Vous êtes sur la page 1sur 29

INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA

2006/2007
1. INTRODUÇÃO
Fotografia
do Gr. phôs, photós, luz + graph, r. de graphein, desenhar

s. f., arte de fixar numa chapa sensível, por meio da luz, a imagem dos objectos;

A fotografia baseia-se em dois factos fundamentais:


2. A formação das imagens na câmara escura
3. Enegrecimento dos sais de prata em presença da luz
“(…) peculariedade fundamental do medium fotográfico: os
próprios objectos físicos imprimem a sua imagem por meio da
acção óptica e química da luz” (Rudolf Arnheim Rudolf_1981)
“Existem religiões em que a representação do mundo está proibida (‘usurpação de
um Deus criador de todas as coisas’). Pensando bem, é muito possível que
fotografar seja artimanha do diabo e cada disparo, um pecado”
(Gérard Castelo-Lopes_1984)
“A arte é uma mentira

que nos permite dizer a verdade”


(Picasso)

Fotografia de Robert Capa


Robert Capa_Morte de soldado republicano, Espanha, perto do Cerro Muriano - Setembro 1936
Jeff Wall_A Sudden Gust of Wind (after Hokusai) 1993
Katsushika Hokusai_Caught by the Ejiri Wind, 1831-1833
Albrecht Dürer (1471-1528)_Máquina de desenhar, xilogravura
Reprodutibilidade
"À xilogravura juntam-se, no decorrer da idade média, a gravura em cobre e a
água-forte, bem como a litografia no início do século XIX.
Com a litografia, a técnica de reprodução regista um avanço decisivo. O
processo muito mais conciso, que diferencia a transposição de um desenho
para uma pedra do seu entalhe num bloco de madeira, ou da sua gravação
numa placa de cobre, conferiu, pela primeira vez, às artes gráfica a
possibilidade de colocar no mercado os seus produtos, não apenas os
produzidos em massa (como anteriormente) mas ainda sob formas todos os
dias diferentes. A litografia permitiu às artes gráficas irem ilustrando o
quotidiano. Começaram a acompanhar a impressão. Mas poucas décadas
após a invenção da litografia, as artes gráficas foram ultrapassadas pela
litografia. Pela primeira vez, com a fotografia, a mão liberta-se das mais
importantes obrigações artísticas no processo de reprodução de imagens, as
quais, a partir de então passam a caber unicamente ao olho que espreita pela
objectiva." (Walter Benjamin_A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica,1936-1939)
Annelies Strba_Sonja with Samuel-Maria, 1996
Rineke Dijkstra - Kolobrzeg, Polónia 1992 Sandro Botticelli_Nascimento de Vénus, 1484
“Interesso-me pelo paradoxo entre identidade e a uniformidade, pelo poder da
vulnerabilidade de cada individuo e de cada grupo. É este paradoxo que eu
tento visualizar concentrando-me nas poses, atitudes, gestos e expressões.”
Rineke Dijkstra (1959, Sittard, Holanda)
John Adams Whipple (Americano, 1822-1891)
Cornelius Conway Felton with His Hat and Coat, early 1850s
Daguerreótipo
“Uma imagem é algo que torna invisível o seu antes e o seu depois” (Jeff Wall)
Robert Doisneau_O ciclista, 1955
Justine Kurland_Candy Toss, 2000
Dorothea Lange_Migrant Mother, February, 1936
Shlomo Lee Abrahmov_Man in Bathroom MOMA, New York , 1988
Robert Capa_Dia D, Junho 1944.
Publicado na LIFE a 19 de Junho de 1944, de 3 rolos apenas ficaram 11 fotografias
"If your pictures aren't good enough, you aren't close enough." Capa
Jeff Wall_The Flooded Grave 1998-2000
Jan Vermeer(1632-1675)_The Music Lesson (1662-65)
Camera obscura