Vous êtes sur la page 1sur 3

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

COLÉGIO PEDRO II – UNIDADE SÃO CRISTÓVÃO III PROF. WALTER TADEU


NOME: ____________________________________________________________________
____________________________________________________________________

DATA: _______/ __________/ 2008 TURMA: ___________

ATENÇÃO: Este teste pode ser realizado em dupla. O objetivo é que vocês possam discutir, entre si,
possibilidades de resolução, dirimir dúvidas que ainda possuam e que individualmente não foi possível.
Participem o máximo que puderem. Não desperdicem a chance de aprender com o colega. De alguma forma,
mostrem sempre o desenvolvimento ou argumento na solução. Boa sorte!

TESTE SOBRE PRISMAS E PIRÂMIDES – VALENDO 1,0 PONTO

1) Uma barraca em forma de pirâmide de base quadrada de 8m de lado esta coberta com 4 lonas
triangulares de 5 m de altura. Quantos litros de ar cabem na barraca?

Repare que a altura pode ser calculada em função do


apótema da base “m”(metade do lado)e do apótema (g) da
g=5 pirâmide (altura do triângulo da face. Logo,
h=? h 2 = g 2 − m 2 = 25 −16 = 9 ⇒ h = 9 = 3m
O volume será a terça parte do produto da área da base
pela altura. Logo,
m= =
(8) 2 × 3
4 8 V = = 64 m 3 = 64000 dm 3 = 64000 litros
3

2) A base de uma pirâmide regular é um quadrado de 6 m de lado, e sua área lateral é 10 vezes
a área da base. Calcule, aproximadamente, sua altura, em m.

A área lateral vale o quádruplo da área de uma face lateral. Logo


g ×6
a área de uma face (triângulo) vale: .
2
g=?
h=? A área da base (quadrado) vale (6.6) = 36m2.
Pela informação do problema,
g ×6
4( ) = 10 × 36 ⇒12 g = 360 ⇒ g = 30 m. A altura será
m= = 2
3 6 calculada no triângulo retângulo de hipotenusa (g) e cateto (m):
h 2 = 30 2 −3 2 = 900 −9 = 891 ⇒h = 891 ≅ 29 ,8m

3) A base de uma pirâmide é um triângulo eqüilátero, cujo lado mede 4 cm. Sendo a altura da
pirâmide igual a altura do triângulo da base, o volume da pirâmide, em cm3 , é:

h= O triângulo da base eqüilátero possui altura da forma:


hb l 3 4 3
hb = = = 2 3cm . A área da base será
2 2
l 2 3 16 3
Ab = = = 4 3cm 2 . Altura da pirâmide será, pelas
4 4
informações do problema, hp = hb = 2 3 cm. O volume será a terça
=4 parte do produto da área da base pela altura. Logo,
(4 3 ) × 2 3 8 ×3
V = = = 8cm 3 .
3 3
4) Uma pirâmide regular de base hexagonal é tal que a altura mede 8 cm e a aresta da base
mede 2 3 cm. O volume dessa pirâmide, em cm3 , é:

A área da base vale o sêxtuplo da área de um triângulo eqüilátero


da base. Logo,
h= l2 3 (2 3 ) 2 3 12 3
Sb = 6 × =6× = 6× = 6 × 3 3 = 18 3cm 2 .
8 4 4 4
A altura mede 8cm. Logo o volume será:
(18 3 ) ×8
V = = 48 3cm 3 .
3
=

5) Calcule a área lateral de uma pirâmide quadrada regular de altura 4 m e de área da base
valendo 64 m2.

A área da base 64m2. Logo o quadrado (base) possui lado


h=4 medindo 8m. Logo m = 4. Calculando g (altura da face), temos:
g =? g = 4 2 + 4 2 = 16 +16 = 32 = 4 2m.
A área lateral será o quádruplo da área de uma face, isto é:
8 ×4 2
Al = 4 × = 64 2m 2 .
m 2

l
=?
6) Usando uma folha de latão, deseja-se construir um cubo com volume de 8dm3. Calcule a área
mínima da folha utilizada para essa construção.

O volume do cubo é dado por V = a3. Logo a = 2dm ou 20cm.


a=? A área total é calculada como At = 6.a2 = 6.(20)2 = 2400cm2.

7) As três dimensões de um paralelepípedo reto retângulo de volume 405 m 3, são proporcionais


aos números 1, 3 e 5. A soma do comprimento de todas as suas arestas é:

O volume do paralelepípedo é dado por V = abc. Logo,


V = (5x).(x).(3x) = 15x3 = 405m3.
c = 5x 15x3 = 405, implicando que x3 = 27. Logo x = 3. A soma de todas
as arestas será: 4a + 4b + 4c = 4(15 + 3 + 9) = (4).(27) = 108m
b = 3x
a=x

8) Se a razão entre os volumes de dois cubos é 1/3 expresse a medida da aresta maior em
função da menor.

V1 = a13 e V2 = a23
a1 a2
V1 a13 a 1 a 1 a 1
= 3 = ( 1 ) 3 = ⇒ 1 = 3 ⇒ 1 = 3 ⇒ a2 = a1.3 3.
V2 a 2 a2 3 a2 3 a2 3
V1 V2
9) Dado um prisma hexagonal regular, sabe-se que sua altura mede 3 cm e que sua área lateral
é o dobro da área de sua base. O volume deste prisma, em cm3, é:

A aresta lateral é vale o sêxtuplo da área de uma face retangular.


Al = 6.(l . a). A área da base é calculada dividindo o hexágono em 6
triângulos eqüiláteros. No caso desse prisma, h = a.
a=? l2 3
Ab = 6. . (sêxtuplo da área de um triângulo eqüilátero). Logo,
4
h=3 l2 3 18 6 3
2.6. = 6.l.3 ⇒3l 3 =18 ⇒l = = = 2 3.
4 3 3 3
l =? (2 3 ) 2 3 12 . 3
A área da base será então: Ab = 6. = 6. =18 3.
4 4
O volume será o produto da área da base pela altura. Logo,
V =18 3 ×3 = 54 3cm 3 .

10) Considere P um prisma reto de base quadrada, cuja altura mede 3 m e que tem área total de
80 m2 . O lado dessa base quadrada mede:

A área total é dada pela soma das áreas das bases (quadradas)
com o quádruplo da área da face lateral (retângulo). Temos:
At = ( 4.3.l ) + ( 2.l 2 ) = 80 . Resolvendo os parênteses,
encontramos uma equação do 2º grau:
2l 2 + 12l − 80 = 0 ⇒ l 2 + 6l − 40 = 0. Fatorando a equação,
h =3m temos:( - 4). ( + 10) = 0. Solução para ( = 4).

l =?
l =?