Vous êtes sur la page 1sur 2

Irmãos que matam

“Vocês ouviram o que foi dito aos nossos pais: ‘ Não assassine ’, e quem
cometer assassinato estará sujeito ao julgamento.” Mateus 5:21

“Portanto, se você apresentar uma oferta no altar do templo e ali se


lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta junto do
altar e faça as pazes com seu irmão. Então, volte e apresente sua oferta.”
Mateus 5:23-24

Começo minha postagem com estes versículos muito fortes ditos pelo Messias
Jesus na ocasião do Sermão do Monte. São três versículos que contêm um
peso tão grande de cobrança e de santidade que se encaixam muito bem com
o que tenho para dizer.

Por que fazer o uso das palavras irmãos que matam como título para
esta postagem? Por quê? Porque estou cansado de ver pessoas matando
outras pessoas dentro das igrejas, irmãos que não liberam perdão para outros,
líderes que assassinam ovelhas, ovelhas que corrompem líderes, membros
antigos que são tratados de maneira diferente do outro por causa de seus
dízimos, de suas ofertas e de seus status.

Como pode existir igrejas dizendo que são santas, que são imaculadas e que
formam o Corpo de Cristo, se nelas há tanta hipocrisia e mentiras?

Como são falsos! Dizem que são cheios do Espírito do Senhor, mas são
incapazes de expressar o seu amor àqueles que as ferem. Que mentirada
pregam nos púlpitos de suas vidas.

Que raça de víboras são! Ah, se João, o que imergia, nos visse hoje! Diria ele:
O que é isso que vocês cantam e pregam aí na plataforma e não aplicam nas
vidas de vocês aqui em baixo, fora dos holofotes? É isso mesmo! E ele teria
toda a razão!

Cansei da hipocrisia disfarçada de misericórdia! Lobos, isso sim, lobos em pele


de cordeiros. Matamos aqueles e aquelas que estão do nosso lado, sentados
ali, pertinho de nós e ainda temos a coragem de cantar: “Como é precioso
irmão estarmos junto aqui!” BALELA!

Diga-me, caro leitor, e quando oferecemos nossas ofertas nos cultos e


achamos que estamos por cima da cocada preta crendo que estamos fazendo
o que é certo. BESTERIA! Isso é o que é! BESTEIRA!

Quantos estão cheios de ira e rancor contra irmãos e irmãs e mesmo assim
oferecem suas “belas dádivas” como uma forma de barganhar com a igreja!
Não com D’us! Esquecendo-se dos versículos 23 e 24 de Mateus 5.

Hipócritas! Víboras hipócritas! Exclamariam em uníssono, Jesus e João, o


imersor!
Do que adianta falar em línguas, fazer e acontecer se o que move o agir de
D’us é o perdão genuíno! Paremos de deixar soldados feridos no campo de
batalha. Conheço alguns, que foram largados de mão. Esquecidos! Esquecidos
pela igreja (Faço questão de registrar igreja com i minúsculo, pois com i
maiúsculo é aquela que faz a diferença, a Igreja de Cristo) mas não por
D’us. Esquecidos por seus ditos pastores e pastoras, liderança e “irmãos”.

O que dizer do Pr. Amilcar? Pastor atuante no Conselho de Pastores de


Cabo Frio há alguns anos. Hoje, cego, com problemas de saúde e esquecido
por esta raça nojenta e desprezível de falsos crentes. JOIO! JOIO dos bravos!
Amparado por uma ou outra ovelha que permanece fiel a este pastor rico de
conhecimento e de Jesus e que tem uma história linda e que se mantém de pé
e em santidade por causa de D’us!

E o que falar dos Mauricios, dos Joãos, das Marias, anônimos e anônimas e de
outros que não posso nem mencionar seus nomes aqui? Quantos não são
perdidos pela igreja que deveria mantê-los achados dentro de suas paredes.

Sinto falta de muitos deles. Mas sinto mais falta ainda de uma em especial.
Uma que chora! Não pelo erro cometido, pois já se arrependeu, e já chorou o
que deveria chorar! Mas chora pela falta de perdão que não obteve do lugar
que jamais esperaria não ter!

Chora pela indiferença. Chora pelo desprezo. Chora por ver a injustiça. Chora
pela balança dobre. Chora por não poder estar com seus amigos!

A Igreja que é santa e desprezada.

E onde está a igreja que não vê isso? E onde estão


aqueles que falaram a quatro ventos que os amavam?
Esta postagem é um grito de desabafo por todos aqueles que foram deixados
e esquecidos propositalmente, com feridas, para trás, e esperam por socorro,
misericórdia e graça! Que não virá daqueles que os deixou lá para perecer.

Shalom

Everson Tavares, indignado e cansado de tanta mentira e falsidade!

Soli Deo Gloria