Vous êtes sur la page 1sur 8

Universidade Federal de Campina Grande

Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil e Ambiental


Disciplina: Gestão Ambiental

Using Ostrom's principles to assess institutional dynamics


of conservation: Lessons from a marine protected area
in Brazil
Usando os princípios de Ostrom para avaliar a dinâmica institucional da conservação:
Lições de uma área marinha protegida no Brasil

Guilherme Tebet, Micaela Trimble, Rodrigo Pereira Medeiros


Marine Policy 88:174–181, 2018
Qualis Capes A2 – Geociências

Discente: Bruna Silveira Lira


brunaslira@gmail.com
Campina Grande, Março de 2018
INTRODUÇÃO

 Explorar o potencial de análise da conservação da biodiversidade usando


a teoria dos comuns, considerando processos históricos de Gestão de
áreas marinhas protegidas no Brasil.

 Objetivo: usar os princípios de Ostrom para examinar a dinâmica da


gestão de áreas protegidas através de um estudo de caso
desenvolvido na Estação Ecológica de Guaraqueçaba (ESG), um área
protegida no litoral sul do Brasil.
METODOLOGIA
 Área de estudo
 Complexo Estuarino de Paranaguá no litoral norte do estado do Paraná, sul do
Brasil.

Figura 1: Mapa da área de estudo no estado do Paraná, sul do Brasil. Fonte:


Tebet et al (2018)
METODOLOGIA
 Coleta de dados
 (Novembro 2014 - Abril 2015): Foram realizadas 11 entrevistas com membros do conselho
gestor do Estação Ecológica de Guaraqueçaba.
 (Junho - Agosto de 2016): Cinco entrevistas realizadas com informantes-chave para
compreender o histórico de gestão da área protegida.
 (2016 – 2017): Participação em duas reuniões do conselho e três reuniões com as
comunidades e organizações estaduais para a discussão das regras de pesca na área.
 Dados secundários, incluindo legislação e documentos oficiais (atas de reuniões, relatórios
técnicos, etc.) relacionados à gestão do Estação Ecológica de Guaraqueçaba, também
foram analisados.

 Análise dos dados


 Todas as entrevistas e relatórios de reuniões foram transcritos e codificados usando o
software Atlas.ti para análise qualitativa. Os princípios de Ostrom não orientaram a coleta
de dados, mas foram usados como um guia para análise de dados.
Princípios de Ostrom atualizados por Cox et
Princípios Modificados
al. (2010)
Limites claramente definidos: Limites claramente definidos:
A) Limites claros entre usuários legítimos e não usuários A) A AP estabelece claramente os usuários com diferentes tipos
Princípio 1
devem ser claramente definidos. de acesso (ou restrição a acesso) aos recursos.
B) Limites claros estão presentes que definem um sistema de B) O AP tem limites claros que definem o sistema de recursos.
recursos e o separam do ambiente biofísico maior.
Congruência entre regras de apropriação e condições Congruência entre as regras de gestão das áreas protegidas e
locais: as condições locais:
A) As regras de apropriação e provisão são congruentes A) Os limites e categoria de PA baseiam-se nas condições
Princípio 2 com as políticas sociais e condições ambientais. sociais e ambientais locais.
B) Os benefícios obtidos pelos usuários de um comum são B) O AP fornece benefícios aos usuários locais.
proporcionais aos insumos.

Arranjos de escolha coletiva: Arranjos de escolha coletiva:


Princípio 3 A maioria dos indivíduos afetados por regras operacionais A maioria dos usuários diretamente afetados participa da
pode participar da modificação das regras operacionais. tomada de decisão relacionada ao AP.

Monitoramento: Monitoramento:
A) Os monitores responsáveis pelos usuários monitoram os A) As regras de gestão da AP são monitoradas e aplicadas.
Princípio 4 níveis de apropriação e provisionamento dos usuários. B) A condição dos recursos é monitorada.
B) Os monitores responsáveis pelos usuários monitoram a
condição do recurso.
Princípios de Ostrom atualizados por Cox et al.
Princípios Modificados
(2010)
Sanções Graduadas: Sanções Graduadas:
Os apropriadores que violam as regras operacionais Quem violar as regras formou sanções, dependendo do
Princípio 5
provavelmente receberão sanções graduais (dependendo da contexto e da gravidade do incidente.
gravidade e do contexto da ofensa).

Mecanismo de resolução de conflitos: Mecanismo de resolução de conflitos:


Princípio 6 Apropriadores têm acesso rápido a arenas locais de baixo custo As partes interessadas têm acesso rápido a arenas de
para resolver conflitos entre eles. baixo custo para resolver conflitos entre elas.

Reconhecimento mínimo dos direitos de organização: Reconhecimento mínimo dos direitos de organização:
Os direitos dos apropriadores de conceber suas próprias A organização local e as instituições dos usuários
Princípio 7
instituições não são contestados por autoridades diretamente afetados pela AP são reconhecidas e
governamentais externas. respeitadas pelos funcionários da AP.

Empresas aninhadas: Empresas aninhadas:


As atividades de apropriação, monitoramento, fiscalização, As ações de gestão e governança do AP estão
Princípio 8 resolução de conflitos e governança são organizadas em várias organizadas em múltiplas camadas de empresas
camadas de empresas aninhadas. aninhadas, conectando menor (por exemplo,
comunidade, municipal) com escalas mais altas (regional,
nacional).
CONCLUSÕES
 A análise da dinâmica institucional da Estação Ecológica de Guaraqueçaba
mostrou que apenas três dos oito princípios de Ostrom estão totalmente
presentes no atual arranjo institucional
 Limites bem definidos;
 Mecanismos de resolução de conflitos;
 Reconhecimento de direitos.

 Para melhoria da gestão da conservação no Brasil, algumas recomendações


são feitas.
 Os limites e categorias de AP implementados e impostos pelo governo devem ser
revistos para melhorar a congruência entre eles e as condições sócio-ecológicas
locais.
 Programas de monitoramento mais eficientes devem ser estabelecidos, considerando
indicadores ecológicos e sociais.
 Mecanismos de participação devem ser melhorados para aumentar a autonomia
dos conselhos gestores da AP na tomada de decisões.
 A integração entre as políticas de AP e outras políticas públicas, principalmente
aquelas relacionadas ao desenvolvimento local, deve aumentar.
Universidade Federal de Campina Grande
Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil e Ambiental
Disciplina: Gestão Ambiental

Using Ostrom's principles to assess institutional


dynamics of conservation: Lessons from a marine
protected area in Brazil

Bruna Silveira Lira


brunaslira@gmail.com

Campina Grande, Março de 2018