Vous êtes sur la page 1sur 23

Convento de Cristo

 Situado em Tomar

 Circundado pelas
muralhas do Castelo de
Tomar e pela Mata da Cerca

 Classificado pela
UNESCO como Património
Mundial

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Castelo de Tomar

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Castelo de Tomar

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Castelo de Tomar

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Templo de Jesus Cristo

 Construído no Século XII

 Estilo Românico

 Inspirado nos modelos


arquitectónicos de Jerusalém
da época das Cruzadas, em
especial no Templo da Rocha

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Charola do Templo de Jesus Cristo

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Charola
do Templo de Jesus Cristo
 Charola é o nome dado ao primitivo
templo românico, um edifício de planta
centrada, composto por um tambor
central (capela-mor) e por um
deambulatório, por onde os monges-
cavaleiros podiam circular
 Inspira-se na Rotunda do Santo
Sepulcro de Jerusalém
 Foi construída nos finais do Século XII
 Foi enriquecida por pinturas, frescos e
estatuária dourada no século XVI
 D. Manuel converteu a Charola em
cabeceira da igreja, passando o seu
tambor interior a funcionar como capela-
mor.

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Corpo da Igreja (nave e


coros) e Sala do Capítulo
 Construído na campanha
manuelina de 1510-1515

iniciado por Diogo de Arruda e


concluído por João de Castilho

 Inclui a nave, o coro alto e o


coro baixo

 Foi ligado à Charola por um


grande arco triunfal aberto em
dois dos seus tramos

 Estilo Gótico-Manuelino.

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Portal do Corpo da Igreja

 Construído no Século XVI

 Estilo Manuelino

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro do Cemitério

 Construído por Fernão


Gonçalves, quando o Infante D.
Henrique foi Governador e
Administrador da Ordem de Crlsto
( 1420-1460)

 Serviu de local de enterramento


dos frades cavaleiros e dos frades
de clausura

 Foi remodelado nos inícios do


século XVII

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro da Lavagem

 Começou a construir-se cerca


de 1426 e foi concluído em 1453

 Deve o nome ao factos de os


donatos – serviçais sem ordens
religiosas ou votos – aqui
realizarem os trabalhos
domésticos e a lavagem dos
hábitos nos tanques do piso
térreo

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Sacristia Nova

 Foi construída em fins do


Século XVI, por Francisco Lopes

 Beneficiou de obras de
unificação estilística, entre 1629-
1630, dirigidas pelo arquitecto
Diogo Marques Lucas.

 Estilo maneirista

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro de D. João III

 Iniciado por João de


Castilho em 1530-1533,
foi concluído por Diogo
de Torralva em 1562

 Nos finais do Século


XVI beneficiou de
obras do arquitecto
italiano Filipe Terzi

 É uma obra-prima do
Renascimento

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Dormitório Grande

 Foi concluído em 1543-1545

 Dispõe de 40 celas, distribuídas


ao longo do corredor do cruzeiro

 Da confluência dos três


corredores resulta o cruzeiro,
onde se abre a Capela do Cruzeiro
(1533)

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Janela
da Sala do Capítulo

 Atribuída a Diogo de Arruda

 É um dos mais belos


exemplos do estilo manuelino

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro de Santa Bárbara

 Foi originalmente conhecido


como Claustro Pequeno

 Começou a construir-se em
1531, durante as obras de João de
Castilho

 Era um espaço de distribuição e


ligação no interior do Convento

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro da Hospedaria

 Construído em 1541-1542

 Destinava-se a albergar
hóspedes e peregrinos

 No piso superior hospedavam-se


os visitantes de maior estatuto
social. No piso térreo localizavam-
se os aposentos da criadagem e as
cavalariças

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Noviciado

 Projecto de João de Castilho

 Era a área reservada aos


noviços

 Liga-se à Capela dos Reis


Magos, obra exemplar do
Renascimento

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Refeitório

 Obra de João de Castilho

 Concluído em 1535-36

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro dos Corvos

 Desenhado por João de Castilho

 Construído entre 1537 e 1546

 É um espaço de recolhimento,
leitura e oração

 Junto dele ficava a Livraria e o


Scriptorium

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Claustro da Micha

 Concluído entre 1543 e 1550

 Tem este nome devido aos


pedaços de pão distribuídos aos
pobres

Prof. Mário Rodrigues


Convento de Cristo

Aqueduto dos Pegões

A sua construção iniciou-se em 1593, no reinado de Filipe I de Portugal, sob


a direcção de Filipe Terzio, (Arquitecto-Mor do Reino) e foi concluída em
1614 por Pedro Fernando de Torres.
A sua altura máxima é de 30 metros e tem cerca 6 km de extensão.
Prof. Mário Rodrigues