Vous êtes sur la page 1sur 11

AULA PRÁTICA DE

MICROBIOLOGIA
Preparação do álcool 70%
para antissepsia
Preparar uma solução de álcool
desinfetante (etanol 77%v/v ou 70% m/m)
a partir de um álcool de concentração de
96%v/v.
Objetivo Determinar o correto preparo de álcool a
70% com a utilização de conceitos e
procedimentos que o tornem viáveis e
eficazes ao uso.
Introdução
O Etanol (C2H5OH), também chamado álcool
etílico, é uma substância obtida da
fermentação de açúcares, muito utilizada em
bebidas alcoólicas como a cerveja, vinho e
aguardente, bem como na perfumaria. O
etanol (ou álcool etílico) é um líquido incolor
(o ponto de ebulição é78ºC e densidade de
0,789), límpido, com odor característico,
volátil, inflamável e solúvel em água
(higroscópico).
Propriedades
físico-química
Álcool comercial é uma mistura de 96%
álcool etílico e 4% água, possui pH neutro, P.E.
78,4ºC (a 760 mmHg), é uma substância muito
volátil e por este motivo é ineficaz as eliminações
bacterianas, podendo apenas fixar a bactéria (ou
seja, "colar" a bactéria na superfície que foi
limpa), mas sem ter o poder de a destruir. É
inflamável e por este motivo deve ser
acondicionado em local fresco, seco, ventilado,
longe do calor, fontes de ignição, e agentes
oxidantes, também é importante manter em
embalagem sempre bem fechada. O álcool 96° GL
corresponde à 93,8 % INPM.
AGENTE SANITIZANTE
Álcool a 70% possui concentração ótima para atividade
bactericida, pois a desnaturação das proteínas do
microrganismo (atuam na membrana plasmática ou parede
celular bacteriana, inibindo sua síntese e provocando sua
destruição) faz-se mais rapidamente na presença da água,
porque a água facilita a entrada do álcool para dentro do
microrganismo. Álcoois nas concentrações de 70% e 92% tem
excelente atividade contra bactérias gram positivas e
negativas, boa atividade contra Mycobacterium tuberculosis,
fungos e vírus, além da viabilidade econômica. Em geral o
isopropílico é considerado mais eficaz contra bactérias e o
etílico é mais potente contra vírus. Ambos têm utilidade tanto
para a pele como para superfícies.
Substâncias para o preparo:

• Álcool 96ºGL
• Água destilada
Materiais:
• Proveta de 500 ml
• Termômetro
• Alcoômetro
• Pipeta
• Piseta
Procedimento experimental
Em uma proveta de 500 ml foram colocados 222
ml de álcool neutro a examinar. Por alguns
segundos o álcool é mantido em repouso para
que ocorra acomodação das moléculas e
eliminação de possíveis bolhas existentes. Aferiu-
se a temperatura do líquido com o auxílio de um
termômetro que determinou como temperatura
inicial 23ºC. Com movimentos rotatórios
mergulhou-se um alcoômetro limpo e seco no
liquido, deixando-o flutuar livremente, sem
permitir que este toque ao fundo ou as paredes
do recipiente. Ao atingir o equilíbrio notou-se que
o ponto marcado na haste foi de 96,3ºGL
Foi necessário efetuar correções sobre a indicação do alcoômetro em função
da temperatura, com a utilização da tabela. Foi encontrado um teor alcoólico
de 94,3º GL. Para os ajustes utilizamos o cálculo a seguir:

Onde: X- representa a quantidade de álcool neutro que devemos medir;


V - expressa o volume que se deseja preparar; b - grau alcoólico que se
deseja obter (77ºGL);a - grau alcoólico real do álcool neutro. Foram
adicionados 18,35 ml de água destilada a substancia existente na proveta,
para a obtenção do álcool 70%.
Observações relevantes
Graus Gay Lussac (º GL) ou %(V/V) ou %Vol
• O grau Gay Lussac ou º GL representa o volume
de soluto presente em 100 volumes da solução
(soluto + solvente, etanol + água), a 20 º C.
• Uma solução 90º GL, por exemplo, possui em 100
mL da solução 90 mL do soluto, numa
temperatura de 20 º C.
• Essa concentração também poderia ser expressa
em % (V/V), ou %Vol.
Grau INPM (º INPM) ou %(m/m)
• O grau INPM ou º INPM representa a massa de
soluto presente em 100 massas da solução
(soluto + solvente, etanol + água), a 20º C.
• Uma solução 92,8º INPM, por exemplo, possui
92,8 g de soluto em 100 g da solução, numa
temperatura de 20º C.
• Essa concentração também poderia ser expressa em
%(m/m).
Conclusão:
O que se pode concluir com o preparo do álcool a 70% é que a é
imprescindível atenção a sua manipulação, pois as dosagens devem ser
respeitadas a fim de se obter quantidades corretas de álcool e água,
visto que nessa concentração (70%) possui comprovada atividade
bactericida.