Vous êtes sur la page 1sur 39

GESTÃO DE CARREIRAS

“Se o homem não


sabe a que porto se
dirige, nenhum vento
lhe será favorável.”

Sêneca
FATORES QUE LEVAM AO
SUCESSO PESSOAL
 Capacidade

 Estratégia

 Desempenho

 Sorte

Na mesma linha de raciocínio, há pessoas que parecem ter azar, mas têm na
verdade características que “chamam” problemas, como por exemplo:
 negligência;
 desleixo;
 propensão a conflitos;
 companhia de gente problemática; e,
 descontrole emocional.
O que é carreira?

• Estrada estreita
• Caminho
• Linha (de avião)
• Corrida veloz
• Fila
• Ocupação profissional que
oferece oportunidades de
progresso

Todos os significados mostram conceitos ou


situações nas quais se vai de um lugar ao
outro.
Carreira é movimento
para todos os lados

Ganhar
flexibilidade

Diversificar Trabalhar
conhecimentos
em equipe

Desenvolver
expertises
CARREIRA
É FEITA
DE
ESCOLHAS
Antes de olhar para fora,
olhe para dentro de você

O que você sabe fazer


1. Relacione seus pontos fortes
O que você faz bem

Quais os melhores resultados


2. Identifique seu potencial e
O que você gosta de fazer seu diferencial de mercado
Alternativas de Carreira e Emprego

 Setor público
 Setor privado
 Responsabilidade social
 Empreendedorismo
 Home Office
 Consultoria
 Terceirização
 Autônomo
 Trainee
CARREIRA é
UM PROJETO DE
VIDA
Alguns Instrumentos de Carreira
e Empregabilidade

 Marketing Pessoal

 Planejamento de Carreira

 Currículo

 Network

 Ética e etiqueta no trabalho


NETWORKING – REDE DE RELACIONAMENTOS
Sua família
Cônjuge
Professor

Seus amigos

Seus colegas
VOCÊ

Chefe e ex-chefes
CONHECIDO

AMIGO EM COMUM

NOVO CONHECIDO
O Mercado de Trabalho busca...
Pessoas que tenham qualificação,
autonomia, liderança, que
trabalham em equipe, tenham
habilidade de se comunicar,
flexibilidade, iniciativa, orientação
para mudança e resultados, cultura
empreendedora, e capacidade de
aprender.
Não existe
uma única
fórmula
para gerenciar
a
CARREIRA
Porque carreira é vida.
Ela é feita de emoções, buscas,
conquistas e frustrações.

Ela é o reflexo de nossa


personalidade, de nossos valores e
do nosso amadurecimento

Por isso cada carreira é única.


Como cada um de nós.
OPORTUNIDADES E AMEAÇAS À
CARREIRA
Pontos fortes:
 O que você faz melhor que as pessoas à sua volta?;
 Qual característica sua, geralmente, é mais elogiada?;
 Quais vantagens você tem que outras pessoas não
tem?;
 Quais valores você tem que os outros não
conseguem ter?;
 Você faz parte de algum grupo informal? Se sim, como
ele pode ser um ponto forte para você?;
 Qual experiência que você possui que ninguém
possui?;
 Quais os recursos que você tem acesso que mais
ninguém tem?.
OPORTUNIDADES E AMEAÇAS À
CARREIRA
Fraquezas:

 Quais tarefas você evita no seu dia a dia e por quê?;


 O que você não se sente confiante em fazer?;
 Você se sente confortável com sua formação? Se não, qual
detalhe dela que mais lhe causa este sentimento?;
 Existe alguma característica pessoal que você acha que te
atrapalha? (por exemplo, você precisa falar em público e se
sente tímido);
 As pessoas geralmente esperam algo de você e, por mais que
tente, não consegue atender as expectativas?;
 Quais são seus vícios no trabalho que geralmente podem
irritar outros colaboradores? (por exemplo, ficar estressado
fácil, chegar atrasado).
OPORTUNIDADES E AMEAÇAS À
CARREIRA
Oportunidades:

 A empresa que você trabalha, ou seu ramo de atividade, está em


expansão? Se sim, o que você pode fazer para aproveitar esta
situação?;
 Você costuma frequentar eventos ligados à sua área?;
 Você mantém contato com seus antigos colegas de classe e demais
pessoas ligadas a sua vida profissional?;
 Você está ligado nas novas tecnologias ligadas à sua área?;
 Qual seu nível de interação com pessoas da sua área na internet?;
 Onde existem oportunidades dentro de sua empresa ou no
mercado que ninguém está aproveitando? O que você poderia fazer
para aproveitá-las?;
 Quais novas tendências de gestão estão surgindo que você pode
aplicar ao seu local de trabalho? O que fazer para aproveitá-las?.
OPORTUNIDADES E AMEAÇAS À
CARREIRA
Ameaças:
 A tecnologia é um problema para você, ela
ameaça seu cargo?;
 Você está em uma área da empresa que pode
sofrer outsourcing (contratação de mão de obra
terceirizada) a qualquer momento?;
 Você possui muitos competidores na mesma área
que você?;
 O seus pontos fracos podem aumentar os seus
ricos frente às ameaças?;
 Quais os obstáculos que você enfrenta hoje na
sua vida?.
COMPETÊNCIAS FUNDAMENTAIS
NA CARREIRA

Resulta, portanto, de três componentes principais:


 saberes ou conhecimentos formais que podem
ser traduzidos em fatos concretos, definindo
regras;
 saber-fazer – procedimento empírico como as
receitas e conhecimentos tácitos dos ofícios, que
se desenvolvem na prática cotidiana de uma
profissão ou ocupação;
 saber-ser – compreendido como o saber social
ou senso comum, que mobiliza estratégias e
raciocínios complexos, bem como interpretações
e visões de mundo.
COMPETÊNCIAS FUNDAMENTAIS
NA CARREIRA
Esse conjunto de saberes abrange os:
 saberes teóricos (necessários para compreender
um fenômeno, um objeto, uma situação, uma
organização ou um processo);
 saberes do meio (referentes ao contexto,
compreendem os saberes sobre sistemas,
processos, materiais e produtos, estratégias,
estrutura, cultura organizacional, etc.); e,
 saberes procedimentais (descrevem como uma
ação deve ser realizada, ou seja, os
procedimentos, métodos, modos operatórios
adequados; envolve um conjunto de ações a
serem realizadas em uma ordem estabelecida).
As competências para determinado cargo são
requeridas em quaisquer empresas, que podemos
definir como fundamentais. Vários consultores de
RH citam as seguintes:

1. Visão de negócio

 Para subir degraus na carreira é preciso


ver além de sua área de atuação. É preciso
enxergar o funcionamento do seu
departamento, o cliente, a empresa, o
mercado.
As competências para determinado cargo são requeridas
em quaisquer empresas, que podemos definir como
fundamentais. Vários consultores de RH citam as
seguintes:

2.Trabalho em equipe
 Atividades em grupo requerem aptidão
para lidar com gente, que possuem
personalidades e modos diferentes de
trabalhar. O desafio aqui é alcançar os
resultados em grupo, administrando as
diferenças, sendo flexível.
As competências para determinado cargo são requeridas
em quaisquer empresas, que podemos definir como
fundamentais.Vários consultores de RH citam as seguintes:

3. Liderança
 Uma boa liderança é essencial em qualquer
contexto de nossas vidas. Seja para
comandar uma casa, lidar com a família, ou
gerenciar colegas e colaboradores, portanto,
liderar, influenciar pessoas, conduzir estas ou
projetos em direção a um objetivo é
essencial para a carreira.
As competências para determinado cargo são requeridas
em quaisquer empresas, que podemos definir como
fundamentais.Vários consultores de RH citam as seguintes:
4. Autoconhecimento
 O bom profissional deve ter consciência de suas
habilidades e pontos frágeis, por isso deve
descobrir suas fontes de motivação para chegar a
um nível de excelência no trabalho.
5. Atitude (o “a” do CHA)
 O profissional completo reúne o CHA
(conhecimentos, habilidades, atitude).
6. Voltado a resultados
 Ninguém sobrevive no mercado de trabalho sem
entregar resultados. Salvo os profissionais
privilegiados, esta entrega se dá em curto prazo.
As competências para determinado cargo são requeridas
em quaisquer empresas, que podemos definir como
fundamentais.Vários consultores de RH citam as seguintes:
7. Resiliência; adaptabilidade
 A competência passa por ser resiliente e flexível para
suportar as pressões do mercado de trabalho e adaptar-se à
cultura e aos mecanismos de funcionamento de sua área para
sobreviver no mundo corporativo (MARTINS, 2014).

8.Ser sociável
 Lidamos com pessoas o tempo todo. Sejam os nossos
colegas de trabalho, chefes, líderes, superiores, amigos ou
familiares. Por isso, desenvolver habilidades sociais como a
capacidade de ouvir e trabalhar em equipe é fundamental
para lidar melhor com as pessoas. Isso ajudará a
compreender cada um e aceitar as diferenças sem
julgamentos e sem que isso interfira de maneira negativa em
sua vida ou trabalho (MARQUES, 2013).
As competências para determinado cargo são requeridas
em quaisquer empresas, que podemos definir como
fundamentais.Vários consultores de RH citam as seguintes:
9.Comunicação
A comunicação é uma competência
indispensável a qualquer profissional e muito
valorizada dentro das organizações. Falar
bem e escrever corretamente são
diferenciais importantíssimos em sua
carreira.
 Uma boa comunicação ajuda a conquistar
um bom desempenho durante reuniões,
apresentações ou entrega de relatórios, e-
mails, entre outras atividades profissionais
(MARQUES, 2013).
As competências para determinado cargo são requeridas
em quaisquer empresas, que podemos definir como
fundamentais.Vários consultores de RH citam as seguintes:
10.Organização
 A organização é outra competência fundamental
a qualquer profissional. Sem organização não há
como lidar bem com prazos e horários e,
consequentemente, o rendimento acaba sendo
prejudicado.
 Uma boa forma de aprender a se organizar é
utilizar uma agenda para anotar demandas e
compromissos ou criar uma planilha de atividades
separando cada tarefa por ordem de prioridade.
Assim você saberá o que executar primeiro,
gerenciará melhor o seu tempo e evitará deixar
coisas para a última hora (MARQUES, 2013).
A ESCOLHA DO TRABALHO: EMPREGO
OU NEGÓCIO PRÓPRIO E O GOSTAR
DO TRABALHO
 Gostar do que faz ou fazer o que gosta?
O que é mais importante? Realmente o
trabalho fornece subsídios para
sobrevivência, então, em várias situações,
não há muita escolha, trabalha-se naquilo
que é possível fornecer tais subsídios, no
entanto, também deveria ser fonte de
prazer, de realização pessoal, entretanto
muitas pessoas não têm condições de
escolher.
A ESCOLHA DO TRABALHO: EMPREGO
OU NEGÓCIO PRÓPRIO E O GOSTAR
DO TRABALHO
 E se pensássemos diferente: carreira ou
estilo de vida?
 Carreira e estilo de vida têm relação
necessária e direta. Essas coisas necessitam
ser pensadas em conjunto. As decisões de
carreira são divergentes, quer dizer, há
caminhos alternativos que não podem ser
escolhidos simultaneamente. É fundamental
optar e saber que a opção traz ganhos e
perdas: Tal é a decisão de ter um emprego
ou viver por conta própria.
A ESCOLHA DO TRABALHO: EMPREGO
OU NEGÓCIO PRÓPRIO E O GOSTAR
DO TRABALHO
 O fato de uma pessoa realizar um trabalho
“do qual ela realmente goste”, faz com que
ela cresça e em muito contribui para a sua
qualidade de vida geral. Por outro lado, um
trabalho inadequado reduz de algum modo a
sua qualidade de vida. Um emprego que a
pessoa odeie, podendo variar de presidente
de uma companhia a coletor de lixo, de
balconista de lanchonete a pesquisador, a faz
sentir-se mal-humorada, deprimida e até
mesmo revoltada.
A ESCOLHA DO TRABALHO: EMPREGO OU
NEGÓCIO PRÓPRIO E O GOSTAR DO
TRABALHO

 Realizar um trabalho desinteressante ou


desagradável esgota a energia, diminui a
motivação e geralmente reduz a autoestima.
Num círculo vicioso, a pessoa passa a se
descuidar pessoal e profissionalmente e a
distanciar-se do círculo de pessoas que
realmente faz a diferença em sua
organização ou profissão. E essa pessoa
gostará menos ainda de seu trabalho e se
sentirá menos comprometida com ele
(KILIMNIK; MORAIS, 2006).
Emprego ou negócio próprio?

Emprego:
 Provavelmente os melhores empregos no
Brasil de hoje estão na área pública. Quando
se compara o custo (exigência de
qualificação e dedicação) com os benefícios
(condições de trabalho, ganhos, segurança
social) os empregos públicos usualmente são
mais atraentes, ou pelo menos, para aqueles
que já foram empossados, porque, sem
entrar no mérito da questão, as regras para
os concursos novos são bem diferentes de
alguns anos atrás.
Emprego ou negócio próprio?
Atividade por conta própria
É bom mencionar que a atividade por conta própria não quer
dizer necessariamente ter um negócio. Longe disso. Hoje há
duas categorias de atividades por conta própria, a saber:
 negócios – incluem desde os pequenos estabelecimentos até
empreendimentos de maior porte. Usualmente têm uma
organização, estrutura de custos, instalações específicas, etc.;
 atividades autônomas – o mercado moderno, sofisticado e
diversificado oferece oportunidade de atuação autônoma em
diferentes segmentos – prestação de serviços técnicos,
consultoria, representação, etc. Há várias pessoas que vivem
por conta própria sem ter empresas no sentido real da
palavra (organização, instalações, empregados, estrutura de
custos, etc). Alguns têm pequenas estruturas de apoio.
Outros, nem isso.
Emprego ou negócio próprio?

Atividade por conta própria


O perfil da pessoa:
 Temos pessoas com ‘tino’ para negócios
como temos pessoas que gostam de ler,
pesquisar e com muita tendência a serem
intelectuais, daí se dariam melhor na
profissão de educadores e/ou
pesquisadores e com certeza maior
contribuição à sociedade em se tratando
de produção intelectual.
Atividade por conta própria

 Os objetivos pessoais
 Assim como existem pessoas ambiciosas que
querem ficar ricas porque qualquer motivo
que seja (até mesmo por ter sido muito
pobre a infância), ela centra sua motivação
na questão financeira, ao mesmo tempo
existem pessoas que preferem uma vida mais
tranquila, com mais tempo para família e não
focam muito a questão de confortos
proporcionados pela riqueza.
Atividade por conta própria

As oportunidades

 Podemos dizer que há pelo menos três


tipos de motivação para o início de
atividades por conta própria: a
necessidade, a vocação e a oportunidade.
O gostar do trabalho

 Segundo estudos de Andrade (2009), atualmente,


há uma forte tendência de os orientadores
profissionais incentivarem o cliente, não só o pré-
vestibulando ou o jovem, mas também o
profissional em transição de carreira, a escolher
uma profissão que realmente o agrade e tenha a
ver com as suas habilidades e aptidões, com base
na ideia de que assim ele terá mais facilidade de
encontrar o seu espaço de atuação nesse mundo
altamente mutante do trabalho, contrariando a
tendência de escolha da profissão focalizada na
perspectiva de retomo financeiro.
VOCÊ É DO TAMANHO
DE SEUS SONHOS
(Shakespeare)

Profº Dante Girardi


REFERÊNCIAS
 BALASSIANO, M. Gestão de Carreiras: dilemas e perspectivas. São
Paulo:Atlas, 2006.
 DUTRA, José Souza. Gestão de carreiras na empresa contemporânea.
São Paulo:Atlas, 2009.
 ROSA, José Antônio. Carreira: planejamento e gestão. São Paulo:
Cengage Learning, 2011. AEDB. GT: GESTÃO DE PESSOAS.
Relações de Trabalho: Planejamento e Novas Oportunidades de
Carreira para o Trabalhador. Disponível em:
http://www.aedb.br/seget/artigos09/312_Desenvolvimento%20de%
20Carreiras.pdf
 ANDRADE, Guilherme Assunção de. Carreira tradicional versus
carreira proteana: um estudo comparativo sobre a satisfação com a
profissão, carreira e emprego. Belo Horizonte: FUMEC, 2009.
Disponível em:
http://www.fumec.br/anexos/cursos/mestrado/dissertacoes/comple
ta/guilherme_assuncao_de_andrade.pdf