Vous êtes sur la page 1sur 33

ERA VARGAS

1930 a 1945

Colégio Farroupilha
Disciplina de História – Nonos anos
Professora Silvania

Ao final desses slides você deverá
dominar os seguintes conceitos:
• Revolução de 1930 e seus impactos na ordem
econômica do Brasil;
• Paternalismo e populismo;
• Modificações trazidas pela Constituição de 1934;
• AIB e ANL;
• Luta contra o “suposto” avanço comunista e as formas
como isso foi utilizado pelo governo de Vargas;
• Censura, repressão e controle da propaganda no
Estado Novo;
• Deposição de Vargas.

2

Revolução de 1930
Representou a entrada de novos grupos políticos
no poder, e o fim do peso político tradicional das
oligarquias cafeeiras, mas elas seguiam com
poder econômico.

Os contextos econômicos
não se alteram tão
rapidamente...
São processos!
3

• Para organizar a produção ele criou órgãos de controle. e uma figura política muito forte. em parte. a política de valorização do café para estabilizar a economia – cerca de 80 milhões de sacas de café foram queimadas entre 1930 e 1937. como Prestes. não). operariado (contentes com a legislação trabalhista. classe média urbana. porém. oligarquias agrícolas (não os cafeicultores). 4 . • Vargas seguiu. • O apoiavam: parte dos tenentistas (os mais radicais. burguesia industrial. as relações de trabalho passaram a ser controladas pelo Estado – centralização do poder). Getúlio Vargas • Foi um grande estrategista.

o que gera apoio popular. chegando a implementar uma ditadura. Vargas centralizou as decisões e foi bastante autoritário. No populismo o “povo é o centro do discurso político. O governo de VARGAS foi: • POPULISTA: é um tipo de governo que promete atender às reivindicações das classes mais baixas. 5 . o Estado Novo. • PATERNALISTA: com a desculpa de que cuidaria do povo.

ESTADO NOVO ou DITADURA DE VARGAS – 1937 a 1945 6 . DIVISÃO DOS PERÍODOS DA ERA VARGAS .GOVERNO CONSTITUCIONAL – 1934 a 1937 .GOVERNO PROVISÓRIO – 1930 a 1934 .

em geral tenentes. fechou o Congresso. e nomeou pessoas de sua confiança. criou ministérios (da Educação e Saúde Pública. do Trabalho. 7 . GOVERNO PROVISÓRIO – 1930-1934 • Vargas suspendeu a Constituição. e regulamentou direitos trabalhistas como a limitação da jornada diária de trabalho a 8 horas e férias anuais remuneradas de 15 dias. para governar os estados. da Indústria e Comércio). chamadas de interventores .

que acabou por convocar eleições para a criação da Assembleia Constituinte. 8 . para lutar por uma nova constituição. Revolução Constitucionalista de 1932 • Logo no início do governo de Vargas. fato que acelerou a revolta que já era iminente. e contra a política intervencionista do governo. As “forças constitucionalistas” armaram-se. os cafeicultores uniram-se ao Partido Republicano Paulista (PRP) e ao Partido Democrático (PD). para maio de 1933. morreram 4 estudantes. formando a Frente Única Paulista (FUP). • Em uma manifestação. mas perderam para as tropas de Vargas.

pela primeira vez. 9 . no Brasil.Revolução Constitucionalista de 1932 • Este grupo redigiria a nova carta e escolheria o novo presidente. as mulheres puderam votar. • Nesta eleição.

ensino primário obrigatório e gratuito. A Constituição de 1934 • Principais características: manutenção do regime federativo e presidencialista e dos 3 poderes. • A Assembleia Constituinte tornou-se o primeiro Congresso Nacional. várias leis trabalhistas. voto feminino. proteger as pessoas das atitudes autoritárias do governo – acho que não funcionou muito!!). e elegeu Vargas como presidente constitucionalmente. extinção do cargo de vice-presidente. em tese. 10 . mandado de segurança (criado para. voto secreto.

GOVERNO CONSTITUCIONAL • Governo centralizador. • Na sociedade. que nem sempre respeitava a Constituição. Vargas tinha ideias próximas aos regimes totalitários europeus. 11 . com inclinações de direita. com inclinações de esquerda. • AIB. e ANL. as doutrinas de esquerda e de direita conseguiram amplo apoio das populações urbanas.

com inspiração fascista. • Plínio Salgado era o líder. parte das Forças Armadas. apoiada por empresários. • Lutavam contra o avanço comunista. 12 . Pátria e Família. e tinham como lema Deus. • Queriam uma ditadura de partido único no Brasil. e do operariado. AIB: Ação Integralista Brasileira • Fundada em 1932.

13 .

ANL: Ação Nacional Libertadora • Fundada em 1934. mas eles seguiram atuando na ilegalidade. • Queriam a reforma agrária. um governo mais democrático. com base na Lei de Segurança Nacional. liderada pelos comunistas. nacionalização das empresas estrangeiras e o cancelamento da dívida externa. e também apoiados por parte das Forças Armadas (de baixa patente) e operários (pelos mais pobres). Vargas declarou a ANL ilegal. 14 . • Em 1935.

15 .

16 . • É um dos tantos aspectos autoritários da nossa Constituição. assim como o estado de sítio. existente na Constituição brasileira desde 1921. LEI DE SEGURANÇA NACIONAL • É um conjunto de normas. que determina quais atitudes e práticas são consideradas crimes contra a segurança nacional e suas respectivas penas.

comunidade esta que se organizou aos moldes de Canudos. • Vargas. em parte. chamada de Caldeirão de Santa Cruz do Deserto. Conflitos no campo • O meio rural seguiu sendo palco do domínio dos coronéis. 17 . e. assim é até os dias atuais. no estado do Ceará. por exemplo. agiu com extrema violência diante da criação de uma comunidade. e representava um núcleo de resistência dos camponeses aos mandos e desmandos dos mais ricos.

e foi uma tentativa de revolução comunista no Brasil. • Muitos líderes foram perseguidos. onde os comunistas chegaram a instalar um governo que durou apenas 3 dias. presos e torturados. A Intentona Comunista • Ocorreu em 1935. • No RJ os combates entre os comunistas e as tropas do governo foram mais intensos. 18 . plano insensato. • Intentona significa revolta frustrada. chegando a ser decretado o estado de sítio. que pretendia derrubar Vargas. • Iniciou em Natal (RN).

iniciou-se a campanha eleitoral. • Em 1937. e organizou um golpe para manter-se no poder. mas Getúlio não queria deixar o cargo. durante os anos de 1935 a 1937. • Fez-se uso do estado de sítio constantemente no país. que temia um suposto avanço comunista. pois ele usava de meios autoritários para isso. 19 . e para isto contou com o apoio de boa parte da população. ESTADO NOVO – 1937-1945 • O poder de Getúlio só aumentava.

• O Plano Cohen foi uma farsa criada por alguns militares integralistas e membros do governo. O ESTADO NOVO DE VARGAS • Para justificar o golpe. • Essa suposta ameaça foi usada para justificar a prisão de opositores e a censura à imprensa. dentre outras violências. o governo divulgou o Plano Cohen. um documento que supostamente teria sido assinado pelos comunistas. 20 . e recebeu este nome pois foi supostamente assinado por um judeu chamado Cohen. que supostamente ameaçavam matar os principais líderes do país.

extinguiu os partidos políticos e outorgou (impôs) uma nova carta (constituição). • Vargas fechou o Congresso. bem como as câmaras estaduais e municipais. O ESTADO NOVO DE VARGAS • A imprensa sofreu muita censura nesta época. centralizando cada vez mais o poder. revogou a Constituição de 1934. atitude típica dos governos autoritários ou totalitários. e governou através de decretos-lei. 21 . cancelou as eleições.

Centralização do poder • A nova Constituição foi chamada de Polaca. o que nunca ocorreu. por ter semelhanças com a Carta fascista da Polônia. pois deveria ser referendada por um plebiscito. 22 . • Esta constituição nunca foi oficial. e determinava que o poder estaria concentrado totalmente nas mãos do presidente.

23 . que existe até hoje. • Em 1938 Vargas criou o programa de rádio chamado a Hora do Brasil. órgão responsável por criar uma imagem positiva dele. Poder e propaganda • Vargas criou o DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda. a fim de garantir apoio da população. com o objetivo de divulgar os atos positivos do governo. e que também era responsável por censurar (fiscalizar) os meios de comunicação que faziam oposição a ele. mas atualmente chama-se a Voz do Brasil.

24 . tornando-se um ditador. Poder e propaganda • Também se objetivava criar uma ideia de unidade nacional. pois não se permitiam bandeiras ou hinos dos estados em manifestações públicas. cada vez mais Vargas dominava toda a esfera política e administrativa. e não de organização federativa 9divisão dos estados). centralizando todo o poder em suas mãos e reduzindo a autonomia dos estados. Assim.

em 1938. sede do governo federal. • Vargas decretou o fechamento de todas as organizações partidárias. atacando o Palácio do Catete. inclusive da AIB que lhe apoiava. nem precisamos dizer que existiu muita violência para com os opositores de Vargas = repressão política. • Insatisfeitos. A REPRESSÃO • Como ditador. os integralistas tentam dar um golpe em Vargas. 25 . mas não obtiveram sucesso.

licença- maternidade. aposentadoria. etc. descanso semanal remunerado.por exemplo: carteira de trabalho. PATERNALISMO E INTERVENÇÃO • Direitos Trabalhistas: Vargas aprovou a implementação do salário mínimo e a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) . 13º salário. 26 .

estas leis criaram limites para reivindicações salariais e de qualquer tipo. escolhia seus dirigentes. Os sindicatos eram controlados pelo governo. foram apresentadas a eles não como um direito adquirido. que eram reivindicações histórias dos trabalhadores. 27 . PATERNALISMO E INTERVENÇÃO • Ao mesmo tempo que trouxeram benefícios. mas como um presente dado por Vargas. que. • As leis. a fim de aumentar sua popularidade. inclusive. fato que enfraqueceu a luta dos trabalhadores.

na Bahia. geram e são fontes de energia (também criou companhias siderúrgicas para a extração de minérios). • Em 1938 criou o Conselho Nacional do Petróleo. incentivou a indústria (especialmente na Segunda Guerra). principalmente da indústria de base (setores industrias que permitem o surgimento de novas indústrias). e no ano seguinte o primeiro poço petrolífero foi perfurado. O controle estatal da economia • Vargas modernizou e diversificou a economia. mas seguiu a política de valorização do café. 28 .

e viviam uma aqui dentro! Cadê a coerência???? 29 . 164) • A participação do Brasil na Segunda Guerra. criou uma contradição que acabou levando à deposição de Vargas. A DEPOSIÇÃO DE VARGAS (pg. • Fora do país os soldados brasileiros lutavam contra ditaduras. ao lado dos aliados e contra regimes autoritários.

diante das pressões. alguns presos políticos foram libertados. exilados (pessoas expulsas do país por questões políticas) puderam voltar. • Diante das pressões sociais para reduzir o autoritarismo. acabou prometendo eleições para uma nova Assembleia Constituinte para o final de 1945. A DEPOSIÇÃO DE VARGAS (pg. 30 . e foram organizados novos partidos políticos (estavam proibidos). 164) • Vargas.

A DEPOSIÇÃO DE VARGAS (pg. apresentou grande expansão após a vitória da URSS e a libertação de Luís Carlos Prestes. mais adeptos na classe média urbana e alta burguesia. • PSD (Partido Social Democrático) – reduto dos aliados de Vargas. • PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) – reduto do sindicalismo varguista. grande crítica ao trabalhismo varguista. 164) • Novos partidos políticos criados: • UDN (União Democrática Nacional) – oposição liberal. tinha base operária muito forte. • PCB (Partido Comunista Brasileiro) – reduto da esquerda. 31 .

32 . apoiados pelo que tornou-se o próximo presidente. depuseram Vargas em agosto de 1945. Eurico Gaspar Dutra. o movimento Queremista alastrou-se pelo país. a popularidade de Vargas continuava alta. A DEPOSIÇÃO DE VARGAS (pg. membros do alto escalão militar. 164) • Entre os trabalhadores urbanos. • Com o lema: “Queremos Getúlio”. inclusive pediam sua candidatura à presidência. • Temendo que Vargas tramasse um novo golpe.

com/watch? v=2WtZWBR5prU 33 .youtube.https://www.