Vous êtes sur la page 1sur 12
Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS Professor Djair

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS
AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS

Professor Djair Picchiai

Campus São Paulo Março 2010

AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento Todo diretor,
AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS
AS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

Todo diretor, gerente, chefe e encarregado exercem estas sete funções

administrativas, a saber:

PLANEJAR COMANDAR CONTROLAR ADMINISTRAR ORGANIZAR SUPERVISIONAR COORDENAR AVALIAR
PLANEJAR
COMANDAR
CONTROLAR
ADMINISTRAR
ORGANIZAR
SUPERVISIONAR
COORDENAR
AVALIAR

Planejar

Comandar

Organizar

Coordenar

Avaliar

Supervisionar

Controlar

O conjunto dessas funções e suas interações constituem o conceito de administração.

Professor Djair Picchiai Março 2010

PLANEJAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento É a função administrativa em que
PLANEJAR
PLANEJAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

É a função administrativa em que se estima os meios que possibilitarão realizar os objetivos (prever), a fim de poder tomar decisões acertadas, com antecipação, de modo que sejam evitados entraves ou interrupções nos processos organizacionais.

É também uma forma de se evitar a improvisação.

Nesta função, o gerente especifica e seleciona os objetivos a serem alcançados e como fazer para alcançá-los.

Exemplos: o chefe de seção dimensiona os recursos necessários (materiais, humanos, etc.), em face dos objetivos e metas a serem atingidos; a montagem de um plano de ação para recuperação de uma área avariada.

Professor Djair Picchiai Março 2010

PLANEJAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento Planejamento: funciona como a primeira
PLANEJAR
PLANEJAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

Planejamento: funciona como a primeira função administradora, pois serve de base para as demais.

É uma reflexão que antecede a ação;

É um processo permanente e contínuo;

É sempre voltado para o futuro;

É uma relação entre as coisas a fazer e o tempo disponível para tanto;

É mais uma questão de comportamento e atitude da administração do que propriamente um elenco de planos e programas de

ação;

É a busca da racionalidade nas tomadas de decisões;

É um curso de ação escolhido entre várias alternativas de caminhos potenciais;

É interativo, pois pressupõe avanços e recuos, alterações e modificações em função de eventos novos ocorridos no ambiente externo e interno da empresa. O planejamento é um processo essencialmente participativo, e todos os funcionários que são objetos do processo devem participar. Para realizar o planejamento, a empresa deve saber onde está agora (presente) e onde pretende chegar (futuro).

Para isso, deve dividir o planejamento em cinco fases seqüenciais a saber:

Estabelecimento de objetivos e meios para alcançá-los; Tomada de decisões a respeito das ações futuras; Elaboração de planos de ação; Ação empresarial: execução; Controle e avaliação dos resultados.

Exemplos de instrumentos de planejamento: orçamento, cronograma, desenho de processo, etc.

Professor Djair Picchiai Março 2010

COMANDAR É a função administrativa que consiste basicamente em: Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria
COMANDAR
COMANDAR

É a função administrativa que consiste basicamente em:

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

Decidir a respeito de “que” (como, onde, quando, com que, com quem) fazer, tendo em vista determinados objetivos a serem conseguidos. Determinar as pessoas, as tarefas que tem que executar.

É fundamental para quem comanda desfrutar de certo poder:

Poder de decisão.

Poder de determinação de tarefas a outras pessoas.

Poder de delegar a possibilidade de conferir a outro parte do próprio poder.

Poder de propor sanções àqueles que cumpriram ou não as determinações feitas.

A função de comando é muito mais participativa no hospital, dada a complexidade de suas atividades. O comando de várias especialidades exige uma maior participação dos funcionários.

Instrumento de comando: escala de trabalho dos profissionais em plantões e folgas.

Professor Djair Picchiai Março 2010

ORGANIZAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento É a função administrativa que visa
ORGANIZAR
ORGANIZAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

É a função administrativa que visa dispor adequadamente os diferentes elementos (materiais, humanos, processos, etc.) que compõem (ou vierem a compor) a organização, com o objetivo de aumentar a sua eficiência, eficácia e efetividade.

É constituir o duplo mecanismo, material e social do hospital.

Organização Estrutural

É a definição de estrutura básica, a partir da qual tudo o mais se organiza: pessoal, material, etc.

É aquela que define as unidades e os cargos que constituem (ou constituirão) o hospital (e pelas quais se distribuem os recursos), caracterizados segundo:

- os níveis hierárquicos que tem;

- as funções básicas que serão desenvolvidas.

Os desenhos de processos são formas de organização racional e seqüencial das atividades (tarefas, passos) de um serviço do hospital. O fluxograma é a representação gráfica de um desenho de processo.

Instrumentos de organização: organograma, manuais de organização, manuais de serviços, etc.

Professor Djair Picchiai Março 2010

ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento Unidade deliberativa
ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL
ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

Unidade deliberativa DIRETOR Unidade administrativa SECRETÁRIA Unidade assessora ASSISTENTE Unidade executiva
Unidade deliberativa
DIRETOR
Unidade administrativa
SECRETÁRIA
Unidade assessora
ASSISTENTE
Unidade executiva
TÉCNICO

Professor Djair Picchiai Março 2010

COORDENAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento É a função administrativa que visa
COORDENAR
COORDENAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

É a função administrativa que visa ligar, unir, harmonizar todos os atos e todos os esforços coletivos através da qual se estabelece, dentro do hospital, um conjunto de medidas, que tem por objetivo harmonizar recursos e processos.

Dois tipos de Coordenação:

Vertical/Hierárquico: É aquela que se faz com as pessoas sempre dentro de uma rigorosa observância das linhas de comando (ou escalões hierárquicos estabelecidos).

Horizontal: É aquela que se estabelece entre as outras pessoas sem observância dos níveis hierárquicos dessas mesmas pessoas. Essa coordenação possibilita a comunicação entre as pessoas de vários departamentos e de diferentes níveis hierárquicos.

Risco Básico: Desmoralização ou destruição das linhas de comando ou hierarquia do hospital.

Exemplos: coordenação de um simpósio e coordenação de um grupo de trabalho, etc.

Professor Djair Picchiai Março 2010

AVALIAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento É a função administrativa através da
AVALIAR
AVALIAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

É a função administrativa através da qual se procura verificar e analisar se o determinado ou o estabelecido atingiu os objetivos esperados.

São mecanismos através dos quais se torna possível corrigir as decisões das pessoas que determinam ou estabelecem o que deve ser feito.

Tem, portanto, um propósito bem diferente da função de controle, a qual visa diretamente corrigir as pessoas que devem cumprir o determinado.

A avaliação interessa, fundamentalmente, para corrigir os objetivos fixados e/ou os procedimentos que levam a fixação errada de objetivos.

Exemplos: avaliação de desempenho de pessoas; avaliação de resultados das unidades; etc. Instrumento de avaliação: questionário de avaliação dos serviços prestados pelo cliente.

Professor Djair Picchiai Março 2010

SUPERVISIONAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento É a função administrativa que
SUPERVISIONAR
SUPERVISIONAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

É a função administrativa que consiste, basicamente, em motivar (sensibilizar) e orientar pessoas a desenvolver suas atividades dentro de determinadas normas, julgadas as melhores, para alcançar os objetivos do hospital.

Não confundir Supervisão com Treinamento ou Educação em Serviço ou procedimentos meramente estimulativos, decorrentes do mando e da coordenação.

Observações importantes:

Para um pessoal mais diferenciado técnica e culturalmente, a supervisão é mais esporádica do que para o pessoal menos diferenciado.

Não há possibilidade de se desenvolver medidas de supervisão, se não houver o estabelecimento de normas técnicas (formas padronizadas de execução) para a execução de atividades dentro do hospital.

Elas exigem de quem exerce a supervisão muita autoridade técnica.

As medidas de supervisão implicam a necessidade prévia de se fazer uma avaliação dos serviços e seus recursos, a fim de que a supervisão se fundamente em possibilidades reais.

“O supervisor não deve estar na linha de comando”. Evitando que o supervisor se torne um fiscal, uma autoridade que imponha suas idéias e que pode propor sanções.

Exemplos: supervisão de linha de produção, de prestação de serviços, etc.

Professor Djair Picchiai Março 2010

CONTROLAR Esta função se aplica tanto a coisas quanto a pessoas. Reitoria Reitoria Secretaria de
CONTROLAR
CONTROLAR

Esta função se aplica tanto a coisas quanto a pessoas.

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

Para que a função de controle possa efetivamente se processar e aumentar a eficiência do trabalho no hospital, é fundamental que o estabelecido ou determinado esteja perfeito, claramente explicado.

“O que perturba o bom entendimento não são regras do jogo muito exigentes, mas sim regras esclarecidas após o jogo iniciado.”

É a função administrativa através da qual se verifica se o que foi estabelecido ou determinado foi cumprido (sem entrar especificamente no mérito se deu ou não bons resultados).

Exemplos: controle de ponto, controle de estoques, controle orçamentário, etc.

Professor Djair Picchiai Março 2010

CONTROLAR Reitoria Reitoria Secretaria de Planejamento Secretaria de Planejamento Um sistema de controle deve ter:
CONTROLAR
CONTROLAR

Reitoria

Reitoria

Secretaria de Planejamento

Secretaria de Planejamento

Um sistema de controle deve ter:

um objetivo, um padrão, uma linha de atuação, uma norma, uma regra decisorial”, uma unidade de medida;

um meio de medir a atividade desenvolvida;

um procedimento para comparar tal atividade com o critério fixado;

algum mecanismo que corrija a atividade com o critério fixado.

um critério,

O processo de controle é realizado em quatro fases a saber:

a) estabelecimento de padrões ou critérios;

b) observação do desempenho;

c) comparação do desempenho com o padrão estabelecido;

d) ação para corrigir o desvio entre o desempenho atual e o desempenho esperado.

Professor Djair Picchiai Março 2010