Vous êtes sur la page 1sur 223

Software para

Engenharia
e Construção
Manual do Utilizador
Cypevac 3D

Cypevac 3D
Manual do Utilizador
CYPEVAC 3D
2
Manual do Utilizador

IMPORTANTE: ESTE TEXTO REQUER A SUA ATENÇÃO E A SUA LEITURA


A informação contida neste documento é propriedade da CYPE Ingenieros, S.A. e nenhuma parte dela pode ser reproduzida ou transferida
sob nenhum conceito, de nenhuma forma e por nenhum meio, quer seja electrónico ou mecânico, sem a prévia autorização escrita da
CYPE Ingenieros, S.A.
Este documento e a informação nele contida são parte integrante da documentação que acompanha a Licença de Utilização dos
programas informáticos da CYPE Ingenieros, S.A. e da qual são inseparáveis. Por conseguinte, está protegida pelas mesmas condições e
deveres. Não esqueça que deverá ler, compreender e aceitar o Contrato de Licença de Utilização do software, do qual esta documentação
é parte, antes de utilizar qualquer componente do produto. Se NÃO aceitar os termos do Contrato de Licença de Utilização, devolva
imediatamente o software e todos os elementos que o acompanham ao local onde o adquiriu, para obter um reembolso total.
Este manual corresponde à versão do software denominada pela CYPE Ingenieros, S.A. como Cypevac 3D – Manual do Utilizador. A
informação contida neste documento descreve substancialmente as características e métodos de manuseamento do programa ou
programas informáticos que acompanha. O software que este documento acompanha pode ser submetido a modificações sem prévio
aviso.
Para seu interesse, a CYPE Ingenieros, S.A. dispõe de outros serviços, entre os quais se encontra o de Actualizações, que lhe permitirá
adquirir as últimas versões do software e a documentação que o acompanha. Se tiver dúvidas relativamente a este texto ou ao Contrato de
Licença de Utilização do software, pode dirigir-se ao seu Distribuidor Autorizado Top-Informática, Lda., na direcção:

Rua Comendador Santos da Cunha, 304, Ap. 2330


4701-904 Braga
Tel: 00 351 253 20 94 30
Fax: 00 351 253 20 94 39
http://www.topinformatica.pt

Elaborado pela Top-Informática, Lda. para a


© CYPE Ingenieros, S.A.
Setembro 2011

Windows® é marca registada de Microsoft Corporation®

CYPE
CYPEVAC 3D
3
Manual do Utilizador

Índice
1. Ajudas no ecrã ................................................................
................................................................................................
..............................................................................................
.............................................................. 5
1.1. Tecla F1.......................................................................................................................................... 5
1.2. Ícone com o sinal de interrogação ................................................................................................ 5
1.3. Ícone em forma de livro ................................................................................................................. 5
1.4. Guia rápido .................................................................................................................................... 5
1.5. Perguntas e respostas ................................................................................................................... 5
2. Menus ................................................................
................................................................................................
................................................................................................
...........................................................................
........................................... 6
2.1. Arquivo ........................................................................................................................................... 6
2.2. Obra ............................................................................................................................................... 8
2.3. Elementos .................................................................................................................................... 11
2.4. Compartimentos .......................................................................................................................... 13
2.5. Unidades de utilização ................................................................................................................ 14
2.6. Instalação ..................................................................................................................................... 15
2.7. Edição .......................................................................................................................................... 16
2.8. Resultados ................................................................................................................................... 17
2.9. Barra de ferramentas ................................................................................................................... 17
2.10. Desenvolvimento do programa ................................................................................................. 17
3. Exemplo prático ................................................................
................................................................................................
..........................................................................................
.......................................................... 19
3.1. Introdução .................................................................................................................................... 19
3.2. Descrição da obra ....................................................................................................................... 19
3.3. Criação da obra ........................................................................................................................... 24
3.3.1. Introdução de dados no Piso -1 ........................................................................................... 34
3.3.2. Introdução de dados no Piso 0 ............................................................................................. 78
3.3.3. Introdução de dados no Piso 1 ........................................................................................... 121
3.3.4. Introdução de dados no Piso 2 ........................................................................................... 177
3.3.5. Introdução de dados no Desvão e Cobertura .................................................................... 181
3.3.6. Unidades de utilização ........................................................................................................ 201
3.3.7. Cálculo, Resultados, Listagens e Desenhos ...................................................................... 208
4. Massas volúmicas aparentes ................................................................
................................................................................................
....................................................................
.................................... 218
5. Coeficientes de absorção sonora ................................................................
..............................................................................................
.............................................................. 219
6. Bibliografia ................................................................
................................................................................................
................................................................................................
................................................................ 223

CYPE
CYPEVAC 3D
4
Manual do Utilizador

Apresentação

Programa desenvolvido para o projecto de verificação da acústica nos edifícios, em função dos usos a que se
destinam, de acordo com o Dec.-Lei nº 96/2008 de 9 de Junho, com excepção do artigo 10.º-A Auditórios e
salas.
Realiza a verificação do índice de isolamento sonoro a sons de condução aérea e de percussão, do nível de
avaliação sonora proveniente do ruído particular de equipamentos colectivos, da área de absorção
equivalente e do tempo de reverberação. Permite assim o controlo da poluição sonora, de modo que as
construções possuam condições de conforto acústico que salvaguardem a saúde e bem-estar dos
ocupantes dos edifícios.
Este manual proporciona uma pequena descrição de todos os comandos e a introdução de um exemplo
prático, de forma a facilitar a iniciação no programa.

Agradecimento

A CYPE Ingenieros, S.A. e a Top-Informática, Lda., agradecem:

Ao Prof. Rui Calejo do Projecto NI&DEA-FEUP - Núcleos de Investigação e Desenvolvimento em Engenharia


Acústica pelo parecer emitido sobre o Cypevac (v. 2008), o qual permitiu a identificação de oportunidades de
melhorias a implementar nas versões futuras.

Ao Laboratório de Física das Construções da Universidade do Minho, nas pessoas do Prof. Luís Bragança e
da Eng. Sandra Monteiro da Silva, a valiosa colaboração dispensada na concepção da primeira versão deste
programa (v.2002) bem como da sua adaptação ao Decreto-lei 129/2002 de 11 de Maio, nomeadamente
artigo 5º.

CYPE
CYPEVAC 3D
5
Manual do Utilizador

1. Ajudas no ecrã
Os programas da CYPE dispõem de ferramentas de ajuda no ecrã, através das quais o utilizador pode obter
directamente do programa a informação necessária sobre o funcionamento dos menus, dos diálogos e das
suas opções. Esta ajuda está disponível em quatro formas diferentes:

1.1. Tecla F1
A forma de obter ajuda sobre uma opção do menu é abri-lo, colocar-se sobre a mesma e, sem chegar a
executá-la, premir a tecla F1.

1.2. Ícone com o sinal de interrogação


Na barra de título da janela principal de cada programa, ou junto ao canto superior direito, existe um ícone
com o sinal de interrogação . Pode obter ajuda específica sobre uma opção do programa da seguinte
forma: clique sobre esse ícone; abra o menu que contém a opção cuja ajuda quer consultar; prima sobre a
opção. Aparecerá uma janela com a informação solicitada. Esta informação é a mesma que se obtém com a
tecla F1.

Pode desactivar a ajuda de três formas diferentes: premindo o botão direito do rato; premindo o ícone com o
sinal de interrogação ou premindo a tecla Esc. Também pode obter ajuda sobre os ícones da barra de
ferramentas. Para isso prima sobre o ícone com o sinal de interrogação . Nesse momento os ícones que
dispõem de ajuda ficarão com o bordo azul. Seguidamente, prima sobre o ícone do qual pretende obter
ajuda. Na barra de título dos diálogos, que se abrem ao executar algumas opções do programa, existe
também um ícone com o sinal de interrogação . Depois de premir sobre este ícone, as opções ou partes
do diálogo que dispõem de ajuda ficarão com o bordo azul. Prima sobre a qual deseja obter ajuda.

1.3. Ícone em forma de livro


Na barra de título de alguns diálogos aparece um ícone em forma de livro aberto que oferece informação
geral sobre o diálogo onde aparece.

1.4. Guia rápido


Pode-se consultar e imprimir toda a informação de ajuda dos vários menus do programa, através da opção
Ajuda> Guia rápido.
rápido As opções dos diálogos não estão reflectidas neste guia.

Note-se que alguns programas possuem ecrãs diferentes seleccionáveis através de separadores localizados
na parte inferior de cada um dos programas.

1.5. Perguntas e respostas


Na página http://www.topinformatica.pt, em Serviços>
erviços> FAQ,
FAQ encontram-se esclarecimentos adicionais
resultantes de consultas prestadas pela Assistência Técnica.

CYPE
CYPEVAC 3D
6
Manual do Utilizador

2. Menus

2.1. Arquivo

Fig. 2.1

Novo

Permite criar uma nova obra e especificar a pasta de destino.

Gestão arquivos

Esta opção dá acesso à janela de selecção de ficheiros de aspecto comum aos programas da CYPE
Ingenieros.
Ingenieros

Fig. 2.2

Em resumo, permite abrir um ficheiro, criar um novo, copiar, eliminar, enviar e descomprimir ficheiros de
obras.

À esquerda pode ver-se a árvore de pastas do Windows; à direita vêem-se todos os ficheiros que estiverem
dentro da pasta seleccionada.

Para seleccionar um ficheiro deve fazer-se duplo clique sobre ele ou um único clique e a seguir, premir Abrir.

Pode-se trabalhar em qualquer unidade de disco e ordenar os ficheiros da lista da pasta actual por nome,
descrição ou data. Para isso, deve-se premir em Obra, Descrição ou Data, segundo o critério de ordenação
que se deseje estabelecer. Na parte superior da janela podem ver-se as seguintes ferramentas:

Abrir.
Abrir Serve para aceder ao ficheiro seleccionado. Esta opção desactiva-se quando o ficheiro está
protegido contra escrita.

Novo.
Novo Ao premir este botão abre-se um diálogo para a criação de um ficheiro. Deve-se escrever
um nome e uma descrição do mesmo. Se premir Pastas pode-se colocar o novo ficheiro na pasta que
desejar.

Importar obra.
obra Permite importar uma obra proveniente do software HIDROFIVE (software de
climatização).

Copiar.
Copiar Com esta opção pode-se duplicar o ficheiro actual em qualquer outra pasta ou unidade de
disco. Se modificar o nome da cópia, pode ficar guardado na mesma pasta.

CYPE
CYPEVAC 3D
7
Manual do Utilizador

Eliminar.
Eliminar Elimina o ficheiro seleccionado e envia para a reciclagem o ficheiro que aparece
destacado na lista de ficheiros. Se premir esta opção, o programa emitirá uma mensagem de confirmação.

Procurar.
Procurar Permite a localização das obras através de palavras-chave.

Enviar.
Enviar Serve para comprimir a obra num único ficheiro, possibilitando assim guardar em disco ou
enviar por correio electrónico.

O programa perguntará se deseja enviar a obra por correio electrónico, ou apenas comprimi-la (formato CYP
próprio de CYPE Ingenieros para a armazenar ou para a levar para outro computador onde se disponha de
Internet).

Para enviar a obra para Assistência Técnica, vá a Serviços>


Serviços> Assistência em www.topinformatica.pt.

Para só comprimir obra, seleccione a opção Só Comprimir Obra.


Obra Será criado um ficheiro com a obra
comprimida na mesma pasta onde está o ficheiro original ou numa outra desde que a indique. O ficheiro
criado surge com a extensão CYP.
CYP Para descomprimir uma obra utiliza-se a opção Descomprimir.
Descomprimir Através da
Ajuda pode obter-se mais informação.

Partilhar.
Partilhar Serve para partilhar a obra comprimida em formato ‘CYP’ (próprio de CYPE Ingenieros)
através de internet. A obra será publicada num servidor e estará acessível por terceiros através de uma
hiperligação privada. Portanto, só as pessoas que conheçam a referida hiperligação terão acesso à obra.

Descomprimir.
Descomprimir Descomprime o ficheiro que se seleccionar na pasta actual, embora o utilizador
possa indicar outra directoria.

Exemplos.
Exemplos Premindo este botão surgem obras exemplo que poderão ser abertas, calculadas e
verificadas.

Sair.
Sair Fecha o diálogo.

Guardar

Permite gravar a obra em curso.

Guardar como

Permite gravar a obra em curso com outro nome ou com o mesmo, mas noutra pasta.

Descrição da obra

Ao premir este botão abre-se um diálogo para alterar a descrição da obra.

Exportar

Permite exportar o orçamento da obra para o programa Arquimedes e exportar a obra para um ficheiro em
formato IFC.

Imprimir

Permite gerar listagens e desenhos para posterior impressão ou exportação.

Arquivos recentes

Esta opção permite aceder aos últimos ficheiros de obras.

Utilizar licença electrónica

Permite utilizar o programa através de uma licença electrónica.

Sair

CYPE
CYPEVAC 3D
8
Manual do Utilizador

Abandonar o programa.

2.2. Obra

Fig. 2.3

Tipo de edifício

Permite definir o tipo de edifício.

Fig. 2.4

Unidades de utilização

Permite definir as diferentes tipologias existentes no edifício.

Dados gerais
gerais

Permite seleccionar as opções de verificação e de saída de resultados.

CYPE
CYPEVAC 3D
9
Manual do Utilizador

Fig. 2.5

Selecção de materiais e equipamentos

Permite fazer a gestão (criar, apagar, copiar e exportar) dos elementos construtivos introduzidos e
equipamentos.

Orientação

Permite definir a orientação do edifício.

Limites da propriedade

Permite definir os limites do terreno ou lote, no qual está inserido o edifício.

Plantas/Grupos

Permite introduzir as plantas, os grupos de plantas e definir o plano base do edifício.

CYPE
CYPEVAC 3D
10
Manual do Utilizador

Fig. 2.6

Copiar grupo

Permite copiar os dados introduzidos num grupo.

Mover o edifício completo

Desloca todo o edifício, incluindo as instalações, com as coordenadas especificadas.

Localização

Permite definir a localização da obra em termos de distrito e município.

Fig. 2.7

CYPE
CYPEVAC 3D
11
Manual do Utilizador

Dados do projecto

Permite definir dados do edifício e do projectista.

Ver referências

Activar ou desactivar as referências dos equipamentos.

Vistas 3D

Permite visualizar a obra em projecção. Pode fazê-lo em perspectiva cónica ou isométrica.

2.3. Elementos

Fig. 2.8

Pontes térmicas planas

Permite definir as pontes térmicas planas.

Muros e divisões

Permite introduzir, editar, mover, ajustar, inverter o sentido de introdução, unir, dividir, copiar e eliminar
paredes, muros, protecções, gradeamentos e divisões virtuais.

Fig. 2.9

Lajes

Permite introduzir lajes térreas ventiladas ou não, lajes entre pisos, coberturas planas e inclinadas, desníveis
horizontais e inclinados e aberturas em lajes. Em todos estes elementos é possível editar, mover, inserir,
dividir, copiar e eliminar.

CYPE
CYPEVAC 3D
12
Manual do Utilizador

Fig. 2.10

Aberturas

Permite a introdução de portas, janelas e clarabóias de diferentes geometrias. Após a introdução permite
editar, mover, ajustar, rodar, copiar e eliminar.

Fig. 2.11

Fecho de desníveis

Quando se possui diferentes desníveis horizontais entre lajes e ao mesmo tempo existe uma parede ou muro
a separar essas lajes em planta, é possível definir uma parede ou muro diferente na zona entre os desníveis
das lajes, ou seja, na zona de ligação entre lajes, bem como introduzir uma porta ou janela entre essa
diferença de níveis de lajes.

Após a introdução destes elementos é possível editar, mover, ajustar, inverter o sentido de introdução, unir,
dividir, copiar e eliminar.

CYPE
CYPEVAC 3D
13
Manual do Utilizador

Fig. 2.12

2.4. Compartimentos

Fig. 2.13

Novo

Permite atribuir a zonas delimitadas por paredes e muros uma série de propriedades que influenciarão nos
cálculos do programa.

Referência

Permite editar o nome de um compartimento já definido para proceder à sua modificação.

Seleccione com o botão esquerdo do rato o compartimento que deseja editar.

Se não pode seleccionar esta opção é porque ainda não se definiu nenhum compartimento.

Descrição

Permite editar as condições de projecto de um compartimento.

Seleccione com o botão esquerdo do rato o compartimento que deseja editar.

Se não pode seleccionar esta opção é porque ainda não se definiu nenhum compartimento.

Revestimento

CYPE
CYPEVAC 3D
14
Manual do Utilizador

Edição dos revestimentos base e da camada de acabamento aplicados aos paramentos verticais do
compartimento.

Seleccione com o botão esquerdo do rato o compartimento que deseja editar.

Se não pode seleccionar esta opção é porque ainda não se definiu nenhum compartimento.

Pavimento

Permite editar as características do pavimento de um compartimento já introduzido.

Seleccione com o botão esquerdo do rato o compartimento que deseja editar.

Se não pode seleccionar esta opção é porque ainda não se definiu nenhum compartimento.

Tecto

Permite editar as características do tecto de um compartimento já introduzido.

Seleccione com o botão esquerdo do rato o compartimento que deseja editar.

Se não pode seleccionar esta opção é porque ainda não se definiu nenhum compartimento.

Mover

Permite mover o ponto de definição das características de um compartimento.

Para o funcionamento desta opção, seleccione com o botão esquerdo do rato o nome do compartimento
que deseja mover e prima sobre o compartimento não definido ou definido.

Copiar

Permite copiar algumas ou todas as características de um compartimento para outro.

Para o funcionamento desta opção, seleccione com o botão esquerdo do rato o elemento cujas
características deseja copiar para outro. No caso de ter várias opções, aparecerá um quadro de diálogo
onde poderá seleccionar as características a copiar.

Eliminar

Permite eliminar um ou vários compartimentos de uma vez.

Para o funcionamento desta opção, seleccione com o botão esquerdo do rato os compartimentos que
deseja eliminar. Uma vez terminada a selecção, prima o botão direito do rato e aparecerá um quadro de
diálogo que pedirá confirmação para eliminar os compartimentos seleccionados.

Selecção com janela de captura:

Pode seleccionar vários compartimentos de cada vez. Para isso, prima com o botão esquerdo do rato numa
zona onde não exista nenhum destes compartimentos. Após este clique, o rato move-se, verá que aparece
uma janela em linha descontínua se o deslocar para a esquerda, ou em linha contínua se o deslocar para a
direita. Se voltar a premir o botão esquerdo do rato, a janela de captura ficará definida. A janela em linha
descontínua seleccionará todos os compartimentos que estão total ou parcialmente dentro dela e a janela
em linha contínua seleccionará somente os elementos que estejam completamente dentro dela.

2.5. Unidades de utilização

Fig. 2.14

Atribuir a compartimentos

CYPE
CYPEVAC 3D
15
Manual do Utilizador

Permite especificar quais os compartimentos que pertencem às Unidades de utilização definidas no menu
Obra> Unidades de utilização.

Eliminar atribuição a compartimentos

Permite eliminar os compartimentos pertencentes às Unidades de utilização.

Unidades de utilização

Permite editar a referência e o tipo da Unidade de utilização.

2.6. Instalação

Fig. 2.15

Equipamento sonoro

Possibilita a introdução de equipamentos sonoros em planta, especificando-se a sua posição em altura


relativa ao pavimento, potência sonora, correcção tonal e tipo de funcionamento do mesmo.

Editar

Permite editar a referência e as características do equipamento sonoro.

Atribuir nível

Permite atribuir ao equipamento uma posição diferente em altura relativamente a um plano de referência.

Deslocar

Permite mover os equipamentos introduzidos

Copiar

Permite copiar algumas ou todas as características de um equipamento para outro.

Eliminar

Permite eliminar um ou vários equipamentos de uma vez.

Localizar nós por referência

Com a introdução da referência do equipamento a localizar, o programa localiza e destaca sobre a


instalação a referência pretendida, a amarelo, compreendida por um quadrado envolvente da mesma cor.

CYPE
CYPEVAC 3D
16
Manual do Utilizador

2.7. Edição

Fig. 2.16

Editar

Permite editar muros, paredes, portas, envidraçados, lajes e compartimentos.

Mover

Permite mover todos ou alguns dos dados (muros, paredes, portas, envidraçados, lajes, aberturas em lajes
e compartimentos).

Realizar uma translação da instalação completa da planta ou das partes que seleccione. Uma vez realizada
a selecção, prima o botão direito do rato e, seguidamente, prima sobre o ponto base de deslocamento e,
por último, sobre o novo ponto de inserção.

Rodar

Permite rodar todos ou alguns dos dados (muros, paredes, portas, envidraçados, lajes, aberturas em lajes e
compartimentos) que compõem toda a planta ou partes que seleccione.

Realizar uma rotação da instalação completa da planta ou das partes que seleccione. Uma vez realizada a
selecção, prima o botão direito do rato e, seguidamente, prima sobre o ponto base de rotação e, por último,
sobre o ponto que indicará a direcção que adoptará o eixo horizontal que passa pelo ponto base de rotação.

Simetria (Mover)

Cortar e colar com simetria relativamente a um eixo a instalação completa da planta ou as partes que
seleccione. Uma vez realizada a selecção, prima o botão direito do rato e, seguidamente, prima sobre os
dois pontos que definem o eixo de simetria.

Simetria (Copiar)
(Copiar)

Copiar e colar com simetria relativamente a um eixo a instalação completa da planta ou as partes que
seleccione. Uma vez realizada a selecção, prima o botão direito do rato e, seguidamente, prima sobre os
dois pontos que definem o eixo de simetria.

Copiar

Copiar e colar com deslocamento a instalação completa da planta ou as partes que seleccione. Uma vez
realizada a selecção, prima o botão direito do rato e, seguidamente, prima sobre o ponto base de
deslocamento e, por último, sobre o novo ponto de inserção. A cópia repete-se até que cancele a acção
premindo o botão direito do rato.

Eliminar

Eliminar a instalação completa da planta ou as partes que seleccione.

Ajustar

Permite mudar de posição muros, divisões (parede exterior, parede interior, muro sob a rasante ou divisão
virtual), portas e janelas relativamente à linha de referência.

Informação

CYPE
CYPEVAC 3D
17
Manual do Utilizador

Permite mostrar, no ecrã, informação sobre o compartimento seleccionado com o cursor. Não se mostram
resultados de cálculo.

2.8. Resultados

Fig. 2.17

Calcular

Permite efectuar o cálculo da obra.

Mostrar os resultados calculados

Permite mostrar os resultados do último cálculo realizado.

Calcular todas as instalações

Realiza o cálculo para todas as instalações introduzidas na obra.

Visualização de transmissões acústicas


acústicas indirectas

Visualiza os resultados acústicos dos diversos caminhos marginais.

Resumo do orçamento por capítulos

Permite criar o orçamento por capítulos dos elementos introduzidos a partir da importação do Gerador de
preços.

Mostrar as mensagens de erro


erro

Permite activar ou ocultar os erros existentes na obra. Com a visualização activa dos erros, se colocar o
cursor do rato sobre os elementos que possuem erro visualizará a mensagem descritiva do mesmo.

2.9. Barra de ferramentas

Fig. 2.18

Esta barra permite um acesso mais rápido e directo aos comandos do programa. Sempre que passar o
cursor por cada um dos ícones surge uma mensagem indicativa da função de cada um. Para além disso, o
utilizador pode personalizar a mesma.

2.10. Desenvolvimento do programa


Resumidamente pode-se aconselhar uma sucessão de introdução de dados:

• Criação da obra

• Definição dos dados da obra:

Tipo de edifício

CYPE
CYPEVAC 3D
18
Manual do Utilizador

Tipo de projecto

Dados do projecto

Localização

Município

Unidades de utilização

Plantas/Grupos

Dados gerais

Importação de máscaras

Orientação

• Introdução de elementos (por grupo/piso):

Muros e divisões (paredes e muros)

Lajes (térreas, entre pisos e cobertura)

Aberturas (janelas, portas e clarabóias)

• Compartimentos:

Criação (referência, descrição, pavimento e tecto)

Atribuição dos compartimentos às Unidades de utilização (ex.: Fracção A, Fracção B, etc…)

• Instalação:

Introdução dos equipamentos

• Listagens

• Desenhos

CYPE
CYPEVAC 3D
19
Manual do Utilizador

3. Exemplo prático

3.1. Introdução
Os objectivos deste exemplo prático são:

• Esclarecer eventuais dúvidas que possam surgir na introdução dos dados.

• Facilitar a iniciação no programa que traz um conceito inovador em termos de introdução de dados para
o cálculo de projecto térmico e acústico.

• Tirar partido das diversas funcionalidades do programa.

• Obter listagens e desenhos.

Para facilitar, neste exemplo só serão referenciados aspectos de opções acústicas e não sobre opções
térmicas. Estas estão devidamente explanadas no manual do programa Cypeterm.

3.2. Descrição da obra


A obra é composta por um edifício multifamiliar, com 4 pisos. O piso -1 é composto por garagens, o piso 0
por estabelecimentos comerciais e sala de condomínio, o piso 1 e o piso 2 destinam-se a habitação.

Apresentam-se seguidamente os desenhos de arquitectura do edifício:

Fig. 3.1 - Planta Piso -1

CYPE
CYPEVAC 3D
20
Manual do Utilizador

Fig. 3.2 - Planta Piso 0

Fig. 3.3 - Planta Piso 1 e 2

CYPE
CYPEVAC 3D
21
Manual do Utilizador

Fig. 3.4 - Planta Cobertura

Fig. 3.5 - Alçado Principal

CYPE
CYPEVAC 3D
22
Manual do Utilizador

Fig. 3.6 - Alçado Posterior

Fig. 3.7 - Alçado Lateral Esquerdo

CYPE
CYPEVAC 3D
23
Manual do Utilizador

Fig. 3.8 - Alçado Lateral Direito

Fig. 3.9 – Corte C1

CYPE
CYPEVAC 3D
24
Manual do Utilizador

3.3. Criação da obra


Antes de se iniciar na criação da obra, prima no menu Arquivo> Gestão arquivos.
arquivos Prima sobre o ícone

Exemplos,
Exemplos seleccione posteriormente a obra TermAcu e prima em Abrir.
Abrir

Desta forma, visualizará primeiramente a obra que vai introduzir. Isto proporcionará maior conhecimento da
mesma, permitindo também a geração automática dos ficheiros de arquitectura que mais tarde servirão para
o ajudar na introdução dos dados.

Procede-se ao início do processo de criação do exemplo.

• Prima sobre Arquivo> Novo.


Novo Na janela que se abre, introduza o nome do ficheiro e da obra.

Fig. 3.10

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Seleccione Obra vazia.


vazia

Fig. 3.11

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Defina como tipo de edifício, Edifício multifamiliar e prima Seguinte.


Seguinte

CYPE
CYPEVAC 3D
25
Manual do Utilizador

Fig. 3.12

• Defina como tipo de projecto, Cypevac 3D e prima Seguinte.


Seguinte

Fig. 3.13

Surge um quadro onde se pode indicar informações sobre a obra e projectista.

• Prima Seguinte.
Seguinte Nas perguntas que surgem prima sempre em Sim.
Sim

• Em termos de localização, seleccione o distrito de Braga e prima Seguinte.


Seguinte

CYPE
CYPEVAC 3D
26
Manual do Utilizador

Fig. 3.14

• Seleccione o município de Braga e prima Seguinte.


eguinte

Fig. 3.15

• Este edifício possui 4 habitações T3 (com duas casas de banho) e 2 comércios.

CYPE
CYPEVAC 3D
27
Manual do Utilizador

Fig. 3.16

• Prima Seguinte.
Seguinte

• Defina as Plantas/Grupos conforme os passos seguintes.

Fig. 3.17

• Prima no ícone Novo grupo de pisos abaixo da rasante para acrescentar uma nova planta.

• Altere os dados de acordo com a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
28
Manual do Utilizador

Fig. 3.18

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima em correspondente à planta Rés-


Rés-do-
do-chão e altere os dados conforme a figura seguinte.

Fig. 3.19

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima no ícone Novo grupo de pisos acima da rasante para acrescentar uma nova planta.

• Altere os dados de acordo com a figura seguinte.

Fig. 3.20

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Repita o procedimento para o inserir a planta Piso 2 (Altura de 2.95 m) e a planta Desvão (Altura de 2.60
m), até chegar aos dados da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
29
Manual do Utilizador

Fig. 3.21

• Prima Seguinte.
Seguinte

• Mantenha os dados por defeito.

Fig. 3.22

• Prima Terminar.
Terminar

Surge uma questão relacionada com a introdução das máscaras conforme a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
30
Manual do Utilizador

Fig. 3.23

É mais cómodo utilizar um ou vários ficheiros DXF ou DWG que sirvam de máscara para introduzir a obra.

• Prima Sim.
Sim

• Na janela Gestão de vistas de máscaras, prima Adicionar novo elemento à lista,


lista conforme a figura
seguinte.

Fig. 3.24

Fig. 3.25

• Seleccione os ficheiros que se encontram em \CYPE Ingenieros\Exemplos\Instalações do edifício


conforme a figura seguinte.

TrmAcu Planta Cobertura

TrmAcu Planta Desvao

TrmAcu Planta Piso 1 e 2

TrmAcu Planta Piso 0

TrmAcu Planta Piso -1

CYPE
CYPEVAC 3D
31
Manual do Utilizador

Fig. 3.26

• Prima Abrir.
Abrir

Os ficheiros ficaram assim disponíveis para qualquer projecto do programa Instalações do edifício.

Fig. 3.27

• Prima Aceitar.
Aceitar

Seguidamente, indica-se qual a máscara DWG que corresponde a cada grupo.

• Prima Planos dos grupos conforme a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
32
Manual do Utilizador

Fig. 3.28

• Atribui-se o DWG ao grupo correspondente, conforme as figuras seguintes.

Fig. 3.29

Fig. 3.30

CYPE
CYPEVAC 3D
33
Manual do Utilizador

Fig. 3.31

Fig. 3.32

Fig. 3.33

Fig. 3.34

• Prima Aceitar até voltar ao ambiente de trabalho do programa.

CYPE
CYPEVAC 3D
34
Manual do Utilizador

Fig. 3.35

3.3.1. Introdução de dados no Piso -1

Situando-se no grupo Piso -1, procede-se à introdução dos elementos verticais (muros e paredes).

• Prima Elementos>
Elementos> Muros e divisões> Muro de cave.
cave

Fig. 3.36

• Prima em para se criar o muro da cave com uma determinada


configuração construtiva.

CYPE
CYPEVAC 3D
35
Manual do Utilizador

Fig. 3.37

• Prima em Novo para se criar o muro. Todavia podia-se utilizar o Obter do Gerador de Preços
como alternativa para criação do muro, aliás este ícone estará presente em várias outras janelas do
programa sempre com esse objectivo.

• Coloque como referência Muro da cave e na descrição Muro de betão armado com isolamento e tijolo
furado.
furado

• Prima no separador Primeiro pano.


pano

• Prima em Adicionar novo elemento à lista.


lista

CYPE
CYPEVAC 3D
36
Manual do Utilizador

Fig. 3.38

Surge a janela referente à criação de materiais, onde se poderá especificar as propriedades e características
do material a criar. Para facilitar a criação dos materiais existe no programa uma biblioteca de materiais
provenientes da ITE 50 do LNEC.

Fig. 3.39

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Betões e seleccione o material Betão armado com % armadura < 1% de acordo com a figura
seguinte.

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
37
Manual do Utilizador

Fig. 3.40

Os ícones Importar e Exportar permitem ao utilizador criar uma biblioteca de materiais, podendo-
se importar e exportar materiais, de forma que mais tarde, na mesma obra ou em futuras obras, não se
tenham de criar novamente os materiais.

Fig. 3.41

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Isolantes e seleccione o material Poliestireno extrudido (XPS) de acordo com a figura seguinte.

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
38
Manual do Utilizador

Fig. 3.42

• Coloque como valor de espessura 4 cm,


cm como indica a próxima figura.

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.43

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Alvenaria e seleccione o material Tijolo cerâmico furado (11 cm).


cm)

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
39
Manual do Utilizador

Fig. 3.44

• Prima novamente Aceitar.


Aceitar

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Gessos (estuques) e argamassas e seleccione o material Argamassa e reboco tradicional.


tradicional

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Altere o nome da referência do material como indica a próxima figura.

Fig. 3.45

• Prima em Exportar e coloque como nome do ficheiro Reboco tradicional.


tradicional

CYPE
CYPEVAC 3D
40
Manual do Utilizador

Fig. 3.46

• Prima Aceitar até voltar à imagem seguinte.

Fig. 3.47

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
41
Manual do Utilizador

Fig. 3.48

Para além da biblioteca de materiais, também é possível exportar os elementos construtivos criados pelo
utilizador. O procedimento é o mesmo que o referido relativamente aos materiais. Assim, existe o ícone

Exportar que permite exportar o elemento criado para a biblioteca, o ícone Criar um novo tipo a
partir de um ficheiro em disco que permite importar um elemento construtivo já existente na biblioteca, por

último, o ícone Selecção de ficheiros a incluir ao criar uma obra nova que permite seleccionar uma
série de elementos construtivos, de forma a estarem já importados sempre que se cria uma obra nova.

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
42
Manual do Utilizador

Fig. 3.49

• Prima Aceitar.
Aceitar

A intenção é introduzir o muro respeitando o limite exterior da planta de arquitectura, dessa forma utilizar-se-
á o comando Capturas para máscaras para detectar as linhas DWG da arquitectura.

• Prima no ícone Capturas para máscaras localizado na barra de ferramentas superior, active as
capturas e seleccione a opção Extremo e Intersecção,
Intersecção como mostra a figura seguinte.

Fig. 3.50

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Por outro lado, para facilitar a introdução de dados entre os diversos elementos construtivos, prima no
ícone Referências a objectos situado na barra de ferramentas lateral esquerda e seleccione as
opções da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
43
Manual do Utilizador

Fig. 3.51

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Posicione o cursor de acordo com a imagem seguinte e prima com o sobre a máscara DWG.

Fig. 3.52

Neste momento o muro está a ser introduzido segundo o seu eixo, mas o que se pretende é que o muro
fique ajustado ao contorno exterior do edifício.

• Assim na barra de ferramentas lateral esquerda prima no ícone O elemento situa-


situa-se à direita da
linha introduzida.
introduzida

• Procede-se com a introdução do muro, prima sempre com o sucessivamente nas extremidades do
edifício conforme as figuras seguintes.

Fig. 3.53

CYPE
CYPEVAC 3D
44
Manual do Utilizador

Fig. 3.54

Fig. 3.55

Fig. 3.56

Se porventura se enganou na introdução dos pontos introduzidos, poderá facilmente eliminar o último ponto
introduzido ou até mesmo eliminar todos os pontos introduzidos utilizando os dois comandos existentes na
barra de ferramentas lateral esquerda.

Fig. 3.57

• Para terminar prima com o e o aspecto será o da figura seguinte.

Finalizamos assim a introdução do muro da cave.

CYPE
CYPEVAC 3D
45
Manual do Utilizador

Fig. 3.58

• Prima Elementos> Muros e divisões> Parede exterior.


exterior

Fig. 3.59

CYPE
CYPEVAC 3D
46
Manual do Utilizador

Fig. 3.60

• Prima em para se criar a parede exterior da cave com uma determinada


configuração construtiva.

Fig. 3.61

• Prima em Novo.
Novo

CYPE
CYPEVAC 3D
47
Manual do Utilizador

• Coloque como referência Parede exterior da cave e na descrição Muro de betão armado com
isolamento e tijolo furado.
furado

• Prima no separador Primeiro pano.


pano

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Betões e seleccione o material Betão armado com % armadura < 1%.
1%

• Prima duplamente em Aceitar.


Aceitar

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Isolantes e seleccione o material Poliestireno extrudido (XPS).


(XPS)

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Coloque como valor de espessura 4 cm.


cm

• Prima Aceitar
Aceitar.
ar

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Alvenaria e seleccione o material Tijolo cerâmico furado (11 cm).


cm)

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

• Prima novamente em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Importar,


Importar seleccione o material Reboco tradicional e prima Aceitar.

• Prima novamente Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
48
Manual do Utilizador

Fig. 3.62

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.63

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
49
Manual do Utilizador

Fig. 3.64

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Posicione o cursor de acordo com a figura seguinte e prima com o conforme as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
50
Manual do Utilizador

Fig. 3.65

Fig. 3.66

• Para terminar prima com o e o aspecto será o da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
51
Manual do Utilizador

Fig. 3.67

• Prima Elementos>
Elementos> Muros e divisões> Parede interior.
interior

Fig. 3.68

CYPE
CYPEVAC 3D
52
Manual do Utilizador

Fig. 3.69

• Prima em para se criar uma parede interior com uma determinada


configuração construtiva.

• Prima em Novo.
Novo

• Coloque P. divisória simples de tijolo furado de 15 cm na referência e descrição.

• Seleccione Parede por camada e prima em Primeiro pano.


pano

• Prima em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Importar,


Importar seleccione o material Reboco tradicional e prima Aceitar.
Aceitar

• Prima novamente Aceitar.


Aceitar

• Prima em Adicionar novo elemento à lista para introduzir um novo material.

• Prima no ícone Materiais (ITE 50).


50)

• Prima em Alvenaria e seleccione o material Tijolo cerâmico furado (15 cm).


cm)

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
53
Manual do Utilizador

• Na lista de elementos seleccione Reboco tradicional e prima em Copiar elemento seleccionado e


adicionar à lista.
lista

Fig. 3.70

Fig. 3.71

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
54
Manual do Utilizador

Fig. 3.72

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.73

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
55
Manual do Utilizador

• Posicione o cursor de acordo com a figura seguinte e prima com o conforme as figuras seguintes.
É importante que as capturas Extremo e Intersecção estejam activadas, tecle <F3
F3>
F3 para proceder à

activação/desactivação ou prima em Capturas.


Capturas

Fig. 3.74

Fig. 3.75

CYPE
CYPEVAC 3D
56
Manual do Utilizador

Fig. 3.76

Fig. 3.77

• Para terminar prima com o e o aspecto será o da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
57
Manual do Utilizador

Fig. 3.78

Passa-se à introdução das aberturas. Neste piso só temos portas.

• Prima Elementos> Aberturas> Porta.


Porta

Fig. 3.79

• Prima em .

CYPE
CYPEVAC 3D
58
Manual do Utilizador

Fig. 3.80

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços),


Preços) seleccione Porta corta-
corta-fogos, de aço galvanizado e

prima em Editar.
Editar

Fig. 3.81

• Mantenha os dados por defeito e prima em Aceitar até voltar ao ambiente de trabalho do programa.

CYPE
CYPEVAC 3D
59
Manual do Utilizador

Fig. 3.82

Fig. 3.83

CYPE
CYPEVAC 3D
60
Manual do Utilizador

Fig. 3.84

• Prima num dos extremos da porta, desloque o cursor no sentido em que esta se desenvolve e prima
novamente de acordo com as figuras seguintes. É importante que as capturas Extremo e Intersecção

estejam activadas, tecle <F3


F3>
F3 para proceder à activação/desactivação ou prima em Capturas
Capturas.
turas

Fig. 3.85

Fig. 3.86

Fig. 3.87

• Prima com o para surgir novamente a janela correspondente ao comando Porta.

Pretende-se agora introduzir o portão de entrada para a garagem.

CYPE
CYPEVAC 3D
61
Manual do Utilizador

• Prima em Editar a lista de tipos disponíveis,


disponíveis

• Prima em Novo e preencha os dados relativos à referência, descrição e dimensões de acordo com
a figura seguinte.

Fig. 3.88

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

• Seleccione Tipo 2: Portão da garagem e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.89

• Introduz-se o portão conforme as figuras seguintes.

Fig. 3.90

CYPE
CYPEVAC 3D
62
Manual do Utilizador

Fig. 3.91

Fig. 3.92

• Prima Elementos> Lajes> Laje térrea ventilada ou não ventilada.


ventilada

Fig. 3.93

• Prima em .

CYPE
CYPEVAC 3D
63
Manual do Utilizador

Fig. 3.94

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços),


Preços) seleccione Pavimento térreo e prima em
Editar.
Editar

Fig. 3.95

• Mantenha os dados por defeito e prima Aceitar até voltar ao ambiente de trabalho do programa.

CYPE
CYPEVAC 3D
64
Manual do Utilizador

Fig. 3.96

Fig. 3.97

CYPE
CYPEVAC 3D
65
Manual do Utilizador

• Prima sucessivamente nos limites do edifício com , de acordo com as figuras seguintes. Para

fechar o contorno da laje basta premir .

Fig. 3.98

Fig. 3.99

CYPE
CYPEVAC 3D
66
Manual do Utilizador

Fig. 3.100

Fig. 3.101

• Prima para fechar o contorno e finalizar.

CYPE
CYPEVAC 3D
67
Manual do Utilizador

Fig. 3.102

• Prima Obra>
Obra> Vistas 3D.
3D

• Seleccione as opções conforme a figura seguinte.

Fig. 3.103

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.104

CYPE
CYPEVAC 3D
68
Manual do Utilizador

Passa-se agora à definição dos compartimentos.

• Prima Compartimentos> Novo.


Novo Defina o compartimento conforme as figuras seguintes, premindo
sempre Seguinte para avançar.

Fig. 3.105

CYPE
CYPEVAC 3D
69
Manual do Utilizador

Fig. 3.106

• Na definição do Pavimento,
Pavimento prima em relativamente ao Pavimento.
Pavimento

CYPE
CYPEVAC 3D
70
Manual do Utilizador

Fig. 3.107

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços),


Preços) seleccione Grés e prima em Editar.
Editar

• Seleccione a opção Pavimento com revestimento de mosaicos cerâmicos com argamassa de cimento
como material de agarre.
agarre

CYPE
CYPEVAC 3D
71
Manual do Utilizador

Fig. 3.108

• Prima Aceitar até voltar à janela de definição das características do compartimento.

Fig. 3.109

• Desactive a opção Base de pavimentação e prima Seguinte se a sua janela estiver de acordo com a
imagem seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
72
Manual do Utilizador

Fig. 3.110

• Na definição do Tecto,
Tecto prima em relativamente à opção Com
revestimento.
revestimento

CYPE
CYPEVAC 3D
73
Manual do Utilizador

Fig. 3.111

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços),


Preços) seleccione Contínuo e prima em Editar.
Editar

Fig. 3.112

• No separador Revestimento base seleccione Emboço de cimento e no separador Camada de


acabamento seleccione a opção Pintura plástica sobre paramentos interiores de argamassa de cimento.
cimento

CYPE
CYPEVAC 3D
74
Manual do Utilizador

Fig. 3.113

Fig. 3.114

CYPE
CYPEVAC 3D
75
Manual do Utilizador

• Prima Aceitar até voltar à janela de definição das características do compartimento.

Fig. 3.115

• Prima Terminar.
Terminar

• Prima sobre a garagem, defina a referência como Garagem conforme a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
76
Manual do Utilizador

Fig. 3.116

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

Fig. 3.117

• Seleccione Escadas.
Escadas

CYPE
CYPEVAC 3D
77
Manual do Utilizador

Fig. 3.118

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima sobre a caixa de escadas, defina a referência como Acesso Piso 0,


0 conforme a figura seguinte.

Fig. 3.119

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
78
Manual do Utilizador

Está finalizada a introdução de dados neste grupo.

3.3.2. Introdução de dados no Piso 0

• Prima para subir de grupo.

• Prima Elementos> Muros e divisões> Parede exterior.


exterior

• Prima em Lista de tipos disponíveis para se criar uma nova parede exterior com uma determinada
configuração construtiva.

Fig. 3.120

• Prima em Novo (obter Gerador de Preços).


Preços)

• Seleccione Fachada de um pano com isolamento pelo exterior, sistema ‘ETICS’ e prima em Editar
posteriormente.

Fig. 3.121

• No separador Revestimento exterior seleccione o Sistema ‘GRUPO PUMA’.


PUMA’

CYPE
CYPEVAC 3D
79
Manual do Utilizador

Fig. 3.122

• No separador Pano principal seleccione Pano exterior de fachada, de alvenaria de tijolo cerâmico para
revestir, com caixa de ar ventilada.
ventilada

CYPE
CYPEVAC 3D
80
Manual do Utilizador

Fig. 3.123

• No separador Revestimento interior,


interior seleccione Revestimento
Revestimento interior autoportante e Sistema “KNAUF”
de revestimento interior autoportante, de placas de gesso laminado, em paredes de fachada.
fachada

Fig. 3.124

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
81
Manual do Utilizador

Fig. 3.125

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Na janela Parede exterior, seleccione a opção Fachada de um pano com isolamento pelo exterior… de
acordo com a imagem seguinte.

Fig. 3.126

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
82
Manual do Utilizador

Neste momento, consegue visualizar a tracejado a posição das paredes da planta inferior. Isto surge porque
está activada a opção Planta inferior.
inferior Esta opção permite ajudar na introdução dos elementos construtivos
da planta actual.

Fig. 3.127

• Posicione o cursor de acordo com a figura seguinte e prima com o conforme a figura seguinte.

Fig. 3.128

• Seleccione a opção O elemento situa-


situa-se à direita da linha introduzida.
introduzida

Fig. 3.129

• Prima com o conforme as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
83
Manual do Utilizador

Fig. 3.130

Fig. 3.131

Fig. 3.132

Fig. 3.133

• Prima com o para terminar, o aspecto será o da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
84
Manual do Utilizador

Fig. 3.134

Procede-se à introdução das paredes interiores.

• Prima Elementos> Muros e divisões> Parede interior.


interior

• Prima em Lista de tipos disponíveis para se criar uma nova parede interior com uma determinada
configuração construtiva.

Fig. 3.135

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços).


Preços)

CYPE
CYPEVAC 3D
85
Manual do Utilizador

• Seleccione Parede de um pano com revestimento em ambas as faces e prima Editar de seguida.

Fig. 3.136

• No separador Revestimento interior à esquerda e no separador Revestimento


Revestimento interior à direita seleccione
Sistema “KNAUF” de revestimento interior autoportante, de placas de gesso laminado, em paredes
divisórias interiores.
interiores

Fig. 3.137

• No separador Pano principal seleccione o tijolo 30x20x15 de acordo com a imagem seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
86
Manual do Utilizador

Fig. 3.138

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.139

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Seleccione a parede Tipo 2: Parede


Parede de um pano com revestimento em ambas as faces.
faces

CYPE
CYPEVAC 3D
87
Manual do Utilizador

Fig. 3.140

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Mantenha activado as capturas Intersecção e Extremo,


Extremo através do ícone Selecção de capturas ou
da tecla <F3
F3>.
F3

Fig. 3.141

• Posicione o cursor de acordo com a figura seguinte e prima com o conforme a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
88
Manual do Utilizador

Fig. 3.142

• Seleccione a opção O elemento situa-


situa-se à esquerda da linha introduzida.
introduzida

Fig. 3.143

• Prima com o conforme as figuras seguintes.

Fig. 3.144

Fig. 3.145

CYPE
CYPEVAC 3D
89
Manual do Utilizador

Fig. 3.146

Fig. 3.147

• Prima com o para terminar.

• Prima agora com o para completar noutro local a introdução deste tipo de parede, de acordo com
as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
90
Manual do Utilizador

Fig. 3.148

Fig. 3.149

• Prima com o para terminar.

CYPE
CYPEVAC 3D
91
Manual do Utilizador

Fig. 3.150

• Prima novamente com o e seleccione a parede Tipo 1: P. divisória simples de tijolo furado de 15
cm e prima Aceitar.
Aceitar

• Prima com o para introduzir a parede, de acordo com as figuras seguintes.

Fig. 3.151

CYPE
CYPEVAC 3D
92
Manual do Utilizador

Fig. 3.152

• Prima com o para terminar.

• Desactive as capturas, por exemplo pressionando a Tecla <F3


F3>.
F3

• Prima com o para voltar a introduzir outra parede.

Fig. 3.153

CYPE
CYPEVAC 3D
93
Manual do Utilizador

Fig. 3.154

• Prima com o para terminar.

Fig. 3.155

• Active as capturas com a tecla <F3


F3>.
F3

• Introduza a parede de acordo com as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
94
Manual do Utilizador

Fig. 3.156 Fig. 3.157

Fig. 3.158

• Prima com o para terminar.

• Continue com a introdução deste tipo de parede na outra casa de banho, para facilitar desactive a
visibilidade da Planta inferior,
inferior mantendo activo as capturas das máscaras .

CYPE
CYPEVAC 3D
95
Manual do Utilizador

Fig. 3.159

Fig. 3.160

Fig. 3.162
Fig. 3.161

• Prima com o para terminar, o aspecto final será o da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
96
Manual do Utilizador

Fig. 3.163

Passa-se à introdução das aberturas, nomeadamente portas e janelas.

Relativamente às janelas, o programa permite definir vários tipos de janelas em função das suas
características. Para este exemplo existem dois tipos de janelas, um tipo para as janelas do comércio e outro
tipo para a habitação.

• Prima Elementos> Aberturas> Caixilharia exterior e abertura envidraçada.


envidraçada

CYPE
CYPEVAC 3D
97
Manual do Utilizador

Fig. 3.164

• Prima em .

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços) para se criar um novo tipo de envidraçado a partir
de um fabricante.

• Prima Editar.
Editar

• Seleccione as espessuras indicadas na imagem seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
98
Manual do Utilizador

Fig. 3.165

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.166

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Active a opção Caixilharia.


Caixilharia

CYPE
CYPEVAC 3D
99
Manual do Utilizador

Fig. 3.167

• Prima em .

• Prima em Novo (introdução manual, editável).


editável)

• Preencha de acordo com a imagem seguinte, ou seja mantêm-se os dados por defeito, colocando-se
apenas a Referência e Descrição como Genérica.
Genérica

Fig. 3.168

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

• Coloque como dimensões uma Altura da janela de 2.85 m e uma Altura ao parapeito de 0.00 m.

CYPE
CYPEVAC 3D
100
Manual do Utilizador

Fig. 3.169

• Prima Aceitar.
Aceitar

• A introdução das janelas faz-se premindo com o nos extremos destas sobre a máscara da
arquitectura. Para se detectar as extremidades das mesmas, active as capturas Extremo e Intersecção

através do ícone Capturas para máscaras ou da tecla <F3


F3>.
F3

Fig. 3.170

• Introduzem-se as janelas de acordo com as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
101
Manual do Utilizador

Fig. 3.171

Fig. 3.172

Fig. 3.173

Fig. 3.174

CYPE
CYPEVAC 3D
102
Manual do Utilizador

Fig. 3.175

Fig. 3.176

Fig. 3.177

Fig. 3.178

Fig. 3.179

CYPE
CYPEVAC 3D
103
Manual do Utilizador

Fig. 3.180

Fig. 3.182
Fig. 3.181

Fig. 3.183 Fig. 3.184

• Prima Elementos> Aberturas> Porta.


Porta

CYPE
CYPEVAC 3D
104
Manual do Utilizador

Fig. 3.185

• Prima em Lista de tipos disponíveis.


disponíveis

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços).


Preços)

• Seleccione Porta interior, de madeira e prima em Editar.


Editar

• Mantenha os dados por defeito e prima Aceitar até à janela Porta.


Porta

• Seleccione a opção Tipo 3: Porta interior, de madeira.


madeira Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.186

• Prima com o nos extremos das portas sobre a máscara da arquitectura.

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Sempre com as capturas Extremo e Intersecção activadas, prima com o de acordo com as figuras
seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
105
Manual do Utilizador

Fig. 3.187 Fig. 3.188

Fig. 3.190
Fig. 3.189

Fig. 3.192
Fig. 3.191

CYPE
CYPEVAC 3D
106
Manual do Utilizador

Fig. 3.194

Fig. 3.193

• Prima com o e depois Cancelar para terminar.

O aspecto da obra neste momento é idêntico ao da figura seguinte.

Fig. 3.195

Procede-se agora à introdução da laje entre pisos.

• Prima Elementos>
Elementos> Lajes> Laje entre pisos.
pisos

• Prima em .

• Prima em Novo (introdução manual, editável).


editável)

• Coloque a Referência,
eferência a Descrição e as dimensões de acordo com a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
107
Manual do Utilizador

Fig. 3.196

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.197

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
108
Manual do Utilizador

Fig. 3.198

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima com o em cada canto do edifício, para terminar prima com o . O aspecto final será o da
figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
109
Manual do Utilizador

Fig. 3.199

Passa-se à definição dos compartimentos.

• Prima Compartimentos> Novo.


Novo Defina o compartimento conforme as figuras seguintes.

Fig. 3.200

CYPE
CYPEVAC 3D
110
Manual do Utilizador

• Prima Seguinte para avançar.

Fig. 3.201

• Prima Seguinte para avançar.

• Desactive a opção Base de pavimentação.


pavimentação Prima Seguinte para avançar.

CYPE
CYPEVAC 3D
111
Manual do Utilizador

Fig. 3.202

• No Tecto, prima em Editar a lista de tipos disponíveis.


disponíveis

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços),


Preços) seleccione Tecto suspenso contínuo e
seguidamente Editar.
Editar

Fig. 3.203

• No separador Caixa de ar coloque uma espessura de 20 cm.


cm

CYPE
CYPEVAC 3D
112
Manual do Utilizador

Fig. 3.204

• No separador Isolamento seleccione a casa comercial KNAUF e coloque uma espessura de isolamento
de 45 mm
mm.

Fig. 3.205

• No separador Tecto suspenso seleccione a opção Tecto falso contínuo de placas de gesso laminado e
a opção KNAUF.
KNAUF

CYPE
CYPEVAC 3D
113
Manual do Utilizador

Fig. 3.206

• O separador Acabamento superficial mantém os dados por defeito, prima duplamente Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.207

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Seleccione a opção Tipo 2: Tecto suspenso contínuo.


contínuo

CYPE
CYPEVAC 3D
114
Manual do Utilizador

Fig. 3.208

• Prima Terminar.
Terminar

• Prima sobre o interior do Hall de entrada do edifício e coloque como referência Hall.
Hall

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.209

CYPE
CYPEVAC 3D
115
Manual do Utilizador

• Prima com o e prima em Descrição.


Descrição

Fig. 3.210

• Prima sobre Local comercial vazio.


vazio

Fig. 3.211

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima sobre o interior do estabelecimento comercial A e defina a referência como Loja A conforme a
figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
116
Manual do Utilizador

Fig. 3.212

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima sobre o interior do WC do estabelecimento comercial A e coloque como referência WC A.


A Prima
Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.213

• Prima agora sobre o interior do estabelecimento comercial B e defina a referência como Loja B.
B Prima
Aceitar.
Aceitar

• Prima sobre o interior do WC do estabelecimento comercial B e coloque como referência WC B. Prima


Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
117
Manual do Utilizador

Fig. 3.214

• Prima com o e prima em Descrição.


Descrição

Fig. 3.215

• Seleccione Sala de condomínio e prima Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
118
Manual do Utilizador

Fig. 3.216

• Prima com o e prima em Tecto.


Tecto

Fig. 3.217

• Seleccione o revestimento Tipo 1: Contínuo.


Contínuo Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
119
Manual do Utilizador

Fig. 3.218

• Prima sobre o interior da sala de condomínio e defina a referência como Sala


Sala de condomínio conforme a
figura seguinte.

Fig. 3.219

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

Fig. 3.220

• Seleccione Escadas na janela Descrição e prima Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
120
Manual do Utilizador

Fig. 3.221

• Prima sobre o interior da caixa de escadas e coloque como referência Escadas 0.


0

Fig. 3.222

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima Obra> Vistas 3D e Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
121
Manual do Utilizador

Fig. 3.223

3.3.3. Introdução de dados no Piso 1

• Prima para subir de grupo.

• Prima Elementos> Muros e divisões> Parede exterior.


exterior

• Seleccione a parede Tipo 2: Fachada de um pano com isolamento pelo exterior… conforme a figura
seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
122
Manual do Utilizador

Fig. 3.224

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima Capturas para máscaras,


máscaras seleccione Extremo e Intersecção e prima Aceitar.
Aceitar

Introduza a parede por um processo análogo ao efectuado anteriormente, tendo como referência o contorno
exterior do edifício até chegar ao resultado da figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
123
Manual do Utilizador

Fig. 3.225

Passa-se à introdução das paredes interiores de separação das distintas fracções e zonas comuns.

• Prima Elementos> Muros e divisões> Parede interior.


interior

• Seleccione a parede Tipo 2: Parede de um pano com revestimento em ambas as faces


faces e prima Aceitar.
Aceitar

• Activam-se as capturas para máscaras, Extremo e Intersecção.


Intersecção

• Prima com o de acordo com as imagens seguintes. Para seguir a forma indicada para a
introdução da parede, é necessário ter activo a opção O elemento situa-
situa-se à direita da linha introduzida.
introduzida

Fig. 3.226

Fig. 3.227

CYPE
CYPEVAC 3D
124
Manual do Utilizador

Fig. 3.228

Fig. 3.229

Fig. 3.230

Fig. 3.231

• Prima com o para terminar a introdução.

• Prima com o para introduzir a restante parede, como mostram as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
125
Manual do Utilizador

Fig. 3.232

Fig. 3.233

• Prima com o para terminar a introdução.

CYPE
CYPEVAC 3D
126
Manual do Utilizador

Fig. 3.234

Introduz-se agora a parede que delimita a caixa de escadas.

• Prima com novamente o para surgir a janela Parede interior, caso não apareça, prima em
Elementos>
Elementos> Muros e divisões> Parede interior.
interior

• Seleccione Tipo 1: P. divisória simples de tijolo furado de 15 cm e prima Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
127
Manual do Utilizador

Fig. 3.235

• É adequado que no menu lateral esquerdo a opção Planta inferior esteja desactivada.

Fig. 3.236

• Prima com o para introduzir a parede, conforme as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
128
Manual do Utilizador

Fig. 3.237

Fig. 3.238

Fig. 3.239

• Prima com o para terminar a introdução.

Pretende-se introduzir agora as paredes divisórias pertencentes às fracções.

• Prima novamente em para que apareça a janela Parede interior.

• Prima em Editar lista de tipos disponíveis.


disponíveis

CYPE
CYPEVAC 3D
129
Manual do Utilizador

Fig. 3.240

Esta parede é constituída por placas de gesso e isolamento.

• Prima em Novo (introdução manual, editável) para se criar uma nova parede.

• Coloque como Referência e Descrição P. divisória de placas de gesso e seleccione Estrutura


autoportante.
autoportante

• Prima em Adicionar novo elemento à lista.


lista

• Prima em Materiais (ITE 50) e seleccione Gessos (estuques) e argamassas e Placa de gesso
cartonado.
cartonado

Fig. 3.241

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
130
Manual do Utilizador

• Altere a espessura do material para 1.5 cm,


cm de acordo com a figura seguinte.

Fig. 3.242

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima em Adicionar novo elemento à lista.


lista

• Prima em Materiais (ITE 50) e seleccione Isolantes e Lã de rocha (MW).


(MW)

Fig. 3.243

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Altere a espessura do material para 7 cm,


cm de acordo com a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
131
Manual do Utilizador

Fig. 3.244

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Seleccione a camada Placa de gesso cartonado e prima em Copiar.


Copiar

Fig. 3.245

• Na parte inferior da janela active a opção Caracterização acústica.


acústica

• Active a opção Caracterização acústica do elemento sem revestir,


revestir coloque o valor do ensaio do
isolamento sonoro de 44 dB fornecido pela KNAUF,
NAUF de acordo com a próxima figura.

CYPE
CYPEVAC 3D
132
Manual do Utilizador

Fig. 3.246

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.247

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Seleccione a parede Tipo 3:


3: P. divisória de placas de gesso.
gesso

CYPE
CYPEVAC 3D
133
Manual do Utilizador

Fig. 3.248

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Desactivam-se as Capturas para máscaras.


máscaras

• Seleccione a opção O elemento situa-


situa-se centrado sobre a linha introduzida.
introduzida

Fig. 3.249

• Active o Ortogonal.
Ortogonal

• Prima com o para introduzir as paredes com algum rigor, desde que se respeite a arquitectura,
conforme a figura seguinte.

• Prima sempre com o para terminar a introdução.

CYPE
CYPEVAC 3D
134
Manual do Utilizador

Fig. 3.250

Procede-se agora à introdução das aberturas.

• Prima Elementos> Aberturas> Caixilharia exterior e abertura envidraçada.


envidraçada

• Active a opção Caixilharia e Acessórios.


Acessórios

Fig. 3.251

• Em Acessórios prima em .

• Prima em Novo.
Novo

• Coloque a Referência,
Referência active Protecção exterior e a Caixa de estore com isolamento,
isolamento de acordo com a
imagem seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
135
Manual do Utilizador

Fig. 3.252

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

• Coloque as dimensões da Altura da janela e Altura ao parapeito de acordo com a figura seguinte.

Fig. 3.253

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
136
Manual do Utilizador

• Active as Capturas para máscaras Extremo e Intersecção.


Intersecção

• Introduza as janelas de acordo com as figuras seguintes. Prima com o para introduzir os extremos
de cada janela.

Fig. 3.254

Fig. 3.255

Fig. 3.256

Fig. 3.257

CYPE
CYPEVAC 3D
137
Manual do Utilizador

Fig. 3.258

Fig. 3.259

Fig. 3.260

CYPE
CYPEVAC 3D
138
Manual do Utilizador

Fig. 3.261

Fig. 3.262

Fig. 3.263

CYPE
CYPEVAC 3D
139
Manual do Utilizador

• Prima com o para que se possa alterar Altura da janela e Altura ao parapeito da janela.

Fig. 3.264

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Introduza as janelas de acordo com as figuras seguintes. Prima com o para introduzir os extremos
de cada janela.

Fig. 3.265

CYPE
CYPEVAC 3D
140
Manual do Utilizador

Fig. 3.266

Fig. 3.267

Fig. 3.268

Fig. 3.269

CYPE
CYPEVAC 3D
141
Manual do Utilizador

Fig. 3.270

Fig. 3.271

Fig. 3.272

Fig. 3.273

CYPE
CYPEVAC 3D
142
Manual do Utilizador

Fig. 3.274

Fig. 3.275

Fig. 3.276

• Prima com o para que se possa alterar Altura da janela e Altura ao parapeito da janela.

CYPE
CYPEVAC 3D
143
Manual do Utilizador

Fig. 3.277

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Introduza as janelas de acordo com as figuras seguintes. Prima com o para introduzir os extremos
de cada janela.

Fig. 3.278

CYPE
CYPEVAC 3D
144
Manual do Utilizador

Fig. 3.279

Fig. 3.280

Fig. 3.281

• Prima com o para que se possa alterar Altura da janela e Altura ao parapeito da janela.

CYPE
CYPEVAC 3D
145
Manual do Utilizador

Fig. 3.282

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Introduza as janelas de acordo com as figuras seguintes. Prima com o para introduzir os extremos
de cada janela.

CYPE
CYPEVAC 3D
146
Manual do Utilizador

Fig. 3.284
Fig. 3.283

Fig. 3.286
Fig. 3.285

Passa-se à introdução das portas.

• Prima em Elementos> Aberturas> Porta.


Porta

• Seleccione a opção Tipo 1: Porta corta-


corta-fogos, de aço galvanizado.
galvanizado Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.287

• Active as Capturas para máscaras Extremo e Intersecção.


Intersecção

CYPE
CYPEVAC 3D
147
Manual do Utilizador

• Prima com o para introduzir os extremos da porta de acesso à caixa de escadas.

Fig. 3.288

• Prima com o para que surja a janela Porta.


Porta

É necessário criar a porta blindada correspondente à porta de entrada para cada habitação.

• Prima em Editar a lista de tipos disponíveis.


disponíveis

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços).


Preços)

• Seleccione Porta exterior, blindada e prima em Editar.


Editar

Fig. 3.289

• Mantenha os dados por defeito, prima Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
148
Manual do Utilizador

Fig. 3.290

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

• Seleccione a porta Tipo 4: Porta exterior, blindada e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.291

• Prima com o para introduzir os extremos de cada porta.

Fig. 3.292

CYPE
CYPEVAC 3D
149
Manual do Utilizador

Fig. 3.293

• Prima com o para que surja a janela Porta.


Porta

Procede-se à introdução das portas interiores da habitação de acesso entre compartimentos.

• Seleccione o Tipo 3: Porta interior, de madeira e prima Aceitar.


Aceitar

• Prima com o para introduzir os extremos de cada porta no interior das habitações.

• Prima com o para terminar a introdução, o aspecto final será de acordo com a imagem seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
150
Manual do Utilizador

Fig. 3.294

Procede-se à introdução das lajes.

• Prima em Elementos>
Elementos> Lajes> Laje entre pisos.
pisos

• Com a Laje de vigotas seleccionada. Prima Aceitar.


Aceitar

• Prima com o para introduzir o contorno da laje. Prima com o para terminar a introdução. As
figuras seguintes mostram o contorno definido.

CYPE
CYPEVAC 3D
151
Manual do Utilizador

Fig. 3.295

Fig. 3.296

Introduzem-se as lajes referentes às varandas, repetindo o procedimento anterior. As figuras seguintes


mostram os limites de cada laje.

• Active as Capturas para máscaras Extremo e Intersecção.


Intersecção

CYPE
CYPEVAC 3D
152
Manual do Utilizador

Fig. 3.297

Fig. 3.298

Fig. 3.299

Fig. 3.300

Pretende-se introduzir a laje relativa ao pequeno avançado que existe.

• Prima com o para que surja a janela relativa à Laje entre pisos.
pisos

• Active a opção Paramento inferior exposto à intempérie.


intempérie Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
153
Manual do Utilizador

Fig. 3.301

• Prima com o para introduzir o contorno da laje. Prima com o para terminar a introdução. As
figuras seguintes mostram o contorno definido.

CYPE
CYPEVAC 3D
154
Manual do Utilizador

Fig. 3.302

Fig. 3.303

Fig. 3.304

O objectivo agora é introduzir a pequena cobertura plana.

• Prima em Elementos> Lajes> Plana.


Plana

CYPE
CYPEVAC 3D
155
Manual do Utilizador

Fig. 3.305

• Prima em .

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços)


Preços).

• Prima sobre Cobertura plana acessível não ventilada.


ventilada

Fig. 3.306

• Prima em Editar.
Editar

• Mantenha os dados por defeito.

CYPE
CYPEVAC 3D
156
Manual do Utilizador

Fig. 3.307

• Prima Aceitar até ao ambiente de trabalho do programa.

CYPE
CYPEVAC 3D
157
Manual do Utilizador

Fig. 3.308

• Prima com o para introduzir o contorno da laje. Prima com o para terminar a introdução. As
figuras seguintes mostram o contorno definido.

Fig. 3.309

CYPE
CYPEVAC 3D
158
Manual do Utilizador

Fig. 3.310

Passa-se à definição dos compartimentos.

• Prima Compartimentos> Novo.


Novo Defina o compartimento conforme as figuras seguintes.

Fig. 3.311

• Prima em Seguinte para avançar.

CYPE
CYPEVAC 3D
159
Manual do Utilizador

Fig. 3.312

• Prima em Seguinte para avançar.

Fig. 3.313

CYPE
CYPEVAC 3D
160
Manual do Utilizador

• No Pavimento prima em Lista de tipos disponíveis.


disponíveis

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços).


Preços)

• Prima em De madeira e posteriormente prima em Editar.


Editar

Fig. 3.314

• Mantém os dados por defeito. Prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.315

• Prima duplamente em Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
161
Manual do Utilizador

• Seleccione o pavimento Tipo 2: Soalho tradicional sobre ripas.


ripas

Fig. 3.316

• Na Base de pavimentação prima em .

• Prima em Novo (obter do Gerador de Preços).


Preços)

• Seleccione Pavimento flutuante e posteriormente prima em Editar.


Editar

Fig. 3.317

• No separador Isolamento,
Isolamento prima sobre a casa comercial Danosa.
Danosa Todos os outros dados mantêm-se
por defeito.

CYPE
CYPEVAC 3D
162
Manual do Utilizador

Fig. 3.318

• Prima Aceitar até voltar à janela Novo compartimento.


compartimento

CYPE
CYPEVAC 3D
163
Manual do Utilizador

Fig. 3.319

• Prima em Seguinte para avançar.

• Seleccione o tecto Tipo 2: Tecto suspenso contínuo.


contínuo

CYPE
CYPEVAC 3D
164
Manual do Utilizador

Fig. 3.320

• Prima Terminar.
Terminar

• Prima com o sobre o interior dos compartimentos quarto e introduzem-se as referências como
Quarto 1,
1 Quarto 2,
2 Quarto 3,
3 etc… conforme as figuras seguintes. Prima Aceitar entre a introdução dos
compartimentos.

Fig. 3.321

CYPE
CYPEVAC 3D
165
Manual do Utilizador

Fig. 3.322

Fig. 3.323

Fig. 3.324

Fig. 3.325

CYPE
CYPEVAC 3D
166
Manual do Utilizador

Fig. 3.326

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

Fig. 3.327

• Seleccione Salão / Sala de jantar na janela Descrição e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.328

• Prima sobre o interior dos compartimentos sala comum e coloque como referências Sala 1 e Sala 2.
2
Prima Aceitar entre a introdução dos compartimentos.

CYPE
CYPEVAC 3D
167
Manual do Utilizador

Fig. 3.329

Fig. 3.330

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

• Seleccione Corredor / Hall e prima Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
168
Manual do Utilizador

Fig. 3.331

• Prima sobre o interior dos compartimentos hall e coloque como referências Hall 1 e Hall 2.
2 Prima Aceitar
entre a introdução dos compartimentos.

Fig. 3.332

Fig. 3.333

• Prima sobre o interior dos compartimentos corredor e coloque como referências Corredor 1 e Corredor
2. Prima Aceitar entre a introdução dos compartimentos.

CYPE
CYPEVAC 3D
169
Manual do Utilizador

Fig. 3.334

Fig. 3.335

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

• Seleccione Cozinha e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.336

• Prima novamente com o e seleccione Pavimento.


Pavimento

• Em Pavimento prima em Lista de tipos disponíveis.


disponíveis

CYPE
CYPEVAC 3D
170
Manual do Utilizador

Fig. 3.337

• Prima em Novo (obter do Gerador de preços).


preços)

• Seleccione Grés e prima em Editar.


Editar

Fig. 3.338

• Seleccione Pavimento com revestimento de mosaicos cerâmicos colocados com cola e prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.339

• Prima duplamente Aceitar.


Aceitar

• Seleccione o pavimento Tipo 3: Pavimento com revestimento de mosaicos cerâmicos colocados com
cola e prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
171
Manual do Utilizador

Fig. 3.340

• Prima sobre o interior dos compartimentos cozinha e coloque como referências Cozinha 1 e Cozinha 2.
2
Prima Aceitar entre a introdução dos compartimentos.

Fig. 3.341

CYPE
CYPEVAC 3D
172
Manual do Utilizador

Fig. 3.342

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

• Seleccione Casa de banho / WC e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.343

• Prima sobre o interior dos compartimentos banho e coloque como referências Banho 1, Banho 2 e etc…
Prima Aceitar entre a introdução dos compartimentos.

CYPE
CYPEVAC 3D
173
Manual do Utilizador

Fig. 3.344

Fig. 3.345

Fig. 3.346

CYPE
CYPEVAC 3D
174
Manual do Utilizador

Fig. 3.347

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

• Seleccione Escadas e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.348

• Prima sobre o interior do compartimento caixa escadas e coloque como referência Escadas 1. Prima
Aceitar para finalizar a introdução do compartimento.

CYPE
CYPEVAC 3D
175
Manual do Utilizador

Fig. 3.349

• Prima com o e seleccione Descrição.


Descrição

• Seleccione Zona de circulação e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.350

• Prima sobre o interior do compartimento hall comum e coloque como referência Hall comum 1. Prima
Aceitar para finalizar a introdução do compartimento.

CYPE
CYPEVAC 3D
176
Manual do Utilizador

Fig. 3.351

• Prima Obra>
Obra> Vistas 3D e Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.352

CYPE
CYPEVAC 3D
177
Manual do Utilizador

3.3.4. Introdução de dados no Piso 2

• Prima para subir de grupo.

Como os dados a introduzir são os mesmos dados introduzidos no Piso 1, então copiam-se esses mesmos
dados.

• Prima Obra>
Obra> Copiar grupo.
grupo

• Seleccione o grupo Piso 1 e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.353

Após terem-se copiado os dados do Piso 1, é necessário executar algumas alterações.

• Prima Elementos> Lajes>


Lajes> Editar.
Editar

• Prima com o sobre a laje presente na imagem seguinte.

Fig. 3.354

• Desactive a opção Paramento inferior sujeito à intempérie.


intempérie

CYPE
CYPEVAC 3D
178
Manual do Utilizador

Fig. 3.355

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Repita o procedimento anterior agora para a outra laje indicada na figura seguinte, desactivando a
opção Paramento inferior sujeito à intempérie.
intempérie

Fig. 3.356

Por último, com o objectivo de facilitar a identificação dos compartimentos emissor e receptor, em termos de
localização em planta, pretende-se assim alterar a referência dos mesmos.

• Prima em Compartimentos> Referência.


Referência

• Prima sobre Quarto 1 e altere para Quarto 7 e assim sucessivamente, ou seja, o objectivo é que
nenhuma referência do Piso 2 seja igual a uma referência do Piso 1.

CYPE
CYPEVAC 3D
179
Manual do Utilizador

Fig. 3.357

Fig. 3.358

CYPE
CYPEVAC 3D
180
Manual do Utilizador

Fig. 3.359

Fig. 3.360

CYPE
CYPEVAC 3D
181
Manual do Utilizador

3.3.5. Introdução de dados no Desvão e Cobertura

• Prima para subir de grupo, de forma a situar-se no Desvão.


Desvão

Prossegue-se com a introdução da laje do piso Desvão.

• Prima em Elementos>
Elementos> Lajes> Laje entre pisos.
pisos

• Com a laje seleccionada Tipo 1: Laje de vigotas,


vigotas e sem a opção activa Paramento inferior exposto à
intempérie,
intempérie prima Aceitar.
Aceitar

• Active as Capturas para máscaras Extremo e Intersecção sempre que seja necessário detectar a
máscara da arquitectura.

• Prima com o para introduzir o contorno da laje. Prima com o para terminar a introdução. As
figuras seguintes mostram o contorno definido.

Fig. 3.361

CYPE
CYPEVAC 3D
182
Manual do Utilizador

Fig. 3.362

• Prima com o para que surja a janela relativa à Laje entre pisos.
pisos

• Active a opção Paramento inferior exposto à intempérie.


intempérie Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima com o para introduzir o contorno da laje. Prima com o para terminar a introdução. As
figuras seguintes mostram o contorno definido.

Fig. 3.363

O objectivo agora é introduzir as pequenas coberturas planas.

• Prima em Elementos> Lajes> Plana.


Plana

CYPE
CYPEVAC 3D
183
Manual do Utilizador

Fig. 3.364

• Com as opções seleccionadas da figura anterior prima Aceitar.


Aceitar

• Prima com o para introduzir o contorno da laje. Prima com o para terminar a introdução. As
figuras seguintes mostram o contorno definido.

Fig. 3.365

Fig. 3.366

CYPE
CYPEVAC 3D
184
Manual do Utilizador

Fig. 3.367

Antes de se introduzir o compartimento é necessário introduzir a cobertura inclinada. Dessa forma a


cobertura inclinada irá delimitar o futuro compartimento Desvão.

• Prima para subir de grupo, de forma a situar-se na Cobertura.


Cobertura

• Prima em Elementos> Lajes> Inclinada.


Inclinada

CYPE
CYPEVAC 3D
185
Manual do Utilizador

Fig. 3.368

• Em Revestimento exterior prima em .

• Prima em Novo.
Novo

• Coloque como Referência e Descrição, Telha cerâmica.


cerâmica

• Prima em Adicionar novo elemento à lista.


lista

• Prima em Materiais (ITE 50),


50) seleccione Pedras e Material cerâmico.
cerâmico

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Altere a referência do material de acordo com a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
186
Manual do Utilizador

Fig. 3.369

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.370

• Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
187
Manual do Utilizador

Fig. 3.371

• Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.372

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Active as Capturas para máscaras Extremo e Intersecção.


Intersecção Desactive o Ortogonal.
Ortogonal

CYPE
CYPEVAC 3D
188
Manual do Utilizador

• Prima com o para introduzir os contornos de cada água da cobertura. Prima com o para
terminar a introdução. As figuras seguintes mostram os contornos definidos.

Fig. 3.373

Fig. 3.374

CYPE
CYPEVAC 3D
189
Manual do Utilizador

Fig. 3.375

Fig. 3.376

Após a introdução das lajes de cobertura é necessário proceder à atribuição dos planos inclinados.

• Prima em Elementos> Lajes> Introduzir desníveis nas


nas coberturas.
coberturas

• Coloque o cursor de acordo com a figura seguinte e prima com o para introduzir o valor do
desnível.

CYPE
CYPEVAC 3D
190
Manual do Utilizador

Fig. 3.377

• Seleccione a opção Desnível introduzido,


introduzido introduz-se um desnível de valor -2.60 m e prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.378

• Prima agora na outra extremidade, de acordo com a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
191
Manual do Utilizador

Fig. 3.379

• Seleccione a opção Desnível introduzido,


introduzido introduz-se um desnível de valor -2.60 m e prima Aceitar.
Aceitar

A outra extremidade ficará com o desnível de valor 0 m.

• Repita o mesmo procedimento para as restantes águas, conforme se indicam nas seguintes figuras.

Fig. 3.380

CYPE
CYPEVAC 3D
192
Manual do Utilizador

Fig. 3.381

Fig. 3.382

CYPE
CYPEVAC 3D
193
Manual do Utilizador

Fig. 3.383

Fig. 3.384

CYPE
CYPEVAC 3D
194
Manual do Utilizador

Fig. 3.385

O aspecto final será igual ao da figura seguinte.

Fig. 3.386

• Prima para descer de grupo, de forma a situar-se no Desvão.


Desvão

Passa-se à definição do compartimento Desvão.

• Prima Compartimentos> Novo.


Novo Defina o compartimento conforme as figuras seguintes.

CYPE
CYPEVAC 3D
195
Manual do Utilizador

Fig. 3.387

• Prima em Seguinte para avançar.

CYPE
CYPEVAC 3D
196
Manual do Utilizador

Fig. 3.388

• Prima em Seguinte para avançar.

• Seleccione o pavimento Tipo 1: Pavimento com revestimento de mosaicos cerâmicos… e desactive a


opção Base de pavimentação.
pavimentação

CYPE
CYPEVAC 3D
197
Manual do Utilizador

Fig. 3.389

• Prima em Seguinte para avançar.

• Seleccione o tecto Tipo 1: Contínuo.


Contínuo

CYPE
CYPEVAC 3D
198
Manual do Utilizador

Fig. 3.390

• Prima Terminar.
Terminar

• Prima com o sobre o interior do compartimento desvão e introduz-se como referência Desvão,
Desvão
conforme a figura seguinte. Prima Aceitar
Aceitar.
ar

CYPE
CYPEVAC 3D
199
Manual do Utilizador

Fig. 3.391

Pretende-se introduzir agora um equipamento, neste caso uma bomba com uma potência sonora de 80 dB
(A).

• Prima em Instalação>
Instalação> Equipamento sonoro.
sonoro

• Coloque uma potência sonora de 80 dB (A) e seleccione um funcionamento Intermitente.


Intermitente Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.392

• Posicione o cursor no centro do compartimento Desvão,


Desvão de acordo com a figura seguinte e prima com o

CYPE
CYPEVAC 3D
200
Manual do Utilizador

Fig. 3.393

• Prima Instalação>
Instalação> Editar.
Editar

• Prima sobre o equipamento com o e coloque como referência Bomba.


Bomba Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.394

• Prima em Obra> Vistas 3D.


3D Prima Aceitar.
Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
201
Manual do Utilizador

Fig. 3.395

3.3.6. Unidades de utilização

É necessário identificar as diversas unidades de utilização.

• Prima em e seleccione Piso 0.


0 Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima Unidades de utilização> Atribuir a compartimentos.


compartimentos

• Coloque como referência Loja A e seleccione Local comercial.


comercial Prima Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.396

• Prima com o sobre os compartimentos Loja A e WC A,


A conforme a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
202
Manual do Utilizador

Fig. 3.397

• Prima duas vezes com o , uma para terminar a introdução e outra para que volte a surgir a janela
Unidades de utilização.

• Coloque como referência Loja B e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.398

• Prima com o sobre os compartimentos Loja B e WC B, conforme a figura seguinte.

CYPE
CYPEVAC 3D
203
Manual do Utilizador

Fig. 3.399

As duas unidades de utilização ficam com os respectivos compartimentos preenchidos com uma
determinada cor.

• Prima uma vez com o para terminar a introdução.

• Prima em Subir de grupo.


grupo

• Coloque como referência Fracção A e seleccione Habitação.


Habitação. Prima Aceitar.
Aceitar

• No piso 1, seleccione os compartimentos pertencentes à habitação da esquerda.

Fig. 3.400

CYPE
CYPEVAC 3D
204
Manual do Utilizador

Fig. 3.401

• Prima duas vezes com o .

• Coloque como referência Fracção B e prima Aceitar.


Aceitar

• Seleccione os compartimentos pertencentes à habitação da direita.

CYPE
CYPEVAC 3D
205
Manual do Utilizador

Fig. 3.402

• Prima uma vez com o para terminar a introdução.

• Prima em Subir de grupo.


grupo

• Coloque como referência Fracção C e prima Aceitar.


Aceitar

• No piso 2, seleccione os compartimentos pertencentes à habitação da esquerda.

CYPE
CYPEVAC 3D
206
Manual do Utilizador

Fig. 3.403

• Prima duas vezes com o .

• Coloque como referência Fracção D e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.404

• Seleccione os compartimentos pertencentes à habitação da direita.

CYPE
CYPEVAC 3D
207
Manual do Utilizador

Fig. 3.405

• Prima duas vezes com o e prima em Cancelar na janela Unidades de utilização para terminar a
introdução.

CYPE
CYPEVAC 3D
208
Manual do Utilizador

3.3.7. Cálculo, Resultados, Listagens e Desenhos

Antes de se iniciar o cálculo é necessário definir algumas opções de cálculo.

• Prima em Obra>
Obra> Dados gerais.
gerais

Fig. 3.406

A janela Dados gerais possibilita ao utilizador definir as opções relativas ao cálculo e opções relativas à
listagem Estudo acústico do edifício.

• Para este exemplo mantenha os dados por defeito e prima Aceitar.


Aceitar

Prossegue-se com o cálculo.

• Prima em Resultados>
Resultados> Calcular.
Calcular

Se surgir alguma mensagem de erro de cálculo . Deverá ler com atenção, no sentido de resolver o erro.

Caso não surja nenhuma mensagem de erro, a obra está calculada.

No entanto podem surgir mensagens de aviso . Colocando o cursor sobre um símbolo do aviso pode
ler-se a mensagem.

CYPE
CYPEVAC 3D
209
Manual do Utilizador

Fig. 3.407

Neste exemplo, no final do cálculo, surgem alguns avisos. Um dos avisos está relacionado com a falta de
conhecimento do isolamento da porta e o programa assume um valor de 25 dB, o outro aviso está
relacionado com a falta de informação sobre os coeficientes de absorção sonora da porta, no qual o
programa considera um coeficiente de absorção médio de 0.01. Estes dois avisos permitem indicar ao
utilizador que eram necessários determinados valores e que na falta deles o programa considerou, por
defeito,valores desfavoráveis.

Caso se conheça os valores reais que estão em falta ou no caso de se pretender introduzir os valores
estimados pelo programa, essa introdução é possível.

• Prima em Elementos> Aberturas> Porta.


Porta

• Prima em Editar lista de tipos disponíveis.


disponíveis

Fig. 3.408

Na porta corta-fogo é necessário especificar os coeficientes de absorção sonora.

• Prima em na coluna Descrição correspondente à linha da Porta corta-


corta-fogo.
fogo Ao premir surge uma
mensagem.

CYPE
CYPEVAC 3D
210
Manual do Utilizador

Fig. 3.409

Ao passarmos para uma descrição editável perderá toda a informação relativa ao Gerador de Preços, daí
que se pretender efectuar a geração do orçamento desta obra, essa informação não surgirá. Como neste
exemplo o que se pretende é demonstrar como introduzir os valores em falta, vai-se passar para uma
descrição editável.

• Prima Sim.
Sim

• Active a opção Coeficientes de absorção sonora e coloque para todas as frequências 0.01.
.01 Prima
Aceitar.
Aceitar

Fig. 3.410

• Prima em na coluna Editar correspondente à linha do Portão


Portão da garagem.
garagem

• Active os Coeficientes de absorção sonora de 0.01.


0.01

Fig. 3.411

• Prima em na coluna Descrição correspondente à linha da Porta interior, de madeira.


madeira

• Na mensagem que surge prima Sim.


Sim

• Neste caso coloca-se o Isolamento acústico de 25 dB e os Coeficientes de absorção sonora de 0.01.


0.01

CYPE
CYPEVAC 3D
211
Manual do Utilizador

Fig. 3.412

• Prima Aceitar.
Aceitar

• Prima em na coluna Descrição correspondente à linha da Porta exterior, blindada.


blindada

• Na mensagem que surge prima Sim.


Sim

• Neste caso coloca-se o Isolamento acústico de 25 dB e os Coeficientes de absorção sonora de 0.01.


0.01

Fig. 3.413

• Prima Aceitar
Aceitar até voltar ao ambiente de trabalho.

• Prima Resultados> Calcular.


Calcular

Terminado o cálculo e independentemente de existir ou não avisos, pode assim colocar o cursor sobre
qualquer compartimento, e o programa mostrará informação sobre o cálculo efectuado relativo a esse
compartimento.

CYPE
CYPEVAC 3D
212
Manual do Utilizador

Fig. 3.414

• Prima com o sobre qualquer compartimento, de forma a visualizar o cálculo detalhado relativo a
esse compartimento. Pode premir nos diversos separadores inferiores (Listagens, Som aéreo interior,
Som aéreo exterior e Nível de avaliação).

Fig. 3.415

CYPE
CYPEVAC 3D
213
Manual do Utilizador

Este tipo de listagem pode ser impressa directamente para um periférico, ou exportada para ficheiro (TXT,
HTML, PDF, RTF e DOCX).

• Para visualizar as transmissões marginais identificadas pelo programa durante o cálculo, prima em
Resultados>
Resultados> Visualização de transmissões acústicas indirectas.
indirectas

Fig. 3.416

• Em Resultados>
Resultados> Resumo do orçamento por capítulos,
capítulos surge a possibilidade de se visualizar o
orçamento desta obra. O programa gera este orçamento somente em função dos elementos
introduzidos a partir do Gerador de Preços.

Fig. 3.417

• Relativamente às listagens do programa prima em Arquivo> Imprimir> Listagens da obra ou no ícone


Listagens da obra.
obra

• Seleccione Estudo acústico do edifício e prima Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
214
Manual do Utilizador

Fig. 3.418

É apresentado pelo programa uma listagem completa relativa às verificações mais desfavoráveis e
respectivo cálculo detalhado, para além disso são apresentadas informações sobre o cálculo do tempo de
reverberação e o nível de avaliação sonora proveniente do equipamento introduzido no edifício.

Este tipo de listagem pode ser impressa directamente para um periférico, ou exportada para ficheiro (TXT,
HTML, PDF, RTF e DOCX).

Fig. 3.419

• Encerre a janela, seleccione a listagem Descrição de materiais e elementos construtivos e prima Aceitar.
Aceitar

Esta listagem apresenta todos os elementos construtivos (muros, paredes, lajes, portas, janelas e
clarabóias) que foram introduzidos no edifício.

Este tipo de listagem pode ser impressa directamente para um periférico, ou exportada para ficheiro (TXT,
HTML, PDF, RTF e DOCX).

CYPE
CYPEVAC 3D
215
Manual do Utilizador

Fig. 3.420

• Encerre a janela e prima Cancelar.


Cancelar

• Relativamente aos desenhos do programa prima em Arquivo> Imprimir> Desenhos da obra ou no ícone

Desenhos da obra.
obra

• Na janela Selecção de desenhos, prima em Adicionar novo elemento à lista.


lista

Fig. 3.421

CYPE
CYPEVAC 3D
216
Manual do Utilizador

Fig. 3.422

• Na janela Edição do desenho, o programa permite seleccionar as plantas que se pretende desenhar, a
respectiva escala, bem como seleccionar ou não as referências. Mantenha os dados por defeito e prima
Aceitar.
Aceitar

• Seleccione o periférico DWG e prima Aceitar.


Aceitar

Fig. 3.423

CYPE
CYPEVAC 3D
217
Manual do Utilizador

Fig. 3.424

• Prima em Desenhos>
Desenhos> Pormenorizar todos os desenhos ou no ícone Pormenorizar todos os
desenhos..
desenhos

Poderá visualizar os desenhos, nos quais estão indicadas as verificações mais desfavoráveis relativas aos
sons aéreos.

• Prima em Folhas> Imprimir> Imprimir todos ou no ícone Imprimir todos.


todos

A janela Nomes de ficheiros permite ao utilizador especificar uma directoria para a criação dos ficheiros
DWG, como também permite gerar um desenho por ficheiro ou todos os desenhos num único ficheiro, e
especificar o seu nome.

Fig. 3.425

Para gerar o ficheiro DWG basta premir em Aceitar.


Aceitar

CYPE
CYPEVAC 3D
218
Manual do Utilizador

4. Massas volúmicas aparentes


Massa volúmica
Materiais
(kg/m3)

Gesso

Estuque projectado ou de massa 1200


volúmica elevada

Placas de gesso cartonado 875

Alvenarias e Cantarias

De tijolo furado vulgar 1450

De tijolo furado leve 1200

De tijolo maciço leve 1600

De tijolo maciço pesado 1800

De blocos furados de betão leves 1300

De blocos de betão pesados 1600

De blocos furados de betão de jorra 750


(escória de carvão)

De blocos maciços de betão de jorra 1400


(escória de carvão)

Cantaria de granito 2800

Madeiras

Carvalho 750

Faia 730

Freixo 760

Nogueira 650

Produtos diversos

Argamassa de cimento 2100

Argamassa de gesso 1200

Aglomerado negro de cortiça 140

Azulejos 1600

Lã de vidro 120

Poliestireno expandido 25

Poliestireno extrudido 32

Poliuretano projectado 40

Vidro em chapa 2500

CYPE
CYPEVAC 3D
219
Manual do Utilizador

5. Coeficientes de absorção sonora


Coeficientes de absorção sonora para as
frequências indicadas, expressas em Hz.
Pavimentos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Betão armado com acabamento por betonilha afagada 0.02 0.02 0.02 0.05 0.05 0.05

Betão armado revestido com ladrilhos hidráulicos ou cerâmicos ou


0.01 0.01 0.01 0.01 0.02 0.02
mármore

Betão armado revestido com soalho sobre vigamento de madeira 0.15 0.20 0.10 0.10 0.10 0.10

Betão armado revestido com soalho sobre vigamento de madeira,


0.15 0.20 0.25 0.30 0.30 0.30
coberto com alcatifa delgada assente sobre feltro delgado

Pavimentos de madeira, “parquet” 0.12 0.10 0.06 0.05 0.05 0.06

Soalho assente em vigamento de madeira com função de estrutura


0.30 0.20 0.10 0.40 0.10 0.05
resistente

Segundo as Tabelas técnicas de 2003

Revestimento de alcatifa 0.20 0.30 0.40 0.50 0.60 0.60

Revestimento de madeira 0.10 0.10 0.10 0.10 0.10 0.10

Revestimento de mosaico ou pedra 0.01 0.01 0.02 0.02 0.03 0.03

Revestimento de plástico colado 0.05 0.05 0.10 0.10 0.10 0.10

Coeficientes de absorção sonora para as


frequências indicadas, expressas em Hz.
Paredes e Tectos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Betão (ou alvenaria de tijolo) rebocado e estucado 0.03 0.03 0.03 0.03 0.04 0.05

Alvenaria de blocos de betão, pintados 0.01 0.05 0.06 0.07 0.09 0.08

Betão ou alvenaria de tijolo revestidos com mármore ou ladrilhos 0.01 0.01 0.01 0.01 0.02 0.02

Alvenaria de tijolo à vista 0.15 0.04 0.02 0.04 0.05 0.05

Forro decorativo de estafe confinando caixa de ar de pequena


0.30 0.15 0.10 0.05 0.04 0.05
espessura

Segundo as Tabelas técnicas de 2003

Alvenaria de tijolo em tosco 0.03 0.03 0.03 0.03 0.04 0.05

Betão à vista 0.02 0.02 0.03 0.03 0.04 0.05

Estuque liso 0.02 0.02 0.03 0.03 0.03 0.03

Reboco de cimento liso 0.01 0.01 0.02 0.02 0.02 0.03

CYPE
CYPEVAC 3D
220
Manual do Utilizador

Coeficientes de absorção sonora para as


frequências indicadas, expressas em Hz.
Revestimentos de Paredes e Tectos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Placa de gesso (13 mm de espessura) assente sobre vigamento de


0.29 0.10 0.05 0.05 0.07 0.09
madeira

Ladrilhos vinílicos, de borracha, de linóleo, de aglomerado


0.02 0.03 0.03 0.03 0.03 0.02
composto de cortiça ou tacos de madeira

Alcatifa espessa (base rígida) 0.02 0.06 0.14 0.37 0.60 0.65

Alcatifa delgada (base de feltro delgado) 0.10 0.15 0.25 0.30 0.30 0.30

Alcatifa espessa (base de feltro) 0.07 0.20 0.25 0.50 0.60 0.65

Mantas de lã mineral de 2,5 cm de espessura, assentes sobre


0.15 0.35 0.65 0.80 0.85 0.85
alvenaria ou betão

Painéis de aglomerado simples de cortiça de 2,5 cm de espessura,


0.05 0.05 0.14 00.51 0.51 0.49
assentes sobre alvenaria ou betão

Painéis de espumas plásticas (poliuretano), com esp. de 2,5 cm 0.10 0.20 0.45 0.70 0.75 0.75

Segundo as Tabelas técnicas de 2003

Alcatifa de lã com forro, espessa 0.20 0.30 0.40 0.50 0.60 0.60

Alcatifa de plástico, espessa 0.10 0.20 0.25 0.30 0.30 0.30

Cortina de veludo espesso 0.50 0.50 0.70 0.90 0.90 0.90

Revestimento de azulejo 0.01 0.01 0.02 0.02 0.03 0.03

Tapeçaria ligeira 0.05 0.15 0.15 0.15 0.10 0.05

Coeficientes de absorção sonora para as


frequências indicadas, expressas em Hz.
Tectos Falsos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Argamassa armada, com pequena caixa de ar posterior 0.30 0.15 0.10 0.05 0.04 0.04

Forro de madeira em vigamento, com grande caixa de ar posterior 0.30 0.20 0.10 0.10 0.10 0.05

Painéis semi-rígidos de fibras minerais de 1,5 cm de espessura,


pintados e microperfurados, caixa de ar no tardoz de altura 0.45 0.60 0.67 0.75 0.80 0.72
superior a 10 cm

Painéis semi-rígidos de fibras minerais aglutinadas com


revestimentos anti-desagregantes diversos (esp. 2 cm), caixa de ar 0.40 0.65 0.65 0.75 0.85 0.85
no tardoz de altura superior a 10 cm

Idem, com esp. de 4 cm 0.40 0.55 0.65 0.90 0.90 0.90

Painéis metálicos perfurados (área aberta 25% da área total), com


0.37 0.66 0.75 0.85 0.85 0.77
manta de lã mineral de 2,5 cm de espessura aplicada no tardoz

CYPE
CYPEVAC 3D
221
Manual do Utilizador

Coeficientes de absorção sonora para as


frequências indicadas, expressas em Hz.
Diversos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Porta de madeira (maciça), pintada ou envernizada (4 cm de


0.12 0.10 0.09 0.08 0.04 0.04
espessura)

Porta com faces em contraplacado de 8 mm, com 4 cm de


0.25 0.22 0.17 0.09 0.06 0.06
espessura

Janela de vidro de dimensões correntes 0.35 0.25 0.18 0.12 0.05 0.02

Plano envidraçado de, pelo menos, 6 mm de espessura, com


0.18 0.06 0.04 0.03 0.02 0.02
funções de divisória

Abertura de insuflação ou exaustão de condutas de ventilação 0.16 0.20 0.30 0.35 0.29 0.21

Abertura de palco 0.25 a 0.40

Abertura de balcão 0.25 a 0.80

Vão aberto para o exterior 1.0

Espelho de água de uma piscina 0.01 0.01 0.01 0.01 0.02 0.03

Segundo as Tabelas técnicas de 2003

Envidraçado corrente 0.03 0.03 0.02 0.02 0.02 0.02

Coeficientes de absorção sonora para as


frequências indicadas, expressas em Hz.
Diversos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo o Livro “Acustica Arquitectonica y Urbanistica” dos autores J. LLinares, A. LLopis e J. Sancho

Cadeira pouco estofada 0.09 0.11 0.28 0.40 0.47 0.42

Cortiça 0.12 0.27 0.72 0.79 0.76 0.77

Blocos de betão 0.01 0.01 0.02 0.02 0.02 0.03

Linóleo 0.01 0.01 0.01 0.02 0.02 0.03

Reboco, cal-areia 0.04 0.05 0.06 0.08 0.04 0.06

Vidro 0.18 0.06 0.04 0.03 0.02 0.02

CYPE
CYPEVAC 3D
222
Manual do Utilizador

Área de absorção sonora equivalente de


objectos Aobj, por bandas de oitava
Objecto
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Cadeira de madeira simples 0.02 0.02 0.03 0.04 0.04 0.04

Cadeira de madeira estofada 0.10 0.20 0.25 0.30 0.35 0.35

Pessoa em grupo, sentada ou de pé (1 por cada m2) –


0.05 0.10 0.20 0.35 0.50 0.65
valor mínimo típico

Pessoa em grupo, sentada (1 por cada m2) – valor máximo


0.12 0.45 0.80 0.90 0.95 1.00
típico

Pessoa em grupo, de pé (1 por cada m2) – valor máximo


0.12 0.45 0.80 1.00 1.00 1.00
típico

Segundo as Tabelas técnicas de 2003

Cadeira de madeira simples, vazia 0.01 0.01 0.01 0.02 0.04 0.05

Cadeira de madeira simples, ocupada 0.17 0.36 0.47 0.52 0.50 0.46

Banco de igreja com almofada, vazio 0.09 0.14 0.16 0.16 0.15 0.13

Banco de igreja com almofada, ocupado 0.23 0.25 0.31 0.35 0.37 0.35

Carteira escolar, vazia 0.02 0.02 0.03 0.04 0.06 0.08

Carteira escolar, ocupada 0.18 0.24 0.28 0.33 0.37 0.39

Cadeira estofada de teatro, vazia 0.33 0.33 0.33 0.33 0.33 0.33

Cadeira estofada de teatro, ocupada 0.39 0.38 0.38 0.38 0.42 0.42

Cadeira almofadada, revestida a plástico, vazia 0.19 0.23 0.28 0.28 0.28 0.23

Cadeira almofadada, revestida a plástico, ocupada 0.25 0.29 0.33 0.40 0.43 0.42

Coeficiente de absorção sonora αs, por


bandas de oitava
Grupos de Objectos
125 250 500 1000 2000 4000

Segundo a EN12354-
EN12354-6

Cadeiras de madeira ou plástico, em fila: 0.9 m – 1.2 m 0.06 0.08 0.10 0.12 0.14 0.16

Cadeiras estofadas, em fila: 0.9 m – 1.2 m (valores


0.10 0.20 0.30 0.40 0.50 0.50
mínimos típicos)

Cadeiras estofadas, em fila: 0.9 m – 1.2 m (valores


0.50 0.70 0.80 0.90 1.00 1.00
máximos típicos)

Pessoas sentadas, em fila: 0.9 m -1.2 m (valores mínimos


0.20 0.40 0.50 0.60 0.70 0.70
típicos)

Pessoas sentadas, em fila: 0.9 m -1.2 m (valores máximos


0.60 0.70 0.80 0.90 0.90 0.90
típicos)

CYPE
CYPEVAC 3D
223
Manual do Utilizador

6. Bibliografia
CEN: Comité Européen de Normalisation – Building Acoustics. Estimation of acoustic performance of
buildings from the performance of elements. Part 1: Airborne sound insulation between rooms. EN ISO
Standard 12354-1, 2000.

CEN: Comité Européen de Normalisation – Building Acoustics. Estimation of acoustic performance of


buildings from the performance of elements. Part 2: Impact sound insulation between rooms. EN ISO
Standard 12354-2, 2000.

CEN: Comité Européen de Normalisation – Building Acoustics. Estimation of acoustic performance of


buildings from the performance of elements. Part 3: Airborne sound insulation against outdoor sound. EN ISO
Standard 12354-3, 2000.

CEN: Comité Européen de Normalisation – Building Acoustics. Estimation of acoustic performance of


buildings from the performance of elements. Part 4: Transmission of indoor sound to the outside. EN ISO
Standard 12354-4, 2000.

PORTUGAL. Leis, decretos-lei, etc. – Regulamento Geral sobre o Ruído (RGR). Decreto-Lei nº9/2007 de 17
de Janeiro.

PORTUGAL. Leis, decretos-lei, etc. – Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios (RRAE). Decreto-
Lei nº96/2008, de 9 de Junho.

PATRÍCIO, J.V. – Acústica nos edifícios. Lisboa, 2008.

INSTITUTO EDUARDO TORROJA - Catálogo de Elementos Constructivos del CTE, Mayo 2008.

MARTINS DA SILVA, P. – Acústica de edifícios. Lisboa, LNEC, 1978. Informação Técnica de Edifícios ITE 8.

PATRÍCIO, J.V. – Isolamento sonoro a sons aéreos e de percussão. Metodologias de caracterização. Lisboa,
LNEC, 1999, Informação Técnica de Edifícios ITE 45.

J.S. BRAZÃO FARINHA, M. BRAZÃO FARINHA, J.P. BRAZÃO FARINHA, A. CORREIA DOS REIS. – Tabelas
técnicas. Lisboa 2003.

J. LLINARES, A. LLOPIS, J. SANCHO – ACUSTICA ARQUITECTONICA Y URBANISTICA – Universidad


Politecnica de Valencia.

CYPE