Vous êtes sur la page 1sur 20

“Bem Aventurados

os que têm fome e


sede
de justiça
porque serão
saciados”
Bem Aventurados

 Qual o sentido das Bem-Aventuranças?


 Uma proclamação, uma fórmula de felicitação ou
um convite á resignação e á evasão da realidade?

 Um convite á felicidade e à conversão já neste


mundo ou uma mera promessa e desejo adiados?

 Um grito revolucionário ou um convite á esperança


ou a afirmação de uma religião do dever, como
maquiavélica estratégia para a manutenção da
ordem social injusta?
1. Bem Aventuranças

 Bem-aventurado, ou com boa-ventura,


ou “com futuro” – são os que não põem
a sua segurança no dinheiro, no poder,
no sucesso, não fazem deles o “seu
deus” mas põem todo o empenho na
construção do reino de justiça e de paz.
 As Bem-Aventuranças são a regra de
vida do Filho; não é uma lei, é um
coração novo, prometido pelos profetas.
 Jesus afirma o que Ele mesmo vive, as
Suas palavras não são lei mas
Evangelho, não são exigências mas o
dom sublime e belo que nos oferece.
 Jesus dá-nos de sermos aquilo que
somos: filhos e irmãos…
Fome e sede

 Fome e sede são necessidades básicas….


 Fome de pão….

 Sede de água potável….

 De justiça….

 “ A Igreja não pode nem deve colocar-se á


margem da luta pela justiça….” (P. Bento
XVI)
 Fome e sede de Amor, do Pão da
Palavra e da Eucaristia:

 “Eu sou o Pão que desceu do céu o


que vem a mim nunca mais terá fome
e o c que crê em mim nunca mais terá
sede…” (Jo6,35)
A Justiça

O A. T. refere-se com frequência à


justiça humana.
 1 - A justiça na cidade
 2 – A Justiça em fidelidade á Lei
 3 – A Justiça recompensa
 4 – A Justiça, Sabedoria e Bondade
 No N.T. encontramos uma noção de
justiça inteiramente nova. Jesus não põe a
justiça jurídica no centro da sua
mensagem.
 ”O exercício da justiça jurídica cabia aos
Romanos; Jesus não se apresentou nunca
nem como reformador social nem como
Messias nacional. Porque não o era, nem
podia sê-lo.
 Jesus anuncia que a Lei é boa – é
justa – quando busca, descobre e
realiza a vontade de Deus…
 A “Justiça em Jesus Cristo”, “ontem,
hoje e sempre”, aquela que realmente
nos justifica e nos salva, move-nos a
reconhecer que é Ele,
verdadeiramente , “o Justo” (Act3,14).
 em Deus, que é Pai, de Jesus Cristo e
nosso, a Justiça é mais uma expressão
do Amor que Ele tem por nós….

 “Deus é Amor, e quem permanece no


Amor permanece em Deus e Deus
nele” (1Jo4,16);
 . “Amemo-nos uns aos outros, porque o Amor
vem de Deus e todo aquele que ama, nasceu de
Deus e conhece-o” (1Jo4,7);

. “Aquele que não ama não conhece a Deus


porque Deus é Amor” (1Jo4,8);

 .” O meu mandamento é este: que vos ameis


uns aos outros como Eu vos amei” (Jo15,12);
 ”Todo aquele que não pratica a justiça e não ama
o seu irmão, não é de Deus” (1Jo3,10);

 ”Se alguém disser:” Eu amo a Deus”, mas odiar o


seu irmão , é mentiroso, pois quem não ama o seu
irmão, ao qual vê, como pode amar a Deus, que
não vê? Dele temos este mandamento: quem ama
a Deus, ame também o seu Irmão” (1Jo4,20-21).
 Justiça do Reino
É a justiça de José, chamado “justo” porque
escutou a sua consciência habitada pela
Palavra de Deus e ofereceu a Maria e a Jesus
quanto lhes era devido: a protecção da vida.
A justiça que transcende a justiça da Lei e que
integra e transcende a justiça humana.
Comboni e a Justiça
 “São tantas as injustiças e as pílulas amargas
que tive de tragar , que o facto de sobreviver é
um milagre. Trabalho unicamente pela glória de
Deus e pelas pobres almas o melhor que posso
e sigo o meu caminho sem me preocupar com
mais nada, certo de que todas as cruzes que
tenha que carregar são pura vontade de Deus e,
portanto, sempre me serão queridas. ( E.6682)
 “ A miséria dos pobres negros pesa
imensamente no meu coração e não há
sacrifício que não me sinta disposto a
aceitar pelo seu bem” (E 1011).
Justiça hoje
 Diante das experiências contrárias á
justiça é urgente sentir o grito:
 Dos mais pobres
 Das minorias
 Das mulheres feridas na sua dignidade
 Dos marginalizados
 Dos trabalhadores mal pagos
 Dos refugiados
 Dos imigrantes… prisioneiros….
 Guerras…
 armas…

 fome…

 analfabetismo…

 meio ambiente….

  Doenças….
Reflexão pessoal
 Atitudes: escuta, acolhimento, opção,
celebração e compromisso.
 1 – Dar ouvidos e coração á voz do Senhor que hoje
me convida a subir o monte e ouvir a Bem-
Aventurança “ Bem-Aventurados os que têm fome e
sede de justiça porque será saciados”. O que me
fala hoje o Senhor?
 2 – Que implicações tem para mim a vivência da
justiça nas minhas escolhas de vida?
 3 – Que injustiças vejo á minha volta e no mundo e
gostava de contribuir para as diminuir?
Partilha em grupo
 Quais sã os gritos de injustiça que vejo á
minha volta e que me empenho a mudar?

 “Bem-Aventurados os que têm fome e sede de


justiça porque serão saciados”. Em que nos
compromete esta Bem-Aventurança?

 Grandes desafios á justiça: Guerras – fome -


meio ambiente – água – doenças -
analfabetismo…. E eu o que faço?

 Se houver tempo: Apresentar os


trabalhos em cartazes ou com um
símbolo que exprima a atitude a viver