Vous êtes sur la page 1sur 21

TRABALHO Nº 4 :

DETERMINAÇÃO CONDUTIMÉTRICA DE ÁCIDO


ACÉTICO E ÁCIDO CLORÍDRICO EM VINAGRE

Métodos Instrumentais de Análise II


• Daniela Castro
• Helena Gomes
• Margarida Machado
ÍNDICE

 Objetivo……...………………………………………………………………………………………………………………………………...3
 Condutimetria………………………………………………………………………………………………………………………………...4
 Tipos de análises condutimétricas………………………………………………………………………………………………………..5
 Trabalho nº4: determinação condutimétrica de ácido acético e ácido clorídrico em vinagre…………………………...7
 Determinação de ácido acético numa solução de vinagre………………………………………..................................................................8
 Determinação de ácido acético e ácido clorídrico numa solução de vinagre adulterado…………………………………………………9
 Materiais e reagentes……………………………………………………………………………………………………………………………………….10
 Procedimento…………………………………………………………………………………………………………………………………………………11
 Resultados para a amostra 1………………………………………………………………………………………………………………………………12
 Cálculos para a amostra 1…………………………………………………………………………………………………………………………..........13
 Conclusões para a amostra 1……………………………………………………………………………………………………………………………..15
 Resultados para a amostra 2………………………………………………………………………………………………………………………………16
 Cálculos para a amostra 2…………………………………………………………………………………………………………………………...........17
 Conclusões para a amostra 2……………………………………………………………………………………………………………………………..19 2
 Bibliografia……………………………………………………………………………………………………………………………………………………..20
OBJETIVO

 Determinar o teor em ácido acético e ácido clorídrico em


duas amostras de vinagre, através de uma titulação
condutimétrica.

3
CONDUTIMETRIA

Maior ou menor facilidade com que uma solução conduz a


corrente elétrica

Condutância (G) ou condutividade elétrica, em S, Ω-1 ou


mho

Condutores eletrolíticos – iões

Condutores metálicos – eletrões

E = R I (R em Ω, I em A e E em V)

4
TIPOS DE ANÁLISES CONDUTIMÉTRICAS

Não é
A condutividade
de uma solução é
seletiva
determinada pela
medida da
resistência entre
dois elétrodos de
platina numa
Condutimetria
célula com
geometria bem
Direta
definida

As medidas de
condutância
são realizadas
com corrente
As células alterna
condutimétricas
são constituídas
por dois elétrodos
de platina
platinizada
5
TIPOS DE ANÁLISES CONDUTIMÉTRICAS

É seletiva
para um
ião

A variação da
condutividade
devido à reação A variação da
entre o titulante e o condutividade
titulado deve da solução será
provocar uma Titulações mais
alteração
significativa na condutimétricas pronunciada
quanto maior for
inclinação ou uma a diferença das
descontinuidade da condutividades
curva para que o iónicas individuais
ponto final possa ser
detetado Variação da
condutância da
solução a ser
analisada à
medida que o
titulante é 6
adicionado
TRABALHO Nº4

DETERMINAÇÃO CONDUTIMÉTRICA
DE ÁCIDO ACÉTICO E ÁCIDO
CLORÍDRICO EM VINAGRE

7
DETERMINAÇÃO DE ÁCIDO ACÉTICO
NUMA SOLUÇÃO DE VINAGRE

 Titulação ácido fraco – base forte


 Ácido acético- titulado
 Hidróxido de sódio- titulante
 Região I: neutralização do ácido acético
 Região II: presença de excesso de titulante

CH3COOH + NaOH ↔ CH3COONa + H2O

8
DETERMINAÇÃO DE ÁCIDO ACÉTICO E
ÁCIDO CLORÍDRICO NUMA SOLUÇÃO DE
VINAGRE ADULTERADO

 Titulação mistura de ácidos – base forte


 Ácido acético e ácido clorídrico - titulado
 Hidróxido de sódio- titulante
 Região I: neutralização do ácido clorídrico
 Região II: neutralização do ácido acético
 Região III: presença de excesso de titulante

HCl + NaOH ↔ H2O + NaCl

CH3COOH + NaOH ↔ CH3COONa + H2O


9
MATERIAIS E REAGENTES

 Proveta de 100 mL  Célula condutimétrica


 2 Pipetas de 5,00 mL  Condutivímetro
 Bureta de 25,00 mL  Água desionizada
 2 Gobelés de 250 mL  Amostra 1: solução de
vinagre
 Pipetas Pasteur
 Amostra 2: solução de
 Agitador magnético
vinagre adulterado
 Barra magnética
 NaOH 0,10 mol/L

10
Proceda à titulação com a
Coloque a célula solução de NaOH 0,10 mol/L
Pipete 2,00 mL da amostra 1 condutimétrica na adicionando volumes de
de vinagre para gobelé de solução anterior e a titulante de 1,00 mL e anote
250 mL e adicione 100 mL barra magnética. os valores da condutividade
de água desionizada. Ligue a agitação. até adição de um total de
15,00 mL de titulante.

No final, lave a célula Repita o procedimento


condutimétrica e deixe- anterior, pipetando 2,5 mL
a mergulhada em água de vinagre da amostra 2.
desionizada.

11
RESULTADOS PARA A AMOSTRA 1

V adicionado (mL) k (mS/cm)


13,00 0,80
0,00 0,21
14,00 0,85
1,00 0,19
15,00 0,90
2,00 0,20
16,00 0,95
3,00 0,24
17,00 1,00
4,00 0,30
18,00 1,07
5,00 0,35 19,00 1,22
6,00 0,41 20,00 1,35
7,00 0,46 21,00 1,50
8,00 0,52
22,00 1,64
9,00 0,58
23,00 1,78
10,00 0,64
24,00 1,91
11,00 0,69
25,00 2,16 12
12,00 0,74
CÁLCULOS PARA A AMOSTRA 1

 y1 = 0,054x + 0,085 (região I)


 y2 = 0,149x - 1,623 (região II)
 Igualando as duas equações obtém-se
o valor de x da interseção das duas
retas, correspondente ao volume
equivalente:

0,054x + 0,085 = 0,149x - 1,623 ↔


↔ x =17,98 mL (volume equivalente)

13
CÁLCULOS PARA A AMOSTRA 1

Vequivalente= 17,98 mL
[NaOH]= 0,10 mol/L
Vamostra 1= 2,00 mL

n(CH3COOH)pe= n(NaOH)pe
[CH3COOH] x V(CH3COOH) = [NaOH] x V(NaOH)
[CH3COOH] = [NaOH] x V(NaOH) / V(CH3COOH) = 0,90 mol/L

14
CONCLUSÕES PARA A AMOSTRA 1

 Conclui-se que a amostra 1 de vinagre apresenta uma concentração de 0,90 mol/L de


ácido acético.

15
RESULTADOS PARA A AMOSTRA 2

V adicionado (mL) k (mS/cm) 10,00 1,12


0,00 1,44 11,00 1,19
1,00 1,22 12,00 1,31
2,00 0,98 13,00 1,46
3,00 0,82 14,00 1,61
4,00 0,81 15,00 1,74
5,00 0,86 16,00 1,89
6,00 0,92 17,00 2,05
7,00 0,97 18,00 2,19
8,00 1,03 19,00 2,34
9,00 1,09 20,00 2,48

16
CÁLCULOS PARA A AMOSTRA 2

 y1 = -0,210x + 1,430 (região I)


 y2 = 0,054x + 0,594 (região II)
 y3 = 0,147x - 0,447 (região III)
 Igualando as duas primeiras equações obtém-se o valor de x da interseção das retas y1 e
y2, correspondente ao volume do primeiro ponto de equivalência:
-0,210x + 1,430 = 0,054x + 0,594 ↔ x = 3,17 mL volume equivalente 1
 Igualando as duas últimas equações obtém-se o valor de x da interseção das retas y2 e
y3:
0,054x + 0,594 = 0,147x - 0,447 ↔ x = 11,25 mL
 Subtraindo este volume pelo volume equivalente 1 obtém-se o volume do segundo
ponto de equivalência:
17
11,25 - 3,17 = 8,08 mL volume equivalente 2
CÁLCULOS PARA A AMOSTRA 2

Vequivalente 1= 3,17 mL

Vequivalente 2= 8,08 mL
[NaOH]= 0,10 mol/L
n(HCl)pe= n(NaOH)pe Vamostra 2= 2,50 mL
[HCl] x V(HCl) = [NaOH] x V(NaOH)
[HCl] = [NaOH] x V(NaOH) / V(HCl) = 0,13 mol/L

n(CH3COOH)pe= n(NaOH)pe
[CH3COOH] x V(CH3COOH) = [NaOH] x V(NaOH)
[CH3COOH] = [NaOH] x V(NaOH) / V(CH3COOH) = 0,32 mol/L 18
CONCLUSÕES PARA A AMOSTRA 2

 Conclui-se que a amostra 2 de vinagre adulterado apresenta uma concentração de 0,32


mol/L de ácido acético e 0,13 mol/L de ácido clorídrico.

19
BIBLIOGRAFIA

 Skoog Douglas A.; ; Principles of instrumental analysis


 Harris Daniel C; Quantitative chemical analysis
 PowerPoints fornecidos nas aulas laboratorias de Métodos Instrumentais de Análise II
 Manual de Aulas Laboratoriais 2017/2018 de Métodos Instrumentais de Análise II

20
Obrigada pela atenção!
21