Vous êtes sur la page 1sur 7

1.

Poesia Trovadoresca

Os gneros da
poesia trovadoresca
Outras Expresses, 10. ano
Os gneros da poesia trovadoresca
Poesia galego-portuguesa

Textos de
assunto Divulgao
profano e oral (cantigas)
religioso

Origem
Funo ldica,
tradicional e
social e
influncia
moralizadora
estrangeira
Os gneros da poesia trovadoresca
Cancioneiros da poesia galego-portuguesa

Cancioneiro Cancioneiro
da Ajuda da Vaticana

Cancioneiro
Cantigas de
dade
Arte Biblioteca
Santa Maria
Nacional
Trovar
Os gneros da poesia trovadoresca
Gneros da lrica galego-portuguesa

Temticas de carcter
Temtica satrica
sentimental

Cantigas de amigo Cantigas de escrnio

Cantigas de amor Cantigas de maldizer


Os gneros da poesia trovadoresca
Cantiga de amigo
Lirismo autctone
Emissor feminino: elas falam
na primeira cobra (Arte de Trovar)
Mulher de baixa condio social
Drama sentimental da donzela
Presena de confidentes
(humanos ou inanimados)
Drama sentimental da donzela
Valor documental histrico-social
Outras Expresses, 10. ano
Os gneros da poesia trovadoresca
Cantiga de amor
Poesia de imitao provenal
Emissor masculino: eles falam
na prim<ei>ra cobra (Arte de Trovar)
Mulher de elevado estatuto social
Coita de amor do sujeito potico face Senhor
Sentimento convencional
Idealizao e inacessibilidade da mulher amada
cdigo do amor corts
Ambiente palaciano
Outras Expresses, 10. ano
Os gneros da poesia trovadoresca
Cantigas de escrnio e maldizer

aquelas que os trobadores fazen querendo dizer


dalgum em elas,por palavras cubertas (escrnio)
ou descubertamente (maldizer). (Arte de Trovar)

Recurso stira e ao cmico

Crtica individual ou social de


recorte caricatural

Valor documental histrico-


-social
Outras Expresses, 10. ano