materiais
M
  Proof.: Felipe Pamplona
P Mariano
M

Lista dee exercício – Data de entrega:


e 31/05/2011

MA TTT E TRATAM
DIAGRAM MENTOS TÉRMICOS
S

1) A forrmação da martensita
m d
depende doo tempo? Po
or que a maartensita nãoo aparece no
n diagramaa
de equilíbrrio Fe-C?

2) Quaiis são as priincipais fasses que podem estar prresentes noss aços a tem
mperatura am
mbiente, see
resfriados lentamente?
l ? Cite as priincipais proopriedades mecânicas
m d
dessas fases.

3) Quaiis são os priincipais fatoores que moodificam a posição


p das curvas TTT
T?

4) Alto teor de carbbono favoreece ou dificuulta a formaação da marrtensita? E dda perlita?

5) Tamaanho de grrão grande favorece ou


o dificultaa a formação da marttensita? E da perlita??
Justifique.

6) Umaa maior hom mogeneidadee da austeniita favorecee ou dificultta a formaçãão da marteensita? E daa
perlita? Jusstifique.

7) Use as curvas TTT


T para um
m aço eutetóóide para esspecificar o(s) microcoonstituinte(ss) final paraa
cada um doos casos abaaixo. Assum
ma que o ressfriamento inicia-se
i a 760°C.
7
A - Resfriamento ráppido até 3500 °C, onde permanece por 103 seegundos e eentão é resffriada até a
temperaturra ambiente;

B - Resfriaado rapidam
mente até 625 °C, ondde permanecce por 10 seegundos e eentão é resffriada até a
temperaturra ambiente;

C - Resfriiado rapidaamente até 600 °C, onnde perman


nece por 4 segundos, logo após é resfriadaa
novamentee rapidamennte até 4500 °C, onde permanece por 10 seggundos e eentão é resffriada até a
temperaturra ambiente;

D - Reaqueecimento daa amostra “cc” a 700°C por 20 horaa;

E - Resfriaado rapidam
mente até 3000°C, permaanecendo po
or 20 segundos e então resfriado raapidamentee
em água.

8) Calcuular a % de ferrita, cem


mentita e perlita a temp
peratura ambbiente para os seguintees aços:
A - 0,2% de
d C
B - 0,4% de
d C
C - 0,8% de
d C
D - 1,0% de
d C
E - 1,5% de
d C
9) De acordo com as curvas de resfriamento responda qual o microconstituinte formado:

A-

( ) Perlita
( ) Banita
( ) Martensita
( ) Perlita e martensita
( ) Perlita e bainita
( ) Bainita e martensita

B-

( ) Perlita
( ) Banita
( ) Martensita
( ) Perlita e martensita
( ) Perlita e bainita
( ) Bainita e martensita

C-

( ) Perlita
( ) Banita
( ) Martensita
( ) Perlita e martensita
( ) Perlita e bainita
( ) Bainita e martensita
D-

( ) Perlita
( ) Banita
( ) Martensita
( ) Perlita e martensita
( ) Perlita e bainita
( ) Bainita e martensita

E-

( ) Perlita
( ) Banita
( ) Martensita
( ) Perlita e martensita
( ) Perlita e bainita
( ) Bainita e martensita

10) Em que consiste, de uma maneira geral, o tratamento térmico?

11) O que é a descarbonetação? Quando pode ocorrer? Como evitar?

12) Para cada tratamento térmico abaixo, dê os objetivos, faça o ciclo térmico, represente no TTT
o resfriamento e diga qual a microestrutura obtida.

a) Recozimento pleno;
b) Recozimento isotérmico;
c) Austêmpera;
d) Têmpera convencional;
e) Martêmpera;

13) Compare a austêmpera com a têmpera convencional.

14) Compare a martêmpera com a têmpera convencional.

15) O que é o superenvelhecimento e qual o seu efeito sobre as propriedades mecânicas?

16) Descreva a formação de trincas de têmpera e por que resfriamentos rápidos realizados em
ligas de Al ou de Cu não apresentam trincas?
Diagrama Fe-Fe3C