Vous êtes sur la page 1sur 62

AULA DIGITAL

E
PLANO DE AULA
Equipe responsável pela produção
Nome do(a) Educopedista produtor (a) da aula: Larissa Costard Soares (1ª
versão) e Maria Lígia Carvalho (2ª versão)
Nome do(a) Educopedista validador (a) da aula: Nívea Lemos

Disciplina Ano Aula número


História 8º 1

Tema da Aula Digital

O Iluminismo: a Enciclopédia e seus pensadores


PARÂMETROS DIDÁTICOS

Competências e Habilidades envolvidas


• Relacionar ideias iluministas e mudanças políticas e sociais no mundo ocidental no século
XVIII;
• Compreender porque o movimento chamou-se de Iluminismo, o que eles consideravam
“trevas” e sua relação com o conhecimento, a razão e a verdade.
• Identificar os principais pensadores iluministas e suas obras;
• Identificar semelhanças e diferenças entre liberalismo e iluminismo.

Referencial Teórico
• Novas orientações curriculares da Secretaria Municipal de Educação para
História.
• BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação
Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Ensino de quinta à oitava série-
História. Brasília: MEC/SEF, 1997.
• FALCON, Francisco José Calazans. Iluminismo. São Paulo: Ática, 2002.
• ROUANET, Sergio Paulo. As razões do iluminismo. São Paulo: Companhia das
Letras, 2000.
PRIMEIRO MOMENTO DA AULA DIGITAL
Revisão Apresentação Pergunta-desafio Justificativa Diagnóstico
ATIVIDADE 1 ATIVIDADE 2 ATIVIDADE 3 ATIVIDADE 4 ATIVIDADE 5
Atividade 1: Relembrando
Pensando no 7º ano, do que você lembra sobre Europa Moderna?

Interprete o esquema para relembrar os


pontos mais importantes.
Mãos à obra! 

Disponível em: http://cefshistoria-


7ano.blogspot.com.br/2011/02/absolutismo-monarquico.html
Atividade 1: Relembrando

Orientações práticas de aplicação dessa atividade

A atividade deve ser realizada com a metodologia da exposição dialogada, sempre


partindo de questionamentos da turma.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


O professor deverá, com o tempo devido, relembrar com os estudantes as relações
sociais características da Idade Moderna, interpretando o esquema do slide e
orientando as explicações dos grupos sociais e setas.
Esquema - http://cefshistoria-7ano.blogspot.com.br/2011/02/absolutismo-
monarquico.html

Tempo de duração da atividade: 10 minutos.


Organização da sala de aula: Não necessita organização especial.
Atividade 2: Apresentação inicial
De acordo com o esquema interpretado, quais eram os grupos sociais que obtinham
mais vantagens e os que estariam em desvantagem na sociedade do absolutismo?

Então sou eu
que pago tudo
Que beleza é estar e não tenho
no comando do direito a nada?
Estado absolutista!

Escreva as observações
em seu caderno.
Disponível em :
http://3.bp.blogspot.com/-
eY5NwSd9OJ4/TaTvcIxsXWI/AAAAAAAABBk/9i8Kcq
O1ja4/s1600/Charge%2BEstado%2BNacional.jpg
Atividade 2: Apresentação inicial

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


O professor deverá explorar a capacidade dos alunos de interpretar as imagens
apresentadas: quais são os grupos sociais que as integram, como eles se
relacionam e o qual é o teor da imagem, sua crítica, etc.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Após a interpretação oral das imagens, o professor, com um click ou enter deverá
mostrar os balões e debater o conteúdo dos mesmos.
Imagem 1 -
http://3.bp.blogspot.com/eY5NwSd9OJ4/TaTvcIxsXWI/AAAAAAAABBk/9i8KcqO1ja
4/s1600/Charge%2BEstado%2BNacional.jpg
Imagem 2 - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Troisordres.jpg

Tempo de duração da atividade: 10 minutos.


Organização da sala de aula:
Não necessita organização específica.
Atividade 3: Pergunta-desafio
Você imagina que todos estavam satisfeitos com a estrutura da sociedade
moderna?

Responda as palavras cruzadas e recorde algumas das vantagens e desvantagens de cada um dos
grupos sociais do mundo moderno.
A
1. Isenção de impostos.
2. “Estado” que comandava os 2. B
assuntos políticos. S
3. “Estado” que não possuía
nenhum privilégio e pagava os 3. O
impostos. 4. L
4. Aliados do rei, que também
tinham isenção de impostos. 6. U
5. Principal atividade econômica T
do período moderno.
6. Aqueles que controlavam a 1. I
principal atividade econômica. S
7. A burguesia desejava participar
da: _______________. 5. M
7. O
Atividade 3: Pergunta-desafio

Orientações práticas de aplicação dessa atividade

O professor deverá usar esta atividade como ponto de partida para despertar a
curiosidade dos estudantes acerca do tema.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


A cada tópico acertado nas palavras cruzadas o professor poderá autorizar o aluno
a preencher a linha/coluna na apresentação de power point para a turma.
O professor deve estar atendo para o fato de que nas cruzadinhas o preenchimento
está fora de ordem.
Gabarito: 1. privilégio; 2. nobreza; 3. povo; 4. clero; 5. comércio; 6. burguesia; 7.
política.

Tempo de duração da atividade: 10 minutos.


Organização da sala de aula: Nenhuma em especial.
Atividade 4: Por que isso é importante?
O que o Iluminismo representa para nós?

- O pensamento iluminista é a base sobre a qual se fundou


a sociedade que vivemos, o mundo contemporâneo (do
século XVIII aos dias atuais).

- Conforme veremos adiante, algumas teorias para a


política e economia, que existem até hoje, foram propostas
por pensadores iluministas.

- O conhecimento e as formas de desenvolvê-lo


atualmente são frutos das idéias iluministas.

Portanto, conhecer o Iluminismo é conhecer a nossa Imagem apresentada em uma


sociedade e a nossa forma de pensar! importante obra iluminista, a
Enciclopédia. A figura do centro
representa a verdade – rodeada
por luz intensa (o símbolo
Está preparado? central do iluminismo). Duas
outras figuras à direita, a razão e
a filosofia, estão retirando o
manto sobre a verdade.
Atividade 4: Por que isso é importante?
Orientações práticas de aplicação dessa atividade
Demonstrar, a partir de exemplos bem genéricos, como o Iluminismo é a base do
modelo político e econômico que vivemos. O professor deve evitar, se possível,
detalhar a questão no que diz respeito ao Brasil, pois este tema será o último
desafio.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Imagem - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Encyclopedie_frontispice_full.jpg

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula: 5 minutos.
Atividade 5: Educoquiz 1 – O que você já sabe?

1. Considerando as características da sociedade moderna, assinale a alternativa que


apresenta a hierarquia social correta:

a) Divisão em 1º, 2º e 3º estados: nobreza, povo e clero, respectivamente. Feedback: A divisão


entre 1º, 2º e 3º estados representava uma divisão hierárquica entre eles (quem tinha mais ou menos
poder). O clero não era o 3º estado, ou seja, menos privilegiado.

b) Divisão em 2 estados: patrões e empregados. Feedback: Esta não era a forma como a
sociedade moderna se representava. A divisão entre patrões e empregados é mais recente, e diz
respeito a algumas sociedades contemporâneas.

c) Divisão em 1º, 2º e 3º estados: clero, nobreza e povo, respectivamente. Feedback:


CORRETO! O clero era considerado o grupo mais importante, seguido pela nobreza e, por último, o
povo, o que naquela época significava todos aqueles que não pertenciam à alta hierarquia da Igreja
nem eram nobres, independente de suas posses.

d) Não havia divisão entre as classes e o povo controlava as leis. Feedback: A sociedade
moderna era muito estratificada, ou seja, havia profundas divisões sociais. E o povo era o grupo com
menos prestígio social e político.
Atividade 5: Educoquiz 1 – O que você já sabe?
2. Escolha a alternativa que melhor apresente o
estamento e suas função na sociedade moderna:

a) Nobreza: em associação com o clero, tomava conta


de todas as atividades comerciais. Feedback: A nobreza
e o clero, ou seja, 1º e 2º estados, não eram grupos
dedicados majoritariamente às atividades comerciais,
embora também as pudessem exercer.

b) Povo: composto somente pelos camponeses era


quem se responsabilizava por defender a sociedade Os 3 estados da sociedade moderna
no exército. Feedback: O povo, ou 3º estado, era composto
por quaisquer pessoas que não fizessem parte do clero nem da nobreza. Além disso, ao 3º estado cabia
trabalhar pela sociedade, e não defendê-la. As atividades militares eram atributo da nobreza.

c) Povo: era composto por vários grupos sociais, como os artesãos, burgueses, camponeses
e outros tipos de trabalhadores, e não tinham privilégios. Feedback: CORRETO! O 3º estado,
ou povo, se diferenciava dos demais por não ter privilégios e ter a função social de trabalhar.

d) Clero: não tinha nenhum privilégio na sociedade moderna, porque toda a sua autoridade
se perdeu com o fim do feudalismo. Feedback: O clero, ou 1º estado, possuía grandes privilégios,
que atravessaram o período feudal e se mantiveram na Idade Moderna.
Atividade 5: Educoquiz 1 – O que você já sabe?
3. Costuma-se dizer que o Iluminismo (que estudaremos com mais detalhes adiante) surgiu da
crítica a uma contradição básica da sociedade moderna. Podemos afirmar que esta contradição
era:

a) A nobreza era mais rica que a burguesia mas não podia participar da política do Estado
Absolutista, já que o rei não a representava. Feedback: O rei representava a nobreza e assim
esse grupo controlava o poder na sociedade absolutista.

b) A burguesia que obtinha os maiores lucros com a mais importante atividade econômica
(comércio) e sustentava o Estado com os impostos lutava por maiores direito de
participação política. Feedback: CORRETO! A burguesia buscava mais participação política, que
acreditava ter direito, já que era quem sustentava o Estado.

c) O clero era o mais interessado no desenvolvimento do comércio da burguesia, apesar de


ser um dos maiores proprietários de terras, isto porque a burguesia era quem comandava a
política. Feedback: A burguesia não estava no comando da política, mas sim a nobreza em associação
com o clero.

d) O povo era contrário a que a burguesia assumisse o poder, porque como esta pagava os
impostos não seria favorável às demais classes sociais. Feedback: O termo “povo”, nesse
momento, significa todos que não faziam parte nem do clero nem da nobreza e, portanto, a burguesia
era também “povo”.
Atividade 5: Educoquiz 1 – O que você já sabe?

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Neste momento cada aluno deverá tentar recordar os conceitos adquiridos no
sétimo ano. Gabarito: 1-C; 2-C; 3-B

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Os alunos irão interagir com o Educoquiz, anotando as alternativas que considerarem
corretas. Depois disto o professor pode convidar alunos a responderem e explicarem
as alternativas, encontrando seus erros e acertos.
Imagem quiz 2 - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Le_Tiers-
%C3%89tat_soutient_le_poids_du_Royaume.jpg

Tempo de duração da atividade: 5 minutos


Organização da sala de aula: Sugere-se que a atividade seja feita
individualmente.
SEGUNDO MOMENTO DA AULA DIGITAL

Reflexão Construção do conhecimento superficial Checagem


ATIVIDADE 6 ATIVIDADE 7 a 9 ATIVIDADE 10
Atividade 6: Momento de reflexão

Você imagina que foi fácil para o 3º Estado se opor ao rei?


Vamos refletir sobre esta situação:

- como é possível se opor a um rei absolutista?


- foi fácil convencer as pessoas da necessidade de mudar as injustiças sociais
cometidas pelo rei e a nobreza?
- como fazer para que mais pessoas aderissem à causa da burguesia?
- o que propor para substituir a organização social absolutista?
- por onde começar....
Atividade 6: Momento de reflexão

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Cada uma das perguntas deve ser debatida com a turma, de modo a visualizar os
principais desafios enfrentados pelos iluministas na luta contra o absolutismo.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Imagem - http://office.microsoft.com/pt-
br/images/results.aspx?qu=d%C3%BAvid&ex=2#ai:MC900404263|

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula: Não necessita organização especial.
Atividade 7: As primeiras críticas
Quer saber mais sobre o
Surge o Iluminismo Iluminismo?
Consulte as páginas 3 e 4
do seu caderno de
O primeiro movimento generalizado de crítica ao poder História, 1º Bimestre
absolutista foi o Iluminismo, que surgiu no século
XVIII. Suas propostas estavam relacionadas à vários
aspectos da vida social, como economia, política,
cultura, religião e hierarquias sociais.

Mas, porque “Iluminismo”?


A razão será
seu guia!
Os iluministas acreditavam que o conhecimento seria
capaz de iluminar uma sociedade que vivia no
“obscurantismo” absolutista. Afirmavam que a partir da
razão o homem era capaz de compreender qualquer
fenômeno natural, social e político, e que por isso
deveria sempre exercitar sua capacidade de crítica,
nunca aceitando “verdades prontas”.

E você, concorda com a visão iluminista?


Atividade 7: As primeiras críticas

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


A partir de uma exposição dialogada o professor deve explicar porque o movimento
chamou-se de Iluminismo, o que eles consideravam “trevas” e sua relação com o
conhecimento, a razão e a verdade.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Imagem - http://office.microsoft.com/pt-
br/images/results.aspx?qu=l%C3%A2mpada&ex=1#ai:MC900432617|

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula: Não necessita organização especial.
Atividade 8: Como agir?
A princípio, a forma de agir contra o poder absolutista foi com a crítica das idéias. Por
isso, dizemos que o Iluminismo foi um movimento intelectual.

E como atuavam os iluministas? Como faziam suas críticas?

Livros, panfletos, poesias, obras


de arte, salões de nobres, jornais
e cartas... ou seja, sempre “Um jantar de filósofos”, quadro do pintor
suíço Jean Huber, século XVIII.
relacionados à cultura, filosofia,
pensamento.
Atividade 8: Como agir

Orientações práticas de aplicação dessa atividade

Neste momento cabe ao professor apresentar formas de resistência social a partir


de produtos culturais, como foi a crítica iluminista ao absolutismo. Compreender o
que é um movimento intelectual e como ele pode ser fundamental no processo de
convencimento que antecedeu grandes rupturas, como a Revolução Francesa.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Imagem filósofos -
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Un_d%C3%AEner_de_philosophes.Jean_H
uber.jpg
Clip-art - http://office.microsoft.com/pt-
br/images/results.aspx?qu=livros&ex=1#ai:MC900382574|

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 19: Iluminismo x Absolutismo

I A
L B
U S
M O
I L
N versus U
I T
S I
T S
A M
S O

De acordo com os filósofos iluministas, a principal instituição a acabar com a liberdade e


limitar o conhecimento era o poder absolutista. Por este motivo, o poder absolutista era
um dos pontos mais atacados pelo Iluminismo.
Atividade 9: Iluminismo x Absolutismo

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Discuta com os alunos as críticas feitas pelos filósofos iluministas aos reis
absolutistas

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Montesquieu_1.png
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Jean-Jacques_Rousseau_(painted_portrait).jpg
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Luis_XVI_(Callet).jpg?uselang=pt-br

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 10: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui?
1. O Iluminismo foi um movimento intelectual que criticava o Antigo Regime. Isso significa que:

a) Os iluministas apoiavam toda a estrutura do mundo moderno, porque com ela iriam
enriquecer. Feedback: Os iluministas criticavam o Antigo Regime, que representa justamente a
estrutura do mundo moderno.

b) Os iluministas criticavam o mundo moderno, mas não escreveram nada sobre isso. Feedback:
A forma de atuação iluminista foi justamente se dedicar a escrever livros, manifestos, panfletos e outros
textos que criticavam o mundo absolutista.

c) Os iluministas criticavam o mundo moderno, e escreveram muitas obras com o objetivo de


derrubar estas estruturas sociais. Feedback: CORRETO! A principal forma de atuação dos
intelectuais iluministas foi justamente escrever uma série de textos que debatessem e criticassem a
estrutura social do mundo moderno.

d) Mesmo fazendo críticas muito importantes contra o mundo moderno, os iluministas em nada
influenciaram as transformações do século XVIII. Feedback: Os iluministas foram uma grande
influência no processo que levou ao fim do absolutismo, e suas ideias permaneceram na sociedade
contemporânea que se estruturou em seu lugar.
Atividade 10: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui?
2. Por que o movimento de crítica ao Antigo regime recebeu o nome de “Iluminismo”?

a) Porque os pensadores da época acreditavam que a falta de conhecimento poderia ser


comparada à escuridão, ou seja, não enxergar nada, e a razão seria o oposto disso,
representando a luz. Feedback: CORRETO! Os filósofos iluministas acreditavam que os homens
deveriam usar a razão para conhecer o mundo e seus fenômenos, deixando de lado a ignorância e as
crendices. A Razão era comparada à luz, por isso a escolha do termo “Iluminismo”.

b) Porque representavam as luzes dos reis, que também eram conhecidos como rei-sol.
Feedback: O rei que recebeu a alcunha de rei-sol foi Luiz XIV, rei francês, expoente do absolutismo,
regime amplamente combatido pelos iluministas.

c) Porque a Igreja sempre organizou grandes procissões durante a época moderna, e sempre
havia muitas velas para iluminar o caminho, e deve-se considerar como os iluministas eram
religiosos. Feedback: O termo Iluminismo em nada se relaciona com as velas usadas durante as
procissões religiosas. Muito iluministas assumiram inclusive posições anticlericais (contra o clero)
radicais.
d) Porque o avanço da ciência passava pela descoberta de novas fontes de energia. Feedback:
Embora o Iluminismo tenha incentivado o desenvolvimento científico, uma vez que acreditava no uso da
razão para o conhecimento do mundo físico, o termo não se relaciona à descoberta de novas fontes de
energias. É uma metáfora para as "luzes da razão”.
Atividade 10: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui?

3. Sobre o Iluminismo é correto afirmar que:

a) Foi um movimento intelectual, ou seja, pegaram em armas e lutaram em grandes guerras


contra os reis. Feedback: Ser um movimento intelectual representa atuar na cultura, e não iniciar uma
guerra.

b) Foi um movimento intelectual, o que significa que sua principal forma de atuar era através
da cultura: pensamento, arte, filosofia, etc. Feedback: CORRETO! Os iluministas produziram
inúmeros materiais divulgando suas ideias.

c) Não pode ser considerado um movimento de oposição, porque somente ficar criticando não
levou a um abalo no poder absolutista. Feedback: A crítica iluminista foi fundamental para abalar o
poder absolutista.

d) Não pode ser considerado um movimento intelectual. Feedback: O movimento iluminista atuou
principalmente como movimento intelectual.
Atividade 10: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui?

4. Com relação aos dogmas da igreja e do poder real, os iluministas defendiam que:

a) Era fundamental obedecê-los, já que a autoridade de punir do rei e do papa era


amedrontadora. Feedback: Apesar da prática de punir e censurar utilizada pela igreja e pelo rei, os
iluministas estimulavam a crítica aos dogmas (ideias incontestáveis), afirmando sempre que todos
devem usar o senso crítico.

b) Não era este o problema que fazia o homem viver na ignorância. Feedback: Os iluministas
acreditavam que estes dogmas eram grandes problemas para a sociedade, pois incentivavam a
ignorância.

c) Estas questões deveriam ser discutidas apenas por poucos filósofos, que não deveriam
espalhar o conhecimento. Feedback: Os iluministas acreditavam que todos deveriam exercer a
crítica a qualquer ideia que fosse apresentada.

d) Todos os homens deveriam exercitar sua capacidade de crítica e nunca aceitar verdades
prontas, sempre chegando a conclusões por seus próprios caminhos, e não por imposição
de alguém. Feedback: CORRETO! Essa era a postura crítica que os iluministas esperavam.
Atividade 10: Educoquiz 2 – O que você aprendeu até aqui?

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Neste momento cada aluno deverá tentar recordar os conceitos adquiridos no
sétimo ano. Gabarito: 1-C; 2-A; 3-B; 4-D

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Os alunos irão interagir com o Educoquiz, anotando as alternativas que considerarem


corretas. Depois disto o professor pode convidar alunos a responderem e explicarem
as alternativas, encontrando seus erros e acertos.

Tempo de duração da atividade: 7 minutos

Organização da sala de aula: Sugere-se que a atividade seja feita em dupla.


TERCEIRO MOMENTO DA AULA DIGITAL
Checagem
Construção do conhecimento aprofundado ATIVIDADE 18
ATIVIDADE 11 a 17
Atividade 11: Pensamento, liberdade de expressão e tolerância

Em um conto meu,
Razão e a Verdade eram
mãe e filha e elas conversavam: creio que nosso
reino poderia bem começar, após tão longa prisão. Era
preciso passar pelas trevas da ignorância e da mentira
(...). Acontecerá conosco o que aconteceu com a
natureza: ela esteve coberta de um véu e toda
desfigurada durante inúmeros séculos. (...). Vejo que há
dez ou doze anos os europeus se vêm empenhando...
Ousou pedir-se justiça.
Ousou-se pronunciar o nome da
Tolerância.

Voltaire, ensaísta, poeta, dramaturgo e filósofo Iluminista


francês. Suas principais bandeiras eram a tolerância e a
liberdade de expressão. Criticava fortemente a atuação da
Igreja.
Atividade 11: Pensamento, liberdade de expressão e tolerância

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


A partir das frases que o filósofo está “dizendo” o professor deve extrair as
características do movimento iluminista. Neste caso, deve demonstrar como no
conto de Voltaire, onde as personagens principais já são emblemáticas (Razão e
Verdade), a noção da importância do conhecimento e da liberdade de propagação
do mesmo e da crítica são temas fundamentais na obra do filósofo e no
pensamento iluminista como um todo.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Permitir que os estudantes façam a leitura e ajudem na interpretação do texto.
Imagem -
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Atelier_de_Nicolas_de_Largilli%C3%A8re,_portr
ait_de_Voltaire,_d%C3%A9tail_(mus%C3%A9e_Carnavalet)_-002.jpg
Link - http://educacao.uol.com.br/biografias/voltaire.jhtm

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 12: O conhecimento

O que as duas imagens


tem em comum?

Ambas são enciclopédias.


Você sabe o que é uma
enciclopédia? Discuta com os
seus colegas e pense para que
elas servem e como você as
utiliza.

Refletiu?

Agora clique aqui para saber


se as suas idéias são
semelhantes às definições
mais clássicas de enciclopédia.

Mas o que isto tem a ver com o


Iluminismo?
Atividade 12: O conhecimento

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Discuta com os alunos o que é e como se usa uma enciclopédia hoje.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Com um click ou enter na palavra aqui do quadro azul o professor revela a resposta
sobre as enciclopédias e faz novas perguntas para o debate. Os termos mais claros
representam ainda hiperlinks para definições dos conceitos.
Logo wikipédia - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Wikipedia.png?uselang=pt-
br
Enciclopédia - http://commons.wikimedia.org/wiki/File:G%C3%B6ttingen-SUB-
Encyclopedia.Americana.JPG

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 13: A Enciclopédia
A ideia de reunir todo o conhecimento em uma publicação é iluminista!

Publicada entre 1751 e 1772, a Enciclopédia foi escrita com a colaboração de mais de
cinquenta pensadores da época, e reuniu os principais conhecimentos e ideias que
circulavam pela Europa no período. Seus principais diretores (organizaram a publicação)
foram os iluministas franceses Diderot e D’Alembert.

Se é a partir do Então vamos elaborar


conhecimento que uma síntese de tudo
se atinge a que já conhecemos até
verdade... agora!

Denis Diderot e Jean D’Alembert foram


filósofos iluministas franceses. O
primeiro era interessado em idiomas e
traduções, e o segundo foi estudioso de
matemática e física. Organizaram em
conjunto a Enciclopédia.
Atividade 13: A enciclopédia

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


A partir da discussão sobre o que é e como se usa uma enciclopédia hoje o
professor deve apresentar os objetivos dos enciclopedistas Diderot e D’Alembert e
a discussão sobre o valor social do conhecimento no momento iluminista.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Com um click ou enter no primeiro slide da atividade o professor revela a resposta


sobre as enciclopédias e faz novas perguntas para o debate. Os termos mais claros
representam ainda hiperlinks para definições dos conceitos.
D’Alambert - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Alembert.jpg
Diderot - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Louis-Michel_van_Loo_001.jpg

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 14: As ideias de Montesquieu

“Quando na mesma pessoa, ou no mesmo órgão


de governo, o poder Legislativo está unido ao
poder Executivo, não existe liberdade. E também
não existe liberdade se o poder judiciário (poder
de julgar) não estiver separado do poder
Legislativo (poder de fazer leis) e do poder
Executivo (poder de executar, de pôr em
prática as leis).”

O Barão de Montesquieu, folósofo iluminista francês, tornou-se muito


conhecido por seu livro O Espírito das Leis, no qual defendia a divisão
dos 3 poderes e a separação entre Estado e Igreja.
Falando nisso, você já ouviu falar nos 3 poderes? Que tal
pesquisá-los em uma Enciclopédia?
Atividade 14: As ideias de Montesquieu

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Discuta com os alunos as ideias apresentadas por Montesquieu.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Montesquieu_1.png

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 15: As ideias de Rousseau

Já que nenhum homem tem


autoridade natural sobre seus
semelhantes e já que a força não
produz nenhum direito, restam, pois,
os contratos (pactos) para a base de
toda autoridade legítima entre os
homens. Já vimos que o poder
legislativo pertence ao povo e só a ele
Para saber mais sobre os
filósofos iluministas, pode pertencer.
consulte as páginas 6 e 7
do seu caderno de
História, 1º Bimestre

Para Jean-Jacques Rousseau, todo o poder estava no povo e deveria ser


exercido em seu nome, que para garantir sua liberdade deveria abrir mão
de seus direitos individuais em benefício da comunidade, na qual tudo
seria coletivo. Suas idéias mais conhecidas estão em O Contrato Social.
Atividade 15: As ideias de Rousseau

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


A partir das frases que os filósofos estão “dizendo” o professor deve apresentar
Rousseau como um iluminista diferente dos demais, que propunha mais
radicalmente a ideia da liberdade e da soberania popular.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Imagem 2 - http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Jean-
Jacques_Rousseau_(painted_portrait).jpg

Tempo de duração da atividade: 8 minutos.


Organização da sala de aula:
Atividade 16: Nem só de crítica viviam os Iluministas…

Os pensadores iluministas tinham uma clara noção do que não concordavam na sociedade
absolutista e o que deveriam criticar. E, além das críticas, elaboraram em suas obras propostas
para uma nova sociedade.

Com a ajuda de seu professor e de seus colegas, a partir do que vimos sobre as ideias dos
filósofos iluministas, escreva em seu caderno em forma de texto, qual foi a proposta
iluminista para cada uma das críticas travadas:

• Crítica aos dogmas religiosos:


 Proposta: valorizar a Razão e a ciência como forma de entender a realidade, além da
tolerância religiosa.

• Crítica à censura absolutista:


 Proposta: liberdade de expressão

• Crítica ao poder absoluto dos reis:


 Proposta: separação dos 3 poderes em instituições diferentes e soberania popular.
Atividade 16: Nem só de crítica viviam os Iluministas…

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


O professor deverá esclarecer com a turma o fato de que os iluministas não
estavam preocupados apenas em criticar o poder absolutista, mas sim estavam
empenhados em estudos sociais e filosóficos para fundamentar a formação de uma
sociedade radicalmente diferente da que viviam.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Tempo de duração da atividade: 8 minutos.


Organização da sala de aula: 5 minutos.
Atividade 17: O Liberalismo

As críticas dos pensadores iluministas a forma como os reis


absolutistas conduziam as economias de seus Estados deram origem
a duas grandes correntes de pensamento.
A primeira delas foi a fisiocracia, que obteve grande circulação nos
fins do século XVIII. Uma outra teoria mais amplamente desenvolvida
foi o liberalismo, que até hoje influencia o pensamento econômico
contemporâneo.
Você já ouviu falar nesses dois termos: fisiocracia e liberalismo?
O texto a seguir pode esclarecer o que eles significam!

Adam Smith, Para saber mais sobre o assunto,


teórico do liberalismo econômico veja as páginas 10,11 e 12 do seu
caderno de História, 1º Bimestre

 Quais as principais ideias defendidas por Adam Smith?

 Em que aspectos essas ideias são diferentes das defendidas pelos reis absolutistas?

Discuta essas questões com seus colegas e responda-as em seu caderno virtual.
Atividade 17: O Liberalismo

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


A atividade apresenta os conceitos de fisiocracia e liberalismo. O professor deve
discutir com os alunos de que forma as ideias iluministas de liberdade levaram a
concepção do liberalismo econômico.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Texto – http://www.brasilescola.com/historiag/economistas-iluminismo.htm
Imagem - http://en.wikipedia.org/wiki/File:AdamSmith.jpg

Tempo de duração da atividade: 8 minutos.


Organização da sala de aula: 5 minutos.
Atividade 18: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu?
1. Sobre o poder do rei, os iluministas afirmavam que:

a) O poder do rei era absoluto e ordenado por Deus, e por isso não poderia ser criticado
(direito divino dos reis). Feedback: Os iluministas criticavam a ideia de que o poder real advinha de
Deus.

b) O poder do rei não interferia nas relações sociais, e por isso para os iluministas não
importava se fosse ou não absoluto. Feedback: O poder absoluto era criticado pelos iluministas
pois interferia nas liberdades dos indivíduos, logo, tinha impacto (e muito) sobre as relações sociais,
assim como sobre as econômicas e políticas.

c) O poder absoluto dos reis era considerado um mal para a sociedade, pois limitava a
liberdade de participação política dos indivíduos. Feedback: CORRETO! Por isso o poder
absolutista era um dos pontos mais criticados pelos iluministas.

d) O poder do rei era um mal necessário, pois sem o poder do rei não havia outra forma de
organizar a sociedade. Feedback: A monarquia não era tida como a única forma de poder possível: a
constituição de um governo republicano seria, por exemplo, uma alternativa.
Atividade 18: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu?

2. O conhecimento era muito valorizado pelos iluministas. Marque a alternativa que demonstre
esta afirmação.

a) Os iluministas costumavam elaborar críticas que só circularam entre eles, pois amavam
tanto o conhecimento que o queriam só para si. Feedback: As ideias iluministas foram divulgadas,
não guardadas só para si. Um exemplo disso foi a Enciclopédia, que reunia em uma única publicação
todas as suas conclusões científicas/filosóficas para que as pessoas pudessem ter acesso.
b) A obra Enciclopédia é uma representação desta valorização, pois os iluministas tentaram
organizar todo o conhecimento do período e compartilhá-lo. Feedback: CORRETO! A divulgação
do conhecimento era uma das mais importantes missões da Enciclopédia.
c) Os iluministas pregavam a valorização do conhecimento, mas evitaram contribuir com o
projeto de Diderot e D’Alembert, e por isso a Enciclopédia só teve uma publicação. Feedback:
Muitos iluministas contribuíram com Diderot e D' Alambert, a Enciclopédia foi feita por mais de cinquenta
iluministas e possuiu várias edições.
d) Os iluministas queriam que o conhecimento pudesse fortalecer a autoridade do rei, que por
seu vez fortaleceria suas pesquisas, financiando-as. Feedback: O conhecimento iluminista não
tinha objetivo de fortalecer o rei, mas sim o conhecimento e a crítica dos cidadãos.
Atividade 18: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu?
3. É comum falarmos que os iluministas faziam diversas críticas. Mas para cada uma de suas
críticas estes intelectuais também fizeram propostas sobre como organizar a sociedade. Marque
a alternativa que apresenta uma crítica e uma proposta elaborada pelos iluministas:

a) Criticavam a liberdade econômica e defendiam que os reis controlassem a economia.


Feedback: O controle da economia pelo rei era criticado pelos iluministas, eram defensores da liberdade
econômica.
b) Criticavam as ideias fechadas da igreja, propondo que a ciência fosse usada como
explicação para a natureza e sociedade, e não a religião. Feedback: CORRETO! Um dos
principais aspectos do pensamento iluminista era a crítica aos dogmas religiosos, propondo que as
ideias pudessem ser debatidas e comprovadas cientificamente.
c) Criticavam a forma como agiam os cientistas e desejavam que estes tivessem mais respeito
com a Igreja. Feedback: Esta crítica aos cientistas não era parte do pensamento iluminista, que
mesmo defendendo a tolerância criticava os dogmas religiosos.
d) Criticavam a liberdade de imprensa e a divulgação do conhecimento em jornais, propondo
uma forma onde o conhecimento fosse respeitado e estivesse somente nas universidades.
Feedback: Os iluministas defendiam a liberdade de imprensa e de expressão, e desejavam difundir o
conhecimento, e não evitar que esse fosse divulgado.
Atividade 18: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu?
4. Leia as afirmativas a seguir e marque a alternativa que associa corretamente a frase e seu
autor.
a) “As pessoas não são obrigadas a aceitar um governo injusto e têm o direito de revoltar-se
contra ele”. D’Alembert, que em sua Enciclopédia debateu apenas sobre as questões do
governo. Feedback: Na Enciclopédia não havia apenas debates sobre as formas de governo, mas
também outras discussões sobre a sociedade e a natureza. Esta frase na verdade é de John Locke,
pensador que antecedeu os iluministas.
b) “Posso até não concordar com nenhuma palavra do que você diz, mas defenderei até a
morte seu direito de dizê-lo”. Montesquieu, filósofo que mais falou em nome de um
julgamento justo. Feedback: Esta frase é de Voltaire, pensador iluminista que mais defendeu a
liberdade de expressão.
c) “Tudo estaria perdido se o mesmo homem, ou o mesmo corpo dos principais ou dos nobres,
ou do povo, exercesse estes três poderes: o de fazer as leis, de executar as resoluções
públicas e o de julgar os crimes ou as disputas de particulares.” Voltaire, que propôs a
separação em 3 poderes, mas que podem ser exercidos pela mesma instituição. Feedback:
Esta frase na verdade é do Barão de Montesquieu, filósofo que propôs a divisão dos três poderes:
executivo, legislativo e judiciário, tema da frase.
d) “A vontade geral é então a essência da soberania, manifestando-se (...) por meio da
participação dos cidadãos (...). Portanto, é a vontade geral que deve dirigir o Estado geral,
tornando-se a sociedade soberana e legítima. Rousseau, que propõe que somente no povo
reside a autoridade e o poder, e que a vontade da maioria deve prevalecer em um governo
democrático. Feedback: CORRETO! Esta frase é de Rousseau, filósofo iluminista que afirmava que o
poder e a soberania estão no povo, e não nos governantes.
Atividade 18: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu?
5. Quais das duplas de palavras abaixo representam melhor as idéias iluministas?

a) Razão e liberdade. Feedback: CORRETO! Esses dois conceitos são os principais princípios
defendidos pelos iluministas.
b) Absolutismo e mercantilismo. Feedback: Os iluministas criticavam tanto o absolutismo quanto o
mercantilismo.
c) Colonização e escravidão. Feedback: Embora alguns iluministas não tenham se oposto diretamente
à escravidão negra, por exemplo, julgando-a um mal necessário; por princípio, os iluministas eram
contrários à restrição das liberdades individuais.
d) Religiosidade e fé. Feedback: Os iluministas acreditavam na razão como forma de explicação da
realidade, apesar de defenderem a tolerância religiosa.
Atividade 18: Educoquiz 3 – O que mais você aprendeu?

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Neste momento cada aluno deverá tentar recordar os conceitos adquiridos no
sétimo ano. Gabarito: 1-C; 2-A; 3-B; 4-B; 5-D

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

Os alunos irão interagir com o Educoquiz, anotando as alternativas que considerarem


corretas. Depois disto o professor pode convidar alunos a responderem e explicarem
as alternativas, encontrando seus erros e acertos.

Tempo de duração da atividade: 10 minutos

Organização da sala de aula: Sugere-se que a atividade seja feita em dupla.


QUARTO MOMENTO DA AULA DIGITAL
Desafio do aluno com atividades complexas de produção
ATIVIDADE 19
Atividade 19: Você está sendo desafiado

No início da aula afirmamos


que muitos princípios do
mundo contemporâneo se
fundaram no Iluminismo...

DESAFIO: pense no nosso


DESAFIO:Utilize o ícone ao
país, em sua política e leis.
lado para participar de um jogo
Agora encontre e anote em
aonde seus conhecimentos
seu caderno duas
sobre Iluminismo serão
características do Brasil que
testados. Seu desafio é fazer
sejam inspiradas nos
mais pontos em menos tempo.
princípios iluministas.
Atividade 19: Você está sendo desafiado

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


Neste momento o professor deve incentivar ao aluno a colocar todo o seu
conhecimento sobre o assunto.
Ao encontrar dificuldades incentive ao aluno a procurar na própria internet as
respostas para sua dificuldade.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem

O professor pode dividir a turma em duplas ou trios e passear entre eles instigando
com determinados temas, de modo a tentar dar “dicas” sobre os traços iluministas.
Ao final, todos falam suas pontuações e tempos aumentando ainda mais o valor da
competição, o professor anota os vencedores.

Tempo de duração da atividade: 10 minutos.

Organização da sala de aula: Sugestão de atividade realizada coletivamente,


em duplas ou trios.
QUINTO MOMENTO DA AULA DIGITAL
Resumo Próximo tema
Construção ATIVIDADE 21 ATIVIDADE 22
ATIVIDADE 20
Atividade 20: Construindo um resumo

Construa um resumo do que aprendemos (definição, críticas


e propostas) a partir das seguintes palavras:

Poder
Luzes
Absolutismo

Verdade
Liberdade
Razão

Intelectual
Tolerância Conhecimento
Atividade 20: Construindo um resumo

Orientações práticas de aplicação dessa atividade


A partir das palavras-chave nas nuvens os alunos devem ser capazes de elaborar
uma definição completa para Iluminismo, suas principais críticas e propostas.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Construção do resumo individual no caderno.

Tempo de duração da atividade: 7 minutos.


Organização da sala de aula: Trabalho individual.
Atividade 21: Educossíntese

Absolutismo

Mercantilismo

3 Estados: clero, nobreza e povo

Idade Moderna Idade Contemporânea

Séc. Dias
XV Século XVIII: atuais
início da crítica ao
Antigo Regime
(sociedade moderna) –
Iluminismo.
Atividade 21: Educossíntese

Século XVIII:
início da crítica ao Antigo Regime (sociedade moderna) –
fundação do mundo contemporâneo

Iluminismo:

• Movimento intelectual de crítica à sociedade moderna


• Criticavam: o poder absoluto e o direito divino dos reis, dogmas religiosos, censura,
sociedade estamental (3 estados: clero, nobreza e povo).
• Propunham: separação dos 3 poderes e soberania popular, liberdade religiosa e de
expressão, tolerância, valorização da razão e da crítica como forma de conhecer a
sociedade e a natureza.
Palavras-chave: razão e liberdade
Atividade 21: Educosíntese

Orientações práticas de aplicação dessa atividade

O professor apresenta a sua síntese e os alunos podem comparar com a que


realizaram, tendo a chance de corrigir ou copiar aquilo que considerarem que ficou
em falta..

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Liberdade de realizar sua própria correção e gabarito.

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula: Trabalho individual.
Atividade 22: Na próxima aula...

Este será o nosso próximo tema...

Até lá! 
Atividade 20: Na próxima aula...

Orientações práticas de aplicação dessa atividade

O professor deve estimular os estudantes a tentar imaginar como as propostas


iluministas lidam com a idéia de liberdade, especialmente no que diz respeito à
relação com o Estado e economia.

Orientações sobre a utilização dos objetos de aprendizagem


Não há objetos.

Tempo de duração da atividade: 5 minutos.


Organização da sala de aula: Debate simples, não necessita organização especial.
PARA IR ALÉM
Sugestões de jogos ou de outras atividades que extrapolem o
conteúdo digital
A partir de um template de rede social, divididos em grupos, os alunos se dividir em
grupos e elaborar perfis dos iluministas para as redes sociais: um de orkut, um de
facebook e um de twitter, e alimentar com comunidades, frases e debates. (Obs.: O perfil
não precisa ser realmente criado, podendo ser “imitado” em cartolina ou em ppt. Os
grupos podem ainda interagir e responder o twitter uns dos outros).

PARA CASA
Sugestões de exercícios ou atividades práticas que complementem o
entendimento do tema
•O professor pode selecionar as questões do livro didático e do caderno de apoio para
serem respondidas em casa como exercício de fixação.
•O professor pode passar uma busca em enciclopédia de temas relevantes do
iluminismo.