Vous êtes sur la page 1sur 5
Projecto “Na Companhia dos Livros” Estudo Acompanhado / BE/CRE 3.º Ciclo (7.º/8.º Anos) A leitura

Projecto “Na Companhia dos Livros”

Estudo Acompanhado / BE/CRE 3.º Ciclo (7.º/8.º Anos)

A leitura é um pilar determinante do desenvolvimento pessoal. O raciocínio lógico, a compreensão do mundo e de si próprio, bem como a aquisição da informação em todas as áreas do conhecimento assentam num bom domínio da leitura. Os momentos destinados a ouvir ler em voz alta, a ler em conjunto, a comentar o que se leu, nunca devem ser entendidos como tempo roubado ao cumprimento dos programas. Devem sim considerar-se tempo ganho, tempo que enriquece os alunos e os prepara para atingirem mais facilmente os níveis de aprendizagem definidos em qualquer programa.

Objectivos:

Introduzir a leitura no quotidiano.

Promover o gosto pela leitura, lendo com os alunos, na sala de aula, com a preocupação central de os cativar.

Reforçar práticas de leitura recreativa por oposição à leitura instrumental.

Metodologia (Recomendações gerais)

Considerar as características da turma para iniciar o projecto lendo um livro que interesse à maioria dos alunos.

Resistir à tentação de utilizar os livros destinados a fomentar o prazer de ler para actividades que tenham como objectivo o estudo do funcionamento da

língua, para actividades de natureza interdisciplinar ou para a resolução de fichas.

Incentivar o diálogo solto ou a troca de impressões sobre o enredo das narrativas, as características das ilustrações, as imagens sugeridas pelos poemas, as potencialidades dos textos dramáticos, de modo a que os momentos de leitura sejam desejados pelos alunos.

Animação da leitura

O professor lê em voz alta e os alunos acompanham lendo silenciosamente.

O professor inicia a leitura em voz alta e passa a palavra aos alunos.

O professor promove a leitura dialogada.

O professor incentiva os alunos a prepararem a leitura de um poema/de um texto/capítulo ou de um conto para lerem em voz alta na aula.

À medida que a obra for lida, e o interesse da turma/alunos o proporcionar, poder-se-ão realizar actividades diversificadas, de preferência com um carácter lúdico (por exemplo, debates, dramatizações, leituras encenadas, ilustrações, criação de blogues e fóruns de leitura…)

Notas:

Sempre que possível, uma vez por mês, uma aula de Estudo Acompanhado decorrerá na BE (proposta de calendarização elaborada pela BE e pelo

docente).

Solicita-se que, no final do ano lectivo, seja elaborado um pequeno relatório crítico sobre as actividades desenvolvidas no âmbito do projecto.

 

7.º Ano

 

Obra

Título/Ilustrador/Autor

Sugestões de Actividades

N.º de ex.

Texto de Teatro “(…)A Lua, no seu esplendor, é um feitiço que justifica o lugar

Texto de Teatro “(…)A Lua, no seu esplendor, é um feitiço que justifica o lugar de relevo que a poesia lhe tem concedido. Mas é também um objecto físico e, como tal, motivo de interesse para os estudiosos da Natureza. (…) O autor imaginou para ti uma história divertida em que a Poesia e a Ciência dão as mãos.”

 

Leitura dramatizada da obra em contexto de sala de aula.

 

História Breve da

Lua,

Recolha de provérbios, crenças e ditos populares em que a “Lua” seja referida.

António Gedeão Maria Zulmira Oliva (ilustr.); Editor: Editora Sá da Costa Juvenil

Criação de um “manual”/”boletim informativo” sobre a Lua e sua influência na terra (fases da lua, movimentos da lua…) Apresentação do trabalho em pequeno “ebook” (ex.:

www.tikatok.com/) com os textos produzidos acompanhados de imagens ou até de ilustrações feitas pelos alunos.

 

Criação de BD’s em ferramentas digitais recriando os actos e as cenas e os diálogos de cada cena (www.pixton.com/pt/, www.toondoo.com/).

 

Obra de apoio Ciência a Brincar Descobre o Céu!

Narrativa Viagem à infância de Sophia de Mello Breyner Andresen. Uma história de ficção em

Narrativa Viagem à infância de Sophia de Mello Breyner Andresen. Uma história de ficção em que o autor conta a infância da tão conhecida escritora infantil.

 

Leitura da obra em contexto de sala de aula (ver modalidade

 

possível recurso a obra digitalizada).

A

Maçã

Vermelha,

Nuno

“Fotorreportagem” – Lugares da infância de Sophia (com textos/poemas de autores desses lugares ou com excertos das obras

da autora referidas naquela que estão a ler).

4

Higino José Emídio (Ilustr.) Editor: Letras &Coisas

 

“Objectos e lugares da minha infância” – fotos com telemóvel de

 

objectos da infância dos alunos, ou da infância dos pais ou avós

 

(exposição de trabalhos/concurso suporte digital). Nota: 1º período Encontro com o escritor Nino Higino.

Poesia Somos feitos da mesma matéria que as estrelas e os amores-perfeitos Leitura declamada de

Poesia Somos feitos da mesma matéria que as estrelas e os amores-perfeitos

Leitura declamada de poemas em contexto de sala de aula. Possível articulação com actividade do Dep. De Línguas “Star’s Rain”.

Sousa Braga Cristina Valadas (Ilustr.) Editor: Assírio & Alvim

das

Estrelas,

Jorge

de

O resultado da leitura declamada poderá ser apresentado na

 

ferramenta

http://voicethread.com/ em que os alunos têm a

Somos feitos de pó de estrelas.

 

possibilidade de gravar a sua voz e imagem (1 voicethread por turma).

 
Apoio a projectos - Ciência “ Sabias que até ao século VI o número 0

Apoio a projectos - Ciência Sabias que até ao século VI o número 0 não existiu? Ou que se pode usar o número 1089 para ler a mente das pessoas?Este livro tem várias actividades que a criança pode experimentar com os seus amigos, incluindo quebra-cabeças, truques mágicos e jogos de leitura de pensamento. Um livro para a criança explorar o mundo fantástico das suposições, que está cheio de surpresas; para aprender a gostar de matemática e perceber as suas imensas possibilidades e aplicações.

Pensa

olhar

mundo

num

Número,

fascinante

sobre

dos

números,

Um

o

de

Johnny Ball

Editor:

Editora

Livraria

Civilização

Leitura e exploração da obra em contexto de sala de aula. O professor pode propor os jogos apresentados no livro.

Oficinas de escrita – “Número puxa palavra”.

Apresentação na “Semana da Matemática” – “Queres ser

matamégico?” (pp. 29, 48, 86…).

Criação do “Livro das Curiosidades – Sabias que?” (possível

formato ebook).

Fotografias em telemóvel objectos do quotidiano, elementos da

Natureza que correspondam a formas geométricas acompanhadas de uma explicação matemática (ex.: bolacha, bola de futebol, livro…)

Personalidade do Mês Matemáticos famosos.

 

8.º Ano

 

Obra

Título/Ilustrador/Autor

 

Sugestões de Actividades

 

N.º de ex.

 

Narrativa

 

Leitura da obra em contexto de sala de aula (livro digitalizado,

 
  adaptação em http://cid-
 

adaptação

em

“Era uma vez uma árvore que amava um menino.” Todos os dias o menino subia o seu tronco, balançava-se nos seus ramos, comia as suas maçãs, descansava à sua sombra e a árvore sentia-se feliz. Mas o tempo passou. O menino cresceu…

A Árvore Generosa, Shel Silverstein Editor: Bruaá Editora

%c3%b3rias, vídeo de animação disponível no youtube em inglês).

Exploração

da

página

do

autor:

e

das

actividades

 

propostas.

 

Actividades

propostas

na

editora

Bruáa:

http://www.bruaa.pt/actividades.htm Poemas do autor que permitem trabalhar a aliteração e os sons da língua inglesa.

Narrativa “ Nuno estava siderado, a cabeça atulhada de astros. No meio dos astros, a

Narrativa Nuno estava siderado, a cabeça atulhada de astros. No meio dos astros, a voz do galo:

Cócórócócó! Não sabia o que fazer com aquela noite. Falar com uma lua já é difícil, quanto mais falar com três luas! E por qual delas começar?” Esta é a história de Nuno Álvares Pereira, o predestinado.

 

Leitura da obra em contexto de sala de aula.

   

A Noite das três Luas, Nuno

Contexto da personagem e relação com a obra Os Lusíadas

Álvares Pereira, Nuno Higino

(Batalha de Aljubarrota) a estudar no 9.º ano através de:

-

vídeos humorísticos (ex.: Gato Fedorento);

 

José Emídio (Ilustr.) Editor: Paulinas

excertos de filmes (BraveHeart, de Mel Gibson; Henry V, de Kenneth Branagh)

-

Criação de pequeno filme (30s) sobre a personalidade

(http://animoto.com/) Nota: 1º período Encontro com o escritor Nino Higino.

 
     Leitura dramatizada da obra em contexto de sala de aula.  
   

Leitura dramatizada da obra em contexto de sala de aula.

 

Teatro Esta é uma história de amor, bela e intemporal, que nasceu com um passo de dança numa noite de Carnaval, na cidade de Verona. Foram muitos aqueles que, comovidos, a contaram através dos séculos. Chegou agora a vez de as contarmos às crianças.

Visionamento de Romeu e Julieta, de Baz Luhrmann, ou

Julieta e Romeu, Nicola Cinquentti Editor: Livros Horizonte

Shakspeare In Love, de John Madden (A integrar a actividade Ciclo

de Cinema promovida pela BE).

 

Actividade “Pares Românticos” - expor trabalhos na BE (pesquisa

 

relativa aos pares românticos da literatura, do cinema e cinema de

animação; montagem digital a partir da imagem do par romântico em que o aluno assume o papel de um elemento do par; apresentação da história desse par e sua contextualização bibliográfica).

 

Texto integral:

   

Leitura da revista em contexto de sala de aula.

 
Imprensa - Revista Revista mensal que o Plano Nacional de recomenda às crianças e jovens.

Imprensa - Revista Revista mensal que o Plano Nacional de recomenda às crianças e jovens. A única revista portuguesa de informação geral dirigida a um público entre os 6 e os 14 anos. Com temas da actualidade e propostas de actividades.

Exploração

da

página

da

revista

(actividades,

vídeos…):

Visão Júnior

 

Promoção de concursos semanais com perguntas sobre os

Editor: Visão/Impresa

conteúdos do número do mês.

 

Criação de um artigo em suporte digital que pudesse integrar o

número da revista numa secção específica – “Se eu fosse jornalista…”.

 

Participação em concursos da iniciativa da própria revista.

 

Criação de “Dossiês” temáticos digitais a partir de números antigos da revista.

Criação do “Fórum de Leitura” online – em estudo

 

Nota: Os trabalhos produzidos poderão integrar concurso como O Grande C e outros a divulgar (http://www.grandec.org/ ).

A equipa da BE/CRE Setembro de 2010