Vous êtes sur la page 1sur 6

 É quando temos partícula, ou campos eletromagnéticas, efetuando movimento de

vai e vem em torno de um ponto fixo, chamado de posição de equilíbrio, na


ausência do atrito.
 Exemplo: Movimento do balancim de um relógio, movimento de um pistão em sua camisa,
etc.
Equações Básicas do Movimento Harmônico Simples
OBS: O movimento a ser considerado da
𝒙 𝒕 = 𝑿𝒎 . 𝐜𝐨𝐬(𝝎. 𝒕 + 𝜽𝟎 ) partícula é na direção do eixo “X”, se fosse na
direção de “Y” trocaríamos a função cosseno
𝒗 𝒕 = −𝝎. 𝑿𝒎 . 𝒔𝒆𝒏(𝝎. 𝒕 + 𝜽𝟎 ) pela função seno e assim sucessivamente.
Variáveis: Constantes:
a 𝒕 = −𝝎 . 𝑿𝒎 . 𝒄𝒐𝒔(𝝎. 𝒕 + 𝜽𝟎 )
𝟐
x (posição ou lugar 𝜔 (frequência angular
geométrico) ou pulsação )
v (velocidade) 𝑋𝑚 (Amplitude)
𝟐. 𝝅
𝑶𝒃𝒔: 𝝎 = = 𝟐. 𝝅. 𝒇 a (aceleração) 𝜃0 (Constante de fase
𝑻 t (tempo) ou fase inicial)
T (período)
f( frequência linear)
 Outras Equações :

𝑭 = −𝒌. 𝒙 (𝑳𝒆𝒊 𝒅𝒆 𝑯𝒐𝒐𝒌𝒆) 𝟐


𝒗 = 𝝎. 𝑿𝒎 − 𝑿𝟐

𝒅𝟐 𝑿 𝒌 𝟏 𝟐
+ . 𝑿 = 𝟎 (𝑬𝒒𝒖𝒂çã𝒐 𝒅𝒐 𝑴𝒐𝒗𝒊𝒎𝒆𝒏𝒕𝒐) 𝑬𝒄 = 𝒌. 𝑿𝒎 𝒔𝒆𝒏𝟐 (𝝎𝒕 + 𝜽𝟎 )
𝒅𝒕𝟐 𝒎 𝟐
(Energia Cinética)
𝒂 𝒕 = −𝝎𝟐 . 𝒙 𝒕 (𝒂𝒄𝒆𝒍𝒆𝒓𝒂çã𝒐)
𝟏 𝟐
𝑬𝒑 = 𝒌. 𝑿𝒎 𝒄𝒐𝒔𝟐 (𝝎𝒕 + 𝜽𝟎 )
𝒌 𝟐
𝝎= ( 𝒇𝒓𝒆𝒒𝒖𝒆𝒏𝒄𝒊𝒂 𝒂𝒏𝒈𝒖𝒍𝒂𝒓) (Energia Potencial)
𝒎
𝒎 𝟏 𝟐
𝑻 = 𝟐. 𝝅 (𝑷𝒆𝒓í𝒐𝒅𝒐) 𝑬𝒎 = 𝑬𝒄 + 𝑬𝒑 = 𝒌. 𝑿𝒎
𝒌 𝟐
(Energia Mecânica)
 Simulações MHS:
 Aplicações de MHS:
 Equação do Período de um Oscilador Harmônico Simples Mola-Massa
𝒎 Onde:
𝑻 = 𝟐. 𝝅 (𝑷𝒆𝒓í𝒐𝒅𝒐) M(massa)
𝒌
K (constante elástica ou
constante de força)
 Equação do Período de um Pêndulo Simples
L (Comprimento)
𝑳 g (Aceleração da Gravidade)
𝑻 = 𝟐. 𝝅 (𝑷𝒆𝒓í𝒐𝒅𝒐) a( Distancia entre 𝐼𝑥′ e 𝐼𝑥 )
𝒈
𝐼𝑥′ (Momento de Inercia em
 Equação do Período de um Pêndulo Físico relação ao um eixo que passa
por um ponto de articulação
𝑰𝒙′ fora do centro de massa ou
𝑻 = 𝟐. 𝝅 (𝑷𝒆𝒓í𝒐𝒅𝒐) centro de gravidade do corpo)
𝒎. 𝒈. 𝒂 𝐼𝑥 (Momento de inercia em
relação ao um eixo que passa
OBS: Geralmente 𝐼𝑥′ é igual a 𝐼𝑥 + 𝑚. 𝑎2 pelo centro de massa ou
(Teorema de Stain ou dos eixos paralelos) centro de gravidade de um
corpo)
 Ocorre em sistemas reais (com atrito)  o corpo não oscila continuamente;
 A energia mecânica do sistema diminui com o passar do tempo e o
movimento é conhecido como movimento amortecido;

A força de amortecimento é A equação do movimento


expressa como : amortecido é:
F  ma  bv  kx
Fa  bv
d 2x dx
m 2  b  kx  0
dt dt

Onde:
b  é o coeficiente de amortecimento
v  a velocidade do corpo de massa m
(o atrito é proporcional à v)
 A função que satisfaz a equação diferencial é:

x  xm e bt 2 m cos( ' t   )


 A frequência angular do oscilador amortecido é:

k b2
'   2
m 4m
𝟏 𝟐 −𝒃𝒕/𝒎
𝑬 𝒕 ≈ 𝒌𝒙𝒎 𝒆
𝟐
𝑬 𝒕 ≈ 𝑬𝟎 𝒆−𝒃𝒕/𝒎