Vous êtes sur la page 1sur 25

Avaliação Mediadora: uma prática em construção

Caminhos para pensar o ato avaliativo


Jussara Hoffmann
Avaliação Mediadora: Como fazer?

Qual o papel do
professor?
Como mediar as
aprendizagens?
Promover ... - Hoffmann
• Para a autora o caminho posto para o processo de
avaliação passa por um novo olhar; olhar que
perceba o indivíduo, o singular;

• Avaliação não pode ser confundida com os


instrumentos avaliativos; avaliação deve ser
mediadora ....

• Tal caminho deve ensejar uma nova relação com o


saber;promover aprendizagem.
Avaliação mediadora implica deixar de ver o
coletivo para focar o individual

• Tempo de admiração do aluno;

• Tempo de reflexão sobre aprendizagem;

• Tempo de reconstrução e de invenções e de novas


estratégias – situações de aprendizagens.
Tempo de Admiração
• Compreender o aluno é projetar o futuro; as possibilidades
cognitivas, buscar as potencialidades dos educandos;

• Criar alternativas para compartilhar informações sobre os


alunos (tempos e espaços diferentes de um Conselho de
Classe);

• Os livros partem de uma posição que defende a avaliação


atrelada a aprendizagem. O que avaliação para nós?

• A avaliação mediadora é pautada na


multidimensionalidade do olhar. Interrogar-se para
favorecer as aprendizagens;

• No âmbito da escola a idéia central que deve motivar a


prática educativa é a busca por compreender (avaliar)
para agir.
O OLHAR INVESTIGATIVO É ELEMENTO DA
AVALIAÇÃO MEDIADORA

Conhecer para promover


oportunidades
Observação em ação análise
( aluno e contexto; cenário educativo,
currículo e as aprendizagens)

Busca de um novo olhar!

Este caminho exige reflexão sobre as


práticas docentes institucionalizadas
Tempo de reflexão

Corrigir tarefas ou interpretar situações de aprendizagens?

? Avaliação Mediadora
“Interpreta-se”
Instrumentos

Mediação –
Compreender
Conceito fundamentado em Vigotsky
para ajudar

Postura Respon- Concepção Construtivista


Diálogo
investigativa sabilidade

A A. M. requer: observar, refletir e favorecer oportunidades


= complexa e cíclica
Em Avaliação Mediadora:

O tempo da reflexão, não é


olhar para trás, explicando o
que o aluno não fez, não
alcançou ou não sabe, mas
de projetar o futuro, tempo
de prospecção. A reflexão é a
referência para os próximos
passos!
Tempo de Reconstrução

Avaliar para aprovar ou reprovar


ou formar para a vida?
Tempo de reconstrução

Ética e Inclusão
Respeito e compromisso com a formação
Escolha? X
Competição
Seleção
A. F.

?
A. M.

• A autora defende que é a postura mediadora do


professor que faz a diferença em avaliação
formativa.
• Explicar as concepções de aprendizagens:
Memorística, Significativa e ZDP
• Princípios: diálogico/interpretativo; reflexão e
reflexão na ação.
Dinâmica da Avaliação Mediadora

Mediar a Mediar a experiência


mobilização
educativa

Mediar a expressão do
conhecimento = Relação com o Saber
Concluindo: O sentido da A. M.

reside na intenção do educador (quais concepções?


que olhares?) estar

serviço das aprendizagens


(I/C)
Portanto, é uma escolha!
Avaliação para promover...
• Promover o quê?____________
• Nossa escolha passa pela construção de
caminhos.

• Superar as formas classificatórias é um


passo importante. A autora vai propor uma
caminho: A. M. – pag 18
Para onde Vamos?

• Avaliação Classificatória • Avaliação a serviço da =


= Seleção; Formação;
• Atitude de cumprimento
de normas; • Mobilização;
• Intenção Prognóstica e
apresentação de • Mediadora, interventora
resultados; de uma nova ação;
• Visão Unilateral – i
Professor; • Visão dialógica, de
• Homogeneização, negociação P-A;
competição. • Considera a
individualidade,
cooperação no processo
de desenvolvimento
Múltiplas dimensões do olhar avaliativo

• Registros

• Processo
avaliativo;

• Concepções;

• Valores sociais
e éticos
Caminho; interpretar para...

Os fungos são bastantes úteis,


mas também são nocivos aos
Interesses humanos. Cite e
justifique dois aspectos
positivos e negativos sobre a
importância dos fungos?
A. B C. D E

8,0

7,0
Refletir!
5,0

6,5
4,0

5,0
6,0

5,5
4,5

6,0

6,0 5,5 4,0 5,5 5,0

6,5 0,0 0,0 0,0 0,0

6,5 6,0 5,5 6,5 5,0

6,0 5,5 6,0 5,5 6,0

6,5 7,5 8,0 7,5 7,0

6,0 5,5 5,5 5,0 4,0


Refletir: 7,0 5,5 6,0 6,0 5,5

Sala com 28 8,0 7,5 8,0 7,0 6,0

Alunos/ 4 6,0 6,0 4,0 5,5 3,5

8,5 7,5 6,5 6,0 8,0


disciplinas
6,0 6,0 6,5 6,5 5,5

6,5 7,0 4,5 6,0 5,0


7,0 7,0 4,5 6,0 6,0

6,5 5,5 4,5 6,5 5,5

6,0 7,5 5,0 6,5 5,5

6,5 6,0 3,0 4,5 3,5

6,0 7,0 7,0 7,0 6,5

6,0 0,0 0,0 0,0 0,0


6,0 0,0 0,0 0,0 0,0

6,0 6,0 5,5 6,0 6,5

8,5 8,0 7,5 6,0 7,0

7,0 6,0 5,0 5,5 3,5

6,0 5,5 4,0 4,0 4,0

5,5 5,5 5,0 4,5 4,0


6,0 5,5 4,5 4,0 5,0

6,5 6,5 5,0 3,5


Avaliação mediadora

Processo de troca de
mensagens, de
interação entre P-A em
busca de patamares
superiores de
aprendizagens = novas
possibilidades. Pág.
107

Relação com o Saber


1ª Atividade de dispersão
• Tendo como base os estudos de Jussara
Hoffmann sobre avaliação mediadora
(AM), peça para três alunos e três
professores do seu campo de estágio,
para que estes registrem a partir de
desenhos (podem ser coloridos ou não) a
concepção deles sobre Avaliação.
• Em seguida, faça um pequeno registro
acerca do resultado encontrado.
2ª Atividade de dispersão
• Observe o seguinte excerto: “Não há
ordem opressora que suporte que um dia
todos os homens acordem perguntando:
por que? Por isso é necessário proibir o
porquê, é necessário proibir o pensar. Por
isso, a escolarização é proibição do
pensar, é a adaptação dos homens ao
não pensar (Freire, 1979, p. 116)
Continuidade da 2° Atividade de
dispersão
• Os educadores, em geral, discutem muito
“como fazer avaliação” e sugerem
metodologias diversas, antes, entretanto,
de compreender verdadeiramente “o
sentido da avaliação na escola”. Esse
comportamento que se observa nos
professores seria apenas deles (as)?
Como a sociedade reagiria a abolição do
sistema tradicional de avaliação?
Continuação da 2ª Atividade de
dispersão
• Como você analisaria a indagação
freiriana à palavra “Porquê” utilizada no
excerto citado logo acima?
3ª Atividade de dispersão
• Leia a seguinte charada e construa a sua
resposta: Uma pessoa mora no 18° andar
de um prédio de apartamentos. Todos os
dias desce do elevador para ir ao seu
local de trabalho. Ao final do expediente,
retornando para casa, vai pelo elevador
até o 13° andar e sobre as demais
andares pela escada. Isso se repete todos
os dias. Você saberia dizer por quê?
Continuação da 3ª Atividade de
dispersão
• O que a resposta da charada tem haver
com a seguinte questão: por que um aluno
não aprende?
4ª Atividade de dispersão
• Faça a mesma pergunta (3ª atividade) a
três professores da escola campo de
estágio e a três alunos também da mesma
escola em que você está estagiando.
Você pode escolher perguntar só para
alunos (as) que possuem notas medianas
ou mesclar.