Vous êtes sur la page 1sur 43

Noções dede Eletricidade

Noções

Eletricidade

Básica

Básica

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

O que você sabe sobre:

• Tensão; • Corrente elétrica; • Resistência elétrica; • Potencia elétrica.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

2

Pós-Vendas

Voltagem ouou Tensão

Voltagem

Tensão

A tensão elétrica pode ser definida como a diferença de potencial (d.d.p.) entre dois pontos podendo esta ser contínua ou alternada. A sua unidade de medida é o VOLT representada pela letra “V” e só pode ser medida com um voltímetro, ligado em paralelo com a fonte ou equipamento a
09.2006 ser medido.

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

3

Pós-Vendas

Voltagem ouou Tensão

Voltagem

Tensão (alternada)

(alternada)

A tensão alternada é aquela que encontramos nas tomadas de estabelecimentos comerciais e residências (110 ou 220 volts). Não possui polaridade fixa, ou seja, a polaridade muda entre positivo e negativo, várias vezes por segundo (freqüência). São poucos os pontos do veículo onde poderemos encontrá-la.

ou ou Tensão Voltagem (alternada) A tensão alternada é aquela que encontramos nas tomadas de
ou ou Tensão Voltagem (alternada) A tensão alternada é aquela que encontramos nas tomadas de

+

-

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

4

Pós-Vendas

Voltagem ouou Tensão

Voltagem

Tensão (contínua)

(contínua)

A tensão contínua é muito comum em pilhas e baterias. Possui polaridade fixa, ou seja, um cabo será sempre negativo enquanto o outro será sempre positivo. Praticamente todos os circuitos e acessórios de um veículo são alimentados com tensão contínua.

+

ou ou Tensão Voltagem (contínua) A tensão contínua é muito comum em pilhas e baterias.

-

ou ou Tensão Voltagem (contínua) A tensão contínua é muito comum em pilhas e baterias.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

5

Pós-Vendas

Corrente elétrica

Corrente

elétrica ouou Ampère

Ampère

A corrente elétrica pode ser definida como a quantidade de cargas elétricas que circulam por um condutor em um certo espaço de tempo.

A sua unidade de medida é o AMPÈRE e só pode ser medida com um amperímetro,

ligado em série com o equipamento a ser medido.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

6

Pós-Vendas

Resistência

Resistência

A resistência elétrica pode ser definida como a oposição à passagem da corrente elétrica,

ou seja, maior ou menor facilidade de serem percorridos pela corrente elétrica. A sua unidade de medida é o OHM representado pela letra grega (OMEGA). As resistências podem ser medidas com um ohmímetro,

ligado em paralelo com o componente, desde que este não esteja energizado.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

7

Pós-Vendas

LAMPADA I N T E R R U P T O R
LAMPADA
I
N
T
E
R
R
U
P
T
O
R

F

I

O

S

Analogia das

Analogia

das grandezas

grandezas elétricas

elétricas

FONTE ALIMENTADORA CAIXA D’ÁGUA

C A N O S TORNEIRA FLUXO:
C
A
N
O
S
TORNEIRA
FLUXO:

FLUXO: CORRENTE

ELÉTRICA

FONTE ALIMENTADORA BATERIA 12V
FONTE ALIMENTADORA
BATERIA 12V

CORRENTE DE ÁGUA

09.2006

8

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

Pós-Vendas

Analogia dede resistência

Analogia

resistência

de de resistência Analogia CANO MAIS FINO 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos os
de de resistência Analogia CANO MAIS FINO 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos os

CANO MAIS FINO

de de resistência Analogia CANO MAIS FINO 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos os

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

9

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Múltiplos ee submúltiplos

Múltiplos

submúltiplos

AUMENTA

DIMINUI

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS ee submúltiplos Múltiplos AUMENTA DIMINUI 0, 0 2 0 09.2006 © Reservados
0, 0 2 0
0,
0
2
0

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

10

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Analogia dos

Analogia

dos múltiplos

múltiplos ee submúltiplos

submúltiplos

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dos Analogia múltiplos ee submúltiplos 200mL = 0,2 Litro 1 Ampère =

1 Litro = 1000mL

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dos Analogia múltiplos ee submúltiplos 200mL = 0,2 Litro 1 Ampère =
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dos Analogia múltiplos ee submúltiplos 200mL = 0,2 Litro 1 Ampère =

200mL = 0,2 Litro

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dos Analogia múltiplos ee submúltiplos 200mL = 0,2 Litro 1 Ampère =
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dos Analogia múltiplos ee submúltiplos 200mL = 0,2 Litro 1 Ampère =

1 Ampère = 1000mA

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dos Analogia múltiplos ee submúltiplos 200mL = 0,2 Litro 1 Ampère =

200mA = 0,2 Ampere

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

11

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Lei dede OHM

Lei

OHM

R = RESISTÊNCIA

V = VOLTAGEM OU TENSÃO V R I
V = VOLTAGEM OU TENSÃO
V
R
I

I = CORRENTE OU AMPERAGEM

V I R
V
I
R

V

  • I R

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dede OHM Lei R = RESISTÊNCIA V = VOLTAGEM OU TENSÃO V

R X I

  • V

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

12

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Lei dede OHM

Lei

OHM

P = POTÊNCIA OU WATTAGEM

V = TENSÃO OU VOLTAGEM

P V I
P
V
I

I = CORRENTE OU AMPERAGEM

I P V
I
P V

P

  • I V

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dede OHM Lei P = POTÊNCIA OU WATTAGEM V = TENSÃO OU

V X I

  • P

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

13

Pós-Vendas

LEI DEDE OHM

LEI

OHM

Pergunta aoao instalador

Pergunta

instalador

UM CERTO VEÍCULO POSSUI LAMPADAS DE

SETA DE 21W NAS SEGUINTES QUANTIDADES: 2

NA DIANTEIRA, 4 NA TRASEIRA E 2 LATERAIS DE

5W, TOTALIZANDO 136W.

NO MANUAL TEMOS A INFORMAÇÃO DE QUE A

PROTEÇÃO DESTE CIRCUITO É FEITA POR UM

FUSIVEL DE 15 AMPERES. VOCE ACHA QUE O

ALARME SUPORTARIA???

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

14

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Lei Lei dede OHM OHM P P V V I
Lei
Lei dede OHM
OHM
P
P
V
V
I

136W

12V

  • 11,33A

COMO O CIRCUITO DE SETAS É PROTEGIDO POR UM FUSÍVEL DE 15AMPERES, NÃO TEREMOS PROBLEMAS. MAS, SE ESTE VEÍCULO TIVER MAIS UMA LAMPADA POR LATERAL, TEREMOS UM TOTAL DE 178 WATTS (14,83A) E ESTAREMOS MUITO PRÓXIMO DO LIMITE MÁXIMO, PODENDO QUEIMAR O FUSIVEL OU CONTATOS DO RELE.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

15

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Para Para que que entender entender todos todos estes estes assuntos? assuntos? Uma instalação mal feita
Para
Para que
que entender
entender todos
todos estes
estes
assuntos?
assuntos?
Uma instalação mal feita
compromete a segurança do
veículo e de todo o sistema.
Instale um fusível próximo da
bateria para evitar problemas
futuros.
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Para Para que que entender entender todos todos estes estes assuntos? assuntos?
 

A passagem dos fios para o interior do veículo sem proteções ou passa-fio de

 

borracha, também comprometem a instalação e podem provocar infiltrações e sérios danos ao veículo.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

16

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Analogia dede potência

Analogia

potência (bitola

(bitola dede fios

fios mal

mal

dimensionada) dimensionada)

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dede potência Analogia (bitola dede fios mal dimensionada) dimensionada) 09.2006 © Reservados

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

17

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

TTabela

abela dede aplicação

aplicação dede fios

fios (bitola

(bitola XX

corrente) corrente)

   

CORRENTE MÁXIMA ADMISSÍVEL EM 12 VOLTS

 

BITOLA

0,5m

0,75m

1,0m

1,5m

2,5m

         

COMPR.

m

m

m

m

m

4mm

6mm

10mm

16mm

25mm

10 m

0,7A

0,8A

1A

1,4A

2,7A

4A

6,3A

10,7A

17,8A

28,2A

5

m

1,3A

1,6A

2A

2,8A

5,3A

8A

12,6A

21,3A

36,6A

56,5A

                   

112,9

2,5 m

2,6A

3,2A

4A

5,6A

10,7A

16A

25,3A

42,7A

71,1A

A

1

m

5A

6A

7,8A

14,1A

26,7A

40A

51A

85,4A

144A

225A

½ m

10A

12A

15,6A

21,2A

40A

80A

102A

171A

288A

450A

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

18

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Erros dede instalação

Erros

instalação

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dede instalação Erros A bitola dos fios não devem sofrer alteração no
 

A bitola dos fios não devem sofrer

 

alteração no seu trajeto (emendas) e devem obedecer os critérios de dimensionamento para não comprometer a segurança e eficiência do sistema.

 

Obtenha informações sobre o consumo de cada equipamento a ser

instalado para o correto

 

dimensionamento dos fios.

Lembre-se de que a corrente passa pelo positivo e negativo, sendo assim, a bitola utilizada para um, deverá ser a mesma para o outro.

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS dede instalação Erros A bitola dos fios não devem sofrer alteração no

19

Pós-Vendas

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Condição

Condição dada bateria

bateria ee circuito

circuito dede carga

carga

Com auxilio de um multímetro verifique a tensão da bateria

Boa

12,5V a 12,7V

75 a 100% de carga

Regular

12,1V a 12,3V

25 a 50% de carga

Ruim

abaixo de 12,1V

25 a 0% de carga

Em seguida, ligue o motor e verifique se a bateria está sendo recarregada. Os valores encontrados deverão estar entre:

Mínimo

13,5V

Máxim

15,0V

o

Lembre-se: A tensão da bateria não deve chegar a 10,8 volts ou seja menos que 20% da tensão nominal.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

20

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Calculando grandezas

Calculando

grandezas elétricas

elétricas

Capacidade nominal da bateria Consumo do

Tempo de descarga

= ___________________

acessório (amperagem medida) Exemplo: Bateria do veículo = 12 volts/ 40Ah

Consumo total dos acessórios (desligados) = 20mA

Tempo de descarga (em horas) Tempo de descarga (em dias)

/

40Ah

= ________

/

0,02A

= 2000

horas

/

2000h

= ________

/

24h

=

83 dias

Considerando carga completa da bateria

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

21

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Multímetros Multímetros

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Multímetros Multímetros 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos os de patentes,

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

22

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo TTensão

Medindo

ensão Alternada

Alternada

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS TTensão Medindo Alternada Em caso de dúvidas do valor da tensão da

Em caso de dúvidas do valor da tensão da tomada das residências, utilize um multímetro na maior escala (750V).

Se o display indicar aproximadamente 126 Volts, a

tensão da tomada é de “110 Volts”. Neste caso, a

escala pode ser diminuída para 200 para obter um

valor mais preciso do valor da tensão.

Se o display indicar aproximadamente 227 Volts, a tensão da tomada é de “220 Volts”.

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS TTensão Medindo Alternada Em caso de dúvidas do valor da tensão da
  • 110 ou 220 Volts ?

09.2006

23

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo tensão

Medindo

tensão contínua

contínua

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo tensão Medindo tensão contínua contínua Selecione a escala de tensão contínua

Selecione a escala

de tensão contínua

com um valor

acima do que será

medido
medido

Conecte as

ponteiras em

paralelo com o

componente a ser

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo tensão Medindo tensão contínua contínua Selecione a escala de tensão contínua

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

testado

24

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo

Medindo corrente

corrente contínua

contínua

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo Medindo corrente corrente contínua contínua Selecione a escala de corrente contínua
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo Medindo corrente corrente contínua contínua Selecione a escala de corrente contínua

Selecione a escala

de corrente

contínua com um

valor acima do que

será medido
será medido

Conecte as ponteiras em série

com o componente a ser

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo Medindo corrente corrente contínua contínua Selecione a escala de corrente contínua

25

Pós-Vendas

09.2006

testado

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo resistências

Medindo

resistências

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo resistências Medindo resistências Selecione a escala de resistências Conecte as ponteiras

Selecione a escala

de resistências
de resistências
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo resistências Medindo resistências Selecione a escala de resistências Conecte as ponteiras

Conecte as ponteiras em

paralelo com o componente

a ser testado

09.2006

(desenergizado)

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

26

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo resistências

Medindo

resistências

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo resistências Medindo resistências Caso a eletroválvula não possua identificação do valor

Caso a eletroválvula não possua identificação do valor da voltagem, utilize um multímetro selecionando na menor escala de resistência (200 ), conforme exemplo a seguir:

Se o display indicar aproximadamente15

(resistência interna da bobina), a eletroválvula é de

  • 12 Volts.

Se o display indicar aproximadamente 40

(resistência interna da bobina), a eletroválvula é de

  • 24 Volts.

Conclusão: O valor da resistência interna da

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo resistências Medindo resistências Caso a eletroválvula não possua identificação do valor

eletroválvula de 24 Volts é sempre maior que a eletroválvula de 12 Volts.

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo resistências Medindo resistências Caso a eletroválvula não possua identificação do valor

09.2006

27

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo Resistências

Medindo

Resistências (continuidade)

(continuidade)

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo Resistências Medindo Resistências (continuidade) (continuidade) Para certificar que o diodo está

Para certificar que o diodo está em perfeitas condições de uso, utilize um multímetro

selecionando a escala de diodo (continuidade), conforme exemplo a seguir:

Observação: Conecte as ponteiras em paralelo com o componente a ser testado (desenergizado). Polarizado reversamente, o diodo não poderá indicar nenhum valor.

Polarizado diretamente, o diodo indicará um valor aproximado de 581.

+ - + -
+
-
+
-

09.2006

Diodo 1N4001 até 1N4007

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

28

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

TTabela

abela dede valores

valores dede resistores

resistores

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS TTabela dede valores dede resistores 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

29

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Circuito comcom resistor

Circuito

resistor

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom resistor Circuito RESISTOR 09.2006 30 © Reservados todos os direitos incluídos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom resistor Circuito RESISTOR 09.2006 30 © Reservados todos os direitos incluídos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom resistor Circuito RESISTOR 09.2006 30 © Reservados todos os direitos incluídos

RESISTOR

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom resistor Circuito RESISTOR 09.2006 30 © Reservados todos os direitos incluídos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom resistor Circuito RESISTOR 09.2006 30 © Reservados todos os direitos incluídos

09.2006

30

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Diodos Diodos

Diodo é um componente eletrônico muito utilizado na aplicação de acessórios e, dependendo da sua polaridade, permite ou não a passagem da corrente elétrica.

+ - + -
+
-
+
-

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

31

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Medindo diodos

Medindo

diodos

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo diodos Medindo diodos Selecione a escala de teste de diodos Conecte

Selecione a escala

de teste de diodos
de teste de diodos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS Medindo diodos Medindo diodos Selecione a escala de teste de diodos Conecte

Conecte as ponteiras em

paralelo com o diodo

observando a polaridade

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

32

Pós-Vendas

CONCEITOS DEDE ELETRICIDADE

CONCEITOS

ELETRICIDADE

Circuito comcom diodo

Circuito

diodo

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos

DIODO

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos

09.2006

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos

DIODO

DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos
DEDE ELETRICIDADE CONCEITOS comcom diodo Circuito DIODO 09.2006 DIODO 33 © Reservados todos os direitos

33

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Conceitos

Conceitos

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Conceitos Conceitos 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos os de patentes,

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

34

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Circuito dede carga

Circuito

carga ee partida

partida

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA dede carga Circuito ee partida 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

35

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Circuito dede setas

Circuito

setas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA dede setas Circuito 09.2006 © Reservados todos os direitos incluídos os de

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

36

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Diagrama elétrico

Diagrama

elétrico convencional

convencional

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Diagrama elétrico Diagrama elétrico convencional convencional 09.2006 © Reservados todos os direitos

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

37

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Diagrama elétrico

Diagrama

elétrico multiplex

multiplex (rede

(rede

C.A.N.)

C.A.N.)

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Diagrama elétrico Diagrama elétrico multiplex multiplex (rede (rede C.A.N.) C.A.N.) 09.2006 ©

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

38

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Relés

Relés auxiliares

auxiliares

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Relés Relés auxiliares auxiliares São dispositivos que tem como função básica, comutar

São dispositivos que tem como função básica, comutar

correntes elevadas (terminais 87 e 30), através de uma

corrente mais baixa em uma bobina (terminais 85 e 86).

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Relés Relés auxiliares auxiliares São dispositivos que tem como função básica, comutar

AUXILIAR de 4 pinos: ao alimentar os pinos 85 e

86 (não importando a polaridade), os contatos dos

pinos 30 e 87 fecham-se, alimentando o acessório

ou circuito em que fora instalado.

Obs.: O pino 30 não tem relação alguma com a

linha 30, sendo apenas uma indicação de

09.2006

referência.

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

39

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Relés

Relés auxiliares

auxiliares

Devemos tomar alguns cuidados na

aplicação de reles, tais como: tensão

(V) de trabalho e capacidade de corrente

elétrica (A).

Exemplo: Um relé 12V/20A

85 30 86 87
85
30
86
87

A tensão está relacionado a bobina do rele. Então, se aplicarmos 12Volts

nos terminais 85 e 86, a bobina imantará acionando automaticamente

sua chave magnética (30 e 87). Neste caso, jamais alimente este relé

com 24 Volts, pois iremos danificá-lo.

A corrente elétrica (A) está relacionado aos terminais 30 e 87 do rele

(chave magnética/contatos) ou seja, quanto esta chave suporta em

Ampères, quando uma carga for ligada em sua saída.

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

40

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Relés

Relés auxiliares

auxiliares

AXILIAR de 5 pinos – contatos N.A e N.F: Este tipo de rele é muito

utilizado quando necessitamos de acionamentos invertidos, ou

seja, o acessório funciona enquanto não houver alimentação nos

pinos 85 e 86, ocorrendo o inverso quando estes pinos recebem

alimentação. Quando testamos este relé deveremos encontrar

continuidade nos pinos “87a” e “30” e não encontrar

continuidade entre os pinos “87” e “30”.

09.2006

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Relés Relés auxiliares auxiliares AXILIAR de 5 pinos – contatos N.A e

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

41

Pós-Vendas

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA

ELETRICIDADE

AUTOMOTIVA

Relés

Relés auxiliares

auxiliares comcom supressor

supressor

Devido a grande evolução tecnológica dos veículos, os fabricantes

aconselham que se utilize relés que possuam supressão a ruídos

(transientes) provocados pela bobina do mesmo.

Estes ruidos podem danificar circuitos eletrônicos tais como:

computadores de bordo, módulos eletrônicos de conforto, de injeção e

outros.

ELETRICIDADE AUTOMOTIVA ELETRICIDADE AUTOMOTIVA Relés auxiliares comcom supressor Devido a grande evolução tecnológica dos veículos, os

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

42

Pós-Vendas

OBRIGADO PELA SUA PARTICIPAÇÃO

09.2006

© Reservados todos os direitos incluídos os de patentes, assim como, os de uso, cópia e reprodução, em favor de PST Indústria Eletrônica da Amazônia Ltda.

43

Pós-Vendas