Vous êtes sur la page 1sur 16

Grupo nº 05

Aspectos a considerar na
elaboração de um projecto
TRABALHO EM EQUIPA; MANUFATURAS NAS INDUSTRIAS; DESENHO
INDUSTRIAL; AMBIENTAÇÃO E INDÚSTRIA; ECONÓMICO
Integrantes do grupo:

 Aldino Vieira – 20160941


 António Cadete – 20162328
 Daniel Barreira – 20161926
 Nelson Cabangage – 20160398
 Yolanda Sungani – 20140667
Introdução

 A execussão de um projecto exige sem dúvida esforço, foco e disciplina, conduzidos por
uma série de passos, animados por uma conjuctura onde figuram pessoas, máquinas e
ideias que organizadas de forma lógica e cronológica ajudam a desenvolvê-lo como
prespectivado. Nesta obra pretendemos falar sobre os diversos aspectos que devem ser
considerados para execussão de um projecto, fatores como trabalho em equipe,
desenho industrial, manufaturação, economia e ambientação devem ser levados em
consideração numa sociedade onde a virtiginosa evolução tecnológica faz com que
muitos produtos se tornem absoletos num curto espaço de tempo, de modos a não
comprometer a rentabilidade do projecto a executar, estes factores serão apresentados
com mais clareza nos itens que se seguem.
Trabalho em equipa

 Para executar qualquer ação e elaborar projetos dentro de uma empresa, é preciso
contar com o apoio de equipes. Certo é que, independentemente do resultado que se
pretende obter, um grupo de profissionais com visões e ideias diferentes pode trazer
enormes vantagens e tornar os processos e ações de uma empresa mais competitivos e
melhores.
 Por isso, vale a pena reunir os esforços para garantir que todos estejam bem integrados
com os ideais da equipe. Dessa forma é possível obter os melhores resultados e assim
garantir que o objetivo final seja alcançado.
Um problema diversas soluções

 Frequentemente, encontram-se diversos problemas na execução de um trabalho ou


projeto. E, quando isso acontece, é preciso achar uma solução que seja eficaz. Dessa
forma, contar com apenas uma ideia solitária, vinda de apenas uma cabeça, pode não
ser suficiente. Por isso, quando se trabalha em equipe não somente é mais fácil executar
tarefas mais complexas, como também encontrar saídas diferentes para dificuldades
encontradas.
 Aproveite as visões diferentes de todos os profissionais que estão presentes em sua
equipe e analise todas as opções que o grupo tem para oferecer para aquela situação-
problema. Certamente, você encontrará a melhor solução e superará rapidamente os
obstáculos daquela tarefa.
Habilidades específicas para tarefas específicas

 É certo que nem todas as tarefas de um projeto podem ser executadas por um mesmo
tipo de profissional. Por isso, quando se conta com ajudas multidisciplinares, é possível
obter melhores resultados nos diferentes pontos exigidos destas ações. Como em um time
de futebol, é importante contar com integrantes que se destacam em determinados
aspectos de um trabalho.
 Mas, atenção: para que você possa alcançar os objetivos é importante que saiba
analisar os pontos fortes de cada integrante de sua equipe e, assim, determinar as tarefas
mais adequadas para cada um deles.
Um grupo unido jamais será vencido

 Quando se trabalha em equipe, é importante manter a união entre os seus membros.


Esta não é uma tarefa fácil. Entretanto, quando há a integração de todos em um
objetivo comum, os melhores objetivos podem ser facilmente alcançados. Por isso,
lembre-se sempre de criar ações e estratégias que possam motivar os diversos
profissionais que estão trabalhando naquela ação de sua empresa. Pois com a
comunhão de seus membros, todo o seu projeto ganha força e agilidade. Esta é a
melhor forma de acelerar os resultados.
DESENHO INDUSTRIAL

 O registro de desenho industrial é uma das maneiras mais seguras de proteger um


arquivo extremamente importante de qualquer negócio: a aparência do seu produto.
Pensando nisso, preparamos esse artigo para esclarecer tudo sobre o assunto: o que
exatamente é o registro, sua importância e que medidas deverão ser adotadas por
quem tem interesse em proteger sua criação.
O que é o registro de desenho industrial?

 Desenho industrial, segundo a lei, é “a forma plástica ornamental de um objeto ou o


conjunto ornamental de linhas e cores que possa ser aplicado a um produto,
proporcionando resultado visual novo e original na sua configuração externa e que
possa servir de tipo de fabricação industrial”. Em termos simples, é a forma externa de um
produto, ou seja, seu design.
 Assim, desde que esse design seja novo e original em comparação àqueles já existentes
no mercado, ele poderá receber a proteção da lei, impedindo que outras pessoas
copiem a aparência exclusiva de um produto. O registro é válido por dez anos, e pode
ser prorrogado por mais três períodos de cinco anos, o que significa dizer que a proteção
pode durar por até 25 anos!
Por que registrar meu desenho industrial?

 Muitos empreendedores não se preocupam com o registro de suas criações, o que não é
aconselhável. O registro traz inúmeros benefícios para o proprietário do desenho, sendo o
principal deles a exclusividade em sua exploração: uma vez registrada, a criação passa a ter
proteção legal contra cópias. Isso significa que se o proprietário do registro perceber que seu
desenho industrial foi copiado por alguém, ele terá a possibilidade de acioná-lo judicialmente
para impedir o uso indevido de sua criação.
 Além disso, é importante lembrar que a aparência de um produto é, muitas vezes, o que
destaca um produto entre os demais e atrai os consumidores. Esse “apelo visual” tem valor
econômico para uma empresa, e, por isso, deve receber uma boa proteção para que sua
posição no mercado seja garantida.
 Também em razão desse valor econômico é que o dono do registro pode negociá-lo com
outras empresas, podendo vender seu direito de exploração, ou até mesmo celebrar
contratos de licença para exploração comercial.
Como é feito o registro?

 O registro de design, assim como as marcas, é feito no INPI, órgão responsável pela
análise e concessão dos registros. É importante ter bons desenhos (feitos em CAD), com
todas as vistas exigidas, bem como um relatório descritivo consistente desses desenhos,
para que o INPI possa avaliar a originalidade do design.
 Depois, é preciso acompanhar o processo de análise e fornecer eventuais documentos e
informações exigidos pelo órgão. Após o exame do pedido, e não havendo
impedimentos, o registro será concedido e será expedido um certificado ao proprietário.
 É importante destacar que apesar de parecer um processo simples, é recomendável
contactar um profissional familiarizado com a Lei de Propriedade Intelectual para
formalizar o pedido e orientá-lo sobre as especificidades e possíveis desdobramentos do
processo.
MANUFATURAS NAS INDUSTRIAS

 A ideia de manufatura avançada veio com a evolução da capacidade das máquinas e o aumento na
quantidade de informações e estratégias únicas de produção, com a indústria utilizando a inovação
tecnológica como aliada na busca por redução de custos e destaque diante das demais empresas.
 Nesse meio, podemos inserir também a integração digital entre as etapas de desenvolvimento dos
produtos industriais, englobando todos os níveis de produção, desde o esboço inicial até a aplicação e
uso. As ações, como a citada anteriormente, de automatização, utilizam de tecnologias como a da
informação e demais soluções aplicadas diretamente nos recursos da manufatura, para melhora nos
processos de indústrias de máquinas e equipamentos, na qual o próprio setor considera como a quarta
parte da revolução industrial, chamada de indústria 4.0.
 Propondo uma transformação nas fábricas, a manufatura avançada quer implantar as chamadas
“fábricas inteligentes”, local onde as máquinas e insumos conversam ao longo do processo, sendo capaz
de utilizar tal tecnologia para aumento de produtividade, eficiência e poder de customização, além da
geração de retorno em grande escala e a melhoria de processos em todos os campos do segmento
industrial, capaz de reduzir o prazo para lançamentos de novos produtos no mercado.
AMBIENTAÇÃO E INDÚSTRIA

 Talvez possam estabelecer os objectivos ecológicos básicos dos projectos de Engenharia


Mecânica de forma bastante simples:
1. Utilizar materiais que sejam económicamente recicláveis em um período de tempo
razoável sem causar poluição do ar e da água;
2. Minimizar a taxa de consumo de fontes energias não-recicláveis (como combustível fóssil)
quanto para conservar as fontes quanto para minimizar a poluição térmica. Em alguns
casos a redução da poluição sonora é um caso a ser considerado.
ECONÓMICOS

 Tamanho do projeto
 Estudo do mercado
 Localização do projeto
 Custos e receitas
ECONÓMICOS

 Estudo do mercado
- Público alvo
- Mercado consumidor
- Concorrência existente
ECONÓMICOS

 Custos e receitas
- Rendimento/Lucro
- Custo/Benefício
- Payback