Vous êtes sur la page 1sur 37
Lyotard, Jean François 1ra. Edição 1979

Lyotard, Jean François 1ra. Edição 1979

 Sobre Jean-François Lyotard (1924 -1998)  Nacionalidade: francesa  Principais atividades:  Professor de filosofia
  • Sobre Jean-François Lyotard (1924 -1998)

    • Nacionalidade: francesa

    • Principais atividades:

      • Professor de filosofia em escolas secundarias

      • Integrou o grupo "Socialisme ou barbarie” centrado em debate sobre o marxismo.

      • Professor e pesquisador nas seguintes universidades:

        • Sorbonne, Nanterre, CNRS, Vincennes, University of Paris- VIII (Vincennes, Saint-Denis), University of California, Irvine e Emory University (Atlanta)

Introducción

  • 01. El campo: el saber en las sociedades informatizadas

  • 02. El problema: la legitimación

  • 03. El método: los juegos de lenguaje

  • 04. La naturaleza del lazo social: la alternativa moderna

  • 05. La naturaleza del lazo social: la perspectiva postmoderna

  • 06. Pragmática del saber narrativo

  • 07. Pragmática del saber científico

  • 08. La función narrativa y la legitimación del saber

  • 09. Los relatos de la legitimación del saber

    • 10. La deslegitimación

    • 11. La investigación y su legitimación por la performatividad

    • 12. La enseñanza y su legitimación por la performatividad

    • 13. La ciencia postmoderna como investigación de inestabilidades

 Algumas outras obras: Les transformateurs Duchamp (1977), Heidegger e os judeus (1988), Lições sobre a
  • Algumas outras obras: Les transformateurs Duchamp (1977), Heidegger e os judeus (1988), Lições sobre a analítica do sublime (1991) e Assinado Malraux (1996).

 Preocupação central:  o estatuto do saber na sociedade pós-industrial  Mercantilização do saber 
  • Preocupação central:

    • o estatuto do saber na sociedade pós-industrial

      • Mercantilização do saber

      • Qual o impacto da condição pós-moderna sobre as Universidades?

Hipótese do trabalho: O saber muda de estatuto ao mesmo tempo que as sociedades entram na
Hipótese do trabalho:
Hipótese do trabalho:

O saber muda de estatuto ao mesmo tempo que as sociedades entram na idade

dita pós-industrial e as culturas na idade

dita pós-moderna.

 Saber cientifico = tipo de discurso  Desde a Década. 30:  vanguarda  exemplos:
  • Saber cientifico = tipo de discurso

    • Desde a Década. 30:

      • vanguarda

        • exemplos:

 Saber cientifico = tipo de discurso  Desde a Década. 30:  vanguarda  exemplos:

ciências e técnicas da

linguagem

  • os problemas da comunicação e a cibernética

  • os problemas de tradução de linguagem e a busca de compatibilidade entre linguagens-máquinas

  • os problemas de memorização e os bancos de dados

 Informações tecnológicas  Cibernética, Informática, Bancos de Dados, Linguagens- máquinas  (1) Pesquisa  ex.:
  • Informações tecnológicas

    • Cibernética, Informática, Bancos de Dados, Linguagens- máquinas

  • (1) Pesquisa

    • ex.: economia, genética, etc.

  • (2) Transmissão de conhecimentos

    • miniaturização e disseminação de equipamentos informacionais

    • agiliza e facilita a circulação do conhecimento

      • avanços na transmissão de sons e imagens e nos transportes

 Consequentemente .... saber Muda a natureza do  É necessário adaptar-se aos novos canais 
  • Consequentemente

....

saber

Muda a natureza do

  • É necessário adaptar-se aos novos canais

  • Traduzir o conhecimento em quantidade de informações

 Indo mais além, segundo Lyotard : “Pode -se então prever que tudo o que no
  • Indo mais além, segundo Lyotard :

“Pode-se então prever que tudo o que no saber constituído não é traduzível será abandonado e que a orientação das

novas pesquisas se subordinará à condição de

tradutibilidade dos resultados eventuais em linguagem de

máquina”.(P. 45)

Hegemonia da Informática Exteriorização do saber Transformação da informação em mercadoria aquisição de valor para venda

Hegemonia da Informática

Exteriorização do saber

Transformação da informação em mercadoria

aquisição de valor

para venda ou para transformação em nova mercadoria

x

perda do valor de uso

Na esfera econômica: O saber Principal força de produção Mudança da população ativa Ponto de estrangulamento

Na esfera econômica:

O saber Principal força de produção

Mudança da população ativa

Ponto de estrangulamento para países periféricos

Aumenta o distanciamento entre os países

Custo de pesquisa é elevado Requer financiamento do Estado ou do setor privado Critério de legitimação

Custo de pesquisa é elevado

Requer financiamento do Estado ou do setor privado

Critério de legitimação passa a ser: o desempenho e a eficiência X O Consenso de experts (modernidade)

Impactando no sistema educacional  produção de técnicos  substituição da preocupação com conteúdo vs. em

Impactando no sistema educacional produção de técnicos substituição da preocupação com

conteúdo vs. em ensinar como

acessar e organizar a informação

Assim, Com o advento das novas tecnologias de informação Ocorre a transformação do conhecimento em meio

Assim,

Com o advento das novas tecnologias de informação

Ocorre a transformação do conhecimento em meio de

pagamento

Gerando uma pressão por liberalismo e transparência

E separando e distanciando decisores (quem financia)

e compradores

 Na esfera política: O Saber “Desafio maior na competição pelo poder” Fonte potencial de conflito
  • Na esfera política:

O Saber

“Desafio maior na competição pelo poder”

Fonte potencial de conflito entre nações

“Novo campo para estratégias militares e políticas”

Nova problemática nas relações entre Economia e Estado Com mercantilização do saber Mensagens precisam ser ricas

Nova problemática nas relações entre Economia e Estado

Com mercantilização do saber

Mensagens precisam ser ricas em informação e fáceis de

decodificar

Ideologia da “transparência comunicacional”!

Estado como fator de ruído

- necessário mudar papel de guia e protetor

 Com as multinacionais:  Estado detêm menor controle sobre investimentos  Com as novas tecnologias
  • Com as multinacionais:

    • Estado detêm menor controle sobre investimentos

  • Com as novas tecnologias de informação:

    • Surgem novas questões de direito

      • Como controlar a pirataria?

      • Como deve ser regulada a internet?

      • Quem deve ter ingerência sobre satélites?

 Conclusões:  Há uma mudança do estatuto do saber  Performance = critério para avaliação
  • Conclusões:

    • Há uma mudança do estatuto do saber

      • Performance = critério para avaliação da pesquisa

      • Inovações na produção e transmissão de conhecimentos

  • Ocorre expansão das fronteiras

    • Características necessárias: fácil decodificação e transparência

  • O saber passa a ser tratado como mercadoria

  • Um novo papel para as universidades e para o Estado

  • Tendência:

    • Maior distânciamento entre os desenvolvedores e os compradores de conhecimento

“En cuanto a la informatización de las sociedades, se ve, finalmente, cómo afecta a esta problemática.

Puede convertirse en el instrumento «soñado» de control y de regulación del sistema de mercado, extendido hasta el propio saber, y exclusivamente regido por el principio de performatividad. Comporta entonces inevitablemente el terror. También puede servir a los grupos de discusión

acerca de los metapresciptivos dándoles

informaciones de las que bastante a menudo

carecen para decidir con conocimiento de causa.(P. 118)

“A reivindicação de que se conhece o 
“A
reivindicação
de
que
se
conhece
o

contemporâneo é vista, muitas vezes, como

uma espécie de violência conceitual, uma fixação das energias fluídas e informes do

agora urgente, mas tenazmente presente numa

forma apreensível e exprimível através de atos fundamentais e irrevogáveis de seleção crítica” (P. 11).

 Distinção entre duas áreas da teoria pós- moderna:  1 : O compêndio de narrativas
  • Distinção entre duas áreas da teoria pós- moderna:

  • 1 : O compêndio de narrativas a cerca da emergência do pós-modernismo mundial Lyotard;

  • 2 : A emergência de novas formas de arranjo social, político e econômico Baudrillard.

 Arquitetura: Área de prática cultural em que os movimentos e dominantes estilísticos são muito mais

Arquitetura: Área de prática cultural em que

os movimentos e dominantes estilísticos são

muito mais evidentes e menos discutíveis

(Propensão à julgamentos categóricos / força

de auto-designação / afastamento da

univalência da arquitetura modernista) .

Arte pós-moderna: Radical instabilidade do estético. Howard Fox: “A arte modernista foi moderna a ponto de excluir os códigos estéticos, étnicos e morais vigentes da cultura mais ampla” (p. 77).

 Duas perspectivas:  1: Quebra ou ruptura da proposta modernista (anarquia, desconstrução, antítese) ; 
  • Duas perspectivas:

  • 1: Quebra ou ruptura da proposta modernista

(anarquia, desconstrução, antítese) ;

  • 2: Intensificação seletiva de certas tendências presentes no próprio modernismo (Hierarquia, domínio, logos).

Teorias do teatro pós-moderno: Busca acolher e explorar aproximando e opondo diferentes constituintes da performance, do

Teorias do teatro pós-moderno:

Busca acolher e explorar aproximando e opondo

diferentes constituintes da performance, do som, da luz, da linguagem, do cenário etc.

 Hipóteses:  1 : Transgressiva: Identifica elementos pós- modernos.  2 : Incorporativa :
  • Hipóteses:

  • 1 : Transgressiva: Identifica elementos pós- modernos.

  • 2 : Incorporativa:

 “Na cultura popular, como em outros campos, a condição pós-moderna não é um conjunto de
  • “Na cultura popular, como em outros campos, a condição pós-moderna não é um conjunto de sintomas simplesmente presente num corpo de evidência sociológica e textual, mas um complexo efeito do relacionamento entre prática social e a teoria que organiza, interpreta e legitima as suas manifestações” (p. 149).

Modalidades de crítica:  Renuncia : Tentativa de desenvolver fórmulas  mais abertas e democraticamente inclusivas
Modalidades de crítica:
Renuncia : Tentativa de desenvolver fórmulas
mais abertas e democraticamente inclusivas de
discurso crítico.
Grandeza : Sobrecarga estilística que afirma

simultaneamente a impossibilidade de manter a autoridade objetiva e a impotência que se

impulsiona para uma „auto derrota

engrandecedora‟.

 Perspectivas de uma proposta de política pós- moderna:  1: Transformação da história por um
  • Perspectivas de uma proposta de política pós- moderna:

  • 1: Transformação da história por um simples ato de vontade imaginativa;

  • 2: Absoluta imponderabilidade em que tudo é imaginativamente possível, porque nada importa de fato.

 “Articular questões de poder e valor na pós - modernidade é com freqüência identificar princípios
  • “Articular questões de poder e valor na pós- modernidade é com freqüência identificar princípios centralizadores do eu, do gênero, da raça, da nação, da forma estética - para determinar o que estes centros empurram para suas periferias silenciosas ou invisíveis.”(p. 184).

Diversidade de vozes e interesses: 1 : Feminismo e pós-modernismo; 2 : Pós-modernidade e pós-colonialismo; 3

Diversidade de vozes e interesses:

  • 1 : Feminismo e pós-modernismo;

  • 2 : Pós-modernidade e pós-colonialismo;

  • 3 : Pós-modernismo, vanguarda e possibilidade ética.

  • “A tarefa de uma pós-modernidade teórica do futuro tem de ser forjar formas novas e mais inclusivas de coletividade ética

(...)

trata-se de

um chamado para a criação de um quadro

comum de concordância, único fator capaz de

garantir a continuidade de uma diversidade global de vozes.(p. 198)