Vous êtes sur la page 1sur 70

Curso de Gestão da TI

Análise de Projetos de Sistemas

Prof. Flávio Barbosa

29/07/2009
1
Módulo 4.1

Aula 1

Conceitos sobre Sistemas

2
• AGRADECIMENTOS

• AVISOS

3
 AGENDA
• SISTEMAS
• CONTROLE DO SISTEMA
• SISTEMA DE INFORMAÇÃO

4
O que é um “SISTEMA”?

O que nos vem a mente quando


falamos em SISTEMAS?

5
Conceituando “SISTEMA”?

Sistema é…

um conjunto de componentes
relacionados, que interagem entre
si, buscando atingir um objetivo
declarado e outros correlatos.

6
O que é um “SISTEMA”?

MAS....

DE QUANTOS SISTEMAS É

COMPOSTO O CORPO HUMANO,

POR EXEMPLO?

7
Um sistema pode ser decomposto
em diversos SUBSISTEMAS

SISTEMA

NERVOSO

8
Um sistema pode ser decomposto em diversos SUBSISTEMAS

SISTEMA
NERVOSO
CENTRAL

9
Um sistema pode ser decomposto em diversos SUBSISTEMAS

SISTEMA NERVOSO
PERIFÉRICO

10
SUBSISTEMAS de um sistema

SUBSISTEMA

SUBSISTEMAS

11
O que CONSIDERAR em um “SISTEMA”?

• Quando se pensa em Sistema, deve-se


levar em conta 5 itens básicos:

3. Objetivos;
4. Ambiente;
5. Recursos;
6. Componentes;
7. Administração;

12
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

1. Objetivos do Sistema:
todos os subsistemas tem um objetivo,
assim como o Sistema todo.

Exemplo de uma Instituição de Ensino


Superior:
Reitor: Formar bons profissionais
Coordenador de Pós-Graduação:
Desenvolver pesquisa
Coordenador de Estágio: Treinamento
técnico visando o mercado de trabalho

13
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

2. Ambiente do Sistema:
são elementos de fora do sistema que
afetam e são afetados por mudanças nos
atributos do Sistema.

Ex: Sistema de Editora: Agentes, distribuidora,


leitores

OBS: Todo e qualquer Sistema está


inserido em um meio ambiente que o
contém.
14
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

3. Recursos do Sistema:
meios que o sistema necessita para
desempenhar suas funções.

Exemplos:
Sistema da empresa: Dinheiro, equipamentos,
instalações, pessoal, serviços, etc..

15
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

4. Componentes do Sistema:
elementos responsáveis pelo
funcionamento do sistema.

Exemplos:
Sistema da empresa: Funções de pesquisa,
produção, marketing, finanças, pessoal.
Objetivo Claro!

16
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

4. Componentes do Sistema:
elementos responsáveis pelo
funcionamento do sistema.

Entrada Processamento Saída

Retroalimentação
(Feedback)

17
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

4. Componentes do Sistema:
elementos responsáveis pelo
funcionamento do sistema.

PROCESSAMENTO
ENTRADA

SAÍDA
SAÍDA

18
Considerações sobre os “SISTEMAS”?

5. Administração do Sistema:
elementos responsáveis pelo elaboração,
implementação e acompanhamento do Sistema,
de modo que os objetivos sejam alcançados.

Exemplos:
Sistema de replantio de árvores: Os tipos
de árvores são selecionadas e plantadas no
tempo correto para produzir ambiente
propicio para recuperação da fauna.

19
Terminologias de “SISTEMA”?

SINERGIA:
Em uma resposta simples, significa que o todo
é maior do que a soma das partes.

Já tentou rasgar uma

Lista Telefônica?

20
Terminologias de “SISTEMA”?

ENTROPIA: É a tendência que


os sistemas tem para
o desgaste,
a desintegração.

Gelo derretendo -
um exemplo
clássico de
aumento de
21
Terminologias de “SISTEMA”?

HOMEOSTASIA: É o equilíbrio
dinâmico entre as partes do
sistema.
Os sistemas têm
uma tendência a
se adaptar a fim de
alcançar um
equilíbrio interno
face as mudanças
externas do meio
ambiente. 22
Terminologias de “SISTEMA”?

REDUNDÂNCIA: Vários sistemas


apresentam componentes
redundantes na sua estrutura, tal
característica traz certa segurança
na busca de atingir seus objetivos.

Exemplos:
Corpo: Dois braços, dois olhos, dois
ouvidos
Sistema de Informação: Backups
23
Tipos de Sistemas: Em relação ao Ambiente

Abertos:
são aqueles que possuem alguma interação
com o seu meio ambiente.

Fechados:
são aqueles que existe sem qualquer tipo de
interação com o meio ambiente.

24
Tipos de Sistemas: Em relação a entradas e saídas

Mecânico ou Estável:
Se as Entradas/Saídas (E/S) são previsíveis,

definidas ou conhecidas.

Orgânico ou Adaptativo:
Se as E/S forem imprevisíveis, indefinidas ou

desconhecidas.

25
Partes do SISTEMA

 Inerentes: são partes internas ao Sistema;

 Transientes: são introduzidas no sistema e


depois retiradas após algum processamento que
produziu transformação.
Estudantes
com certas
característica SAEM
s
ENTRAM Estudantes
com novas
característica
s

SISTEMA EDUCACIONAL 26
Exemplo: SISTEMA NÃO CONTROLADO

Objetivo Claro!

27
Exemplo: SISTEMA CONTROLADO

Objetivo Claro!

28
Exemplo: SISTEMA CONTROLADO

29
Dúvidas?

"Nossas dúvidas são traidoras


e nos fazem perder o que, com
freqüência, poderíamos
ganhar, por simples medo de
arriscar."

30
Atividade
Agora é com vocês…
Respondam aos questionamentos:
- O surfista possui um sistema com feedback?
- O sistema está controlado?
- Quando haverá aumento da entropia?

31
Resolução da Atividade

-O surfista possui um sistema com feedback?

-O sistema está controlado?

- Quando haverá aumento da entropia?

32
O que é um “SISTEMA DE INFORMAÇÃO”?

O que nos vem a mente quando


falamos em
SISTEMA DE INFORMAÇÃO?

33
Natureza dos Sistemas

Existe uma diversidade muito


grande de sistemas, dentre elas:
naturais e artificiais.

Dentre o grupo de sistemas


artificiais vamos encontrar os
Sistemas de Informação.

34
Sistemas de Informação

Objetivo de um sistema de
informação é fornecer, controlar,
prover, pesquisar, analisar
informações.

A transformação
dos dados
em informação
é a principal função
de um SI.
35
Implicação de um Sistema de Informação

A criação de SI dentro de uma empresa


traz inúmeras implicações, que vão desde
a mudança na rotina de trabalho até à
reestruturações organizacionais;

36
Impacto

Podemos comparar o impacto da implantação de


um Sistema de Informação (S.I.) como o de se
criar um lago artificial.

- Planejar
- Avisar
- Prever
- Contingenciar

37
Construção de um Sistema de Informação

A tarefa de construir um SI é uma das mais


complexas e, em última análise, é um processo de

solução de problemas;

38
Onde estão os Sistemas de Informação?
AMBIENTE Clientes
Fornecedores

ORGANIZAÇÃO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO
Process
ar
Classific Valores
Missão ENTRADA ar SAÍDA
Organiz
ar
Calcular

Crença
s
Acionistas

39
Onde estão os Sistemas de Informação?

Teorias de computabilidade Otimização


Métodos de computação Transporte
Armazenamento / acesso a dados Estoque
Interação
Custos
Pessoas
Grupos
Organizações
Ciência da Pesquisa
Computação Operacional

Ciência da SI Sociologia
Administração

Psicologia Economia

Modelos de
decisão Impactos
Práticas Mudanças Custos
comerciais Conflitos Mercado
Uso da Informação
40
Construção da Inteligência

O que essas datas


representam? DADOS

Datas:

14/05/2007

02/09/1977

Nomes:

JOSÉ
E esses nomes? MARIA

41
Construção da Inteligência

INFORMAÇÃO

CLIENTES
Datas: Nomes:

14/05/2007 JOSÉ

02/09/1977 MARIA

42
Construção da Inteligência

INFORMAÇÃO PROCESSADA

CLIENTES
Datas: Nomes: Idade:

14/05/2007 JOSÉ 2 anos

02/09/1977 MARIA 31 anos

Idade Calculada
43
Construção da Inteligência

CLIENTES
Datas: Nomes: Idade:

14/05/2007 JOSÉ 2 anos

02/09/1977 MARIA 31 anos

INFORMAÇÃO
CONHECIMENTO
PROCESSADA

Nos últimos 3 anos, Clientes entre 30 e 33


anos se interessaram pelo produto “Z”
44
Construção da Inteligência

I A
C
ÊN
I G
TEL
IN

PEDIDO DE MATÉRIA PRIMA PARA


CONFECÇÃO DO PRODUTO “Z”
45
Construção da Inteligência

I A
C
ÊN
I G
TEL
IN

e n t a ção
Retroa
lim
ck)
PEDIDO DE MATÉRIA PRIMA
(f e e d b a
PARA CONFECÇÃO DO
PRODUTO “Z”

VENDAS DO PRODUTO “Z”


46
Elementos de um Sistema de Informação

Análise, validação e combinação dos


níveis abaixo
Valor agregado da informação

Interpretação

Operações
Lógicas

47
Do mundo digital ao mundo real

48
Dados são a origem da Inteligência

Se todas estas etapas são importantes, a


qualificação é a mais crítica.

Devemos nos ater mais detidamente às bases de


dados confusas, muito comuns nas corporações,
que apresentam, inclusive, duplicação de
informações em chaves primárias diferentes, o que
pode impactar na credibilidade do sistema e gerar
distorções.

Fonte: http://webinsider.uol.com.br/index.php/2003/06/26/
a-diferenca-entre-dados-e-informacao-estrategica/ 49
Níveis de decisão da Organização

Alto escalão das empresas


onde se dá as decisões
estratégicas e geram atos
cujo efeito é duradouro e
difícil de reverter.

Normalmente elas visam


gerenciar respostas imediatas,
e por em práticas aos problemas do
decisões dia-a-dia, seguindo
estratégicas. as orientações
táticas ou gerenciais

50
Tomada de Decisão

Horizonte Temporal Freqüência da


Informação

Médio – Pouco
Decisão freqüente
Longo Prazo Estratégica

Decisões Semi-
Curto –
Táticas freqüente
Médio Prazo

Muito-
Curto – Decisões freqüente
Prazo Operacionais

51
Tipos de Sistemas

• SISTEMA DE APOIO AOS EXECUTIVOS (SAE)

– é um sistema de informações no nível


estratégico de uma organização;
– reúne dados de toda a organização, permitindo
aos gerentes selecionar e ajustar os dados
(simulações, cenários) para os fins necessários;

52
Tipos de Sistemas
• SISTEMA DE APOIO A DECISÃO (SAD)
– auxilia o processo de decisão gerencial
combinando dados, ferramentas e modelos
analíticos sofisticados e software amigável ao
usuário;

– Exemplos de areas de aplicação:


• Bancos: Para perceber o perfil do cliente;
• Comércio / Indústria: Para seleção de preços,
propaganda e promoção;
• Fábrica: Para localização de lojas e logística
de estoque;
• Empresa de Transportes: Para despacho e
roteamento de frota;
53
Tipos de Sistemas

• SISTEMA DE INFORMAÇÕS GERENCIAIS (SIG)

– agrupam e sintetizam os dados das operações


da organização para facilitar a tomada de decisão
pelos gestores da organização;

54
Tipos de Sistemas
• SISTEMA DE TRABALHADORES DO
CONHECIMENTO (STC)
– Tais sistemas:

[...] são especialmente úteis para a gestão do


conhecimento, porque dão suporte à
informação e ao trabalho de conhecimento,
definem e capturam a base de
conhecimento da organização. (LAUDON, K.
C.; LAUDON, J. P., 2004, p. 325).

55
Tipos de Sistemas
• AUTOMAÇÃO DE ESCRITÓRIO (AE)

– Softwares de edição de texto, tratamento de


digitalização de imagens, agendas eletrônicas.

56
Tipos de Sistemas

• SISTEMAS DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES


(SPT)
– reduzem custos através de automatização de
rotina.

57
Os seis tipos de Sistemas mais importantes

SAE
SAD

SIG

STC

AE

SPT

58
Planilhas Eletrônicas

Planilha eletrônica, ou folha de cálculo, é um tipo


de programa de computador que utiliza tabelas
para realização de cálculos ou apresentação de
dados.

Cada tabela é formada por uma grade composta de


linhas e colunas.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Planilha_eletr%C3%B4nica

59
Planilhas Eletrônicas: Excel

60
Planilhas Eletrônicas: Excel

61
Planilhas Eletrônicas: Excel

62
Planilhas Eletrônicas: Excel

63
Planilhas Eletrônicas: Excel

64
Planilhas Eletrônicas: Excel

65
Atividade

Agora é com vocês!!


Reúnam-se em duplas e discuta:

- Em qual (ou quais) nível(is) da empresa o Excel


(planilha eletrônica) poderia ser enquadrada?

66
Fechando o tema…

• SISTEMAS
• SUBSISTEMAS
• SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
• DADOS, INFORMAÇÃO, CONHECIMENTO E
INTELIGÊNCIA
• NIVEIS ORGANIZACIONAIS
• OS 6 TIPOS PRINCIPAIS DE SISTEMAS

67
O que veremos na próxima aula:

Tema 2 - INTRODUÇÃO À ANÁLISE DE SISTEMAS


 Fundamentos da análise de Sistemas
 Papéis e preocupações do analista de
sistemas
 Analise de sistemas

Não se esqueçam de:


 Ler o material didático
 Participar das atividades do portal
68
Curso de Gestão da TI

Obrigado!

Nos vemos em nossa plataforma.

Prof. Flavio Barbosa


69
Visite o site e avalie a aula.

http://www.inepad.org.br/interativacoc/

Utilize seu código e senha de aluno.

70