Vous êtes sur la page 1sur 26

DHCP

Dynamic Host Configuration Protocol


Definição DHCP
• O DHCP é a abreviatura de Dynamic Host Configuration Protocol. O
DHCP é um serviço utilizado para criar as configurações do
protocolo TCP/IP nos dispositivos de rede (computadores,
impressoras, hubs, switchs, ou seja, qualquer dispositivo ligado à
rede e que esteja a utilizar o protocolo TCP/IP).

• Sem o uso do DHCP, o administrador da rede e a sua equipa


teriam que configurar, manualmente, as propriedades do protocolo
TCP/IP em cada dispositivo de rede. Com o uso do DHCP esta
tarefa pode ser completamente automatizada.
Definição DHCP

• O uso do DHCP traz vários benefícios, podemos destacar os


seguintes:

• • Automação do processo de configuração do protocolo TCP/IP nos


dispositivos da rede.

• • Facilidade de alteração de parâmetros tais como Default Gateway,


Servidor DNS e assim por diante, em todos os dispositivos da rede,
através de uma simples alteração no servidor DHCP.

• • Eliminação de erros de configuração, tais como escrita incorrecta


de uma máscara de sub-rede ou utilização do mesmo número IP
em dois dispositivos diferentes, criando um conflito de endereço IP.
O que é o DHCP
• Os principais parâmetros que devem ser configurados para que o
protocolo TCP/IP funcione correctamente são os seguintes:

– • Número IP

– • Máscara de sub-rede

– • Default Gateway (Gateway Padrão)

– • Número IP de um ou mais servidores DNS


O que é o DHCP

• Numa rede com centenas ou milhares de estações de trabalho,


configurar o TCP/IP manualmente, em cada estação de trabalho é
uma tarefa bastante trabalhosa, que exige uma grande equipa
técnica para executar este trabalho.

• Além disso, sempre que houver mudanças nos parâmetros de


configuração (como por exemplo uma mudança no número IP do
servidor DNS), a reconfiguração terá que ser feita manualmente em
todas as estações de trabalho da rede.

• Por exemplo, imagine que o número IP do Default Gateway teve


que ser alterado devido a uma reestruturação da rede. Neste caso a
equipe de suporte teria que ir de computador em computador,
alterar as propriedades do protocolo TCP/IP, para informar o novo
número IP do Default Gateway, isto é, alterando o número IP antigo
do Default Gateway para o novo número.
DHCP configurações do TCP/IP
automaticamente.

• Nesta situação, quando houver a alteração do número IP do servidor


DNS, basta alterar esta opção nas propriedades do objectivo de
endereços IP no servidor DHCP e pronto. Na próxima reinicialização,
os computadores da rede já receberiam o novo número IP do
servidor DNS, sem que um único membro da equipa tivesse que
reconfigurar uma única estação de trabalho. Bem mais simples, mais
produtivos e menos dados a erros.
DHCP configurações do TCP/IP automaticamente.
DHCP configurações do TCP/IP automaticamente.
Termos utilizados no DHCP

• O DHCP é composto de diversos elementos. O servidor DHCP e os


clientes DHCP. No servidor DHCP são criados objectivos e
definidas as configurações que os clientes DHCP irão receber.
Termos utilizados no DHCP

• Servidor DHCP: É um servidor com o Windows 2000 Server ou


com o Windows Server 2003, onde foi instalado e configurado o
serviço DHCP.
• Cliente DHCP: É qualquer dispositivo de rede capaz de obter as
configurações do TCP/IP a partir de um servidor DHCP.
• Escopo: Um escopo é o intervalo consecutivo
completo de endereços IP possíveis para uma rede
(por exemplo, a faixa de 10.10.10.100 a 10.10.10.150,
na rede 10.10.10.0/255.255.255.0). Em geral, os
escopo definem uma única sub-rede física, na rede na
qual serão oferecidos serviços DHCP.
Termos utilizados no DHCP

• Superescopo: Um superescopo é um agrupamento administrativo


de escopos que pode ser usado para oferecer suporte a várias
sub-redes IP lógicas na mesma sub-rede física. Os superescopos
contêm uma lista de escopos associados ao escopo filho que pode
ser activado em conjunto.

• Intervalo de exclusão: Um intervalo de exclusão é uma sequência


limitada de endereços IP dentro de um escopo, excluído dos
endereços que são fornecidos pelo DHCP.

• Pool de endereços: Após definir um escopo DHCP e aplicar


intervalos de exclusão, os endereços restantes formam o pool de
endereços disponíveis dentro do escopo.
Termos utilizados no DHCP

• Concessão: Uma concessão é um período de tempo especificado


por um servidor DHCP durante o qual um computador cliente pode
usar um endereço IP que ele recebeu do servidor DHCP. Uma
concessão está activa quando ela está a ser utilizada pelo cliente.

• Reserva: uma reserva usa-se para criar uma concessão de


endereço permanente pelo servidor DHCP. As reservas asseguram
que um dispositivo de hardware especificado na sub-rede pode ser
usado o mesmo endereço IP. A reserva é criada associada ao
endereço de Hardware da placa de rede, conhecido como MAC-
Address.
Como funciona o DHCP
• O DHCP utiliza um modelo cliente/servidor. O administrador da rede
instala e configura um ou mais servidores DHCP. As informações
de configuração – escopos de endereços IP, reserva-as a outras
opções de configuração – são mantidas no banco de dados dos
servidores DHCP. O banco de dados do servidor inclui os seguintes
itens:

• Parâmetros de configuração válidos para todos os cliente na rede


(número IP do Default Gateway, número IP de um ou mais
servidores DNS). Estas configurações podem ser diferentes para
cada escopo.
Como funciona o DHCP

• Endereços IP válidos num pool para serem atribuídos aos clientes


além de reservas de endereços IP.

• Duração das concessões oferecidas pelo servidor. A concessão


define o período de tempo durante o qual o endereço IP atribuído
pode ser utilizado pelo cliente. O cliente tenta renovar esta
concessão em períodos definidos, antes que a concessão expire
Processo de permissão inicial
• A primeira vez que um cliente DHCP inicia, ele segue
automaticamente um processo de inicialização para obter uma
concessão de um servidor DHCP. Ou seja, o cliente está a
inicializar e não possui nenhuma configuração do protocolo TCP/IP.
Através de trocas de mensagens, o cliente terá que encontrar um
servidor DHCP na rede e obter, a partir do servidor DHCP, as
configurações de que ele precisa.
Processo de permissão inicial

1 - Descoberta de um servidor DHCP (DHCPDiscover): Cliente


envia uma mensagem conhecida como “DHCPDiscover” para todos
da rede (broadcast). O formato desta mensagem é específico,
sendo reconhecido apenas pelo servidor DHCP.
Processo de permissão inicial

• 2 - Oferta de concessão IP (DHCPOffer): O servidor DHCP


“ouve” a mensagem DHCPDiscover enviada pelo cliente e
responde com a oferta de um endereço IP e demais
configurações, como máscara de sub-rede, gateway e DNS.
Mensagem conhecida como “DHCPOffer”.
Processo de permissão inicial

• 3 - Oferta aceita (DHCPRequest): Assim que a mensagem


DHCPOffer é recebida, o cliente selecciona o endereço oferecido
respondendo ao servidor com uma solicitação de DHCP
“DHCPRequest”, informando que a oferta foi aceita. Esta
mensagem é enviada em broadcast, pois o cliente ainda não
possui as configurações do protocolo TCP/IP.
Processo de permissão inicial

• 4 - Reconhecimento de DHCP (DHCPAck): Após receber a


mensagem DHCPRequest do cliente, o servidor DHCP envia
uma mensagem de reconhecimento de DHCP (“DHCPAck”),
aprovando a concessão.

Depois de receber o DHCPAck do servidor DHCP, o cliente


configura as propriedades de TCP/IP utilizando as informações
enviadas pelo servidor DHCP, na mensagem DHCPOffer.
Processo de renovação de
permissão

• Quando um cliente DHCP é desligado e reinicializado (na mesma


sub-rede), normalmente obtém uma permissão para o mesmo
endereço IP que tinha antes de ser desligado. Depois da metade do
tempo de permissão do cliente ter decorrido, o cliente tenta
renovar a permissão com o servidor DHCP da seguinte forma:
Processo de renovação de permissão

• 1 - Solicitação de DHCP (DHCPRequest): O cliente envia uma


mensagem DHCPRequest directamente ao servidor que
anteriormente havia efectuado a permissão (pois agora o cliente
tem um endereço IP e sabe o endereço IP do servidor DHCP),
para renovar e estender a permissão de endereço actual.
Processo de renovação de permissão

• 2 - Reconhecimento de DHCP (DHCPAck): Se o servidor


DHCP original estiver activo, ele envia uma mensagem
DHCPAck, o que significa que a permissão actual foi
renovada. Se as informações tiverem sido alteradas desde
que o cliente obteve a permissão da primeira vez, o cliente
actualiza a configuração.
Processo de renovação de permissão

• 3 - Se o cliente não conseguir comunicar com o servidor DHCP


original, o cliente tenta renovar a permissão actual com qualquer
servidor DHCP disponível, enviando um DHCPDiscover em
broadcast.
Processo de renovação de permissão

• 4 - Se um servidor responder com um DHCPOffer para actualizar a


permissão actual, o cliente poderá renovar a permissão baseada na
oferta do servidor DHCP, e continuar a operar normalmente na rede.
Processo de renovação de permissão

• Se a concessão expirar e nenhum servidor foi contactado, o cliente


deve interromper imediatamente o uso do endereço IP pedido. Em
seguida, o cliente repete todo o processo de obtenção de uma nova
permissão.
Curso Instalação
e
Gestão de Redes
Formadora: Rute Gordo

Formanda: Vânia Filipe