Vous êtes sur la page 1sur 13

CONSELHO DE UM ADVOGADO

Um advogado circulou a seguinte informação para os


empregados na Companhia dele:

"1. Não assine a parte de trás de seus cartões de crédito. NO


LUGAR DA ASSINATURA, escreva "SOLICITAR RG " .

2. Ponha seu número de telefone de trabalho em seus


cheques em vez de seu telefone de casa. Se você tiver uma
Caixa Postal de Correio use este número em vez de seu
endereço residencial. Se você não tiver uma Caixa Postal, use
seu endereço de trabalho. Ponha seu telefone celular ao invés
do residencial.

3. Tire xerox do conteúdo de sua carteira. Tire cópia de ambos


os lados de todos os documentos, cartão de crédito, etc. Você
saberá o que você tinha em sua carteira e todos os números
de conta e números de telefone para chamar e cancelar.

Mantenha a fotocópia em um lugar seguro. Também leve uma


fotocópia de seu passaporte quando for viajar para o
estrangeiro. Sabe-se de muitas estórias de horror de fraudes
com nomes, CPF, RG, cartão de créditos etc... roubados.

Infelizmente, eu, um advogado, tenho conhecimento de


primeira mão porque minha carteira foi roubada no último
mês.

Dentro de uma semana, os ladrões ordenaram um caro


pacote de telefone celular, aplicaram para um cartão de
crédito VISA, tiveram uma linha de crédito aprovada para
comprar um computador, dirigiram com minha carteira, e
mais.....

Mas aqui está um pouco de informação crítica para limitar o


dano no caso de isto acontecer a você ou alguém que você
conheça.
E MAIS....

4. Nós somos informados de que devemos cancelar nossos


cartões de crédito imediatamente. Mas a chave é ter os
números de telefone gratuitos e os números de cartões à
mão.
Com cópia, você sabe quem chamar.

5. Abra um Boletim Policial de Ocorrência imediatamente na


jurisdição onde seus cartões de crédito, etc., foram roubados.
Isto prova aos credores que você tomou ações imediatas, e
este é um primeiro passo para uma investigação (se houver
uma).

Mas aqui está o que é talvez mais importante que tudo:

6. Chame imediatamente o SEPROC e SERASA (e outros


órgãos de crédito se houver) para pedir que seja colocado um
alerta de fraude em seu nome e número de CPF. Eu nunca
tinha ouvido falar disto até que fui avisado por um banco que
chamou para confirmar sobre uma aplicação para empréstimo
que havia sido feita pela Internet em meu nome. O alerta
serve para que qualquer empresa que confira seu crédito
saiba que sua informação foi roubada, e eles têm que
contatar você por telefone antes que o crédito seja aprovado.

Até que eu fosse aconselhado a fazer isto (quase duas


semanas depois do roubo), todo o dano já havia sido feito. Há
registros de todos os cheques usados para compras pelos
ladrões, nenhum de que eu soube depois que eu coloquei o
alerta. Desde então, nenhum dano adicional foi feito, e os
ladrões jogaram fora minha carteira. Este fim de semana
alguém a devolveu para mim. Esta ação parece ter feito eles
desistirem.
Passamos para frente muitas piadas pela Internet. Mas se
você estiver disposto a passar esta informação, realmente
poderá ajudar alguém com quem você se preocupe."
zo está no Código Civil e substitui o anterior, de cinco anos. Decisão já pode ser

usada para limpar nome na praça.

Para a Justiça, dívidas e registro em cadastro de devedores prescrevem em três anos. Para
quem está com o nome sujo, a notícia é boa, porque não será preciso esperar os cinco anos
para pedir baixa.

Decisão do Tribunal de Justiça do Rio (TJ) determinou que o prazo deve respeitar o Novo
Código Civil e não o Código de Defesa do Consumidor (CDC), que prevê cinco anos.

O benefício não é automático, procure um advogado e tire suas dúvidas.

Conselhos Para Caso de Roubo de Documentos e Cartões

• Não assine a parte de trás dos cartões de crédito. Ao invés, escreva

“SOLICITAR RG”.
• Coloque nos cheques o telefone de trabalho ou celular ao invés do residencial.
• Tire cópias de ambos os lados de todos os documentos, cartão de crédito, etc. Você
saberá números de conta, documentos e números de telefone para cancelamento.

• Guarde uma lista dos telefones gratuitos e os dados a fornecer de cada documento
para cancelar.
• Abra rápido um Boletim Policial de Ocorrência na jurisdição onde seus cartões de
crédito, etc., foram roubados. Isto prova aos credores que você tomou ações
imediatas, e este é um primeiro passo para uma investigação.
• Chame rápido o SEPROC e SERASA e peça para colocar um alerta de fraude em
seu nome e CPF. Isso serve pra quando conferirem seu crédito saibam da perda ou
roubo.

Fonte: www.serasa.com.br

A partir deste mês, começaram a vigor as novas regras que regulam as tarifas
bancárias. Confira:

O que já é gratis:

• Fornecimento de cartão magnético ou de 1 talão de cheques com 10 folhas, por mês.


• Substituição do cartão magnético, exceto nos casos de pedidos de reposição
formulados pelo correntista.
• Fornecimento de um extrato mensal com toda a movimentação do mês.
• Tarifas por devolução de cheques pela compensação, exceto pela insuficiência de
fundos.

O que passa a ser Gratuito:

• Realização de até 4 saques, por mês, na boca do caixa, inclusive por meio de cheque
ou de cheques avulso, ou em terminal de auto-atendimento.
• Compensação de cheques, de qualquer valor.
• As tarifas por devolução de cheques pela compensação, exceto por insuficiência de
fundos, continuam sem cobraça.
• Realização de consultas pela internet.
• Fornecimento de cartão de débito e de 10 folhas de cheques por mês .
• Fornecimento de até 2 extratos do mês em terminal de auto-atendimento.
• Fornecimento da 2 via do cartão de débito, exceto nos casos de pedidos de
reposição pelo correntista, decorrentes de perda, roubo ou danificação.
• Fornecimento de extrato consolidado com as tarifas cobradas no ano anterior.

Enviado por: Gabrielle Nascimento


Sabia que se descontarem seu cheque pré-datado antes da data

combinada você deve ser indenizada?

É isso mesmo! E mais: de acordo com a Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do
Consumidor), a regra vale também para terceiros. Ou seja, se você deu o cheque a um
lojista e ele repassou a outra pessoa, que o descontou antecipadamente, ambos podem ser
processados por dano moral. Isso porque o Código de Defesa do Consumidor obriga os
estabelecimentos a cumprirem o prazo datado no cheque, ainda que seja um acordo verbal
entre o vendedor e você. Faça certo:

• Escreva: para pré-datar um cheque, coloque em qualquer lugar da folha a frase


“Bom para o dia X/X (especifique a data).
• Evite: não assine atrás do cheque, pois isso pode ser entedindo como endosso para
que a folha seja passada a terceiros.
• Controle: em um caderno, anote o número da folha do cheque, a data passada e a
data pré. E fique de olho em seu extrato bancário!

Enviado por: Lígia Menezes

Se você percebeu que não consegue quitar a dívida, pode, sim, cancelar o cartão. É um

direito seu. Porém , isso não fará sua dívida desaparecer: você será
responsável pelo saldo devedor referente ao período que vai até a data do pedido do
cancelamento. Além disso, como existe uma dívida não paga, o banco poderá cadastrar seu
nome no SPC e no Serasa, além de cobrar essa dívida na Justiça.

A vantagem que você terá com o cancelamento é não fazer a bola de neve crescer ainda
mais. Ou seja, você para de pagar os juros do cartão de crédito e outros encargos, e passa a
pagar somente os juros definidos por lei e a correção monetária.
Outro detalhe importante: quando você falar com seu gerente, diga que quer fazer o
cancelamento do contrato de fornecimento de crédito. Se você cancelar apenas o cartão, os
encargos do contrato continuarão atuando – e a dívida só aumentará.
Faça o cancelamento por escrito, informando ao banco que você não tem mais interesse em
continuar com o contrato de crédito. Caso seu banco se negue a fazer o cancelamento, você
pode entrar na Justiça contra a instituição financeira.

Fonte: Revista Ana Maria. Abril/09

Se você gostou desta DICA, Leia

Pagamento Parcelados:
Isso é regra: o preço à vista sempre será menor do que o parcelado. Isso porque a compra a
prazo tem juros a serem cobrados. E quando a loja diz que o consumidor pode pagar em dez
vezes sem juros? ” Pode ter certeza de que há juros camuflados no preço à vista divulgado.
Pesquise para encontrar valores mais em conta”, garante o consultor Reinaldo Domingos.
Ele também lembra que o melhor é pagar à vista sempre: além de fugir dos juros, você pode
negociar um descontão.

Cartão de crédito:
O grande risco é não ter o dinheiro para pagar o valor inteiro da fatura e optar por quintar a
chamada “parcela mínima”. Segundo Reinaldo, as taxas de juros cobradas por esse serviço
são abusivas: giram em torno de 10% ao mês!.”É melhor a pessoa pedir um empréstimo no
banco e quitar a fatura do cartão logo, pois a taxa de juros que os bancos cobram são bem
menores, em torno de 2,5% ao mês.

Cheque Especial:
Cair no cheque especial é outra maneira de se enfiar em uma bola de neve de dívidas! Os
juros costumam ser de 7% a 10% ao mês. Por isso, como solução, o consultor Reinaldo dá a
mesma dica sugerida no caso do cartão de crédito: o empréstimo bancário.

Empréstimos:
Não se iluda. Ao fazer um empréstimo saiba que terá, além do valor, os juros que incidem
sobre a grana. Exemplo: você pegou um empréstimo de R$ de 3 mil para pagar em 25
parcelas (ou seja, em 25 meses) de R$150. Fazendo as contas, no fim dos 25 meses, terá de
pagar à financeira um valor total de R$ 3.750, o correspondente a uma taxa de juros de
25%.

Poupança:
Ela tem o que a gente chama de “juros do bem” ! “Você aplica seu dinheiro e garante que
ele renderá um pouco a mais a cada mês. “As pessoas precisam aprender a administrar bem
dinheiro, despesas e possíveis lucros”, diz Reinaldo . Siga o recado: quando sonhar em
comprar alguma coisa, acumule o dinheiro na poupança, onde os juros lhe favorecem Só
quando tiver tudo faça a compra.

Enviado por: Daniele Maia

Se você gostou desta DICA, Leia:

ssinantes de Telefones Fixos tem direito a receber valores cobrados de sua conta!

Por que tenho este direito?

O Superior Tribunal de Justiça confirmou decisão que reconheceu ser ilegal o repasse do
PIS/COFINS ao assinante de telefonia fixa. Assim, considera ilegal a prática de embutir no
preço da tarifa estas despesas. Por isso, os valores cobrados são indevidos e deverão ser
devolvidos os valores dos últimos 10 (dez) anos. Isso pode dar um belo dinheiro.
Na minha conta não aparece o PIS e o COFINS?…não aparece na conta telefônica
porque foram embutidos dentro da tarifa básica.
Eles vão devolver o dinheiro? Só irão devolver para quem entrar na justiça. Se você
deseja receber o seu dinheiro de volta, você deve entrar com a ação. Isto vale tanto para
pessoa física como para pessoa jurídicas.

Consulte um advogado de sua confiança


Chega de ficar com a conta no vermelho- conheça agora seus direitos e veja como pode se
livrar das dívidas num vapt-vupt.
O devedor tem, sim, direitos assegurados por lei, que dão segurança para negociar e
acabam com o constrangimento de quem quer pagar.

• É direito do consumidor ser notificado por carta antes de ter seu nome inscrito no
SPC ou na Serasa Experian.
• A cobrança não pode ser feita no local de trabalho da pessoa nem deixada com
terceiros. Isso está no artigo 71 do Código de Defesa do Consumidor (CDC).
• A cobrança tem de especificar detalhadamente o montante da dívida (juros, mora,
etc…). Assim, o devedor sabe exatamente o quanto precisa pagar.
• Se tem uma dívida mas não consegue pagá-la, entre em contato com o credor para
saber se há parcelamento, desconto no valor das multas e juros do atraso.
• No primeiro contato com o credor, ligue para os SAC (Serviço de Atendimento ao
Consumidor) ou mande carta ao setor de cobrança. Se não tiver retorno, peça a
revisão do contrato em juízo.
• A Lei Federal 1 060/50 garante a gratuidade dos trabalhos judiciais para esses casos
para quem ganha até dez salários mínimos.
• Uma vez paga ou negociada a dívida (com a primeira parcela quitada), o
consumidor deve ter o nome retirado do SPC e Serasa Experian.
• O CDC ampara o devedor. Para isso, ele tem que estar disposto a arcar com o que
deve. Se deixar para lá e não pagar, perde a razão e se endivida ainda mais.

A quem recorrer: segundo o Ibedec, pelo menos 18 milhões de brasileiros são devedores.
Para se sentir mais seguro no momento da negociação, procure:

• Defensoria Pública de sua cidade.


• Procon e demais órgãos de defesa do consumidor.
• Ibedec – envie suas dúvidas por e-mail (consumidor@ibedec.org.br). No site
(www.ibedec.org.br) é possível baixar o Cartilhado Endividado, com informações
para ajudá-lo a por as contas no azul.

Por: Daniele Maia

http://www.idealdicas.com/os-7-mandamentos-do-cartao-de-credito/
Confira as soluções para as principais armadilhas que ameaçam você na selva das tarjas

magnéticas.
Poucas mulheres no mundo não tem com o cartão de crédito uma relação de amor e ódio.
Amor porque dá a prazerosa ilusão de comprar sem gastar. Ódio porque uma vez por mês a
fatura chega. O uso do carão é prático e seguro, mas cheio de armadilhas. “Quem se
endivida no carão dificilmente sai ileso, como em um duelo”, diz o coordenador do Centro
de Finanças da FGV-SP William Eid. O dinheiro de plástico já é usado por um terço da
população brasileira. Segundo pesquisa do banco Itaú, dois em cada dez usuários tem entre
18 e 29 anos. Quase metade das transações é feita por mulheres. Saiba como sobreviver em
meio às ciladas que vêm junto com os cartões.

1. Sempre à vista
O cartão é uma das modalidades mais caras de financiamento. Só perde para as
financeiras. Portanto evite pagar o valor mínimo ou parcelar a dívida. Se está com
dívidas, o melhor é fazer um empréstimo no banco para pagar à vista. A taxa de
juros é quatro vezes menor.
2. Cabresto nos gastos
Cartão dá a falsa sensação de que o dinheiro não sai da conta. O pesadelo vem com
a fatura. Anote gastos na agenda ou peça um limite compatível com sua renda.
3. Pagamento de contas
Parece perfeito concentrar pagamentos na mesma data e não correr o risco de
desligarem sua conta de luz. Mas as administradoras constuma cobrar tarifas para
prestar esses serviços. Veja em quanto morre a brincadeira.
4. Nacional ou internacional?
Ter um cartão internacional para comprar um vestido não é uma boa. “A anuidade é
mais alta do que a do nacional. É bom para que viaja ao menos uma vez por ano”,
dia a técnica do Procon- SP Renata Reis.
5. As milhagens
São uma boa razão para usar cartão de crédito! No da TAM, por exemplo, cada US$
1 gasto em compras se transforma em 1,33 ponto. E uma viagem de ida e volta na
América do Sul exige 20 mil pontos. O lado ruim: anuidade de R$ 150, com
descontode 50 % no primeiro ano. Todos os bancos têm cartões que acumulam
pontos. O unibanco Platinum, por exemplo, dá 1,5 ponto de US$ 1 gasto. Exige
renda mínima de R$ 4.000 e cobra anuidade de R$ 210. A vantagem é que os pontos
não são restritos a apenas uma companhia aérea.
6. Cartão de loja?
Você vai precisar de uma bolsa extra se aceitar todos os cartões de crédito
oferecidos em lojas, supermercados, farmácia… Nesse caso, a decisão é simples:
vale a pena se você realmente for uma frequentadora assídua da loja. E se tiver
benefícios em troca.
7. Competição a seu favor
Especialistas recomendam comparar os ofertas disponíveis. As diferenças de preço
existem e são grandes. Aproveite essa confusão para negociar bons descontos na sua
anuidade.

Por: Patrícia Queiroz. Revista Gloss. Mai/08

Existem hoje vários órgãos de restrições a crédito no Brasil. E també métodos legais e
ilegais para limpar seu nome neste tipo de serviços.
Com a leitura completa deste material que se encontra no site , você aprenderá o passo a
passo para limpar seu nome junto a estes órgãos de restrições.

E os Modelos de Obrigação de Fazer podem ser encontrado nos seguintes sites:

http://www.scribd.com/doc/2264080/OBRIGACAO-DE-FAZER-DIPLOMA

http://www.pobrevirtual.com.br/default/descdoc.php?id=1299

http://jurisway.com.br/v2/modelos1.asp?
pagina=1&idarea=48&idmodelo=8810&idtipo=model

http://www.direitonet.com.br/peticoes/x/11/29/1129/

http://www.forumjuridico.org/index.php?s=&act=ST&f=4&t=3053

Se você gostou desta DICA, Leia:

Esse tipo de cobrança pode até estar prevista em contrato. Porém, o Código de Defesa do
Consumidor proíbe que o fornecedor ou prestador de serviços repasse seus custos com
valores ao consumidor. Essas despesas, como taxa de emissão de fatura ou repasse
bancário, são despesas próprias da atividade da operadora de cartões. Então elas nunca
deveriam ser repassadas aos clientes. Mesmo que essa cobrança esteja prevista em contrato,
não se preocupe. Por se tratar de uma cláusula abusiva, ela é considerada nula. Você não
pode simplesmente deixar de pagar. É muito importante que antes você diga à empresa que
não pretende pagar essa taxa. Se a suas comunicação não surtir efeitos, você poderá
procurar os órgãos de defesa do consumidor ( Procons e Secretariasda Cidadania), e até
ingressar com uma ação judicial pedindo ao juiz que declare nula essa cobraça.

Por: Márcia V. Soto.

Como Fazer Acontecer

20 CAMINHOS PARA UM EFETIVO FAZER ACONTECER

1 – Visualize com detalhes, como se tudo já estivesse realizado.


Imagine com detalhes o estado desejado. Essa imagem cristalina é algo que irá
naturalmente orientá-lo quanto ao que deve ser feito (como começar etc.).

2 – Dê rapidamente o 1º passo.
Confie nos “lampejos” que você tem. Se você sente confiança interior (não pense em
explicar) aja sem hesitação e dê o primeiro passo. A natureza fará a seqüência acontecer
(outros passos seus e de outras pessoas que você toca no primeiro movimento).

3 – Faça tudo “de corpo e alma”.


Não seja “morno” “fazendo por fazer”. Até o “impossível” se torna possível quando nos
envolvemos integralmente.

4 – Faça tudo com muita boa vontade e prazer.


As probabilidades de dar certo aumentam tremendamente quando fazemos tudo com a
mente alegre.

5 – Seja otimista.
Não se deixe influenciar pelos cínicos e pelos pessimistas. Ajude a construir o ideal, a cada
dia dando o passo do dia.

6 – Concentre-se nos seus pontos fortes.


Ao invés de se deixar bloquear por eventuais pontos fracos, ancore-se no que você tem de
melhor.
7 – Concentre energia.
Evite desperdiçar energia fazendo as coisas “de forma picada”, ou começando muitos
projetos sem nada concluir.

8 – Decole e vá aperfeiçoando em pleno vôo.


Planeje o suficiente. Evite “afogar-se” em planejamentos que nunca terminam ou planos
que nunca saem do papel.

9 – Esteja sempre focado na busca de soluções.


Use sua energia na busca de soluções ao invés de desperdiçá-la lucubrando somente sobre
problemas.

10 – Crie condições favoráveis.


Procure trabalhar as barreiras positivamente até que elas se enfraqueçam ou desapareçam
ao invés de tentar atravessá-las à força.

11 – Seja natural.
Não seja derrotado pelo “excesso de esforço”. Faça o que tem que ser feito e mantenha a
tranqüilidade interior. Dê espaço para a natureza também fazer a sua parte…

12 – Pense sempre nos riscos e nas recompensas.


Não se deixe imobilizar pelos riscos. Equilibre-se sempre tentando visualizar as
recompensas possíveis. Uma vez que o balanço lhe pareça equilibrado, aja conforme sua
intuição.

13 – Neutralize os “palpiteiros inconseqüentes”.


Não se deixe influenciar por “opiniões” irresponsavelmente colocadas pelos outros.
Aprenda a distinguir conselhos sábios, bem intencionados de comentários “rotineiramente”
jogados pelas pessoas.

14 – Evite lucubrar.
Não desperdice energia lucubrando demais, principalmente se forem especulações
negativas. Ao invés disso, comece a caminhar, mesmo através de um pequeno passo.

15 – Seja transparente.
Nem sequer pense desonestamente, pois isso drena sua energia. (Já imaginou quanto de
energia gastamos, para “proteger” a mentira contada ontem?). Ser transparente multiplica
energia. Energia que faz acontecer.

16 – Seja generoso.
“A generosidade move montanhas”. As coisas fluem melhor à sua volta porque a
generosidade faz agir. “Picuinhas”, ao contrário, imobilizam as pessoas.

17 – Aja sempre numa postura ganha-ganha.


Evite a postura do tirar vantagem de tudo. Aja pensando em benefícios para todos. As
coisas passam a acontecer com mais fluidez.
18 – Confie 100% em sua força interior.
Fazer acontecer exige fé. Principalmente em si mesmo. É essa convicção que o deixa solto
para fazer o que é necessário.

19 – Busque excelência, sempre.


Um fazer acontecer efetivo deve sempre estar ancorado na busca do melhor, do perfeito, do
ideal. Quão próximos chegaremos à perfeição é outra coisa. O alvo, porém, deve sempre ser
a perfeição.

20 – Chute acomodação e “imobilismo” para longe de você.


A capacidade de fazer acontecer é algo para ser aperfeiçoado pela vida toda. Não se
acomode. Procure sempre melhorar seu próprio recorde

Fonte: tilibra.com.br