Vous êtes sur la page 1sur 124

© 2010 da Minitab Inc. Todos os direitos reservados. Versão 16.1.

0
Minitab , the Minitab logo , Quality Companion by Minitab and Quality Trainer by Minitab® são
® ® ®

marcas comerciais registradas da Minitab, Inc. in the United States and other countries. Capability Sixpack™,
Process Capability Sixpack™, ReportPad™ e StatGuide™ são marcas comerciais da Minitab, Inc.
Six Sigma® é uma marca comercial registrada e marca de serviço da Motorola, Inc. Todas as demais
marcas aqui mencionadas pertencem a seus respectivos proprietários.

ii
Índice
1 Introdução . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-1
Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1
Convenções tipográficas deste livro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
A história . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Iniciando o Minitab . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Abrindo uma planilha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-4
Próxima etapa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-6

2 Criando gráficos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1
Explorando os dados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Examinando relacionamentos entre duas variáveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-9
Usando o layout de gráfico e imprimindo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-12
Salvando projetos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-15
Próxima etapa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-16

3 Analisando dados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Utilizando a estatística descritiva. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2
Executando uma ANOVA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-4
Usando o Project Manager do Minitab . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-9
Próxima etapa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-11

4 Avaliando qualidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-1
Avaliando a estabilidade do processo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-2
Avaliando a capacidade do processo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-8
Próxima etapa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10

iii
5 Planejando um experimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1
Criando um projeto experimental . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Visualizando o experimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5
Inserindo dados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-5
Analisando o experimento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6
Extraindo conclusões. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-9
Próxima etapa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-12

6 Usando os comandos da janela Session . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1
Habilitando e digitando comandos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Reexecutando uma série de comandos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-5
Repetindo análises com Execs . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
Próxima etapa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-8

7 Gerando relatórios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1
Usando o ReportPad . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Salvando um relatório . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6
Copiando um relatório para um processador de texto. . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-7
Usando as ferramentas embutidas de edição de gráficos . . . . . . . . . . . . . . . . 7-8
Enviando a saída para o Microsoft PowerPoint . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-10
Próxima etapa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-12

8 Preparando uma planilha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1
Obtendo dados de diferentes fontes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2
Preparando uma planilha para análise . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-5
Próxima etapa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-12

iv
9 Personalizando o Minitab . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .9-1
Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-1
Opções de configuração. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-2
Criando uma barra de ferramentas personalizada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-4
Atribuindo teclas de atalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-6
Restaurando as configurações padrão do Minitab . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-7
Próxima etapa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9-8

10 Obtendo ajuda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .10-1


Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-1
Obtendo respostas e informações. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-2
Visão geral do Help do Minitab . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-4
Help . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-6
StatGuide . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-8
Session Command Help . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-10
Próxima etapa . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10-12

11Referência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .11-1
Objetivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-1
Visão geral . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-1
O ambiente do Minitab . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-2
Dados do Minitab. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11-5

Índice . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . I-1

v
vi
1
Introdução
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Usar o Conheça o Minitab, página 1-1
■ Iniciar o Minitab, página 1-3
■ Abrir e examinar uma planilha, página 1-4

Visão geral
O programa Conheça oMinitab apresenta a você os recursos mais usados no Minitab.
Acompanhando o livro, você usará funções, criará gráficos e gerará estatísticas.
O conteúdo do Conheça oMinitab relaciona-se com as ações que você terá de executar
em suas próprias sessões do Minitab. Você utilizará um exemplo dos recursos do
Minitab para conhecer a gama de recursos e de análises estatísticas que o Minitab oferece.
A maioria das análises estatísticas exige uma série de passos, em geral direcionadas
pelo conhecimento prévio ou pelo assunto que você está investigando. Os capítulos
2 a 5 ilustram os passos da análise em uma sessão do Minitab:
■ Explorando dados com gráficos
■ Conduzindo análises e procedimentos estatísticos
■ Avaliando qualidade
■ Planejando um experimento
Os capítulos 6 a 9 abordam os seguintes tópicos:
■ Usando atalhos para automatizar análises futuras
■ Gerando relatórios
■ Preparando planilhas
■ Personalizando o Minitab para atender às suas necessidades
O Capítulo 10, Obtendo ajuda apresenta informações para encontrar respostas e usar
os recursos do Help (ajuda) do Minitab. Capítulo 11, Referência fornece uma visão geral
do ambiente Minitab e discute os tipos e formas de dados que o Minitab usa.

Conheça o Minitab 1-1


Capítulo 1 Convenções tipográficas deste livro

Você pode explorar o Conheça o Minitab de duas maneiras:


■ Do começo ao fim, seguindo a história de uma livraria on-line imaginária, através
de um fluxo de trabalho normal
■ Selecionando um capítulo para se familiarizar com uma área específica do Minitab
O Conheça o Minitab apresenta as caixas de diálogo e janelas necessárias para a
execução dos passos de uma análise. Durante o trabalho, procure por estes ícones
para obter informações adicionais:

Fornece notas e dicas

Sugere tópicos relacionados no Help e no StatGuide do Minitab

Convenções tipográficas deste livro


[Enter] Representa uma tecla, como a tecla [Enter].
[Alt]+[D] Representa manter pressionada a primeira tecla enquanto se
pressiona a segunda. Por exemplo, mantendo pressionada a tecla
[Alt], pressione a tecla [D].
File ➤ Exit Representa um comando de menu; nesse caso, escolha Exit no
menu File. Eis outro exemplo: Stat ➤ Tables ➤ Tally Individual
Variables significa abra o menu Stat, abra o submenu Tables e,
por fim, escolha Tally Individual Variables.
Click OK. O texto em negrito refere-se a itens e botões em caixas de diálogo
e a comandos do Minitab.
Digite Pulse1. Textos em itálicos referem-se a informações que devem ser digitadas.

1-2 Conheça o Minitab


A história Introdução

A história
Uma livraria on-line possui três centros regionais de expedição que remetem
os pedidos aos clientes. Cada centro de expedição usa um sistema informatizado
diferente para inserir e processar as informações dos pedidos. Para integrar todos
os pedidos e usar o método mais eficiente para toda a empresa, a companhia deseja
usar o mesmo sistema informatizado em todos os três centros de expedição.
Acompanhando este livro, você analisará os dados dos centros de expedição
enquanto aprende a usar o Minitab. Você criará gráficos e conduzirá análises
estatísticas para determinar qual dos sistemas informatizados é o mais eficiente
e proporciona o menor tempo de entrega.
Depois de identificar o sistema informatizado mais eficiente, você atentará para
os dados daquele centro. Primeiro, você criará cartas de controle para verificar se
o processo de expedição do centro está sobre controle. Em seguida, você conduzirá
uma análise de capacidade para verificar se o processo está funcionando dentro
dos limites de especificação. Finalmente, você conduzirá um experimento planejado
para melhorar os processos do centro de expedição.
Além disso, você aprenderá sobre os comandos de sessão e sobre como gerar
relatórios, preparar planilhas e personalizar o Minitab.

Iniciando o Minitab
Antes de começar sua análise, inicie o Minitab e examine o layout das janelas.

Iniciar o 1 Na barra de tarefas do Windows, selecione Iniciar ➤ Programas ➤ Minitab ➤


Minitab Minitab 16 Statistical Software.

O Minitab é aberto, apresentando duas janelas principais:


■ A janela Session exibe os resultados de sua análise em formato texto. Além disso,
você pode digitar comandos nesta janela, em vez de usar os menus do Minitab.
■ A janela Data contém uma planilha aberta, que é semelhante a uma planilha
eletrônica. Você pode abrir várias planilhas, cada qual em uma janela Data.

Conheça o Minitab 1-3


Capítulo 1 Abrindo uma planilha

Janela Session

Janela Data
– Colunas
– Linhas
– Células

Para obter mais informações sobre o ambiente do Minitab, consulte O ambiente do Minitab na
página 11-2.

Abrindo uma planilha


Você pode abrir uma nova planilha vazia a qualquer momento. Você também pode
abrir um ou mais arquivos que contenham dados. Ao abrir um arquivo, você copia
o seu conteúdo para o projeto atual do Minitab. As alterações feitas na planilha
enquanto ela está no projeto não afetarão o arquivo original.
Os dados dos três centros de expedição estão armazenados na planilha
ShippingData.MTW.

Em alguns casos, será necessário preparar a planilha antes de começar a análise. Para obter
informações sobre como configurar uma planilha, consulte o Capítulo 8, Preparando uma
planilha.

1-4 Conheça o Minitab


Abrindo uma planilha Introdução

Abrir uma 1 Selecione File ➤ Open


planilha Worksheet.
2 Clique em Look in Minitab
Sample Data folder, na
parte inferior da caixa de
diálogo.
3 Na pasta Sample Data,
clique duas vezes em Meet
Minitab.
Você pode alterar a pasta
padrão para abrir e salvar
arquivos do Minitab
selecionando Tools ➤
Options ➤ General.
4 Escolha ShippingData.MTW
e clique em Open. Se for exibida uma caixa de mensagem, marque Do not
display this message again, para que a mensagem não seja exibida novamente,
e clique em OK. Para voltar a exibir essa mensagem toda vez que abrir uma
planilha, redefina as configurações padrão do Minitab. Consulte Restaurando as
configurações padrão do Minitab na página 9-7.

Examinar a Os dados são organizados em colunas e também são chamados de variáveis. O nome
planilha e o número da coluna estão sobre cada coluna. Cada linha da planilha representa
um caso, que são as informações de um único pedido de livro.
Coluna com dados Coluna com Coluna com
de data/hora dados numéricos dados de texto

Nome
da
coluna

Número
da linha

O Minitab aceita três tipos de dados: numérico, texto e data/hora. Esta planilha
contém os três tipos.
Os dados incluem:
■ Nome do centro de expedição

Conheça o Minitab 1-5


Capítulo 1 Próxima etapa

■ Data do pedido
■ Data de entrega
■ Quantidade de dias para entrega
■ Status da entrega (“On time” indica que o livro foi recebido no prazo;
“Back order” indica que o livro não está disponível em estoque no momento;
“Late” indica que o livro foi recebido seis ou mais dias após o pedido)
■ Distância entre o centro de expedição e o local de entrega

Para obter mais informações sobre tipos de dados, consulte Dados do Minitab na página 11-5.

Próxima etapa
Agora que você tem uma planilha aberta, está pronto para começar a usar o Minitab.
No próximo capítulo, você usará gráficos para verificar a normalidade dos dados e
examinar os relacionamentos entre as variáveis.

1-6 Conheça o Minitab


2
Criando gráficos
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Criar e interpretar um gráfico de valores individuais, página 2-2
■ Criar um histograma agrupado, página 2-4
■ Editar um histograma, página 2-5
■ Organizar vários histogramas na mesma página, página 2-7
■ Acessar o Help, página 2-9
■ Criar e interpretar gráficos de dispersão, página 2-10
■ Editar um gráfico de dispersão, página 2-11
■ Organizar vários gráficos na mesma página, página 2-13
■ Imprimir gráficos, página 2-15
■ Salvar um projeto, página 2-15

Visão geral
Antes de conduzir uma análise estatística, você pode usar os gráficos para explorar os
dados e avaliar os relacionamentos entre as variáveis. Além disso, os gráficos são úteis
para resumir conclusões e facilitar a interpretação de resultados estatísticos.
Você pode acessar os gráficos do Minitab nos menus Graph e Stat. Gráficos internos,
que auxiliam a interpretar os resultados e avaliar a validade das suposições estatísticas,
também estão disponíveis com vários comandos estatísticos.
Os recursos de gráficos do Minitabincluem:
■ Uma galeria visual de gráficos para você escolher o tipo de gráfico.
■ Flexibilidade na personalização de gráficos, desde a organização dos dados
em subgrupos à especificação de títulos e notas de rodapé.

Conheça o Minitab 2-1


Capítulo 2 Explorando os dados

■ Capacidade de alterar a maioria dos elementos gráficos, como fontes, símbolos,


linhas, local das marcas de verificação e exibição dos dados, depois de o gráfico
ser criado.
■ Capacidade de atualizar os gráficos automaticamente.
Este capítulo explora os dados dos centros de expedição, que você abriu no capítulo
anterior, usando os gráficos para comparar as médias, explorar a variabilidade,
verificar a normalidade e examinar o relacionamento entre as variáveis.

Para obter mais informações sobre os gráficos do Minitab, vá até Graphs no índice do Help do
Minitab e clique duas vezes na entrada Overview para ver os detalhes dos gráficos do Minitab.
Para acessar o índice Help, escolha Help ➤ Help e clique na guia Index.

Explorando os dados
Antes de conduzir uma análise estatística, você deve criar gráficos que apresentem
características importantes dos dados.
Em relação aos dados dos centros de expedição, você deseja saber o tempo médio de
entrega de cada centro de expedição e como os dados variam em cada centro. Você
também deseja determinar se os dados dos centros seguem uma distribuição normal,
para que você possa usar métodos estatísticos padrão a fim de testar a igualdade das
médias.

Criar um Você supõe que o tempo de entrega é diferente em cada um dos três centros de
gráfico de expedição. Crie um gráfico de valores individuais para comparar os dados dos
valores centros de expedição.
individuais 1 Caso você não tenha lido o capítulo anterior, escolha File ➤ Open Worksheet.
Se tiver lido o capítulo anterior, siga para o passo 4.
2 Clique em Look in Minitab Sample Data folder, na parte inferior da caixa
de diálogo.
3 Na pasta Sample Data, clique duas vezes em Meet Minitab e escolha
ShippingData.MTW. Clique em Open.

2-2 Conheça o Minitab


Explorando os dados Criando gráficos

4 Escolha Graph ➤ Individual Value Plot.


Para a maioria dos gráficos, o Minitab exibe
uma galeria visual. A sua escolha na galeria
determina as opções disponíveis de criação do
gráfico.
5 Em One Y, escolha With Groups e clique
em OK.

6 Em Graph variables, digite


Days.
7 Em Categorical variables for
grouping (1-4, outermost first),
digite Center.
Para criar um gráfico, você só
precisa preencher a caixa de
diálogo principal. Entretanto,
você pode clicar em qualquer
botão para abrir as caixas de
diálogo e personalizar o gráfico.
A caixa de listagem à esquerda exibe as variáveis da planilha disponíveis para
análise. As caixas à direita exibem as variáveis que você selecionou para análise.
8 Clique em Data View. Marque a opção
Mean connect line.
9 Clique em OK em cada caixa de
diálogo.

Para selecionar as variáveis na maioria das caixas de diálogo do Minitab, você pode: clicar duas
vezes nas variáveis na caixa de listagem de variáveis; destacar as variáveis na caixa de listagem
e escolher Select; ou digitar os números das colunas e os nomes das variáveis.

Conheça o Minitab 2-3


Capítulo 2 Explorando os dados

Graph
janela
saída

Interpretar Os gráficos de valores individuais mostram que cada centro possui uma média
resultados diferente de tempo de entrega. O centro Western tem um tempo de entrega menor
do que os centros Central e Eastern. A variação entre os centros parece ser quase
a mesma.

Criar um Outra maneira de comparar os três centros de expedição é criar um histograma


histograma agrupado, que exibe os histogramas de cada centro em um mesmo gráfico.
agrupado O histograma agrupado mostrará a sobreposição dos dados de cada centro
de expedição.
1 Selecione Graph ➤ Histogram.

2 Escolha With Fit And Groups e clique


em OK.

3 Em Graph variables, digite


Days.
4 Em Categorical variables for
grouping (0-3), digite Center.
5 Clique em OK.

2-4 Conheça o Minitab


Explorando os dados Criando gráficos

Graph
janela
saída

Interpretar Como visto no gráfico de valores individuais, as médias de cada centro são diferentes.
resultados Os tempos médios de entrega são:
Central—3.984 dias
Eastern—4.452 dias
Western—2.981 dias
O histograma agrupado mostra que os centros Central e Eastern são semelhantes
em relação ao tempo médio de entrega e na dispersão do tempo de entrega.
Diferentemente, o tempo médio de entrega do centro Western é menor e menos
disperso. O Capítulo 3, Analisando dados mostra como detectar estatisticamente
diferenças significativas entre médias usando a análise de variância.

Se os dados se alterarem, o Minitab pode atualizar os gráficos automaticamente. Para obter


mais informações, acesse Updating graphs no índice Help do Minitab.

Editar Editar gráficos no Minitab é fácil. Você pode editar praticamente qualquer elemento
histograma do gráfico. Para o histograma que você acabou de criar, você pode:
■ Pôr em negrito o texto do cabeçalho da legenda (a tabela com informações sobre
o centro)
■ Alterar o título

Conheça o Minitab 2-5


Capítulo 2 Explorando os dados

Alterar a fonte do cabeçalho


da tabela da legenda
1 Clique duas vezes na legenda.

2 Clique na guia Header Font.

3 Em Style, marque Bold.

4 Clique em OK.

Alterar o título
1 Clique duas vezes no título (Histogram
of Days).
2 Em Text, digite Histogram of Delivery
Time.
3 Clique em OK.

Graph
janela
saída

2-6 Conheça o Minitab


Explorando os dados Criando gráficos

Interpretar O histograma apresenta agora uma fonte em negrito para o cabeçalho da legenda
resultados e um título mais descritivo.

Além de editar gráficos individuais, você pode alterar as configurações padrão dos futuros
gráficos.
■ Para alterar as configurações gerais do gráfico, como atributos da fonte, tamanho do gráfico
e tipos de linhas, selecione Tools ➤ Options ➤ Graphics.
■ Para alterar configurações específicas do gráfico, como o tipo de escala nos histogramas ou
o método de calcular os pontos marcados nos gráficos de probabilidade, selecione Tools ➤
Options ➤ Individual Graphs.
Na próxima vez que você abrir uma caixa de diálogo alterada, suas preferências serão aplicadas.

Criar um Para determinar se os dados dos centros de expedição seguem uma distribuição
histograma normal, crie um histograma em painéis do intervalo de tempo entre o pedido e
em painéis a data de entrega.
1 Selecione Graph ➤ Histogram.

2 Selecione With Fit e clique em OK.

3 Em Graph variables, digite


Days.

Conheça o Minitab 2-7


Capítulo 2 Explorando os dados

4 Clique em Multiple Graphs e, em


seguida, clique na guia By Variables.
5 Em By variables with groups in
separate panels, digite Center.
6 Clique em OK em cada caixa de
diálogo.

Graph
janela
saída

Interpretar Os tempos de entrega de cada centro são aproximadamente distribuídos


resultados normalmente, como é mostrado pelo mesmo padrão exibido nas curvas
de distribuição.

Se tiver menos de 50 observações, você pode preferir usar um gráfico de probabilidade normal
(Graph ➤ Probability Plot) para avaliar a normalidade.

2-8 Conheça o Minitab


Examinando relacionamentos entre duas variáveis Criando gráficos

Examinando relacionamentos entre


duas variáveis
Os gráficos podem ajudá-lo a identificar se há associações entre as variáveis e qual o
grau dessas associações. Conhecer o relacionamento entre as variáveis pode ajudá-lo
a guiar análises futuras e a determinar que variáveis merecem maior atenção.
Como cada centro de expedição atende a uma pequena área regional, você supõe
que a distância do local de entrega não afeta muito o tempo de entrega. Para verificar
essa hipótese e eliminar a variável distância como um fator de potencial importância,
examine o relacionamento entre o tempo de entrega e a distância do local de entrega.

Acessar o Para saber que gráfico mostra o relacionamento entre duas variáveis, use o Help
Help do Minitab.
1 Selecione Help ➤ Help.

2 Clique na guia Index.

3 Em Type in the keyword to find, digite Graphs e clique duas vezes na entrada
Overview para acessar o tópico do Help.
4 No tópico do
Help, sob o
título Types of
graphs, clique
em Examine
relationships
between pairs of
variables.

Conheça o Minitab 2-9


Capítulo 2 Examinando relacionamentos entre duas variáveis

Este tópico do Help sugere que um gráfico de dispersão é a melhor opção para
analisar o relacionamento entre o tempo de entrega e a distância do local de entrega.

Para obter ajuda sobre qualquer caixa de diálogo do Minitab, clique em Help no canto inferior
esquerdo da caixa de diálogo ou pressione [F1]. Para obter mais informações sobre o Help do
Minitab, consulte o Capítulo 10, Obtendo ajuda.

Criar um 1 Selecione Graph ➤ Scatterplot.


gráfico de 2 Selecione With Regression e clique em OK.
dispersão

3 Em Y variables, digite Days.


Em X variables, digite Distance.

2-10 Conheça o Minitab


Examinando relacionamentos entre duas variáveis Criando gráficos

4 Clique em Multiple Graphs e, em


seguida, clique na guia By Variables.
5 Em By variables with groups in
separate panels, digite Center.
6 Clique em OK em cada caixa
de diálogo.

Graph
janela
saída

Interpretar Os pontos no gráfico de dispersão não mostram nenhum padrão aparente em


resultados qualquer dos três centros. A linha de regressão de cada centro é relativamente plana,
sugerindo que a proximidade do local de entrega não afeta o tempo de entrega.

Editar Para ajudar seus colegas a interpretar rapidamente o gráfico de dispersão, você pode
gráfico de adicionar uma nota de rodapé ao gráfico.
dispersão 1 Clique no diagrama de dispersão para
torná-lo ativo.
2 Selecione Editor ➤ Add ➤ Footnote.

3 Em Footnote, digite Relationship


between delivery time and distance from
shipping center.
4 Clique em OK.

Conheça o Minitab 2-11


Capítulo 2 Usando o layout de gráfico e imprimindo

Graph
janela
saída

Interpretar O gráfico de dispersão apresenta agora uma nota de rodapé que fornece uma breve
resultados interpretação dos resultados.

Usando o layout de gráfico e


imprimindo
Use a ferramenta de layout de gráfico do Minitab para dispor vários gráficos na
mesma página. Você pode adicionar anotações ao layout e editar cada gráfico dentro
do layout.
Para apresentar ao seu supervisor os resultados preliminares da análise gráfica
dos dados de expedição, disponha todos os quatro gráficos em uma página.

Quando você utiliza um comando do Minitab já utilizado na mesma sessão, o Minitab recupera
as configurações da caixa de diálogo. Para retornar às configurações padrão da caixa de
diálogo, pressione [F3].

2-12 Conheça o Minitab


Usando o layout de gráfico e imprimindo Criando gráficos

Criar layout 1 Com o gráfico de dispersão ativo, selecione Editor ➤ Layout Tool. O gráfico ativo
de gráfico (no caso, o gráfico de dispersão) já está incluído no layout.
Lista dos
gráficos abertos

Botões usados
para incluir ou
remover os
gráficos no
layout

O próximo
gráfico a ser
incluído no
layout

2 Clique no gráfico de dispersão e arraste-o para o canto inferior direito do layout.

3 Clique em para posicionar o gráfico de valores individuais no canto superior


esquerdo do layout.
4 Clique em para posicionar o histograma agrupado no canto superior direito.
5 Clique em para posicionar o histograma em painéis no canto inferior
esquerdo.
6 Clique em Finish.

Conheça o Minitab 2-13


Capítulo 2 Usando o layout de gráfico e imprimindo

Graph
janela
saída

Se os dados da planilha forem alterados após a criação do layout, o Minitab não atualiza
automaticamente os gráficos no layout. Você deve criar o layout novamente com os gráficos
individuais atualizados.

Incluir Você deseja adicionar um título descritivo ao layout.


anotações no 1 Selecione Editor ➤ Add ➤ Title.

2 Em Title, digite Graphical Analysis of Shipping Center Data. Clique em OK.

Graph
janela
saída

2-14 Conheça o Minitab


Salvando projetos Criando gráficos

Imprimir o Você pode imprimir um gráfico individual ou um layout, como faria com qualquer
layout do janela do Minitab.
gráfico 1 Clique na janela Graph para ativá-la e selecione File ➤ Print Graph.

2 Clique em OK.

Salvando projetos
Os dados do Minitab são salvos em planilhas. Você também pode salvar projetos
do Minitab, que podem conter várias planilhas. Um projeto do Minitab contém
todo seu trabalho, inclusive dados, saída da janela Session, gráficos, histórico de
sua sessão, conteúdo do ReportPad e configurações das caixas de diálogo. Ao abrir
um projeto, você pode continuar trabalhando do ponto onde parou.
É recomendável salvar seu trabalho em algum local fora da pasta Arquivos de
Programas. Nos exercícios deste livro, os arquivos são salvos na pasta Meet Minitab,
dentro da pasta Meus Documentos. Você pode salvar arquivos em um local de sua
escolha (fora da pasta Arquivos de Programas).

Salvar um Salve todo o seu trabalho em uma planilha do Minitab.


projeto do 1 Selecione File ➤ Save
Minitab Project As.
2 Vá até a pasta em que deseja
salvar seus arquivos.
3 Em File name, digite
My_Graphs.MPJ.
O Minitab adiciona
automaticamente a
extensão.MPJ ao nome do
arquivo quando você salva
o projeto.
4 Clique em Save.

Se você tentar fechar um projeto antes de salvá-lo, o Minitab solicitará que você salve o projeto.

Conheça o Minitab 2-15


Capítulo 2 Próxima etapa

Próxima etapa
A saída gráfica indica que os três centros de expedição possuem diferentes tempos
de entrega para pedidos de livros. No próximo capítulo, você utilizará a estatística
descritiva e fará uma análise de variância (ANOVA) para testar se as diferenças entre
os centros de expedição são estatisticamente significativas.

2-16 Conheça o Minitab


3
Analisando dados
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Utilizar e interpretar a estatística descritiva, página 3-2
■ Executar e interpretar uma análise de variância (ANOVA) para 1 fator, página 3-4
■ Exibir e interpretar gráficos internos, página 3-4
■ Acessar o StatGuide, página 3-8
■ Usar o Project Manager, página 3-9

Visão geral
O campo da estatística fornece princípios e metodologias para coletar, resumir,
analisar e interpretar dados e para extrair conclusões com base nos resultados
das análises. A estatística pode ser usada para descrever dados e fazer inferências,
o que pode auxiliar a tomada de decisões e a melhoria de processos e produtos.
O Minitab oferece:
■ Vários métodos estatísticos organizados por categoria, tais como regressão,
ANOVA, ferramentas de qualidade e séries temporais
■ Gráficos internos para ajudá-lo a entender os dados e validar resultados
■ Um recurso para exibir e armazenar medidas de diagnóstico e estatísticas
Este capítulo apresenta os comandos estatísticos do Minitab, os gráficos internos,
o StatGuide e o Project Manager. Você deseja acessar o número de pedidos
entregues com atraso e retornados e testar se a diferença no tempo de entrega
entre os três centros de expedição é estatisticamente significativo.

Para obter mais informações sobre os recursos estatísticos do Minitab, acesse o menu Stat no
índice do Help do Minitab.

Conheça o Minitab 3-1


Capítulo 3 Utilizando a estatística descritiva

Utilizando a estatística descritiva


A estatística descritiva resume e descreve as principais características dos dados.
Use a opção Display Descriptive Statistics para descobrir quantos pedidos de livros
foram entregues no prazo, quantos atrasaram e quantos foram retornados em cada
centro de expedição.

Utilizar a 1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New
estatística e escolha Minitab Project. Clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.
descritiva 2 Escolha File ➤ Open Worksheet.

3 Clique em Look in Minitab Sample Data folder, na parte inferior da caixa


de diálogo.
4 Na pasta Sample Data, clique duas vezes em Meet Minitab e escolha
ShippingData.MTW. Clique em Open. Essa planilha é a mesma usada
no Capítulo 2, Criando gráficos.
5 Selecione Stat ➤ Basic Statistics ➤ Display
Descriptive Statistics.
6 Em Variables, digite Days.

7 Em By variables (optional), digite Center Status.


Para a maioria dos comandos do Minitab, é
necessário apenas preencher a caixa de diálogo
principal para executar o comando. Contudo,
você pode usar subcaixas de diálogo para
modificar a análise ou exibir saídas adicionais,
como gráficos.
8 Clique em Statistics.

9 Desmarque First quartile, Median, Third


quartile, N nonmissing e N missing.
10 Marque N total.

11 Clique em OK em cada caixa de diálogo.

As alterações feitas na caixa de diálogo Statistics afetam somente a sessão atual. Para alterar
as configurações padrão para as sessões futuras, use Tools ➤ Options ➤ Individual Commands ➤
Display Descriptive Statistics. Da próxima vez que você abrir a caixa Statistics, suas
preferências serão aplicadas.

3-2 Conheça o Minitab


Utilizando a estatística descritiva Analisando dados

Session Descriptive Statistics: Days


janela
saída Results for Center = Central

Total
Variable Status Count Mean SE Mean StDev Minimum Maximum
Days Back order 6 * * * * *
Late 6 6.431 0.157 0.385 6.078 7.070
On time 93 3.826 0.119 1.149 1.267 5.983

Results for Center = Eastern

Total
Variable Status Count Mean SE Mean StDev Minimum Maximum
Days Back order 8 * * * * *
Late 9 6.678 0.180 0.541 6.254 7.748
On time 92 4.234 0.112 1.077 1.860 5.953

Results for Center = Western

Total
Variable Status Count Mean SE Mean StDev Minimum Maximum
Days Back order 3 * * * * *
On time 102 2.981 0.108 1.090 0.871 5.681

A janela Session exibe a saída de texto, que você pode editar, adicionar ao ReportPad
e imprimir. O ReportPad é abordado no Capítulo 7, Gerando relatórios.

Interpretar A janela Session apresenta os resultados de cada centro, separadamente. Em


resultados cada centro, você encontra o número de pedidos retornados, atrasados e no prazo,
na coluna Total Count.
■ O centro Eastern apresenta o maior número de pedidos retornados (8) e de
atrasados (9).
■ O centro Central está em segundo lugar no número de pedidos retornados (6)
e de atrasados (6).
■ O centro Western tem o menor número de pedidos retornados (3) e não tem
pedidos atrasados.
Você também pode consultar a saída da janela Session para saber a média, o erro
padrão da média, o desvio padrão e o máximo e mínimo por status do pedido para
cada centro. Essas estatísticas não foram fornecidas para os pedidos retornados
porque não há informações de entrega sobre tais pedidos.

Conheça o Minitab 3-3


Capítulo 3 Executando uma ANOVA

Executando uma ANOVA


Um dos métodos mais comuns em decisão estatística é o teste de hipóteses.
O Minitab oferece várias opções de teste de hipóteses, inclusive os testes-t e a análise
de variância. Geralmente, um teste de hipóteses assume que uma proposição inicial
é verdadeira e, então, testa essa proposição usando dados amostrais.
Os testes incluem duas hipóteses: a hipótese nula (caracterizada por H0) e a hipótese
alternativa (caracterizada por H1). A hipótese nula é a proposição inicial e, em geral,
é definida por pesquisas prévias ou pelo senso comum. A hipótese alternativa é
aquela que você acredita que pode ser verdadeira.
Baseado na análise gráfica que você fez no capítulo anterior e na análise descritiva
acima, você supõe que a diferença no número médio de dias de entrega (resposta)
entre os centros de expedição (fator) é estatisticamente significativa. Para verificar
essa suposição, execute uma ANOVA para 1 fator, que testa a equabilidade de duas
ou mais médias categorizadas por um único fator. Além disso, conduza um teste de
comparação múltipla de Tukey para verificar quais médias dos centros de expedição
são diferentes.

Executar uma 1 Selecione Stat ➤ ANOVA ➤ One-Way.


ANOVA 2 Em Response, digite Days. Em Factor,
digite Center.
Em várias caixas de diálogo de comandos
estatísticos, você pode selecionar opções
obrigatórias ou usadas freqüentemente. Use os
botões da subcaixa de diálogo para selecionar
outras opções.

3 Clique em Comparisons.
4 Marque Tukey’s, family error rate e clique
em OK.

3-4 Conheça o Minitab


Executando uma ANOVA Analisando dados

5 Clique em Graphs.
Para vários comandos estatísticos,
o Minitab inclui gráficos internos que
ajudam na interpretação dos resultados
e na validação de suposições estatísticas.
6 Marque Individual value plot e Boxplots
of data.
7 Em Residual Plots, selecione Four in one.

8 Clique em OK em cada caixa de diálogo.

Session One-way ANOVA: Days versus Center


janela
saída Source DF SS MS F P
Center 2 114.63 57.32 39.19 0.000
Error 299 437.28 1.46
Total 301 551.92

S = 1.209 R-Sq = 20.77% R-Sq(adj) = 20.24%

Individual 95% CIs For Mean Based on


Pooled StDev
Level N Mean StDev -----+---------+---------+---------+----
Central 99 3.984 1.280 (----*---)
Eastern 101 4.452 1.252 (----*----)
Western 102 2.981 1.090 (----*---)
-----+---------+---------+---------+----
3.00 3.50 4.00 4.50

Pooled StDev = 1.209

Grouping Information Using Tukey Method

Center N Mean Grouping


Eastern 101 4.452 A
Central 99 3.984 B
Western 102 2.981 C

Means that do not share a letter are significantly different.

Conheça o Minitab 3-5


Capítulo 3 Executando uma ANOVA

Tukey 95% Simultaneous Confidence Intervals


All Pairwise Comparisons among Levels of Center

Individual confidence level = 98.01%

Center = Central subtracted from:

Center Lower Center Upper ---------+---------+---------+---------+


Eastern 0.068 0.468 0.868 (---*---)
Western -1.402 -1.003 -0.603 (---*---)
---------+---------+---------+---------+
-1.0 0.0 1.0 2.0

Center = Eastern subtracted from:

Center Lower Center Upper ---------+---------+---------+---------+


Western -1.868 -1.471 -1.073 (---*---)
---------+---------+---------+---------+
-1.0 0.0 1.0 2.0

Interpretar O processo de tomada de decisão em um teste de hipóteses pode ser baseado no valor
resultados de probabilidade (valor-p) do teste.
■ Se o valor-p é menor ou igual a um determinado nível de significância (nível ),
a hipótese nula é rejeitada e a hipótese alternativa é apoiada.
■ Se o valor-p é maior que o nível , a hipótese nula não pode ser rejeitada e a
hipótese alternativa não tem apoio.
Na tabela da ANOVA, o valor-p (0,000) fornece evidência suficiente de que o tempo
médio de entrega é diferente para pelo menos um dos centros de expedição em
relação aos outros, quando  é 0,05. Na tabela individual de intervalos de confiança
de 95%, note que nenhum dos intervalos se sobrepõe, o que embasa a teoria de que
as médias são estatisticamente diferentes. Entretanto, é necessário interpretar os
resultados da comparação múltipla para verificar onde estão as diferenças nas médias
dos centros de expedição.
O teste de Tukey apresenta informações em grupo e dois conjuntos de intervalos
de comparação múltipla. Na tabela em grupo, os níveis dos fatores dentro do mesmo
grupo não são significativamente diferentes entre si. Cada centro de expedição está
em um grupo diferente. Portanto, todos os recursos de todos os níveis têm tempos
médios de entrega significativamente diferentes.
Os intervalos de confiança Tukey mostram:
■ Média do centro Central subtraída das médias dos centros Eastern e Western
■ Média do centro Eastern subtraída da média do centro Western

3-6 Conheça o Minitab


Executando uma ANOVA Analisando dados

O primeiro intervalo no primeiro conjunto da saída do teste de Tukey é 0,068 a


0,868. Ou seja, o tempo médio de entrega do centro Eastern menos o do centro
Central encontra-se entre 0,068 e 0,868 dias. As entregas do centro Eastern levam
mais tempo do que as do centro Central. A interpretação dos outros resultados do
teste de Tukey se dá de forma semelhante. As médias de todos os centros de
expedição diferem significativamente porque todos os intervalos de confiança
excluem zero. Portanto, todos os centros de expedição têm tempos médios de entrega
significativamente diferentes. O centro Western possui o melhor tempo médio de
entrega (2,981 dias).

Graph
janela
saída

Interpretar Os gráficos de valores individuais e boxplots indicam que o tempo de entrega varia
resultados por centro de expedição, o que está de acordo com os gráficos do capítulo anterior.
O boxplot do centro Eastern indica a presença de um outlier (indicado por um ),
que é um pedido com tempo de entrega demasiadamente longo.
Use os gráficos de resíduos, disponíveis com vários comandos estatísticos, para
verificar as suposições estatísticas:
■ Gráfico de probabilidade normal—para detectar a não-normalidade. Uma linha
aproximadamente reta indica que os resíduos são normalmente distribuídos.

Conheça o Minitab 3-7


Capítulo 3 Executando uma ANOVA

■ Histograma dos resíduos—para detectar picos múltiplos, outliers e não-normalidade.


O histograma deve ser aproximadamente simétrico e em forma de sino.
■ Resíduos versus valores ajustados—para detectar variância inconstante, termos
de maior ordem faltantes e outliers. Os resíduos devem estar dispersos aleatoriamente
em torno de zero.
■ Resíduos versus ordem—para detectar a dependência dos resíduos em relação
ao tempo. Os resíduos não devem apresentar um padrão aparente.
Para os dados de expedição, os quatro gráficos de resíduos não indicam violação das
suposições estatísticas. O modelo ANOVA para 1 fator ajusta os dados razoavelmente
bem.

No Minitab, você pode visualizar cada um dos gráficos de resíduos em uma página separada.
Você também pode criar um gráfico de resíduos versus as variáveis.

Acessar o Você deseja mais informações sobre como interpretar uma ANOVA para 1 fator,
StatGuide particularmente o teste de comparação múltipla de Tukey. O StatGuide do Minitab
fornece informações detalhadas sobre a saída das janelas Session e Graph para a
maioria dos comandos estatísticos.
1 Posicione o cursor em qualquer ponto da saída da janela Session da ANOVA
para 1 fator.
2 Clique em na barra de ferramentas Standard

3 Você deseja saber mais sobre o método de comparação múltipla de Tukey.


No painel Conteúdo, clique em método de Tukey.
4 Se preferir, use para navegar pelos tópicos da ANOVA para 1 fator.
5 Na janela StatGuide, clique para fechá-la.

Para obter mais informações sobre como usar oStatGuide, consulte StatGuide na página 10-8.

Salvar projeto Salve todo o seu trabalho em um projeto do Minitab.


1 Selecione File ➤ Save Project As.

2 Vá até a pasta em que deseja salvar seus arquivos.

3 Em File name, digite MY_STATS.MPJ.

4 Clique em Save.

3-8 Conheça o Minitab


Usando o Project Manager do Minitab Analisando dados

Usando o Project Manager do Minitab


Agora você tem um projeto do Minitab que contém uma planilha, vários gráficos
e uma saída da janela Session das suas análises. O Project Manager ajuda você
a navegar, visualizar e manipular partes do seu projeto do Minitab.
Use o Project Manager para visualizar as análises estatísticas que você acabou
de efetuar.

Abrir o 1 Para acessar o Project Manager, clique em na barra de ferramentas


Project do Project Manager ou pressione [Ctrl]+[I].
Manager

Para visualizar a saída e os gráficos da janela Session, basta selecionar uma opção
da lista no painel à direita. Você também pode usar os ícones na barra de
ferramentas do Project Manager para acessar outra saída.
Para obter mais informações, consulte Project Manager na página 11-3.

Visualizar Você deseja analisar a saída da ANOVA para 1 fator. Para se familiarizar com a barra
uma saída da de ferramentas do Project Manager, use o ícone Show Session Folder da barra,
janela Session que abre a janela Session.
1 Clique em na barra de ferramentas do Project Manager.
2 Clique duas vezes em One-way ANOVA: Days versus Center no painel à
esquerda.

Conheça o Minitab 3-9


Capítulo 3 Usando o Project Manager do Minitab

O Project Manager exibe a saída da janela Session da ANOVA para 1 fator no painel
à direita.

Visualizar Você também pode desejar ver o boxplot novamente. Use o ícone Show Graphs ,
gráficos da barra de ferramentas.
1 Clique em na barra de ferramentas do Project Manager.
2 No painel à esquerda, clique duas vezes em Boxplot of Days no painel à esquerda.

O Project Manager exibe o boxplot na janela Graph no painel à direita.

3-10 Conheça o Minitab


Próxima etapa Analisando dados

Próxima etapa
Os resultados da ANOVA e da estatística descritiva indicam que o centro Western
tem o menor número de pedidos retornados e de atrasados e o menor tempo de
entrega. No próximo capítulo, você irá criar uma carta de controle e conduzir uma
análise de capacidade para investigar se o processo do centro Western é estável ao
longo do tempo e é capaz de funcionar de acordo com as especificações.

Conheça o Minitab 3-11


Capítulo 3 Próxima etapa

3-12 Conheça o Minitab


4
Avaliando qualidade
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Definir opções para cartas de controle, página 4-2
■ Criar e interpretar cartas de controle, página 4-3
■ Atualizar uma carta de controle, página 4-5
■ Visualizar informações de subgrupo, página 4-7
■ Adicionar uma linha de referência a uma carta de controle, página 4-7
■ Conduzir e interpretar uma análise de capacidade, página 4-9

Visão geral
Qualidade é o grau com que os produtos e serviços atendem às necessidades dos
clientes. Os objetivos comuns dos profissionais da área de qualidade incluem taxas
de defeito, fabricação de produtos dentro das especificações e tempo de entrega
padronizado.
O Minitab oferece uma variedade de métodos para ajudá-lo a avaliar a qualidade
de modo quantitativo e objetivo: cartas de controle, ferramentas de planejamento
da qualidade e avaliações dos sistemas de medição (análise de sistema de medições),
capacidade do processo e análise de sobrevivência/confiabilidade. Este capítulo
aborda as cartas de controle e a capacidade do processo.
Os recursos de cartas de controle do Minitab incluem:
■ A possibilidade de escolher como estimar parâmetros e controlar limites, bem
como exibir testes para causas especiais e estágios históricos.
■ Atributos personalizáveis, tais como adicionar uma linha de referência, alterar
a escala e modificar títulos. Assim como com os gráficos do Minitab, você pode
personalizar as cartas de controle ao criá-las ou posteriormente.

Conheça o Minitab 4-1


Capítulo 4 Avaliando a estabilidade do processo

Os recursos dos comandos de capacidade do processo incluem:


■ A possibilidade de analisar vários tipos de distribuição de dados, tais como
normal, exponencial, Weibull, gama, Poisson e binomial.
■ Uma variedade de cartas que podem ser usadas para verificar se o processo está
sob controle e se os dados seguem a distribuição definida.
As análises gráficas e estatísticas conduzidas no capítulo anterior mostram que o
centro Western tem o menor tempo de entrega. Neste capítulo, você determinará se
o processo do centro é estável (sob controle) e capaz de funcionar de acordo com as
especificações.

Avaliando a estabilidade do processo


Use as cartas de controle para rastrear a estabilidade do processo ao longo do tempo
e para detectar a presença de causas especiais, que são ocorrências incomuns, que
não fazem parte do processo normal.
O Minitab monta um gráfico de uma estatística do processo, como uma média de
subgrupo, uma observação individual, uma estatística ponderada ou alguns defeitos,
versus um número ou tempo de amostra. O Minitab apresenta:
■ A linha central na média da estatística
■ Limite superior de controle (UCL), 3 desvios padrão acima da linha central
■ Limite inferior de controle (LCL), 3 desvios padrão abaixo da linha central
Você pode modificar as especificações padrão de todas as cartas de controle do
Minitab. Por exemplo, você pode definir o método de estimativa para o desvio
padrão do processo, especificar os testes para causas especiais e exibir os estágios
do processo pela definição dos estágios históricos.

Para obter mais informações sobre as cartas de controle do Minitab, acesse Control Charts
no índice do Help do Minitab.

Definir Antes de criar uma carta de controle dos dados de expedição de livros, é necessário
opções para especificar opções diferentes dos padrões do Minitab para testar a aleatoriedade dos
cartas de dados de todas as cartas de controle.
controle O Automotive Industry Action Group (AIAG) sugere as seguintes orientações para
realizar testes de causas especiais:
■ Teste 1: 1 ponto > 3 desvios padrão da linha central
■ Teste 2: 9 pontos em seqüência no mesmo lado da linha central
■ Teste 3: 6 pontos em seqüência, crescentes ou decrescentes

4-2 Conheça o Minitab


Avaliando a estabilidade do processo Avaliando qualidade

Além disso, de acordo com as orientações do AIAG, você deve aplicar um valor de 7
para os testes 2 e 3 em todas as cartas de controle futuras. Para isso, basta configurar
opções para a análise das cartas de controle. Quando você define as opções, suas
preferências são automaticamente aplicadas nas caixas de diálogo.
1 Selecione Tools ➤
Options ➤ Control
Charts and Quality
Tools ➤ Tests.
2 Selecione os
primeiros três testes.
3 Em K para o segundo
teste, altere o valor
para 7.
4 Em K para o terceiro
teste, altere o valor
para 7.
5 Clique em OK.

Se você alterou as opções, pode restaurar as configurações padrão do Minitab a qualquer


momento. Para obter mais informações, consulte Restaurando as configurações padrão
do Minitab na página 9-7.

Criar uma Agora você está pronto para criar uma carta de controle, para verificar se o processo
carta é estável ao longo do tempo. Você seleciona aleatoriamente 10 amostras de 20 dias
XeS para examinar as mudanças na média e a variabilidade do tempo de entrega. Crie
uma X e uma carta S com as quais você poderá monitorar a média e a variabilidade
do processo simultaneamente. Use as X cartas S quando tiver subgrupos de tamanho
9 ou maior.
1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New
e escolha Minitab Project. Clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.
2 Escolha File ‰ Open Project.

3 Vá até C:\Program Files\Minitab\Minitab 16\English\Sample Data\Meet


Minitab. (Altere o caminho caso deseje instalar o Minitab em outro local,
que não o padrão.)
4 Selecione Quality.MPJ. Clique em Open.

5 Selecione Stat ➤ Control Charts ➤ Variables Charts for Subgroups ➤ Xbar-S.


Para criar uma carta de controle, você só precisa preencher a caixa de diálogo
principal. Entretanto, você pode clicar em qualquer botão para selecionar as
opções de personalização da carta.

Conheça o Minitab 4-3


Capítulo 4 Avaliando a estabilidade do processo

6 Selecione All observations for a


chart are in one column e digite
Days.
7 Em Subgroup sizes, digite Date.

8 Clique em Xbar-S Options e na


guia Tests. Note que esta caixa de
diálogo apresenta os testes e os valores
que você especificou anteriormente.
(Consulte Definir opções para cartas de
controle na página 4-2.)
Você pode clicar em qualquer guia para
abrir as caixas de diálogo de
personalização da carta de controle. As
guias estão disponíveis conforme o tipo
de carta. Parameters, Estimate, Display
e Storage estão disponíveis em todas as
cartas de controle. Stages, Tests, S
Limits e Box-Cox estão disponíveis na maioria das cartas. Há outras opções para
cartas específicas.
9 Clique em OK em cada caixa de diálogo.

Graph
janela
saída

4-4 Conheça o Minitab


Avaliando a estabilidade do processo Avaliando qualidade

Interpretar Os pontos de dados do centro Western estão dentro dos limites de controle e não
XeS apresentam padrões não aleatórios. Portanto, a média e o desvio padrão do processo
parecem estar sob controle (estável). A média ( ) é 2,985, e o desvio padrão
médio( S) é 0,629.

Atualizar É possível atualizar o gráfico quando os dados forem alterados, sem ter de recriá-lo.
carta de A atualização está disponível para todos os gráficos no menu Graph (exceto em
controle Stem-and-Leaf) e para todas as cartas de controle.
Após a criação da carta X e S, o gerente do centro Western lhe apresenta mais dados
coletados em 23.03.09. Inclua os dados na planilha e atualize a carta de controle.

Adicionar dados à planilha


Você precisa adicionar os dados de data/hora a C1 e os dados numéricos a C2.
1 Clique na janela Data para ativá-la.

2 Posicione o cursor em qualquer célula em C1 e pressione [End] para ir até a parte


inferior da planilha.
3 Para adicionar a data 23.03.09 nas linhas 201–210:

■ Primeiro, digite 3/23/2009 na linha 201 em C1.


■ Em seguida, selecione a célula que contém a
data 3/23/2009 e posicione o cursor sobre a
alça de autopreenchimento no canto inferior
direito da célula selecionada. Quando o
mouse está sobre a alça, um símbolo de cruz
(+) é exibido. Pressione [Ctrl] e arraste o
cursor para a linha 210, para preencher as
células com a repetição da data. Mantendo-se
a tecla [Ctrl] pressionada, aparece uma
pequena cruz sobre a cruz de
autopreenchimento (++), indicando que
valores repetidos (e não seqüenciais) serão
adicionados às células.
4 Adicione os seguintes dados a C2, começando na linha 201:
3.60 2.40 2.80 3.21 2.40 2.75 2.79 3.40 2.58 2.50

Conheça o Minitab 4-5


Capítulo 4 Avaliando a estabilidade do processo

Se a seta para entrada de dados estiver apontando para baixo, pressione [Enter]
para mover o cursor para a próxima célula abaixo.

Seta para entrada


de dados

5 Verifique se você digitou os dados corretamente.

Atualizar a carta de controle


1 Clique com o botão direito sobre a carta X e S e selecione Update Graph Now.

Graph
janela
saída

A X e S inclui agora o novo subgrupo. A média ( = 2,978) e o desvio padrão ( S = 0,6207)


mudaram ligeiramente, mas o processo ainda parece estar sob controle.

Para atualizar todos os gráficos e cartas de controle automaticamente:


1 Selecione Tools ➤ Options ➤ Graphics ➤ Other Graphics Options.
2 Marque a opção On creation, set graph to update automatically when data change.

4-6 Conheça o Minitab


Avaliando a estabilidade do processo Avaliando qualidade

Visualizar Como acontece com qualquer gráfico do Minitab, quando você move o mouse sobre
informações os pontos em uma carta de controle, várias informações sobre os dados são exibidas.
do subgrupo Você deseja saber a média da amostra 9, o subgrupo com a maior média.
1 Mova o mouse sobre o ponto de dados referente à amostra 9.

Graph
janela
saída

Interpretar A informação sobre o dado mostra que a amostra 9 tem um tempo médio de entrega
resultados de 3,369 dias.

Adicionar Um dos objetivos da livraria on-line é entregar os pedidos em 3,33 dias (80 horas)
uma linha de na média; portanto, você precisa comparar o tempo médio de entrega do centro de
referência expedição Western com essa meta. Você pode exibir a meta na X carta, adicionando
uma linha de referência.
1 Clique com o botão direito na carta X
(superior) e selecione Add ➤ Reference
Lines.
2 Em Show reference lines at Y values,
digite 3,33.
3 Clique em OK.

Conheça o Minitab 4-7


Capítulo 4 Avaliando a capacidade do processo

Graph
janela
saída

Interpretar A linha central ( ) está bem abaixo da linha de referência, indicando que, na média,
resultados o centro Western entrega os livros em menos de 3,33 dias. Somente o subgrupo 9
teve um tempo de entrega acima da linha de referência (> 3,33).

Avaliando a capacidade do processo


Depois de determinar se um processo está sob controle estatístico, você precisa saber
se o processo é capaz; ele atende às especificações e gera “bons” resultados? Para
determinar a capacidade, compare a dispersão da variação do processo com a
extensão dos limites de especificação. Se o processo não estiver sob controle, você
poderá obter uma estimativa incorreta da capacidade do processo.
No Minitab, você pode avaliar a capacidade graficamente, através de histogramas e
gráficos de capacidade. Esses gráficos auxiliam na avaliação da distribuição dos dados
e na verificação do controle do processo. Os índices de capacidade, ou estatísticas,
são uma maneira simples de avaliar a capacidade do processo. Como a informação
sobre o processo é reduzida a um só número, você pode usar as estatísticas de
capacidade para comparar a capacidade entre os processos. O Minitab oferece o
recurso de análise de capacidade para vários tipos de distribuição, incluindo normal,
exponencial, Weibull, gama, Poisson e binomial.

Para obter mais informações sobre capacidade do processo, acesse Process Capability no índice
do Help do Minitab.

4-8 Conheça o Minitab


Avaliando a capacidade do processo Avaliando qualidade

Conduzir Agora que você sabe que o processo de entrega está sob controle, conduza uma
uma análise análise de capacidade para determinar se o processo de entrega de livros está dentro
de dos limites de especificação e se resulta em tempos de entrega aceitáveis. A meta do
capacidade processo de entrega é de 3,33 dias. O limite superior de especificação (LSE) é 6
(um pedido entregue após 6 dias é considerado atrasado); não se definiu limite
inferior de especificação (LIE). A distribuição é aproximadamente normal; assim,
você pode usar uma análise de capacidade normal.
1 Selecione Stat ➤ Quality Tools
➤Capability Analysis ➤
Normal.
2 Em Data are arranged as,
selecione Single column. Digite
Days.
3 Em Subgroup size, digite Date.

4 Em Upper spec, digite 6.

5 Clique em Options. Em Target


(adds Cpm to table), digite 3,33.
Como com outros comandos do
Minitab, você pode modificar uma
análise de capacidade especificando
as informações na caixa de diálogo
principal ou clicando em um dos
botões da subcaixa de diálogo.
6 Clique em OK em cada caixa de
diálogo.

Conheça o Minitab 4-9


Capítulo 4 Próxima etapa

Graph
janela
saída

Interpretar Todas as estatísticas de capacidade gerais e potenciais são superiores a 1,33 (um valor
resultados mínimo geralmente aceito), indicando que o processo do centro Western é capaz e,
portanto, entrega os pedidos dentro de um prazo aceitável.
O valor Cpm (a razão da dispersão da especificação, LSE – LIE elevado à raiz quadrada
do desvio médio ao quadrado do valor da meta) é 1,22, indicando que o processo não
atinge a meta. A X carta com a linha de referência mostra que a média do processo
ficou abaixo do valor da meta, indicando resultados favoráveis. Conclui-se que os
clientes, na média, estão recebendo seus pedidos antes da meta de 3,33 dias.

Para obter mais informações sobre como interpretar análises de capacidade, consulte os tópicos
de Capability Analysis no StatGuide.

Salvar projeto Salve todo o seu trabalho em um projeto do Minitab.


1 Selecione File ➤ Save Project As.

2 Vá até a pasta em que deseja salvar seus arquivos.


3 Em File name, digite My_Quality.MPJ.

4 Clique em Save.

Próxima etapa
A análise qualitativa indica que o processo do centro Western está sob controle e é
capaz de atender aos limites de especificação. No próximo capítulo, você planejará
um experimento e analisará os resultados para investigar maneiras de melhorar o
processo de pedido e entrega no centro de expedição Western.

4-10 Conheça o Minitab


5
Planejando um
experimento
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Lidar com experimentos planejados no Minitab, página 5-1
■ Criar um experimento fatorial, página 5-2
■ Visualizar um experimento e inserir dados na planilha, página 5-5
■ Analisar um experimento e interpretar os resultados, página 5-6
■ Criar e interpretar os principais gráficos de interação e de efeitos, página 5-9

Visão geral
Os recursos de planejamento de experimentos (DOE) fornecem um método para
investigar simultaneamente os efeitos de variáveis múltiplas em uma variável de saída
(resposta). Esses experimentos consistem em uma série de ensaios, ou testes, nos
quais são feitas alterações deliberadas para inserção de variáveis ou fatores, e os dados
são coletados em cada ensaio. Os profissionais responsáveis pela qualidade usam o
DOE para identificar as condições do processo e os componentes do produto que
influenciam a qualidade, para então determinar as configurações de variáveis de
entrada (fatores) que maximizem os resultados.
O Minitab oferece quatro tipos de experimentos planejados: fatorial, superfície de
resposta, misto e Taguchi (robusto). Os passos seguidos no Minitab para criar,
analisar e fazer gráficos de um projeto experimental são similares para todos os tipos
de experimentos. Depois que o experimento é conduzido os resultados são inseridos,
o Minitab oferece várias ferramentas gráficas e analíticas para auxiliá-lo a entender
os resultados. Embora este capítulo demonstre os passos típicos para criação e
análise de um experimento fatorial, você pode utilizá-los em qualquer experimento
que venha a criar no Minitab.

Conheça o Minitab 5-1


Capítulo 5 Criando um projeto experimental

Os recursos dos comandos DOE do Minitab incluem:


■ Catálogos de projetos experimentais, que você pode escolher para facilitar a
criação de um experimento.
■ Criação automática e armazenamento do seu experimento, uma vez especificadas
as propriedades.
■ Capacidade de exibir e armazenar estatísticas de diagnóstico, para ajudá-lo
a interpretar os resultados.
■ Gráficos que o auxiliam na interpretação e na apresentação dos resultados.
Neste capítulo, o objetivo é melhorar o tempo de entrega de pedidos a clientes
no centro de expedição Western. Depois de avaliar vários fatores potencialmente
importantes, você decide investigar dois fatores que podem reduzir o tempo de
preparação de um pedido para envio: o sistema de processamento de pedidos
e o procedimento de embalagem.
O centro Western está testando um novo sistema de processamento de pedidos e você
deseja determinar se esse sistema irá acelerar a preparação do pedido. O centro
também possui dois procedimentos diferentes de embalagem e você deseja investigar
qual deles é mais eficiente. Você decide conduzir um experimento fatorial para saber
qual combinação de fatores resulta no menor tempo de preparação de um pedido
para envio. Os resultados desse experimento o ajudarão na tomada de decisões sobre
o sistema de processamento de pedidos e os procedimentos de embalagem usados no
centro de expedição.

Para obter mais informações sobre os tipos de experimentos oferecidos pelo Minitab, consulte
DOE, no índice do Help do Minitab.

Criando um projeto experimental


Antes de poder inserir ou analisar os dados de medição no Minitab, você deve criar
um projeto experimental e armazená-lo na planilha. Dependendo dos requisitos de
seu experimento, você pode selecionar vários tipos de experimento. Ao oferecer uma
lista dos experimentos disponíveis, o Minitab ajuda você a selecionar um experimento.
Uma vez escolhido o tipo de experimento e os recursos, o Minitab cria
automaticamente o experimento e o armazena na planilha.

Selecionar Você deseja criar um experimento fatorial para examinar o relacionamento entre
experimento dois fatores, o sistema de processamento de pedidos e o procedimento de
embalagem, e o tempo despendido no preparo de um pedido para envio.
1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New
e escolha Minitab Project. Clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.

5-2 Conheça o Minitab


Criando um projeto experimental Planejando um experimento

2 Selecione Stat ➤ DOE ➤ Factorial ➤ Create


Factorial Design.
Quando você cria um experimentno no
Minitab, inicialmente apenas dois botões
estão habilitados, Display Available Designs
e Designs. Os outros botões são habilitados
depois de você preencher a subcaixa de
diálogo Designs.
3 Clique em Display Available
Designs.
Para a maioria dos tipos de
experimentos, o Minitab exibe todos
os tipos possíveis e o número de
ensaios necessários na caixa de diálogo
Display Available Designs.
4 Clique em OK para voltar à caixa
de diálogo principal.
5 Em Type of Design, selecione 2-level
factorial (default generators).
6 Em Number of factors, selecione 2.

7 Clique em Designs.
A caixa na parte de cima mostra os
experimentos disponíveis para o tipo de
experimento e número de fatores que você
selecionou. Neste exemplo, em virtude de ser
um experimento fatorial com dois fatores, só há
uma opção: um experimento fatorial completo
com quatro ensaios. Um experimento de dois
níveis com dois fatores tem 22 (ou quatro)
combinações de fatores possíveis.
8 Em Number of replicates for corner points, selecione 3.

9 Clique em OK para voltar à caixa de diálogo principal. Note que o Minitab


habilita os outros botões.

Nomear os O Minitab insere os nomes e níveis que você digitou para cada fator na planilha e usa os
fatores e nomes como rótulo dos fatores na saída da análise e nos gráficos. Se você não informou
definir os os níveis dos fatores, o Minitab define o nível inferior como -1 e o superior, como 1.
níveis de
fatores

Conheça o Minitab 5-3


Capítulo 5 Criando um projeto experimental

1 Clique em Factors.
2 Clique na primeira linha da coluna Name
para alterar o nome do primeiro fator. Em
seguida, use as teclas de direção para navegar
dentro da tabela, passando pelas linhas ou
pelas colunas. Na linha para:
■ Factor A, digite OrderSystem em Name,
New em Low e Current em High.
Em Type, selecione Text.
■ Factor B, digite Pack em Name, A em Low e B em High. Em Type,
selecione Text.
3 Clique em OK para voltar à caixa de diálogo principal.

Aleatorizar e Na configuração padrão, o Minitab aleatoriza a ordem de ensaio de todos os tipos


armazenar o de experimento, exceto a ordem dos experimentos Taguchi. A aleatoriedade ajuda a
experimento assegurar que o modelo atende a certas suposições estatísticas e pode ajudar também
a reduzir os efeitos de fatores não incluídos no estudo.
Definir a base do gerador de dados aleatórios faz com que você obtenha a mesma
ordem de ensaio toda a vez que criar um experimento. Apesar de isso normalmente
não ser feito na prática, a definição da base gera a mesma ordem de ensaio usada
neste exemplo.
1 Clique em Options.

2 Em Base for random data generator,


digite 9.
3 Certifique-se de que a opção Store design
in worksheet esteja marcada. Clique em
OK em cada caixa de diálogo.

5-4 Conheça o Minitab


Visualizando o experimento Planejando um experimento

Visualizando o experimento
Sempre que você cria um experimento, o Minitab armazena as informações e fatores
nas colunas da planilha. Abra a janela Data para ver a estrutura de um experimento
típico. Você também pode abrir a planilha DOE.MTW na pasta de dados do Meet
Minitab, que incluiu o experimento e os dados de resposta.

Visualizar o 1 Selecione Window ➤


experimento Worksheet 1.

A coluna RunOrder (C2), que é determinada aleatoriamente, indica a ordem em


que você deve coletar os dados. Se o experimento não for aleatorizado, as colunas
StdOrder e RunOrder são iguais.
Neste exemplo, por não terem sido incluídos pontos centrais nem blocos no
experimento, o Minitab define os valores em C3 e C4 como 1. Os fatores são
armazenados nas colunas C5 e C6, rotuladas OrderSystem e Pack. Como você
informou os níveis dos fatores na caixa de diálogo Factors, você verá os níveis reais
na planilha.

Você pode usar Stat ➤ DOE ➤ Display Design para alternar entre as ordens padrão
ou aleatória, e entre a exibição codificada ou não codificada na planilha.
Para alterar os nomes ou as configurações dos fatores, use Stat ➤ DOE ➤ Modify Design.
Para alterar somente o nome dos fatores, você pode digitá-los diretamente na janela Data.

Inserindo dados
Depois de conduzir o experimento e coletar os dados, você pode inseri-los
na planilha. As características medidas são chamadas de resposta.
Neste exemplo, você calcula o número de horas necessárias para preparar
um pedido para envio. Foram obtidos os seguintes dados do experimento:
14.72 9.62 13.81 7.97 12.52 13.78 14.64 9.41 13.89 13.89 12.57 14.06

Conheça o Minitab 5-5


Capítulo 5 Analisando o experimento

Inserir dados 1 Na janela Data, clique na célula de nome da coluna C7 e digite Hours.
na planilha 2 Digite as horas observadas,
citadas acima, na coluna Hours
da janela Data.
Você pode inserir dados em
qualquer coluna, exceto
naquelas que contêm as
informações do experimento.
Você também pode inserir
várias respostas para um
experimento, uma por coluna.

Para imprimir um formulário de coleta de dados, selecione File ➤ Print Worksheet


e certifique-se de que Print Grid Lines está marcada. Use esse formulário para registrar
as medições durante o experimento.

Analisando o experimento
Agora que já criou um experimento e coletou os dados de resposta, você poderá
ajustar um modelo aos dados e gerar gráficos para avaliar os efeitos. Use os resultados
do modelo ajustado para ver quais fatores são importantes para a redução do número
de horas necessárias para o preparo de um pedido para envio.

Ajustar um Como você criou e armazenou um experimento fatorial, o Minitab habilita os


modelo comandos dos menus DOE ➤ Factorial Analyze Factorial Design e Factorial Plots.
Neste momento, você pode ajustar um modelo ou gerar gráficos, dependendo do
experimento. Neste exemplo, você ajustará o modelo primeiro.
1 Selecione Stat ➤ DOE ➤ Factorial ➤
Analyze Factorial Design.
2 Em Responses, digite Hours.
Você deve inserir uma coluna de
resposta antes de abrir as subcaixas
de diálogo.

5-6 Conheça o Minitab


Analisando o experimento Planejando um experimento

3 Clique em Terms. Certifique-se de


que A: OrderSystem, B: Pack e AB
estão na caixa Selected Terms.
Ao analisar um experimento,
use sempre a subcaixa de diálogo
Terms para selecionar os termos a
serem incluídos no modelo. Você
pode adicionar ou remover fatores
e interações usando os botões de
seta. Use as caixas de seleção para
incluir blocos e pontos centrais
no modelo.
4 Clique em OK.

5 Clique em Graphs.

6 Em Effects Plots, marque Normal


e Pareto.
Os gráficos de efeitos só estão
disponíveis em experimentos fatoriais.
Os gráficos de resíduos, úteis na
verificação de suposições do modelo,
podem ser exibidos para todos os tipos
de experimentos.
7 Clique em OK em cada caixa
de diálogo.

Identificar Você pode usar tanto a saída da janela Session quanto os dois gráficos de efeitos para
efeitos determinar quais efeitos são relevantes para o seu processo. Primeiramente, analise a
importantes saída da janela Session.

Session Factorial Fit: Hours versus OrderSystem, Pack


janela
saída Estimated Effects and Coefficients for Hours (coded units)

Term Effect Coef SE Coef T P


Constant 12.573 0.1929 65.20 0.000
OrderSystem 3.097 1.548 0.1929 8.03 0.000
Pack -2.320 -1.160 0.1929 -6.01 0.000
OrderSystem*Pack 1.730 0.865 0.1929 4.49 0.002

S = 0.668069 PRESS = 8.0337


R-Sq = 93.79% R-Sq(pred) = 86.02% R-Sq(adj) = 91.46%

Conheça o Minitab 5-7


Capítulo 5 Analisando o experimento

Analysis of Variance for Hours (coded units)

Source DF Seq SS Adj SS Adj MS F P


Main Effects 2 44.9152 44.9152 22.4576 50.32 0.000
OrderSystem 1 28.7680 28.7680 28.7680 64.46 0.000
Pack 1 16.1472 16.1472 16.1472 36.18 0.000
2-Way Interactions 1 8.9787 8.9787 8.9787 20.12 0.002
OrderSystem*Pack 1 8.9787 8.9787 8.9787 20.12 0.002
Residual Error 8 3.5705 3.5705 0.4463
Pure Error 8 3.5705 3.5705 0.4463
Total 11 57.4645

Estimated Coefficients for Hours using data in uncoded units

Term Coef
Constant 12.5733
OrderSystem 1.54833
Pack -1.16000
OrderSystem*Pack 0.865000

Você ajusta o modelo completo, que inclui os dois efeitos principais e a interação
dos dois fatores. Use os valores-p (P) da tabela Estimated Effects and Coefficients
para determinar quais efeitos são significativos. Usando  = 0,05, os efeitos principais
para o sistema de processamento de pedidos (OrderSystem) e para o procedimento
de embalagem (Pack) e a interação OrderSystemPack são estatisticamente
significativos, ou seja, seus valores-p são inferiores a 0,05.

Interpretar Em seguida, avalie o gráfico de probabilidade normal e o diagrama de Pareto


gráficos de dos efeitos padronizados para verificar quais efeitos influenciam a resposta, Hours.
efeitos 1 Para ativar a janela do
gráfico de probabilidade
normal, selecione
Window ➤ Effects Plot
for Hours.
Termos significativos
são identificados por um
quadrado. OrderSystem
(A), Pack (B) e
OrderSystemPack (AB)
são significativos
( = 0,05).
2 Para ativar a janela do diagrama de Pareto, selecione Window ➤ Effects Pareto
for Hours.

5-8 Conheça o Minitab


Extraindo conclusões Planejando um experimento

O Minitab exibe o
valor absoluto dos
efeitos no diagrama
de Pareto. Quaisquer
efeitos que se estendam
além da linha de
referência são
significativos ao nível
padrão de 0,05.
OrderSystem (A),
Pack (B) e
OrderSystemPack
(AB) são todos
significativos ( = 0,05).

Extraindo conclusões
Exibir O Minitab fornece gráficos específicos para a interpretação dos resultados.
gráficos Neste exemplo, você gerou dois gráficos fatoriais nos quais é possível visualizar
fatoriais os efeitos (um gráfico de efeitos principais e um gráfico de interação).
1 Selecione Stat ➤ DOE ➤ Factorial ➤
Factorial Plots.
2 Marque Main Effects Plot e clique em Setup.

3 Em Responses, digite
Hours.
4 Selecione os termos que
você deseja exibir no
gráfico:
■ Clique em
A:OrderSystem em
Available. Clique em
para mover o fator
A:OrderSystem para
Selected.
■ Repita esses passos para
mover B:Pack para Selected. Clique em OK.

Conheça o Minitab 5-9


Capítulo 5 Extraindo conclusões

5 Marque Interaction Plot e clique em Setup.


6 Repita os passos 3 e 4.

7 Clique em OK em cada caixa de diálogo.

Avaliar Examine o gráfico que exibe o efeito do uso do novo sistema de processamento
gráficos de pedidos versus o sistema de processamento de pedidos atual, ou o uso do
procedimento de embalagem A versus B. Esses efeitos de um fator são chamados
de efeitos principais.
1 Selecione Window ➤ Main Effects Plot for Hours para ativar o gráfico de efeitos
principais.

Este ponto mostra a


média de todos os
ensaios, usando o
sistema atual de Essa linha mostra
processamento de a média de todas
pedidos. as respostas
(Hours) do
experimento.

Este ponto mostra a média


de todos os ensaios, usando
o novo sistema de
processamento de pedidos.

O sistema de processamento de pedidos e o procedimento de embalagem têm um


efeito similar no tempo de preparação dos pedidos. Isto é, a linha conectando as
respostas médias do novo e do atual sistema de processamento de pedidos tem
inclinação semelhante à da linha que conecta a resposta média do procedimento
de embalagem A e B. O gráfico também indica que:
■ O novo sistema de processamento de pedidos leva menos tempo que o
sistema atual.
■ Os procedimentos de embalagem B levam menos tempo que o procedimento A.
Se não houvesse interações significativas entre os fatores, um gráfico de efeitos
principais descreveria adequadamente onde você obteria o melhor retorno em
mudanças no seu processo. Como a interação neste exemplo é significativa, você
deve agora examinar o gráfico de interação. Uma interação significativa entre dois
fatores pode afetar a interpretação dos efeitos principais.

5-10 Conheça o Minitab


Extraindo conclusões Planejando um experimento

2 Selecione Window ➤ Interaction Plot for Hours para ativar o gráfico


de interação.

A escala vertical (eixo y) está


em unidades de resposta
(Hours).

Esta legenda
exibe os níveis
do primeiro fator
(OrderSystem).

Este ponto é o tempo


médio necessário para
preparar as embalagens
usando-se o novo sistema
de processamento de A escala horizontal (eixo x) mostra
pedidos e o procedimento os níveis do segundo fator (Pack).
de embalagem A.

Um gráfico de interação mostra o impacto que a mudança das configurações


de um fator exerce sobre outro fator. Uma vez que a interação pode ampliar ou
diminuir os efeitos principais, é extremamente importante avaliar as interações.
O gráfico mostra que os pedidos de livros processados com o novo sistema de
processamento de pedidos e com o procedimento de embalagem B levam menos
horas para serem preparados (cerca de 9 horas). Os pedidos processados com o
sistema atual de processamento de pedidos e com o procedimento de embalagem
A levam o maior tempo para serem preparados (cerca de 14,5 horas). Como
a inclinação da linha do novo sistema de processamento de pedidos é maior,
conclui-se que o procedimento de embalagem tem um efeito maior quando
o novo sistema é usado, em relação ao sistema atual.
Com base nos resultados do experimento, você recomenda que o centro
de expedição Western use o novo sistema de processamento de pedidos e o
procedimento de embalagem B para agilizar o processo de envio dos livros.

Salvar projeto 1 Selecione File ➤ Save Project As.

2 Vá até a pasta em que deseja salvar seus arquivos.

3 Em File name, digite MY_DOE.MPJ.

4 Clique em Save.

Conheça o Minitab 5-11


Capítulo 5 Próxima etapa

Próxima etapa
O experimento fatorial indica que você pode reduzir o tempo para preparação dos
pedidos no centro Western usando um novo sistema de processamento de pedidos
e o procedimento de embalagem B. No próximo capítulo, você aprenderá a usar a
linguagem de comandos e criar e executar Execs para reexecutar rapidamente uma
análise quando forem coletados novos dados.

5-12 Conheça o Minitab


6
Usando os comandos
da janela Session
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Habilitar e digitar comandos da janela Session, página 6-2
■ Conduzir uma análise usando comandos da janela Session, página 6-3
■ Reexecutar uma série de comandos da janela Session usando o Command Line
Editor, página 6-5
■ Criar e executar um Exec, página 6-7

Visão geral
Cada comando do menu corresponde a um comando da janela Session. Os
comandos da Session consistem em um comando principal e, na maioria dos casos,
em um ou mais subcomandos. Em geral, os comandos são palavras fáceis de
lembrar, como PLOT, CHART ou SORT. Tanto os comandos principais quanto
os subcomandos podem ser acompanhados de uma série de argumentos, que podem
ser colunas, constantes, ou matrizes, strings de texto, ou números.
Os comandos da janela Session podem ser:
■ Digitados na janela Session ou no Command Line Editor.
■ Copiados da pasta History no Command Line Editor. (Quando você usa os comandos
do menu, o Minitab gera e armazena os comandos da Session na pasta History.)
■ Copiados e salvos em um arquivo chamado Exec, que pode ser reexecutado e
compartilhado ou usado em sessões futuras.
Use os comandos da Session para reexecutar uma análise na sessão atual ou em
outras sessões, ou como alternativa aos comandos do menu. Quando se familiarizam
com os comandos da Session, alguns usuários os consideram mais práticos que os
comandos do menu.

Conheça o Minitab 6-1


Capítulo 6 Habilitando e digitando comandos

O centro Western permanentemente coleta e analisa informações sobre o tempo de


envio sempre que há novos dados disponíveis. No Capítulo 4, Avaliando qualidade,
você conduziu uma análise de capacidade dos dados referentes ao mês de março.
Neste capítulo, você conduzirá uma análise de capacidade dos dados referentes a
abril, usando os comandos da Session.

Para saber mais sobre os comandos da janela Session, selecione Help ➤ Help e clique em
Session Commands em References.

Habilitando e digitando comandos


Uma maneira de usar os comandos e subcomandos da Session é digitá-los
diretamente no prompt de comando da janela Session. Entretanto, na configuração
padrão, o Minitab não exibe o prompt de comando. Para digitar os comandos
diretamente na janela Session, é preciso habilitar o prompt.

Habilitar 1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New
comandos da e Minitab Project e clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.
janela Session 2 Escolha File ➤ Open Worksheet.

3 Clique em Look in Minitab Sample Data folder, na parte inferior da caixa


de diálogo.
4 Na pasta Sample Data, clique duas vezes em Meet Minitab e escolha
SessionCommands.MTW. Clique em Open.
5 Clique na janela Session para ativá-la.

6 Selecione Editor ➤ Enable Commands. Uma marca de seleção aparecerá


ao lado do item do menu.

Para alterar as opções padrão e habilitar os comandos da janela Session para todas as sessões:
1 Selecione Tools ➤ Options ➤ Session Window ➤ Submitting Commands.
2 Em Command Language, clique em Enable.

6-2 Conheça o Minitab


Habilitando e digitando comandos Usando os comandos da janela Session

Examinar a Com o prompt habilitado, você pode digitar os comandos na janela Session.
janela Session

Prompt de
comando

Quando você executa um comando do menu e os comandos da Session estão habilitados,


o comando correspondente é exibido na janela Session, com o texto que você inseriu.
Essa é uma maneira prática de aprender os comandos da Session.

Conduzir No Capítulo 4, Avaliando qualidade, você conduziu uma análise de capacidade para
uma análise determinar se os tempos de envio estavam dentro das especificações (menos de seis
com dias para entrega). Para realizar a análise, você usou Stat ➤ Quality Tools ➤
comandos da Capability Analysis ➤ Normal. Em seguida, usando duas caixas de diálogo
janela Session diferentes, você inseriu diversas variáveis e valores.
Para continuar a avaliar os tempos de envio do centro de expedição Western, você
pretende repetir a análise regularmente. Ao coletar novos dados, você pode recriar a
carta usando apenas alguns comandos, em vez de preencher várias caixas de diálogo.
Analise os dados de expedição do mês de abril usando os comandos da Session.
1 Na janela Session, no prompt MTB , digite:
CAPABILITY 'Days' 'Date';
2 Pressione [Enter].
O ponto-e-vírgula indica que você deseja inserir um subcomando.

Conheça o Minitab 6-3


Capítulo 6 Habilitando e digitando comandos

Observe que o prompt MTB  muda para SUBC, para que você possa incluir
subcomandos para várias opções usadas na análise de capacidade anterior.

Prompt do
subcomando

3 No prompt SUBC, digite:

USPEC 6;
4 Pressione [Enter].

5 No prompt SUBC, digite:


TARGET 3.33.
6 Pressione [Enter].
O ponto indica o fim de
uma seqüência de
comando.
O Minitab exibe a análise
de capacidade dos dados de
expedição do mês de abril.

Para obter mais informações sobre os comandos da janela Session, inclusive sobre sintaxe de
comandos e subcomandos, digite Help no prompt de comando, seguido das primeiras quatro
letras do nome do comando. Para obter informações gerais sobre as notações de sintaxe,
consulte Help ➤ Help e clique em Session Commands em References. Acesse Notation for
session commands no índice do Help Session Command.

6-4 Conheça o Minitab


Reexecutando uma série de comandos Usando os comandos da janela Session

Reexecutando uma série de comandos


O Minitab gera comandos da Session correspondentes à maioria dos comandos do
menu que você usa e os armazena na pasta Project Manager’s History. Em vez de
repetir todos os passos da análise usando os menus, você pode reexecutar os comandos,
selecionando-os na pasta History e escolhendo Edit ➤ Command Line Editor.
Os comandos da Session para a análise de capacidade que você conduziu estão
armazenados na pasta History. Use a pasta History e o Command Line Editor
para refazer a análise de capacidade.

Abrir a pasta 1 Selecione Window ➤ Project Manager.


History 2 Clique na pasta History.

Pasta
History
comandos da
janela
Session

O painel direito do Project Manager contém todos os comandos gerados durante


uma sessão do Minitab. Esses comandos são armazenados mesmo que o prompt
de comando não esteja habilitado.
Quando você seleciona qualquer parte dos comandos da janela Session na pasta
History, os comandos aparecem automaticamente no Command Line Editor
quando ele é aberto.

Reexecutar 1 Para realçar os comandos da análise de capacidade, clique em CAPABILITY


uma série de 'Days' 'Date';, pressione [Shift] e clique em TARGET 3.33.
comandos

Conheça o Minitab 6-5


Capítulo 6 Reexecutando uma série de comandos

2 Selecione Edit ➤ Command


Line Editor.
3 Clique em Submit Commands.

Graph
janela
saída

Você recriou a análise de capacidade em apenas alguns passos.

Se você edita um gráfico ou uma carta de controle, o Minitab não gera automaticamente novos
comandos da Session para as alterações efetuadas. Entretanto, você pode gerar os comandos,
incluindo todas as alterações de edição, usando:
■ Editor ➤ Copy Command Language, que copia os comandos para a área de transferência.
■ Editor ➤ Duplicate Graph, que recria o gráfico e armazena os comandos na pasta History.
Para obter mais informações sobre Copy Command Language e Duplicate Graph, consulte
Editor menu e selecione a entrada Graph window no índice do Help do Minitab.

6-6 Conheça o Minitab


Repetindo análises com Execs Usando os comandos da janela Session

Repetindo análises com Execs


O Exec é um arquivo de texto que contém uma série de comandos do Minitab.
Para repetir uma análise sem usar os comandos do menu nem digitar os comandos,
salve os comandos como um arquivo Exec e execute o arquivo Exec.
Os comandos armazenados na pasta History usada para reexecutar a série de
comandos acima com o Command Line Editor também podem ser salvos
como um arquivo Exec e executados a qualquer momento.

Para obter mais informações sobre Execs e outras macros mais complexas, selecione Help ➤
Help e clique em Macros, em References.

Criar um Exec Salve os comandos da análise de capacidade como um arquivo Exec. Você pode
a partir da usar esse arquivo Exec para analisar regularmente os dados de expedição.
pasta History 1 Selecione Window ➤ Project Manager.

2 Clique na pasta History.

3 Para selecionar os comandos da análise de capacidade, clique em CAPABILITY


'Days' 'Date'; pressione [Shift] e clique em TARGET 3.33.
4 Clique com o botão direito do mouse no texto selecionado e escolha Save As.

5 Vá até a pasta em que deseja salvar seus arquivos.

6 Em File name, digite ShippingGraphs.

7 Em Save as type, selecione Exec Files (.MTB). Clique em Save.

Reexecutar Você pode repetir a análise a qualquer momento, executando o arquivo Exec.
comandos 1 Selecione File ➤ Other Files ➤ Run an Exec.

2 Clique em Select File.

3 Selecione o arquivo ShippingGraphs.MTB e clique


em Open.

Conheça o Minitab 6-7


Capítulo 6 Próxima etapa

Graph
janela
saída

O Minitab executa os comandos do arquivo Exec para gerar a análise de capacidade.


Como é possível executar o arquivo Exec usando-se qualquer planilha (desde que os
nomes da coluna coincidam), você pode compartilhar esse arquivo com outros
usuários do Minitab que precisem fazer a mesma análise. Por exemplo, a equipe do
centro Western pode querer compartilhar o Exec da análise de capacidade com os
centros Central e Eastern para que eles possam conduzir a mesma análise em seus
dados de expedição. Se desejar usar o Exec com outra planilha ou outra coluna,
edite o arquivo Exec usando um editor de texto, como o Notepad.

Salvar projeto Salve todo o seu trabalho em um projeto do Minitab.


1 Selecione File ➤ Save Project As.

2 Em File name, digite My_SessionCommands.MPJ.

3 Clique em Save.

Próxima etapa
Você aprendeu como usar os comandos da janela Session como alternativa aos
comandos do menu e como uma maneira rápida de reexecutar uma análise. No
próximo capítulo, você criará um relatório para apresentar aos colegas os resultados
de sua análise.

6-8 Conheça o Minitab


7
Gerando relatórios
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Adicionar um gráfico ao ReportPad, página 7-2
■ Adicionar uma saída da janela Session ao ReportPad, página 7-3
■ Fazer edições no ReportPad, página 7-5
■ Salvar e visualizar um relatório, página 7-6
■ Copiar o conteúdo do ReportPad para um processador de texto, página 7-7
■ Editar um gráfico do Minitab em outro aplicativo, página 7-8
■ Enviar a saída para o Microsoft PowerPoint, página 7-10

Visão geral
O Minitab possui várias ferramentas para ajudá-lo a criar relatórios:
■ ReportPad no Project Manager, ao qual você pode adicionar resultados gerados
no Minitab em suas sessões
■ Copy to Word Processor, com os quais você pode copiar facilmente o conteúdo
do ReportPad para um processador de texto
■ Embedded Graph Editor, para edição de gráficos com o Minitab, depois de
eles terem sido copiados para outros aplicativos
■ Send To Microsoft Word ou PowerPoint, que lhe permitem enviar a saída
e os gráficos da janela Session diretamente para o Word ou para o PowerPoint
Para apresentar aos colegas os resultados da análise dos dados de expedição, você
pode preparar um relatório que inclua vários elementos de suas sessões do Minitab.

Conheça o Minitab 7-1


Capítulo 7 Usando o ReportPad

Usando o ReportPad
Com o programa Conheça o Minitab, você fez várias análises e deseja compartilhar
os resultados com os colegas. O Project Manager do Minitab contém uma pasta,
chamada ReportPad, na qual você pode criar relatórios simples.
O ReportPad funciona como um editor de texto simples (como o Bloco de notas), de
onde você pode rapidamente imprimir ou salvar arquivos em formato RTF (rich text)
ou HTML (Web). No ReportPad, você pode:
■ Armazenar os resultados e os gráficos do Minitab em um único documento
■ Adicionar comentários e cabeçalhos
■ Reorganizar a saída
■ Alterar o tamanho da fonte
■ Imprimir toda a saída de uma análise
■ Criar relatórios prontos para a publicação Web

Adicionar Para adicionar componentes ao ReportPad, clique com o botão direito do mouse
gráficos ao no gráfico ou na saída da janela Session e escolha Append to Report. Além disso, o texto
ReportPad e os gráficos de outros aplicativos podem ser copiados para o ReportPad do Minitab.
Adicione o histograma com ajustes e grupos que você criou no Capítulo 2, Criando
gráficos ao ReportPad.
1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New
e escolha Minitab Project. Clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.
2 Selecione File ➤ Open Project.

3 Vá até C:\Program Files\Minitab\Minitab 16\English\Sample Data\Meet


Minitab. (Altere o caminho caso deseje instalar o Minitab em outro local,
que não o padrão.)
4 Selecione Reports.MPJ. Clique em Open.
5 Selecione Window ➤ Histogram of Days.

7-2 Conheça o Minitab


Usando o ReportPad Gerando relatórios

6 Clique com o botão direito em qualquer região do gráfico e selecione Append


Graph to Report.

Região
do
gráfico

7 Selecione Window ➤ Project Manager.

8 Clique na pasta ReportPad. O histograma foi adicionado ao ReportPad.

Adicionar a Você também pode adicionar a saída da janela Session ao ReportPad. No Capítulo 3,
saída da Analisando dados, você efetuou estatísticas descritivas para os três centros de
janela Session expedição regionais. Adicione ao ReportPad as saídas dos três centros.
ao ReportPad 1 Selecione Window ➤ Session.

Conheça o Minitab 7-3


Capítulo 7 Usando o ReportPad

2 Na janela Session, clique na saída de Results for Center = Central. Clique com o
botão direito e selecione Append Section to Report. A seção de anexos de saída
do Minitab é delineada pelos títulos de saída (que estão em negrito).

Clique com o botão


direito do mouse e
selecione Append
Section to Report
para adicionar os
resultados do centro
de expedição Central
ao ReportPad.

3 Repita os passos anteriores para Results for Center = Eastern e Results for
Center = Western.
4 Selecione Window ➤ Project Manager e clique na pasta ReportPad. Clique
em para maximizar a janela e ver melhor o relatório.

7-4 Conheça o Minitab


Usando o ReportPad Gerando relatórios

Para adicionar várias seções da saída da janela Session ao ReportPad:


1 Realce a saída da janela Session.
2 Clique com o botão direito na janelaSession.
3 Selecione Append Selected Lines to Report.

Fazer edições Personalize o relatório substituindo o título padrão e adicionando um pequeno


no ReportPad comentário à saída gráfica.
1 Realce o título padrão (Minitab Project Report). Digite Report on Shipping
Data. Pressione [Enter].
2 Em Report on Shipping Data, digite Histogram of delivery time by center.

3 Realce o texto Histogram of delivery


time by center. Clique com o botão
direito no texto selecionado e escolha
Font.
4 Em Font, selecione Arial. Em Font
style, selecione Regular. Em Size,
selecione 11. Em Color, selecione
Maroon.
5 Clique em OK.

Você agora tem um relatório simples, que ilustra alguns de seus resultados. Salvando
um projeto do Minitab, você pode adicionar comentários e alterar a formatação a

Conheça o Minitab 7-5


Capítulo 7 Salvando um relatório

qualquer momento, uma vez que o Minitab salva o conteúdo do ReportPad como
parte do projeto.

Todos os gráficos e saídas da janela Session continuam totalmente editáveis depois de serem
anexados ao ReportPad. Para editar um gráfico no ReportPad, clique duas vezes no gráfico para
habilitar as ferramentas embutidas de edição de gráficos do Minitab.

Salvando um relatório
É possível salvar o conteúdo do ReportPad (bem como as planilhas e saídas da janela
Session) em formato RTF ou HTML, para que elas possam ser abertas em outros
aplicativos.

Salvar como Salve o relatório como arquivo RTF para enviá-lo eletronicamente a colegas ou para
arquivo RTF abri-lo em outros aplicativos.

1 No Project Manager,
clique com o botão
direito na pasta
ReportPad e selecione
Save Report As.
2 Vá até a pasta em que
deseja salvar seus
arquivos.
3 Em File name, digite
ShippingReport.
4 Em Save as type,
selecione Rich Text Format (.RTF). Clique em Save.

7-6 Conheça o Minitab


Copiando um relatório para um processador de texto Gerando relatórios

Copiando um relatório para um


processador de texto
Os processadores de texto oferecem opções de formatação não disponíveis no
ReportPad, tais como incluir destaques para realçar resultados importantes e exibir
gráficos lado a lado.
O ReportPad apresenta duas ferramentas, Move to Word Processor e Copy to Word
Processor, com as quais é possível transferir conteúdo do ReportPad para o
processador de texto sem ser preciso copiar e colar:
■ Move to Word Processor transfere o conteúdo do ReportPad para o processador
de texto e excluiu esse conteúdo do ReportPad.
■ Copy to Word Processor transfere o conteúdo do ReportPad para o processador
de texto mantendo o conteúdo original no ReportPad.

Você também pode adicionar a saída diretamente ao Microsoft Word clicando com o botão
direito do mouse na saída da janela Session ou em um gráfico e selecionando Send Section
to Microsoft World ou Send Graph to Microsoft Word.

Copiar 1 No Project Manager, clique com o botão direito na pasta ReportPad.


relatório para 2 Selecione Copy to Word Processor.
um
processador 3 Em File name, digite Shipping Report. Não é preciso escolher o tipo de arquivo,
de texto porque o Rich Text Format (.RTF) é a única opção disponível.
4 Clique em Save.
O Minitab abre automaticamente o processador de texto padrão e carrega
o arquivo RTF que você salvou.
Agora, você pode editar o conteúdo do Minitab no processador de texto.

Conheça o Minitab 7-7


Capítulo 7 Usando as ferramentas embutidas de edição de

Usando as ferramentas embutidas


de edição de gráficos
Ao copiar gráficos para um editor de texto ou outro aplicativo, seja com copiar/colar
ou com Copy to Word Processor, você pode usar o Embedded Graph Editor para
acessar todas as ferramentas de edição de gráficos do Minitab.

Editar um Para combinar o gráfico com o plano de fundo do relatório e criar um efeito visual
gráfico do melhor, use as ferramentas embutidas de edição de gráficos para alterar o padrão
Minitab em da área do gráfico, as bordas e as linhas sem retornar ao Minitab.
um 1 No processador de texto, clique duas vezes no histograma. Note que agora
processador há várias barras com ferramentas de edição.
de texto

Ferramentas
de edição de
gráficos do
Minitab

Região
do
gráfico

O gráfico está no modo de edição; você pode clicar duas vezes sobre um item
do gráfico para editá-lo, como faria no Minitab.
2 Clique duas vezes na região do gráfico do histograma.

3 Em Fill Pattern, selecione Custom.

4 Em Type, selecione .
5 Em Borders and Fill Lines, selecione Custom.

6 Em Type, selecione None. Clique em OK.

7 Clique fora da região do gráfico para sair do modo de edição.

7-8 Conheça o Minitab


Usando as ferramentas embutidas de edição de gráficos Gerando relatórios

Para obter mais informações sobre a edição de gráficos do Minitab, consulte Embedded graph
editor no índice do Help do Minitab.

Salvar projeto Salve todo o seu trabalho em um projeto do Minitab.


1 No Minitab, selecione File ➤ Save Project As.

2 Em File name, digite My_Reports.MPJ.

3 Clique em Save.

Conheça o Minitab 7-9


Capítulo 7 Enviando a saída para o Microsoft PowerPoint

Enviando a saída para o Microsoft


PowerPoint
Você também pode criar relatórios ou apresentações enviando gráficos e a saída
da janela Session diretamente para o Microsoft Word ou PowerPoint.
Adicione o histograma e os resultados das estatísticas descritivas ao PowerPoint.

Enviar a 1 Selecione Window ➤ Histogram of Days.


saída para o 2 Clique com o botão direito na região do gráfico e selecione Send Graph to
PowerPoint Microsoft PowerPoint. Um novo arquivo será aberto no PowerPoint, com
o histograma no primeiro slide.

3 No Minitab, selecione Window ➤ Session.

4 Na janela Session, clique na saída de Results for Center = Central. Clique com
o botão direito e selecione Send Section to Microsoft PowerPoint.
5 Repita o passo 4 com Results for Center = Eastern e Results for Center=Western.

7-10 Conheça o Minitab


Enviando a saída para o Microsoft PowerPoint Gerando relatórios

Um novo documento do Microsoft PowerPoint conterá o histograma e cada parte


da saída da janela Session em slides separados. Você pode editar o documento
do PowerPoint para alterar os títulos ou o tamanho da fonte e adicionar texto.
Para adicionar várias seções da saída da janela Session ao Word ou PowerPoint:
1 Realce a saída da janela Session.
2 Clique com o botão direito na janela Session.
3 Selecione Send Selected Lines to Microsoft Word ou Send Selected Lines to Microsoft
PowerPoint.

Quando você envia um gráfico para o Word ou o PowerPoint, o Embedded Graph Editor
do Minitab não está disponível.

Conheça o Minitab 7-11


Capítulo 7 Próxima etapa

Próxima etapa
No próximo capítulo, você aprenderá a preparar uma planilha do Minitab. Você
combinará dados de várias fontes e os incluirá no Minitab. Além disso, para preparar
os dados e simplificar a análise, você irá editá-los e reorganizar as colunas e as linhas.

7-12 Conheça o Minitab


8
Preparando uma
planilha
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Abrir uma planilha, página 8-2
■ Combinar dados de uma planilha do Excel em uma planilha do Minitab, página 8-3
■ Combinar dados de um arquivo de texto em uma planilha, página 8-4
■ Visualizar informações da planilha, página 8-5
■ Substituir valores faltantes, página 8-6
■ Empilhar colunas de dados, página 8-6
■ Codificar dados, página 8-8
■ Adicionar nomes de colunas, página 8-8
■ Inserir e nomear uma nova coluna de dados, página 8-9
■ Use o Calculator para atribuir uma fórmula a uma coluna, página 8-9

Visão geral
Em muitos casos, você usa planilhas previamente configuradas, como fez no
Conheça o Minitab. Algumas vezes, entretanto, você deve combinar os dados
de diferentes fontes e colocá-los em uma planilha do Minitab antes de iniciar
uma análise. O Minitab pode usar dados de:
■ Planilhas do Minitab salvas anteriormente
■ Arquivos de texto
■ Documentos do Microsoft Excel

Conheça o Minitab 8-1


Capítulo 8 Obtendo dados de diferentes fontes

Para incluir esses dados no Minitab, você pode:


■ Digitá-los diretamente no Minitab
■ Copiá-los e colá-los de outros aplicativos
■ Abrir vários tipos de arquivos, inclusive arquivos do Excel ou arquivos de texto
Depois de inserir os dados no Minitab, você pode editar as células e reorganizar as
colunas e as linhas para preparar os dados para análise. As manipulações mais
comuns são empilhamento, subagrupamento, especificação de nomes de colunas
e edição de valores de dados.
Este capítulo mostra como colocar dados de diferentes fontes no Minitab e como
ShippingData.MTW, usado nos capítulos 2 e 3, foi preparado para análise.

Obtendo dados de diferentes fontes


Para a análise inicial do Meet Minitab, a planilha ShippingData.MTW, que contém
dados dos três centros de expedição, já estava configurada. Entretanto, originalmente,
os três centros de expedição armazenaram os dados de pedidos de livros de diferentes
maneiras:
■ Eastern: em uma planilha do Minitab
■ Central: em um arquivo do Microsoft Excel
■ Western: em um arquivo de texto
Para analisar todos os pedidos de livros, você deve combinar os dados dos três centros
de expedição em uma única planilha do Minitab.

Abrir uma Comece pelos dados do centro Eastern, que estão armazenados em uma planilha
planilha do Minitab chamada Eastern.MTW.
1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New,
selecione Minitab Project e clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.
2 Escolha File ➤ Open Worksheet.

3 Clique em Look in Minitab Sample Data folder, na parte inferior da caixa


de diálogo.
4 Na pasta Sample Data, clique duas vezes em Meet Minitab e selecione
Eastern.MTW. Clique em Open.

O Minitab pode abrir vários tipos de arquivos. Para ver os tipos de arquivos, clique em Files of
type na caixa de diálogo Open Worksheet.

8-2 Conheça o Minitab


Obtendo dados de diferentes fontes Preparando uma planilha

Combinar Os dados do centro Central estão armazenados em uma planilha do Excel.


dados do Para juntar os dados sobre pedidos de livros do centro Central com os dados do
Excel centro Eastern, combine o conteúdo da planilha de Excel com o da planilha atual
do Minitab.
1 Selecione File ➤ Open
Worksheet.
2 Em Files of type, selecione
Excel (.xls; .xlsx).
3 Selecione Central.XLS.

4 Selecione Merge.

5 Clique em Open.

Examinar a Com a seleção da opção Merge, os dados do Excel serão adicionados à planilha
planilha atual. O Minitab posiciona os dados em células à direita dos dados da planilha atual,
nas colunas C5-C8. Se você não selecionasse Merge, o Minitab poria os dados em
outra planilha.
Dados originais dados combinados

O Minitab também tem o comando de menu Merge Worksheets, que oferece outras opções
para combinar duas ou mais planilhas abertas. Para obter mais informações sobre a opção
Merge, consulte Merge worksheets no índice do Help do Minitab.

Conheça o Minitab 8-3


Capítulo 8 Obtendo dados de diferentes fontes

Combinar Os dados do centro Western estão armazenados em um arquivo de texto simples, que
dados de um você pode abrir usando o Bloco de notas ou o Wordpad. Para juntar os dados sobre
arquivo de pedidos de livros do centro Western com os dados dos centros Eastern and Central,
texto combine o conteúdo do arquivo de texto com o da planilha atual do Minitab.
1 Selecione File ➤ Open Worksheet.

2 Em Files of type, selecione Text (.txt).

3 Selecione Western.TXT.

4 Selecione Merge.

5 Clique em Open.

Examinar a Para adicionar os dados do arquivo de texto na planilha atual, selecione Merge.
planilha O Minitab põe os dados em células à direita dos dados da planilha atual, nas
colunas C9–C12. Se você não selecionasse Merge, o Minitab poria os dados
em outra planilha.
Dados originais dados combinados

Antes de abrir um arquivo de texto no Minitab, você pode fazer uma visualização
prévia da planilha; basta selecionar Preview na caixa de diálogo Open Worksheet.

Nem todos os arquivos de texto estão em um formato que possa ser facilmente importado.
O Minitab fornece várias ferramentas de interpretação de formatos de arquivos de texto.
Para obter mais informações, consulte Text files no índice do Help do Minitab.

8-4 Conheça o Minitab


Preparando uma planilha para análise Preparando uma planilha

Preparando uma planilha para análise


Com os dados em uma só planilha, você está praticamente pronto para iniciar
a análise. No entanto, você deve fazer as seguintes alterações na planilha:
■ Substituir um valor faltante
■ Empilhar dados
■ Substituir dados
■ Adicionar nomes de colunas
■ Adicionar nova coluna
■ Criar uma coluna de valores calculados

Para ver a lista completa de manipulações de dados disponíveis no Minitab, consulte Data menu
no índice do Help do Minitab.

Exibir Para exibir um resumo das colunas da planilha, use na barra de ferramentas
informações do Project Manager. No Project Manager, esse botão abrirá a subpasta Columns
da planilha na pasta Worksheets. Esse resumo é especialmente útil para identificar
comprimentos diferentes de colunas ou colunas que contenham valores faltantes.
1 Clique em na barra de ferramentas do Project Manager ou pressione
[Ctrl]+[Alt]+[I].

A subpasta Columns contém detalhes sobre a planilha atual. Em cada centro, a


contagem deve ser a mesma para todas as colunas. Observe que a contagem dos
dados do centro Eastern (C1–C4) é 109 em todas as colunas, e a do Central (C5–C8)
é 105 em todas as colunas. No entanto, no centro Western, C10 apresenta uma
contagem de 104, diferente das outras colunas, que têm contagem de 105.
2 Clique em novamente para retornar à tela anterior.

Para obter mais informações sobre a barra de ferramentas do Project Manager, consulte
Project Manager Toolbar no índice do Help do Minitab.

Conheça o Minitab 8-5


Capítulo 8 Preparando uma planilha para análise

Examinar a Examine a coluna C10


planilha para verificar se há
valores faltantes. Note
que a última linha da
coluna está vazia.
Quando você copia e cola
dados de um arquivo de
texto ou arquivo do Excel
em uma planilha, o
Minitab interpreta as
células numéricas ou de
data/hora vazias como
valores faltantes, os quais
aparecem como asteriscos Célula vazia
() na configuração
padrão. Contudo, se a última linha de uma coluna de dados em um arquivo de texto
contém uma célula vazia, o Minitab mantém a célula vazia quando você cola os
dados na planilha, como pode ser visto na coluna C10.

Substitur Para que o Minitab execute a análise corretamente, você deve digitar o símbolo
valores de valor faltante na célula vazia da última linha.
faltantes 1 Clique na janela Data para ativá-la
e selecione Editor ➤ Go To…
2 Em Enter column number or name,
digite C10.
3 Em Enter row number, digite 105.
Clique em OK.
4 Na linha 105 da coluna C10, digite um asterisco (). Pressione [Enter].

Empilhar Agora que os dados estão organizados em uma única planilha do Minitab, observe
dados as variáveis similares em cada centro de expedição. Alguns comandos do Minitab
permitem que dados de diferentes grupos permaneçam desempilhados em colunas
separadas. Outros exigem que os grupos estejam empilhados em uma coluna com
níveis de agrupamento. Entretanto, todas as análises podem ser executadas com
dados empilhados.
Para analisar os dados, você precisa reorganizar as variáveis em colunas empilhadas.
Para mover os dados pela planilha, você pode copiá-los e colá-los ou usar os itens
do menu Data para reorganizar blocos de dados.

8-6 Conheça o Minitab


Preparando uma planilha para análise Preparando uma planilha

1 Selecione Data ➤ Stack ➤ Blocks of


Columns.
2 Na lista de variáveis, realce Order,
Arrival, Status e Distance. Clique em
Select para mover as variáveis para a
primeira linha de Stack two or more
blocks of columns on top of each
other. Vá para a próxima linha.
3 Repita o passo 2 para as colunas
pedido, chegada, status e distância
para os centros de expedição Central
e Western.
4 Em Store stacked data in, selecione
New worksheet. Em Name, digite
My_ShippingData.
5 Marque Use variable names in subscript column.

6 Clique em OK.

Examinar a As variáveis dos centros estão todas nas mesmas colunas, sendo que Order (Eastern
planilha center), Order_1 (Central center) e Order_2 (Western center) funcionam como
rótulos ou subscritos para indicar o centro de origem dos dados..
Coluna Subscripts

Seta para
entrada de
dados

Conheça o Minitab 8-7


Capítulo 8 Preparando uma planilha para análise

Codificar Os rótulos na coluna Subscripts não indicam corretamente de que centro os dados
dados são. Codifique os rótulos com nomes mais significativos.
1 Selecione Data ➤ Code ➤ Text to
Text.
2 Em Code data from columns,
digite Subscripts.
3 Em Store coded data in columns,
digite Subscripts.
4 Na primeira linha sob Original
values, digite Order. Na primeira
linha sob New, digite Eastern.
5 Na segunda linha sob Original values,
digite Order_1. Na segunda linha sob
New, digite Central.
6 Na terceira linha sob Original values, digite Order_2. Na terceira linha sob New,
digite Western.
7 Clique em OK.
Os rótulos dos centros de expedição na coluna Subscripts agora são Eastern, Central
e Western.

Adicionar Adicione nomes de colunas aos dados empilhados.


nomes de 1 Clique na seta de entrada de dados, no canto superior esquerdo da janela Data,
colunas para que ela aponte para a direita.
2 Clique na célula do nome da coluna C1. Para substituir o rótulo Subscripts,
digite Center e pressione [Enter].
3 Repita o mesmo procedimento para os outros nomes:

■ Na coluna C2, digite Order.


■ Na coluna C3, digite Arrival.
■ Na coluna C4, digite Status.
■ Na coluna C5, digite Distance.

Calcular Antes de salvar a nova planilha e executar as análises, é necessário calcular o número
valores de de dias entre a data do pedido e a data de entrega. Você pode usar o Calculator do
diferença Minitab para atribuir uma fórmula a uma coluna, que calcula esses valores. Se você
alterar ou incluir dados, os valores calculados serão atualizados automaticamente.

8-8 Conheça o Minitab


Preparando uma planilha para análise Preparando uma planilha

Inserir e nomear uma coluna


Insira uma coluna chamada Days entre Arrival e Status.
1 Clique em qualquer célula da coluna C4 para ativá-la.

2 Clique com o botão direito e selecione Insert Columns.

3 Clique na célula de nome da coluna C4. Digite Days e pressione [Enter].

Use o Calculator para atribuir uma fórmula a uma coluna


Use o Calculator do Minitab para realizar operações aritméticas e matemáticas básicas.
O Minitab armazena os resultados em uma coluna ou constante. Você pode atribuir
a fórmula à coluna para que os valores calculados sejam atualizados automaticamente
se os dados forem alterados.
Calcule o tempo de entrega e armazene os valores na coluna Days.
1 Selecione Calc ➤ Calculator.

2 Em Store result in variable, digite Days.

3 Em Expression, digite Arrival – Order.

4 Marque Assign as a formula.

5 Clique em OK.

Para obter mais informações sobre fórmulas em colunas, consulte Formulas no índice do Help
do Minitab. Para obter mais informações sobre o Calculator do Minitab e as operações e
funções disponíveis, consulte Calculator no índice do Help do Minitab.

Outra forma de adicionar fórmulas a uma coluna é selecionar Editor ➤ Formulas ➤ Assign
Formula To Column.

Conheça o Minitab 8-9


Capítulo 8 Preparando uma planilha para análise

Examinar a A coluna Days contém os novos valores calculados que representam o tempo de
planilha entrega. Esses valores estão expressos em dias. Quando você atribui uma fórmula
à coluna, um indicador aparece no canto superior direito do cabeçalho da coluna,
na planilha. Esse indicador informa se a fórmula está definida corretamente e se é
necessário recalcular os valores para atualizar os dados. O sinal de mais verde
indica que os dados estão atualizados.
Indicador de status

Posicione o cursor sobre o indicador de status para ver a fórmula atribuída à coluna.
Clique duas vezes no indicador para editá-la.

Atualizar a Suponhamos que você observe que a data de chegada de um pedido do centro
planilha Central esteja incorreta. Você pode corrigi-la na planilha e o Minitab atualizará
a coluna Days automaticamente.
Atualize a data de chegada na linha 127 de 3/6/2009 para 3/7/2009.
1 Na linha 127 da planilha, edite o dia na data da coluna Arrival, clicando duas vezes
na célula para que ela fique no modo de edição. Altere 3/6/2009 para 3/7/2009.
2 Pressione [Enter].

8-10 Conheça o Minitab


Preparando uma planilha para análise Preparando uma planilha

Examinar a O Minitab atualiza automaticamente o valor na coluna Days de 2,98125 para


planilha 3,98125.
Planilha original Planilha atualizada

Você também pode atualizar os valores calculados manualmente. Primeiramente, selecione


Editor ➤ Formulas ➤ Calculate All Formulas Automatically para desmarcar essa opção.
Quando o indicador de status estiver amarelo, indicando que a fórmula está desatualizada,
você pode selecionar Editor ➤ Formulas ➤ Calculate All Formulas Now para atualizar todas
as fórmulas do projeto. Esse comando só fica ativo se as fórmulas estiverem desatualizadas e
se a opção Calculate All Formulas Automatically não estiver marcada no menu Editor.

Salvar a Salve todo o seu trabalho em uma planilha do Minitab.


planilha 1 Selecione File ➤ Save
Current Worksheet As.
2 Vá até a pasta em que deseja
salvar seus arquivos.
3 Em File name, digite
My_ShippingData.
4 Em Save as type, selecione
Minitab.
5 Clique em Save.

Conheça o Minitab 8-11


Capítulo 8 Próxima etapa

Próxima etapa
Os dados dos centros de expedição, provenientes de várias fontes, estão no Minitab
e estão configurados corretamente para análise. No próximo capítulo, você ajustará
os padrões do Minitab para executar rapidamente análises futuras dos dados de
expedições.

8-12 Conheça o Minitab


9
Personalizando
o Minitab
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Alterar as opções padrão dos gráficos, página 9-2
■ Criar uma nova barra de ferramentas, página 9-4
■ Adicionar comandos a uma barra de ferramentas personalizada, página 9-5
■ Atribuir teclas de atalho a um comando do menu, página 9-6
■ Restaurar as configurações padrão do Minitab usando o Manage Profiles, página 9-7

Visão geral
O Minitab possui várias ferramentas para alterar as opções padrão ou criar
ferramentas personalizadas, como barras de ferramentas ou atalhos de teclado.
Use Tools ➤ Options para as opções padrão de:
■ Configurações do programa (uso da memória, diretório inicial, layout de janela
e caixa de diálogo)
■ Janelas Data e Session
■ Comandos estatísticos
■ Gráficos
Use Tools ➤ Customize para:
■ Atribuir uma tecla de atalho a um item do menu
■ Definir opções de exibição das barras de ferramentas pelo Minitab

Conheça o Minitab 9-1


Capítulo 9 Opções de configuração

■ Criar ícones personalizados para os itens do menu ou para os botões das barras
de ferramentas.
Agora que você já concluiu a primeira análise de expedição de livros e gerou um
relatório, use Tools ➤ Options e Tools ➤ Customize para ajustar o ambiente do
Minitab e fazer as próximas análises com mais rapidez e facilidade.

Opções de configuração
Você pode alterar várias opções durante uma sessão do Minitab, tais como as
configurações de exibição de gráficos ou a ativação do prompt de comandos da
janela Session. Entretanto, quando você sai do Minitab, essas opções retornam
à configuração padrão nas sessões Minitab seguintes.
Se desejar estabelecer uma configuração como padrão para todas as sessões do
Minitab, use Tools ➤ Options. As configurações alteradas mantêm-se ativas até
que você as altere novamente.
Como você planeja executar análises semelhantes dos dados de expedição nos
próximos meses, é útil alterar as preferências padrão.

Você pode restaurar as configurações padrão do Minitab a qualquer momento. Para obter mais
informações, consulte Restaurando as configurações padrão do Minitab na página 9-7.

Adicionar Como você irá criar os mesmos gráficos com dados semelhantes no futuro, você
nota de precisa diferenciar os resultados de cada análise. Você decidiu adicionar uma nota
rodapé de rodapé automática em seus gráficos para incluir o nome da planilha, a data da
automática última modificação e algumas informações sobre os dados utilizados.
1 Caso tenha realizado as tarefas do capítulo anterior, selecione File ➤ New
e Minitab Project e clique em OK. Do contrário, inicie o Minitab.
2 Escolha File ➤ Open Worksheet.

3 Clique em Look in Minitab Sample Data folder, na parte inferior da caixa


de diálogo.
4 Na pasta Sample Data, clique duas vezes em Meet Minitab e escolha
ShippingData.MTW. Clique em Open.

9-2 Conheça o Minitab


Opções de configuração Personalizando o Minitab

5 Selecione Tools ➤
Options ➤ Graphics ➤
Annotation ➤ My
Footnote.
6 Em Information to
include in my
footnote, marque
Worksheet name e
Date the graph was
last modified.
7 Em Custom text,
digite Shipping center
efficiency. Clique em
OK.
Com essas configurações, a cada vez que você criar um gráfico, o Minitab adicionará
uma nota de rodapé automática.

Criar um Para ver um exemplo de nota de rodapé automática, crie um histograma.


histograma 1 Selecione Graph ➤ Histogram.
para ver uma
nota de 2 Selecione With Fit and Groups e clique em OK.
rodapé 3 Em Graph variables, digite Days.

4 Em Categorical variables for grouping (0-3), digite Center.

5 Clique em OK.

Nota de
rodapé
automática

Conheça o Minitab 9-3


Capítulo 9 Criando uma barra de ferramentas personalizada

Criando uma barra de ferramentas


personalizada
Além de alterar as opções padrão para comandos individuais, você também pode
poupar tempo nas futuras sessões do Minitab, usando Tools ➤ Customize.
Use Customize para criar novos menus e barras de ferramentas que contenham
somente os comandos que você escolher e para atribuir teclas de atalho a comandos
que você acesse com freqüência.

Criar uma Em algumas análises, você retorna aos mesmos itens de menu várias vezes.
barra de Combinar esses itens em uma única barra de ferramentas personalizada pode
ferramentas simplificar as análises futuras.
Crie uma barra de ferramentas personalizada que inclua alguns dos comandos
usados na análise dos centros de expedição.
1 Selecione Tools ➤ Customize.

2 Clique na guia Toolbars.

3 Clique em New.

4 Em Toolbar Name, digite Shipping


Data. Clique em OK.

Uma nova barra de


ferramentas vazia, intitulada
Shipping Data, aparece em Barra de
Toolbars, e o nome da nova ferrament
as vazia
barra é incluído na lista de
barras.

Nome
da nova
barra de
ferramentas

9-4 Conheça o Minitab


Criando uma barra de ferramentas personalizada Personalizando o Minitab

Adicionar Adicione comandos à barra de ferramentas vazia. Na análise do centro de expedição,


comandos à você usou Graph ➤ Histogram e Graph ➤ Scatterplot, então será útil adicionar
barra de esses comandos à barra.
ferramentas 1 Clique e arraste a barra de
ferramentas vazia para fora da caixa
de diálogo Customize.

2 Clique na guia Commands.

3 Em Categories, selecione Graph.

4 Em Commands, selecione Histogram.


Em Categories, há uma lista de todos
os menus do Minitab. Quando você
seleciona um desses menus, uma lista
dos itens de menu correspondentes é
exibida em Commands.
5 Clique e arraste o Histogram para a
nova barra.
6 Em Commands, selecione Scatterplot.

7 Clique e arraste o Scatterplot para a


nova barra.
8 Clique em Close. Histogram Scatterplot

Você pode adicionar quantos comandos desejar para ter uma barra de ferramentas
com todos os comandos utilizados com freqüência. Para acessar rapidamente os itens
da nova barra de ferramentas pelo teclado, atribua atalhos de teclado.

Você também pode criar um menu personalizado Para obter mais informações sobre Tools ➤
Customize, consulte Customize no índice Help do Minitab.

Conheça o Minitab 9-5


Capítulo 9 Atribuindo teclas de atalho

Atribuindo teclas de atalho


OMinitab já tem várias teclas de atalho para funções usadas com freqüência, como
copiar ([Ctrl]+[C]), colar ([Ctrl]+[V]) e salvar como ([Ctrl]+[S]). Com as teclas de
atalho, você dispensa os menus e abre rapidamente as caixas de diálogo.
Para atribuir teclas de atalho, use Tools ➤ Customize ➤ Keyboard.

Atribuir uma Como os histogramas são usados com freqüência para análise dos dados
tecla de de expedição, você deseja atribuir uma tecla de atalho para esse comando.
atalho 1 Selecione Tools ➤ Customize.

2 Clique na guia Keyboard.

3 Em Category, selecione Graph.


Category apresenta uma lista de todos
os menus do Minitab. Quando você
seleciona um desses menus, uma lista
dos itens de menu correspondentes é
exibida em Commands.
4 Em Commands, selecione Histogram.

5 Clique em Press New Shortcut Key.

6 Pressione [Ctrl]+[Shift]+[H].
Em Press New Shortcut Key, o texto
Assigned to mostra o status atual da
combinação de teclas escolhida. Neste
caso, o texto é [Unassigned]. As teclas
ou combinações de teclas que já
tenham sido atribuídas a um comando
são indicadas aqui. Qualquer
combinação de teclas já existente deve
ser desvinculada do comando antes de
lhe ser atribuído um novo comando.
7 Clique em Assign. A nova tecla de atalho aparece em Current Keys.

8 Clique em Close.
Agora você pode acessar a galeria Histogram pressionando [Ctrl]+[Shift]+[H].

Para obter uma lista das teclas de atalho padrão do Minitab, selecione Help ➤ Keyboard Map
ou vá até Shortcut keys no índice do Help do Minitab.

9-6 Conheça o Minitab


Restaurando as configurações padrão do Minitab Personalizando o Minitab

Restaurando as configurações padrão


do Minitab
As configurações alteradas em Tools ➤ Options e Tools ➤ Customize, bem como
alterações nas configurações de data/hora ou de ordem de valor, são armazenadas
em um perfil. Você pode ativar e desativar esse perfil (e remover todas as configurações)
usando Tools ➤ Manage Profiles. Você também pode exportar e compartilhar
esse perfil com outros usuários que estejam trabalhando com análises semelhantes.
As configurações que você ajustou enquanto trabalhava no Conheça o Minitab
já estão armazenadas no perfil ativo. Desative o perfil atual para restaurar as
configurações padrão do Minitab e altere o nome do perfil para usá-lo em futuras
análises dos centros de expedição.

Para obter mais informações sobre o gerenciamento de perfis, consulte Manage Profiles
no índice do Help do Minitab.

Restaurar 1 Selecione Tools ➤ Manage Profiles.


padrões 2 Clique em para mover MyProfile de Active profiles para Available profiles.
3 Clique duas vezes em MyProfile em Available profiles e digite
ShippingCenterAnalysis.
4 Clique em OK.
As configurações padrão são restauradas. O Minitab cria um novo perfil ativo
para armazenar as alterações que você fizer a partir desse momento.
Para ativar as configurações que você ajustou durante as sessões do Conheça
o Minitab, mova o perfil ativo atual para Available profiles, mova
ShippingCenterAnalysis para Active profiles e clique em OK.

Você também pode restaurar os padrões do Minitab clicando duas vezes no atalho
Restore Minitab Defaults English, localizado na pasta English dentro da pasta principal
do Minitab 16 instalada no seu disco rígido. Exporte os perfis que você deseja manter
antes de executar esse programa.

Salvar projeto Salve todo o seu trabalho em um projeto do Minitab.


1 Selecione File ➤ Save Project As.

2 Vá até a pasta em que deseja salvar seus arquivos.

3 Em File name, digite My_Customize.MPJ.

4 Clique em Save.

Conheça o Minitab 9-7


Capítulo 9 Próxima etapa

Próxima etapa
Sua análise foi concluída, mas o que fazer se você tiver dúvidas ou quiser obter
mais informações sobre um tópico? O próximo capítulo sugere maneiras de obter
respostas às suas perguntas sobre o Minitab e fornece detalhes sobre como usar
o Help e o StatGuide do Minitab.

9-8 Conheça o Minitab


10
Obtendo ajuda
Objetivos
Neste capítulo, você aprenderá a:
■ Obter respostas e localizar informações, página 10-2
■ Usar o Help do Minitab, página 10-6
■ Usar o StatGuide do Minitab, página 10-8
■ Usar o Session Command Help, página 10-10

Visão geral
Se você tiver dúvidas ou desejar saber mais detalhes sobre um tópico, o Minitab
pode ajudá-lo.
Da assistência no preenchimento de uma caixa de diálogo ao guia para interpretações
estatísticas e às instruções para uso de comandos da janela Session em suas análises,
a documentação on-line do Minitab e os recursos de Internet podem ajudá-lo a
localizar as respostas de que você precisa.
Este capítulo discute o uso do Help, do StatGuide e do Session Command Help
para utilizar o Minitab e sugere formas de encontrar respostas para suas perguntas
sobre o Minitab.

Conheça o Minitab 10-1


Capítulo 10 Obtendo respostas e informações

Obtendo respostas e informações


O Conheça o Minitab concentra-se em apenas alguns dos recursos mais usados do
Minitab. Para obter detalhes sobre outros comandos, funções e conceitos estatísticos,
utilize a documentação e os recursos on-line do Minitab.

Recurso Descrição Acessar o


Help Documentação sobre os ■ Clique em Help em qualquer caixa
recursos e conceitos do de diálogo.
Minitab. Inclui informações ■ Clique em na barra de
sobre: ferramentas.
■ Menus e caixas de diálogos ■ Pressione [F1] a qualquer
■ Métodos e fórmulas momento.
■ Comandos da janela ■ Selecione Help ➤ Help.
Session Consulte Help na página 10-6 para
■ Macros obter mais informações.

Using Informações gerais sobre Selecione Help ➤ Help e clique


Help como navegar no Help do em Using Help, em Basics.
Minitab.

StatGuide Guia estatístico cujo foco é ■ Clique com o botão direito na


a interpretação de resultados janela Session ou na janela Graph
de amostra. e escolha StatGuide.
■ Clique com o botão direito na
pasta Session ou Graph do Project
Manager e escolha StatGuide.
■ Clique em na barra de
ferramentas.
■ Pressione [Shift]+[F1].
■ Selecione Help ➤ StatGuide.
Consulte StatGuide na página 10-8
para obter mais informações.

Minitab Este glossário abrangente Selecione Help ➤ Glossary.


Statistical cobre todas as áreas de
Glossary estatística do Minitab. Cada
definição contém informações
práticas, fáceis de entender.

Tutorials Os tutoriais lhe mostram Selecione Help ➤ Tutorials.


como usar diferentes análises
em suas próprias sessões do
Minitab e incluem requisitos
de dados de fácil
compreensão e exemplos
passo a passo.

10-2 Conheça o Minitab


Obtendo respostas e informações Obtendo ajuda

Recurso Descrição Acessar o


Session Documentação sobre os ■ Selecione Help ➤ Help e clique
Command comandos da janela Session em Session Commands, em
Help do Minitab, que você pode References.
usar interativamente ou para ■ No prompt MTB , na janela
criar uma macro. Session, digite HELP.
■ Para acessar informações sobre
um comando específico, no
prompt MTB  da janela Session,
digite HELP, seguido do comando.
Consulte Session Command Help na
página 10-10 para obter mais
informações.

Macros Suporte para criação e Selecione Help ➤ Help e clique


Help execução de macros do em Macros, em References.
Minitab, com comandos
armazenados em arquivos
de texto.

What’s Informações sobre novos Acesse www.minitab.com.


New recursos do Minitab 16.

ReadMe Informações recentes sobre Acesse www.minitab.com.


essa versão do Minitab,
incluindo detalhes sobre
mudanças no software ou
na documentação.

Envie comentários sobre a documentação on-line e impressa do Minitab para


doc_comments@minitab.com.

Conheça o Minitab 10-3


Capítulo 10 Visão geral do Help do Minitab

Visão geral do Help do Minitab


Os componentes da documentação on-line do Minitab, bem como outras informações
relacionadas, estão resumidos em uma única página. Dessa página, você pode seguir
para a assistência detalhada, instruções e tópicos do suporte. Esta visão geral organiza
links para os tópicos do Help de acordo com a estrutura de menus do Minitab.

Localizar Para exibir a página de visão geral:


informações ■ Selecione Help ➤ Help.
■ Pressione [F1].
■ Clique em na barra de ferramentas Standard.
Com este link, que fica sob os títulos mostrados abaixo, é fácil e rápido encontrar
informações:
■ Basics—como usar o Help, orientações e tutoriais para começar a usar o Minitab
e descrições das janelas do Minitab
■ References—exemplos de comandos, glossário de termos e abreviações,
instruções para usar macros e comandos da janela Session e os métodos e as
fórmulas usados pelo Minitab
■ Service and Support—como registrar o Minitab, maneiras de contatar o suporte
técnico e descrições da documentação, dos recursos na Internet e de outros
produtos Minitab

10-4 Conheça o Minitab


Visão geral do Help do Minitab Obtendo ajuda

Use esses links para acessar


informações básicas, material de
referência e informações de suporte e
serviços.

Clique em um link
de menu para
visualizar os
tópicos do Help de
todos os comandos
do menu.

Para obter mais informações sobre o ambiente do Help do Minitab, selecione Help ➤ Help e
clique em Using Help, em Basics.

Conheça o Minitab 10-5


Capítulo 10 Help

Help
O Help do Minitab é uma fonte conveniente e completa de informações que
inclui instruções sobre menus e caixas de diálogo, visões gerais, exemplos, guia
para configuração dos dados e métodos e fórmulas. Você pode explorar os recursos
estatísticos do Minitab e conhecer novos métodos para realizar tarefas de rotina.
O Help também fornece um guia sobre como usar as ferramentas estatísticas, de
controle de qualidade, as análises de sobrevivência e de confiabilidade, e o
planejamento de experimentos do Minitab.
Além disso, no Help, você pode aprender sobre o ambiente do Minitab; os comandos
da janela Session; criação de macros e Execs; entrada, saída e recursos de
manipulação de dados do Minitab; e utilização de dados e gráficos.

Localizar A maioria dos tópicos do Help aparece em uma janela que consiste em três áreas:
informações ■ Barra de ferramentas—contém botões para ocultar e exibir o painel de
navegação, retornar ao um tópico anterior, imprimir um ou mais tópicos e
ferramentas para trabalhar no ambiente do Help
■ Painel de navegação—apresenta três guias para utilização do sumário e do índice
remissivo e para pesquisa por palavras ou frases
■ Painel do tópico—exibe o tópicoHelp

Barra de ferramentas Painel do tópico

Painel de navegação
■ Contents—Clique
em qualquer pasta
ou tópico para obter
mais informações.
■ Index—Pesquise um
termo no índice ou
navegue pela lista.
■ Search—Pesquise
palavras e frases
específicas no Help.

10-6 Conheça o Minitab


Help Obtendo ajuda

Informações Para obter assistência específica sobre os comandos nas caixas de diálogo do Minitab,
específicas clique em Help na caixa ou pressione [F1]. O Help sugere maneiras de preencher a
sobre caixa de diálogo e estimula um entendimento completo da tarefa, apresentando links
comandos para os tópicos relacionados e comandos associados.
A maioria dos tópicos das principais caixas de diálogo contém os seguintes links:
■ Overview - Visão geral do assunto, incluindo informações tais como por
que determinado método é útil e como selecionar um método para ser usado
■ How to - instruções sobre como preencher a caixa de diálogo
■ Example - Exemplos de uso do comando, incluindo saída e interpretação
■ Data - Requisitos que explicam como você deve organizar os dados na planilha
e que tipos de dados você pode analisar com o comando
■ Links See also para tópicos e comandos relacionados, incluindo métodos e fórmulas

Onde você pode


encontrar o comando
no menu do Minitab

Explicação do
comando

Explicação de cada
item da caixa de
diálogo

Links para informações


da subcaixa de diálogo

Conheça o Minitab 10-7


Capítulo 10 StatGuide

StatGuide
O StatGuide do Minitab explica como interpretar tabelas e gráficos estatísticos
de modo prático e fácil. Diferentemente do Help, que é um guia de uso do Minitab,
o StatGuide se concentra na interpretação dos resultados do Minitab, usando
exemplos pré-selecionados para explicar a saída.
Os tópicos do StatGuide incluem informações como:
■ Situações de análise de dados reais
■ Breves resumos de recursos estatísticos
■ Ênfase em importantes componentes da saída

Localizar Depois de executar um comando, você pode aprender mais sobre a saída
informações examinando a saída e a interpretação de exemplo do StatGuide. O StatGuide
oferece um caminho direto para o guia específico do comando:
■ Clique com o botão direito na saída da janela Session ou em um gráfico
e selecione StatGuide.
■ Clique na saída da janela Session ou em um gráfico e, em seguida, clique em
na barra de ferramentas ou pressione [Shift]+[F1].
■ No Project Manager, clique no nome da saída da janela Session ou do gráfico e,
em seguida, clique em na barra de ferramentas ou pressione [Shift]+[F1].
Você também pode clicar com o botão direito no nome da saída do gráfico ou
da janela Session e selecionar StatGuide.
Você também pode acessar o StatGuide selecionando Help ➤ StatGuide. Para
localizar palavras ou frases específicas, selecione Help ➤ StatGuide e clique na
guia Search.

Informações Cada tópico do StatGuide fornece interpretação para uma parte da saída da janela
específicas Session ou gráfico e inclui as seguintes seções:
sobre ■ A primeira seção diretamente abaixo do cabeçalho principal contém instruções
comandos gerais sobre a interpretação da saída ou gráfico.
■ A seção Example Output contém a saída ou gráfico.
■ A seção Interpretation contém a interpretação específica da saída ou gráfico
mostrado no tópico.

10-8 Conheça o Minitab


StatGuide Obtendo ajuda

Navegue por todos os tópicos


do StatGuide para um
comando.

Exiba uma lista de


todos os tópicos do
StatGuide para um
comando.

Leia uma descrição


dos dados usados
na saída de exemplo.

Visualize o conteúdo
aprofundado para
obter mais
informações sobre
Relaciona os tópicos a análise.
disponíveis para cada
comando e mostra a sua
localização no StatGuide.

Conheça o Minitab 10-9


Capítulo 10 Session Command Help

Session Command Help


Além de usar os menus e as caixas de diálogo do Minitab, você também pode
conduzir análises, gerar gráficos e manipular dados usando os comandos da janela
Session. Cada comando do menu do Minitab corresponde a um comando da janela
Session, que consiste em um comando principal e, geralmente, em um ou mais
subcomandos. Os comandos da janela Session são especialmente úteis porque
podem ser usados para criar macros, que são comandos armazenados em um arquivo
de texto. As macros podem ajudar a automatizar tarefas repetitivas. Consulte Help ➤
Help e clique em Macros em References para obter mais informações sobre como
criar Execs e macros.

Localizar Para acessar o Session Command Help do Minitab, selecione Help ➤ Help e clique
informações em Session Commands, em References.
O ambiente do Session Command Help é semelhante ao do Help do Minitab.
A barra de ferramentas, o painel de navegação e o painel do tópico fornecem as
ferramentas necessárias para aprender e usar os comandos da janela Session.

Acesse esses tópicos para obter


instruções sobre como usar os
comandos e as macros.

Acesse esses tópicos para obter


listas de comandos e macros.

Para saber mais sobre os comandos, consulte o Capítulo 6, Usando os comandos da janela
Session.

10-10 Conheça o Minitab


Session Command Help Obtendo ajuda

Informações Para acessar informações sobre um comando específico, no prompt de comando


específicas MTB , digite HELP, seguido do nome do comando. Pressione [Enter].
sobre
comandos

A maioria dos tópicos sobre comandos da janela Session


contém links para:
■ Example - exemplo de uso do comando, incluindo
saída.
Localização do comando
correspondente no menu
do Minitab.

Sintaxe do comando. Clique


em um subcomando para
acessar informações mais
detalhadas.

Explicação do comando.

Informações detalhadas sobre


os subcomandos.

Conheça o Minitab 10-11


Capítulo 10 Próxima etapa

Próxima etapa
No próximo capítulo, saiba mais sobre o ambiente do Minitab e tipos e formatos
de dados usados pelo Minitab. O capítulo também inclui uma lista de tabelas
de referência rápida das ações e análises disponíveis no Minitab.

10-12 Conheça o Minitab


11
Referência
Objetivos
Neste capítulo, você encontra informações sobre:
■ O ambiente do Minitab, página 11-2
■ Os dados do Minitab, página 11-5

Visão geral
Os capítulos anteriores do Conheça o Minitab apresentaram a você o Minitab e
alguns de seus recursos e comandos. Este capítulo fornece informações aprofundadas
sobre o ambiente e dados do Minitab, bem como tabelas de referência rápida para
ajudá-lo a executar as ações e estatísticas de que você precisa em suas análises.

Conheça o Minitab 11-1


Capítulo 11 O ambiente do Minitab

O ambiente do Minitab
Durante a análise dos dados, você trabalha com várias janelas e ferramentas
diferentes do Minitab. Eis uma visão geral do ambiente do Minitab:
Barras de

Barra de
menus

Janela
Session Project
Manager

Janela Data

Barra de status
Janela Graph Menu de atalhos

Janelas do ■ A janela Session exibe saída de texto, tais como tabelas de estatísticas. Você
Minitab pode exibir colunas, constantes e matrizes nesta janela, selecionando Data ➤
Display Data.
■ A janela Data contém colunas e linhas de células nas quais você digita, edita
e visualiza os dados de cada planilha.
■ A janela Graph exibe gráficos. Você pode abrir até 200 janelas Graph ao mesmo
tempo.

11-2 Conheça o Minitab


O ambiente do Minitab Referência

Project
Manager

Pastas

Conteúdo
da pasta
aberta

Com as pastas do Project Manager, você pode navegar, visualizar e manipular várias
partes do projeto. Clicando com o botão direito nas pastas ou no conteúdo delas,
você pode acessar vários menus para gerenciar saídas, gráficos, planilhas, linguagem
de comando e áreas relacionados a projetos na janela Session.

Esta pasta… Contém... Use para...


Session Uma lista de: Gerenciar as saídas da janela Session.
■ Todas as saídas da Por exemplo:
janela Session por ■ Avançar para a saída da janela
comando Session
■ Todos os gráficos ■ Copiar, excluir, renomear ou
imprimir gráficos ou saídas da
janela Session
■ Anexar gráficos ou saídas da janela
Session ao ReportPad

History Todos os comandos ■ Repetir seqüências complexas


usados de comandos
■ Usar comando para criar Execs
e macros

Graph Uma lista de todos os Gerenciar os gráficos. Por exemplo:


gráficos de seu projeto ■ Organizar, renomear, proteger
ou remover gráficos
■ Anexar gráficos ao ReportPad

Conheça o Minitab 11-3


Capítulo 11 O ambiente do Minitab

Esta pasta… Contém... Use para...


ReportPad Uma ferramenta básica ■ Criar, organizar ou editar relatórios
de processamento de de um projeto
texto ■ Mover o conteúdo do ReportPad
para um programa de
processamento de texto com mais
recursos para edição e layout

Related Uma lista dos arquivos Acessar rapidamente arquivos


Documents de programa, relacionados ao projeto que não
documentos ou URLs sejam do Minitab
relacionados ao projeto
do Minitab

Worksheets As pastas Columns, Visualizar resumos de informações


Constants e Matrices e das planilhas, incluindo:
Design de cada planilha ■ Contagens das colunas, valores
aberta faltantes e descrições das colunas
■ Constantes
■ Matrizes
■ Resumo do experimento

Menus e O Minitab oferece:


ferramentas ■ Uma barra de menus para seleção dos comandos.
■ Uma barra de ferramentas Standard com botões para as funções mais usadasos
botões mudam dependendo de que janela do Minitab esteja ativa.
■ Uma barra de ferramentas Project Manager com atalhos para as pastas do Project
Manager.
■ Uma barra de ferramentas Worksheet com botões para inserir ou limpar células,
linhas e colunas, mover colunas e mover os dados para a próxima linha finalizada
ou para a anterior.
■ Uma barra de status que exibe textos explicativos quando você aponta para um
item de menu ou botão da barra de ferramentas.
■ Menus de atalho que são exibidos quando você clica com o botão direito em
qualquer janela do Minitab ou em qualquer pasta do Project Manager. O menu
exibe as funções mais usadas na aquela janela ou pasta.
■ Barras de ferramentas de edição da janela Graph (Graph Editing, Graph
Annotation Toolse 3D Graph Tools) com botões para incluir e alterar elementos
dos gráficos.

11-4 Conheça o Minitab


Dados do Minitab Referência

■ Barra de ferramentas DOE (Factorial Designs, Response Surface Designs,


Mixture Designs, Taguchi Designs e OptiPlot) com botões para as funções
de planejamento de experimentos.
■ Barra de ferramentas DMAIC, que organiza as ferramentas estatísticas usadas
para implementar Six Sigma de acordo com o guia de percurso DMAIC (Definir
(Define), Medir (Measure), Analisar (Analyze), Melhorar (Improve) e Controlar
(Control)).

As barras de ferramentas Graph Editing, DOE, and DMAIC não estão visíveis quando o
programa é iniciado, mas podem ser abertas selecionando Tools ➤ Toolbars e clicando
nas barras desejadas.

Dados do Minitab
No Minitab, os dados estão contidos em uma planilha. O número de planilhas
que um projeto pode ter está limitado somente pela memória de seu computador.

Tipos de Uma planilha pode conter três tipos de dados:


dados ■ Dados numéricos  Números.
■ Dados em texto  Letras, números, espaços e caracteres especiais. Por exemplo,
Teste #4 ou América do Norte.
■ Dados de data/hora  Datas (como Jan-1-2009, 1-Jan-2009, 3/17/09 ou 17/03/09),
horas (como 08:25:22 AM) ou ambos (como 3/17/09 08:25:22 AM ou 17/03/09
08:25:22). O Minitab armazena internamente as datas e a hora como números,
mas os exibe no formato que você escolher.

Formas de Os dados podem estar em uma das três formas:


dados
Número
Forma Contém... Referência disponível
Coluna Dados ■ C + número, como Limitado somente
numéricos, em C1 ou C22 pela memória do
textuais ou ■ Nome da coluna, computador, até um
de data/hora como em Centro ou máximo de 4.000
Entrega

Constante Um único ■ K + número, como 1000


armazenada número ou em K1 ou K93
string de texto ■ Nome da coluna,
(por exemplo, como em Primeiro ou
Nova York) Contador

Conheça o Minitab 11-5


Capítulo 11 Dados do Minitab

Número
Forma Contém... Referência disponível
Matriz Um bloco ■ M + número, como 100
retangular de em M1 ou M44
células ■ Nome da coluna,
contendo como em Inversa
números

A pasta Worksheets do Project Manager contém uma lista de colunas, constantes


e matrizes de cada projeto.

Conjunto O Minitab vem com vários conjuntos de dados amostrais. Os conjuntos de dados
de dados usados no Conheça o Minitab estão localizados na pasta Meet Minitab Para acessar
amostrais os conjuntos, clique em Look in Minitab Sample Data folder, na parte inferior da
caixa de diálogo Open Worksheet. Para obter descrições detalhadas da maioria desses
conjuntos de dados, consulte Sample data sets no índice do Help do Minitab.

11-6 Conheça o Minitab


Índice

A atalhos de teclado
atribuindo 9-6
Graph Annotation Tools 11-4
Graph Editing 11-4
padrão 9-6 Mixture Designs 11-5
abrindo uma planilha 1-4, 8-2 OptiPlot 11-5
atribuir fórmulas a uma coluna 8-9
adicionando anotações ao layout Project Manager 3-9, 11-4
atualizando gráficos 4-5
de gráfico 2-14 Response Surface Designs 11-5
atualizando uma fórmula 8-10
adicionando dados a uma Standard 11-4
planilha 4-5 automatizando uma análise 6-7 Taguchi Designs 11-5
aleatorizando a ordem de ensaio 5-4 Autopreenchimento 4-5 Worksheet 11-4
alterando padrões 9-2 avaliando qualidade 4-1 Barras de ferramentas Graph
Editing 11-4
ambiente, no Minitab 11-2
barras de ferramentas personalizada,
analisando dados 3-1
análise de capacidade 4-8 B criando 9-4
boxplots de dados 3-5
análise de variância 3-4
teste de comparação múltipla Barra de ferramentas 3D Graph
de Tukey 3-4 Tools 11-4
anotação, automática 9-2 barra de ferramentas DMAIC 11-5 C
ANOVA Barra de ferramentas Factorial
consulte análise de variância Designs 11-5 calcular fórmulas 8-9
ANOVA para 1 fator 3-4, 3-8 Barra de ferramentas Graph Calculator 8-9
Annotation Tools 11-4 capacidade do processo 4-8
Append to Report 7-2
Barra de ferramentas Mixture carta X-S 4-3
arquivo de macro MTB 6-7
Designs 11-5 interpretando 4-5
arquivo Exec 6-7
Barra de ferramentas OptiPlot 11-5 cartas de controle 4-2
Arquivo ReadMe 10-3
Barra de ferramentas Response adicionando uma linha de
Arquivo What’s New 10-3 Surface Designs 11-5 referência 4-7
arquivos Barra de ferramentas Standard 11-4 atualizando 4-6
abrindo uma planilha 8-2 opções de configuração 4-3
Barra de ferramentas Taguchi
combinando 8-3, 8-4 subgrupos 4-3
Designs 11-5
formato HTML 7-6 causas especiais 4-2
formato RTF 7-6, 7-7 barra de ferramentas Worksheet 11-4
barra de menus 11-4 codificando dados 8-8
formato XLS 8-3
salvando projetos 2-15 barra de status 11-2, 11-4 colunas 1-5, 11-5
texto 8-4 atribuindo fórmulas 8-9
barras de ferramentas 11-2
Tipo de arquivo MPJ 2-15 empilhando 8-6
3D Graph Tools 11-4
tipo de arquivo MTB 6-7 inserindo 8-9
criando personalizada 9-4
tipo de arquivo MTW 8-2 nomeando 8-8
DMAIC 11-5
tipos usados no Minitab 8-2 número 1-5
DOE 11-5
arquivos de projeto, salvando 2-15 Factorial Designs 11-5 comandos da janela Session 6-1

Conheça o Minitab I-1


gerando para o gráfico editado
6-6 E fórmula em uma coluna 8-9
funções aritméticas
habilitando 6-2 consulte Calculator
usando 6-1 editando gráficos 2-5
funções matemáticas
combinando arquivos 8-3, 8-4 editando no ReportPad 7-5
consulte Calculator
Command Line Editor 6-5 Embedded Graph Editor 7-8
comparação múltipla de médias 3-4 empilhando dados 8-6
interpretando 3-6
StatGuide 3-8
enviar para Microsoft Word ou
PowerPoint 7-10
G
configurações padrão estabilidade 4-2
Gerenciar perfis 9-7
alterando 9-2 estatística descritiva, utilizando 3-2
gráfico de dispersão 2-10
gráficos 2-7 Excel, combinando dados em uma editando 2-11
pasta de dados 1-5 planilha 8-3 interpretando 2-11
restaurando 9-2, 9-7
experimentos de superfície de gráfico de efeitos principais 5-9
conjunto de dados amostrais 11-6 resposta 5-1
gráfico de interação 5-9
Conjuntos, dados amostrais 11-6 experimentos fatoriais 5-1
gráfico de probabilidade normal
constantes 11-5 ajustando um modelo 5-6
dos efeitos 5-8
constantes armazenadas 11-5 aleatorizando a ordem de
ensaio 5-4 gráfico de resíduos quatro-em-um 3-8
convenções tipográficas 1-2
analisando 5-6 gráfico de valores individuais 2-2,
Copy to Word Processor 7-7 3-5
criando 5-2
criando gráficos 2-1 gráfico de efeitos principais 5-9 interpretando 2-4
gráfico de interação 5-9 gráficos 2-1
gráficos de efeitos 5-8 adicionando ao ReportPad 7-2
D inserindo dados 5-5 adicionando uma linha de
nomeando fatores 5-3 referência 4-7
dados selecionando 5-2 alterando as configurações
adicionando à planilha 4-5 experimentos mistos 5-1 padrão 2-7
analisando 3-1 experimentos Taguchi 5-1 atualizando 4-5
codificando 8-8 de resíduos 3-5, 3-7
combinando 8-3, 8-4 editando 2-5, 2-11, 7-8
data/hora 11-5 editando em outro aplicativo
empilhando 8-6
F 7-8
formas 11-5 efeitos 5-8
numéricos 11-5 ferramenta de layout para fatoriais 5-9
substituindo 8-8 gráficos 2-12 ferramenta de layout 2-12
texto 11-5 adicionando anotações 2-14 ferramentas embutidas de
tipos 1-5, 11-5 imprimindo 2-15 edição 7-8
ferramentas de edição de gráficos galeria 2-3
dados de data/hora 11-5
7-8 gerando comandos da Session
dados de hora após a edição 6-6
consulte dados de data/hora fonte, alterando no ReportPad 7-5
gráfico de dispersão 2-10
dados numéricos 11-5 Formas de dados 11-5 imprimindo 2-15
diagrama de Pareto dos efeitos 5-8 formato de arquivo HTML 7-6 internos 2-1, 3-1, 3-5
distribuição normal 2-2 Formato de arquivo MPJ 2-15 valores individuais 2-2, 3-5
formato de arquivo MTW 8-2 visualizando 3-10
DOE 5-1
formato de arquivo RTF 7-6, 7-7 gráficos de efeitos 5-8
formato de arquivo XLS 8-3 gráficos de resíduos 3-5

I-2 Conheça o Minitab


gráfico de probabilidade Data 1-3, 11-2 definindo para testes para
normal 3-7 Graph 11-2 causas especiais 4-3
histograma dos resíduos 3-7 Project Manager 11-3 opções de configuração 9-2
quatro-em-um 3-8 Session 1-3, 11-2
resíduos versus pedido 3-7 Janela Data 1-3
resíduos versus valores
ajustados 3-7
Janela Graph 11-2 P
Janela Session 1-3, 11-2
gráficos fatoriais 5-9 adicionando saída ao pasta
gráficos internos 2-1, 3-1 ReportPad 7-3 definindo padrão 1-5
gerando 3-5 prompt de comando 6-2 Graph 11-3
visualizando saída 3-3 History 6-5, 11-3
Related Documents 11-4
H ReportPad 7-2, 11-4
L Session 11-3
Help 10-1 Worksheet 11-4
acessando 2-9, 10-4 limite de controle 4-2 pasta de dados, definindo padrão 1-5
comandos da janela Session limites de especificação 4-9 Pasta Graph 11-3
10-10 pasta History 6-5, 11-3
linha central 4-2
informações específicas sobre
interpretando 4-8 Pasta Related Documents 11-4
comandos 10-7
localizando informações 10-6 linha de referência 4-7 pasta Session 11-3
StatGuide 10-8 linhas 1-5 Pasta Worksheet 11-4
visão geral 10-4 perfis, gerenciando 9-7
What’s New 10-3 personalizando o Minitab 9-1
histograma
agrupado 2-4
M planejamento de experimentos
(DOE) 5-1
agrupado, interpretando 2-5
macros 6-7 planilha 1-3
em painéis 2-7
matrizes 11-6 abrindo 1-4, 8-2
histograma agrupado 2-4 adicionando dados 4-5
interpretando 2-5 menus de atalho 11-4
Autopreenchimento 4-5
histograma em painéis 2-7 Move to Word Processor 7-7
combinando dados de arquivo
de texto 8-4
combinando dados do Excel 8-3
I N exibindo um resumo 8-5
inserindo dados 4-5
nomeando colunas 8-8 preparando 8-1
ícone Show Graphs 3-10 salvando 8-11
ícone Show Session Folder 3-9 nota de rodapé
visualizando 8-4
adicionando a gráficos 2-11
imprimindo 2-15 preparando uma planilha 8-1
criando automaticamente 9-2
informações, recursos 10-2 processador de texto, copiar
nota de rodapé automática,
iniciando o Minitab 1-3 criando 9-2 relatório para 7-7
inserindo uma coluna 8-9 Project Manager 3-9
intervalos de confiança 3-6 barra de ferramentas 3-9, 11-4
ícone Show Graphs 3-10
O ícone Show Session Folder 3-9
Janela Info 8-5
J opções Pasta Graph 11-3
configurando no Minitab 9-2 pasta History 6-5, 11-3
janela pasta Session 11-3

Conheça o Minitab I-3


Pasta Worksheet 11-4 informações específicas sobre
Related Documents 11-4 comandos 10-8
ReportPad 7-2, 11-4 localizando informações 10-8
projetos experimentais 5-1 subgrupos 4-3
prompt de comando 6-2 subscritos 8-7
substituindo valores em uma
planilha 8-8
Q
qualidade 4-1 T
teclas de atalho
R atribuindo 9-6
padrão 9-6
relatórios teste de comparação múltipla de
copiando para um processador Tukey 3-4
de texto 7-7 interpretando 3-6
salvando 7-6 StatGuide 3-8
repetindo uma análise 6-5 teste de hipóteses 3-4
réplicas 5-3 testes para causas especiais 4-2
opções de configuração 4-3
ReportPad 7-2, 11-4
adicionando gráficos 7-2 texto
adicionando saída de janela arquivos 8-4
Session 7-3 dados 11-5
alterando fonte 7-5
editando 7-5
salvando conteúdo 7-6 U
restaurando configurações padrão
9-2, 9-7 Utilizar a estatística descritiva 3-2

S V
salvando valor Cpm, interpretando 4-10
Execs 6-7 valor da meta 4-7, 4-9
planilha 8-11 interpretando 4-10
projeto 2-15
valor-p 3-6
relatório 7-6
valores faltantes 8-6
Session Command Help 10-10
informações específicas sobre variáveis 1-5
comandos 10-11 digitando em uma caixa de
localizando informações 10-10 diálogo 2-3
seta para entrada de dados 4-5 visualizando
gráficos 3-10
seta, entrada de dados 4-5
saída da janela Session 3-3
StatGuide 10-8
visualizando uma planilha 8-4
acessando 3-8, 10-8

I-4 Conheça o Minitab