Vous êtes sur la page 1sur 19

A Tectnica de Placas e a distribuio das espcies

Prof. Ana Rita Rainho

J pensaste que
H espcies que s existem numa parte especfica do mundo e h espcies que existem em continentes muito afastados.

Porqu?

Espcies semelhantes em continentes afastados

Loxodonta africana

Elefante Africano

Elephas maximus

Elefante Asitico

Ema Rhea americana (Amrica do Sul)

Avestruz - Struthio camelus (frica)

Jaguar Panthera onca (Brazil)

Leopardo Panthera pardus (frica)

Como?
As espcies aparecem num nico stio, espalhando-se depois.
Quando as espcies apareceram, os continentes ainda no se tinham separado.

Quando os continentes se separaram, as espcies separaram-se tambm.

Um caso especial e uma exceo regra:

Mas h espcies que s existem na Austrlia


Os marsupiais so mamferos, mas as suas crias tm parte do seu desenvolvimento dentro de uma bolsa da me.

Canguru Macropus giganteus

Wombat Vombatus ursinus

(Phascolarctos cinereus)

Koala

Numbat Myrmecobius fasciatus

(Petaurus breviceps)

Possum planador

(Sarcophilus harrisii)

Diabo da Tasmnia

Como?
A Austrlia foi dos primeiros continentes a separar-se da Pangea.
Nessa altura os Marsupiais eram dominantes na Austrlia Quando os mamferos evoluram no resto da Pangea, a Austrlia j estava separada.

Por isso os marsupiais nunca evoluram na Austrlia como no resto do continente.

Os marsupiais e os mamferos
Os marsupiais so uma forma mais primitiva de mamferos, que completam parte do seu desenvolvimento embrionrio fora do corpo da me, numa bolsa especial. Os mamferos atuais apareceram por evoluo de grupos de mamferos marsupiais, que acabaram por desaparecer.

Concluso
As espcies que apareceram antes de os continentes se terem separado foram tambm separadas. As espcies que apareceram depois de os continentes se terem separado no se chegaram a desenvolver em todo o lado.

Por isso existem em continentes que hoje se encontram muito afastados.

Por isso s existem no local onde apareceram


(como os marsupiais da Austrlia).

E assim se explica porque que algumas espcies existem em stios to diferentes e outras s em alguns continentes.

Mais material disponvel em: www.espacociencias.com